Você está na página 1de 48

LÍNGUA PORTUGUESA – 6.

° ANO 0

ESCOLA MUNICIPAL _______________________________________________ TURMA _____________

NOME: _________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 1

MARCELO CRIVELLA
PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

CÉSAR BENJAMIN
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

MARIA DE NAZARETH MACHADO DE BARROS VASCONCELLOS


SUBSECRETARIA DE ENSINO

SANDRA MARIA DE SOUZA MATEUS


GERÊNCIA DE ENSINO FUNDAMENTAL

CRISTIANE GÜNTENSPERGER SOUSA


ELABORAÇÃO

LEILA CUNHA DE OLIVEIRA


REVISÃO

FÁBIO DA SILVA
MARCELO ALVES COELHO JÚNIOR
DESIGN GRÁFICO

EDIGRÁFICA
IMPRESSÃO

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS(IMAGENS DA CAPA):


E.M. ALICE DO AMARAL PEIXOTO
E.M. ÁLVARO ALVIM
E.M. BÉLGICA
E.M. CÂNDIDO PORTINARI
E.M. DEODORO
CIEP ENG. WAGNER GASPAR EMERY
E.M. GASTÃO PENALVA
E.M. GUILHERME TELL
E.M. JOAQUIM NABUCO
CIEP MARGARET MEE
E.M PROF. HELTON A. VELOSO DE CASTRO
E.M. PROF.ª ZELIA CAROLINA DA SILVA PINHO
E.M. RIBEIRO COUTO
E.M. TATIANA CHAGAS MEMÓRIA
E.M. TENENTE RENATO CÉSAR
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 2
Prezado Aluno, Prezada Aluna,
Você gosta de gibis e histórias em quadrinhos? O caderno deste bimestre tem início com tirinhas e personagens desse universo. Vamos ler
histórias da Mafalda, do Calvin, do Garfield e outras mais. Você também vai ser convidado(a) a entrar num mundo de fantasia e aventura! A
leitura vai levar você!
Para começar, seu encontro é com a Mafalda, uma menina contestadora que não está satisfeita com o mundo tal como ele é.

Texto 1

QUINO. Toda a Mafalda. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

1 – Leia os quatro primeiros quadrinhos. O que Mafalda está fazendo?


___________________________________________________________________________________________________________________

2 – Nas tirinhas, a expressão facial dos personagens é muito importante para entendermos o que está sendo contado. Mafalda, nos quatro
primeiros quadrinhos, demonstra ________________________________________________________________________________________

3 – Por que Mafalda considera que o mar está indeciso?


___________________________________________________________________________________________________________________

4 – De acordo com a expressão do rosto do pai de Mafalda, no último quadrinho, era essa a resposta que ele esperava da filha?
___________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 3
Texto 2

QUINO. Toda a Mafalda. São Paulo: Martins Fontes, 1993.


1- Leia a expressão da Mafalda nos três primeiros quadrinhos: ela está atenta, observando o que o pai faz. No entanto, sua fisionomia muda
no último quadrinho. Que sentimento seu rosto passa a expressar?
______________________________________________________________________________________________________________

2- Além da linguagem não verbal, a linguagem verbal também expressa a mudança de humor. Que recurso foi empregado na linguagem
verbal para marcar essa mudança?
______________________________________________________________________________________________________________

3- Qual a finalidade do emprego das reticências no 1.º e 2.º quadrinhos?


________________________________________________________________

4- O que a expressão facial do pai de Mafalda, no


último quadrinho, indica? Para curtir!
Conheça os personagens que você encontra nas tirinhas da Mafalda.
__________________________________________

http://www.mafalda.net/index.php/PT/os-protagonistas
5- A que final Mafalda se refere no último quadrinho?
__________________________________________

Miguelito Susanita Libertad Mafalda Manolito Guille Felipe Os pais.


LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 4
Texto 3 “Mafalda é uma
personagem de história em
quadrinhos escrita e traduzida
em imagens pelo cartunista
argentino Joaquín Salvador
Lavado, mais conhecido
como Quino. Ela animou as
tiras, cultuadas por fãs em
todo o Planeta, de 1964 a
1973. Esta personagem, que
logo se tornou célebre entre
QUINO. Toda Mafalda. São Paulo: Martins Fontes, 1993. os leitores de suas histórias, é
uma garota constantemente
inquieta com a trajetória do
ser humano e a paz no
1 – Leia o texto e responda: mundo.”
Adaptado de
a) Qual a função do relógio que aparece em todos os quadrinhos? http://www.infoescola.com/biografias/mafalda/

______________________________________________________________________________________

b) O que expressa a mudança na cor de fundo dos dois últimos quadrinhos?

______________________________________________________________________________________

c) O que indica que a personagem Mafalda fala de fora do quarto dos pais nos quadrinhos 1 e 3?

______________________________________________________________________________________

d) Quem está falando no último quadrinho?


______________________________________________________________________________________ https://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2009/
05/18/mafalda-vira-escultura-na-argentina-voce-
conhece-a-personagem.jhtm

e) De quem são os outros dois olhos no último quadrinho? E o que eles expressam?
________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________

Vamos em frente!

http://desenhosparacolorireimprimir.com/desenhos-da-mafalda-para-
colorir-e-imprimir/
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 5

Agora você vai ler tirinhas de outro personagem: o gato Garfield. Ele é a estrela de uma das tirinhas mais famosas da história. Seus amigos
são o cão Odie e Jon Arbucle, que é dono dos dois.

Texto 4

CAIXA ESPECIAL – 5 VOL – COLEÇÃO L&PM POCKET, 2007.

1 – Apesar de o personagem aparecer sozinho nos quadrinhos, ele conversa com alguém. Com quem ele está dialogando?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
2 – Que palavra ele emprega para se dirigir ao seu interlocutor, ou seja, à pessoa com quem ele está falando?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Por que, na tirinha, a “fala” do personagem aparece em balões de pensamento?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________

Texto 5

4 – Os personagens das tirinhas têm características próprias que os


distinguem uns dos outros. Comparando as atitudes de Garfield, nos
Textos 4 e 5, escreva uma breve descrição do modo de ser do
personagem. Converse com os seus colegas.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
CAIXA ESPECIAL – 5 VOL – COLEÇÃO L&PM POCKET, 2007.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 6

Texto 6
1 – O que significa a fumaça presente no 1.º quadrinho?
VOL – COLEÇÃO L&PM
CAIXA ESPECIAL – 5

________________________________________________
________________________________________________
POCKET, 2007.

2 – Que efeito de sentido provoca o emprego das reticências no 2.º quadrinho?


______________________________________________________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________________________________________________

3 – Que elementos não verbais comprovam que o gato comeu a lasanha?


______________________________________________________________________________________________________________________________________

Texto 7 Uma das características do gato Garfield é a sua paixão por lasanha. Observe a embalagem de um desses produtos vendidos nos supermercados.

1 – Para o consumo de quantas pessoas é indicado o produto? ____________________________


2 – Onde o produto deve ser guardado? Que informações da embalagem permitem que se chegue a
essa conclusão?
________________________________________________________________________________
3 – O produto é artesanal ou industrializado?
_______________________________________________
4 – Qual a novidade da nova embalagem?
________________________________________________
5 – Que expressões comprovam que a mudança na embalagem não alterou a qualidade do produto?
_________________________________________________________________________________

Mantenha congelado.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 7
Agora você vai conhecer mais um personagem. É possível que você até já o conheça... Ele é pequeno e inocente. E, talvez por ser criança, enxerga o
mundo de uma outra forma. Mas não deve ser subestimado! Armandinho é protagonista de tirinhas divulgadas, principalmente, via Facebook. E tem cerca de
225 mil curtidores em sua página oficial. É também por meio desse perfil que as conversas do menino – geralmente com adultos – são divulgadas. Além do
humor, elas deixam o convite à reflexão. O personagem de quadrinhos que tem um sapo de estimação é fruto da mente criativa de Alexandre Beck, 41 anos,
catarinense de Florianópolis.
Texto 8

tiras-de-Armandinho Acesso em 15 março de


Fotografia.folha.uol.com.br/galerias/27431-

2014.
1 – Além de Armandinho, há dois personagens que também participam da história. Quem são eles?
_________________________________________________________________________________
2 – Por que, nos quadrinhos, só aparecem as pernas dessas personagens?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – No 1.º quadrinho, o pai chama Armandinho de “Dinho”. No 2.º quadrinho, ele muda o tratamento para “Sr. Armando”. O que esta mudança indica?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – Que elemento da linguagem não verbal indica o motivo pelo qual o pai está bravo com o menino? ___________________________________________________
5 – Qual é a intenção do personagem ao dizer à mãe que a ama?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
6 – O que, provavelmente, o pai esperava que o personagem contasse para a mãe?
____________________________________________________________________________________
7 – Na sua opinião, o menino mentiu para a mãe? Por quê?
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
8 – Ao lado, invente! Desenhe um último quadrinho com a resposta que você acha que a mãe daria para
a declaração do menino. Depois, compartilhe com os seus colegas e com o (a) seu (sua) Professor(a).
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 8

O que é essencial para a sua vida? De que você precisa para se manter vivo? Armandinho tenta responder a essa pergunta tão difícil...
Será que você concorda com ele?

Texto 9

Fotografia.folha.uol.com.br/galerias/27431-tiras-de-armandinho
Oba! Mais 1 2 3
tirinhas!!

4 5 6

1 – Observe o significado da palavra “essencial”, segundo o dicionário Aurélio:


1- Condição principal e indispensável./2- Constitutivo da essência./3- Preciso, indispensável./4- Importante./5- Que tem as qualidades requeridas./6-
Especial, característico./7- Diz-se dos óleos voláteis obtidos dos vegetais pela destilação.

Quais dos significados apresentados podem explicar o sentido dessa palavra no texto?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
2 – Explique o emprego das aspas no 1.º quadrinho:
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Qual o efeito de sentido causado pelo emprego do ponto de exclamação junto com o de interrogação no 1.º e 2.º quadrinhos?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – Observe que as reticências foram empregadas no final da fala do 4.º quadrinho e no início da fala do 5.º quadrinho. O que o emprego dessas reticências indica?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 9

Que tal criarmos uma lista com elementos essenciais para a nossa vida em sociedade? O Armandinho já utilizou a letra A... Vamos completar com
outros elementos essenciais? Será que você consegue completar com uma palavra que comece com cada letra? Não vale listar bens materiais,
somente sentimentos, atitudes, valores fundamentais:

A amor
J T
B L U
C M V
D N X
E O Z
F P
G Q
H R Agora, selecione cinco
dessas palavras para
presentear um colega

I S
de classe.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 10
Vamos conhecer um pouco mais sobre Alexandre Beck (agrônomo, publicitário e jornalista), criador do personagem Armandinho, lendo parte de sua entrevista
para o jornal Diário de Pernambuco.

Confira uma entrevista com Alexandre Beck, autor de Armandinho.

Adaptado de http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/viver/2013/06/05/internas_viver,442924/confira-uma-entrevista-com-alexandre-beck-autor-de-armandinho.shtml
Personagem das tirinhas faz sucesso no Facebook com humor e inocência, convidando leitores a refletir sobre a vida.
Texto 10
Quando começou a fazer tirinhas?
Eu também estudei publicidade. Quando acabei, em 2000, o jornal Diário Catarinense estava precisando
de ilustrador e fui por hobby. Dois anos depois apareceu uma vaga para fazer tirinhas e criei personagens.
Pesquisando Alguns eram baseados em amigos meus. Eu ocupava a metade de um dia fazendo. Geralmente faço os
esboços à mão e uso o computador para vetorizar e colorir. Saí do jornal em 2005 e voltei em 2009. Certo
na rede... dia, um ano depois, pediram três tirinhas para uma matéria sobre economia em que os pais conversavam
com as crianças. Assim surgiu o Armandinho.
Que tal fazermos uma exposição com
as tirinhas do Armandinho? De onde veio a escolha do nome?
Foi um concurso. As pessoas sugeriram nomes e deram a justificativa. Armandinho, segundo o leitor que
Pesquise este material na internet e nas venceu, é porque ele sempre está armando algo.
redes sociais e compartilhe com seus
colegas. Para isso, vocês podem imprimir e Por que só vemos as pernas dos pais?
expor, no mural da sala, ou ainda desenhar Não foi algo planejado, mas funcionou e eu gostei muito. Levava o dia quase inteiro para pensar numa
e organizar uma exposição com os
tirinha, fazer o rascunho, vetorizar e colorir. Então me pediram três e eu precisei correr. Só fiz as pernas.
desenhos.
Acabou que hoje eu prefiro assim. Muita gente pede para ver o rosto dos pais do Armandinho, mas eu
acho que o importante é mostrar a essência da pessoa e não cor, tamanho e aparência.

Por que a cabeça do Armandinho é tão grande e o corpo dele tão fininho?
Meus outros personagens tinham uma proporção mais equilibrada. Uma vez estava conversando com uma
colega e comentando que precisava desenhar alguns personagens da cintura para cima para mostrar bem
as expressões. Funcionava, mas eu não estava satisfeito. Então ela deu a ideia e tentei fazer com
proporções diferentes. Gostei do resultado. Também acho que personagem de tirinha precisa ser
compacto.
Fotografia.folha.uol.com.br

Você tem filhos? Eles gostam de desenhar?


Minha filha mais nova tem dez anos, é a Fernanda. Ela gosta muito de desenhar pessoas patinando e
bichos. Parece comigo quando era criança. Por isso dei a ela um porquinho-da-índia quando fez cinco
anos. A Fê, que aparece nas tirinhas, é inspirada nela. Tenho outro filho, com 18 anos, que gosta mais de
tecnologia e engenharia mecânica. Criei um personagem chamado Guto, o apelido dele, que foi usado em
materiais educativos nas escolas de Florianópolis.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 11

1 – Em que jornal foram publicadas as primeiras tirinhas do personagem Armandinho?


________________________________________________________________________________________________________________________________________
2 – O termo destacado no trecho “Dois anos depois apareceu uma vaga para fazer tirinhas e criei personagens. Alguns eram baseados em amigos meus.” está
substituindo a palavra ______________________________________________.
3 – Qual foi a justificativa dada pelo leitor para a escolha do nome “Armandinho”?
________________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – Na entrevista, o cartunista explica por que ele só desenha as pernas dos pais de Armandinho. Explique, com suas palavras, por que ele decidiu fazer isso.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
5– “Não foi algo planejado, mas funcionou e eu gostei muito.”

Reescreva a frase, substituindo a palavra em destaque por outra, sem alterar o sentido do que está sendo dito.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
6– “Muita gente pede para ver o rosto dos pais do Armandinho [...]”

Reescreva a frase, trocando a expressão destacada, utilizando uma linguagem mais formal:
_________________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________________
7 – Que homenagem Alexandre Beck fez a sua filha Fernanda?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________

Veja alguns livros com as tirinhas do Armandinho!


BECK, Alexandre.

As tirinhas fazem a gente viajar na


imaginação, não é mesmo? O próximo texto vai
nos levar para uma “viagem no tempo”. Fique
esperto e aprenda sempre mais!
Urbana

http://tirasbeck.blogspot.com.br/
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 12
Texto 11

1991
1991 1959
1959
Depois de se consolidar nos Inspirado
Depois de se consolidar nos
anos 80 como o maior Inspirado em siem si mesmo
mesmo e no
e no seu cãoseu cão
Cuica,
anos 80 como o maior Cuica,
o então o então
repórter repórter
Maurício Maurício
de Sousa de
propôs
sucesso da Marvel, os X-
sucesso da Marvel, os X-
Men ganharam um segundo umaSousa
tirinhapropôs
para auma tirinha
Folha para acom
da Manhã Folha
os
Men ganharam um segundo da Manhã
personagens com eosBidu.
Franjinha personagens
No ano
título mensal, desenhado Franjinha e Bidu. No ano seguinte,
título mensal, desenhado seguinte, viriam Cebolinha e Mônica. Era o
pelo astro Jim Lee. A viriam Cebolinha e Mônica. Era o
pelo astro Jim Lee. A edição início do maior império de gibis do Brasil.
edição 1 ainda detém o início do maior império de gibis do
1 ainda detém o recorde de
recorde de HQ de herói Brasil.
HQ de heroi mais vendida:
mais vendida: 8,1 milhões
8,1 milhões de exemplares.
de exemplares.

1939
A editora Timely entrou no
filão dos “supers” com a
revista Marvel Comics T, que

1988 1961
2009
trazia, entre outros, o
Com Fantastic Four 1, a Marvel criou a androide Tocha Humana e o
É lançado o ComiXology, o mais bem-sucedido Em homenagem a Will Eisner, um matriz do “super-herói moderno”: não príncipe submarino Namor.
aplicativo para ler HQs em celulares e tablets. O dos maiores quadrinistas da história, mais um líder perfeitinho, e sim alguém Na década de 60, a empresa
usuário pode visualizar a página toda ou apenas foi criado o Eisner Award, o “Oscar com defeitos e inseguranças. O melhor passou por uma evolução e
cada quadro. Em 2013, ele figura entre os 20 apps das HQs”. O grande vencedor nesse exemplo viria no ano seguinte: o Homem- “herdou” o nome popular
mais lucrativos para IOS e, em 2014, é comprado ano foi Watchmen, que levou Aranha, um nerd que era sempre revista.
pela Amazon. prêmios como melhor série, álbum humilhado na escola.
gráfico e roteirista.

1905 1869 1825


A primeira revista no Brasil foi O Tico-tico,
O Brasil foi um dos pioneiros A humanidade sempre
que trazia talentos locais (Como Angelo
na nona arte. Muito antes dos contou histórias em
Agostini) e material traduzido. A personagem
EUA, por exemplo, saiu aqui sucessão de desenhos –
francesa Suzette, por exemplo, virou Felismina,
uma obra com “DNA de por exemplo, em pinturas
e Mickey Mouse, que deu as caras nos anos 30,
HQ”: As aventuras de Nhô rupestres, tapeçarias, ou
era o “Ratinho Curioso”.
Quim, de Angelo Agostini. colunas com alto-relevo.
Ela foi publicada em 30 de Mas a primeira tirinha de
janeiro, considerado hoje HQ, impressa e com
como o Dia do Quadrinho balões de fala, é a escocesa
Nacional.
1895
The Glasgow Looking

1938
Glass.
Criado por Richard Outcault,
O primeiro herói o Garoto Amarelo é
mascarado e uniformizado considerado o “marco zero” das
surgiu em 1936, mas foi um HQs nos EUA por ter sido o
kriptoniano vestido de azul primeiro personagem dessa
e vermelho, na revista mídia a virar um fenômeno
Action Comics 1, quem pop no país. A tirinha também
lançou a moda dos poderes é uma das primeiras a usar
espetaculares e cunhou o balões de diálogo.
termo “super-herói”.

Revista Mundo Estranho, edição 163 - fevereiro de 2015.


LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 13

1 – O que representa a seta cor de laranja nesse texto?


__________________________________________________________________________________________________________________________________________

2 – Se seguirmos a indicação de ler o texto em ordem crescente, observando o ano dos acontecimentos destacados, em que ano devemos começar? E em que ano vamos
terminar a leitura?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________

3 – Antes mesmo do surgimento das Histórias em Quadrinhos, a humanidade já contava histórias através de desenhos em sequência. Que exemplos dessa sequência o
texto mostra?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – Por que o Garoto Amarelo é considerado o “marco zero” das HQs nos EUA? Qual o sentido dessa expressão destacada?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
5 – “Hoje, os heróis estão bombando, mas representam menos de 50% da história dessa forma de arte.” O que significa a expressão destacada?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
6 – Em 1961, a Marvel criou um novo modelo de super-herói moderno. Quais eram as suas características?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
7 – Você percebeu o uso do diminutivo no trecho “Com Fantastic Four 1, a Marvel criou a matriz do “super-herói moderno”: não mais um líder perfeitinho, e sim alguém
com defeitos e inseguranças.”? Ele ajuda a gente a considerar algo “perfeitinho” melhor ou pior?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
8 – Por que o ano de 1959 foi importante para as HQ’s brasileiras?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
9 – Qual o sucesso da Marvel que ganhou um segundo título mensal e ainda detém o recorde de HQ de herói mais vendida até hoje?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
10 – A partir de 2009, além de podermos ler as HQ’s impressas em papel, em que outros suportes também podemos lê-las com qualidade?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
11 – Qual é a finalidade, ou seja, com que objetivo foi publicado esse texto?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 14
12 – No trecho “Inspirado em si mesmo e no seu cão Cuica, o então repórter Maurício de Sousa propôs uma tirinha para a Folha da Manhã [...]”, o termo
destacado dá ideia de quê? Substitua-o por outro de mesmo sentido.
_________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________

ESPAÇO PES UISA


Que tal criarmos uma galeria ou um grande álbum com alguns heróis e vilões das histórias em quadrinhos? Primeiro, reúna suas histórias
em quadrinhos preferidas e releia. Combine com seu (sua) Professor(a) a realização de uma Roda de Leitura. Você e seus colegas vão ficar
cheios de ideias!
Em seguida, escolha um herói e um vilão. Desenhe os dois. Faça uma breve descrição sobre eles. Inclua suas características físicas e
psicológicas, seus superpoderes e fraquezas.
A seguir, apresente seu trabalho para os colegas. Combine com o seu (sua) Professor(a) e organizem, também, uma exposição.

Para facilitar, faça seu rascunho no espaço abaixo. Depois, revise e elabore um cartaz, ilustrando com desenhos ou figuras coladas.

Herói: ___________________________________ Vilão: ___________________________________

__________________________________________ __________________________________________
__________________________________________ __________________________________________
__________________________________________ __________________________________________
__________________________________________ __________________________________________
__________________________________________ __________________________________________
__________________________________________ __________________________________________
__________________________________________ __________________________________________
MULTIRIO

__________________________________________ __________________________________________
__________________________________________ __________________________________________
_________________________________________ _________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 15

Os heróis também estão presentes nas tirinhas e na imaginação das crianças. Leia essas tirinhas do Otto e Heitor.

Texto 12 Do alto de um arranha- Com sua superaudição ele


Superaudição idiota.
céu, nosso herói vigia a vasculha as ruas em busca de
cidade... pedidos de socorro...

www.ottoeheitor.com
1 – Que atitude do personagem, no 1.º quadrinho, demonstra que ele está “vigiando a cidade”?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
2– “com sua superaudição ele vasculha as ruas em busca de pedidos de socorro...”
Qual o significado da palavra destacada?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Que efeito de sentido provoca, no texto, o uso das letras maiúsculas e em negrito no 3.º quadrinho?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – De quem, provavelmente, é a fala do 3.º quadrinho?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________

Texto 13
1 – Que elementos da linguagem não verbal demonstram que os
personagens estão assustados?
______________________________________________________________
______________________________________________________________
www.ottoeheitor.com

2 – Que palavra da fala dos meninos comprova que eles conhecem um super
herói? Por quê? Se precisar, consulte os colegas e o(a) Professor(a).
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 16
Não é só na ficção que os heróis existem. Eles fazem parte do nosso cotidiano!
Texto 14

http://blogs.estadao.com.br/estadinho/files/2013/01/P%C3%A1gina-12.jpg
1- A que se refere o termo destacado em “...contar com a ajuda desses heróis que trabalham...” ?
____________________________________________________________________________________________________________________

2 - A que se refere a palavra corporação, no final do primeiro parágrafo?


____________________________________________________________________________________________________________________

3 - Por que os cães para resgate são cães de porte médio?


____________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 17
4 – Qual o efeito das aspas no trecho: ‘... Podem ou não se dar bem como “bombeiros”.’ ?
_______________________________________________________________________________________________________________

Continuação

http://blogs.estadao.com.br/estadinho/files/2013/01/P%C3%A1gina-22.jpg
5 – No primeiro parágrafo , de “Treino e trabalho”, que outra palavra é utilizada no lugar de “cheiro”?
_______________________________________________________________________________________________________________

6 – Na parte “Aposentadoria”, são citadas duas alternativas para a vida dos cães após a aposentadoria. Que palavra liga as ideias, mostrando
que são opções, são alternativas? ______________________________________________________________________________

7 – Qual a finalidade das partes “Beck”, “Google” e “Rati”?


___________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 18
torrenteliteraria.wordpress.com

Vamos continuar conhecendo outros personagens? Calvin é um menino muito criativo e tem um tigre de pelúcia
como amigo: Haroldo. O animalzinho “ganha” vida na imaginação de Calvin e os dois passam por muitas aventuras.

Leia as tirinhas e analise o comportamento do personagem em cada uma.

Texto 15

Texto 16

Calvin e Haroldo é uma série de


tirinhas criadas, escritas e ilustradas pelo
norte-americano Bill Watterson e
publicada em mais de 2000 jornais do
mundo todo, entre 18 de novembro de
1985 e 31 de dezembro de 1995. Mesmo
não havendo criado mais tiras inéditas, as
histórias dos personagens ainda
continuam sendo veiculadas em diversos
jornais do mundo.

Livro Box Calvin e Haroldo – 7 volumes. Editora Conrad.


LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 19

1 – Observe os três primeiros quadrinhos do texto 15. Em que local acontece este trecho da história?
_______________________________________________________________________________________

2 – Os balões de pensamento dos três primeiros quadrinhos do texto 15 indicam a fala do narrador ou do polvo?
_______________________________________________________________________________________

3 – “Sua discreta presença aterroriza o sono da comunidade costeira”.


Que palavra do trecho caracteriza a expressão do polvo no 2.º quadrinho do texto 15?
________________________________________________________________________________________

4 – O último quadrinho do texto 15 revela uma surpresa.


a) O que, na verdade, Calvin imagina ser?
_______________________________________________________________________________________

b) Quem é o turista que o polvo agarra?

depositodocalvin.blogspot.com/
______________________________________________________________________________________
5 – No texto 15, que atitude de Calvin permite que o leitor descubra que ele é o polvo?
_____________________________________________________________________________________

6 – No Texto 16, onde acontecem os dois momentos da história?


_______________________________________________________________________________________

7 – Circule, no trecho abaixo, a palavra que indica quando Calvin coloca o patinho na banheira.
“[...] sempre coloco meu patinho primeiro.”
Agora, diga: essa palavra indica que esta atitude de Calvin acontece de vez em quando ou é um hábito?
_____________________________________________________________________________________
8 – Com que objetivo Haroldo acha que Calvin coloca o patinho na banheira?
______________________________________________________________________________________

9 – Qual o real objetivo de Calvin colocar o patinho na banheira?


_______________________________________________________________________________________
10 – Reflita sobre a atitude de Calvin e responda: Se houvesse um tubarão de verdade na banheira, o que aconteceria com o patinho?
_______________________________________________________________________________________
11 – O tubarão poderia estar, de verdade, na banheira de Calvin? O que essa atitude do menino pode nos mostrar sobre o seu modo de ser?
_________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 20
Texto 17

Livro Box Calvin e Haroldo – 7 volumes. Editora Conrad.

1 – Por que Haroldo não fez o que Calvin havia lhe ordenado no 2.º quadrinho?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
2 – O que significa a expressão “agente duplo”, na fala do último quadrinho?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Observando o relacionamento de Haroldo com Calvin e com Susie, o que podemos concluir
a) quanto ao modo como Calvin vê Haroldo? _______________________________________________________________________________________________
b) quanto ao modo como as outras pessoas o veem? ________________________________________________________________________________________
4 – Retire, da tirinha, um trecho que expresse uma opinião:
_____________________________________________________________________________________________________________________________________

Texto 18

1 – O que indica a palavra “mamãe” escrita em negrito e com letras maiúsculas no


último quadrinho?
_____________________________________________________________________
2 – Eles realmente são “exploradores corajosos”, como Calvin disse no 1.º
quadrinho? Por quê?
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

Livro Box Calvin e Haroldo – 7 volumes. Editora Conrad.


LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 21

Que tal, agora, criar suas próprias tirinhas? Combine com seu (sua) Professor(a) se a atividade pode ser realizada em duplas. Você pode seguir o
passo a passo.
1 – Escolha um personagem – pode ser um conhecido ou inventado.
2 – Na sua história, o personagem vai viver uma situação engraçada. Escreva uma primeira versão da história, sem quadrinhos. Para ter ideias ao
escrever, se pergunte: O que aconteceu com os personagens? Onde aconteceu? Como aconteceu? Quando aconteceu?
3 – Sua tirinha terá 4 quadrinhos. Releia o que escreveu e reorganize, separando o que escreverá em cada quadrinho.
4 – Agora pense nos recursos não verbais que vai utilizar.
5 – Escreva o texto verbal e o texto não verbal em cada quadrinho.
6 – Releia e revise o que você escreveu.
Depois, leia para os seus colegas.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 22

Agora, leia mais uma tirinha de Calvin e reencontre Garfield:

Texto 19

Livro Box Calvin e Haroldo – 7 volumes. Editora Conrad.


1 – Qual a reação de Calvin à resposta da mãe?
____________________________________________________

2 – De quem é a fala no 3.º quadrinho? Os personagens estão no mesmo lugar? Como você pode perceber isso?
__________________________________________________________________________________________________________________________________

3 – Explique a fala de Calvin no último quadrinho.


__________________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________________

Texto 20

1 – Como a expressão “ver a comida de outro jeito” é usada por Jon?


____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

2 – E por Garfield?
____________________________________________________________________
CAIXA ESPECIAL – 5 VOL – COLEÇÃO L&PM POCKET, 2007. ____________________________________________________________________

Agora, complete:
Podemos dizer que as duas tirinhas tratam, principalmente, _____________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 23

Que tal experimentar um churrasco de melancia? E uma farofa de cará? Bela Gil, a filha do cantor Gilberto Gil, faz sucesso à frente de um dos
mais badalados programas de culinária saudável do canal GNT, o Bela Cozinha. Tanto que a Revista Veja Rio fez uma reportagem com essa
nutricionista e apresentadora de TV. Leia só um trecho!

Texto 21

Frutas, legumes e simpatia


Ao combinar pratos incomuns e convidados famosos em seu programa de TV,
Bela Gil arrebanha adeptos da alimentação saudável
Carolina Barbosa

Em volta da churrasqueira acesa, três convidados observam atentamente, entre incrédulos e surpresos, os
movimentos de sua jovem anfitriã. Ela pega quatro fatias de melancia, besunta com azeite e tempera com sal e
pimenta. Em seguida, acomoda os quatro pedaços sobre a grelha. Sob o efeito do calor, eles começam a chiar
até que fiquem tostados. Uma vez assada, a fruta é servida quente ao cantor Ney Matogrosso, ao showman Luiz
Carlos Miele e ao compositor Arnaldo Antunes. Polidamente, eles elogiam a ousada culinária da anfitriã, a chef de

Texto 22 cozinha Bela Gil, 27 anos, filha do cantor e compositor Gilberto Gil. “Lembra um legume, salgada desse jeito”,
compara Arnaldo. “Olhando assim, parece carne”, entusiasma-se Ney Matogrosso com um pedaço espetado no
garfo. Miele, gaiato, parte para a ironia: “Vou levar você lá em casa e te servir esse prato a cavalo: melancia com
um ovo em cima.” A cena foi ao ar no último dia 3, em um episódio do programa Bela Cozinha, exibido pelo canal
GNT. Além da melancia, o quarteto degustou couve, abacaxi e abobrinha na brasa, acompanhados de farofa de
cará.[...]
Com uma proposta radical – a de apresentar pratos inusitados feitos com ingredientes que a maioria das
pessoas rejeita –, o programa tem um ponto de partida arriscado. Imbuída da missão de promover uma dieta
saudável, a chef apresenta preparações à base de frutas, legumes e verduras e convida celebridades para
experimentá-las. [...]
www.boletimleituras.com.br

Revista Veja Rio. Ano 24, nº 8.


LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 24

1– “Em volta da churrasqueira acesa, três convidados observam, atentamente, entre incrédulos e surpresos, os movimentos de sua jovem anfitriã. “
a) Que expressão indica onde acontece este fato?
___________________________________________________________________________________________________________________________________
b) Continue a ler o texto, descubra a quem a palavra destacada se refere e escreva seu nome abaixo:

_____________________________________________________________________________________________________________________________________
2–
“Ela pega quatro fatias de melancia, besunta com azeite e tempera com sal e pimenta. Em seguida, acomoda os quatro pedaços sobre a grelha. Sob o efeito
do calor, eles começam a chiar até que fiquem tostados. Uma vez assada, a fruta é servida quente ao cantor Ney Matogrosso, ao showman Luiz Carlos Miele
e ao compositor Arnaldo Antunes.

Sublinhe, no trecho acima, três palavras ou expressões que foram empregadas para substituir o que está destacado, a fim de evitar a repetição.

3 – Copie do texto uma frase que indique uma opinião sobre o programa.
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
4–
“Além da melancia, o quarteto degustou couve, abacaxi e abobrinha na brasa, acompanhados de farofa de cará.”

Escreva uma palavra que possa substituir a que está destacada:


_____________________________________________________________________________________________________________________________________
5–
“a chef apresenta preparações à base de frutas, legumes e verduras e convida celebridades para experimentá-las. [...]”
A que se refere a palavra destacada?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________
6–
“Com uma proposta radical – a de apresentar pratos inusitados feitos com ingredientes que a maioria das pessoas rejeita –, o programa tem um ponto de partida
arriscado.”
Por que a proposta do programa é radical?
___________________________________________________________________________________________________________________________________
7 – Com que objetivo Bela Gil apresenta esse programa?
___________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 25

Compare os textos 18 e 20 e identifique as semelhanças e diferenças entre eles.


Preste atenção aos símbolos da legenda e use-os após comparar os textos:

 Somente para o Texto 19


 Somente para o Texto 21
 Para os Textos 19 e 21


A observação da variação da fisionomia dos

 Apresenta marcas da linguagem verbal e não verbal. personagens é importante para a compreensão
do texto.

 O tema /assunto do texto é a alimentação saudável.


 Apresenta pratos que as pessoas consideram
novos, inicialmente desconhecidos.

 Conta um fato real.


 O texto apresenta apenas linguagem verbal.

 É um texto com humor, tendo como objetivo


divertir o leitor.

 Destina-se a um público mais adulto.


LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 26

Agora leia dois gráficos de um estudo feito com estudantes do Ceará sobre o consumo de alimentos saudáveis e não saudáveis:

Texto 23 Gráfico 1: Consumo de alimentos saudáveis Texto 24 Gráfico 2: Consumo de alimentos não saudáveis

http://www.efdeportes.com/efd159/habitos-alimentares-saudaveis-em-escolares.htm
ESPAÇO PES UISA
Que tal fazer esse tipo de pesquisa em sua turma ou até
mesmo em sua escola? Esse é o seu desafio agora!
Combine com seu (sua) Professor(a).
Etapas do trabalho:
1 – Coletivamente, a turma prepara um questionário com
1 – De acordo com o gráfico 1,
as perguntas que cada aluno fará aos entrevistados.
a) quem ingere mais verduras? Os meninos ou as meninas? _____________________________ 2 – Em grupo, vocês determinam quantas pessoas cada
um entrevistará.
b) que tipo de alimento saudável é mais ingerido pelos jovens? ____________________________
3 – Cada aluno realiza as entrevistas, conforme o
c) que tipo de alimento saudável é o menos consumido? _________________________________ combinado.
4 – Em grupo novamente, leem as entrevistas realizadas.
5 – Elaboram cartazes, divulgando os resultados das
2 – De acordo com o gráfico 2, entrevistas.
Que tal contar com o auxílio do(da) Professor(a) de
a) quais são os maiores consumidores de salgados? _____________________________________
Matemática e elaborar gráficos com os dados obtidos?
b) os meninos têm preferência pelos doces ou pelos salgados? ____________________________ Vai ficar bem interessante!
6 – Junto com seu (sua) Professor(a), divulguem os
resultados no mural da escola.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 27

Agora, vamos conhecer a história de Lucas, um menino que, assim como Calvin, gosta de “espiar pra dentro”.

Texto 25

Lucas é um menino que presta muita atenção em tudo.


Às vezes, fica reparando nas coisas que todo mundo vê: as formigas em fila, as
gotas de chuva escorrendo na vidraça, os desenhos no rótulo do vidro de geleia.
Mas, outras vezes, ele fica tão distraído olhando para alguma coisa que não repara
nem responde quando falam com ele. Nessas horas, a avó de Lucas costuma dizer:
– Ele está espiando pra dentro.
E está mesmo.
Às vezes, ele espia pra dentro como todo mundo – de noite, dormindo, sonhando. E,
nesse caso, também como todo mundo, vê coisas que mais ninguém está vendo.
Mas, outras vezes, mesmo de dia, mesmo acordado, mesmo de olhos abertos (ou
fechados, tanto faz), ele espia pra dentro. E aí vê coisas que muita gente não consegue
ver.
Se ele brinca debaixo da mesa de jantar e espia pra dentro... passa a morar numa
cabana no meio da floresta, por entre cipós pendurados, cercado de árvores e animais
selvagens, ouvindo o canto dos passarinhos.
Se ele entra na rede da varanda, encolhe as pernas, balança um pouco e espia pra
dentro... está enfrentando as ondas do mar agitado, em um veleiro que sobe e desce
vencendo a tempestade, chegando a ilhas desertas ou lutando contra piratas em
abordagens perigosíssimas e cheias de emoção.
[...]
Se na réstia de sol da janela ele estica a mão no meio da poeira dançarina, e espia
pra dentro... viaja numa nave espacial pelas galáxias desconhecidas do espaço infinito, em
meio a chuvas de meteoros e bombardeios de brilho.
O caso é que sempre, em qualquer lugar, Lucas consegue espiar pra dentro e sair
dali. [...]
MACHADO, Ana Maria O menino que espiava pra dentro. 2 ed. São Paulo: Global, 2008.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 28

CONFLITO GERADOR é o
momento em que surge um fato
novo que muda o rumo da
1 – Sublinhe, no texto, o trecho em que fica claro o conflito gerador da história. história, iniciando o conflito.

“Nessas horas, a avó de Lucas costuma dizer:


2–
– Ele está espiando pra dentro.”

A que se refere a expressão em destaque?


______________________________________________________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________________________________________________

3– “Às vezes, ele espia pra dentro como todo mundo [...]”
Em que situações as pessoas costumam “espiar pra dentro”?
______________________________________________________________________________________________________________________________________
4– “Mas, outras vezes, mesmo de dia, mesmo acordado, mesmo de olhos abertos (ou fechados, tanto faz), ele espia pra dentro...”

Nessas situações, qual é o sentido da expressão “espiar pra dentro”?


______________________________________________________________________________________________________________________________________
5– “E aí vê coisas que muita gente não consegue ver.”

Indique o que o menino consegue “ver” nas seguintes situações:


a) quando brinca debaixo da mesa de jantar –
______________________________________________________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________________________________________________
b) quando entra na rede da varanda –
______________________________________________________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________________________________________________
c) quando, na réstia de sol da janela, ele estica a mão no meio da poeira dançarina –
______________________________________________________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________________________________________________
6 – No trecho “O caso é que sempre, em qualquer lugar, Lucas consegue espiar pra dentro e sair dali.[...]”, que palavra dá ideia de tempo?
______________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 29

Que tal nós também “espiarmos pra dentro”, imaginarmos e contarmos uma das histórias de Lucas?
Escolha uma das situações em que Lucas “espiou pra dentro” e conte como foi essa aventura.
Para você se organizar melhor, relembramos os momentos das histórias: situação inicial, conflito gerador, clímax e desfecho.
Agora, é com você!

Dê um título
bem criativo!

SITUAÇÃO INICIAL __________________________________________________________________________


Conte o que o
__________________________________________________________________________
personagem fazia, onde __________________________________________________________________________
ele estava, quais eram __________________________________________________________________________
suas sensações etc. __________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

CONFLITO GERADOR __________________________________________________________________________


Conte o que aconteceu
__________________________________________________________________________
para dar início às __________________________________________________________________________
aventuras do __________________________________________________________________________
personagem. Onde e __________________________________________________________________________
como foi? Não se
esqueça de dizer como __________________________________________________________________________
ele(a) se sentiu naquele __________________________________________________________________________
momento. __________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 30

CLÍMAX __________________________________________________________________________
Conte como aconteceu
__________________________________________________________________________
o momento de maior __________________________________________________________________________
emoção, suspense ou __________________________________________________________________________
perigo da história. __________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
DESFECHO __________________________________________________________________________
Termine contando como
__________________________________________________________________________
tudo se resolveu. __________________________________________________________________________
Procure criar um final __________________________________________________________________________
bem diferente. Não se __________________________________________________________________________
esqueça de que seu
personagem é um __________________________________________________________________________
aventureiro! __________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

Ao terminar seu texto, troque com um colega


para que vocês possam se divertir com as
histórias um do outro. Ou, então, converse
com seu (sua) Professor(a) e organizem uma
aula de contação de aventuras para toda a A Sala de Leitura está cheinha de
turma. histórias de aventuras como as que
Lucas imaginava.
Vá até lá! Escolha livros para você ler
e compartilhar as aventuras com seus
colegas.
Você vai gostar!
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 31

No texto anterior, você conheceu a história de Lucas, o menino que espiava pra dentro. Agora, iremos ler uma história de outro menino que, assim como Lucas, gosta
muito de aventuras, é bastante criativo, mas... não quer crescer!

Texto 26

– Ei, que vulto é esse do lado de fora dessa janela? Será um ladrão?
Que nada! É Peter Pan, um menino mais ou menos da sua idade que existe há muito tempo!
– Ué! Se ele existe há muito tempo, como pode ser um menino da minha idade?
Estranho, não é? Mas essa maluquice aconteceu porque o menino Peter Pan ficava furioso quando os adultos perguntavam o que ele ia ser quando
crescesse.
– O que vou ser? Quer dizer que eu não sou nada ainda? Pois fiquem sabendo que eu sou um menino muito feliz, que gosta de sonhar com
aventuras muito emocionantes que nenhum adulto é capaz de imaginar. Querem saber de uma coisa? Eu não vou ser nada quando crescer, porque eu
não vou crescer! Vou continuar menino para sempre! Não quero virar gente grande e esquecer todo esse monte de coisas maravilhosas que eu guardo
aqui na minha cabeça de criança!
Pois é! Cabeça de criança é desse jeito mesmo. A do Peter Pan é igualzinha à sua: uma mistura de lugares fascinantes, cheios de piratas, anões
mágicos, duendes que vivem debaixo de cogumelos, índios de cara pintada, fadas transparentes como bolhas de sabão e sereias que enfeitiçam as
pessoas com o seu canto! E ainda cavernas escuras, que ocultam mistérios inventados para provocar sustos deliciosos nas crianças que têm coragem e
imaginação. Por isso, Peter Pan decidiu viver na Terra do Nunca, onde ninguém precisa crescer, só tem de brincar o tempo todo.
– Terra do Nunca? O que é isso de Terra do Nunca?
Já explico, mas primeiro quero contar por que ele está se escondendo do lado de fora dessa janela. É que, quando ele decidiu morar para sempre
na Terra do Nunca, acabou deixando para trás uma das coisas mais gostosas que existem nas casas das crianças que aceitam crescer: as histórias que
as mamães contam para seus filhos antes de o sono chegar. Essa daí é a mamãe Darling, e Peter Pan gosta de ouvir a mamãe Darling contando
histórias para seus três filhos: Wendy, Miguel e João.
[...] – Que história boa! – comentou João, o filho do meio. – Eu bem que queria conhecer esse Peter Pan...
– Ora, João! – sorriu a mãe. – Como é que você poderia conhecer de verdade o Peter Pan? Isso são histórias. E as personagens das histórias não
existem!
– Como não existem? – protestou Wendy. – Peter Pan existe muito existido e pronto!

Na Sala de Leitura, você encontrará várias versões da história de Peter Pan, de diferentes autores.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 32
– Eu cledito em Piti-Pã – apoiou Miguel, que ainda não sabia falar direito.
Mamãe Darling suspirou daquele jeito que as mães suspiram para as coisas que as crianças inventam e encerrou a conversa:
– Muito bem, crianças. Já é hora de dormir. Todo mundo pra cama!
Ajeitou as cobertas de cada um, deu seus beijinhos de boa noite, deixou aceso um pequeno abajur e, antes de sair, foi baixar a vidraça da janela do quarto.
Do lado de fora, ao vê-la aproximar-se, Peter Pan afastou-se para não ser descoberto, mas sua sombra, projetada pela Lua para dentro do quarto, foi cortada pela
janela como ele cortaria uma folha de papel!
A sombra, vendo-se livre de viver grudada nos pés do menino e arrastada pelo chão o tempo todo, mais que depressa tratou de esconder-se no canto mais escuro que
encontrou dentro do quarto...

Adaptado de BANDEIRA, Pedro. Peter Pan / recriação da obra de James Barrie. 2. ed. – São Paulo: Moderna, 2014.

Visite a Educopédia, 5.º Ano –


1– “– Ué! Se ele existe há muito tempo, como pode ser um menino da minha idade?”
Asas de Papel – Aula 32
Que palavra indica o espanto do menino com o que ele havia acabado de ouvir?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
2– “Eu não vou ser nada quando crescer, porque eu não vou crescer!”
Por que Peter Pan não queria crescer?
________________________________________________________________________________________________________________________________________
3– “A do Peter Pan é igualzinha à sua: uma mistura de lugares fascinantes, cheios de piratas sanguinários, anões mágicos, duendes que vivem debaixo de cogumelos,
índios de cara pintada, fadas transparentes como bolhas de sabão e sereias que enfeitiçam as pessoas com o seu canto! “
Os dois pontos podem ser utilizados para introduzir uma lista, a fala de um personagem ou uma explicação. No caso acima, para que foram empregados os dois pontos?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – Circule, no texto, um outro trecho em que os dois pontos tenham a mesma função.
5 – Pelo texto que você leu, já dá para saber... O narrador é um personagem da história? Ou é alguém que está observando e sabe de tudo o que vai acontecer? Justifique
sua resposta citando um trecho do texto.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
6 – Copie do texto um trecho em que o narrador se dirige ao leitor:
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 33

Convido você a ler um poema de Pedro Bandeira que também mostra como as crianças querem viver muitas aventuras antes de “crescer”.

Texto 27

Se eu me fecho lá em casa,
Vai já pra dentro, menino! numa tarde de calor,
Vai já pra dentro estudar! como eu vou ver uma abelha
É sempre essa lengalenga a catar pólen na flor?
quando o que eu quero é brincar...
Como eu vou saber da chuva,
Eu sei que aprendo nos livros, se eu nunca me molhar?
eu sei que aprendo no estudo, Como eu vou sentir o sol,
mas o mundo é variado se eu nunca me queimar?
e eu preciso saber tudo!
Como eu vou saber da terra,
Há tanto pra conhecer, se eu nunca me sujar?
há tanto pra explorar! Como eu vou saber das gentes,
Basta os olhos abrir, sem aprender a gostar?
e com o ouvido escutar.
Quero ver com os meu olhos,
Aprende-se o tempo todo, quero a vida até o fundo,
dentro, fora, pelo avesso, quero ter barro nos pés,
começando pelo fim, eu quero aprender o mundo!
terminando no começo!
Pedro Bandeira

ROCHA, Ruth. Poemas que escolhi para as crianças / seleção de Ruth Rocha;
1. ed. São Paulo: Moderna, 2013.

1 – “Vai já pra dentro, menino! / Vai já pra dentro estudar!” Onde o menino provavelmente está?
_______________________________________________________________________________________________________________________________________
2 – O menino reconhece a importância dos livros e dos estudos? Copie do texto os versos que comprovam sua resposta.
_______________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Copie versos da 2.ª ou da 3.ª estrofe que expliquem a causa ou o motivo de o menino não querer ficar dentro de casa.
_______________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – Pinte da mesma cor as palavras que rimam no poema.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 34

O que será que aconteceu com a sombra de Peter Pan?

Texto 28

Logo que a mamãe Darling saiu e fechou a porta atrás de si, Peter Pan cuidadosamente levantou a vidraça atrás de si e entrou no quarto. Ele, que
até tinha aprendido com as fadas da Terra do Nunca a voar, não podia viver sem a própria sombra. Era preciso encontrar a fujona!
Junto com ele, como se fosse uma das estrelinhas do céu, vinha uma luzinha brilhante, pequenina, que esvoaçava por todo lado como uma
borboleta... Uma luzinha que piscava, brilhava feito vaga-lume e tilintava como um sininho de ouro. E Sininho era justamente o nome daquela lindeza,
uma fada tão pequena que caberia inteirinha na palma da sua mão!
– Vamos, Sininho! – sussurrou Peter Pan. – Procure a minha sombra. Como é que vou chegar na Terra do Nunca sem a sombra?
– Tin-tlin tin? – perguntou a fadinha.
– Onde procurar? Bom, se eu fosse uma sombra e não quisesse ser encontrado, não ia ficar num lugar iluminado. Ela deve ter se escondido em
algum canto escuro, o melhor lugar para uma sombra se esconder. Procure nas gavetas, Sininho!
Sininho entrou pelas fechaduras de todas as gavetas e armários do quarto e... nada! Foi aí que a fadinha viu o relógio cuco na parede. Sentou-se
em cima dele e esperou: logo os ponteiros chegaram às sete horas, e a portinha do cuco abriu-se:
– Cuco! Cuco!
Mais que depressa, Sininho entrou pela portinha e... lá estava a sombra!

http://www.disney.pt/
– Tlin-tilin! Tlin-tin! – fez Sininho, espantando a sombra, que foi cair nas mãos de Peter Pan.
Plac! – fez a portinha do relógio, fechando-se e prendendo Sininho lá dentro!
– Há, há! – riu-se Peter Pan, sem perceber que a fada tinha ficado trancada no relógio. – Venha cá, sua fujona!
A sombra debateu-se, voou das mãos de Peter, mas o menino era ligeiro e acabou agarrando a danada pelo pescoço.
– Pronto. Mas, e agora? Como é que eu vou prender a sombra no lugar de novo?
Tentou colar com cuspe, mas logo desistiu. Foi buscar um sabonete no banheiro e procurou emendar a fujona no toquinho de sombra que havia
sobrado nos seus pés, mas a ideia não deu nem um pouquinho certo. Que tristeza!
Foi aí que Wendy acordou ouvindo soluços. Sentou-se na cama e... o que viu foi seu herói, o verdadeiro Peter Pan, sentado no tapete e chorando
desconsolado!
– Peter Pan! Que bom! Você veio me visitar! Mas por que você está chorando?
O menino parou de chorar, pigarreou sem jeito e respondeu:
– Hum... ha-rum... É que não consigo colar essa minha sombra rebelde no lugar. Vai ver o sabão de vocês não é de boa qualidade...
Wendy sorriu e ofereceu-se:
– Ora, Peter! Sabão não serve pra colar sombra. O certo é costurar essa fujona no lugar dela. E eu sei costurar direitinho!
Foi buscar uma cestinha de costura, pegou linha preta e agulha, enfiou um dedal no dedinho e avisou:
– Seja valente, Peter. Isso pode doer um pouco.
O menino levantou o nariz:
– Não se preocupe: eu não choro nem pra injeção!
[...]
BANDEIRA, Pedro. Peter Pan / recriação da obra de James Barrie. São Paulo: Moderna, 2014.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 35

1– “Era preciso encontrar a fujona!”


a) A quem se refere a expressão destacada?
_____________________________________________________________________________________________
b) Por que Peter Pan a estava chamando assim?
______________________________________________________________________________________________________________________
“Junto com ele, como se fosse uma das estrelinhas do céu, vinha uma luzinha brilhante, pequenina, que esvoaçava por todo lado como uma
2– borboleta... Uma luzinha que piscava, brilhava feito vaga-lume e tilintava como um sininho de ouro.”

a) Este trecho é uma descrição, ou seja, ele diz, através de palavras, quais são as características de alguém. Quem está sendo descrito?
_____________________________________________________________________________________________________________________
b) Copie, desse trecho, outra expressão que comprove que ela tem algumas características de uma “estrelinha do céu”.
______________________________________________________________________________________________________________________
c) Por que a personagem recebeu o nome de Sininho?
______________________________________________________________________________________________________________________
3– “– Tin-tlin tin? – perguntou a fadinha.
– Onde procurar? Bom, se eu fosse uma sombra e não quisesse ser encontrado,não ia ficar num lugar iluminado. [...]”

A fada Sininho apenas tilinta. Então, como o leitor fica sabendo o que a fada perguntou?
______________________________________________________________________________________________________________________
4– “Sentou-se na cama e... o que viu foi seu herói, o verdadeiro Peter Pan, sentado no tapete e chorando desconsolado!”
Qual o efeito de sentido causado pelo uso das reticências?
______________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 36

5 – Circule, no trecho abaixo, as palavras ou expressões que substituem o nome de Peter Pan:

“Foi aí que Wendy acordou ouvindo soluços. Sentou-se na cama e... o que viu foi seu herói, o verdadeiro Peter Pan, sentado no tapete e
chorando desconsolado!
– Peter Pan! Que bom! Você veio me visitar! Mas por que você está chorando?
O menino parou de chorar, pigarreou sem jeito e respondeu:
– Hum... ha-rum... É que não consigo colar essa minha sombra rebelde no lugar. Vai ver o sabão de vocês não é de boa qualidade...”

6 – Observe dois trechos do texto:


1  “Ora, Peter! Sabão não serve pra colar sombra. O certo é costurar essa fujona no lugar dela! E eu sei costurar direitinho!”
2  “Foi buscar uma cestinha de costura, linha preta e agulha, enfiou um dedal no dedinho e avisou: [...]”
Em qual trecho a palavra destacada dá ideia de algo pequeno? _____________________________________________________________________
7 – Wendy pegou sua cestinha de costura para costurar a sombra fujona de Peter Pan. Dentre os objetos de costura abaixo, pinte o dedal.

8 – Observando a figura que você pintou, explique para que serve o dedal.
______________________________________________________________
www.123rf.com printablecolouringpages.co.uk
www.actiludis.com www.123rf.com ______________________________________________________________

“Foi buscar uma cestinha de costura [...] e avisou:


9– – Seja valente, Peter. Isso pode doer um pouco.” A que atitude de Wendy se refere a palavra destacada?

__________________________________________________________________________________________________________________________
10 – Que palavra você poderia usar para substituir os dois pontos, sem alterar o
“O menino levantou o nariz: sentido do que está sendo dito?
– Não se preocupe: eu não choro nem pra injeção!”
______________________________________________________________________

Imagine que você teve um encontro com Sininho e a fadinha derrubou purpurina-de-fada
sobre você. O que você faria? Que lugares gostaria de conhecer? Por quê? Escreva um pequeno
texto, contando os lugares que você conheceria e que aventuras gostaria de viver. Se desejar,
convide um colega para realizar a atividade com você. Combine com o(a) seu(sua) Professor(a).
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 37

Não são apenas Peter Pan e seus amigos que gostam de voar. O homem sempre quis conquistar o céu e foi através do brasileiro Alberto
Santos Dumont que isso se tornou possível.
O documentário “O homem pode voar: céu brasileiro” foi produzido em comemoração aos 100 anos do primeiro voo de Santos Dumont e
conta um pouco de sua história.

Texto 29

Filme celebra 100 anos do primeiro voo de Santos Dumont


e tem imagens inéditas

Ele levou muito tombo antes de conseguir levantar voo de verdade. Mas, em 12 de novembro de 1906, o brasileiro
Alberto Santos Dumont, em cima de uma máquina com asas, subiu 6 metros de altura e percorreu 220 metros. Era o primeiro
cineaprendizagem.blogspot.com
voo de avião homologado pelo Aeroclube da França – e, portanto, considerado o primeiro da história, devidamente
fotografado e filmado.
Tudo bem, tem aquela história dos irmãos Wright, que os americanos juram que são os pioneiros do ar. De fato, Wilbur
e Orville Wright levantaram voo três anos antes. Só que eles foram impulsionados por uma catapulta – enquanto Santos Dumont saiu do chão, sem ajuda externa. Além
disso, o voo deles foi testemunhado por apenas cinco pessoas.
Polêmica nenhuma, porém, tira o mérito do brasileiro, que completou no ano de 2006 o centenário de seu voo inaugural, a bordo do 14 Bis. Como parte das
homenagens, estreou nos cinemas o documentário O Homem Pode Voar, do jornalista Nelson Hoineff .
O filme nasceu para ser um documentário para o canal Discovery. “Santos Dumont é um grande personagem e não havia nenhum produto audiovisual de grande
porte sobre ele”, diz Hoineff. Aos poucos, o projeto extrapolou a televisão, até ganhar o formato para cinema. (...)
Um dos grandes trunfos de O Homem Pode Voar é ter encontrado cerca de 18 minutos de imagens do início do século passado que se julgavam perdidas. “Entre
as cenas, há experiências no rio Sena, em Paris, que o levaram à construção do avião número 18 e os poucos frames que restaram do voo do 14 Bis de novembro, o
que foi homologado (Santos Dumont já fizera alguns voos anteriores com o mesmo avião)”, afirma Hoineff. “Ele foi realizado depois de mais de dez tentativas, quando a
maioria das pessoas já havia abandonado o local.”
Adaptado de http://guiadoestudante.abril.com.br/aventuras-
historia/homem-pode-voar-ceu-brasileiro-434771.shtml
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 38

1– “Ele levou muito tombo antes de conseguir levantar voo de verdade. “

A quem se refere a palavra em destaque?


____________________________________________________________________________________________________________________________________
2–
“Tudo bem, tem aquela história dos irmãos Wright, que os americanos juram que são os pioneiros do ar. “

O que significa a expressão em destaque?


____________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Releia o 2.º parágrafo e explique em que o feito dos irmãos Wright e de Santos Dumont se diferenciam.

Irmãos Wright

Santos Dumont

4– “Polêmica nenhuma, porém, tira o mérito do brasileiro, que completou, no ano de 2006 o centenário de seu voo inaugural, a bordo do 14 Bis.”

O termo destacado está se referindo a quem?


____________________________________________________________________________________________________________________________________
5–
“Santos Dumont é um grande personagem e não havia nenhum produto audiovisual de grande porte sobre ele”, diz Hoineff.

Explique o emprego das aspas neste trecho.


__________________________________________________________________________________________________________________________________
6 – Com que objetivo se começou a fazer o filme?
___________________________________________________________________________________________________________________________________

7 – O trecho “Um dos grandes trunfos de O Homem Pode Voar é ter encontrado cerca de 18 minutos de imagens do início do século passado [...]” é um fato ou uma
opinião? Qual palavra é a pista para você acertar?
____________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 39

Vamos ler uma sinopse do documentário sobre Santos Dumont?

Texto 30

Sinopse e detalhes
No início do século XX, o jovem Alberto Santos Dumont chega a
Paris para acompanhar o tratamento de saúde do pai. Em pouco tempo,
se envolve na disputa pela construção de aparelhos voadores, que tinha
Se você quiser saber mais
grande destaque na época. Em outubro de 1906, Dumont consegue ser o sobre Santos Dumont,
1.º homem a decolar e pousar sem auxílio externo. Um mês depois, ele procure, na Sala de
Leitura, o livro Uma
conquista os três primeiros recordes homologados no ar: velocidade, aventura selvagem – a
altura e distância. O Aeroclube da França reconhece a proeza como vida de Santos Dumont,
de Bia Hetzel, Editora
sendo o marco inicial da aviação mundial. Manati.
.
http://www.adorocinema.com/filmes/filme-202142/

1 – Para que Santos Dumont foi a Paris? ___________________________________________________________________________________________________


2– “Em outubro de 1906 Dumont consegue ser o 1.º homem a decolar e pousar sem auxílio externo.”

O que significa a expressão em destaque? _______________________________________________________________________________________________


3 – De acordo com o texto 29 que auxílio externo os Irmãos Wright utilizaram? ______________________________________________________________________
4 – O texto 30 é uma sinopse do documentário. Portanto, qual é a sua finalidade?
____________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 40

Texto 31

Você já montou aviõezinhos de papel? Que tal tentar montar um? Mas, antes, é preciso saber como. Abaixo, temos os desenhos que ilustram
como fazer aviõezinhos. Observe o passo a passo das figuras e numere as instruções, de acordo com o desenho a que elas se referem.

( ) Dobre metade da asa de ( ) Dobre as pontas


cada lado para fora. superiores da esquerda e da
direita para dentro, formando
um bico.
( ) Dobre o bico formado até
1 5
quase o final da folha.
( ) Dobre novamente as duas
pontas superiores da esquerda
( ) Dobre o biquinho e da direita para o centro.
retangular, que aparece na
2 6
parte inferior, para cima.

( ) O seu avião está pronto!!

( ) Dobre as duas metades –


3 7 esquerda e direita – para fora.

1 - Qual a finalidade desse texto?


( ) Dobre uma folha _________________________________________
retangular ao meio, juntando _________________________________________
4 8 os lados: direito e esquerdo.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 41

Vamos conhecer mais algumas aventuras desses irmãos na Terra do Nunca?


Ao chegarem à Terra do Nunca, Wendy, João e Miguel conhecem os Meninos Perdidos e o terrível Capitão Gancho.

Texto 32

[...] Peter Pan e Wendy nadavam na Enseada das Sereias, ouvindo o mavioso canto delas e tentando persegui-las em seus mergulhos. Foi aí que, de repente,
o tempo começou a mudar: uma nuvem enorme tapou o Sol e uma neblina tudo escureceu. Os dois acharam melhor nadar de volta à praia, quando ouviram um
murmúrio. Peter fez sinal para Wendy ficar quietinha e murmurou:
– Isso é voz de pirata! Acho que vem dali, logo adiante, da Pedra do Desterro.
– O que é isso?
– É uma pedra afastada, no meio do mar, onde os comandantes piratas abandonam algum companheiro que tenha cometido uma falta. O coitado fica lá, até a
maré encher e afogá-lo!
– Que horror!
Nadaram em silêncio e, logo que se aproximaram da Pedra do Desterro, conseguiram entender as vozes. A primeira a ser entendida era a voz do Barrica:
– Vamos fazer como o Capitão mandou. Ele disse pra deixar a menina aqui, amarradinha nesse toco, na Pedra do Desterro, até a maré encher. Ha, ha! O
Grande Chefe Pantera Caolha vai ficar furioso quando descobrir que afogamos sua querida filha Tigresinha!
– Ha, ha! – repetiu o outro pirata, que era meio bobo. – Blub, blub, blub! Vai se afogar!
O horror agora era maior: a Princesa Tigresinha tinha sido capturada pelos piratas e ia morrer afogada! Wendy olhou Peter Pan, implorando por algum plano
que pudesse salvar a indiazinha.
E esse plano foi imediatamente posto em prática, pois Peter era perito em imitar vozes. Pôs a mão em concha em torno da boca e falou alto, fazendo a voz do
Capitão Gancho:
– Com seiscentos milhões de cascavéis e escorpiões! Barrica! Sete-dedos! Desamarrem a indiazinha, já, já! E mandem ela embora no bote!
Os dois piratas ficaram de boca aberta! O que era aquilo?
– Ué... – perguntou Sete-dedos. – É o Capitão... Mas por que ele está dizendo pra gente soltar a indiazinha, se ainda agora mandou a gente acabar com ela?
Barrica também não estava entendendo e perguntou:
– Ma-ma-mas, Capitão! O senhor não tinha mandado a gente...
Peter interrompeu, fazendo a voz mais ameaçadora que conseguia:
– Com seiscentos milhões de cascavéis e escorpiões! Eu sei muito bem o que faço e o que mando! E estou mandando soltar a índia já, já! Desamarrem a
menina e ponham ela no bote! Ou vão sentir o ferro do meu gancho em suas gargantas! Com seiscentos milhões de cascavéis e escorpiões!
Tremendo de medo, os dois piratas mais que depressa desamarraram Tigresinha do toco e puseram a menina no bote. Como dois palermas, ficaram vendo a
indiazinha fugir, remando bem depressa.
– Ué... – comentou Sete-dedos, que, pelo jeito, não era tão bobo assim. – E agora? A gente é que vai ficar aqui, na Pedra do Desterro, sem bote, esperando a
maré encher? E se a gente se afogar, hein?
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 42

1 – O que aconteceu na Enseada das Sereias que fez com que Peter Pan e Wendy resolvessem nadar de volta à praia?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
2 – O que aconteceu quando eles estavam voltando e que dá origem a todas as ações que acontecem na história?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – O que era a Pedra do Desterro?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
4 – No trecho “[...] Ha, ha! O Grande Chefe Pantera Caolha vai ficar furioso quando descobrir que afogamos sua querida filha Tigresinha!”, o que representam as palavras
destacadas?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________

5 – No trecho “O horror agora era maior: a Princesa Tigresinha tinha sido capturada pelos piratas e ia morrer afogada! [...]“, que palavra poderia substituir os dois
pontos, empregados nessa frase, sem alterar o sentido do que está sendo dito?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
6 – No trecho “- Ha, ha! – repetiu o outro pirata, que era meio bobo. – Blub, blub, blub! Vai se afogar!“, que som as palavras destacadas estão representando?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
7 – Conte, com suas palavras e resumidamente, qual era o plano de Peter Pan para salvar a indiazinha.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
8 – No trecho “Os dois piratas ficaram de boca aberta!”, o que significa a expressão em destaque?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
9 – No trecho “– Ma-ma-mas, Capitão! O senhor não tinha mandado a gente...”, explique por que essa palavra foi grafada, ou seja, escrita dessa forma.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
10 – Conte, com suas palavras, como aconteceu o desfecho, ou seja, o final da história.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 43

O que terá acontecido quando o Capitão Gancho descobriu que os piratas desobedeceram às suas ordens? Será que ele desconfiou que Peter
Pan estava por trás de tudo isso?
Crie um final para a história, contando um encontro bem emocionante entre o Capitão Gancho e Peter Pan. Não se esqueça de dar um título
bastante criativo para a sua história! Depois, você pode trocar seu texto com o de seus colegas e conhecer as aventuras que cada um imaginou
para Peter Pan. Combine com o seu(sua) Professor(a).

__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________________________________________

Revise seu texto. Verifique também Compartilhe


a pontuação, a Reescreva e... leia seu texto com
Ele está organizado em mais uma vez!
concordância e a os colegas!
parágrafos?
ortografia.
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 44

Além de aparecerem na história de Peter Pan, as sereias também aportaram aqui, no Rio de Janeiro, na praia do Arpoador. Vamos
conhecer mais sobre elas?

Texto 33

O mar está para sereia. É o que dizem as sete integrantes do coletivo Sirenas, que faz performances em bailes de
debutantes, eventos corporativos e festas de casamento – desde que o local tenha piscina, claro. As atletas do nado
sincronizado, com idades entre 21 e 27 anos, usam maiôs com estampa de escama, não se cansam de assistir ao desenho
“The little mermaid” e nadam com desenvoltura vestindo pés-de-pato em formato de rabo de sereia. “Está rolando esta onda
no mundo inteiro. Será o nosso verão”, aposta Giovanna Bueno, a caçula do grupo, que pretende fundar uma escola de
sereia no Rio.
As Sirenas fazem o maior sucesso no Instagram com imagens subaquáticas feitas pelo fotógrafo Bruno Bezerra, o
autor da imagem acima, clicada no Arpoador. Bruno, aliás, acabou se “especializando” em sereias: “Meninas me contrataram
para fazer books subaquáticos, com roupa de sereia, com o objetivo de ganhar likes no Instagram”, conta ele, que tem no
acervo dois pés-de-sereia importados dos Estados Unidos.
Revista O Globo, 6 de dezembro de 2015.

1– “É o que dizem as sete integrantes do coletivo Sirenas, que faz performances em bailes de debutantes, eventos
corporativos e festas de casamento – desde que o local tenha piscina, claro.
Qual o significado da palavra destacada?
____________________________________________________________________________________________________
Atleta de nado sincronizado faz show aquático
vestida de sereia - Bruno Bezerra / O Globo 2 – “(...) desde que o local tenha piscina, claro.”
Que palavra do trecho acima indica que o leitor deve saber que o local tem de ter piscina?
____________________________________________________________________________________________________
3 – Geralmente, empregamos palavras ou expressões para substituir algo que já foi dito, a fim de evitarmos a repetição. Que expressão do 1.º parágrafo substitui “as
sete integrantes do coletivo Sirenas”?
_______________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 45

Você conhece o desenho “The Little Mermaid”? Seu título, em português, é “A Pequena Sereia” e é baseado num conto de Hans Christian
Andersen.

Texto 34
A história gira em torno de Ariel e seu sonho de conhecer os humanos e viver com eles. Seu melhor
amigo é o Linguado e, com ele, ela explora todo o oceano, descobrindo navios naufragados e pegando
objetos dos humanos para si (objetos sem valor para nós, mas que para ela eram fascinantes!).
Em um belo dia, Ariel resolve ir à superfície encontrar Sabidão – a gaivota – e ouvir mais de suas
histórias incoerentes sobre humanos. Porém, nesse dia, há a celebração de aniversário do príncipe Eric, e
Ariel assiste a tudo do mar, apaixonando-se pelo príncipe. Então, uma tempestade vem e o navio é
destruído, lançando Eric ao mar. Ariel o salva e canta para ele, fugindo assim que ele recobra a
consciência.
Eric fica intrigado com aquela voz e faz de tudo para descobrir de quem é, pois assim saberia quem
foi que o salvou. Ariel, por sua vez, apaixonada por Eric, faz de tudo para poder encontrá-lo novamente.
A história então passa a ter foco na vontade cega de Ariel se tornar humana para assim se revelar a
Eric e ser feliz com ele, porém não será tão fácil quanto o esperado.
E quem conhece a história, sabe o que vem a seguir, quem não conhece, tem aí uma boa
oportunidade de ver um ótimo filme!
http://www.seligaleitor.com.br/2015/07/resenha-do-filme-pequena-sereia.html
revistaguiainfantil.uol.com.br

1 – Algumas palavras e expressões são empregadas para evitarmos a repetição. Circule de azul, no texto, as palavras ou expressões que foram usadas para substituir o
nome Eric.
2 – “Eric fica intrigado com aquela voz e faz de tudo para descobrir de quem é, pois assim saberia quem foi que o salvou.” Qual o significado da palavra em destaque?
_______________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Sublinhe, no trecho abaixo, uma opinião sobre o filme.
“E quem conhece a história, sabe o que vem a seguir, quem não conhece, tem aí uma boa oportunidade de ver um ótimo filme!”
4 – O texto 34 é uma sinopse. Qual a finalidade desse texto?
_______________________________________________________________________________________________________________________________________
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 46

Você costuma ir à praia? A escritora Martha Medeiros escreveu um texto falando desse espaço público de que o
carioca tanto gosta.

Texto 35
(...)
Praia é ponto de encontro. Tem gente que só se conhece da praia. (...) Praia é balada aberta ao público, sem paredes, sem holofotes, o sorriso valendo como
ingresso. Boca livre.
Praia é pra quem está de bem com a vida, embaixada internacional da liberdade, pátria do chinelo de dedo, passarela do biquíni, congresso mundial da canga
e da tatuagem. O Brasil tem oito mil quilômetros de orla pra ninguém morrer de tédio.
(...)
As minhas (praias) além de Torres: Bombinhas, Quatro Ilhas, Praia do Rosa e Ipanema. Me viram crescer, por dentro e por fora. E você? Que praias serviriam
de cenário para sua história?

Adaptado de MEDEIROS, Martha. Revista O Globo, 6 de dezembro de 2015. Especial Verão.

Converse com seu(sua) Professor(a) e seus colegas sobre este espaço tão carioca! Por que Martha Medeiros diz que a praia é “a embaixada
internacional da liberdade”, “a pátria do chinelo de dedo” e “a passarela do biquíni”?
A expressão “Boca livre” é popular. O que ela significa?

Que tal aceitar o convite de Martha Medeiros e criar uma história que tenha como cenário “a praia”? Você pode contar sobre algo que tenha
acontecido com você, com seus amigos ou até mesmo criar uma história bem divertida. Poderia até mesmo aparecer alguma sereia na sua história...
Não se esqueça de contar todos os detalhes do que aconteceu. Para te ajudar, damos algumas dicas!

SITUAÇÃO DESFECHO E aí, gostou?!


CONFLITO CLÍMAX
INICIAL Vejo você no
GERADOR Termine contando
Conte como próximo
Conte como como tudo se resolveu.
estava o dia, por
Agora, diga aconteceu o Procure criar um final caderno!!!
como e o que momento de maior bem diferente. Não se
que resolveu ir à
aconteceu para emoção, suspense esqueça de que seu
praia, como e
dar início aos ou perigo da personagem é um
com quem fez o
fatos da sua história. aventureiro!
passeio.
história.

Ao final, troque seu texto com um colega para que vocês possam ler o que cada um criou!!
LÍNGUA PORTUGUESA – 6.° ANO 47