Você está na página 1de 6

CURSO DE FONOLOGIA

CURSO DE FONOLOGIA Índice 01. Fonema e Encontros Vocálicos; 02. Encontros consonantais e Dígrafos; 03. Divisão

Índice

01. Fonema e Encontros Vocálicos;

02. Encontros consonantais e Dígrafos;

03. Divisão Silábica;

04. Tonicidade e Acentuação Gráfica;

05. Uso do Hífen;

06. Ortoépia ou Ortoepia;

07. Prosódia;

08. Significação das Palavras

09. Ortografia

Introdução A parte da gramática que se preocupa com a forma das palavras é a morfologia. Já a sintaxe estuda as relações entre as palavras na frase. A fonologia preocupa-se com os fonemas. Não devemos confundir Fonologia com Fonética. Esta é o estudo dos sons da linguagem humana em suas múltiplas realizações. Aquela, a parte da Gramática que estuda os fonemas de uma língua, a nossa língua portuguesa, por exemplo.

01.FONEMA E ENCONTROS VOCÁLICOS

Fonemas Chamam-se fonemas as unidades sonoras mais simples de uma palavra. São as menores unidades linguísticas, digamos assim, que constituem uma língua. Em casa, por exemplo, temos quatro fonemas: ,a,e a. A união desses sons forma a palavra casa.

Frase

Palavra

Sílaba

Fonema

FRASE

PALAVRA

SÍLABA

A Fernandes partiu para o mar partiu par
A Fernandes partiu para o mar partiu par

A Fernandes partiu para o mar partiu par

A Fernandes partiu para o mar partiu par
A Fernandes partiu para o mar partiu par
A Fernandes partiu para o mar partiu par
A Fernandes partiu para o mar partiu par
Frase Palavra Sílaba Fonema FRASE PALAVRA SÍLABA A Fernandes partiu para o mar partiu par p

p - a - r

FONEMAS

FONEMAS

OBS: Para sentirmos o valor linguístico do fonema é preciso que tenhamos ideia da função distintiva e função identificadora.

FUNÇÃO DISTINTIVA

Elemento consonântico inicial:

-

-

chá - fá

- cá

Daí, podemos também concluir que fonema é:

Todo som capaz de estabelecer distinção significativa entre duas palavras de uma língua, sem apresentar, no entanto, significação própria.

FUNÇÃO IDENTIFICADORA:

Quando opomos reis a réis admitimos implicitamente que excluídos os fonemas /ê/ -- / é/, os demais são idênticos. Se comparamos as palavras pula e lupa, concluímos que apresentam os mesmos fonemas, agrupados diversamente. “É a função identificadora do fonema que permite reduzir todos os segmentos fônicos a um número muito limitado. Com cerca de trinta e cinco fonemas uma língua pode construir todas as palavras de que precisa, e até mais. Sem a função identificadora dos fonemas, não se conheciam nem as famílias de palavras ou de monemas, nem a flexão.”

Letra e Fonema Torna-se imprescindível diferenciar LETRA de FONEMA. Fonemas: são os sons elementares empregados na constituição dos vocábulos. É uma realidade acústica. Letras: são representações gráficas dos fonemas. É uma realidade visual.

Exemplo 1:

A letra “H” não corresponde a nenhum fonema. Essa letra, em outras épocas, teria sido um símbolo de aspiração. Sob o aspecto fonético, deve ser classificado como “primitivo símbolo de aspiração”.

Exemplo 2:

Exemplo 3:

1 letra - 2 fonemas

fixo

- 4 letras

fi/ks/o - 5 fonemas

2 letras - 1 fonema ficha - 5 letras fi/x/a - 4 fonemas

Exemplo 4:

também - 6 letras

tãbey

- 5 fonemas

Classificação dos Fonemas Os fonemas classificam-se em VOGAIS, CONSOANTES e SEMIVOGAIS.

VOGAIS:

.Do ponto de vista articulatório: sons formados pela vibração das cordas vocais e modificados segundo a forma da cavidade bucal, que deve estar sempre aberta ou entreaberta à passagem do ar. . Voga pura é o “A” (é sempre vogal) . As vogais são musicais

. Quanto à função silábica - outro critério de distinção - cabe salientar que, em nossa língua, as vogais são sempre centro de sílaba ( “A vogal é a alma da palavra”). OBS: Essa conceituação silábica da vogal ( que vem dos gregos ) - elemento necessário e suficiente para formar uma sílaba - traz uma conceituação deficiente de consoante:

fonema sem existência independente, que só se profere com uma vogal. Sabemos de idiomas em que há sílabas constituídas apenas de consoantes e em que uma consoante pode fazer, às vezes, de vogal. No entanto, na língua portuguesa a base da sílaba ou o elemento silábico é a vogal. Os elementos assilábicos são a consoante e a semivogal.

CONSOANTE .Na pronúncia das consoantes, ao contrário, há sempre na cavidade bucal obstáculo à passagem da corrente expiratória. .As consoantes são ruídos (resistência que os órgãos bucais opõem à corrente de ar).

Conclusão: VOGAL é o fonema em que predomina a abertura e a musicalidade, ao passo que a CONSOANTE é o fonema em que predomina o fechamento e o ruído.

SEMIVOGAL:

Elemento vocálico assilábico que se incorpora à vogal para constituir um ditongo ou tritongo. Foneticamente essas vogais assilábicas são transcritas como Y e W. Por terem o valor fonético aproximado de I e U, respectivamente. O E e O átonos são em certos casos semivogais. Portanto, só existem duas semivogais em língua portuguesa:

/ y / - anterior = pai, e (mãy), também (tãbéy) - Rui

/ w / - posterior = mau, mão (mãw) estavam (estavaw) Riu

Semivogais, portanto, são os fonemas “y” e “w” no papel de “consoantes”, ou seja”, soando junto com a vogal.

Encontro Vocálico

É a sequência de vogais e semivogais na mesma sílaba ou não.

São três os encontros vocálicos: Ditongo, Tritongo e Hiato a) Ditongo

É o encontro de uma vogal e uma semivogal, ou vice-versa, dentro da mesma

sílaba. A vogal é o elemento silábico, é a base do ditongo, enquanto a semivogal é o elemento assilábico (assume o papel de “consoante”, ou seja, de soar com a vogal). Os ditongos classificam-se em crescentes, decrescentes, orais e nasais.

Ditongo crescente é aquele constituído de semivogal + vogal (SV + V):

Ex: quatro serie aguentar vácuo história

Ditongo decrescente é aquele constituído de vogal + semivogal (V + SV):

Ex: vai pau pão azuis Rui Riu

Ditongo oral é aquele que ressoa na cavidade bucal:

Ex: mau pai boi jeito

Ditongo nasal é aquele que ressoa na cavidade nasal:

Ex: ninguém pão mãe durão

OBS: Na terminação em em palavras como ninguém, também, porém e na terminação am em palavras como amaram, falaram ocorrem ditongos nasais decrescentes

b) Tritongo É o encontro vocálico constituído de semivogal + vogal + semivogal (SV + V + SV). Os tritongos classificam-se em: Orais e Nasais.

Orais: iguais quais Paraguai averiguou Nasais: quão saguão enxáguem

c) Hiato

É a sequência de duas vogais em sílabas separadas. O hiato é um encontro vocálico disjunto. Ex: se-cre-ta-ri-a/ ci ú me/ ba-ú / ni-i-lismo/ co-o-pe-rar

OBS: É tradicional considerar hiato o encontro entre uma semivogal e uma vogal ou entre uma vogal e uma semivogal que pertencem a sílabas diferentes, como em ge-lei a / go i -

a -ba /

i o - i ô

EXERCÍCIOS

01 Classifique os Encontros Vocálicos:

.

Cuidado

.

Quais

.

Receita

.

Lataria

.

Aguentar

.

Caótico

.

Saguão

.

Iguaizinhos

.

Triunfo

.

Sequoia

.

Coeso

.

Ruivo

.

Lagoa

.

Ruim

.

Pais

.

País

.

Equestre

.

Gratuito

.

Fortuito

.

Quaisquer

02 Numere as palavras abaixo de acordo

com os ditongos:

a) Oral decrescente

b) Oral crescente

c) Nasal decrescente

d) Nasal crescente

(

) ouro

(

) pão

(

) frequente

(

) muito

(

) cãibra

(

) mau

(

) tênue

(

) refém

(

) estavam

(

) doido

(

) quando

(

) exíguo

(

) ninguém

(

) tranquilo

(

) cinquenta

03 - Assinale a alternativa errada a respeito

da palavra "churrasqueira".

a) apresenta 13 letras e 10 fonemas

b) apresenta 3 dígrafos: ch, rr, qu

c) divisão silábica: chur-ras-quei-ra

d) é paroxítona e polissílaba

e) apresenta o tritongo: uei

04. Qual das alternativas abaixo possui

palavras com mais letras do que fonemas?

10. A

alternativa

de

que

apresenta

entre

certa

ditongo

dificuldade

crescente e hiato é:

a) pai-saúde-mau-juízo.

b) Saara-preencher-cruel-doer.

distinção

a)

Caderno; b) Chapéu; c) Flores; d) Livro;

c) faísca-degrau-chapéu-vôo.

e)

Disco

d) piada-miolo-poente-miudeza.

Assinale

papagaio, temos:

a) um ditongo

b) um tritongo

c) um trissílabo

d) um oxítono

e) um proparoxítono

05.

a

melhor

resposta.

Em

06. Assinale a alternativa que inclui palavras da frase abaixo que contêm, respectivamente, um ditongo oral crescente e um hiato. “As mágoas de minha mãe, que sofria em silêncio, jamais foram compreendidas por mim e meus irmãos”.

a) foram - minha

b) sofria - jamais

c)

d)

e) mágoas compreendidas

meus - irmãos mãe - silêncio

07. Nas

temos, respectivamente:

a) 4 fonemas - 5 fonemas - 6 fonemas.

b) 5 fonemas - 5 fonemas - 5 fonemas.

c) 4 fonemas - 4 fonemas - 5 fonemas.

d) 5 fonemas - 4 fonemas - 6 fonemas.

e) 4 fonemas - 5 fonemas - 5 fonemas.

palavras

alma,

pinto

e

porque,

A

incorreção é:

08.

alternativa

que

apresenta

uma

a) o fonema está diretamente ligado ao som

da fala.

b) as letras são representações gráficas dos

fonemas.

c) a palavra "tosse" possui quatro fonemas.

d) uma única letra pode representar fonemas

diferentes.

e) a letra "h" sempre representa um fonema.

09. Verificamos a presença de um hiato em:

a)

b)

c)

d) mais.

e) saguão.

entendia.

trabalho.

conjeturou.

e) frear-foi-saída-rei.

11. A alternativa que apresenta uma

incorreção é:

a) "chapéu" possui um dígrafo e um ditongo

decrescente.

b) "guerreiro" possui dois dígrafos e um

ditongo decrescente.

c) "mangueira" possui dois dígrafos e um

ditongo decrescente.

d) "enxagüei" possui dois dígrafos e um

tritongo.

e) "exato" não possui dígrafos e nem

encontro vocálico.

12. O vocábulo cujo número de letras é igual

ao número de fonemas está em:

sucedida.

b)

c) grandes.

d) espinhos.

e)

a)

habitando.

ressoou.

13. A

crescente é:

a) acordou.

b) teriam.

c) noites.

d) jamais.

e)

palavra

quando.

que

apresenta

ditongo

14. Só não existe hiato em:

a)

b) miaram.

c)

d) defendiam.

e) haviam.

atoleiros.

ruído.

15. Indique a palavra que tem 5 fonemas:

a) ficha.

b) molhado.

guerra.

c)

d)

e)

fixo.

hulha.

16. Assinale o vocábulo com ditongo nasal decrescente:

a) quando. b) zangou. c) misteriosos. d) vitória. e) moravam.

17 - A palavra "charuto" apresenta:

a) um dígrafo e seis fonemas.

b) um dígrafo e sete fonemas.

c) sete letras e sete fonemas.

d) sete letras e dois dígrafos.

e) sete letras e cinco fonemas.