Você está na página 1de 8

PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

ESCOLA____________________________________________________ DATA ____/ ____/ 20___

NOME_____________________________________________________ Nº_____ TURMA______

GRUPO I

Lê o texto. Em caso de necessidade, consulta o vocabulário apresentado.

Quem tem medo do lobo bom

Este texto deveria começar com um uivo. Um sonoro e prolongado uivo em


forma de celebração de uma convivência de milhares de anos entre o ser humano e o
lobo. Mas esta história já tem barbas. Crescemos a ouvir e a ler estórias1 do lobo mau,
que iam do “Capuchinho Vermelho” aos “Três Porquinhos” ou até à de “Pedro e o Lobo”
5 (Pedro, em quem já ninguém acreditava). Sempre que era preciso exorcizar2 fantasmas, o
lobo parecia estar sempre ali, à mão de semear.
Se o lobo recusa deixar-se domesticar pelo ser humano, lá terá as suas razões. E
convenhamos – mais que instinto de sobrevivência, é um sinal de inteligência. Não
tardava nada e estava alguém a mandá-lo ir ao quarto buscar os chinelos ou o jornal.
10 No início do século XX, o lobo ocupava quase todo o território da Península
Ibérica. No entanto, e como resultado da perseguição pelo ser humano, da redução das
populações de corços, veados e javalis, principalmente, e da destruição e fragmentação
do seu habitat, ao longo do século passado, houve uma drástica redução da sua área de
distribuição e efetivo populacional. E, se em grande parte dos países europeus o lobo foi
15 mesmo extinto, estando agora a ser recolonizado3, em Portugal o lobo desapareceu
progressivamente, ao longo do século XX, do litoral e do Sul do país. Encontra-se
atualmente circunscrito4 a algumas áreas do Norte e do Centro do país, representando a
sua área de distribuição atual apenas cerca de 20% da original.

http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/quem-tem-medo-do-lobo-bom=f823650
(consultado em dezembro de 2015, adaptado)

Vocabulário

1 estórias – contos; narrativas curtas.


2 exorcizar – expulsar; afastar.
3 recolonizado – reintroduzido.
4 circunscrito – limitado a uma zona.

©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 1
PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

1. Assinala com X, de 1.1. a 1.5., a opção que completa cada frase de acordo com
o sentido do texto.

1.1. O texto deveria começar com um uivo,


a) para mostrar que os lobos existem.
b) porque se trata de uma história muito antiga.
c) uma vez que a história já tem barbas.
d) para comemorar a relação entre o ser humano e o lobo.

1.2. Crescemos a ouvir e a ler histórias do lobo mau, porque


a) gostamos deste animal.
b) não acreditamos nelas.
c) o lobo servia para exorcizar fantasmas.
d) o lobo estava muito perto.

1.3. O lobo não se deixa domesticar, porque


a) é um animal inteligente.
b) não tem instinto de sobrevivência.
c) sabe que teria de ir ao quarto buscar os chinelos ou o jornal.
d) tem instinto de sobrevivência.

1.4. No início do século XX, o lobo


a) não existia na Península Ibérica.
b) existia em praticamente toda a Península Ibérica.
c) desapareceu da Península Ibérica.
d) existia apenas no Norte e no Centro de Portugal.

1.5. Atualmente, o lobo


a) existe apenas em algumas áreas do Norte e do Centro de Portugal.
b) desapareceu do Norte e do Centro de Portugal.
c) vive numa zona que representa cerca de 80% da original.
d) existe apenas no litoral e no Sul do país.

2. Indica as três razões que levaram à redução da área de distribuição e da popu-


lação dos lobos, ao longo do século XX.

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 2
PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

GRUPO II

Lê o texto que se segue, com muita atenção.

O lobo fez uma voz muito simpática e perguntou:


– Posso finalmente sair dos cortinados?
Catarina estremeceu toda. Era a primeira vez que o lobo lhe falava, e ela não sabia que
responder.
5 Voz meiga tinha ele, mas lobo era sempre lobo, tinha comido a avó do Capuchinho
Vermelho, e mais os sete cabritinhos, e deitado por terra as casas dos três porquinhos, e feito
a vida negra a meio mundo.
– Posso ou não posso? – insistia ele.
Das outras vezes ele deixava apenas sair o focinho de entre as ramagens e os pássaros
10 dos cortinados do quarto, mas não dizia nem palavra. Olhava para a Catarina, e a Catarina
olhava para ele, em silêncio os dois, e depois tudo voltava ao normal, o despertador tocava, a
mãe dizia «despacha-te», ela engolia o leite e ia para a escola.
– Vá lá, decide-te! Olha que começa a ficar frio e eu não estou habituado ao frio. Não
ouves o barulho da chuva lá por fora?
15 Catarina pensa que o lobo não está bom da cabeça. Se calhar a história do Capuchinho
Vermelho deu-lhe volta ao juízo. Ou então o lenhador bateu-lhe com demasiada força. Chuva a
uma hora destas! Ainda ontem ela tinha ido à praia e comido um enorme gelado de chocolate.
Mas lobos são lobos, não são pessoas, e se calhar não percebem destas coisas.
– Posso sair daqui ou não? – insistia ele. – Já começo a estar farto desta passarada e
20 das flores destes cortinados. Lá no bosque há árvores enormes, tão grandes que às vezes até
tapam o Sol, e dessas é que eu gosto! Não há barulho mais bonito do que o som do vento nos
ramos das árvores, e nunca vi nada que se assemelhasse à cor das gotas de chuva a brilhar
nas folhas.
Que palavras tão bonitas sabe o lobo! E que voz suave ele tem!
25 Na escuridão do quarto Catarina não lhe consegue ver o focinho, mas tem a certeza de
que o lobo deve ter, neste momento, o seu mais doce sorriso, como no dia em que procurou
enganar os sete cabritinhos, ou quando convenceu o Capuchinho Vermelho a fazer com ele
uma corrida na floresta. Um sorriso igual ao do avô Duarte quando acende o cachimbo, e se
senta na poltrona da sala à espera do telejornal. (...)

©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 3
PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

30
– Mas afinal, posso ou não posso sair daqui? – pergunta o lobo. – Sempre gostava de
saber por que razão me trazes aqui para dentro, sempre que chove!
Catarina quer falar, mas, de súbito, secam-lhe as palavras todas dentro da boca.
E depois, dizer o quê?
Como é que se fala a um lobo?
35
Ainda por cima, a um lobo que não se conhece de parte nenhuma, a não ser de o ver
espreitar, por entre os cortinados, a meio da noite? E a mãe está sempre a dizer que não se
deve falar a estranhos.
– Saio ou não saio? Bem sabes como este tempo de chuva faz mal à garganta. Estou
aqui, estou a ficar rouco.
40
A voz do lobo já não era tão simpática. Catarina começa a sentir medo, um medo
pequenino, um medo fininho a nascer mesmo no meio do coração.
E se o lobo sair de repente do meio dos cortinados?
E se o lobo não gostar dela?
E se o lobo pensar que ela é a menina do Capuchinho Vermelho?
45
E se o lobo...
Neste preciso momento Catarina acordou.
Lá fora ainda é muito escuro, a casa está povoada de estranhos ruídos, e um cheiro
adocicado entra pela janela.

Alice Vieira, Trisavó de pistola à cinta e outras histórias, Lisboa, Editorial Caminho, 2008

1. Ordena as seguintes afirmações, de 1 a 8, de acordo com a sequência do texto.

a) Era habitual o lobo espreitar através dos cortinados do quarto da Catarina.

b) Catarina compara o sorriso do lobo ao do avô Duarte.

c) Catarina acorda.

d) O lobo fala com Catarina pela primeira vez.

e) Catarina sente medo do lobo.

f) Catarina desconfia do lobo apesar do tom da sua voz.

g) O lobo deseja sentir a Natureza no bosque.

h) Catarina acha que o lobo está louco.

©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 4
PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

2. Identifica a personagem principal do texto.


___________________________________________________________

3. Localiza a ação da história no espaço.


____________________________________________________________
_______________________________________________________________

4. Identifica um sentimento revelado por Catarina em cada uma das seguintes


passagens textuais.
a) “Catarina estremeceu toda. Era a primeira vez que o lobo lhe falava, e ela
não sabia que responder.” (linhas 3-4)
____________________________________________________________
____________________________________________________________
b) “E se o lobo sair de repente do meio dos cortinados?” (linha 42)
____________________________________________________________
____________________________________________________________

5. Explica, por palavras tuas, a seguinte expressão: “E se o lobo pensar que ela é
a menina do Capuchinho Vermelho?” (linha 44)

_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

6. “Lá fora ainda é muito escuro, a casa está povoada de estranhos ruídos, e um
cheiro adocicado entra pela janela.” (linhas 47-48)
6.1. Identifica as sensações sugeridas na passagem anterior.
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________

7. Indica o recurso expressivo presente na seguinte passagem textual: “– Posso


finalmente sair dos cortinados?” (linha 2)
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 5
PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

GRUPO III

1. Identifica a classe das palavras sublinhadas na seguinte frase, assinalando-as com


um X na tabela.

Era a primeira vez que o lobo lhe falava e os dois fitavam-se em silêncio.

Nome Adjetivo Verbo Determinante Pronome Quantificador

a) Era
b) a
c) primeira
d) vez
e) o
f) lobo
g) lhe
h) falava
i) dois
j) silêncio

2. Indica a classe e a subclasse da palavra sublinhada na frase seguinte.

Catarina sente as suas palavras secas dentro da boca.

___________________________________________________________________

3. Lê a frase seguinte.

“Catarina pensa que o lobo não está bom da cabeça. Se calhar a história do Capu-
chinho Vermelho deu-lhe volta ao juízo.”

3.1. A palavra sublinhada substitui outra palavra. Identifica-a.


_______________________________________________________________

4. Reescreve as frases seguintes, substituindo cada expressão sublinhada pelo


pronome pessoal adequado.

a) Catarina ouviu o lobo com atenção.


_________________________________________________________________

©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 6
PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

b) O lobo pediu a Catarina para sair dos cortinados.


________________________________________________________________

5. Associa as formas verbais sublinhadas, na coluna A, aos tempos verbais


correspondentes, na coluna B.

Coluna A Coluna B

a) “Posso finalmente sair dos cortinados?” 1. Presente do indicativo


2. Pretérito perfeito do indicativo
b) “Voz meiga tinha ele (…)”
3. Pretérito imperfeito do indicativo
c) “Neste preciso momento Catarina acordou.” 4. Futuro do indicativo
d) O lobo terá, com certeza, o seu sorriso mais doce. 5. Particípio
6. Imperativo

a) ______ b) ______ c) ______ d) ______

GRUPO IV

Procede à descrição pormenorizada da


seguinte imagem.

O teu texto deve: ter um título adequado;


ter três parágrafos bem marcados; utilizar
conectores apropriados; ter, pelo menos, uma
comparação e uma enumeração, recorrer a
sensações, ser correto e bem estruturado e ter o
mínimo de 120 e o máximo de 180 palavras.

Não te esqueças de partir de um ponto de observação.

________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
_
©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 7
PORTUGUÊS 5º ANO – FICHA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA Nº 3

_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________

©Edições ASA | 2016 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 8