Você está na página 1de 22

Neste artigo, babalawo Obanifa explicará em detalhes fatos originais sobre

Orisha Edan, como os seguidores de Orisa Edan popularmente conhecem como


Ogboni ou Osugbo primeiro surgiram. Como se tornará sincrítico com outras
religiões estrangeiras, função e associação, poder, etc. Será discutido em
detalhes.

Orisa Edan não pode discutir isoladamente sem discutir o culto ogboni. O culto
de Ogboni não pode ser discutido sem discutir Orisa Eda, as duas entidades estão
interligadas e interdependentes. Mas orisa Edan é a orisa (força espiritual ou a
diety), enquanto os membros do ogboni ou o culto de Osugbo são os seguidores
ou adoradores da orisa Edan. Por uma questão de fácil compreensão, minha
explicação sobre orisa Edan, um ogboni ou o culto de Osugbo será em etapas ou
rostos.

De acordo com um verso de Ifá (Ìrosùn-Ìworì), houve um período na história primitiva do


homem quando não havia harmonia no mundo. Naquela época, a população do mundo era
muito pequena e ninguém havia migrado para além da lendária Ifè-oòyè, que as pessoas
creem que deve ter sido próximo a Ilè-Ifé, atual estado de Òsun, na Nigéria.

Durante o período havia discórdia, roubo, mentira, assassinato, conspiração, violações e


outras formas de comportamento inadequado, que prevaleciam na terra. Òrúnmilà, que já
estava na Terra naquela época, usava de sua inteligência e conhecimento para encontrar
algumas soluções para a situação caótica. Os anciões da terra logo se aproximaram de
Òrúnmilà e pediram-lhe que encontrasse uma solução rápida para aquele estado de
anarquia.

Òrúnmilà então consultou Òlódùmarè (Deus) através da adivinhação por Ifá. O verso que
saiu foi o Odù-Ifá chamado Ìrosùn Ìwòrì que disse assim:

Hà Mo hée mo won lára


A dífá fú Òrúnmilà
Baba nlo sode Òrun
Làti lo pe MOLÈ
Tí yó tun aiyé Olú-Ife so
Bíeni so igbá ti ófó
Wón se ayé se ayé
Ayé kò gún
Wón fó ile aiyè bí eni fogbá ebo
Wón wá ní kí Òrúnmilà
Báwon ké sí Molè
Kí òlè báwon tún Ifé-Oòyè se
Kí Òrúnmilà ó ké sí molè
Tí wón dí jo sore Sòlùkù lode òrun
Òrúnmilà ní kí Olú-Ifé o sakalè Ebo ní síse
Njé Rírú Ebo nigbe ni
Àìrú Ebo kí igbè ní yàn
Ifá ní kí won ó léku
Ifá ní kí won ó léja
Ifá ní kí won ó ní eyelé
Ifá passe gbogbo nkan ètùtù
Kòpé ko jìnà ewá báni ni jèbútú ire
Jebútú ire làá báni lese ope

Tradução

Há mo hé won lára ( um nome longo)


Fez adivinhação para Òrúnmilá
Quando Òrúnmilà estava se dirigindo ao céu
Vá e chame Molè (Edan)
Quem vai por em ordem a vida em Ifè
Como consertar uma cabaça quebrada
As pessoas tentaram e tentaram corrigir-se
Mas foi em vão
As pessoas quebraram o mundo como se quebra uma cabaça, o sacrifício
Òrúnmilà foi então pedir para o céu
Para chamar Imolè (Edan)
Para ajudar a reparar o dano causado na terra
Òrúnmilà pediu para chamadar molè (Edan)
Quem era seu amigo no céu
Òrúnmilà ordenou as pessoas de Ifè a oferecer sacrifícios
É o sacrifício que salva
A falta de sacrifício não salva
O povo de Ifè ofereceu ratos, peixes, pombos etc
Em pouco tempo se produziu a prosperidade em Ifè
As pessoas que obedecem as instruções de Ifá seguramente devem prosperar
Depois do sacrifício, Òrúnmilà foi ao céu convidar seu amigo Edan para lhe ajudar a
acalmar a situação caótica na terra.

Edan aceitou a acompanhar Òrúnmilà à terra para acabar com as atividades pecaminosas
do homem. Ifá foi consultado e um versículo de Ìwòrì Òwónrín deu a orientação segura
para uma viagem a Ifè-oòyè. Depois de realizar os sacrifícios rituais prescritos, Òrúnmilà e
Edan tiveram uma viagem tranquila a Ifè-oòyè.

Após a chegada, o povo de Ifè eram gratos a Òrúnmilà e deram boas vindas a Edan.

Edan imediatamente embarcou em sua missão. Ordenou que todas as pessoas na terra
fizessem uma promessa, sob juramento, em troca do bom comportamento, a pessoa que
não cumprir o pacto deve pagar a pena mais alta (a morte).

Depois que todos tinham jurado manter a paz, igualdade, justiça e a harmonia na terra, a
tranquilidade e a concordância haviam regressado a Ifè. Edan então se estabeleceu para a
existência na terra, a fim de supervisar seu bom trabalho.
Depois de uma longa permanência na terra, ele voltou para o céu deixando a autoridade
de supervisionar, a um grupo de sinceras e disciplinadas pessoas de maior confiança, que
chamou de Ògbóni.

Desta maneira, a Fraternidade Ògbóni nasceu. Ògbóni portanto, é uma Fraternidade de


pessoas maduras com um comportamento exemplar, dedicado a fazer do mundo uma
morada confortável para a humanidade, assegurando o alto nível moral entre seus
membros e promover a paz na terra, baseada na sinceridade, verdade e disciplina. Desta
maneira, Ògbóni têm atraído o respeito (não o medo) e a admiração de outros cidadãos do
mundo para apoiar eficazmente a paz, justiça e a verdade em todas as atividades
humanas na terra.

Essencialmente, a maioria dos Chefes tradicionais pertencem a Fraternidade Ògbóni. A


Fraternidade como grupo, desempenha um papel importante no estabelecimento de
Governos Tradicionais encabeçados pelo Oba (Rei). Os membros Ògbóni também
garantem a seleção dos melhores candidatos como um Oba. Ao Oba malvado e
irresponsável, este também pode ser destronado pelo grupo Ògbóni após advertências e
correções que falharam.
KÓMOLÁFÉ, Kóláwolé . African traditional religion: understanding Ogboni
Fraternity. Editora: YORUBA BOOK CENTER, Nova York, 1995. p 02-03
Link permanente

Deixe um comentário

Ìrosùn Ìwòrì
Publicado por ibaseorunmila em 27 de setembro de 2016 em Uncategorized
Hà Mo hée mo won lára
A dífá fú Òrúnmilà
Baba nlo sode Òrun
Làti lo pe MOLÈ
Tí yó tun aiyé Olú-Ife so
Bíeni so igbá ti ófó
Wón se ayé se ayé
Ayé kò gún
Wón fó ile aiyè bí eni fogbá ebo
Wón wá ní kí Òrúnmilà
Báwon ké sí Molè
Kí òlè báwon tún Ifé-Oòyè se
Kí Òrúnmilà ó ké sí molè
Tí wón dí jo sore Sòlùkù lode òrun
Òrúnmilà ní kí Olú-Ifé o sakalè Ebo ní síse
Njé Rírú Ebo nigbe ni
Àìrú Ebo kí igbè ní yàn
Ifá ní kí won ó léku
Ifá ní kí won ó léja
Ifá ní kí won ó ní eyelé
Ifá passe gbogbo nkan ètùtù
Kòpé ko jìnà ewá báni ni jèbútú ire
Jebútú ire làá báni lese ope

Tradução

Há mo hé won lára ( um nome longo)


Fez adivinhação para Òrúnmilá
Quando Òrúnmilà estava se dirigindo ao céu
Vá e chame Molè (Edan)
Quem vai por em ordem a vida em Ifè
Como consertar uma cabaça quebrada
As pessoas tentaram e tentaram corrigir-se
Mas foi em vão
As pessoas quebraram o mundo como se quebra uma cabaça, o sacrifício
Òrúnmilà foi então pedir para o céu
Para chamar Imolè (Edan)
Para ajudar a reparar o dano causado na terra
Òrúnmilà pediu para chamadar molè (Edan)
Quem era seu amigo no céu
Òrúnmilà ordenou as pessoas de Ifè a oferecer sacrifícios
É o sacrifício que salva
A falta de sacrifício não salva
O povo de Ifè ofereceu ratos, peixes, pombos etc
Em pouco tempo se produziu a prosperidade em Ifè
As pessoas que obedecem as instruções de Ifá seguramente devem prosperar

KÓMOLÁFÉ, Kóláwolé . African traditional religion: understanding Ogboni


Fraternity. Editora: YORUBA BOOK CENTER, Nova York, 1995. p 02
Link permanente

Deixe um comentário

Orí – Ìwòrì Méjì


Publicado por ibaseorunmila em 26 de setembro de 2016 em Orí
Orí se mi rere
Orí se mi rere
Olúwo igi meje ni n be lode isalaye
Apa n gboko
Apa n dade
Oruuru won a wewu eje kanle gbongbongbon
Ológùnsesè won a sín omo okùn kanrun berere
Ìrókò won a Yàbìrà níhà
Àríwoníyangí awoo won nílé Aládó
Àdánlà awoo won òde Ièsa ……….
Koto ona nii sawo imujin gbugbuungbun
A diá fún Òrúnmilà
Níjó ti n dunkun omo lo si òde Ijèsa
Njé omo ni mo bi tan lara n wa mi
Wón mu je Owa oga Ogee Gbedu
Omo epo yeyé
Omo epo kan sisiisi leyin tena
Omo ni mo bi tan lara tu mi
Won mu je oba Olootu ife rere
Omo no mo bi tan lara jo …………,
Wón mu je Onigbaajo ilosi
Omo a disan memu
Omo ni mo bi tan ni won wowoo ta
Wón mu je olowo
Omo ara gejegeje
Omo ni mo bi tan ni won jeluu ta
Wón mu je Elejeluu
Omo arigba elu kukuu ke esu
Ko seeyan to mo ike Esu bi elejelu
Elejelu pèlé o……………..
Omo arigba elu kukuu ke Esu
Ikin mi abogbo
Ikin mi aboto
Ope teere Ereke ado o
Ikin teere ereke yi o
Erigi abola.

Tradução

Orí se mi rere
Orí se mi rere ( Nome de Babalawos)
Há sete Oluwos de árvores da floresta na terra
Apa esta dentro da floresta
Ele carrega uma coroa
Oruuru vestido de branco dos pés à cabeça
Ologunsese carrega muitas miçangas ao redor do pescoço
Iroko parece impressionante em ambos os lados
Arìwoniyangi é o sacerdote da cidade de Alado
Adanla é sacerdote da cidade de Ijesa …………
Koto ona é o sacerdote de Imujin Gbugbungbun (cidade hipoteticamente distante)
Fizeram adivinhação para Òrúnmilà
Quando estava chorando pelos filhos da cidade de Ijesa
Quando teve um bebe omo ni mo bi tan lara n wa mi (jogo de palavras onde “tu” é
diminutivode mundo “ootu, Ife.
Ele foi nomeado Rei de Owa oga Ogee Gbedu
Familia de epo yeyé
O filho maior de Epo kan sisiisi leiyn tena
Quando teve um bebe Omo ni mo bi tan lara jo………
Ele foi nomeado Rei de Olootu ife rere
Quando teve um bebe Omo ni mo bi tan lara jo
Ele foi nomeado Onigbaajo ilosi
Familia de Adisan memu
A chegada de Omo ni mo bi tan ni won wowoo ta
Ele foi nomeado Rei de Olowo
O filho de ara gejegeje
Teve o filho Omo ni mo bi tan ni won jeluu ta
Ele foi nomeado Elejeluu
Familia de Arigba elu kukuu ke esu
Não há ninuém que saiba cuidadar de Esu como faz Elejuluu
Eu saúdo Elejuluu…………
O filho nascido de centenas de elu kukuu cuidadores de Esu
Eu cultuarei meu Ikin até a velhice
Eu cultuarei meu Ikin para tornar-se firme
Eu te saúdo Ope teere Ereke ado
Erigi abola
O homem que vive na montanha
Erigi abola

https://pt.scribd.com/document/255024367/16-Mejis-Ori
Link permanente

Deixe um comentário

Compreendendo a Fraternidade Ògbóni


Publicado por ibaseorunmila em 25 de setembro de 2016 em Uncategorized
O termo Ògbóni para a cultura Yorùbá remete à
maturidade, disciplina e sinceridade a uma pessoa. Infelizmente, membros e não membros
que desejam conhecer e aprender acerca dos Ògbóni, têm uma fonte de informações e
conhecimento limitados. Não porque requer literatura adequada e rara, mas também
porque os anciões com conhecimento correto e verdadeiros são poucos. No entanto, é
encorajador notar que o atual aumento de membros alfabetizados da Fraternidade Ògbóni
agrega, no futuro próximo, uma forma de melhorar substancialmente a situação através da
escrita e outras formas de documentação, tais como radio ou fitas de vídeo.

À parte do que a maioria das pessoas têm escrito algumas coisas sobre Ògbóni, fizeram
principalmente na língua local Yorùbá, porém muitos dos seus pontos de vista são
ingenuamente tendenciosos e mal informados.

Por esta razão, eu estou contribuindo com minha própria escrita, como membro orgulhoso
da Fraternidade Ògbóni. Me refiro a pureza com que ela de desenvolveu por meio da
Aborige Ògbóni de terras Yorùbá. Meu conhecimento como Ògbóni se deriva de duas
fontes principais:

 Ifá, que é o eixo da minha religião – a Religião Tradicional Africana. Ifá é o corpo
infinito de mensagem divino enviado a terra por Olòdùmarè para o benefício da
humanidade. Ifá se encontra em forma de 256 capítulos, chamados de Odù-Ifá.
Embora seja encorajador notar que alguns aspectos de Ifá tenham sido
organizados por escrito, num esforço no último meio século, a maioria dos versos
que todavia existem, são, zelosamente, guardados na memória do sacerdote
chamado Babaláwo e transmitidos de geração em geração. Eu escreverei sobre
os Odù Ifá em outros livros.
 Os dados recolhidos com adeptos veteranos Ògbóni que tenham conhecimento
adequado da tradição oral da fraternidade indígena, Ògbóni não contaminado.
Por uma questão de prioridade, vou fazer uma tentativa de determinar a origem da
Fraternidade Ògbóni.

Em minha busca frenética pela origem Ògbóni, eu descobri os fatos expostos através dos
versos de Ifá, mais confiáveis, porque tem a história mais verdadeira da humanidade
contida na Tradição Yorùbá.

Ifá diz claramente que o Irunmole ou Òrìsà que, primeiramente se introduziu na


Fraternidade Ògbóni se chama Edan. Outros nomes utilizados para Edan são:

 Molè ( Omo Ilè) = o filho da mãe terra


 Ìyá Ayé = A mãe do mundo
 Ajibólá
 Àbèni
 Láaní
 Ògbòdùorà
 Olomo.
KÓMOLÁFÉ, KÓLÁWOLÉ . African traditional religion: understanding Ogboni
Fraternity. Editora: YORUBA BOOK CENTER, Nova York, 1995. p 01

MUNDO ANTES DA EXISTÊNCIA DE ORISA EDAN E OGBONI OU


CULTURA OSUGBO.
Na época antiga, na terra ioruba, como evidência por se um versículo bíblico
sagrado e fatos históricos orais manipulam pessoas antes de mim. É claro que
não existe nada como o culto ou a sociedade ogboni na existência. Mesmo orisa
edan estava no isalu Orun (céu), ela nunca desceu ao isalu aye (terra) com seus
irônicos contemporâneos (dieties). Como se uma escritura sagrada apontasse, que
durante esse período havia caos no mundo. Houve opressão dos fracos pelos
fortes. Havia injustiça. O rei e a régua abusam de seu poder com ninguém para
controlá-los. Tudo estava em estado de desordem total. Isto é o que levou a
orunmila a lançar uma leitura de divinação para encontrar

solução para o problema ou como o mundo será pacífico e ordenado. O uu ifa


que aparece na bandeja de adivinhação ifa (opon ifa) naquele dia é ogunda meji

Eu eu

Eu eu

Eu eu

II II

É nessa introdução que Ifa instrua Orunmila a convidar Orisa Edan de Ikole Orun
(paraíso) Para vir a Ikole aye (terra) para trazer a paz, a justiça, a ordem e a boa
governança para o mundo. Isso pode ser deduzido de odu ifa ogunda meji cito
acima, onde Ifa diz:

Ololo babalawo Edan


lo difa fun Edan
A ki gbo iku Edan
Yooro ledan ma n se
Oluto aye si wa lona
Adifa fun orunmila, abu fun Edan
Eyi ti yi o to Ile aye
Bi Eni to afoku igba
Gbogbo aye to Ile aye ti paabo ni o jasi
Se ni won fa Ile aye ya perepe afoku igba
Orunmila lo si ode Orun
O pe Edan ojugba re wa sile aye
Ebo ni won ni ki won se
Won rubo
Ebo lo gba wa kale a ri eyin iku
Ebo ni o gba wa kale areyin Arun
Ebo lo gba wa kale areyin gbogbo ogun
Tradução

Ololo é o Ifa Preist de Edan


Elabore uma leitura de adivinhação para Edan
Nunca ouviremos a morte de Edan
Edan sempre vive muito em boa saúde
O fabricante da paz do mundo ainda está a caminho
Elabore uma leitura de adivinhação para Orunmila e seu Edan contemporâneo
Aquele que consertará o mundo
Como se estivesse fixando uma calabaza quebrada
As pessoas tentam consertar o mundo, infelizmente, todos os seus esforços são abortivos.
Em vez disso, eles quebraram o mundo como uma calabaza quebrada
Orunmila foi ao céu para trazer Edan seu contemporâneo
Ambos foram instruídos a realizar o desejo de sacrifício que eles fizeram.
É o sacrifício que nos salvou, nós superamos a morte
É o sacrifício que nos salvou, superamos doenças
É o sacrifício que nos salvou, superando todas as dificuldades da vida.

É claro a partir do verso bíblico ifa acima que orisa foi convidada por orunmila para este
mundo para trazer paz e estabilidade para este mundo. Orisa Edan chegou a esta base mundial
no pedido orunmila. Em Edan Chegada a isalu aye (mundo) Ele traz consigo seu sistema de
justiça, aplicação da lei, justiça e equidade. Seu principal método para alcançar isso é através
de um método onde sábios e idosos membros conhecedores da comunidade foram
selecionados ou escolhidos para ver o assunto de cada comunidade. Este povo é aquele que vê
a coexistência pacífica do povo, eles impedem a opressão, eles verificaram o governante e os
governados ... Esta seção de pessoas são sobrenome como Ogboni ou Osugbo.

A VINDO À EXISTÊNCIA DE CULTURA DE OGBONI / OSUGBO.

Na minha anterior explicação acima, menciono o convite de orisa Edan para este mundo pela
orunmila, para manter a estabilidade no mundo. À chegada de Edan do isalu Orun (paraíso) à
região de Isalu (terra), ela trouxe com ela um método pelo qual os sábios ou sábios idosos na
comunidade foram selecionados para garantir uma coexistência e estabilidade pacíficas na
comunidade. O grupo de sábios idosos escolhidos são referidos como Ogboni ou Osugbo.
Ogboni é o nome popular deste culto. Mas é alguma parte da terra yoruba esta seita também
é conhecida como Osugbo. Em lugares como Ijebu e Egba land ogboni é conhecido como
Osugbo. A palavra Ogboni é derivada de duas palavras Yoruba, Ogbo Eni (que pode ser
traduzido em inglês para significar pessoa idosa madura), enquanto Osugbo também derivou
de duas palavras yoruba Osu gbo (que pode ser traduzido em inglês para significar turlst of hair
on a cabeça de uma pessoa idosa), embora algumas pessoas dissessem que significava Dirin de
Ogbo) envelhecido e ainda forte como ferro) devo dizer com o devido respeito que a terceira
visão não dá significados corretos de como a palavra Ogboni é derivadaTradução
A VINDO À EXISTÊNCIA DE CULTURA DE OGBONI / OSUGBO.

Na minha anterior explicação acima, menciono o convite de orisa Edan para este mundo pela
orunmila, para manter a estabilidade no mundo. À chegada de Edan do isalu Orun (paraíso) à
região de Isalu (terra), ela trouxe com ela um método pelo qual os sábios ou sábios idosos na
comunidade foram selecionados para garantir uma coexistência e estabilidade pacíficas na
comunidade. O grupo de sábios idosos escolhidos são referidos como Ogboni ou Osugbo.
Ogboni é o nome popular deste culto. Mas é alguma parte da terra yoruba esta seita também
é conhecida como Osugbo. Em lugares como Ijebu e Egba land ogboni é conhecido como
Osugbo. A palavra Ogboni é derivada de duas palavras Yoruba, Ogbo Eni (que pode ser
traduzido em inglês para significar pessoa idosa madura), enquanto Osugbo também derivou
de duas palavras yoruba Osu gbo (que pode ser traduzido em inglês para significar turlst of hair
on a cabeça de uma pessoa idosa), embora algumas pessoas dissessem que significava Dirin de
Ogbo) envelhecido e ainda forte como ferro) devo dizer com o devido respeito que a terceira
visão não dá significados corretos de como a palavra Ogboni é derivada embora seja um termo
relevante no culto ogboni. Então, da minha explicação acima, você pode ficar claro o que é
Orisa Edan e o que ogboni é. Então Edan é uma Orisa, os seguidores de Edan como Orisa são
chamados Ogboni. Qualquer devoto de Orisa Edan é automaticamente um Ogboni. Na época
antiga ogboni não é realmente um culto separado da espiritualidade ifa quando o culto ogboni
começou. Ogboni, com medo de olodumare, desempenha função da estabilidade da
sociedade. Sua função no início do mundo varia de função espiritual e política. Conservação e
preservação da tradição. Eles servem como um conselho da cidade, a jurisdição do exercício
sobre tribunal civil e criminal, servem como faculdade eleitoral na seleção do novo Rei, eles
também têm poder na antiguidade para destronar o rei ou cheifs primordiais que são déspota
ou mau. eles também servem como controle e equilíbrio ao verificar o excesso da régua.

Esses grupos de Idosos geralmente são selecionados de diferentes caminhos de vida, de


feridas, de comércio, de agricultura, de espiritualidade, como herbalista e ifa preist, pessoas
em culto de egungun. Então, no final, o grupo geralmente consiste em pessoas bem
conhecedoras e poderosas na magia, espiritualidade, ocultismo, economia, saúde, etc. Essas
pessoas chamadas ogboni são esperadas para ser um homem de honra, justo e ereto. Os
membros existentes geralmente têm um método de admissão de novo membro. Isso
geralmente ocorre por meio da iniciação. É através deste processo de iniciação que passaria
por etapas, nomeadamente limpeza ou purificação espiritual, codificação e decodificação de
linguagem, ocultismo, mitologia, tomada de juramento, certo comportamento e idioma, etc.

Este grupo de pessoas ou cult chamado ogboni, em geral, é composto de pessoas que
importam e experimentam de diferentes formas de vida, como eu disse anteriormente, mas
geralmente é a cabeça de Oluwo, que deve ser uma época versátil praticando se for preista,
Oluwo está na hierarquia superior A estrutura de Ogboni segue por Apeena, iya abiye, Aro,
Odofin, iyamokun, iya idi Agba e outras classificações diversas que espaço e tempo não
permitirão mencionar.
O símbolo principal de Ogboni ou Osugbo é Edan. E as reuniões ou o local de convergência é
chamado Iledi ou simplesmente Ile (estas duas palavras são usadas para descrever o santuário
o templo de Ogboni ou qualquer lugar dedicado para suas reuniões, adoração ou realização de
suas atividades) Edan, que é o principal símbolo do poder, autoridades de Ogboni é conhecido
por nomes diferentes pelo iniciado, alguns chamaram de "Abeni, Iya, Ajibola, etc."

Edan é geralmente imagem de ferro ou latão tanto feminina como masculina. Geralmente
consagrada com alguns itens que eu prefiro reter para mim. E lugar em Iledi (supra), este Edan,
tanto a família como o masculino, se referem ao culto de Ogboni como Iya (mãe), as duas
imagens de Edan foram referidas como Onile (o dono da casa), a imagem de Edan masculino e
masculino Foi dito que a mulher representava pessoas antes de mim significar a
interdependência entre homens e mulheres no equilíbrio do mundo. Ele também representa o
paraíso e a saúde. A terceira opinião de algum espiritualista moderno e oculto de que a
imagem de Edan tanto masculino como feminino representam Adão e Eva é apenas uma
alusão bíblica que não tem base em uma espiritualidade yoruba no que se refere à chegada
original à existência do que se chama Ogboni.

Com a chegada do europeu à África durante o colonialismo, o culto de Ogboni começa a


perder funções para os colonialistas que trazem novos sistemas de justiça administrativa. Há
polícias, tribunais ingleses, executor em vez de usar a espiritualidade e o conhecimento antigo
da África na administração da sociedade como antes. Por isso, uma vez que a sociedade já não
precisa de culto ogboni para protegê-los de qualquer rei despote, há um tribunal para fazer
isso. Os membros do culto que já foram privilegiados e institucionalizados em ocultismo,
herberolgia, magia, sabedoria do comércio e do comércio e da política começam a usar o culto
e os segredos e poderes envolvem para promover seu próprio interesse pessoal, na área de
negócios, política e área de carreira profissional. Isto é o que chamar a atenção de muitos
membros da sociedade que desejam conexão, sucesso ou influência em certas áreas da vida
começa a procurar iniciar o culto. Como resultado, muitos muçulmanos e cristãos começam a
se iniciar no culto. Este é o início do syncretizim no culto de Ogboni / Osugbo. Então, o culto
ogboni agora parece mais clube social do que organização espiritual, era abinitio como
estabelecido por ifa. Esses grupos de Idosos geralmente são selecionados de diferentes
caminhos de vida, de feridas, de comércio, de agricultura, de espiritualidade, como herbalista
e ifa preist, pessoas em culto de egungun. Então, no final, o grupo geralmente consiste em
pessoas bem conhecedoras e poderosas na magia, espiritualidade, ocultismo, economia,
saúde, etc. Essas pessoas chamadas ogboni são esperadas para ser um homem de honra, justo
e ereto. Os membros existentes geralmente têm um método de admissão de novo membro.
Isso geralmente ocorre por meio da iniciação. É através deste processo de iniciação que
passaria por etapas, nomeadamente limpeza ou purificação espiritual, codificação e
decodificação de linguagem, ocultismo, mitologia, tomada de juramento, certo
comportamento e idioma, etc.

NCRETIZIM DE OGBONI / OSUGBO CULT, DIFÍCIL ENTRE OGBONI ABORIGINE E REFORMA


OGBONI FRATERNIDADE
Como expliquei anteriormente, os colonialistas que fizeram o culto a Ogboni perderem o seu
papel relevante na governança fazem com que os membros usem seu poder e sabedoria para
promover seu interesse pessoal econômico e político. Eles começam a se ajudar uns aos outros
a ter sucesso, ganhar destaque e sucesso e influenciar e conexões, de modo que os membros
da sociedade começam a ver que os membros são realmente floridos nos negócios, na política,
no judiciário, na prática jurídica e na música. Daí as pessoas em outras religiões, fé como o
cristianismo e o islamismo que já estão familiarizados com o culto internacional, como a
maçonaria, Amorc, etc., começam a se auto-iniciar com o culto.

A matéria chega e se dirige no ano de 1914. O diácono do arco, Oginbiyi, veio para casa do
exterior para formar a fraternidade Reform Ogboni. Esse é o início da dicotomia entre os
aborígenes de Ogboni e a Fraternidade da reforma de Ogboni.

A Fraternidade Reformada de Ogboni (ROF) Inc. foi fundada por um reverendo cavalheiro
Archdeacão TAJ Ogunbiyi, CBE, L.Th. O cristianismo veio à Nigéria com Fraternidades britânicas
de mãos dadas. A Fraternidade Britânica tornou-se muito na moda entre nosso povo, de modo
que todos naquela época queriam pertencer à Maçonaria ou ao Alojamento. A realidade no
terreno era como sangrar o típico africano com o cristianismo. Esta foi a génese do
pensamento para visitar a antiga Fraternidade do Ogboni. Ogboni é tão antigo quanto a raça
Yoruba.

Venerável Rev TAJ Ogunbiyi CBE LTh fundou o ROF INC no dia 18 de dezembro de 1914 em
Obun Eko, em Lagos, Nigéria. O nome original da fraternidade foi EGBE "OGBONI
ONIGBAGBO", o que significa em inglês "OGBONI FRATERNIDADE DOS CRISTÃOS". No
fundador considerou necessário admitir não-cristãos, desde que tais participantes adotem
uma crença não idólatra em Deus. É assim que os muçulmanos e até mesmo as pessoas dos
aborígines começam a se juntar. Ele substituiu Edan na caixa com a Bíblia. Mas algum lugar de
Ile Edan no meio, o quran e a Bíblia não são excluídos da reforma. A fraternidade ogboni é
governada pela constituição, seção dois, de sua constituição, estabelecem claramente seus
objetivos e objetivos. Ele afirma assim

Associar-se para a promoção do Princípio da Paternidade Universal de Deus - o Olho Todo-


Vendo e a Irmandade Universal do Homem, sem qualquer discriminação quanto à Raça, Cor,
Credo, Sexo, Religião ou Afiliação Política.

Associar-se para o propósito principal de conhecer Deus melhor, de modo que todos os
compromissos da fraternidade sejam de acordo com Sua Sagrada vontade.

Incentivar a difusão da prática da benevolência, da caridade e da castidade.


Oferecer assistência (como um dever vinculativo) a todos os membros e não membros pobres
e aflitos, sem detrimento de si mesmos e de suas conexões, ou injustiça a outros que não são
membros desta Fraternidade.

Para ver os restos mortais de todos os membros falecidos, fornecendo um caixão ou


assistência financeira até um custo razoável e para dar a seus restos um depósito decente no
seio da Mãe Terra.

Inculcar em todos os membros, a prática constante da Regra de Ouro, "fazer a outros


(membros e não membros) como se desejasse que ele fizesse com ele

Fornecer os fundos necessários para a perseguição bem-sucedida dos negócios da


Fraternidade, de acordo com esta Constituição.

Manter e obedecer as Leis e a Constituição da República Federal da Nigéria e as de qualquer


outro País em que reside.

Com relação a este último ponto, o ROF esclarece que a organização não representa qualquer
interesse político particular.

Mas o critério de critério de se tornar um membro da Fraternidade Reform Ogboni é mais


claro e preciso, já que sua constituição indica a seção três assim:

A adesão deve ser aberta a todos os que abraçam uma fé não idólatra em Deus.

O candidato a membros deve ter pelo menos vinte e um anos (21), se for masculino e
quarenta anos (40), se for feminino, PROPORCIONOU que qualquer candidato que seja esposa
de um membro pode ser iniciado se não for inferior a trinta anos antigo (30.

Um membro pode propor para a admissão de uma descendência feminina ou de uma relação
próxima que é uma solteira ou divorciada de pelo menos trinta anos (30) de idade ao dar um
compromisso escrito de bom comportamento de tal candidato.

Qualquer candidata que seja casada no momento do pedido e cujo marido não é membro da
fraternidade deve apresentar uma carta de consentimento do marido. (ROF 30 de maio de
2010, Sec. 2)

A Seção 15 da Constituição detalha mais detalhadamente os requisitos e procedimentos para


início e inscrição de novos membros da seguinte forma:
O requerente deve redigir um pedido nomeando três (3) membros como árbitros dos quais,
pelo menos, de preferência dois (2) devem ser membros daquele veículo. Todos os pedidos de
adesão devem ser submetidos ao Apena do Conclave para a consideração do órgão executivo.

As candidaturas devem ser lidas pelo Apena na reunião aberta do Conclave e depois não há
nenhum objetivo preliminar O requerente deve ser emitido com formulário.As candidaturas e
as taxas de admissão que serão determinadas de tempos em tempos pelo Conselho Supremo
serão pagas pelo Requerente ao Apena na presença de um (1) dos seus patrocinadores. Deve
haver um Comitê de Investigação de Caráter em cada Conclave. Nenhum candidato deve ser
admitido até que uma investigação minuciosa quanto ao seu caráter tenha sido feita por esse
Comitê que relate suas descobertas ao Corpo Executivo do Conclave para as decisões finais. No
caso de uma candidata, o candidato deve ser introduzido ou referido ao lyabiye e ao seu Erelu
juntamente com uma cópia do formulário preenchido 3 para consultas completas e o seu
relatório será transmitido ao Órgão Executivo da sede. Será dever do Apena de cada Conclave
enviar o Aviso de pedido de admissão em R.O.F. Formulário 4 para: - As Conclaves na Divisão
em que se situa a cidade natal ou o local de nascimento do requerente. Os Conclaves na
Região em que o requerente solicita a admissão, e O Registro Central da Fraternidade, na sede
da Fraternidade Reformada Ogboni, 38 Rua Abeokuta, Ebute-Metta, Lagos, Nigéria. Depois, o
Apena do Conclave deve, no próximo A reunião ldaji do Conclave leu os detalhes do
Requerente das Conclaves como indicado no ROF formulário 4 para que todos os membros
possam estar cientes dos detalhes do requerente. O nome deve ser lido em duas (2) reuniões
subsequentes de ldaji mensais para todos os membros para fazer perguntas sobre o Candidato
e ter oportunidade de levantar uma objeção em particular a qualquer membro do Comitê
Executivo do Conclave. (i) Os detalhes do Candidato devem ser apresentados ao Conselho
Distrital das Conclaves a que o pedido é dirigido para consideração e aprovação ou rejeição do
Conselho de Divisão antes do início do Candidato. (ii) O candidato deve ser entrevistado pelo
Corpo Executivo do Conclave para determinar sua adequação. (iii) Se nenhum membro do
Conclave ou membros da Fraternidade ou de qualquer outro Conclave não tiverem objeção
nos 3 meses estipulados e aprovação do Conselho de Divisão, o Candidato poderá ser iniciado
em Conclave aberto. O candidato (masculino / feminino) para iniciado deve ser apresentado
ao lyabiye antes de serem iniciados. Se o candidato for rejeitado por qualquer membro da
Conclave em si ou por qualquer membro das Agências ou em qualquer Região ou divisão ou da
Sede da Fraternidade, o seu nome será encaminhado ao Conselho Distrital ao qual pertence o
Conclave. e o Registro Central da Fraternidade para fins recordes. A objeção a um candidato
deve ser por motivos razoáveis; e o que é razoável a este respeito é principalmente uma
questão para a Divisão, e, se necessário, um recurso deve ser ministrado ao Conselho
Executivo. Todos os candidatos devem ser iniciados de acordo com os rituais aprovados antes
da inscrição como membros após os rituais no Conclave aberto e no dia regular da reunião
ldaji. Por dispensa especial do Olori Oluwo e / ou do O Apio de Olori em nome do Conselho
Supremo, um candidato meritório pode ser iniciado sem as formalidades acima mencionadas.
O recrutamento de forças não é permitido na reforma da fraternidade ogboni, sua constituição
governa o processo para que a iniciação infantil não seja permitida, você deve se tornar de
idade. No entanto, no antigo processo de recrutamento de aborígenes ogboni é permitido.
Porque um membro pode prometer seu filho para substituí-lo ou crianças que usaram para
levar nossa para realizar algumas atividades terríveis do culto, pode ser forçado a se juntar sob
compulsão.

CONSAGRAGEM DO EDAN PARA USO PESSOAL. por babalawo Obanifa.

É instrutivo que o que é revelar ouvir não é um método de consagração usado pelo culto de
Ogboni ou Osugbo, por isso não se considera secreto do culto de Ogboni.

* Edan tako tabo (imagem Edan masculino e feminino) Eje Alangba tako tabo (sangue de
lagarto Agama ou lagarto feminino comum) ovelha esinsina FUNFUN (licença fresca de Tragia
Spatulata) ovelha ina (licença de pepino com chifre). Uma garrafa de gin, omi agbede (uso de
água por Smith preto para esfriar ferro quente) usa a água e esprema as folhas. Coloque seu
edan dentro dele por sete dias. Remova, ele será energizado para fins que você deseja. Não se
esqueça de usar iyerosun ifa pó de adivinhação para imprimir odu ifa ogunda meji e despeje-o
dentro da mistura no terceiro dia.

Oriki Edan
Edan oo
Iya mi Abeni
Oro ti gbenu Iledi dun yanmu yanmu
Alabenu as sasi
Iku aye
Ajibola, ojeegun osika
Laani, ojeegun eke
Pooye ti maju odale
Eni ti aa Lu gba ki
Abomo - on po bi erupe
Iye omo aboja gborogboro
Abiamo ti daso bo omo lojo otutu
Heepa monle
Ko ku, ko je ki omo re oku
Ko run ko je ki omo re Orun
Oro ti foru oganjo rin
Agbani lowo ogun Oso
Agbani lowo ogun aje
Agbani lowo ogun aye gbogbo Pata
Dabo re bomi iya.
Tradução
Edan, invoco-te
O espírito que fala de Ileedi
Aquele com guarda-chuva sob desejo que as pessoas busquem consolo
A morte na Terra
Ajibola, a Divindade, que mastiga o osso dos perversos
Laani, a Divindade que mastiga o osso do mentiroso
Pooye, um que suga o sangue do traidor
A quem vencemos o tambor Agba.
Aquele que tem filhos que é tão abundante quanto a terra. A mãe com faixa muito longa
A mãe que cobre seu filho com pano nos resfriados
Sua majestade diety
Ela não morreu nem permite que seu filho morra
Ela não ficou doente nem permitiu que seu filho cai de seda
O espírito que percorre a noite
Aquele que resgata um da garra do mago malvado
Quem segura da garra de bruxas
Quem segura de todas as mãos malignas.
Proteja-me, mãe.
Copyright: Babalawo Pele Obasa Obanifa, telefone e contato whatsapp +2348166343145,
localização Ile Ife osun state Nigeria.

AVISO IMPORTANTE: No que se refere ao artigo acima, todos os direitos reservados, nenhuma
parte deste artigo pode ser reproduzida ou duplicada de qualquer forma ou por qualquer
meio, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópias e gravação, ou por qualquer sistema de
armazenamento ou recuperação de informações sem autorização prévia por escrito do
detentor dos direitos autorais e do autor Babalawo Obanifa, fazendo isso é considerado ilegal
e atrairá consequências legais.