Você está na página 1de 9

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO “13 DE

MAIO”

PLANEJAMENTO ESCOLAR

DISCIPLINA: SOCIOLOGIA.
PROFESSORES: - JAIRO CORTÊZ
- MARIA LUIZA GOTARDO TOLOI
- SILVIO GOMES CAMPOS

NÍVEL DE ENSINO: MÉDIO

SÉRIE/TURMA: 1ª ANO

1 - EMENTA

Contexto histórico do surgimento da Sociologia. Sociologia clássica e principais


autores. Sociologia no Século XX, seus temas e dilemas. Transformações no mundo do
trabalho. O pensamento social brasileiro. Principais aspectos e temáticas da Sociologia
brasileira. Sociologia e religiosidade.

2 - OBJETIVO DA DISCIPLINA PARA A SÉRIE

Compreender os principais conceitos sociológicos necessários à análise crítica da


realidade social, destacando a sua importância na compreensão da sociedade
contemporânea e na formação cidadã.

3 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Identificar as diferentes correntes sociológicas e suas contribuições para a


compreensão da sociedade moderna, de ciência e de sociedade em diferentes períodos
históricos.

 Especificar a constituição da sociologia brasileira e suas contribuições e influências


no processo histórico, político, social e cultural do Brasil.

 Destacar os principais dilemas teóricos e desafios para a sociologia contemporânea.

 Identificar as transformações do mundo do trabalho e as divisões sociais em


estratificação e classes.
4 - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CAPÍTULO 1: A CHEGADA DOS “TEMPOS MODERNOS”.

- Do campo para a cidade;


- Novos tempos;
- Seres humanos interpretando e transformando o mundo;
- Nova mobilidade de coisas e pessoas;
- Ampliando horizontes e descobrindo o “outro”;
- O Século das Luzes e as grandes revoluções Modernas;
- A vez da Indústria;
- Afinal, para onde a razão nos conduziu?

CAPÍTULO 2: SABER O QUE ESTÁ PERTO

- A sociologia e a crítica do tempo presente;


- Da Europa do século XIX ao Brasil do século XXI;

CAPÍTULO 3: SABER O QUE ESTÁ DISTANTE

- Antropologia e Alteridade
- Superando o etnocentrismo científico
- Lições do trabalho de campo

CAPÍTULO 4: SABER AS MANHAS E A ASTÚCIA DA POLÍTICA

- Tempos modernos e a nova ordem política;


- Poder, Obediência e suas veredas;
- Democracia e Ciência Política no Brasil;
- A política na vida contemporânea;
-Saberes cruzados;

CAPÍTULO 5: O APITO DA FÁBRICA

- Émile Durkheim;
- Solidariedade e coesão;
- Direito e anomia;
- Ética e mercado;

CAPÍTULO 6: TEMPO É DINHEIRO!

- Max Weber;
- Os caminhos da racionalidade;
- As máquinas modernas;
- O tempo mudou?
- Mudanças e resistências;
- O protestantismo e o “espírito” do capitalismo;
- O mundo desencantado;
- Leitura complementar: O significado da disciplina;

CAPÍTULO 7: A METRÓPOLE ACELERADA

- George Simmel;
- Tempos Nervosos;
- O ritmo do tempo nas cidades grandes;
- A cultura subjetiva e a cultura objetiva;
Leitura complementar: o significado sociológico da semelhança e da diferença entre
indivíduos;

5 - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO-


APRENDIZAGEM
- Avaliação individual.
- Apresentação de Seminários.
- Atividades em grupos.
- Trabalhos individuais e em grupos realizados em sala e extraclasse a partir dos
textos indicados referente aos capítulos.
- Trabalhos individuais ou em grupos.
- Participação em sala em todas as atividades solicitadas e responsabilidade em estar
com o material de Sociologia em todas as aulas.
- Atividades interdisciplinares a serem organizadas no decorrer do ano letivo.
Observações:
a) Cada avaliação terá critérios específicos expressos, por escrito ou acordado na
turma, na hora de sua elaboração.
b) Poderão ser sugeridas outras atividades avaliativas no decorrer do Ano Letivo.
c) Geralmente cada avaliação terá peso 1. Quando houver alterações de peso, será
comunicado aos alunos no cabeçalho ou nas orientações da referida avaliação.

6 - ESTRATÉGIAS DE ENSINO

a) Aulas expositivas centradas na discussão temáticas e textos específicos, a partir da


perspectiva de mediação e abordagem dialógica.
b) Leitura crítica e interpretação de textos, trabalhados e exercícios em sala.
c) Trabalhos em grupos com pesquisa e apresentação de seminários e debates em sala.
d) Pesquisa em letras de músicas e elaboração de paródias.
e) Debates organizados pela professora e também pelos alunos.
NÍVEL DE ENSINO: MÉDIO

SÉRIE/TURMA: 2ª Ensino Médio

1 - EMENTA

O surgimento das primeiras classes de trabalhadores como resultado da insatisfação da


exploração econômico, o surgimento dos espaços de “desejos”, a expansão da
sociologia em outros países, como é o caso do Brasil, análises de pensadores que
pensaram as várias faces do poder.

2 - OBJETIVO DA DISCIPLINA PARA A SÉRIE

Compreender como foram possíveis a construção da luta de classe e a conquista de vários


direitos sociais, o surgimento da sociologia enquanto ciência e o surgimento do imaginário do
sonho de consumo.

3 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- Compreender o conhecimento produzido pelas Ciências Sociais como uma forma de


explicação da vida em sociedade que, ao mesmo tempo, pode contribuir para a
transformação da experiência social;
- Entender os fundamentos da teoria social de Karl Marx e Friedrich Engels e suas
contribuições para as Ciências Sociais;
- relacionar cidadania e democracia na organização das sociedades;
- compreender que a combinação dos ideais democráticos com os costumes, as
tradições e a cultura gera regimes democráticos singulares;
- compreender a concepção de poder de Foucault;
- analisar os processos históricos que geraram as novas instituições de controle
modernas e a formação das sociedades disciplinares;
- Relacionar manifestações culturais do presente a seus processos históricos;
- compreender as relações entre cultura e natureza;
- relacionar identidade cultural e alteridade;
- identificar as contribuições de Walter Benjamin no que tange à incorporação de novos
temas ao trabalho dos sociólogos;
- Identificar os pontos principais de cada autor estudado e comparar suas análises;
- compreender que o conhecimento sociológico não pretende abarcar a totalidade da
experiência social.
- entender que, apesar da unidade territorial e linguística, o Brasil apresenta muitas
realidades distintas: de desenvolvimento; de qualidade de vida; de oferta de serviços;
de manifestações culturais, etc.;
- entender o processo histórico de mudança do sistema de trabalho compulsório para o
de trabalho livre no Brasil;
4 – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CAPÍTULO 8: TRABALHADORES, UNI-VOS;

- Karl Marx
- Da cooperação à propriedade;
- As classes sociais;
- Teoria e prática;
- Leitura Complementar: As condições de vida e trabalho dos operários

CAPÍTULO 9: LIBERDADE OU SEGURANÇA?

- Alexis de Tocqueville;
- Quando a liberdade é ameaçada;
- O Novo Mundo e o sonho de liberdade;
- O Velho Mundo e suas contradições;
- Leitura complementar: Do espírito público nos Estados Unidos;

CAPÍTULO 10: AS MUITAS FACES DO PODER

- Michel Foucault
- Curar e adestrar, vigiar e punir;
- Os corpos dóceis e o saber interessado;
-Indivíduos e populações
-O poder da resistência
-Leitura Complementar: o panóptico

CAPÍTULO 11: SONHOS DE CIVILIZAÇÃO

- Nobert Elias
- As sociedades reveladas;
- Um manual que virou catecismo;
- Julgar os outros pelo próprio ponto de vista;
- Os sonhos dos novos tempos
- Leitura complementar: Tecnização

CAPÍTULO 12: SONHOS DE CONSUMO

- Walter Benjamin
- A capital do século XIX
- Um mundo em miniatura
- Ilusões e realidades da arte e da tecnologia
- Leitura complementar: Experiência e pobreza

CAPÍTULO 13: CAMINHOS ABERTOS PELA SOCIOLOGIA

- A realidade do sonho;
- Um mapa imaginário;
- Um sarau imaginário;
- A estrada aberta e outros caminhos possíveis
- Leitura Complementar: Ruptura histórica

CAPÍTULO 14: BRASIL, MOSTRA A TUA CARA

- caras e caras;
- A mancha nacional;
- Os corpos dóceis e o saber interessado;
- Indivíduos e populações;
- O poder da resistência
- Leitura complementar: O panóptico

5 – CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

A partir da perspectiva da avaliação processual, serão desenvolvidas avaliações


continuadas, utilizando os seguintes critérios:
 Envolvimento dos (as) estudantes nas discussões em sala de aula,
 Iniciativa nas tarefas propostas,
 Interesse pelo assunto e pela disciplina,
 Interação e respeito entre a turma,
 Notas das avaliações escritas individuais,
 Apresentação de trabalhos ou seminários individuais ou em grupo;
 Desenvolvimento de atividades avaliativas orais ou escritas em sala de aula;

6 - ESTRATÉGIA DE ENSINO

a) Aulas expositivas centradas na discussão e reflexão do conteúdo proposto, por meio


de uma abordagem dialógica, com o intuito de superar a inércia da comunicação
unidirecional entre professora e aluno (a). Para isso, o conhecimento será construído a
partir dos saberes vivenciados pelos (as) alunos (as), conjuntamente com o material
apresentado em sala de aula, a fim de que os (as) mesmos (as) desenvolvam argumentos
críticos acerca do conteúdo trabalhado.
b) Leitura crítica e interpretação de textos trabalhados em sala de aula.
c) Trabalhos em grupos com pesquisa e apresentação de seminários em sala.
d) Desenvolvimento de exercícios em sala.
e) Debates organizados pelo professor e/ou pelos alunos.
f) Análise de vídeos ou documentários que possibilitem melhor compreensão do
conteúdo trabalhado.
NÍVEL DE ENSINO: MÉDIO

SÉRIE/TURMA: 3ª Ensino Médio

1 - EMENTA

Ciência Política, Poder, Sociedade e Estado. Globalizações, enfoques políticos.


Tópicos de Ciência política no Brasil e na contemporaneidade.

2 - OBJETIVO DA DISCIPLINA PARA A SÉRIE

 Compreender as principais temáticas da Ciência Política, Desigualdades Sociais, e


sua importância para o estudo da sociedade hoje.

3 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Pontuar os principais conceitos que são focos da Ciência Política;


 Descrever as implicações das reestuturações políticas globais na sociedade;
 Identificar os principais aspectos da moderna democracia brasileira;
 Pontuar os principais desafios da Ciência política na atualidade.

4 – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CAPÍTULO 15: QUEM FAZ E COMO SE FAZ O BRASIL


- A sociologia e o mundo do trabalho;
- Começamos mal ou o passado nos condena?
- O mercado de gente;
- Trabalho livre: libertos e imigrantes;
- Trabalhadores do Brasil;
- E as mulheres? E as crianças?

CAPÍTULO16: O BRASIL AINDA É UM PAÍS CATÓLICO?


- Por que a sociologia se interessa pela religião?
- Em que acreditam os brasileiros?
- O que diz o Estado e o que faz a sociedade?
- A polêmica sobre a pluralidade religiosa brasileira;

CAPÍTULO 17: QUAL A SUA TRIBO?


- Tribos urbanas: encontros entre o arcaico e o tecnológico;
- Identidade ou identificação?
- “Eu sou pnk da periferia”
- Uma escolha ou um rótulo?
- “Cada um no seu quadrado”;

CAPÍTULO 18: DESIGUALDADE DE VÁRIAS ORDENS


-Brasil, país das desigualdades?
- Oportunidades iguais, condições iguais?
- Onde estão e como vão as mulheres no Brasil;
- Todos iguais ou muitos diferentes?
- Negro na pele ou negro no sangue?
- Raça e racismo na legislação brasileira;
- A geografia da fome;

CAPÍTULO 19: PARTICIPAÇÃO POLÍTICA, DIREITOS E DEMOCRACIA;


-A vida escrita de um país;
- De volta a democracia;
- Democracia se aprende, cidadania também;
- Uma história do voto no Brasil;
- Cidadãos de que classe?

CAPÍTULO 20: VIOLÊNCIA, CRIME E JUSTIÇA NO BRASIL


- Pobreza gera violência?
- sociabilidade violenta;
- Um problema de todos nós;

CAPÍTULO 21: O QUE OS BRASILEIROS CONSOMEM?


- Padrões de consumo;
- O consumo de bens culturais;
- O que vai a mesa?
- Público consumidores e campanhas publicitárias;

CAPÍTULO 22: INTERPRETANDO O BRASIL


- Refletindo sobre nós mesmos;
- Civilizados ou cordiais?
- O Brasil e seus dilemas;
- Missão (quase) impossível;

5 – CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

- Avaliação escrita.
- Apresentação de Seminários.
- Atividades em grupos;
- Trabalhos individuais e em grupos realizados em sala e extraclasse a partir dos
textos indicados referente nos capítulos.
- Produção de vídeos e/ou slides.
- Participação em atividades interdisciplinares.
Observações:
a) Cada avaliação terá critérios específicos expressos, por escrito ou acordado na
turma, na hora de sua elaboração.
b) Poderão ser sugeridas outras atividades avaliativas no decorrer do Ano Letivo.
c) Geralmente cada avaliação terá peso 1. Quando houver alterações de peso, será
comunicado aos alunos no cabeçalho ou nas orientações da referida avaliação.

6 ESTRATÉGIAS DE ENSINO

a) Aulas expositivas centradas na discussão temáticas e textos específicos, a partir da


perspectiva de mediação e abordagem dialógica.
b) Leitura crítica e interpretação de textos, trabalhados em sala através de debates e
exercícios em sala.
c) Trabalhos em grupos com pesquisa e apresentação de seminários e debates em sala.
d) Aulas Campo;
e) Filmes, documentários, reportagens televisivas, etc;

SUGESTÃO DE FILMES:
I. O NOME DA ROSA
II. DESCARTES
III. GIORDANO BRUNO
IV. DANTON
V. CASANOVA E REVOLUÇÃO
VI. O MERCADOR DE VENEZA
VII. A CONQUISTA DO PARAÍSO
VIII. FREUD, ALÉM DA ALMA
IX. NA NATUREZA SELVAGEM
X. SHOW DE TRUMAN
XI. UM HERÓI DO NOSSO TEMPO
XII. UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL!
XIII. OLIVER TWIST
XIV. OS MISERÁVEIS
XV. O ENIGMA DE KASPAR HAUSER
XVI. MUITA TERRA PARA POUCO ÍNDIO?
XVII. BILLY ELLIOT, DOGVILLE, O HOMEM BICENTENÁRIO;
XVIII. UM DIA DE FÚRIA;
XIX. O ESTUDANTE;
XX. BILLY ELLIOT, DOGVILLE, O HOMEM BICENTENÁRIO;
XXI. ELES NÃO USAM BLACK TIE, SYRIANA, TEMPOS MODERNOS;
XXII. CENTRAL DO BRASIL, DOMÉSTICAS – O FILME;
XXIII. MINORITY, TERRA EM TRANSE, V DE VINGANÇA;
XXIV. O QUE É ISSO, COMPANHEIRO, O VELHO, SACCO E VANZETTI,
SPÁRTACUS;
XXV. CIDADÃO KANE, VIOLAÇÃO DA PRIVACIDADE;
XXVI. QUANDO EXPLODE A VINGANÇA, REDS, REVOLUÇÃO;

7 – BIBLIOGRAFIA

- BOMENY. Helena, et al. Tempos Modernos, tempos de sociologia: ensino médio:


volume único – 3 ed. São Paulo: Editora do Brasil, 2016.