Você está na página 1de 11

Instituto Superior de Transportes e Comunicações

DEPARTAMENTO DE CIENCIAS BÁSICAS

CURSO: LEMT

ELETRÓNICA, INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE

M31

TEMA: AMPLIFICADORES OPERACIONAIS COMO


COMPARADORES

Discentes:

António Freitas

Faustino Biyen

Joel Madeira

Raimundo Mandlule

René Sevene

Vanda Manjate

Docente: Eng. Alima Averú

Maputo, Outubro de 2018


Índice
1 Introducao.................................................................................................................. 1

2 Amplificador operacional .......................................................................................... 2

2.1 Conceito ........................................................................................................................ 2

2.2 Principais caracteristicas de um amplificador operacional ........................................... 2

2.3 Descricao de funcionamento ........................................................................................ 2

2.4 Aplicacoes para o amplificador operacional ................................................................. 3

2.5 Metodos de polarizacao dos amplificadores ................................................................ 3

2.5.1 Sem Realimentação ............................................................................................... 3

2.5.2 Realimentação positiva ......................................................................................... 3

2.5.3 Realimentação Negativa ....................................................................................... 4

3 Comparadores............................................................................................................ 4

3.1 Circuito Básico ............................................................................................................... 5

3.2 Mudando o ponto de comutação ................................................................................. 6

3.3 Comparador com alimentação simples......................................................................... 7

3.4 CIs comparadores .......................................................................................................... 8

3.5 Comparador de Tensão ................................................................................................. 9


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

1 Introdução
Os amplificadores operacionais constituem, em geral, uma parcela significativa dos
circuitos integrados que formam o arcabouço de sistemas eletrônicos. Quando se deseja
obter um sinal de maior amplitude na saída de um circuito e, com forma de onda de igual
sentido do sinal de entrada,utiliza-se essa tipologia de circuitos integrados. Apresentam,
comummente, facilidade construtiva e boa controlabilidade e qualidade para o sinal de
saída. Os amplificadores operacionais possuem uma vasta aplicação na área de eletrônica,
utilizado em circuitos de controle por garantir redução de ruídos.

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 1


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

2 Amplificador operacional
2.1 Conceito
O amplificador operacional (Amp-Op) é um amplificador CC multiestágio, com entrada
diferencial, cujas características se aproximam de um amplificador ideal.

2.2 Principais caracteristicas de um amplificador operacional


 Resistência de entrada infinita;
 Resistência de saída nula;
 Ganho de tensão infinito;
 Resposta de freqüência infinita;
 Insensibilidade à temperatura

2.3 Descricao de funcionamento


O Amp-Op é um componente eletrônico compacto construído da junção de resistores,
capacitores e transistores. Este componente em tempos passados era largamente utilizado
para computar as operações matemáticas como soma, integrações. Por isso recebe o nome
de Amplificador Operacional. De acordo com o avanço tecnológico o Operacional foi
anexado ao nome devido a sua versatilidade em implementações antes complexas e nos
mais variados projectos. Sua representação gráfica é dada pela figura abaixo:

Onde:

V- : Entrada inversora

V+: Entrada nao inversora

Vo: Saida


V0  A  V   V  

Figura 1 simbologia do amplificador opracional

O Amp-Op possui duas entradas e uma saída onde à função é apresentar na saída o
múltiplo da diferença entre as duas entradas onde A é o ganho de tensão do Amplificador
Operacional.

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 2


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

2.4 Aplicacoes para o amplificador operacional


A sua utilização está presente na maioria dos equipamentos de sistemas de controle
industrial, instrumentação nuclear e petroquímica, equipamentos médicos, computadores,
etc.

2.5 Metodos de polarizacao dos amplificadores


Agora que já conhecemos o amplificador operacional podemos estudar seus modos de
operação que são:

 Sem Realimentação;
 Realimentação Positiva;
 Realimentação Negativa.

2.5.1 Sem Realimentação


Este modo é conhecido como operação em malha 6 aberta, por utilizar o ganho do
operacional estipulado pelo fabricante, ou seja, não se tem o controle do mesmo. Este
modo de operação é largamente empregado em circuitos.

Figura 2 Malha sem reallimentação

2.5.2 Realimentação positiva


Este modelo de operação é denominado operação em malha fechada. Pois o ganho do
operacional é obtido pelo projetista. Apresenta como desvantagem uma instabilidade ao
circuito. Aplicado em circuitos osciladores. Neste modo de operação o AOP não trabalha
como amplificador de sinais, pois sua resposta não é linear.

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 3


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

Figura 3 Malha com reallimentação positiva

2.5.3 Realimentação Negativa


Este modo de operação é o mais importante e o mais utilizado em circuitos com AOP,
veja que a saída é reaplicada à entrada inversora do AOP através de RF.

Figura 4 Malha com reallimentação negativa

3 Comparadores
Frequentemente queremos comparar uma tensão com a outra para ver qual delas é a
maior. Nessa situação, um comparador pode ser a solução perfeita. Esse circuito possui
duas entradas (não inversora e inversora) e uma saída de tensão. Quando a tensão na

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 4


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

entrada não inversora for maior do que a tensão na entrada inversora, o comparador
produzirá uma tensão de saída alta.

3.1 Circuito Básico


A forma mais simples de construir um comparador é ligando um Amp-Op com resistores
de alimentação como mostra a figura 5. Quando a entrada inversora está alterada, uma
pequena tensão de entrada (uma fracção de milivolts) é suficiente para saturar o Amp-
Op. Se A é o ganho de tensão diferencial de um Amp-Op, a tensão mínima de entrada que
Vsat
produz a saturação é: vin  .
A

Por exemplo, se as limitações forem ±15V, então a variação de saída é de


aproximadamente -13,5V a + 13,5V. Com 741C, o ganho de tensão de malha fechada é
tipicamente 100.000. portanto, a tensão de entreda necessária para produzir a saturação
13,5V
positiva é vin   135V .
100.000

1. Esse valor é tão pequeno que o gráfico da figura 5 (b) tem quase uma transição vertical
ou mudança em vin  0 . Como se vê, uma pequena tensão de entrada satura o Amp-
Op. Por exemplo, ele requer apenas +135µV de tensão de entrada para saturar
positivamente um 741C e apenas -135µV para saturá-lo negativamente.

Figura 5 circuito basico de um comparador amp-op

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 5


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

3.2 Mudando o ponto de comutação


O ponto de comutação (tambem chamado linear, ponto de referência, etc.) de um
comparador é o valor da tensão de entrada para o qual a saida faz a mudança de estado
(de baixo para alto ou vice-versa) na figura 5(a), o ponto de comutação é o 0, porque este
e o valor da tensão de entrada para o qual a saída faz a mudança de estado. Quando vin
for menor do que o ponto de comutação, a saída será baixa. Um circuito como o da figura
anterior é chamado de detector de cruzamento 0.

Na figura 6 (a), é aplicada uma tensão de referência a entrada referência:

R2
vref  VCC
R1  R2

Quando vin for maior do que vref, a tensão do erro será positiva e a saída será alta. Quando
vin for menor do que vref, a tensão de erro será negativa e saida será baixa.

A proposito, é utilizado geralmente um capacitor de desvio na entrada inversora como


mostra a figura 6 (b). Isto reduz a quantidade de ondulação e ruído da fonte de tensão que
aparece na entrada inversora. Para que tenha efeito, a frequência crítica desse circuito de
desvio deve ser muito menor do que a frequência de ondulação da fonte de alimentação.

Essa figura mostra a característica da tranferência (um gráfico da saída vs a entrada). O


ponto de comutação agora é igual vref. Quando vin for maior do que vref a saída do
comparador entra na saturação positiva. Quando vin for menor do que vref a saida entra
na saturação negativa. Um comparador como esse é chamado as vezes de detector de
limite, pois uma saida positiva indica que a tensão de entrada excede uma especificação
limite. Com com valores diferentes para R1 e R2, podemos estabelecer o ponto de
comutação positiva em qualquer valor entre 0 e VCC.

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 6


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

Figura 6 (a) comparador com um ponto de comutação positivo ajustável; (b) característca de
tranferência; (c) comparador com ponto de comutação negativa; (d) característica com ponto de
comutação negativo.

Se preferir um ponto de comutação negativo, conecta-se – VEE ao divisor de tensao, como


mostra a figura 6 (c). Logo é aplicada uma tensão de renferência negativa à entrada
invertida. Quando vin for mais positivo do que vref,a tensão de erro será positiva e a saída
será alta, como mostra a figura 6 (d); quando vin for mais negativo do que vref, a saída será
baixa.

3.3 Comparador com alimentação simples


Um amp-op típico como o 741C pode operar com uma fonte de alimentação positiva
simples aterrando o pino de –VEE, como mostra a Figura 20-12a. A tensão de saída tem
apenas uma polaridade, podendo ser uma tensão positiva de nível baixo ou alto. Por
exemplo, com VCC igual a +15 V, a saída pode variar de aproximadamente +1,5 V
(estado baixo) a cerca de +13,5 V (estado alto).

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 7


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

Figura 7 (a) comparador de alimentacao simples; (b) coracteristica de transferencia

R2
A tensão de referência aplicada à entrada inversora é positiva e igual a: vref  VCC
R1  R2

Quando vin for maior do que vref , a saída será alta, como mostra a figura 7 (b); quando vin
for menor do que vref, a saída será baixa. Nos dois casos, a saída tem uma polaridade
positiva. Na maioria das aplicações digitaus, este tipo de saída positiva é preferida.

3.4 CIs comparadores


Um amp-op 741C pode ser usado como um comparador, porém ele tem limitações de
velocidade por causa da sua slew rate. Com um 741C, a saída não pode variar mais rápido
que 0,5 V/μs. Por isso, um 741C gasta 50 μs para comutar a saída sendo ali- mentado por
uma fonte de 15 V. Uma solução para o problema de slew rate é usar um amp-op mais
rápido como o LM318. Como este tem uma slew rate de 70 V/μs, ele pode comutar de –
Vsat para +Vsat em aproximadamente 0,3 μs.

Outra solução é eliminar o capacitor de compensação encontrado normalmente

em amp-ops. Como um comparador sempre é usado como um circuito não linear, o


capacitor de compensação é desnecessário. Um fabricante pode eliminar o capacitor de
compensação aumentando significativamente a slew rate. Quando um CI é otimi- zado
para uso como um comparador, o dispositivo é listado em uma seção separada na folha
de dados do fabricante. Por isso, normalmente encontramos uma seção de amp-ops e uma
seção de comparadores nas folhas de dados.

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 8


AMPLIFFICADORES OPERACIONAIS COMO COMPARADORES

3.5 Comparador de Tensão


Um comparador de tensão é um amplificador operacional de alto ganho ligado de forma
a comparar uma tensão de entrada com uma tensão de referência. A saída estará no nível
alto ou baixo, conforme a tensão de entrada for maior ou menor que a tensão de referência.

O alto ganho do Amp Op em malha aberta amplifica a entrada diferencial e leva a saída
do Amp Op para: Um valor alto: + Vsat ou um valor baixo: - Vsat

Matematicamente:

 Vsat  vi  0
Vout  
 Vsat  vi  0
Comparador nao inversor com VR (tensao de referencia) nula

Comparador inversor com VR nula

Comparador nao inversor com VR > 0

Comparador inversor com VR > 0

LEMT 31 – OUTUBRO DE 2018 9