Você está na página 1de 18

ATLAS DO

CORPO HUMANO
ATLAS DO
CORPO HUMANO
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
DIVISÃO DO CABEÇA - É constituída por crânio e face. O crâ-
nio protege o encéfalo, que é formado pelo cérebro,

CORPO HUMANO
cerebelo e bulbo. Na face encontram-se os órgãos
dos sentidos: olhos, boca, nariz e ouvidos, respon-
sáveis por visão, mastigação, paladar, respiração e
O corpo humano é dividido em cabeça, tronco audição. A face é coberta pela pele, que também é
e membros. Cada parte possui um tipo de funcio- responsável pelo tato. A cabeça funciona
namento e elas integram-se harmoniosamente. como um centro operacional, que recebe
O estudo do corpo humano, que considera a for- e comanda ações e reações do corpo. A
ma e a estrutura, recebe o nome de Anatomia; e o união entre o tronco e a cabeça é feita
estudo das funções dos órgãos chama-se Fisiologia. pelo pescoço.

MEMBROS - São divididos


em pares, sendo um par de
TRONCO - É formado por membros superiores e outro de
tórax e abdome. Possui a cavidade membros inferiores. Os membros
torácica, o coração, os pulmões e o esô- superiores ou torácicos são cons-
fago, por onde passam os alimentos. O tituídos pelos ombros, braços,
abdome abriga o estômago, fígado, baço, antebraços e mãos. Os ombros
pâncreas, rins, intestinos e bexiga. Popular- fazem a ligação entre tórax e bra-
mente o tórax é chamado de peito e o abdo- ços. Já os membros inferiores ou
me de barriga. No corpo feminino, o abdo- pélvicos são compostos por qua-
me apresenta também os ovários e o útero. dril, coxas, pernas e pés. Nesses
O abdome e o tórax unem-se por meio do membros é o quadril que faz a
músculo do diafragma. união entre coxas e tronco.

O corpo humano
e suas funções
Para que o corpo humano possa sobreviver Funções de relação
e procriar, é necessário que ele adquira boas São responsáveis pela relação
condições em suas funções de nutrição, rela- entre o homem e o meio ambiente.
ção e reprodução. Entre os processos de relação estão
os sistemas de locomoção, fonação,
Funções de nutrição audição, visão, olfação e gustação.
Para o organismo sobreviver é preciso
que ele se alimente. Junto com a alimenta- Funções de reprodução
ção vêm a respiração, digestão, circulação Para que ocorra a propaga-
e excreção. Todas essas funções estão inter- ção da espécie, é necessário
-relacionadas e agem para que o indivíduo que o homem se reprodu-
possa praticar desde a mínima ação, como za. Todos os indivíduos em
mexer um dedo, até atividades mais intensas, condições físicas normais
2 como levantar algo pesado. podem se reproduzir.
CÉLULA também, a função de controlar a entrada e saída
de substâncias, nutrientes e resíduos da célula. É
por onde o alimento digerido terminará passando
As células são pequenas estruturas com as quais após a digestão completa de uma refeição. O cito-
se constroem tecidos vivos. A célula funciona de for- plasma é composto principalmente por água. Nele
ma complexa, e realiza todas as funções vitais. No encontram-se estruturas denominadas organelas.
ser humano, seus componentes fundamentais são a O núcleo é o centro de controle da célula. É cons-
membrana celular, o citoplasma e o núcleo. A mem- tituído de material hereditário ou genético (DNA),
brana celular envolve e protege a célula, tendo, presente nos cromossomos.

membrana celular

citoplasma

ribossomo

retículo
endoplasmático
centríolo

complexo
Golgiense

membrana
nuclear
poro da
lisossomo membrana núcleo
nuclear
nucleoplasma
nucléolo
mitocôndria

O nosso corpo é formado por diversos tipos


Tipos de célula
de células, que desempenham diferentes glóbulos brancos células do tecido células adiposas células da pele
funções, formando tecidos e órgãos, atuando, (neutrófilos) ósseo (osteoblastos) (epitélio ciliado)
assim, na manutenção de nossas vidas.

Saiba Mais arredondadas difusas triangulares cúbicas


Células – núcleo e cromossomo
neurônio (estrelar) fibras musculares fibras
Em todas as células dos seres vivos estriadas musculares lisas
existem os cromossomos, que são respon-
sáveis pelas características hereditárias, fibras de
ou seja, tudo que somos fisicamente e até nervo

mesmo o modo de agir estão expres- oxônio


célula do tecido
glóbulos vermelhos
sos dentro dessa pequena estrutura. (eritrócitos)
cartilaginoso
(condrócitos)
O cromossomo é formado pelos
genes, que por sua vez são for- núcleo
mados pela molécula do DNA cromossomo terminações
(ácido desoxirribonucleico). duplicado axônicas dendritos
3
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
SISTEMA ÓSSEO meio de um complexo sistema de junções e articu-
lações; e produzir células sanguíneas.
O esqueleto é formado por 206 ossos, nú-
O esqueleto é o elemento estrutural básico do mero que varia de acordo com a idade, pois
corpo humano, sendo responsável por sua forma em idosos há a tendência de os ossos se uni-
e atividades. É o resultado de uma longa evolução rem, diminuindo assim a quantidade, o que
que teve início há milhões de anos. Suas principais também ocorre em recém-nascidos. Represen-
funções são: proteger os órgãos, como o coração ta cerca de 20% do peso de um adulto e 25%
e o cérebro; permitir o trabalho dos músculos, por de sua massa corporal.

O esqueleto (vista anterior) O esqueleto (vista posterior)


parietal frontal parietal
temporal temporal
occipital nasal zigomático occipital
maxilar
mandíbula
clavícula coluna cervical

vértebras
escápula escápula
úmero úmero
caixa torácica
costelas

costelas
ulna crista ilíaca flutuantes
ossos do quadril
rádio ilíaco
(ílio, ísquio e púbis)
carpais sacro

metacarpais
falanges
ísquio

fêmur cóccix fêmur

patela

tíbia tíbia

fíbula fíbula

tarsais
metatarsais

falanges
calcâneo

Saiba Mais
núcleos de epífise
O desenvolvimento dos ossos ossificação
medula
Os ossos são estruturas vivas e dinâmicas que se cartilagem de óssea
modificam ao longo do tempo. A maioria dos conjugação
Sequência
ossos do esqueleto desenvolve-se a partir de um de imagens
cartilagem
processo de substituição de cartilagem. Ele se diáfise que mostra
o crescimento
fortalece porque velhas células ósseas morrem de um osso.
e são reabsorvidas, facilitando o depósito de osso
cálcio, enquanto novas vão surgindo, transfor- metáfise
mando parte da cartilagem em osso. medula óssea epifise
4
SISTEMA MUSCULAR Os músculos são estruturas Saiba Mais
Os músculos são a massa orgânica que envolve que se contraem e relaxam para
o esqueleto, reveste e protege os órgãos. São eles gerar movimentos. Dessa forma, Que pesado!
que possibilitam o movimento dos membros, das conseguimos andar, correr, pular, Os músculos
articulações e do esqueleto. São formados pelas nadar, escrever, engolir, fazer o
representam 40% do
fibras musculares (célula do tecido muscular) e re- sangue circular no organismo,
peso do nosso corpo.
presentam grande porcentagem do peso total de urinar, defecar, piscar os olhos,
uma pessoa. rir, respirar etc.

Os músculos (vista anterior) Os músculos (vista posterior)


músculo temporal músculo temporal
músculo frontal
orbicular das pálpebras
músculo músculo
esternoclidomastóideo esternoclidomastóideo

trapézio trapézio
deltoide
peitoral

bíceps braquial
serrátil
anterior tríceps grande dorsal
reto
abdominal oblíquo externo ulnar
transverso supinador extensor
abdominal palmar longo dos dedos
glúteo médio
flexor radial
glúteo máximo

glúteo médio grande adutor


bíceps
femural

semimembranoso

plantar

gastrocnêmio gastrocnêmios
tibial
anterior
fibular

extensor
dos dedos

O sistema muscular é composto por três tipos de músculos:


Liso Estriado esquelético
Dotado de movimentos involuntários, possui Suas células possuem vários Saiba Mais
contrações lentas; suas células são dotadas de um núcleos e estrias transversais. Seus
só núcleo, são curtas e lisas, não apresentando es- movimentos são voluntários, ou Músculos x Movimento
trias transversais. O músculo liso é encontrado em seja, só se movimentam sob co- Todo movimento
órgãos como os pulmões, estômago e intestino. mando. Sua principal diferencia- que fazemos
ção está no fato de o músculo es- devemos aos
Estriado cardíaco
tar ligado ao esqueleto. Embora músculos.
Encontrado no coração, suas células possuem existam casos em que os tendões Desde um piscar
vários núcleos e estrias transversais. Seus movimen- ou as aponeuroses não se ligam de olhos até uma
tos são involuntários, ou seja, não dependem do ao esqueleto, e sim às cartilagens, pirueta no ar.
nosso comando. derme, outros músculos etc. 5
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
SISTEMA a circulação do sangue, uma das funções essen-
ciais que se realizam no corpo humano, já que

CARDIOVASCULAR
graças a ela é possível o transporte de oxigênio
e elementos nutritivos a todas as células do cor-
po, além da coleta e da eliminação do dióxido
O coração, as artérias, as veias e os capilares de carbono e das substâncias e resíduos que se
constituem o aparelho circulatório, que possibilita produzem nas mesmas.

Coração Capilares
Principal órgão da circulação. Trata-se de um Os capilares possuem paredes finíssimas, não pos-
espesso músculo oco, formado de fibras entre- suem válvulas e ligam artérias e veias. Eles transportam
laçadas. Tem como função bombear o sangue uma mistura de sangue oxigenado e desoxigenado.
para todo o corpo.
Artérias
aorta
veia cava
As artérias têm paredes musculares espessas e
superior artéria pulmonar elásticas. Não possuem válvulas e transportam san-
esquerda
gue oxigenado do coração para todo o corpo.
átrio esquerdo
veia magna
do coração Veias
átrio artéria
direito coronária As veias têm paredes finas, pouco elásticas e
artéria esquerda possuem válvulas. Elas transportam sangue deso-
coronária
direita ventrículo xigenado do corpo para o coração.
esquerdo
veia cava
ápice
inferior Vasos do corpo
ventrículo direito (artérias, em vermelho; veias, em azul)
Sangue veia temporal
O sangue é um tecido vivo. Formado de plas-
artéria occipital
ma e células ou glóbulos vermelhos e brancos. São
produzidos na medula óssea e sua função é trans- artéria maxilar
veia jugular artéria carótida
portar alimento e oxigênio a cada uma das células. artéria subclávia
veia subclávia tronco braquiocefálico
Ele também é responsável pela limpeza do organis- veia cava
mo, carregando resíduos das células para o fígado superior artéria pulmonar
veia pulmonar artéria axilar
e para os rins, de onde são eliminados. veia cava
inferior

Saiba Mais
Esquema da A circulação que vai do
circulação sanguínea ventrículo direito ao átrio
esquerdo, passando pelos
capilares da pulmões, é chamada pe-
cabeça e pescoço
quena (pulmonar); a que vai
do ventrículo esquerdo ao
capilares
dos pulmões
átrio direito, passando pelos veia safena lateral
diferentes órgãos, é a gran-
capilares de circulação (geral). Como
do fígado
ilustrado abaixo, o sangue
capilares do arterial (em vermelho) é bom-
estômago
beado pelo coração para os
capilares órgãos. Neles, o sangue ar-
da bexiga terial deixa oxigênio e recebe
capilares dos gás carbônico tornando-se
membros inferiores venoso (em azul). artérias digitais
veias digitais
SISTEMA gestório, constituído por boca, faringe, esôfago, es-
tômago e intestinos; e glândulas anexas.

DIGESTÓRIO As glândulas anexas são:


• glândulas salivares: constituídas por três pa-
Os alimentos que ingerimos se transformam em res de glândulas situadas na boca, são encarrega-
músculos, sangue, ossos e na energia necessária das de produzir saliva;
para viver. Esse processo de transformação chama- • fígado: é a glândula mais volumosa do corpo
-se digestão. Nele o alimento é reduzido para que humano e tem como funções: desintoxicar e des-
o corpo o absorva da melhor forma possível, aten- manchar gorduras;
dendo às necessidades do organismo. • pâncreas: é uma glândula com forma de
O processo de digestão é lento e trabalhoso, cacho situada na cavidade abdominal. O pâncre-
levando em torno de 8 horas para terminar. Os as desempenha duas funções diferentes: uma de
nutrientes retirados dos alimentos e a energia for- secreção externa, que intervém na digestão (suco
necida por eles entram em ação em pouco tempo. pancreático), e outra, de secreção interna e caráter
O conjunto de órgãos no qual a digestão se endócrino, produzindo insulina que abaixa a taxa
realiza pode ser dividido em duas partes: tubo di- de açúcar no sangue.

Etapas da digestão:
língua
1a etapa – assim que um alimento glândula paró-
é ingerido, o processo de digestão começa. tida
1 glândula
Na boca (1), o alimento é cortado e triturado glândula
sublingual
submandibular
pelos dentes, por meio da mastigação.
faringe
2a etapa – após sair da boca, o alimento vai para o
esôfago (2) e daí, por meio de contrações musculares
produzidas por esse órgão, vai para o estômago (3). esôfago
2
3a etapa – nesta etapa, o alimento encontra-se no
estômago (3) e será alvo de uma “chuva ácida”, que
contribui no processo de desintegração do alimento.
diafragma
fálico
4a etapa – saindo do estômago, o bolo alimentar, que
monar agora é chamado de quimo, vai para o duodeno (4). estômago
r 3
Dessa etapa participam o pâncreas e o fígado, com vesícula
substâncias que dão continuidade ao processo químico. biliar
fígado 4 pâncreas
5a etapa – nesta etapa ocorre a maior absorção 6 cólon
de nutrientes. Os nutrientes, atravessam as paredes duodeno transverso
do intestino (5) e entram na corrente sanguínea, intestino cólon des- intestino
abastecendo as células do organismo. delgado cendente grosso
5 cólon
6a etapa – nesta última etapa, o que sobrou da fase apêndice ascendente
verminose
anterior chega ao intestino grosso (6). No final do bexiga
intestino grosso, o quimo adquire cor castanha e
consistência pastosa, são as fezes, que serão eliminadas 7
reto
pelo reto (7), última parte do intestino grosso. ânus

Saiba Mais
Fígado: um órgão fundamental - O fígado, pesando O fígado tem características que impressionam,
1,5 kg, é a maior glândula do corpo humano e um dos como continuar funcionando mesmo quando
órgãos mais complexos. Executa mais de 500 funções, cortado ao meio; ser o único órgão que se
entre elas a de sintetizar proteínas e desintoxicar o regenera; ser um dos órgãos que causa menos
organismo do efeito de drogas, o que explica o interesse rejeição em transplantes; e, em caso de entrar em
dos cientistas em estudá-lo a fundo. falência, não existir tratamento que o recupere.
7
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
SISTEMA No final do processo, os bronquíolos agrupam-
-se em cachos chamados de alvéolos, que são pe-

RESPIRATÓRIO
quenos sacos de ar nos quais se realiza a troca de
gases com o sangue. Nessa hora, a célula absorve
o oxigênio e libera o gás carbônico.
A respiração é um processo involuntário e auto- Os movimentos respiratórios ocorrem devido
mático, no qual se extrai o oxigênio do ar na inspi- à presença dos músculos intercostais e do dia-
ração e se expulsa o gás carbônico na expiração. fragma. Na inspiração, eles se contraem, au-
A inspiração começa no nariz ou na boca, onde mentando o volume da caixa torácica. Com essa
o ar se aquece e umedece. Depois passa pela fa- contração, o ar é empurrado aos pulmões, que
ringe, segue pela laringe e penetra na traqueia. aumentam de volume.
Na altura da metade do peito, a traqueia di- Na expiração, os músculos intercostais e o dia-
vide-se em dois brônquios que, após repetidas e fragma relaxam, diminuindo o volume da caixa to-
sucessivas divisões, ramificam-se em aproximada- rácica; com isso há uma compressão dos pulmões,
mente 250 mil bronquíolos. que expulsam o ar.

traqueia
bronquíolos
fossas nasais
faringe
boca

laringe
traqueia

brônquios

pulmão
Os bronquíolos são as vias aéreas mais estreitas,
apresentando um diâmetro de apenas 0,005 milímetro.

Saiba Mais
Pulmões: os principais órgãos
do sistema respiratório
Os pulmões são duas grandes massas
O sistema respiratório apresenta duas partes: esponjosas, com aproximadamente
as vias respiratórias, formadas por 25 cm de comprimento e 700 g, localizadas
boca, fossas nasais, faringe, laringe, traqueia, no tórax e protegidas pelas costelas.
brônquios e bronquíolos; e os pulmões. O pulmão direito é maior que o pulmão
esquerdo, pois entre eles há um espaço
para acomodar outros órgãos,
Saiba Mais como coração, esôfago e grandes vasos.
Os pulmões são protegidos por duas
Haja ar! membranas, chamadas de pleuras. Entre
Respiramos aproximadamente 17 vezes as pleuras interna e externa há um líquido
por minuto. Na respiração normal que as lubrifica e permite o deslizamento
introduzimos ½ litro de ar nos pulmões. de uma sobre a outra durante a respiração.
8
SISTEMA LINFÁTICO todo o corpo. Servem principalmente de primeira barreira
do organismo contra agressões do meio ambiente.
As adenoides são nodos linfáticos localizados na
É o principal sistema responsável pela proteção parte de trás do nariz e, juntamente com as tonsilas,
e defesa do organismo. Faz parte do sistema imuno- formam a linha de frente de defesa do tonsilas.
lógico. É constituído por vasos, linfonodos, dutos e O baço está situado na parte esquerda da cavi-
órgãos linfáticos (as tonsilas, as adenoides, o baço dade abdominal. É um órgão linfático encarrega-
e o timo) que produzem e transportam a linfa dos do de produzir linfócitos que, após entrar no san-
tecidos para a corrente sanguínea. Os vasos linfáticos gue, auxilia na formação e síntese de anticorpos,
possuem calibre pouco maior que os capilares san- funcionando como um filtro de sangue.
guíneos e têm a extremidade fechada (fundo cego). Apesar do papel importante que tem no sistema
Os linfonodos (novo nome para gânglios linfáti- imunológico, o baço não é essencial. Suas funções
cos) são estruturas mais ou menos arredondadas, do são assumidas por outros órgãos em sua ausência.
tamanho de um feijão (nódulo), que ficam presas aos O timo é um órgão linfático que cresce até a
vasos linfáticos. Eles são encontrados em grupos por puberdade. Depois disso, sofre atrofia progressiva
várias partes do corpo, e em maior concentração no no idoso. A função do timo é promover a matu-
pescoço, axilas e virilha. São centros de afluência dos ração dos linfócitos que vieram da medula óssea.
vasos linfáticos, onde se filtram a linfa e se eliminam
os corpos estranhos e as substâncias tóxicas (bacté- O que é linfa?
rias, vírus, células cancerosas). Durante a ocorrência A linfa é um líquido transparente, claro e ligeira-
de doenças, podem aumentar de tamanho e ficar do- mente amarelado. Sua composição é similar a do
loridos, formando a íngua. sangue mas sem hemáceas (glóbulos vermelhos).
As tonsilas são estruturas produtoras de células A linfa contém leucócitos (glóbulos bran-
que participam da imunidade do local ou de cos) dos quais 99% são linfócitos.

adenoides Imagem que reproduz linfonodos servindo


de barreira para as agressões do organismo.

amígdalas agressor (micróbios, bactérias, vírus)


ou tonsilas

linfonodos

timo linfonodos

vasos
linfáticos
Saiba Mais
baço Melhor prevenir do que remediar
Apesar de todos os mecanismos de defesa do organismo, às vezes,
medula óssea
algumas doenças conseguem se instalar. Para combater essas
doenças, desenvolveram-se as vacinas. A vacina é um reforço
ao sistema de defesa que ajuda na proteção de nosso organismo.
São feitas de antígenos (micro-organismos) mortos ou atenuados,
que ao serem aplicados no corpo fazem com que ele comece a
produzir anticorpos. Quando o corpo vacinado entra em contato com
a doença verdadeira, seu sistema imunológico reconhece o antígeno
e imediatamente produz anticorpos, combatendo a doença.
9
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
SISTEMA ENDÓCRINO e mamas na mulher) e no nível de concentração de
substâncias vitais ao organismo (ex.: taxa de açú-
car no sangue e de cálcio nos ossos).
O sistema endócrino, juntamente com o sistema O mecanismo desse sistema é altamente
nervoso, desempenha um trabalho de coordena- preciso. As glândulas endócrinas liberam os
ção, regulação e controle sobre as funções de de- hormônios na corrente sanguínea atingindo to-
terminados órgãos do corpo. das as células do corpo. Mas apenas as células-
Esse trabalho é realizado por meio das glân- -alvo respondem aos estímulos específicos da
dulas endócrinas, responsáveis pela secreção de secreção.
substâncias denominadas hormônios. As principais glândulas endócrinas do organis-
Os hormônios têm como função estimular ou mo são a hipófise, a tireoide, as paratireoideas, as
inibir reações bioquímicas, regulando as ativida- suprarrenais, o pâncreas, os ovários (na mulher) e
des do corpo. Eles interferem nas reações humanas os testículos (no homem). As glândulas e sua lo-
(ex.: medo, desejo), no crescimento e desenvolvi- calização são iguais no homem e na mulher, com
mento físico (ex.: surgimento de barba no homem exceção das glândulas sexuais.

hipotálamo

hipófise hipófise

tireoide
tireoide
glândulas glândulas
paratireoideas paratireoideas

suprarrenais

pâncreas suprarrenais

pâncreas

ovário

testículos

Saiba Mais
Reação ao perigo
A adrenalina é o hormônio produzido os batimentos cardíacos aumentam
nas suprarrenais. É liberado nas situações e o fígado produz e libera glicose, o que ajuda
de emoções fortes. Nessas ocasiões, o corpo a reagir em situações de tensão.
10
Saiba Mais Exerce controle e regula as
atividades de todas as outras
HIPÓFISE
glândulas do corpo. Produz
Diabetes o hormônio do crescimento.
O diabetes é uma deficiência na produção e utili-
zação de um hormônio produzido no pâncreas, a Secreta os hormônios tri-
insulina, que atua no sangue controlando a entra- TIREOIDE iodotiroxina e a tiroxina,
da de açúcar nas células. Se esse hormônio não que regula o metabolismo.
realiza sua função de maneira satisfatória, o açú-
car atinge taxas muito elevadas, comprometendo, São responsáveis pelo
assim, todo o organismo. Afeta, principalmente, a PARATIREOIDE controle da absorção de
circulação, os nervos, os olhos, os rins etc. cálcio no sangue e nos ossos.
Há dois tipos de diabetes: no tipo 1 as células do
pâncreas são incapazes de produzir insulina. Os Produz a insulina,
portadores desse tipo necessitam aplicar o hormô- PÂNCREAS que controla o nível de
nio, em geral são magros e jovens; já o tipo 2 está glicose no sangue.
relacionado ao fator hereditário e à obesidade, e é
frequente em indivíduos de mais de 40 anos. Produzem os hormônios
Os sintomas mais co- controladores das taxas
SUPRARRENAL
muns são: sede exces- de sódio, potássio e água,
siva, urina abundante, além da adrenalina.
fadiga e alteração de
peso. A dosagem de gli- Produzem os hormônios
cose no sangue é quan- OVÁRIO progesterona e o
tificada com facilidade (NA MULHER) estrógeno, que induzem à
por meio de aparelhos, ovulação e à menstruação
como o da ilustração ao
lado, no qual a medição São responsáveis pela
é feita com apenas uma TESTÍCULOS
produção do hormônio
gota de sangue. (NO HOMEM)
testosterona.

A hipófise, embora tenha o tamanho de um feijão, Os ovários produzem os hormônios progeste-


é considerada a glândula mestre, pois exerce controle rona e o estrógeno, que induzem à ovulação e à
e regula as atividades de todas as outras glândulas do menstruação, além de propiciar o desenvolvimento
corpo. Produz o hormônio do crescimento. das características sexuais femininas, como o cres-
A tireoide, glândula localizada na frente da tra- cimento das mamas e dos quadris.
queia, secreta os hormônios tri-iodotiroxina e a ti- Os testículos são responsáveis pela produção
roxina, que regula o metabolismo. do hormônio testosterona. Permite ao homem de-
A falta de iodo na limentação faz com que a senvolver suas características sexuais secundárias,
glândula tireoide aumente, originando o bócio ou como a mudança de voz, pelos na puberdade e a
papo. A adição de iodo no sal de cozinha evita ocorrência de espermatozoides na ejaculação.
esse problema.
As glândulas paratireoideas ficam atrás da tireoi-
de. São quatro pequenas glândulas, do tamanho de Saiba Mais
um feijão. Elas são responsáveis pelo controle da
absorção de cálcio no sangue e nos ossos. Como o sistema nervoso
As glândulas suprarrenais estão situadas sime- entra nessa história?
tricamente sobre os rins. Produzem os hormônios O sistema nervoso participa do sistema
controladores das taxas de sódio, potássio e água, endócrino por meio do hipotálamo (localizado
além da adrenalina. no cérebro, próximo à hipófise), que controla
O pâncreas produz a insulina, que controla o o hormônio da glândula hipófise, a mais
nível de glicose no sangue. A insulina controla a importante do sistema endócrino, e atua como
entrada de açúcar nas células, regulando a taxa de regulador das outras glândulas desse sistema.
glicose no sangue. 11
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
SISTEMA SENSORIAL Gustação
A gustação ou paladar é a capacidade de perce-
ber e distinguir sabores do que for levado à boca. Esse
Os cinco sentidos
sentido é exercido pela língua, que possui papilas gus-
Olhos, pele, orelhas, língua e fossas nasais são os tatórias, nas quais se encontram os botões gustatórios,
órgãos que têm a capacidade de transmitir os diversos que são corpúsculos microscópicos dotados de células
estímulos do ambiente em impulsos nervosos. Esses são neuroepiteliais capazes de reagir ao contato das molé-
transmitidos ao cérebro, de onde partem as “ordens” culas que vêm do meio externo. Esses botões gustativos
que determinam as diferentes reações do nosso organis- recebem informações que transmitem ao cérebro pelo
mo. Responsáveis pela visão, tato, audição, gustação e nervo gustativo.
epiglote
olfato, esses órgãos compõem o sistema sensorial.

Visão papilas
valadas
A visão é o principal amargo
sentido do ser humano. sulco mediano papilas
O olho é responsá- cílios da língua fungiformes
vel por captar a luz ex-
ácido
terna e passar informa- esclerótica
ções para o cérebro. pálpebras salgado papilas
pupila
íris filiformes
doce

Audição Olfação
A orelha proporciona o sentido da audição e A olfação é a capacidade de perceber e distinguir
também está relacionada ao equilíbrio do corpo. odores. O órgão receptor desse sentido é a mucosa
Entenda como ouvimos os sons: as ondas sono- pituitária olfativa, que reveste as partes mais profun-
ras são captadas pelo ouvido externo. das das fossas nasais. Essas possuem em sua parte
Em seguida, são conduzidas até o tímpano, fazendo- superior células olfatórias capazes de perceber odo-
-o vibrar. No ouvido médio, bigorna, martelo e estribo res. Essas células transmitem informações ao nervo ol-
transmitem as vibrações ao ouvido interno. As vibrações fativo, que as conduzem ao cérebro (por meio do ner-
provocam a agitação do líquido da cóclea. O nervo au- vo olfativo), onde serão interpretadas como um odor.
ditivo, presente na cóclea, capta essas vibrações sonoras
produzindo impulsos elétricos e os transmite ao cérebro, cometo
(concha superior)
que analisa e identifica os diferentes sons.
seio esfenoidal fossa nasal
bigorna cometo (concha média)
martelo
estribo cometo (concha inferior)
pavilhão nervo auditivo
auditivo palato mole
vestíbulo
cóclea úvula (campainha)

tonsina palatina
lóbulo (amígdala)
tímpano osso temporal epiglote
conal auditivo

poro
corpúsculo
Tato estrato haste pilosa sudoríparo
de Meissner
córneo
O sentido do tato é exercido epiderme
pela pele, que possui três cama-
das: epiderme, derme e hipoder- derme
glândula
me. Na derme e na hipoderme sebácea
existem receptores capazes de veia hipoderme
perceber os estímulos táteis e fibra nervosa
corpúsculo
transmiti-los, por meio dos ner- músculo
glândula tecido
de Pacini
eretor do
12 vos, ao cérebro. bulbo piloso
pelo
folículo piloso sudorípara adiposo
SISTEMA NERVOSO O sistema nervoso central é formado pelo en-
céfalo (cérebro, cerebelo e bulbo) e pela medula
raquidiana ou espinhal; é protegido pelos ossos da
A Ciência diz que o sistema nervoso é o mais com- caixa craniana e da coluna vertebral e também por
plexo de todos os sistemas humanos. Todo o nosso membranas chamadas meninges.
comportamento é regido por ele. Os neurônios (célu- O sistema nervoso periférico é formado pelos
las nervosas) transmitem impulsos eletroquímicos e as nervos, por meio dos quais o sistema nervoso cen-
informações são codificadas em nosso cérebro. tral se comunica com o restante do organismo.
O treinamento constante da mente resulta no es- O sistema nervoso autônomo é formado por gân-
tabelecimento de mais conexões entre as células do glios e nervos e é dividido em simpático e parassimpáti-
tecido nervoso. Ler, estudar, entender e praticar ações co. Tem a função de controlar os batimentos cardíacos,
fazem com que o nosso corpo ative as células ner- a secreção digestiva, os movimentos peristálticos etc. A
vosas. Quanto maior o número de conexões, mais diferença funcional entre os dois setores desse sistema
desenvolvida será a inteligência de um indivíduo. (simpático e parassimpático) refere-se às substâncias li-
beradas em suas terminações: simpático noradrenalina
Como funciona o sistema nervoso (epinefrina) e parassimpático (acetilcolina). Seus efeitos
O sistema nervoso divide-se em central, periféri- são opostos, isto é, quando o simpático estimula uma
co e autônomo, mas todos trabalham integrados e certa ação e inibe outra, o parassimpático inibe a pri-
sincronizados. meira e estimula a segunda.

cérebro O sistema nervoso

cerebelo
forma no organismo
uma rede de Saiba Mais
comunicação entre
nervo cervical o cérebro e todos os
órgãos do corpo. Neurônios - As células que fazem dendritos

medula espinhal parte do sistema nervoso são chamadas corpo


de neurônios. A função dos neurônios é celular
gânglio espinhal
conduzir os impulsos nervosos. O neurônio
é composto por dendritos, corpo celular
axônio
e axônio. Os dendritos sempre trazem
o impulso nervoso para o corpo
nervos
torácicos celular, enquanto o axônio leva o terminações
impulso para fora do corpo celular. axônicas

nervo
radial
As partes do
rede de cérebro
nervos
nervo
femoral O cérebro é constituído de oito áreas:
1 Área frontal 5 Área do paladar
Função: planejamento, e do olfato
nervo ciático emoção e julgamento. Função: detecção
2 Área da fala do gosto e do cheiro.
Função: produção 6 Área tátil
nervo tibial da fala e articulação. Função: processamento
3 Área auditiva e interpretação
Função: detecção e das sensações de tato.
7
distribuição dos sons. 7 Área motora
6
4 Área da visão Função: coordenação
Função: detecção, do movimento corporal.
2 8
1 5 4 percepção 8 Área de Wernicke
3 e processamento Função: compreensão
de imagens. da linguagem.
13
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
SISTEMA URINÁRIO pela filtragem do sangue e formação da urina.
Após o sangue entrar nos rins pela artéria renal,
passar por vários processos e ramificações, ele é
O sistema excretório é a principal via de eli- filtrado. Os rins filtram todas as substâncias da
minação de resíduos do organismo. É formado corrente sanguínea, formando parte da urina que
por dois rins e pelas vias urinárias, compostas passa de forma contínua pelos uréteres até a bexi-
por dois uréteres, uma bexiga e uma uretra. A ga, onde é armazenada. A urina é constituída por
principal função do sistema excretório é produ-
água, sais minerais, ureia e outras substâncias.
zir e eliminar urina.
Depois de armazenada na bexiga, a urina passa
Os rins são dois órgãos situados na parte pos-
terior do abdome. Sua função é formar e con- por um conduto denominado uretra, até ser elimi-
centrar a urina. Para isso, dispõem de unidades nada para o exterior do organismo.
microscópicas denominadas néfrons. Os néfrons Quando a bexiga está cheia, ocorre o reflexo e
são unidades fundamentais dos rins, responsáveis vontade de urinar e, assim, ela é esvaziada.

Saiba Mais
Sistema urinário masculino
A bexiga do homem é maior que a da mulher e
está localizada na frente do reto. A uretra é mais
larga, alongando-se até o pênis. Uma das funções
importantes da uretra é servir de caminho para o
sêmen, indo da próstata até o pênis.

rim

uréter
rim

artéria renal
bexiga
próstata uretra
veia renal glândulas
suprarrenais testículo pênis
uréter

bexiga Sistema urinário feminino


urinária
A bexiga localiza-se ao lado do útero. A uretra
uretra da mulher é menor tanto no tamanho quanto
na largura, comparando com a do homem.
Sua abertura fica entre a vagina e o clitóris.

Um filtro rim

potente uréter

Durante 24 horas são filtrados cerca


de 180 litros de sangue. Apesar deste útero
grande volume, a produção de urina é bexiga
uretra
de aproximadamente 1,5 litro por dia. abertura
vaginal

14
SISTEMA a sustentabilidade para que ocorra a penetração. Após
sucessivos estímulos, pode ocorrer a ejaculação.

REPRODUTOR A bolsa escrotal abriga os testículos e os epidídi-


mos. Esses órgãos são externos. Isso porque os esper-

MASCULINO
matozoides, que são produzidos e armazenados, pre-
cisam de uma temperatura mais fria que a do corpo
humano. São produzidos, ao dia, aproximadamente
Durante o ato sexual, o homem é estimulado e seu 150 milhões de espermatozoides e são mantidos,
pênis fica ereto. A ereção ocorre devido à maior circu- pelo homem, cerca de 2 bilhões deles constantemen-
lação sanguínea no corpo peniano, especificamente te. Os espermatozoides que não saírem pela ejacula-
nos corpos cavernosos. A firmeza do pênis é que dará ção serão destruídos pelo organismo.
Corte lateral do Sistema duto
ejaculador
Órgãos reprodutores
Reprodutor Masculino bexiga uréter externos

vesículas seminais pênis

ducto deferente

próstata bolsa escrotal


corpo esponjoso ou escroto
corpo
cavernoso
pênis
uretra

epidídimos A cauda do espermatozoide


(célula reprodutora
masculina) é adquirida
enquanto ele está nos
testículo epidídimos.
bolsa
escrotal

Saiba Mais
Camisinha é imprescindível • Coloque a camisinha com o pênis ereto, no máximo da
• Não utilize camisinhas armazenadas ereção. (Veja sequência de imagens abaixo.)
em embalagens contendo ar, pois estão • Deixe uma folga na ponta, aperte-a até sair o
fora do prazo e impróprias para o uso. ar e desenrole-a até a base do pênis.
• Exija sempre o selo do INMETRO. • Após a relação sexual, tire a camisinha com o
• Converse com seu (sua) parceiro (a) pênis ainda ereto e jogue-a fora.
e negocie previamente o uso do preservativo. • Ao final do contato sexual, lave os órgãos
• Adquira a camisinha com lubrificante; sexuais com água e sabonete.
não utilize saliva nem lubrificantes oleosos como a • Atenção para o consumo de bebidas
vaselina, eles podem estragar o preservativo. alcoólicas, pois, frequentemente, levam ao
• Se necessário, utilize lubrificantes que não prejudiquem esquecimento do uso do preservativo.
a estrutura do látex (geralmente à base de água). • Use sempre camisinha, não se esqueça!

15
MINIATLAS DO CORPO HUMANO
SISTEMA Ovulação e Fecundação
Durante a ovulação, se a mulher tiver relações

REPRODUTOR sexuais sem nenhuma prevenção contra a gravidez,


a fecundação poderá ocorrer. Assim que o sêmen

FEMININO
é ejaculado na vagina, os espermatozoides nadam
até as tubas uterinas (figura I), fecundando-o. Após
cinco dias, as células, já em fase de crescimento
O sistema reprodutor feminino é composto de (figura II a IV) se fixarão no útero, processo que se
vários órgãos: a vulva (parte externa), a vagina, o chama nidação (figura V).
útero, dois ovários e duas tubas uterinas. A vagina
recebe o pênis na hora da penetração, durante a Etapas da formação
relação sexual. Aos ovários cabe maturar as células do embrião
reprodutoras femininas, denominadas óvulos (eles
são formados durante o desenvolvimento embrio- (II)
(III)
nário); e, além disso, produzem os hormônios femi-
ninos: estrógeno e progesterona. O útero tem como (IV)
função alojar e desenvolver o embrião. As tubas
uterinas são canais de comunicação entre o útero e
os ovários, e é nelas que ocorre a fecundação.

Corte lateral do Sistema (I)


Reprodutor Feminino (V)
corpo tuba ligamento
osso sacro uterino ovário uterina redondo

Gestação
No primeiro mês, o embrião tem aproxima-
damente 1 cm e pesa menos que 1 g. Nesse perí-
odo, o coração começa a bater e ocorre a for-
mação do cérebro. No segundo mês, seu peso
é de 10 g e ele mede 5 cm, e seus órgãos inter-
nos são formados. No terceiro mês, com 12 cm
e 30 g de peso, já recebe o nome de feto. No quarto
mês, com aproximadamente 150 g e 17 cm, é o mês
ideal para as ultrassonografias, pois o bebê já está
todo formado. Do quinto mês em diante, o feto só
reto ganha peso e tamanho. Seu órgão sexual já pode
colo ser visto em exames. Ao final da gestação, o feto tem
uterino ânus vagina abertura bexiga sínfese aproximadamente 47 cm e pesa cerca de 3 kg. Os
da uretra púbica
meninos geralmente são maiores que as meninas.

Órgãos reprodutores externos Durante Os estágios da gestação


a gravidez,
a forma do
útero muda. No
Vulva início, ele tem a
forma de uma
clitóris pequena pera e
uretra depois fica tão
pequeno grande como um
lábio vagina balão. No final da
gravidez, o útero
grande toma a maior parte
lábio do espaço dentro
do abdome
16 da mulher. Primeiro mês Terceiro mês Sexto mês Nono mês
ATLAS DO
CORPO HUMANO

Impresso na Espanha

7 898598 042709