Você está na página 1de 2

Carta de justificativa

Prezadxs,

Através desta carta venho apresentar minha concorrencia à bolsa de estudos para cursar o
nivel II do Frances na turma E. Nela, pretendo falar sobre a minha trajetória acadêmica que
possibilita e faz pertinente minha candidatura.

Cheguei ao Brasil, do Peru, faz um ano, momento em que comecei a graduação em Ciências
Sociais na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), mas minha relação
com a área começou em 2014; ano que entrei na Facultad de Ciencias Sociales, no curso de
Antropologia, da Universidad Nacional Mayor de San Marcos (UNMSM) em Lima/Peru. Esta
instituição é pública e também uma das mais reconhecidas e maiores do meu país.
Permaneci por apenas um ano e meio, porém, foi quando tive contato com xs primeirxs
autorxs da área tanto nacionais como internacionais, devidamente traduzidos; embora
lamente a ausência de autorxs brasileirxs até porque a língua constituia um limite. Uma das
exigências para concluir o curso era o domínio de duas línguas, sendo obrigatória a inglesa.
Mas meu interesse era pelo português, pois minhas possibilidades de domínio seriam
maiores dadas à proximidade ao espanhol.

Durante esse tempo de estudo, todo o ano de 2015, fiquei sabendo, por acaso, do programa
de estudos chamado Programa de Estudante Convênio de Graduação (PEC-G) que é
oferecido pela Embaixada do Brasil, o qual permite a qualquer estudante não brasileirx, mas
dentro da América Latina, concorrer a uma vaga em qualquer universidade brasileira; a vaga
era outorgada de acordo à pertinência do resumo do histórico escolar, bem como ao nível
atingido num teste de proficiência em Língua Portuguesa que é sediado pelo Instituto
Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) do Ministério de
Educação (MEC) onde obtive a certificação de nível Intermediário Superior. Assim, fui aceito
na USP para iniciar os estudos em 2017.

Durante o ano de 2016, mesmo que não estivesse na faculdade me dediquei ao estudo de
inglês na Asociación Cultural Peruano Británica mais conhecida como Británico, conseguindo
encerrar todo o nível intermediário de domínio da língua. Depois disso eu mudei para o
Brasil, em 2017.

No tempo de estudos no Peru, tive um interesse maior pela área de Antropologia de


Gênero, mas que não levei para frente por causa de condições materiais e também porque
era mais atraente, para mim, desenvolver uma carreira acadêmica no exterior. Quando no
Brasil, através das disciplinas obrigatórias que ainda curso, só veio reforçar meu interesse
pela Antropologia, mas que tem mudado o seu foco para a história da disciplina. Este último
interesse se confirma, pois venho pensando um projeto de Iniciação Científica, sob
orientação da professora Fernanda Arêas Peixoto, que pretendo apresentar até o final do
ano bem como conseguir o financiamento de agências de fomento à pesquisa.
Muitas das pesquisas nas Ciências Humanas é divulgada em Ingles e Frances, motivo pelo
qual conseguir a bolsa me permitiria acessar essa ampla bibliografia, assim como mais para
a frente concorrer a um programa de pós-graduação na França, de preferencia na École
Normale Supérieure (ENS), cuja modalidade de ingresso alem de ser das mais rigorosas
tambem outorga uma bolsa de estudos a todo aquele que ingressa. Isto me possibilitaria
continuar com meus planos de fazer uma carreira no exterior.

A respeito de minha situação economica, minha renda está na faixa dos R$ 700-800 por
mês, nesta se inclui o valor de aluguel mensal (R$ 490), pois moro numa republica, e o resto
é destinado às despesas. Para poder receber o dinheiro, no início tive que abrir uma conta
no Banco do Brasil, mas devido a que nao era conveniente a taxa de cambio da moeda,
optei por utilizar uma conta de um banco do Peru. Até o mes de agosto, estaba recebendo
auxilio da SAS, pelo Programa Unificado de Bolsas, mas devido a um problema de falta de
documentos nao consegui concorrer novamente para esses auxilios, o qual pelo menos no
restante desse ano me coloca numa situação de crise. E o cartao do banco do Peru é
utilizado para receber o dinheiro que minha mãe consegue me enviar durante o mês.

Em relação ao pedido da bolsa anterior, nesta solicitação nao consigo entregar comprovante
de renda da minha mae, pois ela teve que fechar o comercio devido a que nao estava
rendendo o suficiente para se manter. Em lugar disso, estou apresentando um comprovante
onde indica que o comercio dela encerrou atividades.

Dito isto, espero ter conseguido explicar minha trajetoria e interesses academicos assim
como minha situação financeira, e que me permita, por tanto, conseguir a bolsa.

Atenciosamente,

Fabio Alberto Chipana Herrera