Você está na página 1de 20

c

C
SIMULADO NOVO ENEM

Uma casa qualquer é claramente um produto cul-


Ciências Humanas e suas Tecnologias tural, porque é feita pelos homens. A mesma coisa
se pode dizer de um prato de sopa, de um picolé
1. ou de um diário. Mas estas são coisas de cultura
material, que se pode ver, medir, pesar.
Há, também, para complicar, as coisas da cultura
imaterial, impropriamente chamadas de espiritual
- muitíssimo mais complicadas. A fala, por exem-
plo, que se revela quando a gente conversa, e que
existe independentemente de qualquer boca fa-
lante, é criação cultural. Aliás, a mais importante.
Sem a fala, os homens seriam uns macacos, por-
que não poderiam se entender uns com os outros,
para acumular conhecimento e mudar o mundo
O quadro "O Jantar no Brasil" (reproduzido na como temos mudado. A fala está aí, onde existe
figura), de Jean-Baptiste Debret, pintado no início gente, para qualquer um aprender.
do século XIX, retrata:
Além da fala, temos as crenças, as artes, que são
a) um período de convivência pacífica entre se-
criações culturais, porque inventadas pelos ho-
nhores e escravos no Brasil colonial, como
mens e transmitidas uns aos outros através das
mostra a refeição compartilhada entre mem-
gerações. Elas se tornam visíveis, se manifestam,
bros dos dois grupos sociais.
através de criações artísticas, ou de ritos e práticas
b) a aceitação pela elite brasileira do projeto de
término da escravidão, levado adiante pelo - o batizado, o casamento, a missa - em que a
governo imperial de D. Pedro I nos anos iniciais gente vê os conceitos e as ideias religiosas ou ar-
da Monarquia. tísticas se realizarem...
c) a falta de diferenciação social entre senhores e
(Adaptado de: RIBEIRO, Darcy. "Noções de Coisas".
escravos no Brasil colonial, mesmo diante da
São Paulo: Ed. FTD, 1995.)
violência exercida no tráfico de escravos pelos
comerciantes lusos. Com base no texto, avalie os argumentos a seguir
d) algumas leis abolicionistas, como aquela que e identifique o que pode ser considerado válido.
proibia o tráfico de cativos, e seus reflexos no I. A humanidade, ao longo da História, produziu
cotidiano dos escravos brasileiros, que foram cultura ao dominar a natureza e extrair dela o
incorporados à Casa-Grande. que precisa para sua subsistência, garantindo as
e) o cotidiano de senhores e escravos no Brasil, condições materiais de seu desenvolvimento.
caracterizado pela possibilidade de convivência II. A comunicação em língua falada e escrita é um
entre membros dos dois grupos e pela manu- importante bem cultural desenvolvido pelos
tenção de símbolos que os diferenciavam. homens, pois graças a ela foi possível registrar
e reproduzir o conhecimento.
2. UMA GALINHA É CULTURA TAMBÉM III. A produção cultural de uma determinada socie-
dade define o seu grau de desenvolvimento,
Além dos seres vivos e da matéria cósmica, exis- sendo justo afirmar que aqueles que mais pro-
tem, também, coisas culturais, muitíssimo mais duzem são superiores aos que pouco ou nada
complicadas. Chama-se cultura tudo o que é feito fazem.
pelos homens, ou resulta do trabalho deles e de IV. Cultura é o conjunto das práticas, das técnicas,
seus pensamentos. Por exemplo, uma cadeira está dos valores e dos símbolos que são transmiti-
na cara que é cultural porque foi feita por alguém. dos às novas gerações como garantia de re-
Mesmo o banquinho mais vagabundo, que mal se produção de um estado de paz e justiça social.
põe em pé, é uma coisa cultural. Uma galinha é
cultura também, porque é feita pelos homens. São válidas as afirmações contidas em apenas:
Sem a intervenção humana, que criou os bichos a) I e II. d) I, III e IV.
domésticos, as galinhas, as vacas, os porcos, os b) III e IV. e) II, III e IV.
cabritos, as cabras, não existiriam. Só haveria ani- c) I, II e IV.
mais selvagens.

OSG 5164/09
2
3. "O livre-comércio é um bem - como a virtude, a III. A democracia de massa como representação
santidade e a retidão - a ser amado, admirado, hon- sociopolítica moderna foi adotada pelo fascis-
rado e firmemente adotado, por si mesmo, ainda mo, por intermédio de uma eficiente estratégia
que todo o resto do mundo ame restrições e proibi- de propaganda, e teve como decorrência um
ções, que, em si mesmas, são males - como o vício e reforço das corporações.
o crime - a serem odiados e detestados sob quais- IV. O estabelecimento do governo do povo, de-
quer circunstâncias e em todos os tempos." mocracia representativa, na organização socio-
"The Economist", em 1848. política das sociedades contemporâneas, não
representou a eliminação das estruturas hierár-
Tendo em vista o contexto histórico da época, tal quicas partidárias e sindicais.
formulação favorecia particularmente os interesses:
a) do comércio internacional, mas não do inglês. Assinale a alternativa correta.
b) da agricultura inglesa e da estrangeira. a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
c) da indústria inglesa, mas não da estrangeira. b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
d) da agricultura e da indústria estrangeiras. c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
e) dos produtores de todos os países. d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
4. Os caçadores-coletores em geral não representa-
vam perigo para si mesmos, por vários motivos: 5.
suas economias tendiam a ser saudáveis (muitos
dispunham de mais tempo livre do que nós; ti-
nham poucas posses por serem nômades, assim,
quase não havia roubo e experimentavam pouca
inveja; a ganância e a arrogância eram considera-
das não só males sociais, mas também quase do-
enças mentais; as mulheres tinham um poder polí-
tico real e tendiam a ser uma influência estabiliza-
dora e moderadora, antes que os meninos come-
çassem a se ocupar das flechas envenenadas; e, se
crimes sérios fossem cometidos - vamos dizer, as-
sassinato -, o bando, coletivamente, julgava e pu-
nia o criminoso. Muitos caçadores-coletores orga-
nizaram democracias igualitárias. Não tinham che-
fes. Não havia hierarquia política ou corporativa
que sonhassem galgar.
(SAGAN, C. "Bilhões e Bilhões". São Paulo:
Companhia das Letras, 1998. P. 37.)
Pode-se falar de idade de um lugar? A propósito
Com base no texto e nos conhecimentos sobre as desta ou daquela cidade nascida com a coloniza-
organizações políticas, pode-se afirmar. ção, é frequente ler que foi fundada em tal ou tal
I. No mundo romano do século II d. C., os patrí- ano. Por exemplo, a cidade de Salvador, Bahia,
cios, influenciados por suas colônias gregas e "foi fundada" em 1549 por Tomé de Souza. Será
pelos ensinamentos de seus filósofos, constituí- possível falar da idade de um lugar segundo outro
ram a organização sociopolítica democrática, critério?
MILTON SANTOS. Adaptado de "A natureza do espaço: técni-
impondo leis igualitárias aos habitantes do im-
ca e tempo; razão e emoção". São Paulo: EDUSP, 1996.
pério.
II. As organizações políticas do mundo medieval A Geografia e a História são ciências que estudam
europeu estavam fortemente influenciadas por a sociedade a partir da inter-relação necessária
uma concepção laica de mundo, constituindo das categorias tempo e espaço. Com base na in-
assim, com o poder secular, o fundamento das terpretação conjunta dos quadrinhos e do texto,
monarquias absolutistas. pode-se relacionar tempo e espaço a partir do cri-
tério definido como:

OSG 5164/09
3
a) era em que determinadas técnicas são inventa- pel rendilhado de tabuleiro de bolo e do doce de
das em uma região. dia de festa. Os poetas de madrigais mais suaves.
b) momento em que uma ou mais técnicas são di- Alguns pregões brasileiríssimos: 'Sorvete, iaiá! É
fundidas em um território. de maracujá'."
c) época em que avanços técnicos são realizados Fonte: FREYRE, Gilberto. "Açúcar".
São Paulo: Companhia das Letras, 1997. p. 55
em função de guerras em um país.
d) período em que as técnicas são empregadas
Sobre a economia e a sociedade do Brasil coloni-
para a aferição da cronologia de uma área.
al, marque a alternativa CORRETA:
e) situação em que apenas um calendário é obe-
a) Do ponto de vista econômico e social, o cultivo
decido por um povo.
e a exportação do fumo ultrapassava, em im-
portância e quantidade, a produção do açúcar
6. ...Esta terra, senhor, nela não podemos saber que
brasileiro.
aja ouro nem prata, nem coisa alguma de metal ou
b) A instalação de um engenho era um empre-
ferro, nem lho vimos (...) o melhor fruto que dela se
endimento caro. Eram necessários vários itens:
pode tirar me parece será salvar esta gente. E esta
propriedade, gado, pastagens, escravos, equi-
deve ser a principal semente que Vossa Alteza em
pamentos, entre outros.
ela deve lançar. (...), pois o desejo que tinha de tudo
c) A atividade de maior prestígio e importância nes-
vos dizer, mo fez por assim pelo miúdo.
sa época era o comércio, deixando em segundo
Beijo as mãos de Vossa Alteza.
plano o desejo de ser senhor de engenho.
Deste Porto Seguro, da Vossa Ilha de Vera Cruz,
d) A maior parte da população nesse período es-
hoje, Sexta-feira, primeiro dia de maio de 1500.
tava nas cidades, em especial nas regiões Sul e
Sudeste.
Esses trechos da carta do escrivão Pero Vaz de
e) Desde o início da produção de açúcar - décadas
Caminha apresentam elementos que nos indicam
de 1530-1540, o Brasil sofreu a concorrência do
alguns objetivos das grandes navegações. Dentre
cultivo do açúcar nas Antilhas, essas lavouras e-
esses objetivos, podemos destacar:
ram dominadas especialmente pelos espanhóis.
a) Acabar com a circulação de mercadorias base-
ada no bulionismo, em decorrência da escassez
8.
de metais preciosos na Europa Ocidental.
b) A conquista de terras para a obtenção de ri-
quezas, através da renda sobre a terra, defen-
dida pelos teóricos fisiocratas da época.
c) A obtenção de novos mercados de matéria-prima
e a política do laissez faire para a ampliação do
fornecimento de produtos manufaturados.
d) O processo de crescimento econômico, através
da conquista de novos mercados, a catequese e
a consequente afirmação dos Estados Nacionais.
e) A emigração do excedente populacional euro-
Publicada em 1884, a charge de Ângelo Agostini
peu, decorrente da descentralização política e
registra de modo crítico o significado da Lei do
investimento de capitais na periferia do sistema
Ventre Livre (1871) no contexto da sociedade do
capitalista.
Brasil imperial. Com base nas informações conti-
7. "O açúcar - que se fez acompanhar sempre do das no documento e no seu conhecimento acerca
negro - adoçou tantos aspectos da vida brasileira do processo emancipacionista, ASSINALE a única
que não se pode separar dele a civilização nacio- opção que NÃO apresenta uma característica cor-
nal. Deu-nos as sinhás de engenho. As mulatas reta:
dengosas. Os diplomatas maneirosos, tipo barão a) Dentre os argumentos defendidos pelos pro-
de Penedo, barão de Itamaracá, Sérgio Teixeira. pagandistas abolicionistas a partir de 1880,
Os políticos baianos - os mais melífluos e finos do destaca-se a valorização da Lei de 1871 vista
Brasil. As toadas dos cambiteiros. Os cantos das como um significativo passo em direção ao de-
almajarras. As variações brasileiras da arte do pa- sejado fim da escravidão no Brasil.

OSG 5164/09
4
b) Na prática, a Lei do Ventre Livre pouco significou 10. A charge seguinte menciona o problema dos
uma vez que os filhos de escravos nascidos livres combustíveis renováveis.
continuaram a prestar serviços para os senhores,
mantendo-se os laços de dependência pessoal.
c) A Lei do Ventre Livre foi aprovada numa conjun-
tura marcada pela atuação do movimento e-
mancipacionista que defendia a necessidade de
se realizarem reformas da instituição escravista.
d) Os proprietários de terras e escravos das áreas
cafeicultoras não foram favoráveis à Lei de
1871, uma vez que essa significou a limitação
da autoridade do senhor sobre o destino do
pecúlio escravo.
e) A Lei do Ventre Livre significou a intervenção
do Estado imperial nas relações entre senhores
e escravos e o reconhecimento legal das lutas
dos escravos pela liberdade.
Pode-se inferir, corretamente, dessa charge que:
a) a produção de biocombustíveis oferece uma al-
9. "O Plano Collor foi o mais violento ato de intervenção
ternativa energética menos poluente que os
estatal na economia brasileira, na segunda metade do
combustíveis fósseis.
século. No entanto, ao estrangular a inflação, ele a-
b) o desenvolvimento dos biocombustíveis poten-
briu as portas para uma ampla liberalização".
(Jayme Brener, "Jornal do século XX")
cializa a tecnologia para melhorar a situação
energética dos países pobres.
Sobre esse plano, inserido em uma ordem neoli- c) o custo de produção de energia, a partir de
beral, é correto afirmar que: fontes renováveis, é inferior aos padrões esta-
a) se pautou pela ampliação do meio circulante, por belecidos pelas tecnologias atuais.
meio do aumento dos salários e das aposentado- d) a agricultura, voltada para produção de bio-
rias; liquidou empresas públicas e de economia combustíveis, compromete a oferta de gêneros
mista que geravam prejuízo; estabeleceu uma alimentícios à população mundial.
política fiscal de proteção à indústria nacional. e) apenas os países do “primeiro mundo” estão
b) criou um imposto compulsório sobre os inves- investindo no desenvolvimento de novas tec-
timentos especulativos para o financiamento nologias para obtenção de energia através de
da infraestrutura industrial; liberou a importa- fontes alternativas.
ção dos insumos industriais e restringiu a im-
portação de bens de consumo não duráveis. 11. FONTES DE ENERGIA HISTÓRIA ENERGÉTICA
c) estabeleceu-se uma nova política cambial, com DA HUMANIDADE
um controle mais rígido realizado pelo Banco Depois da própria força humana, a primeira fonte
Central; demissão em massa de funcionários de energia que o ser humano utilizou foi o fogo. A
públicos concursados; aumentou a renda tribu- técnica de utilização do fogo deve ter sido inventa-
tária por meio da criação do Imposto sobre Va- da por volta de 500.000 a.C., com o uso de pedra e
lor Agregado. madeira. Depois, o ser humano domesticou certos
d) objetivou a privatização de empresas estatais; animais, que passaram a servir de fonte de energia.
diminuiu as restrições à presença do capital es- A utilização da força do vento, principalmente
trangeiro no Brasil; gerou a ampliação das im- para a navegação, deve ter começado por volta
portações e eliminaram-se subsídios, especial- de 2000 a.C., e o aproveitamento da força hidráu-
mente das tarifas públicas. lica para mover moinhos iniciou-se em torno do
e) aumentou a liberdade sindical com uma ampla
século II a.C. A partir do ano 1000 d.C., ocorreu a
reforma na CLT e revogou a opressiva lei de
exploração mais intensa do carvão mineral, e, a
greve; recriou empresas estatais ligadas à ex-
partir de 1700, surgiram importantes inovações,
ploração e refino de petróleo; congelou os ca-
ligadas à Revolução Industrial, como a invenção da
pitais especulativos dos bancos e dos investi-
máquina a vapor.
dores estrangeiros.

OSG 5164/09
5
No fim do século XIX, verificou-se o aparecimento gem, e muito copiosos no seu orar; mas faltam-
da eletricidade e o desenvolvimento de motores a lhes três letras das do ABC, que são F, L, R grande
base de derivados de petróleo. A energia nuclear ou dobrado, coisa muito para se notar; porque, se
surgiu na primeira metade do século XX. Outras não têm F, é porque não têm fé em nenhuma coi-
fontes de energia despontam no início do século sa que adorem; nem os nascidos entre os cristãos
XXI. Poderão elas desempenhar o papel que o pe- e doutrinados pelos padres da Companhia têm fé
tróleo desempenhou até o momento? em Deus Nosso Senhor, nem têm verdade, nem
(VESENTINI, José William. "Sociedade & Espaço". lealdade a nenhuma pessoa que lhes faça bem. E
Editora Ática, 43. ed. 2004. Modificado.)
se não têm L na sua pronunciação, é porque não
têm lei alguma que guardar, nem preceitos para
A força humana é uma das mais antigas fontes de
se governarem; e cada um faz lei a seu modo, e ao
energia empregadas para agir sobre a natureza.
som da sua vontade; sem haver entre eles leis com
Nesse sentido, muito embora, na Antiguidade, a
que se governem, nem têm leis uns com os ou-
sociedade ateniense e romana não investisse no
tros. E se não têm esta letra R na sua pronuncia-
desenvolvimento de um aparato tecnológico mui-
ção, é porque não têm rei que os reja, e a quem
to sofisticado, foram capazes de construir uma só-
obedeçam, nem obedecem a ninguém, nem ao
lida organização urbana. Para tanto, fundamenta-
pai o filho, nem o filho ao pai, e cada um vive ao
ram-se na exploração do trabalho humano por
som da sua vontade; para dizerem Francisco di-
meio das relações escravistas de produção. Das al-
zem Pancico, para dizerem Lourenço dizem Ro-
ternativas a seguir, a única que NÃO caracteriza o
renço, para dizerem Rodrigo dizem Rodigo; e por
escravismo greco-romano é:
este modo pronunciam todos os vocábulos em
a) o predomínio da utilização da mão de obra es-
que entram essas três letras.
crava na produção agrícola, com a geração de
(SOUSA, Gabriel Soares de. Tratado descritivo do Brasil em 1587 -
excedentes comercializados nos núcleos urbanos. Capítulo CL - Em que se declara o modo e a linguagem dos tupi-
b) a conversão jurídica de seres humanos em nambás. In: VILLA, Marco Antonio e OLIVIERI, Antonio Carlos.
meios de produção desprovidos de direitos so- "Cronistas do Descobrimento".
São Paulo: Ática, 1999, p. 144).
ciais e assimilados a bestas de carga.
c) a conexão estreita entre a expansão do sistema
GLOSSÁRIO:
escravista e o fortalecimento do ideal de cida-
Gentilidades: paganismo, religião dos gentios.
dania, já que o escravo era considerado o o-
Compendiosas: resumidas, sintéticas.
posto do cidadão.
Copiosos: abundantes, grandes, extensos.
d) o emprego da mão de obra escrava na execu-
ção das atividades existentes no âmbito da ci-
O texto, escrito, em 1587, pelo português Gabriel
dade-estado, incluindo aquelas de natureza
Soares de Sousa, que se tornou senhor de enge-
política.
nho no Brasil, descreve a natureza e a sociedade
e) a importância da guerra como principal fonte
encontradas pelos colonizadores portugueses nas
de trabalho escravo, dada a relação intrínseca,
terras americanas (depois Brasil). Apesar de escri-
na Antiguidade, entre crescimento econômico
to no século XVI, percebem-se, no texto, indícios
e poderio militar.
da permanência de ideias e concepções que com-
punham a cultura predominante no ocidente me-
12. LINGUAGEM DOS TUPINAMBÁS.
dieval cristão. Entre tais ideias e concepções, in-
Ainda que os tupinambás se dividiram em bandos,
cluíam-se aquelas sobre o Homem, a Natureza,
e se inimizaram uns com outros, todos falam uma
Deus e o Conhecimento.
língua que é quase geral pela costa do Brasil, e
Nesse contexto, a respeito da cultura do ocidente
todos têm uns costumes em seu modo de viver e
medieval cristão, suas ideias e concepções, é cor-
gentilidades; os quais não adoram nenhuma coisa,
reto afirmar:
nem têm nenhum conhecimento da verdade, nem
a) A Natureza constituía um mundo meramente
sabem mais que há morrer e viver; e qualquer coi-
físico, diferenciado e estranho ao mundo celes-
sa que lhes digam, se lhes mete na cabeça, e são
te, nela não se registrando evidências da pre-
mais bárbaros que quantas criaturas Deus criou.
sença divina.
Têm muita graça quando falam, mormente as mu-
lheres; são mui compendiosas na forma da lingua-

OSG 5164/09
6
b) A verdade era considerada relativa a cada po- I. A chamada “onda vermelha” na América Lati-
vo, portanto, não havia uma verdade única e na, atual fenômeno de crescimento da esquer-
absoluta para toda a espécie humana. da inaugurada com a eleição do venezuelano
c) O Homem era representado como um ser im- Hugo Chávez em 1998, vem apresentando for-
perfeito e, por essa razão, deveria deixar a Na- te oposição ao modelo norte-americano de
tureza intocada porque esta é que era perfeita. governar, principalmente durante o governo
d) A verdade era o conhecimento que emanava Bush.
de Deus, tal como Ele era concebido e repre- II. Os governos Chávez (Venezuela) e Evo Morales
sentado pela Igreja Católica. (Bolívia) apresentam características nacionalis-
e) O Homem era uma espécie de Deus e, em de-
tas, sendo responsáveis por processos de esta-
corrência, poderia apoderar-se da Natureza e
tizações em diversos setores da economia.
explorá-la sem limites.
III. Em junho de 2009, Manuel Zelaya (Honduras),
pró-chavista, sofreu um golpe de Estado quan-
13. A Peste Negra dizimou boa parte da população
do tentava aprovar uma mudança constitucio-
europeia, com efeitos sobre o crescimento das ci-
nal que o permitisse se reeleger.
dades. O conhecimento médico da época não foi
IV. Recentemente a criação de novas bases milita-
suficiente para conter a epidemia. Na cidade de
res norte-americanas na Colômbia gerou gran-
Siena, Agnolo di Tura escreveu: "As pessoas mor-
de polêmica sobre os reais interesses dos EUA
riam às centenas, de dia e de noite, e todas eram
na Amazônia.
jogadas em fossas cobertas com terra e, assim
que essas fossas ficavam cheias, cavavam-se mais.
O item abaixo correto é:
E eu enterrei meus cinco filhos com minhas pró-
a) Todos os itens estão corretos.
prias mãos (...) E morreram tantos que todos a-
b) Apenas os itens II, III e IV estão corretos.
chavam que era o fim do mundo."
Agnolo di Tura. The Plague in Siena: An Italian Chronicle. In:
c) Apenas os itens I, III e IV estão corretos.
William M. Bowsky, "The Black Death: a turning point in history?" d) Apenas os itens I, II e III estão corretos.
New York: HRW, 1971 (com adaptações). e) Apenas os itens I, II e IV estão corretos.

O testemunho de Agnolo di Tura, um sobreviven- 15. Na Madrugada de 25 de maio de 2009, 39 esta-


te da Peste Negra que assolou a Europa durante ções sísmicas ao redor do mundo detectaram um
parte do século XIV, sugere que: tremor de 4,52 graus na escala Richter na Coreia
a) o flagelo da Peste Negra foi associado ao fim do Norte. Pensou-se, primeiro, em terremoto.
dos tempos. Mas não. Era um teste nuclear subterrâneo, con-
b) a Igreja buscou conter o medo, disseminando o forme anunciou horas depois o governo norte-
saber médico. coreano. Foi a segunda explosão atômica subter-
c) a impressão causada pelo número de mortos rânea feita pelo país em três anos e provocou for-
não foi tão forte, porque as vítimas eram pou- te reação da comunidade internacional.
cas e identificáveis. Sobre a questão norte-coreana, é correto afirmar que:
d) houve substancial queda demográfica na Euro- a) os testes nucleares realizados pela Coreia do
pa no período anterior à Peste. Norte foram duramente criticados pelos Esta-
e) o drama vivido pelos sobreviventes era causado dos Unidos, mas contaram com o apoio do Ja-
pelo fato de os cadáveres não serem enterrados. pão e a China que ampliaram o comércio com
a Coreia do Norte gerando uma crise diplomá-
14. A partir de 1990, a resistência à hegemonia dos tica com os norte-americanos.
Estados Unidos na América Latina se fortaleceu b) apresentou uma ruptura no Tratado de Não
com o surgimento de lideranças nacionais que Proliferação Nuclear (TNP) que permitia que
constituem a chamada “nova esquerda latino- apenas um seleto grupo de países pudesse
americana”. Em 2008-2009, foi colocado um pon- manter seu arsenal nuclear.
to de interrogação nesse processo, não havendo c) as explosões nucleares na Coreia do Norte fo-
previsão para o futuro na relação entre os esquer- ram realizadas para fins pacíficos, no caso, pre-
distas e os EUA. tendia testar o processo de fissão para as usi-
Analise as proposições seguintes relacionadas à nas nucleares norte-coreanas.
nova geopolítica na América Latina.
OSG 5164/09
7
d) a Coreia do Norte é o único país asiático a a- III. Ahmadinejad apresenta o apoio da classe bai-
presentar armas nucleares, fato que o coloca xa, membros do exército e da Guarda Revolu-
numa situação de profunda desconfiança pe- cionária, enquanto seu opositor, Mousavi, tinha
rante às outras nações da região. o apoio das mulheres muçulmanas e da elite
e) durante o governo de George W. Bush nos Es- do País.
tados Unidos, a Coreia do Norte foi colocada IV. O resultado apontou para a vitória de Ahmadi-
no “eixo do mal” juntamente com o Paquistão nejad, porém sob suspeita de fraude. Os espe-
e Índia, países que apresentam declaradamen- cialistas afirmam que, por trás do embate entre
te arsenais nucleares. Ahmadinejad e Mousavi, há uma luta mais pro-
funda entre seus principais apoiadores, Kha-
Analisando o texto abaixo, responda as questões menei (aiatolá que sucedeu Khomeini) e Raf-
16 e 17. sanjani (presidente da Assembleia dos Especia-
Vizinho de diversos países árabes, o Irã tem ori- listas, organismo encarregado de escolher ou
gem distinta. Seus antepassados constituíam im- destituir o líder supremo).
portante império na Antiguidade. A partir de 642
d.C., com a conquista árabe, a região adotou a re- Estão corretas as afirmativas:
ligião islâmica, mas o povo manteve sua singulari- a) Todas as alternativas estão corretas.
dade, com idioma e cultura próprios. A grande b) Apenas os itens I, II e III estão corretos.
maioria da população segue o islamismo, princi- c) Apenas os itens I, III e IV estão corretos.
palmente a vertente xiita da religião. Em 1921, um d) Apenas os itens I, II e IV estão corretos.
golpe de Estado derrubou o último sultão da di- e) Apenas os itens II, III e IV estão corretos.
nastia Kajar, colocando no poder o general Reza
Khan, que se colocou xá em 1926, com o nome de 18. Do total de 1,39 bilhão de quilômetros cúbicos de
Reza Shah Pahlevi. Em 1941, o xá Reza Shah Pa- água da Terra, menos de 1% é potável e de fácil
hlevi abdicou em favor de seu filho, Mohahhad acesso. Mas a crise de água é menos uma questão
Reza Pahlevi. No início dos anos 50, a oposição de escassez natural do que de mau gerenciamen-
entre o primeiro-ministro Mohammad Mussadeq to e uso. Segundo a ONU, são identificados 273
e o xá, culminou na saída do xá Reza Pahlevi. Com aquíferos e 163 bacias hidrográficas, que abran-
o apoio norte-americano, xá Reza Pahlevi implan- gem 145 países, onde vivem mais de 40% da po-
tando um regime ditatorial. Em 1979 esse gover- pulação mundial.
no foi deposto por uma Revolução Islâmica lidera-
da pelo aiatolá Khomeini. Sobre a questão da água, analise as proposições
abaixo:
16. O Estado iraniano é herdeiro do antigo Império: I. A questão da água vem ocasionando conflitos
a) Hebreu. d) Curdo. entre povos, como podemos verificar no caso
b) Fenício. e) Hindu. entre israelenses, palestinos, sírios e jordania-
c) Persa. nos que chegaram a conflitos pelo controle da
nascente do rio Jordão e pelos lençóis freáti-
17. A estrutura política do Irã, baseada no fundamen- cos na Cisjordânia.
talismo, causou bastante polêmica em 2009 com a II. Os aquíferos são responsáveis por aproxima-
reeleição de Ahmadinejad. Sobre o Irã, analise as damente 50% da água potável do Planeta e, no
proposições abaixo: Brasil, encontramos o Guarani que encontra-se
I. O Irã apresentou uma política extremamente encravado numa estrutura cristalina em terras
agressiva a partir de 2005, quando Ahmadine- do MERCOSUL, constituindo importante reser-
jad foi eleito presidente do país pela primeira vatório mundial.
vez e chegou a declarar-se favoravelmente à III. O processo de urbanização e o aumento do
destruição de Israel. consumismo mundial vem ocasionando maior
II. O governo de Obama acenou positivamente índice de poluição dos recursos hídricos, prin-
para uma reaproximação com o Irã chegando a cipalmente quando se trata da rede de esgotos
aprovar o programa nuclear do país retirando domésticos e industriais.
as sanções econômicas vigentes desde 1995
contra os iranianos.

OSG 5164/09
8
IV. No Brasil, importantes centros urbanos, como ças climáticas nos países em desenvolvimento.
São Paulo, já sofrem com a carência hídrica: Também pretende arrastar nações recalcitrantes
mais da metade da água consumida na região do Terceiro Mundo – em especial a Índia.
vem da bacia do rio Piracicaba, exercendo uma A próxima rodada de discussões internacionais do
pressão sobre a oferta de água para as cidades, acordo do clima acontece a partir de amanhã, em
as indústrias e a agricultura do interior paulista. Bonn (Alemanha). Será uma semana de discussões
informais, na sede da UNFCCC (Convenção do
Estão corretas as afirmativas: Clima das Nações Unidas), para começar a forma-
a) Todas as alternativas estão corretas. tar o texto a ser negociado em Copenhague.
CLAUDIO ANGELO
b) Apenas os itens I, II e III estão corretos.
Editor de Ciência da Folha de S.Paulo.09/08/2009
c) Apenas os itens I, II e IV estão corretos.
d) Apenas os itens II, III e IV estão corretos.
Sobre a próxima Conferência Mundial de Meio
e) Apenas os itens I, III e IV estão corretos.
Ambiente e as metas estabelecidas pelo Brasil,
podemos afirmar:
19. Brasil arma ofensiva para acordo sobre clima em
a) A proposta da União Europeia, denominada de
Copenhague
programa 20-20-20, foi considerada bastante
Cansado de ser visto como um entrave às negoci- arrojada ao final de 2008 e recebeu o apoio de
ações e temendo o naufrágio de um novo acordo países como China e Índia.
contra o aquecimento global, o governo brasileiro b) Por trás da mudança de posição, está uma per-
resolveu montar uma ofensiva para a conferência cepção de que o Brasil pode ganhar muito com
do clima de Copenhague, em dezembro. A estra- a transição para uma economia de baixo car-
tégia inclui uma reviravolta nas posições do Brasil bono: afinal, o país tem uma das matrizes e-
e a aceitação de metas de corte de emissões. Isso nergéticas mais limpas do mundo, é líder na
mesmo: metas. tecnologia de biocombustíveis e a maior parte
Pela primeira vez, o Brasil porá na mesa um núme- de suas emissões (o desmate ilegal) está desco-
ro do total de emissões que se dispõe a reduzir lada do desenvolvimento econômico.
até 2020. c) Os Estados Unidos, que ratificaram o Protocolo de
O número será calculado com base na meta inter- Kyoto em 2004, declararam que a meta do presi-
na de redução de desmate do Plano Nacional de dente Barack Obama é diminuir as emissões até
Mudança Climática. Pelo plano, o país se propõe a que elas cheguem, em 2020, aos níveis de 1990.
cortar o desmatamento na Amazônia em 70% até d) A China, que em 2008 assinou o Protocolo de
2017, em relação à média de 1996 a 2005. Kyoto, conseguiu atingir a maior redução de
Como esta é a principal fonte de emissões do emissão de CO2 dentre todos os países industri-
país, respondendo só em 2008 por cerca de 470 alizados, afirmou em agosto de 2009 que segui-
milhões de toneladas de gás carbônico, transfor- rá o modelo estabelecido pela União Europeia.
mar a meta do plano em compromisso externo e) No Brasil, verifica-se que 90% da emissão de
equivaleria a mais do que a União Europeia se CO2 está relacionada exclusivamente à produ-
dispôs a fazer até agora - reduções de 20% em re- ção industrial e aos meios de transporte.
lação a 1990 até 2020, exceto pelo Reino Unido,
que se propôs a 34%. Analisando o texto abaixo, responda a questão 20
A meta brasileira será depositada num registro
internacional de Namas (sigla em inglês para Ações Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha nasceu em
Nacionalmente Apropriadas de Mitigação). Nesse Cantagalo (RJ), no dia 20 de janeiro de 1866. Foi
registro ficam listados tanto as ações dos países em escritor, professor, sociólogo, tenente do exército,
desenvolvimento quanto os compromissos financei- repórter jornalístico e engenheiro, tendo se tor-
ros dos países ricos. Uma vez depositada como nado famoso internacionalmente por sua obra-
Nama, ela passa a ser um compromisso externo, prima, “Os Sertões”, que retrata a Guerra de Ca-
auditável por qualquer outro país. nudos. Há 100 anos, Euclides morre trocando tiros
Com isso, o Brasil espera criar um constrangimen- com o amante de sua mulher, o jovem tenente Di-
to para os países desenvolvidos e forçar, ao mes- lermano de Assis.
mo tempo, que eles assumam metas mais ambi- “Os Sertões” é uma das primeiras obras que se
ciosas no acordo de Copenhague e que ponham
opõem à visão ufanista e ingênua do Brasil, que
mais dinheiro para financiar o combate às mudan-
dominava a literatura nacional.

OSG 5164/09
9
SIMULADO NOVO ENEM

A TERRA Estão corretas as afirmativas:


"Ao sobrevir das chuvas, a terra, como vimos, a) Apenas a I está correta.
transfigura-se em mutações fantásticas, contras- b) Apenas a II está correta.
tando com a desolação anterior. c) Apenas a III está correta.
Os vales secos fazem-se rios. Insulam-se os cômo- d) Apenas a I e II estão corretas.
ros escalvados, repentinamente verdejantes. A e) Apenas a I e III estão corretas.
vegetação recama de flores, cobrindo-os, os gro-
21. NEGRO DRAMA
tões escancelados, e disfarça a dureza das barran-
cas, e arredonda em colinas os acervos de blocos
Cabelo crespo,
disjungidos de sorte que as chapadas grandes, en- E a pele escura,
tremeadas de convales, se ligam em curvas mais A ferida a chaga,
suaves aos tabuleiros altos. Cai a temperatura. A procura da cura,
Com o desaparecer das soalheiras anula-se a secu-
ra anormal dos ares. Novos tons na paisagem: a É um elogio,
transparência do espaço salienta as linhas mais li- Pra quem vive na guerra,
geiras, em todas as variantes da forma e da cor. A PAZ
Dilatam-se os horizontes. O firmamento, sem o Nunca existiu,
azul carregado dos desertos, alteia-se, mais pro- No clima quente,
A minha gente soa frio,
fundo, ante o expandir revivescente da terra.
tinha um Pretinho,
E o sertão é um vale fértil. É um pomar vastíssimo,
Seu caderno era um Fuzil,
sem dono.
Seu jogo é sujo,
Depois tudo isto se acaba. Voltam os dias tortu-
E eu não me encaixo,
rantes; a atmosfera asfixiadora; o empedramento Eu sou problema de montão,
do solo; a nudez da flora; e nas ocasiões em que De carnaval a carnaval,
os estios se ligam sem a intermitência das chuvas - Eu vim da selva,
o espasmo assombrador da seca." Sou leão,
Trecho do livro Os Sertões, capítulo A Terra, Sou demais pro seu quintal,
Euclides da Cunha.
Música: Negro Drama- racionais mcs.

20. Euclides criou um retrato sombrio do Conselheiro


Analisando a música acima, verificamos a existência
como personagem trágico, guiado por forças obs- de duas realidades distintas, num misto de precon-
curas, que o levaram à loucura e ao conflito com a ceito social com racial presente ainda no Brasil.
Igreja e o Governo. Enfatizou o caráter sebastia-
nista e messiânico de Canudos, cujos habitantes Sobre a sociedade brasileira, podemos afirmar que:
acreditariam no retorno mágico do rei português a) nas grandes metrópoles do Brasil, vem ocor-
d. Sebastião, desaparecido no século 16, que vol- rendo uma drástica redução da marginalização
taria para derrotar as forças da República e restau- e periferização social.
rar a monarquia. b) os problemas de violência e marginalidade são
Essa visão é contestada hoje por muitos antropó- fenômenos localizados espacialmente nas me-
logos que revelam uma visão elitista e conserva- trópoles do Centro-Sul, onde existe uma massa
dora de Euclides em relação a Antônio Conselhei- excluída socialmente que luta pela sobrevivên-
ro e Canudos. Através de análises historiográficas, cia através da criminalidade.
analise as proposições abaixo: c) esse problema é comum em todas as grandes
cidades mundiais, porém se torna mais visível
I. Foi um movimento apenas de caráter messiâni- em países desenvolvidos em virtude da rede
co que envolveu as forças federais contra o ar- urbana ser pouco densa nesse grupo.
raial de Canudos, desprovido de qualquer ide- d) de uma forma geral, os índices de pobreza,
ologia política e social; marginalização social são maiores na popula-
ção branca e feminina, em virtude de condi-
II. Representou a oposição entre republicanos e
ções históricas e sociais.
monarquistas e a luta de pobres camponeses
e) as migrações de retorno e o êxodo rural, que
contra a injusta situação econômica no campo.
passaram a ser cada vez mais comuns nas me-
III. Apresentou o fim do ciclo coronelista e o esta- trópoles nordestinas vêm gerando um aumento
belecimento de uma reforma agrária no sertão da marginalidade nessas cidades e a ampliação
baiano. de áreas periféricas.

OSG 5164/09
10
SIMULADO NOVO ENEM

22. Canção do exílio Esta noção de desenvolvimento NÃO se fundamenta:


a) na expansão mundial dos fluxos de circulação
Minha terra tem palmeiras, de bens, serviços e capitais.
Onde canta o sabiá; b) na integração homogeneizadora das socieda-
As aves, que aqui gorjeiam, des periféricas ao capitalismo central.
Não gorjeiam como lá. c) no progresso econômico dissociado da gera-
ção de empregos e do direito ao trabalho.
Nosso céu tem mais estrelas, d) na autonomia dos setores produtivos em rela-
Nossas várzeas têm mais flores, ção ao funcionamento do setor financeiro.
Nossos bosques têm mais vida, e) na produção em escala de bens duráveis para
Nossa vida mais amores. um mercado consumidor em ampliação.
(Canção do Exílio, Gonçalves Dias –
Livro Primeiros Contos.1843).
24. "Quando o nível do mar recuou e permaneceu por
Gonçalves Dias buscou inspiração na beleza natural alguns milênios a uma centena de metros mais
do Brasil para escrever o poema Canção do Exílio. baixo do que atualmente, o clima regional em seu
Sobre a biodiversidade brasileira, é correto afirmar conjunto era menos quente e muito mais seco (...).
que: Havendo muito menos precipitações, os rios eram
a) em virtude do país apresentar elevada distan- bem menos volumosos (...). Pelo oposto, durante
cia longitudinal, o Brasil apresenta uma grande a ascensão do nível do mar (...), processou-se uma
variedade climato-botânica distribuída de for- retropicalização generalizada da região, com au-
ma uniforme em seu território. mento de calor e, sobretudo, dos níveis de pluvio-
b) o território nacional apresenta aproximadamen- sidade e umidade do ar. Mais chuvas e teor de
te 12% de toda fauna e flora conhecidas no umidade (...) provocaram a reexpansão florestal".
mundo, constituindo um pedaço do planeta em (Fonte: Ab'Saber, 1996.)

perfeito equilíbrio e com uso racional de seus


recursos em praticamente toda a sua extensão. O texto acima descreve o processo de uma região
c) a devastação de florestas foi limitada às zonas natural brasileira. Identifique-a corretamente, rela-
litorâneas onde o processo de inserção do ca- cionando-a ao clima.
pitalismo europeu se mostrou mais voraz.
d) o ecossistema brasileiro que mais sofreu histo- Região Natural Clima
ricamente com as agressões antrópicas foi a a) Mata dos Cocais Tropical Litorâneo
Floresta Amazônica, onde se verificou uma de- b) Cerrado Tropical Continental
vastação de quase 98,5% da mata nativa. c) Pampa Gaúcho Subtropical
e) o bioma do Cerrado, o segundo maior do país, d) Mata de Araucárias Tropical Litorâneo
apresenta um processo de desmatamento ace- e) Floresta Amazônica Tropical Equatorial
lerado a partir da segunda metade do século
XX em virtude da expansão da soja, gado e, 25. Ano Internacional da Astronomia será celebrado
mais recentemente, o cultivo da cana-de- em 2009
açúcar voltada ao biocombustível. 11/01/2008

Paris - O ano de 2009 celebrará a astronomia e as


23. O desenvolvimento sustentável, proclamado ge- suas contribuições para a sociedade e para a cul-
nerosamente pelo relatório Brundtland, em 1987, tura globais. Destacará os méritos da ciência e
como "aquele que atende às necessidades do seus métodos. As Nações Unidas elegeram 2009 o
presente sem comprometer a possibilidade de as Ano Internacional da Astronomia (IYA 2009), e de-
gerações futuras atenderem a suas próprias ne- signaram a UNESCO como agência líder nas co-
cessidades", gerou impasses na Cúpula da Terra, memorações. A União Astronômica Internacional
na Rio-92, e também em Johanesburgo-2002. (IAU) atuará na implementação das atividades des-
Uma das razões para isso é a insustentabilidade da ta celebração mundial.
própria proposta de "desenvolvimento sustentá-
Com o tema “O Universo a ser descoberto por
vel", que tem como premissa uma noção de de-
você”, o Ano quer estimular o interesse, especial-
senvolvimento predominante desde o pós-guerra
mente junto ao público jovem, nos temas da astro-
e que se contrapõe à noção de sustentabilidade.
Adaptado de Acselrad, Henri; Leroy, Jean-Pierre. In Novas
nomia e da ciência. Até agora, 99 nações e 14 or-
premissas da Sustentabilidade Democrática. ganizações já decidiram contribuir com o IYA 2009.
Rio de Janeiro. FASE, 1999. O Centro do Patrimônio Mundial da UNESCO, em

OSG 5164/09
11
SIMULADO NOVO ENEM

cooperação com a União Astronômica Internacio- Fazendo a distribuição das partículas pelos quatro
nal, dará prosseguimento à iniciativa “Astronomia níveis de energia, obtemos:
e Patrimônio Mundial”, lançada em 2003, cujo ob- 1 2 3 4
jetivo é promover a nomeação de patrimônios cul- a) A BE C D
turais ligados à astronomia. b) AE B D C
A Astronomia dedica-se ao estudo do cosmo e à c) A B D CE
análise da composição e do comportamento dos d) A B E CD
corpos celestes. É a ciência mais antiga e, em mui- e) AE B C D
tos aspectos, a que maiores contribuições trouxe
para o pensamento científico. 27. Já na Pré-História, o homem descobriu como traba-
lhar metais. Inicialmente o cobre, depois o estanho,
o bronze e o ouro. Por volta de 1500 a.C., ele já
Considerando o tema central da questão, assinale
trabalhava com o ferro. É bem provável que este
a alternativa INCORRETA. metal tenha sido encontrado nas cinzas de uma fo-
a) O eixo da Terra é inclinado em relação ao pla- gueira feita sobre algum minério de ferro, possi-
no de sua órbita ao redor do Sol (movimento velmente óxidos de ferro (II) e ferro (III). Estes óxi-
de translação). Como consequência direta, te- dos teriam sido quimicamente reduzidos a ferro
mos a ocorrência das estações do ano. metálico pelo monóxido de carbono originado na
combustão parcial do carvão na chama da fogueira.
b) Os raios solares só incidem, perpendicular-
Esse é um processo bastante semelhante ao que
mente, em pontos localizados na zona tropical, hoje se usa nos fornos das mais modernas indús-
apresentando, portanto, temperaturas mais e- trias siderúrgicas. Marque a alternativa correta:
levadas durante todo o ano. a) O ouro não possui brilho característico dos metais.
c) Nas zonas temperadas e polares, o Sol não se b) O bronze é uma mistura homogênea.
apresenta a pino em nenhum período do ano, c) O óxido de ferro é uma mistura homogênea de
pois os raios incidem obliquamente. oxigênio e ferro.
d) O metal cobre não conduz eletricidade.
d) Em 20 ou 21 de março e em 22 ou 23 de se-
e) O óxido de ferro é uma mistura heterogênea
tembro, os raios solares incidem, perpendi- de oxigênio e ferro.
cularmente, ao Equador, iniciando-se os Equi-
nócios e Solstícios, respectivamente. 28. Por que o vírus é diferente.
e) Na linha do Equador, não há variação no foto-
período e a diferença aumenta à medida que
nos afastamos dele.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

26. O trabalho científico exige, além de conhecimen-


tos específicos, o domínio de outras habilidades e
de forma de raciocínio. Suponha que um pesqui-
sador deva distribuir cinco novas partículas
(A,B,C,D e E) por quatro níveis subsequentes de
energia, numerados de 1,2,3 e 4, ficando duas num
mesmo nível e cada uma das outras três num dos
três níveis restantes. Sabendo-se que:
- A está no nível 1;
- B e A estão em níveis vizinhos;
- C e B não estão em níveis vizinhos;
- D está só em seu nível;
- E não está só em seu nível e
- E e D não estão em níveis vizinhos.

Fonte: Diário do Nordeste, 04/08/09

OSG 5164/09
12
O vírus da doença é classificado como A/H1N1. A ção de 14C nos organismos vivos mantém-se cons-
letra A significa que ele pode infectar tanto huma- tante. Quando o organismo morre, a proporção
nos como animais, devido a uma mutação. A letra
de 14C nele presente diminui, já que, em função do
H se refere à proteína hemaglutinina e a letra N
corresponde à enzima neuraminidase, que estão tempo, se transforma novamente em 14N. Sabe-se
na superfície do vírus. que, a cada período de 5730 anos, a quantidade
Relativo à gripe suína, analise as assertivas e assi- de 14C reduz-se à metade.
nale a incorreta:
a) A proteína hemaglutinina fixa o vírus à célula hu- Marque a alternativa correta:
mana infectada, sofre mutação, o que dificulta a) O 14C é raro e por isso faz somente três liga-
sua neutralização pelo sistema imune do homem. ções covalentes.
b) O vírus parece sofrer outra mutação, na neu-
b) Isótopos são espécies químicas que apresentam
raminidase, que o auxilia a sair da célula hos-
pedeira e se espalhar mais rapidamente pelo o mesmo número de massa como 14C e 14N.
organismo humano. c) O carbono é o elemento central da química
c) As pandemias são impossíveis de ocorrer, uma orgânica.
vez que ocorrem regiões em que o vírus não d) O nitrogênio, por apresentar o mesmo número
pode se expandir. de massa que o carbono, é tetravalente.
d) Os vírus constituem um grupo sem reino e sem e) Todo composto que apresenta carbono é clas-
organização celular.
sificado como composto orgânico.
e) Os vírus utilizam energia e equipamento bio-
químico das células hospedeiras.
31. As Noções Básicas de Legislação Ambiental cor-
29. Na base de algumas garrafas de vidro de refrige- respondem a um conjunto de normas jurídicas
rante, notamos que há uma pequena região circu- (leis, decretos-leis, resoluções, dentre outras) que
lar, de material diferente do vasilhame. Sobre essa regulamentam a proteção do ambiente, estabele-
região muito mais frágil que o restante do materi-
cendo os direitos e deveres da sociedade.
al, podemos afirmar que:
a) representa o centro de gravidade da garrafa, Na esfera Federal – A Constituição da República
que dá mais estabilidade ao corpo. Federativa do Brasil, promulgada em 1988, é o
b) indica a dificuldade de produção de vasilhames mais importante conjunto de leis do País.
não homogêneos.
c) representa o controle de qualidade do material Capítulo VI
de que é constituído o vasilhame, já que o vi- DO MEIO AMBIENTE
dro se dilata acentuadamente à temperatura
ambiente.
d) com a exposição do vasilhame ao Sol, ou a Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente
ambientes não refrigerados, ou ainda, à agita- ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do
ção do líquido, a pressão interna aumenta. Pa- povo e essencial à sadia qualidade de vida impondo-
ra evitar que o vasilhame se estilhace, o líquido se ao Poder Público e à coletividade o dever de de-
então força uma saída, que é a região circular. fendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras
e) com o manuseio da garrafa, ou o aumento da gerações.
temperatura, ou ambos, ocorre um aumento § 1º Para assegurar a efetividade desse direi-
de pressão interna do vasilhame. Esse aumento to, incumbe ao Poder Público:
é devido à expansão dos gases produzidos na I- preservar e restaurar os processos ecológi-
agitação do líquido e à presença de açúcar nos cos essenciais e prover o manejo ecológico das espé-
refrigerantes, que os torna menos voláteis e cies e ecossistemas;
diminui sua densidade. II- preservar a diversidade e a integridade do
patrimônio genético do País e fiscalizar as entidades
30. Em 1946, a Química forneceu as bases científicas dedicadas à pesquisa e manipulação de material ge-
para a datação de artefatos arqueológicos, usan- nético;
14 III- definir, em todas as unidades da Federa-
do o C. Esse isótopo é produzido na atmosfera
ção, espaços territoriais e seus componentes a serem
pela ação da radiação cósmica sobre o nitrogênio, especialmente protegidos, sendo a alteração e a su-
sendo posteriormente transformado em dióxido pressão permitidas somente através de lei, vedada
de carbono. Os vegetais absorvem o dióxido de qualquer utilização que comprometa a integridade
carbono e, através da cadeia alimentar, a propor- dos atributos que justifiquem sua proteção;

OSG 5164/09
13
SIMULADO NOVO ENEM

IV- exigir, na forma da lei, para instalação de Olhando para um espelho plano comum, vemos
obra ou atividade potencialmente causadora de signi- nossa imagem, uma pessoa igual a nós, nos enca-
ficativa degradação do meio ambiente, estudo prévio rando e arremedando nossos gestos. Isso nos é
de impacto ambiental, a que se dará publicidade; familiar, mas, há uma característica da imagem re-
V- controlar a produção, a comercialização e o fletida que precisa ser salientada: ela nem sempre
emprego de técnicas, métodos e substâncias que pode ser superposta ao objeto refletido.
comportem risco para a vida, a qualidade de vida e o Um objeto e sua imagem refletida são ditos "enan-
meio ambiente; tiomorfos" (belo nome para ser decorado!). Essa
VI- promover a educação ambiental em todos palavra vem do grego: enantios=opostos e mor-
os níveis de ensino e a conscientização pública para a
fos=forma. A mão direita é a enantiomorfa da
preservação do meio ambiente;
mão esquerda, e vice-versa. O mesmo vale para
VII- proteger a fauna e a flora, vedadas, na
um par de sapatos, um par de luvas ou suas ore-
forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua
lhas.
função ecológica, provoquem a extinção de espécies
Dois objetos enatiomorfos podem, ou não, ser
ou submetam os animais à crueldade.
capazes de superposição. Uma esfera, por exem-
Considere a responsabilidade do ser humano na plo, pode ser superposta à sua imagem. O mesmo
natureza e as maneiras de interferência na nature- acontece com um cubo. Mas não acontece com
za. Com base nessas considerações e informações,
um parafuso. Para enfiar um parafuso normal na
analise as afirmações:
I. Devido à sua capacidade de refletir, seu po- madeira, devemos girá-lo no sentido horário. O
tencial mecânico e tecnológico, a sua capaci- parafuso enantiomorfo (imagem no espelho), teria
dade de prever, o ser humano controla seu de ser girado no sentido anti-horário, para furar a
ambiente e seu comportamento. madeira. O mesmo vale para um saca-rolhas.
II. O homem modifica o ambiente de maneira Essa diferença causada pela operação de simetria
profunda, coloca em risco suas funções ecoló- só ocorre na reflexão. A rotação, por exemplo, não
gicas, provoca a extinção de espécies ou sub- muda em absolutamente nada o objeto simétrico
mete os animais à crueldade, uma vez que está
sobre o qual opera. Essa curiosa característica da
imune às profundas modificações no ambiente.
reflexão tem consequências espantosas na Física e
III. Como os recursos da biosfera são finitos e a na-
tureza nem sempre é capaz de reagir às agres- na Biologia, como veremos nas seções seguintes.
Fonte:http://www.seara.ufc.br/especiais/fisica/
sões ambientais, impõe-se ao poder público e à
simetria/simetria2.htm
coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo
para as presentes e futuras gerações.
Após ler esse interessante texto, interprete a situ-
É verdadeiro apenas o que se afirma em: ação a seguir e responda ao que se pede. Num re-
a) I e III d) I lógio de ponteiros, cada número foi substituído
b) II e III e) III por um ponto. Uma pessoa, ao observar a imagem
c) I e II desse relógio refletida em um espelho plano, lê 8
horas. Se fizermos a leitura diretamente no reló-
32. Enantiomorfismo: curiosidades e significado! gio, verificaremos que ele está marcando:
A simetria de reflexão é a simetria de um objeto colo- a) 6 h d) 4 h
cado em frente a um espelho plano. O espelho não b) 2 h e) 10 h
precisa existir, na realidade. Basta haver um plano c) 9 h
imaginário onde ele estaria situado para reproduzir
todo o objeto. 33. Quando ingerimos uma substância qualquer, alimen-
to ou remédio, a sua absorção no organismo pode
se dar através das paredes do estômago ou do in-
testino. O pH no intestino é 8,0 e no estômago 1,5,
aproximadamente. Um dos fatores que determinam
onde ocorrerá a absorção é a existência ou não de
carga iônica na molécula da substância. Em geral,
uma molécula é absorvida melhor quando não apre-
senta carga, já que nessa condição ela se dissolve na
parte apolar das membranas celulares. Sabe-se que

OSG 5164/09
14
o ácido acetilsalicílico (aspirina) é um ácido fraco e se movimentam sempre, espontaneamente, dos
que o p-aminofenol, um outro antitérmico, é uma pontos de maior para os pontos de menor pres-
base fraca. Marque o item correto: são. Por exemplo, dentro de um avião o ar é pres-
a) O ácido acetilsalicílico pertence à função fenol. surizado, ou seja, é mantido a uma pressão que
b) O p-aminofenol pertence à função ácido car- não prejudique a nossa capacidade de inspiração
boxílico. e expiração. Como quando subimos a grandes al-
c) A função fenol é caracterizada pelo grupo fun- titudes a pressão atmosférica diminui, fica cada
cional – COOH. vez mais difícil “puxar” o ar para o interior de nos-
d) A função ácido carboxílico é caracterizada pela sos pulmões. Essa é a conhecida situação de ar ra-
presença do grupo carboxila. refeito (baixa pressão). Quando mergulhamos, o
e) A aspirina pertence à função amina. efeito é oposto, ou seja, a pressão aumenta.

De posse dessas informações, marque a opção


34. Os lipídeos são substâncias orgânicas largamente que está em desacordo com o texto:
encontradas na natureza, sendo o colesterol um a) A grandes altitudes, o tímpano (membrana au-
importante representante desses constituintes or- ditiva) tende a romper de fora para dentro do
gânicos celulares. ouvido, pois a pressão do lado externo do ou-
vido é menor que a do lado interno.
b) Quando mergulhamos, o tímpano tende a ser
perfurado, ou seja, romper de fora para dentro
do ouvido, pois a pressão externa é maior que
a pressão interna.
c) No caso de uma fissura (rachadura) no casco de
um submarino que está a grande profundida-
O colesterol tem um lado positivo e um lado ne- de, a água tende a entrar na embarcação, pois
gativo, a ponto de algumas pessoas criarem certa a pressão fora do submarino é maior do que a
polêmica, ou seja, deve-se ou não fazer uma dieta pressão no interior deste.
capaz de “banir” o colesterol por completo da cir- d) Quando enchemos um balão de ar (soprando), o
culação sanguínea? ar que entra no interior do balão está a uma pres-
são maior que o ar ambiente (externo ao balão).
Relativo aos lipídeos, assinale a proposição incorreta: e) Quando ingerimos algum líquido com a utilização
de um canudo, podemos dizer que a pressão no
a) Os lipídeos funcionam como isolante térmico e
interior da nossa boca é maior que a pressão
como componente das membranas plasmáticas.
dentro do recipiente onde está o líquido.
b) Um remédio que inibe a ação das lipases pode
levar ao emagrecimento.
36. A Apolo 13, uma nave tripulada, não pôde conclu-
c) O colesterol, quando presente em excesso no ir sua missão de pousar no solo lunar devido a
sangue, pode levar à aterosclerose. uma explosão num tanque de oxigênio líquido.
d) O colesterol pode ser obtido pela ingestão ex- Esse fato desencadeou uma série de problemas
cessiva de carnes, queijos, gema de ovo e gor- que necessitaram de soluções rápidas e criativas.
duras de origem animal. Um desses problemas foi o acúmulo de gás car-
e) Taxas baixas de HDL (Ligh Density Lipoprotein) bônico no módulo espacial. Para reduzir o teor
desse gás na cabine da nave, foi improvisado um
e altas de LDL (Low Density Lipoprotein), em
filtro com hidróxido de lítio que, por reação quí-
conjunto, significam menores chances de doen- mica, removia o gás carbônico formado.
ças cardiovasculares; contanto que a taxa de co-
lesterol total esteja dentro da normalidade. Marque a alternativa errada:
a) O hidróxido de lítio é uma base.
35. No estudo de ciências, é muito comum vermos b) O carbono no gás carbônico apresenta hibrida-
acontecer vários fenômenos e muitas vezes não ção sp.
colocamos nossa curiosidade em prática para sa- c) No espaço, a passagem de oxigênio do estado
ber o porquê daquele fato ter acontecido. Para líquido para gasoso é chamada de sublimação.
exemplificar, usaremos o conceito de fluxo (movi- d) O gás carbônico é uma substância pura composta.
mento) de fluidos (líquidos ou gases). Os fluidos e) O oxigênio líquido é uma substância pura simples.

OSG 5164/09
15
SIMULADO NOVO ENEM

37. “Os desmatamentos e as queimadas ainda avançam poderia determinar seu volume pela subida do líqui-
como ameaças a um dos mais belos e complexos do. Poderia mais ainda: comparar este dado com o
ecossistemas do planeta, a caatinga. Mas, nos últi- volume de um pedaço de ouro de igual peso. Se os
mos anos, diversas ações ecológicas, realizadas por volumes fossem iguais, a coroa seria de ouro puro.
estudantes e ambientalistas, estão amenizando os Se a coroa fosse feita de uma liga de prata (mais vo-
efeitos da degradação causada pelo ser humano.” lumosa que o ouro), teria um volume maior.
Fonte: Diário do Nordeste – Quinta-Feira, Excitado ao mais alto grau pela sua descoberta do
20 de março de 2008. princípio de flutuabilidade, Arquimedes pulou pa-
ra fora da banheira, e, completamente nu, correu
Relativo ao bioma considerado, analise as asserti- pelas ruas de Siracusa até o palácio real aos gritos
vas: de Achei! Achei! (É preciso salientar que a nudez
I. As ações ecológicas realizadas pelos estudan- não perturbava tanto os gregos quanto a nós).
tes e ambientalistas, assim como medidas go- Como Arquimedes falava grego, o que disse foi
vernamentais, são fundamentais para que esse Eureka! Eureka! Esta expressão é usada desde en-
belo e complexo ecossistema não se transfor- tão como exclamação apropriada ao prenúncio de
me em deserto. uma descoberta. (A conclusão da história é de que
II. De acordo com o conjunto de normas jurídicas, a coroa incluía certa percentagem de prata, tendo
impõe-se, apenas ao poder público, o dever de sido o ourives executado).
defender e preservar qualquer ecossistema. Arquimedes também desenvolveu o princípio da
III. Na caatinga, o fogo ocorre naturalmente e as alavanca. Demonstrou que um pequeno peso situ-
plantas com espessa camada de cortiça, atu- ado a uma certa distância do ponto de apoio da
ando como isolante térmico, fazem com que a alavanca pode contrabalançar um peso maior situ-
vida renasça, como ocorre com o capim-flecha. ado mais perto, sendo assim, peso e distância são
inversamente proporcionais. O princípio da ala-
É adequado o que se propõe: vanca explica por que um grande bloco de pedra
a) apenas em I. pode ser levantado por um pé de cabra.
b) apenas em II. Também calculou o valor de pi, obtendo um resul-
c) apenas em III. tado melhor do que qualquer outro até então ob-
d) em I e II. tido no mundo clássico.
e) em I e III.
Em uma aula sobre o princípio de Arquimedes, um
38. ARQUIMEDES 287-AC / 212- AC professor colocou um objeto em forma de ovo para
flutuar na água em três posições distintas, tomando
Arquimedes, filho de um astrônomo, foi um dos o cuidado de garantir que o objeto se mantivesse
maiores cientistas e matemáticos da Antiguidade. nas posições de equilíbrio que aparecem na figura.
Estudou em Alexandria, onde seu professor Cô- Em seguida, perguntou aos seus estudantes, caso
non havia sido, em seu tempo, aluno de Euclides. acontecesse, em qual, ou quais, das três situações
Regressou à sua cidade natal, provavelmente por o volume de líquido deslocado seria maior.
causa das suas boas relações com o rei de Siracu-
sa, Hierão II.
Conta a história que Hierão pediu ao seu brilhante
amigo para determinar se uma coroa, que havia
acabado de receber do ourives, era realmente de
ouro, como deveria ser, ou se tratava de uma liga
de prata. Arquimedes foi intimado a realizar suas Com base nessas informações, pode-se afirmar
determinações sem estragar a coroa. O físico não que o volume deslocado será :
atinava como proceder, até que um belo dia, en- a) maior na situação 1.
trando em uma banheira cheia, notou que a água b) maior na situação 2.
transbordava. Repentinamente ocorreu-lhe que a c) maior na situação 3.
quantidade de água transbordada era igual em vo- d) igual nas três situações.
lume à parte do corpo nela mergulhada. Racioci- e) igual em 1 e 3 e menor em 2.
nou, então, que se mergulhasse a coroa na água,

OSG 5164/09
16
SIMULADO NOVO ENEM

39. Um aluno decidiu estudar o movimento do êmbo- e) Na Física, pressão e força são conceitos distin-
lo de uma seringa descartável de plástico, conhe- tos; entretanto, no texto que explica o experi-
cida popularmente como seringa de injeção. Para mento I, não haveria prejuízo ao entendimento
tanto, retirou a agulha e vedou o orifício em que deste se a palavra "pressão" fosse substituída
ela se encaixava. Em seguida, introduziu o êmbolo por força.
na seringa, deixando-o estático, de modo a aprisi-
onar um certo volume de ar, e realizou, a partir
40. LEI MARIA DA PENHA – Lei nº 11.340, de 7 de
dessa posição inicial do êmbolo, cada um dos se-
agosto de 2006.
guintes experimentos:
Cria mecanismos para coibir a violência doméstica
I. exerceu com os dedos uma pressão sobre o
êmbolo e observou que este se moveu para e familiar contra a mulher, nos termos do § 8º do
dentro da seringa; cessada a pressão, o êmbo- art. 226 da Constituição Federal, da Convenção
lo moveu-se para fora, retornando espontane- sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discri-
amente para a posição inicial; minação contra as Mulheres e da Convenção Inte-
II. provocou pequeno deslocamento do êmbolo ramericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Vio-
para fora; este, ao ser solto, moveu-se para lência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos
dentro, retornando espontaneamente à posi- Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra
ção inicial; a Mulher; altera o Código do Processo Penal, o
III. colocou a seringa em um congelador; algum
Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá ou-
tempo depois, retirou-a do congelador e ob- tras providências.
servou que o êmbolo havia se movido para
dentro; passado mais algum tempo, agora com Acerca da temática retratada e em seus conhecimen-
a seringa fora do congelador, o estudante ob- tos sobre a mulher, julgue as proposições adiante
servou que o êmbolo havia voltado espontane- I. A “crise da masculinidade” tipifica, geralmente,
amente à posição inicial; a violência doméstica e familiar contra a mulher.
IV. colocou a seringa dentro de um recipiente com II. A idade predeterminada para a menopausa é
água bem quente e observou que o êmbolo de 45 anos.
deslocou-se para fora. Em seguida, a seringa III. A mulher homogamética e heterozigótica, para
foi retirada da água quente e, após algum a característica visão das cores, apresenta dal-
tempo, seu êmbolo voltou espontaneamente à tonismo.
posição inicial. IV. No tratamento da menopausa, utiliza-se, tam-
bém, a administração de estrógenos.
Considerando os experimentos realizados, mar-
Estão corretas:
que a opção errada:
a) I e III d) II e III
a) Em I, foi possível reduzir o volume do ar aprisi-
b) II e IV e) I e II
onado na seringa, porque existem espaços va-
c) I e IV
zios entre as moléculas dos gases do ar.
b) Em II, o deslocamento do êmbolo para fora
41. Dois cubos metálicos com dimensões idênticas, um
causou um aumento de volume interno e uma
consequente redução da pressão exercida pelo de ouro (A), outro de chumbo (B), estão sobre uma
ar no interior da seringa. placa aquecedora, inicialmente em temperatura
c) Na experiência III, houve, inicialmente, uma ambiente. A tabela a seguir apresenta algumas das
diminuição do volume de cada uma das molé- propriedades térmicas desses dois materiais.
culas dos gases contidos no interior da seringa, A B
Propriedades térmicas
devido ao abaixamento da temperatura; poste- ouro chumbo
riormente, devido ao retorno à temperatura Condutividade térmica
317 35
ambiente, cada uma das referidas moléculas (W/m.K)
voltou a ocupar o mesmo volume inicial. Coeficiente de dilatação
15 29
d) Em IV, o aumento da temperatura provocou linear (10−6/K)
um aumento da energia cinética das moléculas Calor específico
dos gases contidos no interior da seringa; con- 130 130
(J/kg.K)
sequentemente, a pressão do ar em seu interi- Densidade / Massa
or aumentou e provocou o movimento do êm- 19600 11400
específica (kg/m3)
bolo para fora.

OSG 5164/09
17
SIMULADO NOVO ENEM

Assinale a alternativa que preenche corretamente


as lacunas do texto a seguir, na ordem em que apa-
recem. No topo de cada cubo é colocada uma ca-
beça de fósforo que fica em contato direto com o
cubo. Os dois cubos são aquecidos a uma tempera-
tura final levemente superior à de ignição do fósfo-
ro. Com base nos dados da tabela, conclui-se que o
fósforo acenderá primeiro no cubo ___________ e
que a aresta do cubo A será ______________ do
cubo B no estado de equilíbrio térmico.
a) A - menor que a Entretanto, a teoria da evolução proposta por
b) A - maior que a Charles Darwin é considerada incompleta, por-
c) B - maior que a quanto não explicava o surgimento da variabilidade
d) B - menor que a sobre a qual a seleção pode atuar. Segundo o
e) A - igual à Neodarwinismo ou Teoria Sintética da Evolução,
certos fatores são fundamentais para o surgimento
42. O tratamento adequado do lixo deve ser uma
da variabilidade genética, entre estes, podemos citar:
preocupação de toda a sociedade para se evita-
a) Deriva genética e as euploidias.
rem graves problemas ambientais e sociais. O es-
b) Seleção natural, artificial e a formação de novas
tudo acerca dos processos físicos e químicos asso-
espécies.
ciados ao lixo pode facilitar a compreensão desse
c) As frequências genéticas de acordo com Hardy-
problema.
Weinberg e as migrações.
Com relação a esse assunto, marque o item correto:
d) Mimetismos, camuflagens e seleção natural.
a) Apenas processos físicos estão envolvidos na
e) Mutações e recombinação genética.
compostagem do lixo para a produção de
adubo orgânico.
b) O processo de reciclagem por meio da fusão de 44. Assinale a alternativa que preenche corretamente
metais é tanto um método físico quanto químico. as lacunas do texto abaixo, na ordem em que apa-
c) A ação dos catadores de lixo não tem relação recem. Nos quadrinhos a seguir, vemos uma an-
com a situação econômica do Brasil e com a má dorinha em voo perseguindo um inseto que tenta
distribuição de renda no país, porque se verifica escapar. Ambos estão em MRU e, depois de um
apenas em pequenas cidades interioranas. tempo, a andorinha finalmente consegue apanhar
d) Considerando que o lixo urbano é classificado o inseto.
como resíduo sólido, é incorreto concluir que
ele não poderia ser adequadamente separado
por meio de destilação, decantação ou filtração.
e) O não tratamento ou o tratamento inadequado
do lixo pode acarretar sérios problemas na
área da saúde pública, em virtude de facilitar,
de modo direto, o ressurgimento de epidemias
como as de cólera a partir do contato com ma- Nessas circunstâncias, pode-se afirmar que, ime-
teriais contaminados. diatamente após apanhar o inseto, o módulo da
velocidade final da andorinha é ..............................
43. A publicação de A origem das espécies, de Char- módulo de sua velocidade inicial, e que o ato de
les Darwin, em 1859, provocou uma revolução, apanhar o inseto pode ser considerado como uma
não apenas nas Ciências Biológicas, mas no con- colisão ................................. .
ceito filosófico e moral que o homem ocidental ti- a) maior que o − inelástica
nha de si mesmo. Causou sensação no mundo... b) menor que o − elástica
Passado mais de um século, depois de muitas c) maior que o – elástica
pesquisas no campo da Genética, Paleontologia,
d) menor que o − inelástica
Embriologia, Anatomia Comparada e Fisiologia,
e) igual ao – inelástica
Bioquímica e Ecologia, podemos compreender
mais a evolução da vida.

OSG 5164/09
18
45. Na atualidade, um trabalho essencial do químico 47. O corpo humano é composto de água, entre 70 e
consiste em sintetizar novos materiais a partir do 75%. Chuva demais nos traz catástrofes, chuva de
conhecimento das estruturas químicas e físicas de menos, seca e mais problemas. Observe que gre-
seus componentes. O estudo da estrutura química ve de fome, até existe, mas greve de “sede”, não
dos materiais projetados permite prever as suas me lembro de ter visto nenhuma até hoje! Em se
propriedades físicas e químicas mesmo antes de tratando de termologia, deveríamos lembrar que,
eles serem sintetizados em laboratório. Isso se de- quando se deseja provocar uma mudança na tem-
ve à relação entre as interações atômicas e as peratura de um determinado ambiente, precisa-
propriedades macroscópicas dos materiais. A res- mos mudar a temperatura de tudo que está ao al-
peito dessa relação, marque o item correto. cance da fonte térmica ali presente. Como sabe-
a) Entre outros fatores, a estrutura química de mos, cada material possui sua quantidade de calor
solventes para compostos polares deve apre- necessária para mudar a sua temperatura. As
sentar átomos ligantes que tenham uma signi- temperaturas no deserto do Saara, por exemplo,
ficativa diferença de eletronegatividade. podem chegar a 50º C durante o dia e –5º C à noi-
b) Devido à força elétrica entre os seus constituintes, te. O clima de regiões próximas de grandes mas-
os compostos iônicos geralmente são gasosos. sas de água, como mares e lagos, por sua vez, ca-
c) A ligação de hidrogênio é uma ligação química racteriza-se por uma grande estabilidade térmica,
que ocorre apenas entre átomos de hidrogênio. ao contrário de regiões no interior do continente,
d) Um composto que tenha um átomo central com onde há acentuadas variações de temperatura en-
dois pares de elétrons não compartilhados e tre o dia e a noite. Após essa enxurrada de infor-
que seja unido a dois outros átomos apresenta- mações, podemos concluir que a água é um regu-
rá uma configuração espacial trigonal plana. lador térmico. Qual das opções a seguir traz a
e) Um composto que apresenta baixa massa molar propriedade que torna a água um regulador de
e interações eletrostáticas fortes deve apresen- temperatura?
tar baixo ponto de fusão. a) Sua grande condutividade térmica.
b) Sua grande densidade.
46. “As doenças cardiovasculares são uma das princi- c) Seu elevado calor específico.
pais causas de óbitos no mundo inteiro.” d) Seu pequeno calor específico.
e) Sua baixíssima capacidade térmica.
Relativo às doenças cardiovasculares, analise as
proposições: 48. O elemento químico alumínio está presente em
I. Diabetes, fatores nutricionais e a vida sedentá- diversas substâncias simples e compostas, com as
ria estão entre os principais fatores de risco pa- quais se tem contato no dia a dia. Considere as
ra as doenças cardiovasculares. seguintes situações, relativas a algumas dessas
II. Alimentação rica em gordura animal, tensão substâncias.
nervosa (estresse) e pressão alta favorecem o I. Quando exposto ao ar, o alumínio reage rapi-
surgimento da arteriosclerose. damente com o oxigênio, e o óxido resultante
III. A obstrução brusca de uma artéria coronária forma uma película aderente sobre o alumínio,
causa o infarto do miocárdio, provocando mor- impedindo o prosseguimento da reação.
te celular por falta de oxigenação; mas, inde- II. Sob a forma de comprimido, o hidróxido de
pendente da extensão de lesão, as células car- alumínio é usado como antiácido no combate à
díacas têm rápida regeneração, pois o sangue acidez estomacal.
que passa pelos ventrículos garante a nutrição III. O sulfato de alumínio é usado no tratamento
do tecido cardíaco. de águas de piscinas como agente floculante.
IV. A acidez do solo do cerrado é atribuída à pre-
Está correto o que se propõe em: sença de sais de alumínio.
a) I e II V. O alumínio é o principal elemento constituinte
b) II e III das linhas aéreas de transmissão de energia
c) I e III elétrica.
d) apenas I
e) apenas II

OSG 5164/09
19
SIMULADO NOVO ENEM

Com relação às situações apresentadas, marque o a) A combustão da gasolina pode ser considerada
item correto. um processo endotérmico.
a) Em I, a formação do óxido de alumínio é des- b) A diferença está no saldo final de energia do
crita pela equação AR(s) + O2(g) → ARO2(s). sistema em relação ao meio ambiente após fi-
b) A reação que descreve o efeito antiácido do nalizada a transformação: se o saldo for negati-
hidróxido de alumínio na situação II pode ser vo, o processo é endotérmico; se o saldo for
representada pela equação AR(OH)3(s) + 3HCR(aq) positivo, o processo é exotérmico.
→ ARCR3(aq) + 3H2O(R). c) A diferença está no saldo final de energia do
c) O sulfato de alumínio (situação III) pode ser ob- sistema em relação ao meio ambiente após ter
tido por um processo descrito pela reação 2AR(s) ocorrido a transformação: se o saldo for positi-
+ 3H2SO3(aq) → AR2(SO3)3(aq) + 3H2(g). vo, o processo é endotérmico; se o saldo for
d) Os sais de alumínio mencionados em IV podem negativo, o processo é exotérmico.
reagir com a água presente no solo e produzir d) Processos endotérmicos aumentam a estabili-
um aumento no pH do solo. dade do sistema; processos exotérmicos, ao
e) Em V, o alumínio substitui elementos como o contrário, resultam em sistemas mais instáveis.
cobre e o ouro em virtude de sua melhor con- e) Toda combustão é um fenômeno químico en-
dutibilidade elétrica. dotérmico e, por isso, necessita de energia
para ocorrer.
49. Um avião que voa a grande altura é pressurizado
para conforto dos passageiros. Para evitar sua ex-
plosão é estabelecido o limite máximo de 0,5 at-
mosfera para a diferença entre a pressão interna
no avião e a externa. O gráfico representa a pres-
são atmosférica P em função da altura H acima do
nível mar. Se o avião voa a uma altura de 7.000
metros e é pressurizado até o limite, os passagei-
ros ficam sujeitos a uma pressão igual à que reina
na atmosfera a uma altura de aproximadamente:

a) 0m
b) 1.000 m
c) 2.000 m
d) 5.500 m
e) 7.000 m

50. Todos os fenômenos químicos e físicos precisam


de energia para serem desencadeados.
Por exemplo, a gasolina, dentro do motor de um
carro, só sofre combustão (explode), empurrando
o pistão que movimenta as engrenagens do motor,
quando a vela produz uma centelha (faísca elétrica).
Dessa forma, como se explica a diferença entre
processos exotérmicos e endotérmicos?
Marcelo: 25-08-09
Rev. Mar/Nay

OSG 5164/09
20