Você está na página 1de 21

TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

PLANEJAMENTO DA DISTRIBUIÇÃO

Aula 03

Professor: Thales Bruno Costa de Azevedo


Obs.: Notas de aula do prof. Fernando Monteiro da UnB
11/05/2018 2

Sumário
• Critérios de Planejamento – Aspectos a considerar
11/05/2018 3

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Critérios técnicos e econômicos
• Queda de tensão
• Carregamento máximo do alimentador e dos transformadores
• Considerar a carga atual e o crescimento no tempo
• Dados de mercado
Carga

Tempo
Crescimento de carga
11/05/2018 4

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Confiabilidade

• Análise em condições normais e de contingência


• Perda de alimentador, perda de transformador

• Menor custo (Valor presente líquido)

• Custo de instalação
• Custo de operação e manutenção (técnico-administrativo)
• Custo das perdas

• Para novas áreas

• Plano de ocupação. Avaliar possibilidade de novas expansões


11/05/2018 5

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Para expansão de áreas existentes

• Plano de ocupação. Avaliar possibilidade de novas expansões


• Condições atuais da rede
• Queda de tensão, (indicadores de continuidade - DEC, FEC, etc), Nível de perdas
• Eventuais problemas no suprimento da região (transmissão)
• Carregamento e condições físicas dos alimentadores
• Nível de arborização
• Carregamento e Vida dos transformadores
• Caminhamento dos circuitos de AT e BT
• Gabarito das edificações - estudos de possíveis alterações
• Acessos para operação e manutenção
11/05/2018 6

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Áreas urbanas

• Densidade populacional
• Nível de saturação na ocupação da área.
• Hábitos de consumo
• Regime de uso da energia
• Nível de renda (kVA / unidade consumidora)

• Áreas rurais

• Relação custo-confiabilidade diferente de áreas urbanas


• Existência e intensidade de atividade agrícola
• Área rural com predominância nas atividades de lazer
• Possibilidade de existir irrigação pesada
11/05/2018 7

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Tipos de consumidores

• Residenciais, comerciais, industriais, iluminação pública e em que proporção de


cada um deles;
• Composição das curvas de carga dos tipos de consumidores nos
dimensionamentos.
600
550 IP
6%
500
450
Poder Público
400 13%
350 Serviço Público 6%
300 Rural 3%
Industrial 8%
250
Residencial
200 39%
150
100
Comercial
50 25%
0
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24
Horas
11/05/2018 8

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


11/05/2018 9

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Tendências de crescimento

• Estudos de previsões de cargas a nível de alimentador, subestação e região


elétrica
• Taxas de crescimento da carga por tipo de consumidores a serem conectados à
rede

• Considerar os aspectos de uso racional de energia (eficiência energética)

• Considerar fontes alternativas de energia

• Suprimento de áreas isoladas ou não

• Considerar a influência das fontes alternativas de energia competindo com as fontes


convencionais
11/05/2018 10

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Parâmetros a serem considerados

• Dados das redes

• Tecnologias disponíveis, tipo de sistema (aéreo, subterrâneo, rede compacta,


etc), dados de estoque de materiais e equipamentos

• Dados econômicos
• Custos modulares
• Dados de mercado
• Fator de carga
• Fator de perdas
• Carga máxima
• Regime de uso (curva de carga)
• Demanda máxima não coincidente
• Demanda máxima diversificada
11/05/2018 11

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Roteiro de planejamento (Referência – CODI – ABRADEE)

• Análise da situação atual do fornecimento


• Análise da evolução da carga
• Simulação do sistema e deficiências previstas
• Formulação e análise de alternativas
• Plano de subestações
• Plano de ampliação e melhoria do sistema existente
• Plano de obras
11/05/2018 12

Critério de Planejamento – Aspectos a considerar


• Níveis hierárquicos de soluções

• Remanejamento de cargas entre alimentadores


• Instalação de equipamentos de seccionamento e manobra
• Instalação de equipamentos corretivos (capacitores, reguladores de tensão)
• Interligação de alimentadores
• Recondutoramento
• Construção de circuitos duplos
• Novos alimentadores
• Ampliação de subestações
• Novas subestações
11/05/2018 13

Formulação de Alternativas
• Poucas e mais viáveis

• Diminuir o número de simulações. Combinações de hipóteses eleva o número de


casos
• Detalhar as premissas de cada alternativa
• Evitar perda de tempo

• Estabelecimento de cenários de crescimento da carga


• Análise nos regimes de carga leve, média e pesada
• Horizonte de planejamento: curto e médio prazos (5 anos, 10 anos)
• Novas obras
• Projetos de melhorias. Considerar o adiamento de investimentos
• Considerar recondutoramento, extensões, novos transformadores, divisão de circuitos,
reformas, interligação de alimentadores, novos alimentadores, novas subestações, etc.
11/05/2018 14

Análise Técnico-econômica de Alternativas


• Definir o critério de priorização de alternativas

• Econômico

• Índices de mérito: Valor presente líquido, Valor anual equivalente, etc.

• Técnico

• Carregamento, Tensão e Confiabilidade (Nível de falhas, local de carga


prioritária)
11/05/2018 15

Análise Técnico-econômica de Alternativas

Custo Total

Investimento
C
u
s
t
o
s

O&M + Perdas

Qualidade de serviço
Custos versus qualidade
11/05/2018 16

Análise Técnico-econômica de Alternativas


• Outros fatores

• Impactos no meio ambiente


• Qualidade de serviço além do mínimo estabelecido
• Operação com maior grau de contingência
• Maior utilização de equipamentos de fabricação nacional
• Fluxo de caixa
• Segurança

• Metodologia de Análise de Múltiplos Critérios. Considera critérios qualitativos e


quantitativos
• Indicador Econômico de Prioridade
• Índice Técnico de Priorização

• Exemplos de cálculos
11/05/2018 17

Demanda – conceitos
(Engenharia Elétrica, Economia, Setor Elétrico)
• É a carga medida em valor médio durante um intervalo de tempo.
11/05/2018 18

Demanda – conceitos
(Engenharia Elétrica, Economia, Setor Elétrico)
11/05/2018 19

Exemplo 1
Conjunto 1 de consumidores Conjunto 2 de consumidores
Dmax = 70 kW Energia = 720 kWh/dia
fc = 0,6 fc = 0,5

Circuito que alimenta os dois conjuntos marca na subestação 110 kW

Calcular: Fator de diversidade, fator de coincidência, energia diária, fator de carga e fator
de perdas (usar k = 0,15) do alimentador.

Dmax1 = 70 kW
Dmax2 = ?

Dmed2 = E2 / T = 720 / 24 = 30 kW

fc = Dmed / Dmax → Dmax2 = 30 / 0,5 = 60 kW


11/05/2018 20

Exemplo 1
fdiv = (70 + 60) / 110

fdiv = 1,18
fcoinc = 0,85

fc = Dmed / Dmax → Dmed1 = 70 x 0,6 → Dmed1 = 42 kW


fc2 ≤ fp ≤ fc → 0,42 ≤ fp ≤ 0,65
E1 = 42 x 24 → E1 = 1008 kWh fp = 0,15 fc + 0,85 fc2
E = E1 + E2 → E = 1008 + 720 fp = 0,15 * 0,65 + 0,85 * 0,42
E = 1728 kWh fp = 0,45

fc = Dmed / Dmax, como Dmed = E / T, tem-se: fc = E / Dmax x T


fc = 1728 / 110 x 24
fc = 0,65
11/05/2018 21

Exemplo 2