Você está na página 1de 3
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro

Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro

Avaliação Presencial 1 – AP 1 – Período – 2013/2º Disciplina: Instituições de Direito Público e Privado Coordenador: Prof. Afranio Faustino de Paula Filho

ALUNO(A):

Conteúdo: Aulas 1 a 7

POLO:

Orientações para prova:

Responda às questões nesta folha de prova.

Não é permitida a consulta a qualquer tipo de documento.

Não será feita revisão da questão quando respondida a lápis.

GABARITO:

I – ESCOLHA A OPÇÃO QUE MELHOR CONTEMPLE O ENUNCIADO DE CADA QUES- TÃO: (5 pontos cada questão)

1) Quando o rei reina mas não governa temos:

A(

)

A república aristocrática

B(

)

A monarquia constitucional

C(

)

A democracia parlamentar

D(

)

A monarquia parlamentar (X)

2) Tipo de regime político que pretende o controle pleno da sociedade, modelando a vida pri- vada, a alma e os costumes do povo:

A(

)

Autocracia

B(

)

Ditadura

C(

)

Totalitarismo (X)

D(

)

Absolutismo

3) Forma de governo proposta por Políbio e Cícero, que servia para designar a que no passado existia em Roma e hoje serve para designar a forma de governo existente na Grã-Bretanha:

A(

)

Monarquia

B(

)

Democracia

C(

)

Forma Mista de Governo (X)

D(

)

Aristocracia

4) Forma de consulta popular que antecede uma decisão a ser tomada pelo governo:

B(

)

Iniciativa Popular

C(

)

Recall

D(

)

Referendo

5) São características das REPÚBLICAS:

A(

)

Vitaliciedade e Hereditariedade

B(

)

Eletividade e Vitaliciedade

C(

)

Hereditariedade e Temporariedade

D(

)

Temporariedade e Eletividade (X)

6) Sistema de governo que se caracteriza pela cooperação entre os poderes:

A(

)

Parlamentarismo (X)

B(

)

Presidencialismo

C(

)

Semipresidencialismo

D(

)

Semiparlamentarismo

II – PREENCHA AS LACUNAS: (5 pontos cada lacuna)

1. Para que consigamos entender as leis, é preciso que saibamos que elas são constituí- das por regras, dispostas pelos seus diversos artigos, que se dividem em: PARÁGRA- FOS, cujo símbolo é §, e que são a imediata divisão de um artigo, que é por eles com- plementado ou explicado; INCISOS, também denominados itens, que são expressos em algarismos romanos (I, II, III, IV etc.); e alíneas ou letras que são outro elemento estrutural da lei.

2. A POPULAÇÃO é um termo com significado econômico e estatístico, que serve para designar o elemento humano do Estado. Abrange o conjunto de pessoas que vivem num território. Essas pessoas podem ser nacionais, estrangeiros ou apátridas (os que não têm pátria, por não terem sua nacionalidade reconhecida por nenhum Estado).

3. A CONFEDERAÇÃO é uma forma de Estado que se caracteriza pelo agrupamento de Estados Soberanos com a finalidade principal de favorecer a defesa e a economia dos Estados que a constituem. Uma de suas características marcantes é a possibilidade de secessão.

III – LEIA COM ATENÇÃO AS AFIRMATIVAS ABAIXO E, ENTRE OS PARÊNTESES, AS- SINALE “V” QUANDO JULGÁ-LAS CORRETAS OU “F” QUANDO ACHAR QUE SÃO FAL- SAS: (5 pontos cada questão)

A( ) O Direito é chamado de DIREITO SUBJETIVO, quando diz respeito à faculdade que cada pessoa tem de agir de acordo com o disposto na norma jurídica. No Direito Romano era conhecido como norma agendi (norma de ação). F (Era denominado FACULTAS AGENDI ou faculdade de ação)

B( ) O Direito Privado é o que diz respeito PREVALENTEMENTE, ou PREFEFEREN- CIALMENTE, aos interesses do Estado, enquanto o Direito Público atende PREVALENTEMENTE, ou PREFEFERENCIALMENTE, aos interesses dos particu- lares. F (O público e o privado estão invertidos)

C( ) As fontes supletivas do Direito são a Jurisprudência, que diz respeito ao con- junto de decisões dos tribunais do Poder Judiciário; e a Doutrina, que corres- ponde ao conjunto das opiniões de professores de Direito, advogados e outros profissionais da área jurídica. (V)

D(

)

No estudo da hierarquia das leis, aprendemos que as leis ordinárias e as me- didas provisórias possuem a mesma força hierárquica. (V)

IV – RESPONDA:

1. O que você entende por CONSTITUIÇÃO OUTORGADA? Quais as constituições brasileiras que foram outorgadas? (15 pontos) RESPOSTA: Aquelas elaboradas e estabelecidas sem a participação do povo, de vez que são impostas pelo governante que detém o poder (Rei, Imperador, Presidente, Ditador ou Junta Governativa). Ex.: Consti- tuições brasileiras de 1824; 1937; 1967.

2. Imagine a seguinte situação: um casal brasileiro (Sr. João e Sra. Maria) teve sua vida modi- ficada em função de uma transferência de emprego. O Sr. João, engenheiro, foi trabalhar em uma empresa privada na Argentina. Esse casal veio a ter um filho, de nome Antônio. No momento em que ele nasceu, foi outorgada sua nacionalidade como natural daquele país, pois assim determinava a Constituição Federal da Argentina. Trinta anos depois, Antônio resolve voltar ao Brasil para residir aqui, e deseja nacionalidade brasileira. Ele pode ser bra- sileiro nato ou poderá somente ser naturalizado? (15 pontos) Resp.: Sim. Ele poderá ser brasileiro nato, porque, segundo a Constituição Federal do Brasil, sempre lhe será facultado optar, em qualquer tempo, pela nacionalidade brasileira. Boa prova!

RESUMO:

I = (30 pontos)

II = (20 pontos)

III = (20 pontos)

IV = (30 pontos)

TOTAL = 100 pontos