Você está na página 1de 7

NÚCLEO COMUM

Disciplina: Aspectos Filosóficos – Avaliação


Impressa

Atualização e Revisão
(Atualização e Revisão: 09/01/2017)

Pedagógico do Instituto Souza


atendimento@institutosouza.com.br
Página 1 de 6

1 - A ética, nas obras Aristotélicas diz respeito ao indivíduo, enquanto a política


considera o homem na sua dimensão social. Como conceito aristotélico de
ética podemos dizer que é a arte de viver, ou:

I - “saber-viver”, agregando valores, boa utilização dos prazeres, ação virtuosa.

II - Todo o conhecimento e todo trabalho visam a algum bem, e o mais alto de todos os
bens certamente será a felicidade, dessa forma, devemos procurar o bem e indagar o
que ele é, se existe uma finalidade para tudo o que fazemos, a finalidade será o bem.

III - O bem deve ser algo atingível pelo homem, através de sua atividade, na prática, e
não um “bem em si”, ideal e inatingível.

Com base no texto e nos conhecimentos sobre ética, marque a alternativa correta.
a) Todas I, II e III.
b) Somente I e II.
c) Somente I.
d) Somente II.

2 - Sêneca via-se como um sábio imperfeito: "Eu elogio a vida, não a que levo,
mas aquela que sei dever ser vivida." O objetivo não é a perda de sentimentos,
mas a superação dos afetos. Os bens podem ser adquiridos, à condição de
não deixarmos que se estabeleça uma dependência deles.
Os afetos que devem ser ultrapassados, segundo Séneca, estão abaixo
listados, exceto:

a) Recreio
b) relutância.
c) Vontade.
d) Cobiça.
Página 2 de 6

3 – A Patrística foi o encontro da filosofia grega com o cristianismo. Primeira


elaboração dos conteúdos do cristianismo pelos Padres da Igreja, o que explica
o nome patrística dado ao período. Nesse período, a questão central residia na:

a) Necessidade de se combater os saberes grego pois eram nocivos para a


juventude.
b) Necessidade de conciliação das exigências da razão humana com a
revelação divina.
c) Necessidade de conciliação entre os nobres camponeses.
d) Necessidade criação de uma nova religião que seria uma mistura da
religião grega e da religião latina.

4 – Sobre a “passionalidade” da filosofia agostiniana que não foi em nenhum


momento irracionalismo ou voluntarismo, é correto afirmar:

a) Podemos duvidar da possibilidade de chegar à verdade.


b) Precisamos valoriza os argumentos dos céticos.
c) As ações da fé se definem pela sua misericórdia e arrogância
d) Se incita a ter fé para entender, também anima a entender para crer
melhor.

5 - Santo Agostinho não construiu um sistema filosófico completo, ainda que as


ideias básicas se mantenham constantes e acusem um claro predomínio
platônico.
Nas assertivas abaixo assinale a que estiver incorreta.

a) Ele mesmo nos conta que começou a ler uma obra de Aristóteles e não
pôde prosseguir.
b) Talvez o tenha afastado o estilo entrecortado, desencarnado, a falta dessa
alma que Santo Agostinho buscava em tudo. Santo Agostinho não parece
feito para encerrar a realidade em categorias.
Página 3 de 6

c) A sua reflexão parte sempre da vida: das coisas que se passam ao seu
redor, das ideias dominantes, dos ataques contra a fé, da interioridade da
sua alma.
d) Ele na verdade é o maior leitor e intérprete dos textos de Aristóteles e seu
sistema filosófico sempre preservou isso.

6 - Como sistema teológico e filosófico a escolástica tentou resolver problemas


e questões tais como, a relação entre a fé e a razão, a possibilidade da
existência de Deus, as diferenças entre realismo e nominalismo. A escolástica
é marcada especialmente pelo desenvolvimento da dialética.

As matérias ensinadas nas escolas medievais eram chamadas de

a) Arte da Guerra com o ensino de técnicas de lutas variadas.


b) Artes liberais, divididas em trívio - gramática, retórica, dialética - e
quadrívio - aritmética, geometria, astronomia, música.
c) Arte autocrática que definia o padrão estético de todo povo,
d) Artes Liberais pois ajudavam na conquista das liberdades coletivas.

7- Leia o texto abaixo

No decorrer do século XVI a cultura renascentista expandiu-se para outros


países da Europa Ocidental e para que isso ocorresse contribuíram as guerras
e invasões vividas pela Itália. As ocupações francesa e espanhola
determinaram um conhecimento melhor sobre as obras renascentistas e a
expansão em direção a outros países, cada um adaptando-o segundo suas
peculiaridades, numa época de formação do absolutismo e de início do
movimento de Reforma Religiosa.

Diante do exposto podemos dizer que o Absolutismo consistiu

a) Numa estratégia de luta absoluta onde os participantes lutam até a morte.


b) Num sistema econômico onde a balança comercial deve ser
desconsiderada.
c) Num sistema político onde o parlamento tem maior poder
d) Num sistema de governo em que a figura do Rei é central e todas as
decisões passaram a serem tomadas por ele.
Página 4 de 6

8 – Conhece a Canção? Então leia o trecho dela a seguir.

Sinto no meu corpo

A dor que angustia

A lei ao meu redor

A lei que eu não queria

Estado violência

Estado hipocrisia

A lei que não é minha

A lei que eu não queria (...)

(TITÃS. Estado Violência. In: Cabeça dinossauro. [S.L.] WEA, 1986, 1 CD (ca. 35’97”).
Faixa 5 (3’07”).

Lendo as frases da Canção “Estado Violência”, da Banda roqueira TITÃS, denuncia a


relação desigual entre o Estado e o Indivíduo. Marque a opção que melhor reflita sobre
essa relação.

a) A canção aceita um regime democrático em que o indivíduo participa da elaboração


das leis.

b) Depõe contra uma situação em que desaparecem conflitos entre o Estado e o


indivíduo

c) Denuncia um Estado, autoritário e violento, indiferente à vontade dos indivíduos

d) reivindica os sentimentos de um homem alienado que se conforma como o Estado


elabora suas políticas e legislação.

9 - Observe a charge e leia o texto a seguir.


Página 5 de 6

Fonte: LAERTE. Classificados. São Paulo: Devir, 2001. p. 25.

Texto

O progresso do pensamento filosófico e dos conhecimentos científicos durante


o século XVII despertaria, no século seguinte, um grande interesse pelos
estudos sociais, políticos e econômicos. Mas o fator essencial para o
surgimento do iluminismo foi o descontentamento da burguesia com a estrutura
vigente.

Com base no texto e na charge, é correto afirmar:

a) A charge faz uma alusão ao ponto de vista iluminista no qual a dimensão


política do homem depende da convivência com seus semelhantes, uma vez
que o homem não basta-se a si próprio.

b) A charge apresenta uma proposta de afastamento dos cidadãos da política


e do convívio social e o texto aponta para o fim dos estudos sociais.

c) O texto, fazendo alusão à afirmação iluminista de que o homem não é um


animal político por natureza e a charge sugere uma crítica a um tipo de político
que ignora a coletividade privilegiando interesses particulares.

d) Tanto a charge quanto o texto apresentam a ideia de que a vida em


sociedade degenera e aprisiona o homem, tornando-o um animal político..

10 - Esclarecimento é:
Página 6 de 6

(...)
a saída do homem de sua menoridade, da qual ele próprio é culpado. A
menoridade é a incapacidade de fazer uso de seu entendimento sem a direção
de outro indivíduo. O homem é o próprio culpado dessa menoridade se a causa
dela não se encontra na falta de entendimento, mas na falta de decisão e
coragem de servir-se de si mesmo sem a direção de outrem. Tem coragem
de fazer uso de teu próprio entendimento, tal é o lema do esclarecimento. A
preguiça e a covardia são as causas pelas quais uma tão grande parte dos
homens, depois que a natureza de há muito os libertou de uma condição
estranha, continuem, no entanto, de bom grado menores durante toda a vida.

KANT, I. Resposta à pergunta: o que é esclarecimento? Petrópolis: Vozes,


1985 .

Sobre o conceito de Esclarecimento descrito por Kant acima é correto afirmar

a) O Esclarecimento é uma libertação da ignorância rumo ao entendimento.


b) O Esclarecimento é o encontro do homem com a falta de coragem e a
falta de decisão.
c) O Esclarecimento é prisão do homem às dimensões da natureza.
d) O Esclarecimento é a falta de direção de um e de outro indivíduo.