Você está na página 1de 294

SUMÁRIO

MATRIZ DAS COMPETÊNCIAS AVALIADAS NA REDAÇÃO DO ENEM.................................................................................................................11


ALGUMAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A PROVA DE REDAÇÃO DO ENEM...................................................................................12

CAPÍTULO 1 – A COMPETÊNCIA I.............................................................................................................................................................................13


CAPÍTULO 2 – A COMPETÊNCIA II............................................................................................................................................................................17
CAPÍTULO 3 – A COMPETÊNCIA III...........................................................................................................................................................................24
CAPÍTULO 4 – A COMPETÊNCIA IV...........................................................................................................................................................................27
CAPÍTULO 5 – A COMPETÊNCIA V............................................................................................................................................................................36

CITAÇÕES FILOSÓFICAS E SOCIOLÓGICAS...........................................................................................................................................................45


EXEMPLOS DE REDAÇÃO NOTA 1000.....................................................................................................................................................................52
BANCO DE PROPOSTAS DE REDAÇÃO...................................................................................................................................................................55

TEXTOS DE APOIO.....................................................................................................................................................................................................95
1. MEIO AMBIENTE......................................................................................................................................................................................................95
1.1 DESASTRES E ALTERAÇÕES AMBIENTAIS.........................................................................................................................................95
Texto 1 - A vida imita a arte: o dia que Drummond previu a tragédia de Mariana............................................................................................95
Texto 2 – Combate as mudanças climáticas deve envolver cidades, diz brasileira que integra o painel da ONU...........................................95
Texto 3 - Lama no Eldorado.............................................................................................................................................................................96

1.2 SUSTENTABILIDADE..............................................................................................................................................................................98
Texto 4 - CDC deve proteger consumidor da obsolescência programada, diz ministro...................................................................................98
Texto 5 - Lixo - muita sujeira para baixo do tapete...........................................................................................................................................99
Texto 6 - O crescimento da população e os meios de produção....................................................................................................................100

2. TRABALHO.............................................................................................................................................................................................................101
2.1 PREVIDÊNCIA.........................................................................................................................................................................................101
Texto 7 - Como funciona a previdência pública ao redor do mundo? ...........................................................................................................101
Texto 8 - Está sobrando (muito) dinheiro na Previdência; entenda os números............................................................................................102
Texto 9 - Previdência do Brasil é a 13ª mais cara..........................................................................................................................................106

2.2 PRECARIZAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO................................................................................................................................107


Texto 10 – Terceirização: retroceder em direitos é um ato de violência institucional ....................................................................................107
Texto 11 - Debate sobre a terceirização do trabalho......................................................................................................................................108

3. EDUCAÇÃO............................................................................................................................................................................................................109
3.1 REFORMULAÇÃO DO ENSINO MÉDIO.................................................................................................................................................109
Texto 12 - Proposta de reforma do ensino médio divide especialistas; saiba o que muda............................................................................109
Texto 13 – Visão de um professor sobre o PNE sancionado em 2014..........................................................................................................110

3.2 EDUCAÇÃO PROFISSIONALIZANTE....................................................................................................................................................111


Texto 14 - Para pesquisadores, ensino técnico no país é muito 'acadêmico'................................................................................................111
Texto 15 - População brasileira acredita que educação profissional abre portas para o mundo do trabalho................................................112

4. DIREITO E CIDADANIA.........................................................................................................................................................................................113
4.1 DIREITO DAS MINORIAS........................................................................................................................................................................113
Texto 16 - Guerra e omissão na Amazônia....................................................................................................................................................113
Texto 17 - A luta da mulher por seus direitos.................................................................................................................................................115
Texto 18 - Homossexualidade........................................................................................................................................................................115

4.2 ERROS NA JUSTIÇA..............................................................................................................................................................................116


Texto 19 - As injustiças da justiça brasileira...................................................................................................................................................116
Texto 20 - Brasil é vulnerável a erros judiciários............................................................................................................................................118
Texto 21 - Justiça............................................................................................................................................................................................119
5. MEIOS DE COMUNICAÇÃO..................................................................................................................................................................................122
5.1 CRIMES CIBERNÉTICOS........................................................................................................................................................................122
Texto 22 – Sexo com discrição. Só que não..................................................................................................................................................122
Texto 23 – CPI de Crimes Cibernéticos quer prisão de quem invadir redes sociais......................................................................................123
Texto 24 - Crimes cibernéticos. Brasil é o 5º do mundo em fraudes digitais..................................................................................................124

5.2 CIBERATIVISMO.....................................................................................................................................................................................125
Texto 25 – Ciberativismo mostra sua força no Brasil.....................................................................................................................................125
Texto 26 - Ciberativismo ou ativismo de sofá.................................................................................................................................................126
Texto 27 - Movimentos sociais e ciberativismo – o que muda? ....................................................................................................................126

6. VIOLÊNCIA............................................................................................................................................................................................................127
6.1 JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS...................................................................................................................................................127
Texto 28 - Justiçamento: O linchamento como sintoma.................................................................................................................................127
Texto 29 - Punição: justiça ou vingança? ......................................................................................................................................................128

6.2 VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS...................................................................................................................................................................132


Texto 30 - Bullying: Violência nas escolas – Bullying, o que é?.....................................................................................................................132
Texto 31 - Fenomeno Bullying e a educação física escolar...........................................................................................................................134

7.CULTURA E IDENTIDADE......................................................................................................................................................................................137
7.1 MINORIAS................................................................................................................................................................................................137
Texto 32 - Uma nova história do negro brasileiro...........................................................................................................................................137
Texto 33 - Simone de Beauvoir e a imbecilidade sem limites de Feliciano e Gentili......................................................................................138
Texto 34 - “Aldeias do mal”.............................................................................................................................................................................140

7.2 PATRIMÔNIO...........................................................................................................................................................................................142
Texto 35 - Patrimônio Cultural: para reconhecer e valorizar..........................................................................................................................142
Texto 36 - Um breve tratado do samba..........................................................................................................................................................144
Texto 37 - Baianas do Acarajé: uma história de resistência...........................................................................................................................146

8. TRÂNSITO..............................................................................................................................................................................................................147
8.1 MOBILIDADE URBANA...........................................................................................................................................................................147
Texto 38 - O que é Mobilidade urbana?.........................................................................................................................................................147
Texto 39 - Mobilidade urbana - o direito e a cidade........................................................................................................................................148

8.2 TRANSPORTE CLANDESTINO..............................................................................................................................................................149


Texto 40 - Problemas no transporte público...................................................................................................................................................149
Texto 41 - Soluções para o transporte coletivo..............................................................................................................................................150
Texto 42 - Transporte urbano tem ligação direta com problemas de saúde mortais......................................................................................153

9. SAÚDE..................................................................................................................................................................................................................154
9.1 CONTROLE DE DOENÇAS....................................................................................................................................................................154
Texto 43 - Aspectos atuais e relevantes sobre a Dengue..............................................................................................................................154
Texto 44 - O que é bom você saber sobre o HPV e a vacina aprovada na rede pública...............................................................................155

9.2 PROMOÇÃO DA SAÚDE.........................................................................................................................................................................156


Texto 45 – Prevenção das doenças e promoção da saúde............................................................................................................................156
Texto 46 – Contrapondo: prevenção x promoção de saúde...........................................................................................................................157

10.INCLUSÃO.............................................................................................................................................................................................................158
10.1 MERCADO DE TRABALHO X DEFICIENTES......................................................................................................................................158
Texto 47 - 60% das vagas para pessoas com deficiência ficam vazias.........................................................................................................158
Texto 48 - Cresce número de pessoas com deficiência no mercado de trabalho formal...............................................................................159
Texto 49 - Reportagem especial mostra dificuldades dos deficientes no mercado de trabalho.....................................................................160
10.2 EDUCAÇÃO INCLUSIVA.......................................................................................................................................................................161
Texto 50 - Educação inclusiva, diversidade e cidadania................................................................................................................................161
Texto 51 - Inclusão promove a justiça............................................................................................................................................................162
Texto 52 - Os desafios para uma real educação inclusiva no Brasil..............................................................................................................164

11. QUESTÕES ÉTICAS............................................................................................................................................................................................165


11.1 BIOÉTICA...............................................................................................................................................................................................165
Texto 53 - GENÉTICA - Informar ou não informar, eis a questão..................................................................................................................165
Texto 54 - BIOTECNOLOGIA / CLONAGEM - Ainda é cedo ou tarde demais?............................................................................................167
Texto 55 - O desenvolvimento dos direitos reprodutivos como direitos humanos..........................................................................................168

11.2 SUÍCIDIO ASSISTIDO...........................................................................................................................................................................168


Texto 56 - Holanda prepara suícidio assistido de idosos...............................................................................................................................168
Texto 57 - O que é a morte assistida?............................................................................................................................................................169
Texto 58 - Suicídio assistido - que países pemitem ajuda para morrer..........................................................................................................169

12. TECNOLOGIA......................................................................................................................................................................................................171
12.1 MERCADO DE TRABALHO X ROBOTIZAÇÃO...................................................................................................................................171
Texto 59 - A era em que tudo mudou.............................................................................................................................................................171
Texto 60 - 60% dos jovens estão aprendendo profissões que vão deixar de existir......................................................................................173
Texto 61 - A robotização na produção industrial............................................................................................................................................173

12.2 INFÂNCIA E TECNOLOGIA..................................................................................................................................................................173


Texto 62 - Infância conectada é motivo de preocupação?.............................................................................................................................173
Texto 63 - Tecnologia e infância combinam?.................................................................................................................................................175
Texto 64 - Uso de tecnologias e seus efeitos na Primeira Infância................................................................................................................176

13. FAMÍLIA................................................................................................................................................................................................................177
13.1 NOVO CONCEITO FAMILIAR...............................................................................................................................................................177
Texto 65 - As novas configurações familiares e a infância.............................................................................................................................177
Texto 66 - Parente por opção.........................................................................................................................................................................179

13.2 CASAIS SEM FILHOS...........................................................................................................................................................................180


Texto 67 - Casais sem filhos são mais felizes no casamento, diz pesquisa..................................................................................................180
Texto 68 - Filhos, não obrigado......................................................................................................................................................................181
Texto 69 - Lar sem filho muda o perfil de família............................................................................................................................................181

14. ENERGIA..............................................................................................................................................................................................................182
14.1 FONTES DE ENERGIA BIOLÓGICA.....................................................................................................................................................182
Texto 70 - Meio Ambiente: Biocombustivel - Além do bagaço.......................................................................................................................182
Texto 71 - Fontes limpas de energia: existem opções melhores?..................................................................................................................183

14.2 FONTES DE ENERGIA FÍSICA.............................................................................................................................................................185


Texto 72 - Uma nova geração........................................................................................................................................................................185
Texto 73 - Brasil é o quarto país em que energia eólica mais cresce no mundo...........................................................................................188

15. ECONOMIA..........................................................................................................................................................................................................189
15.1 CRISE ECONÔMICA.............................................................................................................................................................................189
Texto 74 - Crise da Grécia no Vestibular e Enem..........................................................................................................................................189
Texto 75 - Iminência de crise econômica na China........................................................................................................................................190

15.2 GLOBALIZAÇÃO...................................................................................................................................................................................190
Texto 76 - 'The Guardian' - É o fim da globalização?.....................................................................................................................................190
Texto 77 - Acordos de livre comércio prejudicados........................................................................................................................................191
16. ESTETIZAÇÃO.....................................................................................................................................................................................................191
16.1 CORPOLATRIA.....................................................................................................................................................................................191
Texto 78 - Saúde e estética igual ou diferente?.............................................................................................................................................191
Texto 79 - Fazendo gênero - Corpo, Violência e Poder.................................................................................................................................192

16.2 NARCISISMO.........................................................................................................................................................................................194
Texto 80 - Estudo associa o uso excessivo de redes sociais ao narcisismo..................................................................................................194
Texto 81 - O que é narcisismo?......................................................................................................................................................................194
Texto 82 - Selfies e a era de Narciso..............................................................................................................................................................195

17. POLÍTICA..............................................................................................................................................................................................................196
17.1 OUTRAS FORMAS DE GOVERNO.......................................................................................................................................................196
Texto 83 - Descendente da família imperial quer propor volta da monarquia no Brasil.................................................................................196
Texto 84 - Semipresidencialismo - uma saída para a crise política?..............................................................................................................197

17.2 REFORMA POLÍTICA...........................................................................................................................................................................198


Texto 85 - Em dez anos, Câmara aprova 16 de 875 propostas de reforma política......................................................................................198
Texto 86 - Reforma política a bem dos políticos.............................................................................................................................................199

18. MIGRAÇÃO...........................................................................................................................................................................................................201
18.1 REFUGIADOS........................................................................................................................................................................................201
Texto 87 - Crise dos refugiados na Europa....................................................................................................................................................201
Texto 88 - Conflitos na Síria e intervenção dos EUA......................................................................................................................................202

18.2 XENOFOBIA...........................................................................................................................................................................................203
Texto 89 - Xenofobia na Europa: os padrões atuais de migração internacional............................................................................................203
Texto 90 - Por que não o Haiti?......................................................................................................................................................................205

19. ESPORTES...........................................................................................................................................................................................................206
19.1 GRANDES EVENTOS ESPORTIVOS...................................................................................................................................................206
Texto 91 - Copa do Mundo – De qual legado se está falando?......................................................................................................................206
Texto 92 - Grandes eventos esportivos no Brasil – Turismo: O legado da Copa e das Olimpíadas..............................................................208

19.2 DOPPING GENÉTICO...........................................................................................................................................................................209


Texto 93 - Doping Genético............................................................................................................................................................................209
Texto 94 - Dopping genético passa por criação de superatletas com alteração de genes............................................................................210

20. QUESTÕES SOCIAIS..........................................................................................................................................................................................211


20.1 TRABALHO VOLUNTÁRIOS E ONG’S................................................................................................................................................211
Texto 95 - Questões culturais e legais explicam escassez de doações para filantropia no país...................................................................211
Texto 96 - Trabalho Voluntário.......................................................................................................................................................................211
Texto 97 - 10 anos de trabalho voluntário em prol ao esporte.......................................................................................................................213

20.2 PROTEÇÃO SOCIAL (IDOSOS, CRIANÇAS E ADOLESCENTES).....................................................................................................214


Texto 98 - Planeta sessentão.........................................................................................................................................................................214
Texto 99 - Brasil é 31º em ranking de bem-estar de idosos...........................................................................................................................217
Texto 100 - Programa de proteção social já atendeu 55 mil crianças e adolescentes...................................................................................218
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

COMPETÊNCIAS AVALIADAS NO ENEM


COMPETÊNCIAS N NÍVEIS
0 Demonstra desconhecimento da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
Demonstra domínio precário da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, de forma sistemática, com
1 (40)
diversificados e frequentes desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita.
Demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de
2 (80)
Competência 1 escolha de registro e de convenções da escrita.
Demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com alguns
3 (120)
Demonstrar domínio da desvios gramaticais e de convenções da escrita.
modalidade escrita formal da Demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com poucos
4 (160)
Língua Portuguesa. desvios gramaticais e de convenções da escrita.
Demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro. Desvios
5 (200) gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizem
reincidência.
0 Fuga ao tema/não atendimento à estrutura dissertativo argumentativa.
Competência 2 Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com
1 (40)
Compreender a proposta de traços constantes de outros tipos textuais.
redação e aplicar conceitos Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto
2 (80)
das várias áreas de dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão.
conhecimento para Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo
3 (120)
desenvolver o tema, dentro argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
dos limites estruturais do Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo,
4 (160)
texto dissertativo- com proposição, argumentação e conclusão.
argumentativo em prosa. Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo, e apresenta
5 (200)
excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo.
0 Apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema e sem defesa de um ponto de vista.
1 (40) Apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema ou incoerentes e sem defesa de um ponto de vista.
Competência 3 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos
2 (80)
argumentos dos textos motivadores, em defesa de um ponto de vista.
Selecionar, relacionar, Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco
3 (120)
organizar e interpretar organizados, em defesa de um ponto de vista.
informações, fatos, opiniões Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa
4 (160)
e argumentos em defesa de de um ponto de vista.
um ponto de vista. Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada,
5 (200)
configurando autoria, em defesa de um ponto de vista.
0 Ausência de marcas de articulação, resultando em fragmentação das ideias.
Competência 4 1 (40) Articula as partes do texto de forma precária.
Demonstrar conhecimento Articula as partes do texto, de forma insuficiente, com muitas inadequações e apresenta repertório limitado de recursos
2 (80)
dos mecanismos linguísticos coesivos.
necessários para a Articula as partes do texto, de forma mediana, com inadequações e apresenta repertório pouco diversificado de recursos
3 (120)
construção da coesivos.
argumentação. 4 (160) Articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

5 (200) Articula bem as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

0 Não apresenta proposta de intervenção ou apresenta proposta não relacionada ao tema ou ao assunto.
Competência 5 1 (40) Apresenta proposta de intervenção vaga, precária ou relacionada apenas ao assunto.
Elaborar proposta de Elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema ou não articulada com a discussão
2 (80)
intervenção para o problema desenvolvida no texto.
abordado, respeitando os 3 (120) Elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
direitos humanos. 4 (160) Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
Elabora muito bem proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no
5 (200)
texto.

11
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

ALGUMAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A PROVA A redação será avaliada por uma banca presencial composta
DE REDAÇÃO NO ENEM por três professores, que atribuirá a nota final do participante.
- Quais as razões para se atribuir nota 0 (zero) a uma redação?
Abaixo, algumas informações que consideramos relevantes acerca A redação receberá nota 0 (zero) se apresentar uma das
da prova de Redação do Enem e que foram extraídas da Cartilha do características a seguir:
Participante do ENEM 2017 elaborada pelo Ministério da Educação - fuga total ao tema;
(MEC) e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (INEP) - não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;
- extensão de até 7 linhas;
- Quem vai avaliar a redação? - cópia de texto motivador;
O texto produzido por você será avaliado por, pelo menos, dois - impropérios, desenhos e outras formas propositais de
professores, de forma independente, sem que um conheça a nota anulação;
atribuída pelo outro. - parte deliberadamente desconectada do tema proposto; e
- Como a redação será avaliada? - folha de redação em branco, mesmo que haja texto escrito na
Os dois professores avaliarão seu desempenho de acordo com folha de rascunho.
os seguintes critérios:

Demonstrar domínio da modalidade escrita IMPORTANTE 1


Competência 1 formal da Língua Portuguesa.
Compreender a proposta de redação e aplicar Para efeito de avaliação e de contagem do mínimo de linhas, a cópia
conceitos das várias áreas de conhecimento parcial dos textos motivadores ou de questões objetivas do caderno
Competência 2 para desenvolver o tema, dentro dos limites de questões implicará a desconsideração do número de linhas
estruturais do texto dissertativo-argumentativo copiadas, sendo válidas somente as que foram produzidas pelo autor
em prosa. do texto.
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar
Competência 3 informações, fatos, opiniões e argumentos em
defesa de um ponto de vista.
IMPORTANTE 2
Demonstrar conhecimento dos mecanismos
Competência 4 linguísticos necessários para a construção da
Procure escrever sua redação com letra legível, para evitar dúvidas
argumentação.
no momento da avaliação. Redação com letra ilegível não poderá ser
Elaborar proposta de intervenção para o
avaliada.
Competência 5 problema abordado, respeitando os direitos
humanos.

- Como será atribuída a nota à redação?


Cada avaliador atribuirá uma nota entre 0 (zero) e 200 pontos IMPORTANTE 3

para cada uma das cinco competências, e a soma desses pontos


O título é elemento opcional na produção da sua redação e será
comporá a nota total de cada avaliador, que pode chegar a 1.000 considerado como linha escrita.
pontos. A nota final do participante será a média aritmética das
notas atribuídas pelos dois avaliadores.
- O que é considerado discrepância?
Considera-se discrepância a divergência de notas atribuídas
pelos avaliadores quando
Elas diferirem, no total, em mais de 100 pontos; ou
A diferença for superior a 80 pontos em qualquer uma das
competências.
- Qual a solução para o caso de haver discrepância entre as
duas avaliações iniciais?
A redação será avaliada, de forma independente, por um
terceiro avaliador.
A nota final será a média aritmética das duas notas totais que
mais se aproximarem.

- E se a discrepância ainda continuar depois da terceira


avaliação?

12
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

CAPÍTULO 1 – A COMPETÊNCIA 1  regência nominal e verbal inadequada (ausência ou emprego


indevido de preposição);
 ausência do acento indicativo da crase ou seu uso
Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua
inadequado;
Portuguesa.  problemas na estrutura sintática (frases justapostas sem
conectivos ou orações subordinadas sem oração principal);
 desvios em palavras de grafia complexa;
Na redação do seu texto, você deve procurar ser claro, objetivo,
 separação de sujeito, verbo, objeto direto e indireto por
direto; empregar um vocabulário mais variado e preciso, diferente vírgula; e
do que utiliza quando fala; e seguir as regras prescritas pela  marcas da oralidade.
modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
Desvios leves:
 ausência de concordância em passiva sintética (exemplo: uso
Os quadros a seguir apresentam os seis níveis de desempenho que de “vende-se casas” em vez de “vendem-se casas”); e
 desvios de pontuação que não comprometem o sentido do
serão utilizados para avaliar a Competência 1 nas redações do
texto.
Enem:
Demonstra excelente domínio da modalidade
escrita formal da Língua Portuguesa e de Dicas práticas
escolha de registro. Desvios gramaticais ou de
200 pontos
convenções de escrita serão aceitos somente As explicações dadas a seguir constituem-se apenas dicas (a
como excepcionalidade e quando não intenção não é aprofundar o estudo) para uso correto de alguns
caracterizarem reincidência. tópicos gramaticais sobre os quais, em correção de redações,
Demonstra bom domínio da modalidade escrita temos detectado recorrentes infrações, o que acarreta diminuição
formal da Língua Portuguesa e de escolha de na pontuação da competência 1. Lógico que explicações mais
160 pontos apuradas, o que recomendamos, podem ser encontradas em
registro, com poucos desvios gramaticais e de
convenções da escrita. gramáticas de língua portuguesa.
Demonstra domínio mediano da modalidade
escrita formal da Língua Portuguesa e de 1. Vírgula
120 pontos A colocação correta da vírgula está relacionada a uma pausa leve
escolha de registro, com alguns desvios
gramaticais e de convenções da escrita. verificada na emissão sonora da frase. Observe a frase a seguir.
Demonstra domínio insuficiente da modalidade Note que, ao ler, no lugar em que estão presentes as vírgulas,
escrita forma da Língua Portuguesa, com muitos efetivamos uma pausa na voz:
80 pontos
desvios gramaticais, de escolha de registro e de
convenções da escrita. No Brasil, as diferenças sociais constituem-se um agravante para o
Demonstra domínio precário da modalidade crescimento. A elevada distância entre pobres e ricos, como
escrita formal da Língua Portuguesa, de forma também o desemprego ainda presente, são dois fatores, entre
40 pontos sistemática, com diversificados e frequentes outros, que favorecem a desigualdade e colocam o país em um
desvios gramaticais, de escolha de registro e de estado de inércia.
convenções da escrita.
Demonstra desconhecimento da modalidade Aprenda a usar a vírgula corretamente em 10 regras simples
0 ponto
escrita formal da Língua Portuguesa.
1. Enumeração de mais de dois elementos:

Observe o que informa o Guia do Participante (trata-se de um Ex.: O processo seletivo é composto por (1) teste on-line, dinâmica
caderno compacto e objetivo, elaborado em 2012 e 2013 por de grupo (2) e entrevista (3).
especialistas ligados ao MEC, com a finalidade de, em linguagem
acessível ao aluno de Ensino Médio, esclarecer o processo de 2. Para isolar o aposto explicativo (usar duas vírgulas):
avaliação da redação, apresentar as cinco competências e seus
níveis, analisar redações nota 1000) sobre a competência 1, que Ex.: Salvador, a primeira capital do Brasil, será uma das sedes da
avalia a o domínio do padrão formal da língua: Copa 2014. (aposto: a primeira capital do Brasil)

3. Para isolar o vocativo


Desvios mais graves: Ex.: Eduardo, traga meus documentos até aqui! (vocativo: Eduardo)
 falta de concordância do verbo com o sujeito (com sujeito
antes do verbo); 4. Para marcar a supressão do verbo em uma oração:
 períodos incompletos, truncados, que comprometem a Ex.: Eu fiz Faculdade de Administração; ele, de Economia. (ele fez -
compreensão; verbo suprimido)
 graves problemas de pontuação;
 desvios graves de grafia e de acentuação (letra minúscula 5. Para separar orações que não apresentam conjunções que as
iniciando frases E nomes de pessoas e lugares); e interliguem:
 presença de gíria. Ex.: Decidiu fazer um curso de MBA fora do país, pesquisou,
encontrou o mais adequado para sua carreira, fez a prova de
seleção, foi aprovado.
Desvios graves:
 falta de concordância do verbo com o sujeito (com sujeito 6. Para isolar certas expressões exemplificativas, conformação e
depois do verbo ou muito distante dele); conjunções: Além disso, por exemplo, isto é, ou seja, a saber, aliás,
 falta de concordância do adjetivo com o substantivo;

13
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

ou melhor, ou antes, com efeito, a meu ver, por assim dizer, por
outra, entretanto, no entanto, por isso, logo etc. 4. Escrita correta das palavras (ortografia)
Ex.: O governador, ou melhor, excelentíssimo senhor governador, Mesmo fator que ocorre com a acentuação gráfica, a escrita das
dará um aumento de 100% à classe policial. palavras também se dá pela visualização e memorização, não por
aplicação de regras gramaticais. Daí, espera-se que haja
Você precisa se dedicar mais ao curso, escrevendo, por exemplo, concentração no momento de escrever. Caso exista dúvida em
mais textos e lendo mais os artigos sugeridos. (duas vírgulas relação à escrita de uma palavra, uma orientação válida é a
quando o termo aparece no meio da oração). substituição por uma outra, mantendo o sentido e a correção.

Vamos viajar para descansar, além disso, para comemorar nosso


aniversário de casamento. 5. Concordância verbal
Ocorre infração nesse sentido quando o sujeito não concorda em
7. Antes das conjunções: mas, porém, pois, embora, contudo, número (singular/plural) com o verbo. Há inúmeras regras
todavia, portanto, logo: gramaticais que tratam do assunto. Porém, ressaltamos o aspecto
Ex.: Sei que você não gosta de estudar quando é feriado, mas será da atenção ao produzir a frase: ao escrever os verbos, retorne aos
preciso para fazer um bom exame. respectivos sujeitos, verifique se há conformidade. Observe:

8. Antes de locuções adversativas como "e sim", "e não". A pirataria está cada vez mais presente na sociedade
Entretanto, não se devem isolar essas locuções adversativas com brasileira. Apesar de ser ilegal e prejudicial para os consumidores, a
vírgula. Usa-se somente uma, precedendo-as: comercialização desses produtos só aumentam nos últimos anos
Ex.: Ele comprou um DVD, e não um CD. Ele não fez as tarefas de no país.
que foi incumbido, e sim as que ele quis.
Note que há infração em relação à concordância verbal, pois o
9. Para separar, nas datas, o lugar, nos endereços, o número: sujeito está no singular (a comercialização), porém o verbo foi
Ex.: Belo Horizonte, 13 de novembro de 2008. flexionado no plural (aumentam).
Rua da Alegria, nº 30.
Concordância verbal ocorre quando o verbo se flexiona em número
10 - Antes de “e”, quando as orações apresentarem sujeitos (singular ou plural) e em pessoa (1.ª, 2.ª ou 3.ª pessoa),
diferentes ou quando o “e” se repetir: concordando com o sujeito gramatical.
Ex.: Fez-se o céu, e a terra, e o mar. João escreveu uma carta, e
José arrumou a cama. Exemplos de concordância verbal:
•Eu sou feliz.
2. Crase (emprego do sinal grave) •Nós somos felizes.
O sinal grave (`), que indica a crase, pode ser empregado, de forma •Mariana já tomou banho.
geral, em a (s), aquele (a) (s), aquilo, a(s) qual (is). Uma forma •Mariana e Alice já tomaram banho.
prática de verificar se há ou não ocorre trocando a palavra feminina
por uma masculina qualquer: caso apareça ao antes do masculino, Embora pareça uma regra simples, existem diversos casos
haverá a colocação do sinal. Veja: específicos que confundem o falante, podendo levar ao erro.

Ademais, é necessário fomentar o respeito e a assistência a eles, Casos específicos de concordância verbal
ideais que devem ser divulgados por campanhas e por propagandas
do governo ou de ONG’s, além de garantir seu acesso à saúde e à Concordância verbal com sujeito simples
educação, por meio de políticas públicas específicas a esse grupo.
O sujeito é considerado simples quando apresenta apenas um
Trocando-se as palavras saúde e educação, por exemplo, pela núcleo. É com esse núcleo que o verbo deverá concordar em
palavra masculina trabalho, teríamos acesso ao trabalho, acesso à número e pessoa.
saúde e ao trabalho, o que confirma a ocorrência de crase. •A criança gosta de jogar videogame.
Note que não ocorre neste caso: fomentar o respeito e a •As crianças gostam de jogar videogame.
assistência; porque a troca da palavra assistência pela masculina •Eu vi o incêndio.
trabalho não geraria a presença do ao: fomentar o respeito e o •Nós vimos o incêndio.
trabalho.
Concordância verbal com sujeito composto
Obs.: 1) existem algumas regras específicas para o uso do sinal
grave não contempladas por essa explicação geral (ver gramática). O sujeito é considerado composto quando apresenta dois ou mais
2) lembre: a crase só ocorre diante de palavras femininas. 3) Para núcleos. O verbo deverá concordar em número e pessoa com todos
verificar a ocorrência de crase em aquele (a)(s): substituindo-se e os núcleos, aparecendo sempre no plural.
verificando-se a este(a)(s), colocar-se-á o acento grave (Exemplo: •O Paulo e a Helena estão namorando.
O juiz referiu-se àquele julgamento / a este julgamento). •Ele e ela estão namorando.

3. Acentos agudo e circunflexo Concordância verbal com verbos impessoais


O uso dos acentos está ligado à aplicação de regras específicas
(consultar a gramática). A maioria dos alunos, infelizmente, não Quando os verbos não apresentam sujeito, sendo chamados de
aprende a acentuar por conhecimento das regras, mas sim pelo fato impessoais, a concordância verbal deverá ser feita sempre com a
de ver as palavras em textos diversos e memorizar o uso dos 3.ª pessoa do singular.
acentos. Diante desse quadro, uma dica é, após escrever todo o •Havia mesas e cadeiras suficientes para todos (verbos haver)
texto na folha definitiva, efetuar uma releitura para verificar se houve •Faz cinco anos que eu o conheci. (verbo fazer)
esquecimento na colocação do acento em alguma (s) palavra(s). •Chovia todos os dias. (verbos de fenômenos atmosféricos)

14
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Concordância verbal com a partícula se Note que a frase iniciada em Criando... não tem sentido fechado.
Isso ocorre porque ela está subordinada à primeira. Uma possível
Quando a palavra se é uma partícula apassivadora, a concordância solução para o problema seria:
verbal é estabelecida com o sujeito paciente, variando em número.
Quando a palavra se é uma partícula indeterminadora do sujeito, a As novas tecnologias trouxeram grande impacto sobre a Educação
concordância verbal é estabelecida sempre com a 3.ª pessoa do desenvolvida nos dias atuais, criando novas formas de aprendizado,
singular. disseminação do conhecimento e, especialmente, novas relações
•Vende-se apartamento. (partícula apassivadora) entre professor e aluno.
•Vendem-se apartamentos. (partícula apassivadora)
•Precisa-se de empregado. (partícula indeterminadora do sujeito) ou
•Precisa-se de empregados. (partícula indeterminadora do sujeito)
Concordância verbal com verbos no infinitivo As novas tecnologias trouxeram grande impacto sobre a Educação
desenvolvida nos dias atuais. Ela possibilita a criação de novas
Os verbos no infinitivo podem ser utilizados de forma flexionada formas de aprendizado, disseminação do conhecimento e,
(infinitivo pessoal) ou de forma não flexionada (infinitivo impessoal). especialmente, novas relações entre professor e aluno.

A concordância verbal deverá ser feita com o infinitivo pessoal Outro ponto importante... a linguagem
sempre que houver um sujeito definido ou quando se quiser definir o
sujeito. Também quando o sujeito da segunda oração for diferente Não podemos escrever textos dissertativo-argumentativos da
do da primeira e para indicar uma ação recíproca. mesma maneira como falamos. Isso quer dizer que palavras,
•Este lanche é para nós comermos. expressões, frases fragmentadas próprias da língua coloquial
•Acho importante finalizares o projeto. representam infração, diminuindo a nota na competência
•A mãe não viu os filhos entrarem em casa.
Observe alguns casos que devem ser evitados:
A concordância verbal deverá ser feita com o infinitivo impessoal
quando não houver um sujeito definido, quando o sujeito da 1. A palavra coisa: evite-a, já que tem sentido genérico. Veja como
segunda oração for igual ao da primeira oração em locuções verbais ela não situa de modo preciso a ideia que se deseja indicar:
e com alguns verbos que não formam locução verbal (ver, sentir,
mandar, …)., quando o verbo tiver regência de uma preposição e O esporte é uma coisa de grande importância para a sociedade.
quando o verbo apresentar um sentido imperativo. Cresce a cada dia a utilização dele como forma de ensinar coisas
•Apenas os especialistas conseguiram ler as escrituras. boas e ajudar crianças e adolescentes.
•Fui obrigada a saber essas datas de cor.
•Ser feliz é o mais importante! Compare com a modificação a seguir e perceba como as palavras
atividade e valores situam com mais precisam a ideia:
Concordância verbal e concordância nominal
O esporte é uma atividade de grande importância para a
Numa frase, além de concordância verbal, ocorre também sociedade. Cresce a cada dia a utilização dele como forma de
concordância nominal, ou seja, concordância em gênero e número ensinar valores e ajudar crianças e adolescentes.
entre o substantivo e os diversos termos da oração que se
relacionam com ele. 2. Pronomes que se dirigem ao leitor ou revelam o autor (você, seu
(s), sua (s), eu, nós, meu, minha etc):
6. Frase longa
A frase longa torna-se, na verdade, um problema quando as É preciso que você organize manifestações na sua região para que
informações se acumulam e "cansam" o leitor, fazendo, muitas nós ganhemos atenção das autoridades públicas. Na minha região,
vezes, perder o fio condutor da discussão. A presença do ponto (de eu e meus amigos já traçamos metas.
continuação) é fundamental para separar as ideias/frases. Veja
como a frase a seguir, sem ponto de continuação efetivando a Observe como a mesma frase se apresentaria em um registro
separação, traz em seu bojo muitas informações: formal específico de uma dissertação:
É preciso que comunidades organizem manifestações regionais
A sociedade moderna se modificou muito quanto à igualdade de para atrair a atenção das autoridades públicas. A região norte traçou
direitos, um exemplo disso é a relação existente entre homens e metas interessantes.
mulheres, superando um modo de vida pautado na autoridade
masculina, mas, apesar de haver avanços, ainda a violência contra Cuidado também com ele/ela usados de forma redundante:
o sexo feminino, física ou psicológica, implica luta pelo respeito e
pela integridade. A Presidente Dilma, ela tenta minimizar os efeitos da crise política,
...
7. Frase incompleta Registro formal: A Presidente Dilma tenta minimizar os efeitos da
A frase incompleta ocorre geralmente em casos como oração crise política, ...
subordinada sem a principal no mesmo período (muito comum
quando se inicia o período com o gerúndio, forma nominal do 3. Formas linguísticas abreviadas:
verbo), como no exemplo abaixo:
O Brasil precisa urgentemente fazer uma reforma econômica pq o
As novas tecnologias trouxeram grande impacto sobre a Educação momento é difícil. (correção: porque)
desenvolvida nos dias atuais. Criando novas formas de Pra que isso não ocorra, cabe a intervenção das autoridades.
aprendizado, disseminação do conhecimento e, especialmente, (correção: para)
novas relações entre professor e aluno. O Governo tá utilizando mais verbas para a Saúde Pública.
(correção: está)

15
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

4. Clichês e expressões já cristalizadas no senso comum: Os entraves relacionados à mobilidade urbana têm se tornado
comuns e provocam um oceano de discussões na busca de
O Governo pretende abrir com chave de ouro o plano para soluções para os problemas.
desenvolver economicamente o país. (possível correção: O governo
pretende anunciar o plano...). Comentário: o uso metafórico do termo oceano caracteriza a
Os governantes ainda veem uma luz no fim do túnel. (possível conotação (sentido figurado), levando o leitor a refletir um pouco
correção: possibilidades de resultados favoráveis). mais sobre a significação.
A vida é uma caixinha de surpresas, portanto não podemos fazer
tudo a toque de caixa. (possível correção: A vida reserva situações Mais adequado ao texto dissertativo-argumentativo (denotação):
inesperadas , portanto não podemos fazer tudo sem um
planejamento.). Os entraves relacionados à mobilidade urbana têm se tornado
comuns e provocam um conjunto de discussões na busca de
5. Ditados populares: evite-os, mesmo entre aspas, pois estão mais soluções para os problemas.
próximos do senso comum do que do registro formal. Veja:
9. Nível de linguagem e uso de palavras “difíceis“ ou “bonitas“ (=
É necessário que o governo entenda o pedido da população nas palavras dificilmente usadas na linguagem corrente)
manifestações. Comprova-se que “água mole em pedra dura, Alguns alunos questionam: se eu usar palavras “difíceis“ ou
tanto bate até que fura“. (possível correção: Comprova-se que as “bonitas“, impressiono quem corrige e, por consequência, aumento
reivindicações populares surtem resultados satisfatórios). minha nota? Precisamos escolher as palavras que vão compor
nossas frases com equilíbrio. Primeiro, o texto precisa ser
6. Gírias, impropérios, neologismos próprios da língua falada: compreendido, isso é elementar! Dessa forma, não precisamos agir
ruibarbosianamente; segundo, não reduziremos nossa redação ao
Muitos recebem rendimentos financeiros pomposos, assim, não nível de linguagem que empregamos normalmente no cotidiano.
querem largar o osso. (correção possível: não desejam perder as Reitero: equilíbrio. Note a escolha das palavras:
vantagens).
Situações na vida social chamam a atenção para o inexplicável, tipo  Linguagem rebuscada, complexa (considere-se um aluno em
assim... (correção possível: por exemplo, ...) final de Ensino Médio):

7. Gente, ser humano A constituição de processos de direitos humanos sinalizou o


recrudescimento de um grupo social congruente e homogêneo,
Prefira não usar o vocábulo gente, pois está mais próximo do propiciando à autoestima feminina uma conjuntura favorável e
registro informal, que mesmo do formal. Também representa um com ares de progresso em suas representações. Outrora, a vil e
conjunto muito amplo (semanticamente), não situando com exatidão singular identidade feminina compunha um complexo de
a ideia. Veja: inferioridade. Todavia, um sofismo tenta, na prática, solapar a
Muita gente prefere deixar a educação dos filhos como real condição da mulher no presente.
responsabilidade da escola.
 Linguagem “equilibrada“, mais próxima à redação Enem
Note o sentido amplo. Observe como a ideia fica mais específica, (considerando-se um exame para alunos que concluem o
exata: Ensino Médio):
Muitos pais preferem deixar a educação dos filhos como
responsabilidade da escola. A sociedade atual se modificou muito quanto à igualdade de
direitos. Exemplo disso é a relação existente entre homens e
Já ser humano está ligado a uma ideia de humanidade (o ser mulheres, superando um modo de vida pautado na autoridade
homem). Não podemos usá-lo indiscriminadamente. Veja: masculina. Apesar de haver avanços, ainda a violência contra o
sexo feminino, física ou psicológica, implica luta pelo respeito e
Os seres humanos não podem desperdiçar água, sobretudo em pela integridade.
época de crise.
 Linguagem do cotidiano, informal, inadequada à redação Enem:
Note que o assunto tratado não se refere a uma questão do ser
homem, portanto há uma inadequação. Seria adequado, por A vida tá revirada. As mulher hoje em dia tão tudo cheia de
exemplo: direito, pensando em sê igual aos home. Mas os home tão aí
ainda pra mostrá a mulherada quem manda.
A população não pode desperdiçar água, sobretudo em época de
crise. Note que população (conjunto de pessoas que convivem em 10. Ter/haver
determinado lugar) reflete a ideia com mais exatidão.
Na linguagem coloquial, é comum verificar uma substituição de
Veja agora um exemplo de uso adequado para ser humano: haver (indicador de existência) por ter (indicador de posse). Evite
essa troca na redação, uma vez que pode ser assinalada
Os seres humanos dificilmente superarão todo o egoísmo. inadequação. Observe:

8. Denotação/conotação Tem governantes que investem de forma irrisória em projetos


culturais. (note que a ideia relaciona-se a existência, não a posse;
Uma das características do texto dissertativo-argumentativo é a portanto, corrigindo: Há governantes...).
objetividade da linguagem. Significa dizer que esta se configura de
forma bastante clara e direta. Daí, a utilização da denotação Por outro lado:
(linguagem com sentido original, objetivo, comum) nesse tipo de Os estados têm verbas próprias para aplicar em projetos sociais.
composição escrita. Veja: (correto: nota-se claramente a ideia de posse).

16
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Obs.: alguns autores, que escrevem sobre produção de texto, dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em
apoiam até mesmo a preferência pelo uso de possuir, em prosa.
substituição a ter (Os estados possuem verbas próprias para
Os quadros a seguir apresentam os seis níveis de desempenho que
aplicar em projetos sociais.).
serão utilizados para avaliar a Competência 2 nas redações do
11. Bem/bom/boa/ruim, grande/pequena, melhor/pior ... Enem:
adjetivos/advérbios com significação ampla
Desenvolve o tema por meio de argumentação
Evite o emprego desses vocábulos, já que não dão precisão à ideia.
consistente, a partir de um repertório
Observe: 200 pontos
sociocultural produtivo e apresenta excelente
domínio do texto dissertativo-argumentativo.
As reivindicações populares ocorridas no Brasil são boas, porque
Desenvolve o tema por meio de argumentação
mostram a políticos a grande força da população.
consistente e apresenta bom domínio do texto
160 pontos
dissertativo-argumentativo, com proposição,
Melhor: As reivindicações populares ocorridas no Brasil são
argumentação e conclusão.
importantes, porque mostram a políticos a expressiva força da
população. Desenvolve o tema por meio de argumentação
previsível e apresenta domínio mediano do texto
120 pontos
12. Generalizações dissertativo-argumentativo, com proposição,
argumentação e conclusão.
Sobre esse ponto: não se trata exatamente de um problema de Desenvolve o tema recorrendo à cópia de
linguagem; está mais voltado ao significado, à coerência. Veja: trechos dos textos motivadores ou apresenta
80 pontos domínio insuficiente do texto dissertativo-
No Brasil, os funcionários do serviço público atendem mal a argumentativo, não atendendo à estrutura com
população. proposição, argumentação e conclusão.
Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou
Note que o autor pode não ter percebido, mas generalizou a demonstra domínio precário do texto dissertativo-
situação! Responsabilizou todos os funcionários públicos pelo mau 40 pontos argumentativo, com traços constantes de outros
atendimento, o que não é verdade. Melhor: No Brasil, alguns tipos textuais.
funcionários do serviço público atendem mal a população.
Fuga ao tema/não atendimento à estrutura
13. Exagero no emprego do vocábulo que 0 ponto dissertativo-argumentativa. Nestes casos a
redação recebe nota 0 (zero) e é anulada.
Evite o exagero (quantidade) no emprego do vocábulo que. Veja:

Estudos científicos afirmam que a crise da água por que passam


Para compreender um texto, é preciso considerar não só as frases
alguns estados brasileiros decorre sobretudo de situações que o
próprio homem provocou e que pode chegar a níveis extremamente e/ou imagens que o compõem, mas também o momento em que foi
caóticos. escrito.

Para que isso não ocorra, recomendamos dois caminhos: dividir o


período, trocar o que por outro vocábulo: GÊNEROS TEXTUAIS OU DISCURSIVOS
São textos que circulam em determinada esfera da atividade
Estudos científicos afirmam que a crise da água por que passam humana e possuem estrutura, temática e estilo relativamente fixos.
alguns estados brasileiros decorre sobretudo de situações
provocadas pelo o próprio homem. Esse fator pode chegar a níveis Os textos que pertencem a um dado gênero também têm a mesma
extremamente caóticos. finalidade.

14. Escolha de palavra com significado diferente do que se deseja Tipos textuais
expressar

Cuidado, pois esse problema é muito comum. Cabe refletir sobre São modos de organizar o texto. São basicamente cinco: narrativo,
cada palavra a ser registrada na redação em relação ao seu descritivo, expositivo, argumentativo e injuntivo (persuasivo ou
significado, ao contexto que se espera apresentar. Veja:
instrucional). A maioria dos textos está formada por sequências de
A acessibilidade é um dever dos deficientes físicos, visuais. vários tipos, mas, em geral, um ou dois deles são predominantes.
Na verdade: A acessibilidade é um direito dos deficientes físicos, Veja, no quadro a seguir, os cinco tipos textuais básicos, suas
visuais.
principais características e exemplos de gêneros nos quais cada um
deles predomina.
CAPÍTULO 2 – A COMPETÊNCIA 2
Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das
várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro

17
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Exemplos de gêneros nos quais


TIPO TEXTUAL Objetivo Características
predomina

- Verbos de ação; Anedota, diário, romance, conto, crônica,


- Verbos no passado; notícia, lenda, fábula, conto de fadas,
- Marcadores temporais; relato pessoal, relato histórico, biografia,
Narrar fatos, reais ou - Presença de um conflito, isto é, um autobiografia.
fictícios. acontecimento que complica a situação
inicial da história.
NARRATIVO

- Verbos de estado: ser, estar, parecer.


- Presente do indicativo; Anúncio classificado, cardápio, laudo
Descrever seres, - Formas nominais do verbo; técnico.
paisagens e conceitos. - Adjetivações e comparações.

DESCRITIVO

- Linguagem objetiva; Seminário, verbete de enciclopédia,


- Verbos no presente; reportagem.
Expor informações - Predomínio da 3ª pessoa.
EXPOSITIVO

- Apresentação de argumentos segundo Debate, editorial, artigo de opinião,


uma organização lógica; manifesto, carta aberta, carta de
- Estabelecimento de relações de causa e solicitação, carta de reclamação.
efeito;
Defender um ponto de - Estrutura formada por introdução,
vista. desenvolvimento e conclusão;
- Verbos no presente.

ARGUMENTATIVO

Anúncio publicitário, regras de jogo,


Fazer com que o - Verbos no imperativo. receita, manual de instruções,
interlocutor tome alguma regulamento, livro de autoajuda.
INJUNTIVO atitude.

18
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

NÃO ORIENTAR!
Cuidado com textos injuntivos que giram em torno de comandos ou Enquadra-se nessa classificação a redação na qual nem o tema
conselhos: “faça isso”, “denuncie” etc. Principalmente na proposta nem o assunto mais amplo relacionado ao tema são desenvolvidos.
de intervenção. Não esqueça: a redação do Enem deve ser do tipo No Enem 2014, incorreu em fuga ao tema a redação que tratou, por
dissertativo-argumentativo. exemplo, exclusivamente, de consumismo; publicidade; infância;
liberdade de expressão; exploração sexual infantil; ou trabalho
IMPORTANTE! infantil.
Fique atento! Jamais escreva recados para o avaliador da redação: No Enem 2015, da mesma forma, incorreu em fuga ao tema a
“leia com carinho”, “seja bonzinho na correção”, “você também já redação que tratou, por exemplo, exclusivamente, de violência, sem
passou por isso”. Pode ter certeza que o avaliador não vai se mencionar o recorte de gênero “contra a mulher”; da violência contra
comover com seus pedidos, pelo contrário, erros assim são a mulher em diferentes países sem mencionar o Brasil (exceto
considerados graves. quando nada é dito sobre o lugar, mas infere-se que se trata do
Brasil); da violência feminina, praticada pelas mulheres contra os
NÃO EXPOR SOMENTE! homens; de feminismo/ machismo, abordando apenas o movimento;
Um aspecto avaliado na competência II é a compreensão da do papel da mulher na sociedade/ família, sem abordar a questão
proposta de redação. Ela exige que o participante escreva um texto da violência contra a mulher na sociedade brasileira.
dissertativo-argumentativo, que é o tipo de texto que demonstra a No Enem 2016, foi considerado como fuga ao tema a redação que
verdade de uma ideia ou tese. É mais do que uma simples apresentasse os princípios e fundamentos doutrinários das religiões,
exposição de ideias. Nessa redação, o participante deve evitar violência ou intolerância de modo genérico sem mencionar a
elaborar um texto de caráter apenas expositivo. É preciso questão da intolerância religiosa, proselitismo e negação da
apresentar um texto que expõe um aspecto relacionado ao tema, existência da intolerância religiosa.
defendendo uma posição, uma tese. No Enem 2017, caracterizou-se como fuga a redação que
https://blog.redacaoperfeita.com/2016/10/26/enem-2016-criterios-de-correcao-da-redacao- abordasse as necessidades especiais, a educação, acesso ao
competencia-2/
mercado de trabalho, políticas públicas educacionais e a inclusão
sem mencionar qualquer elemento que remetesse ao universo da
 O que é tangenciar o tema?
surdez.
Considera-se tangenciamento ao tema uma abordagem parcial,
 O que é não atender ao tipo textual?
realizada somente nos limites do assunto mais amplo a que o tema
está vinculado, que deixa em segundo plano a discussão em torno
Não atende ao tipo textual a redação que esteja predominantemente
do eixo temático objetivamente proposto.
fora do padrão dissertativo-argumentativo, sem apresentar
No Enem 2014, configurou-se como tangenciamento ao tema o
quaisquer indícios de caráter dissertativo (explicações,
encaminhamento de assunto relacionado ao tema, como: trabalho
exemplificações, análises ou interpretações de aspectos dentro da
infantil no campo da publicidade; erotização da infância no campo
temática solicitada) ou de caráter argumentativo (defesa ou
da publicidade; influência da publicidade na vida da sociedade em
refutação de ideias dentro da temática solicitada).
geral.
No Enem 2015, configurou-se como tangenciamento ao tema o  O que é um texto dissertativo-argumentativo?

tratamento apenas de assunto relacionado ao tema, como: a


discussão de leis ou outros instrumentos legais, a exemplo das leis O texto dissertativo-argumentativo é um texto que se organiza na

Maria da Penha e do Feminicídio, sem relacioná-los ao cenário da defesa de um ponto de vista sobre determinado assunto. É

persistência da violência contra as mulheres. fundamentado com argumentos, para influenciar a opinião do leitor

No Enem 2016, configurou-se como tangenciamento ao tema o ou ouvinte, tentando convencê-lo de que a ideia defendida está

encaminhamento de assunto relacionado ao tema, como: terrorismo correta. É preciso, portanto, expor e explicar ideias. Daí sua dupla

religioso internacional sem mencionar o Brasil, discussão sobre as natureza: é argumentativo porque defende uma tese, uma opinião, e

leis que subvencionam a religião do Estado e caracterização dos é dissertativo porque são utilizadas explicações para justificá-la.

religiosos sem tentar excluir os comportamentos de intolerância. Seu objetivo é, em última análise, convencer ou tentar convencer o

No Enem 2017, configurou-se como tangenciamento ao tema o leitor pela apresentação de razões e pela evidência de provas, à luz

encaminhamento de assunto relacionado ao tema, como: a de um raciocínio coerente e consistente.

formação educacional do surdo sem relacionar aos desafios A sua redação atenderá às exigências de elaboração de um texto

enfrentados, discriminação contra os surdos, fora do contexto da dissertativo-argumentativo se combinar os dois princípios de

educação e tratar do tema de forma exclusivamente internacional. estruturação:

 O que é fuga ao tema?

19
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

sua dupla natureza: é argumentativo porque defende uma tese, uma


TESE – É a ideia que
opinião, e é dissertativo porque se utiliza de explicações para
você vai defender no seu
justificá-la.
texto. Ela
Seu objetivo é, em última análise, convencer ou tentar convencer o
deve estar relacionada ao
leitor, pela apresentação de razões e pela evidência de provas, à luz
tema e deve estar apoiada
de um raciocínio coerente e consistente.
em
A sua redação atenderá às exigências de elaboração de um texto
I – Apresentar uma tese, argumentos ao longo da
dissertativo-argumentativo se combinar dois princípios de
desenvolver justificativas para redação.
estruturação:
comprová-la e uma conclusão que ARGUMENTOS – É a
I – Apresentar uma tese, desenvolver justificativas para comprovar
dê fecho à discussão elaborada no justificativa para
essa tese e uma conclusão que dê um fecho à discussão elaborada
texto, compondo o processo convencer o leitor
no texto, compondo o processo argumentativo.
argumentativo. a concordar com a tese
defendida. Cada TESE – É a ideia que você vai defender no seu texto. Ela deve
argumento estar relacionada ao tema e apoiada em argumentos ao longo da
deve responder à redação.
pergunta “por quê?” em
relação à tese
II – Utilizar estratégias argumentativas para expor o problema
defendida.
discutido no texto e detalhar os argumentos utilizados.

ARGUMENTOS – É a justificativa para convencer o leitor a


ESTRATÉGIAS
concordar com a tese defendida. Cada argumento deve
ARGUMENTATIVAS –
responder à pergunta “Por quê?” em relação à tese defendida.
São recursos utilizados
para desenvolver os
argumentos, de modo a ESTRATÉGIAS ARGUMENTATIVAS – São recursos utilizados
convencer o para desenvolver os argumentos, de modo a convencer o leitor,
leitor: • exemplos; como:
• dados estatísticos;  exemplos;
• pesquisas;  dados estatísticos;
II – Utilizar estratégias
• fatos comprováveis;  pesquisas;
argumentativas para expor o
• citações ou depoimentos  fatos comprováveis;
problema discutido no texto e
de pessoas  citações ou depoimentos de pessoas especializadas no
detalhar os argumentos utilizados.
especializadas no assunto;
assunto;  alusões históricas; e
• pequenas narrativas
ilustrativas; - Estrutura do texto dissertativo-argumentativo
• alusões históricas; e Para se produzir um texto dissertativo, é necessário demonstrar
• comparações entre fatos, senso crítico ao abordar o pensamento sobre o assunto proposto.
situações, épocas ou Para isso, é fundamental apresentar maturidade intelectual ao se
lugares posicionar sobre o tema e clareza na organização desse
distintos. pensamento, expressar as ideias e defendê-las por meio de
argumentos próprios, construídos a partir do conhecimento de
https://blog.redacaoperfeita.com/2016/10/26/enem-2016-criterios-de-correcao-da-redacao-
competencia-2/ mundo e das diversas áreas do saber.
TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Vale lembrar que a construção do texto necessita de uma
O texto dissertativo-argumentativo é progressão, isto é, como o tema se desenvolve. A redação precisa
organizado na defesa de um ponto de ter lógica, encadeamento de ideias, numa estrutura que apresente
vista sobre determinado assunto. É introdução, desenvolvimento e conclusão.
fundamentado com argumentos, para Outro aspecto essencial no texto dissertativo-argumentativo é a
influenciar a opinião do leitor ou ouvinte, identificação do problema relacionado ao tema. A partir dele, é
tentando convencê-lo de que a ideia preciso pensar nas causas, consequências e possíveis soluções
defendida está correta. É preciso, (proposta de intervenção).
portanto, expor e explicar ideias. Daí a Desse modo, o texto pode ser planejado da seguinte forma:

20
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Tema

Introdução Problema

Tese

Argumento 1
Desenvolvimento
Argumento 2

Retomada do problema

Conclusão Proposta de intervenção

Reafirmação da tese

Exemplo de redação nota 1000, retirada do Manual de redação do Enem 2017.

Redação de Vinícius Oliveira de Lima

Tolerância na prática

A Constituição Federal de 1988 – norma de maior hierarquia no sistema jurídico brasileiro –


assegura a todos a liberdade de crença. Entretanto, os frequentes casos de intolerância religiosa mostram
que os indivíduos ainda não experimentam esse direito na prática. Com efeito, um diálogo entre
sociedade e Estado sobre os caminhos para combater a intolerância religiosa é medida que se impõe.
Em primeiro plano, é necessário que a sociedade não seja uma reprodução da casa colonial,
como disserta Gilberto Freyre em “Casa-grande e Senzala”. O autor ensina que a realidade do Brasil até o
século XIX estava compactada no interior da casa-grande, cuja religião oficial era católica, e as demais
crenças – sobretudo africanas – eram marginalizadas e se mantiveram vivas porque os negros lhes deram
aparência cristã, conhecida hoje por sincretismo religioso. No entanto, não é razoável que ainda haja uma
religião que subjugue as outras, o que deve, pois, ser repudiado em um Estado laico, a fim de que se
combata a intolerância de crença.
De outra parte, o sociólogo Zygmunt Bauman defende, na obra “Modernidade Líquida”, que o
individualismo é uma das principais características – e o maior conflito – da pós-modernidade, e,
consequentemente, parcela da população tende a ser incapaz de tolerar diferenças. Esse problema
assume contornos específicos no Brasil, onde, apesar do multiculturalismo, há quem exija do outro a
mesma postura religiosa e seja intolerante àqueles que dela divergem. Nesse sentido, um caminho
possível para combater a rejeição à diversidade de crença é desconstruir o principal problema da pós-
modernidade, segundo Zygmunt Bauman: o individualismo.
Urge, portanto, que indivíduos e instituições públicas cooperem para mitigar a intolerância
religiosa. Cabe aos cidadãos repudiar a inferiorização das crenças e dos costumes presentes no território
brasileiro, por meio de debates nas mídias sociais capazes de desconstruir a prevalência de uma religião
sobre as demais. Ao Ministério Público, por sua vez, compete promover as ações judiciais pertinentes
contra atitudes individualistas ofensivas à diversidade de crença. Assim, observada a ação conjunta entre
população e poder público, alçará o país a verdadeira posição de Estado Democrático de Direito.

21
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

COMPREENSÃO DO TEMA Posso garantir: todo escritor é, antes de tudo, um leitor. (Moacyr
Entender o tema central da redação proposto na prova trata-se do Scliar).
maior desafio apresentado aos estudantes. Afinal, se o aluno não Responda: o que o autor quis dizer com isso? E anote as respostas
souber sobre o que escrever, como é que ele vai escrever alguma (curtas), com suas próprias palavras, na folha de rascunho. Várias
coisa? Infelizmente, a maior parte das redações desclassificadas ou ideias podem surgir. Ao analisarmos o texto de 2006, poderíamos
mal avaliadas ignora o tema proposto na prova. O enunciado pede concluir que o autor quis dizer que livros são tão importantes para
uma uma coisa, mas o candidato escreve sobre outra, o que uma criança quanto o bem-estar material. Ou que a leitura na
equivale a tirar zero. Outros estudantes, na incerteza e na dúvida, infância ajudou-o na escolha profissional. As possibilidades são
entram em pânico e deixam a página em branco – zero. Outro inúmeras. Encontre uma.
número grande de candidatos aborda o assunto geral, mas foge do
tema principal, perdendo pontos preciosos. Muitos copiam trechos E se o material complementar for uma ilustração, como uma tirinha
dos textos motivadores, o que também é proibido. Veremos ou um mapa? Responda a mesma pergunta: o que essa imagem
algumas técnicas para encontrar o tema central das provas, mas é significa? Ou: o que o autor quis dizer com essa imagem?
possível dizer desde já que o segredo é ler com atenção o Transforme as ideias do desenho em palavras e escreva as
enunciado e os textos complementares. respostas na folha de rascunho. Se for um mapa, com dados e
índices, analise as informações. Pense: o que esses dados
Qual é o tema? significam? Qual é a informação mais importante dessa ilustração?
A definição do assunto geral e do tema começa com a análise Em 2005, o tema era “O trabalho infantil na realidade brasileira”.
cuidadosa de todo o enunciado, incluindo os textos Para acompanhá-lo, havia um mapa do Brasil dividido por regiões
complementares. Então, a primeira recomendação ao abrir o geográficas. Nele, o número de crianças trabalhadoras em cada
caderno de teste é ler tudo com atenção. Não julgue, não critique. área. O que fazer com esse mapa? O aluno daquele ano poderia ter
Apenas saboreie o texto. Agora comece a trabalhar na definição do aproveitado as informações da ilustração. Um dado interessante
assunto geral e do tema. Responda para si mesmo: o que o Enem eram os índices de crianças trabalhadoras na região Nordeste, o
quer que eu escreva? Como descobrir isso? Há duas hipóteses. mais alto do país. Reflita: o que aquele índice significava? Bem,
Às vezes, o tema aparece expresso no enunciado. Aconteceu em seria possível concluir que o baixo desenvolvimento econômico da
2011. Estava escrito na prova que o tema era “Viver em rede no região Nordeste era uma das causas do trabalho infantil. Sem
século XXI: os limites entre o público e o privado”. A partir da renda, as famílias colocavam os filhos no trabalho. Você concorda?
interpretação dessa frase, era possível concluir que: Pense a respeito e anote as ideias na folha de rascunho.
Como você pôde ver até agora, o trabalho de identificação do
 Assunto geral: a maneira como as pessoas se conectam por meio conteúdo exige interpretação de textos. Trata-se de um exercício de
de redes sociais, como Facebook e Twitter. perguntas e respostas. Não basta responder corretamente. É
preciso fazer as perguntas certas também. Nessa hora, entra em
 Tema específico: os riscos de se postar nessas redes informações ação todo o conhecimento prévio sobre problemas brasileiros e
privadas que possam prejudicar a reputação das pessoas. temas atuais.
(SALVADOR, Arlete. Como escrever para o ENEM)

A edição de 2003 também apresentava um tema oficial objetivo: “A


TÓPICO FRASAL
violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse
A produção do texto é realizada por meio de parágrafos que
jogo”? O aluno descobria, logo de cara, que:
apresentam uma ideia principal, central, agregada às ideias
secundárias, que cumprem a função de completar, explicar a ideia-
 O tema geral era a violência no país.
núcleo. A ideia central é conhecida como tópico frasal, e o parágrafo
 Deveria apresentar soluções para resolver o problema da
pode ser organizado de diferentes formas:
violência.

* Declaração inicial
Há casos em que o tema oficial é abrangente, como o de 2006: “O
Uma análise do (Cnae) comprova que desde a década de 70, a
poder transformador da leitura”. Aí surge a dúvida: sobre o que
participação das mulheres no mercado de trabalho apresenta uma
escrever? Como escolher um tema específico dentro dentro de uma
elevada progressão. Se em 1970 apenas 18% das mulheres
assunto tão amplo? Nesse caso, a saída é interpretar os textos
brasileiras trabalhavam, chega-se a 49% em 2013. Nos setores de
motivadores. Em 2006, havia o seguinte texto:
transporte e da construção civil, atividades tradicionalmente
“Minha mãe muito cedo me introduziu aos livros. Embora nos
masculinas, também houve crescimento da participação de
faltassem móveis e roupas, livros não poderia faltar. E estava
mulheres.
absolutamente certa. Entrei na universidade e tornei-me escritor.

22
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

* Definição meio Tema X Assunto


Em sentido amplo, ciência refere-se a qualquer conhecimento ou
prática sistemáticos. Em sentido restrito, ciência refere-se ao Na correção de redações, observa-se com frequência que os alunos
sistema de adquirir conhecimento baseados no método científico. têm bastante dificuldade em compreender qual é o tema solicitado
Diante de tal assertiva, como conciliar religião e ciência? pela proposta, muitas vezes fugindo totalmente do que foi pedido.
Isso pode ser explicado pelo fato de os alunos não terem
* Alusão histórica desenvolvido as habilidades de recortar e selecionar informações ou
Na antiga sociedade romana, o imperador, a fim de inibir rebeliões ainda porque eles leem a prova apressadamente. Por isso, hoje é
por causas dos problemas sociais advindos da escravidão rural e importante entender a diferença entre assunto e tema.
consequente migração para as cidades, adotou a política "panem et O assunto é amplo, global, e envolve diferentes temas. Já o tema é
circenses" (pão e circo). Diariamente, promoviam-se lutas entre justamente um recorte de determinado assunto, uma perspectiva
gladiadores, e, nesses eventos, distribuíam-se alimentos, em geral sobre ele. Para que você entenda isso melhor, vamos analisar a
pão. Era uma forma de distração do povo e, ao mesmo tempo, de proposta de redação do Enem 2014:
dominação. Este panorama parece voltar à tona com os shows O tema da redação nesse ano foi: Publicidade infantil em questão
milionários promovidos em época de eleição. no Brasil. Olhando apenas para este enunciado, pode-se pensar
que este pode ser um recorte de vários assuntos: publicidade,
* Interrogação consumo, publicidade no Brasil, publicidade infantil, etc. Perceba
Em busca de melhores condições de vida, vítimas do tráfico de que os assuntos são sempre muito amplos, o que dificultaria o
pessoa são aliciadas e submetidas ao trabalho escravo. O que estabelecimento de critérios para avaliar as redações de maneira
precisa ser feito para impedir este crime? objetiva. Daí a importância de se definir um tema, um recorte de um
assunto amplo.
* Oposição e comparação Perceba que este tema é constituído por dois recortes: [Publicidade
Dois renomados sociólogos brasileiros apresentam teses [infantil] em questão [no Brasil]. Assim, para cumprir este tema de
divergentes quanto à questão racial no Brasil. Gilberto Freyre, em maneira satisfatória, era fundamental que se considerasse estes
suas obras, relata a convivência harmoniosa entre negros e brancos dois aspectos: infantil e no Brasil. Logo, o aluno que escreveu sobre
no Brasil. Já Florestan Fernandes, afirma que negros e brancos publicidade (em geral), publicidade infantil ou publicidade no Brasil
neste país são separados por um abismo econômico, social e tangenciou ou fugiu do tema, dependendo do que definia a grade de
cultural. correção. Isso porque a intenção da prova era avaliar o que o
candidato sabe e pensa sobre a relação entre a publicidade e as
* Citação crianças no Brasil, e não no mundo ou em outros países
'Dura lex, sed lex' ('a lei é dura, mas é a lei') a famosa frase do específicos, e como ele se posiciona sobre esta relação. Ou seja,
império romano é usada para justificar os trotes universitários, um cabia discutir neste tema: como essa relação é tratada hoje no
ritual que promove a interação entre calouros e veteranos à base de Brasil, como é feita a regulamentação desse tipo de propaganda,
humilhação e violência física. como a sociedade civil enxerga esse tipo de propaganda, como ela
pode influenciar no comportamento das crianças, como o que ocorre
* Cenas narrativas nos países que aparecem no gráfico pode ser relacionado ao que
Um grupo de garotos de rua sobrevive como pode, protegido ocorre no Brasil (como esses dados podem ser interpretados), etc.
apenas pela coragem de seu líder Pedro Bala. Tropeça na vida, Apesar desta ter sido uma proposta um pouco mais aberta, que
mas segue em frente lutando contra a polícia, o preconceito e a possibilitava a abordagem a partir de diferentes enfoques, ela
injustiça na Salvador dos anos 30. Seria mera coincidência com o continua a ter um tema, um recorte que deveria ser obedecido.
enredo do filme “Capitães da Areia” se não fosse real a violência Mas, você pode estar se perguntando: o que devo fazer então para
contra menores de rua no Brasil. não fugir do tema e ir parar no assunto?
Primeiramente, você deve ler com atenção o enunciado motivador e
* Frase nominal os textos de apoio, destacando o recorte dado pela proposta. Em
Uma tragédia. Esse é o desfecho mais comum de atos de seguida, você deve iniciar o seu projeto de texto, conhecendo a
preconceito e aversão aos homossexuais. A discriminação às mais estrutura, definindo a sua tese e os argumentos para defendê-la. Ao
diversas minorias sexuais, ou seja, à homofobia, precisa ser final releia o texto para se certificar de que você não se empolgou e
combatida. acabou falando de coisas que não estavam no seu projeto e que
não cabiam no recorte temático.
* Enumeração http://www.escreveronline.com.br/site/a-diferenca-entre-tema-e-assunto

Entre os fatores para o aumento do uso de drogas está a oferta em


quase todos os lugares, a distância entre pais e filhos e a aceitação
do uso por alguns grupos sociais.

23
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

REPERTÓRIO SOCIOCULTURAL relacionados ao tema, de forma organizada, com


Entende-se como repertório sociocultural os conhecimentos indícios de autoria, em defesa de um ponto de
adquiridos pelo indivíduo ao longo da sua experiência de vida, de vista.
seus anos de leitura e estudo e de diferentes áreas do Apresenta informações, fatos e opiniões
conhecimento (Sociologia, Filosofia, Biologia, Literatura, História, relacionados ao tema, limitados aos argumentos
120 pontos
Geografia...). Fazem parte do nosso repertório todas as informações dos textos motivadores e pouco organizados, em
que aprendemos a partir de livros, jornais e revistas que lemos, de defesa de um ponto de vista.
programas e filmes que assistimos, de músicas que ouvimos, das Apresenta informações, fatos e opiniões
experiências de vida por quais passamos, das observações que relacionados ao tema, mas desorganizados ou
fazemos sobre a realidade em que vivemos. 80 pontos contraditórios e limitados aos argumentos dos
O repertório sociocultural é o conhecimento diferenciado das áreas textos motivadores, em defesa deum ponto de
do conhecimento que aqueles que estão prestando um exame vista.
devem demonstrar sobre o assunto que está sendo discutido. Ele é Apresenta informações, fatos e opiniões pouco
essencial na prova de redação do Enem para que o candidato 40 pontos relacionados ao tema ou incoerentes e sem
possa obter a nota máxima (200 pontos) na competência 2. É claro defesa de um ponto de vista.
que não será somente o repertório sociocultural que fará o Apresenta informações, fatos e opiniões não
vestibulando alcançar o nível 5 nessa competência, é preciso que 0 ponto relacionados ao tema e sem defesa de um ponto
tenha compreendido bem o tema proposto e tenha escrito um texto de vista.
dissertativo-argumentativo, respeitando a estrutura de introdução,
desenvolvimento e conclusão, com a apresentação da tese e dos O PARÁGRAFO E TIPOS DE ARGUMENTO
respectivos argumentos.

“O parágrafo é a alma de qualquer redação”. (Antonio


CAPÍTULO 3 – A COMPETÊNCIA 3 Carlos Viana).

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fato,


opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. Para escrever um texto com clareza é necessário que ele seja muito
bem estruturado, para isso suas frases devem girar em torno de

A competência 3 avalia em seu texto como você seleciona, uma ideia central. Não esqueça! A ideia central é fundamental para

relaciona, organiza e interpreta informações, fatos, opiniões e o desenvolvimento do seu parágrafo, será ela a norteadora dos

argumentos em defesa de um ponto de vista defendido como tese. seus passos ao longo do desenvolvimento do seu texto. Vale

É preciso elaborar um texto que apresente, claramente, uma ideia a destacar que você não pode sair enunciando várias ideias diferentes

ser defendida e argumentos que justifiquem a posição assumida por ao mesmo tempo. Cada parágrafo traz consigo apenas uma ideia

você em relação à temática de redação. central, em seguida, vai acrescentando outras ideias que possam

O terceiro aspecto avaliado pela competência, trata também da desenvolver, esclarecer e comentar a central, sempre priorizando

inteligibilidade do seu texto, ou seja, de sua coerência e da um encadeamento lógico, nunca deixando de lado a coerência.

plausibilidade entre as ideias apresentadas, o que é garantido pelo


DICA: O professor e escritor Antônio Carlos Viana nos dá uma dica
planejamento prévio à escrita, pela elaboração de um projeto de
texto. fundamental: “Quando perceber que está abordando outro aspecto
do tema, é sinal de que deve mudar de parágrafo. Se notar que
 O que é o projeto de texto?
misturou várias ideias, tenha paciência, reescreva tudo desde o
É o esquema que se deixa perceber pela organização estratégica
começo. Se quiser escrever bem, você terá de se acostumar com
dos argumentos presentes no texto. É nele que são definidos quais
esse trabalho contínuo de idas e vindas no texto, até chegar a uma
os argumentos que serão mobilizados para a defesa de sua tese,
forma que lhe satisfaça”.
quais os momentos de introduzi-los e qual a melhor ordem para
O objetivo desta aula é oferecer oito formas de organização do
apresentá-los, de modo a garantir que o texto final seja articulado,
parágrafo, fazendo com que você passe a desenvolvê-los de
claro e coerente.
maneira natural. O primeiro passo é lembrar que o parágrafo é uma
Os quadros a seguir apresentam os seis níveis de desempenho que
unidade de texto que pode ser caracterizada de duas maneiras
serão utilizados para avaliar a Competência 3 nas redações do
(EMEDIATO, 2008):
Enem:
Apresenta informações, fatos e opiniões
a) Delimita um conjunto ou tipo de informações que será
relacionados ao tema proposto, de forma
200 pontos introduzido;
consistente e organizada, configurando autoria,
em defesa de um ponto de vista
b) Ele deve possuir introdução, desenvolvimento e
160 pontos Apresenta informações, fatos e opiniões
conclusão. Assim, deve-se evitar construir parágrafos com

24
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

apenas um período. O parágrafo ideal deverá ter, no C) ENUMERAÇÃO: o objetivo é listar princípios, exemplos,
mínimo, três períodos: o primeiro período será a características, fatos e eventos (ações, acontecimentos).
introdução do parágrafo – o seu tópico frasal –; o segundo D) COMPARAÇÃO: o objetivo é estabelecer relações de
período servirá de desenvolvimento da ideia contida no comparação (associação) e de contraste (dissociação).
tópico frasal; o terceiro período apresentará a sua Nesse tipo de parágrafo, você deverá buscar informações
conclusão. que permitam comparar e contrastar objetos, eventos ou
conceitos.
As propostas que apresentaremos a seguir já se tornaram clássicas E) CAUSAS/EFEITOS: Sua tarefa será buscar informações
entre os autores que trabalham com técnicas de redação. É de que apontem relações de causa e de consequência, ou
grande importância memorizar cada uma delas. Com o tempo você seja, resposta às perguntas O quê? Por quê? Com quais
já estará escrevendo seus textos com parágrafos bastante resultados?
eficientes. F) EXEMPLIFICAÇÃO: é semelhante ao parágrafo organizado
por enumeração, mas possui uma diferença bem sutil, na
1
OITO FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DO PARÁGRAFO intenção expressa de fornecer exemplos que sustentem
[TIPOS DE ARGUMENTO] alguma afirmação contida em um parágrafo anterior.
Lembre-se que o exemplo deve ser sempre algo concreto,
Histórico sobre o assunto, ocorrido na realidade.
datas, origens, narrativa G) CONCLUSÃO/DEDUÇÃO: o objetivo é finalizar o texto e a
TEMPO
histórica. Quando? sua argumentação deduzindo de maneira geral seus
Locais, situações no espaço, objetivos e informações apresentadas nos parágrafos
ESPAÇO onde? anteriores. É necessário que esse tipo de parágrafo cumpra
O que é? Definir, conceituar, de fato seu papel de ser conclusivo, logo, não deve
explicar o significado de um introduzir elementos novos, mas sim, elaborar uma síntese
DEFINIÇÃO
conceito. global apresentando o que foi discutido anteriormente.
Lista de características,
funções, princípios, fatores, De posse dessas oito formas de organização do seu parágrafo,
ENUMERAÇÃO
fases, etapas etc. você já poderá desenvolver argumentos fortes e consistentes para

Estabelecer relações de defender o seu ponto de vista. A dica é escolher aquele que você se

semelhança e de diferença, sinta mais à vontade para desenvolver.


COMPARAÇÃO
contrastar. Além disso, lembre-se que você terá apenas 30 linhas para opinar

Resultados, consequências, sobre um tema, por isso a palavra de ordem é: simplicidade. Evite

CAUSAS/EFEITOS fatores causais. períodos muito longos e vocabulário rebuscado. Veja os exemplos

Fatos concretos, provas abaixo2:

EXEMPLIFICAÇÃO factuais.
Texto inadequado (prolixo):
Dedução geral sintetizando os
“A amizade atual se caracteriza por uma relação direta e virtual de
dados e informações contidas
CONCLUSÃO/DEDUÇÃO maneira mútua. O estabelecimento da coexistência entre o
nos parágrafos anteriores.
tradicional e o moderno representa uma resposta à troca de
paradigma nas relações interpessoais”.
DETALHANDO CADA FORMA DE ORGANIZAÇÃO

Texto adequado (escrita simples):


A) TEMPO e ESPAÇO (HISTÓRICO): antes do
“Da mesma forma que o tradicional e o moderno convivem em
desenvolvimento do assunto, é preciso situá-lo no tempo,
nossa sociedade, as amizades atuais são baseadas em um modelo
fazer um breve percurso histórico sobre suas origens. “O
caracterizado pela coexistência das relações direta e virtual”.
parágrafo organizado por tempo e espaço cumpre
exatamente a função de fornecer, no texto, uma informação
COMO USAR O TEXTO MOTIVADOR A SEU FAVOR
cronológica, histórica, temporal sobre eventos, e, de modo
geral inclui também informações sobre espaço”.
A PARÁFRASE
B) DEFINIÇÃO: o objetivo aqui é definir um conceito, uma
teoria, algo de natureza complexa. Quando você define um
A paráfrase é um dos exercícios mais proveitosos, contribuindo não
conceito, o leitor passa a compreendê-lo melhor.
apenas para o aprimoramento do vocabulário mas também

1
Extraído do livro “A fórmula do Texto” de Wander Emediato. 2
Exemplos extraídos do Guia do Estudante 2016. Editora Abril.

25
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

proporciona inúmeras oportunidades de reestruturação de frases, As orações (D) e (E) são paráfrases da oração (C) porque as
sobretudo se ela se limita – como não deve, de fato, construções sintáticas, embora diferentes, preservam o mesmo
limitar-se – a simples substituição de palavras de um texto A por sentido.
outras, sinônimas, num texto B. Logo, você terá de reescrever um
texto, conservando tudo o que o texto original tem de essencial, sem CÓPIA, PARÁFRASE E OS TEXTOS MOTIVADORES
repetir as mesmas expressões e palavras utilizadas no primeiro No Enem e em vários outros exames e vestibulares, a proposta de
texto. redação é composta por um conjunto de textos acerca do tema,
Vejamos, agora, os dois tipos de paráfrases importantes: a para que o aluno possa nortear a sua argumentação. No ENEM são
paráfrase lexical e a paráfrase explicativa. chamados de textos motivadores, e como o próprio nome já diz,
eles têm o objetivo de motivar, oferecer um breve comentário sobre
- A paráfrase lexical é um exercício de estilo e de vocabulário, pois a temática a ser discutida para que você possa desenvolver a sua
ela se limita a alterar o vocabulário de um texto ou de um fragmento argumentação. Esses textos acabam sendo valiosos em temas
de texto, ou seja, trata-se de um exercício de substituição de considerados complexos ou que passam despercebidos pelos
palavras alunos ao longo do ano levando ao susto na hora de abrir o caderno
de provas. Como foi o caso do tema da redação do ENEM 2012: “O
de um texto por palavras e expressões sinônimas ou equivalente . 3
movimento imigratório para o Brasil no século XXI”
O resultado de uma paráfrase lexical é um texto semanticamente Este tema pegou muitos de surpresa e consequentemente as notas
igual, mas lexicalmente diferente, isto é, o sentido do texto foram muito baixas. E lá estavam os textos motivadores como
parafraseado deve continuar o mesmo, mas seu vocabulário (léxico) ferramenta fundamental para poder desenvolver uma boa
deve ser significativamente alterado. argumentação. Quem soube utilizá-los com eficácia atingiu uma boa
nota, contudo, muitos acabaram tendo pontos descontados ou a
- A paráfrase explicativa vai além disso: ela não se limita à redação zerada. Isto aconteceu devido ao fato de muitos candidatos
substituição de palavras por sinônimos, ela explica o que se terem cometido o grave erro de copiar os textos motivadores. O que
entendeu realmente por tal trecho ou por tal texto. Trata-se, é terminantemente proibido. Vejamos o que nos diz o Guia do
portanto, de uma prática de comentário e, como é próprio ao Participante do Enem produzido pelo Inep:
comentário, a paráfrase explicativa acaba acrescentando algum
sentido ao texto de origem (uma avaliação, um julgamento, um “Para efeito de avaliação e de contagem do mínimo de linhas, a
questionamento). Após a leitura de um texto ou de um trecho, cópia parcial dos textos motivadores ou de questões objetivas do
reescreve-se esse texto de acordo com o entendimento obtido. caderno de prova acarretará a desconsideração do número de
linhas copiadas, valendo somente as que foram produzidas pelo
A paráfrase não pode ser confundida com resumo, pois este é uma autor do texto. ”
condensação fiel das ideias. Também não pode ser confundida com Mas, e agora?! Sabemos que existem situações em que a depender
a paródia, pois nessa a organização textual é semelhante, porém as do tema é impossível não recorrer aos textos motivadores. O
informações são diferentes. segredo está em ler os textos motivadores e refletir acerca deles,
Consideremos as seguintes orações: procure fazer conexões com outras leituras que você fez ao longo
(A) O cortador de legumes está estragado. do ano e vá montando um esquema na folha de rascunho que se
(B) O cortador de legumes está quebrado. tornará a base da sua argumentação. Use os textos para clarear as
A oração (B) é paráfrase da oração (A) porque emprega palavras ideias! Destaque palavras-chaves que possam ser usadas na
sinônimas: estragado e quebrado. redação e também estabeleça relações entre os textos motivadores
Há várias maneiras, portanto, de parafrasear uma frase. Vejamos já que todos versam sobre o mesmo assunto.
este exemplo: Outra alternativa é a paráfrase, já que não se pode copiar, você
Frase inicial: pode tentar reescrever, com suas palavras, sem copiar. Por isso é
(C) O sucesso do futebol brasileiro deve-se ao empenho de nossos importante ter um bom domínio desse recurso.
jogadores. Outra dica é utilizar os textos não-verbais, eles são fontes valiosas
Paráfrases: de informações que podem lhe ajudar de maneira significativa. Os
(D) O empenho de nossos jogadores garante o sucesso do futebol gráficos, mapas, charges, fotos se bem interpretados podem ajudar
brasileiro. na construção de bons argumentos.
(E) O sucesso do futebol brasileiro é fruto do empenho de nossos
jogadores. A LINGUAGEM VISUAL NOS TEXTOS MOTIVADORES

Passamos a vida exercitando nossa capacidade de compreensão


dos códigos que rodeiam; tudo que é construído pela linguagem
3
Conceitos apresentados pelo Prof. Wander Emediato em sua obra “A fórmula do
texto”. (verbal, não-verbal ou mista) tem significado, foi criado com o

26
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

propósito e a necessidade de comunicar, sejam regras, proibições, hipóteses, inferência) e as respostas que vai obtendo
informações, alerta, publicidade, instruções e outros. através do texto. Com o autocontrole, é possível confirmar
Sempre que lemos temos uma intenção, um objetivo: às vezes ou descartar as predições e inferências, garantindo uma
lemos para buscar informação a respeito de determinado fato, compreensão sensata do texto.
outras vezes para conhecer as regras de um jogo, também lemos  Autocorreção: Quando as hipóteses levantadas não são
para preencher o tempo, fazer um trabalho de escola. Assim, é de confirmadas, há um momento de dúvida. O leitor repensa
acordo com o ojetivo da leitura que selecionamos o que ler, onde a hipótese anterior, constrói novas hipóteses e retoma as
ler, até mesmo como construir significados para o texto. partes anteriores do texto para fazer as devidas
Além da variação na intencionalidade do leitor, há uma extensa correções.
variedade de textos e gêneros textuais (formados por determinados Há uma relação de reciprocidade entre usar estratégia de leitura e
tipos de textos). O texto visual, está presente nos gêneros: charge, interpretar o texto: se empregamos uma estratégia é porque
história em quadrinhos, tirinha, cartum, placa de trânsito, fotografia, compreendemos o texto e entendemos o texto porque aplicamos a
propaganda, caricatura, entre outros. Tudo isso, vem aparecendo estratégia.
com recorrência nos textos motivadores da redação do Enem, por Em síntese: Podemos entender que leitor eficiente é aquele que:
isso, é de fundamental importância que você consiga interpretar  Enquanto lê formula perguntas e se mantém atento
corretamente a mensagem que eles querem passar e utilizar isso a (autocontrole);
seu favor na produção da sua dissertação.  Seleciona informações que considera importantes para a
Um aspecto importante para haver compreensão efetiva de um texto compreensão;
são as informações prévias que o leitor precisa ter, tanto as de  Preenche lacunas, completando as informações;
conhecimento de mundo (o também chamado conhecimento  Antecipa fatos;
enciclopédico) quanto as informações comuns do próprio texto: os  Critica o conteúdo;
argumentos presentes, as pistas nele contidas, as informações  Reformula hipóteses;
implícitas e os dados contextuais, muitas vezes relevantes para que  Estabelece relações com outros conhecimentos;
o leitor faça a compreensão adequada do texto.  Transforma ou reconstrói o texto lido.
Quando lemos, acionamos diferentes competências e esquemas De posse dessas estratégias, compreender a linguagem visual que
que nos auxiliam na construção do sentido da leitura, utilizamos aparece nos textos motivadores ficará bem mais fácil. Você poderá
algumas estratégias (consciente ou inconscientemente) que nos ler de maneira mais eficiente e utilizar de maneira adequada ao
auxiliam no procedimento com a leitura. Para tanto, serão listadas longo da construção da sua dissertação.
algumas estratégias; são práticas flexíveis para o leitor que precisa
situar e contextualizar qual delas se aplica melhor àquele texto ou CAPÍTULO 4 – A COMPETÊNCIA 4
situação, não necessariamente precisando seguir uma ordem fixa,
nem utilizar todas num mesmo texto. Segundo Naspolini (1996), as Demostrar conhecimento dos mecanismos linguísticos
estratégias de leitura se dividem em: necessários para a construção da argumentação.

Estratégias de Leitura: Na competência IV o texto do candidato é avaliado no que diz


respeito à coesão. Para um texto ser bem redigido ele depende da
 Seleção: Nem tudo o que está escrito é igualmente útil. perfeita articulação das ideias, o que pode ser alcançado através de
Ao lermos um texto, selecionamos as informações quatro outras estratégias de coesão, que dependem das escolhas
relevantes e ignoramos as de menor importância para a estilísticas do redator: referencial, lexical, por elipse e por
compreensão do texto. Nossa mente se encarrega desta substituição. Usando esses tipos de encadeamento, consegue-se a
tarefa, prestamos mais atenção nos aspectos que nos coesão, isto é, a conexão entre as partes do discurso.
interessam para sermos capazes de compreender o texto.
 Criação de hipóteses ou predição: O leitor antecipa Os quadros a seguir apresentam os seis níveis de desempenho que
informações com base nas pistas que vai percebendo no serão utilizados para avaliar a Competência 4 nas redações do
texto. No decorrer da leitura percebemos se essa Enem:
predição estava certa ou errada. Articula bem as partes do texto e apresenta repertório
200 pontos
 Inferência: Inferir significa ultrapassar os limites do texto diversificado de recursos coesivos.
ou imagem, relacionando aquilo que estamos observando Articula as partes do texto com poucas inadequações e
160 pontos
ao que já́ conhecemos; é uma estratégia muito utilizada. apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.
O leitor fornece complementos ao texto (preenchendo Articula as partes do texto, de forma mediana, com
lacunas), a partir de seus conhecimentos prévios. 120 pontos inadequações, e apresenta repertório pouco
 Autocontrole: Atitude permanente que auxilia o leitor em diversificado de recursos coesivos.
fazer a ponte entre as suposições (seleção, criação de 80 pontos Articulas as partes do texto, de forma insuficiente, com

27
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

muitas inadequações e apresenta repertório limitado de OPERADORES ARGUMENTATIVOS


recursos coesivos Os operadores argumentativos merecem toda a nossa atenção
40 pontos Articula as spartes do texto de forma precária porque orientam a nossa argumentação e dão força a ela. Desde já,
0 ponto Não articula as informações. preocupe-se com eles, observe-os nos textos que ler e compreenda
o papel que desempenham. Eles modificam completamente o
sentido das frases, levando o leitor a tirar certas conclusões e a
Coesão textual é a conexão estabelecida entre as partes de um captar melhor o que você pensa do tema. São eles que criam
texto (palavras, períodos e parágrafos) por meio de conectivos –
conjunções, pronomes, preposições e advérbios – e outros recursos subentendidos no texto, espaços nos quais eventualmente veicula-
linguísticos. se uma ironia, uma pitada de humor ou uma crítica velada.

Compare as duas frases abaixo:


A coesão referencial se dá pela presença de elementos que já
apareceram (anafórica) ou vão aparecer (catafórica) no corpo do
Ela é uma mulher bonita.
texto. Pode-se fazer uso dessa articulação usando pronomes
Ela ainda é uma mulher bonita.
pessoais, possessivos, demonstrativos ou expressões adverbiais
que indicam localização.
Qual a diferença? Na primeira há uma afirmação taxativa: a mulher
a que me refiro é mesmo bonita. Na segunda, com a introdução do
Ex. A Câmara Federal discutiu a proposta da reforma tributária e
operador ainda, criou-se um subentendido. Seria uma deselegância
conseguiu votar um relatório que obteve um consenso moderado
alguém dizer isso a uma mulher. É como se disséssemos que ela
entre os deputados. Esse relatório não agradou aos senadores.
está numa idade em que a beleza começa a desaparecer. O mesmo
operador abre uma dimensão temporal: um antes, positivo, e um
“Esse” refere-se ao relatório discutido pela Câmara Federal.
agora, negativo.
Na categoria de operadores argumentativos podemos colocar as
Quando as mesmas ideias e partes de ideias são retomadas por
conjunções, as preposições, os advérbios, e suas respectivas
meio de diferentes termos e expressões acontece a coesão lexical.
locuções. Há também aquelas palavras chamadas de denotativas,
Essa cadeia é formada pela reutilização de palavras, pelo uso de
que indicam uma exclusão, uma inclusão, uma retificação,
sinônimos, pelo emprego de expressões equivalentes para substituir
afetividade, etc.
termos já usados, ou para identificar ou nomear elementos que já
Para escrever bem, você precisa aprender a usar esses operadores
apareceram no texto.
com precisão. Só assim seu texto ganha fluência e flexibilidade.
Pensemos num parágrafo escrito da seguinte forma:
Ex. Lula finalmente chegou à Presidência da República. O ex-
metalúrgico conquistou seu objetivo por sua perseverança.
A saúde no Brasil vai mal. Dinheiro não falta. Os gestores não
aplicam bem esses recursos. Também existe a corrupção, com os
Coesão por elipse ocorre por meio da omissão de uma ou mais
sanguessugas de plantão.
palavras sem que isso comprometa a clareza de ideias da oração.
Mesmo do jeito como estão escritas, as quatro frases não deixam
Algumas vezes, essa omissão é marcada por uma vírgula.
de produzir sentido. O grande problema é que não há nenhuma
Pronomes, verbos, nomes e frases inteiras podem estar implícitos.
maleabilidade entre elas, o que torna sua leitura difícil, sofrida até.
Ninguém teria prazer em ler um texto todo escrito dessa maneira,
Ex. “Setores de Inteligência e Segurança do governo e das Forças
como se o autor desconhecesse a existência dos conectivos. O que
Armadas manifestam preocupação com a falta de tempo para a
lhe falta é uma boa articulação entre as frases. Para isso, é preciso
elaboração da legislação. Há hoje seis projetos tratando do tema em
raciocinar e ver as relações que elas estabelecem entre si.
análise na Câmara dos Deputados. O mais antigo é de 1991, e o
Vejamos:
mais recente foi apresentado em 2012.”

 entre a primeira e a segunda frase, vemos claramente que


Na coesão por substituição, substantivos, verbos, períodos ou
há uma oposição. Basta procurar o conector que estabelece essa
largas parcelas de texto são substituídos por conectivos ou
relação para que a nova frase apresente uma forma bem mais
expressões que resumem e retomam o que já foi dito, assegurando
elaborada. Nesse momento, podemos fazer as alterações que
a sua sequenciação. Servem a esse objetivo expressões como as
acharmos necessárias, desde que não alteremos o sentido original.
seguintes: diante do que foi exposto; a partir dessas considerações;
Uma possível redação para elas seria:
diante desse quadro; em vista disso; tudo o que foi dito; esse
quadro etc.
Embora não falte dinheiro, a saúde no Brasil vai mal.

28
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

 agora peguemos as outras duas frases. Elas falam das O encadeamento das ideias pode ser feito com o apoio de
possíveis causas para o caos do nosso sistema de saúde. Se são conjunções, advérbios, locuções adverbiais, preposições, como foi
duas causas, podem ser agrupadas no mesmo período, somando- visto. Você precisa ter um repertório diversificado desses recursos,
se. No quadro dos operadores vimos que, para indicar soma de para não ficar sempre dependente das expressões “por um lado” e
argumentos, temos: não só... mas também, ainda, tanto... “por outro lado” para apresentar seus pontos de vista.
como/quanto, além de, além disso, ademais, e. Escolhamos além Tenha em mente um fundamento da redação: um parágrafo é uma
de: unidade de texto que, em geral, é formado por uma ideia principal, à
qual são ligadas ideias secundárias.
Além da má gestão dos recursos, ainda existe a corrupção que os
faz desaparecer no bolso dos sanguessugas de plantão. TERMOS CONCLUSIVOS: USAR OU NÃO USAR?
A gramática nos diz quais são as conjunções conclusivas: logo,
As quatro frases originais se reduziram, então, a duas: portanto, pois, por isso, por conseguinte, assim, etc. você pode até
usar uma delas em sua conclusão, mas não obrigatoriamente.
Embora não falte dinheiro, a saúde no Brasil vai mal. Além da má Há quem pense que só porque chegou a hora de concluir é obrigado
gestão dos recursos, ainda existe a corrupção que os faz a recorrer a um desses conectores. Acha que basta a presença de
desaparecer no bolso dos sanguessugas e plantão. um deles para garantir uma conclusão perfeita. Você até pode usá-
los numa primeira versão de seu texto, mas faça depois o seguinte
É assim que você deve fazer sempre em sua redação: procurar teste: suprima-os. Se não fizerem falta, abandone-os. A boa
relacionar bem uma ideia a outra por meio dos operadores conclusão vale por si só.
argumentativos, para dar maior clareza e elegância a seu texto. - Lugar, proximidade, distância: próximo a, perto de, além, acolá,
aqui, onde, aonde, em que;
Vamos agora a uma lista de elementos de coesão mais comuns de - Dúvida: quem sabe, é provável, talvez, possivelmente, quiçá;
acordo com os sentidos que expressam: - Tempo (frequência, duração, ordem, sucessão, anterioridade,
posterioridade): enfim, logo, então, logo depois, imediatamente, logo
- Causa e consequência, explicação: por conseguinte, por isso, de após, a princípio, agora, atualmente, sempre, raramente, desde que,
fato, pois, já que, de tal forma que; já, enquanto, quando, não raro, mal, apenas;
- Contraste, oposição, restrição, ressalva: exceto, salvo, todavia, - Certeza, ênfase: certamente, sem dúvida, inegavelmente, com toda
menos, pelo contrário, mas, contudo, embora; a certeza;
- Adição, continuação: por outro lado, também, e, nem, não - Propósito, intenção, finalidade: a fim de que, com o fim de, para
apenas... como também, não só... bem como, além disso, que, com o propósito de.
outrossim, ainda mais;
- Semelhança, comparação, conformidade: segundo, conforme,
igualmente, assim também, da mesma forma, semelhantemente, Os parágrafos podem ser desenvolvidos com diversas finalidades:
por analogia, de acordo com, tal qual, como, assim como, do comparar coisas, explicar causas, demonstrar consequências,
mesmo modo, bem como, de maneira idêntica; contradizer pontos de vista, entre outras. Veja agora alguns
- Prioridade, relevância: principalmente, sobretudo, antes de mais exemplos de parágrafos construídos, cada um, com uma
nada, primeiramente, acima de tudo, em primeiro lugar; determinada finalidade. Observe como as expressões destacadas
- Condição, hipótese: se, caso, eventualmente; ajudaram na construção do sentido.
- Alternativa: ou... ou, ora... ora, quer... quer, seja... seja, já... já,
nem... nem; APLICAÇÃO DOS CONECTIVOS EM FRASES
- Surpresa, imprevisto: de repente, inesperadamente, de súbito; Objetivo Exemplo numa frase
- Ilustração, esclarecimento: quer dizer, isto é, por exemplo, ou A excessiva concentração de
seja; terras nas mãos de uns poucos
- Resumo, recapitulação, conclusão: em síntese, em resumo, não só afeta a produtividade
enfim, em suma, portanto, assim, dessa forma, logo, pois, dessa Somar elementos do discurso econômica do país como
maneira; também acentua os conflitos
sociais.
SE LIGUE!! O Estatuto que prevê garantia
do direito à terra não foi
Há vários outros tipos de conectivos, dependendo do seu objetivo cumprido. Desse modo,
Exemplificar ou complementar
ao ligar as ideias, inclusive ajudando a articular orações dentro de mantêm-se os grandes
uma argumentação
uma frase. latifúndios e a economia não
avança.

29
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Grande parte das terras é e está acabado. Meu pai quase quebrou a televisão depois que o
improdutiva, ou seja, não tem moço falou.
Explicar melhor uma ideia,
aproveitamento em atividades ______________________________________________________
tornando o texto mais claro
ligadas à produção agrícola. ______________________________________________________
Apesar de que a maioria ______________________________________________________
concorde com a ideia de que ______________________________________________________
Estabelecer uma relação de todo cidadão tem direito a um
concessão ou contradição, em pedaço de terra para viver e c) Espero que a professora me dê uma boa nota porque ela é muito
que um elemento do discurso trabalhar, poucos se envolvem boazinha e merece ganhar muito mais do que todos os salários
supera o outro. na busca de uma solução para o mínimos juntos.
problema. ______________________________________________________
Esse fenômeno que acabamos ______________________________________________________
de descrever é similar ao que ______________________________________________________
ocorreu na Argentina, nas ______________________________________________________
últimas décadas: depois de um
Fazer comparações
longo período de inflação alta e d) Meu pai disse que uma vez um homem que era presidente falou
total descontrole de preços, veio que se ganhasse salário mínimo dava um tiro na cabeça, mas eu
a recessão. acho que ele estava brincando, porque quem ganha salário mínimo
O fato é que a sociedade não dá não tem dinheiro pra comprar revólver.
o devido valor à educação. A ______________________________________________________
consequência desse quadro não ______________________________________________________
Estabelecer relações de causa
poderia ser outra senão os ______________________________________________________
e consequência
baixos índices de aprendizagem ______________________________________________________
que vemos ano após ano.
À medida que participamos mais e) A minha mesada é muito pequena, mas ainda bem que ninguém

e mais da internet, entramos inventou a mesada mínima, porque com o que minha mãe me dá

num mundo com regras e lógica quase não dá pra comprar figurinha.

Demonstrar relação de próprias. É nesse momento que ______________________________________________________

temporalidade começam a se confundir os ______________________________________________________

limites entre o público e o ______________________________________________________

privado. ______________________________________________________

Portanto, é necessário ampliar a


jornada escolar e melhorar a f) O meu pai não ganha salário mínimo, mas com o que ele ganha

infraestrutura das escolas, de também não dá pra comprar muitos revólveres a não ser de

Apresentar uma conclusão forma a garantir a inclusão brinquedo e só de vez em quando.

efetiva dos esportes e das artes ______________________________________________________

na formação infantil. ______________________________________________________


______________________________________________________

HORA DA PRÁTICA! ______________________________________________________

EXERCITANDO COM OS OPERADORES ARGUMENTATIVOS g) Quando eu crescer não vou querer salário mínimo, mesmo que
seja o dobro. Parece que é tão pequeno que mesmo que seja o

1) As frases a seguir foram retiradas do texto de Jô soares. dobro do dobro ele continua mínimo.

Reescreva-as sem o tom infantil. ______________________________________________________

a) O salário mínimo é tão pequenininho que cabe até no meu bolso. ______________________________________________________

É por isso que ele é chamado de mínimo, que quer dizer que menor ______________________________________________________

não tem. ______________________________________________________

______________________________________________________
______________________________________________________ h) Lá em casa falaram que com esse salário mínimo não vai dar

______________________________________________________ mais pra comprar a cesta básica. Eu não sei muito bem o que é a

______________________________________________________ cesta básica, mas parece que tem comida dentro. Se for, é só

b) Meu pai diz que o salário mínimo é um dinheiro que não serve diminuir bastante o tamanho da cesta que aí cabe tudo.

para nada, mas na televisão o moço disse que só pode isso mesmo,

30
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

______________________________________________________ 3) Reúna as frases que se seguem numa só e procure usar os


______________________________________________________ conectivos adequados para estabelecer as relações exatas
______________________________________________________ entre elas. Faça as alterações necessárias.
______________________________________________________ a) O Brasil tem 500 anos. Em direitos humanos o Brasil precisa
ainda avançar muito.
2) Explique a mudança de sentido ocorrida nas frases a seguir ______________________________________________________
após a introdução de operadores argumentativos. ______________________________________________________

a) Eu fiz a minha parte. / Eu já fiz a minha parte. b) A discussão entre os dois homens foi muito violenta. Um deles
______________________________________________________ saiu direto para o cardiologista. O cardiologista deixou o homem em
______________________________________________________ observação.
b) O governo nada faz para baixar os impostos. / Infelizmente, o ______________________________________________________
governo nada faz para baixar os impostos. ______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________ c) Os governadores reeleitos dispõem de muito tempo para
melhorar a vida do povo. Esses governadores não conseguem fazer
c) O pai apelou para Deus. / Até o pai apelou para Deus. nada. Isso prova que a reeleição de nada serviu para o Brasil.
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________

d) Ela deveria ter pedido desculpas. / Ela, no mínimo, deveria ter d) A raça é um recurso útil para prever o risco de doenças. Muitos
pedido desculpas. médicos acreditam que seria melhor abandonar a raça em favor de
______________________________________________________ uma análise mais rigorosa da ascendência de cada um.
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________
e) Ele viajou ontem. / Aliás, ele viajou ontem.
______________________________________________________ e) O povo passa a ter fé no futuro. A renda aumenta. O consumo
______________________________________________________ melhora.
______________________________________________________
f) Faça a introdução do trabalho. / Faça, pelo menos, a introdução ______________________________________________________
do trabalho.
______________________________________________________ f) A primeira linha de combate, no caso dos homicídios, deve ser
______________________________________________________ contra as armas de fogo. Elas chegam a representar 80% das
mortes em algumas cidades. Aí se incluem os casos de suicídio.
g) Eles nunca estiveram ao lado dos perdedores. / Na verdade, eles ______________________________________________________
nunca estiveram ao lado dos perdedores. ______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________ g) Um país como o Brasil já poderia apresentar um quadro de
violência menor. O Brasil já conquistou um grau de desenvolvimento
h) Seu pai disse que não o ajuda mais. / Até mesmo seu pai disse econômico até elevado em alguns setores.
que não o ajuda mais. ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________
h) A tropa foi embora. Os manifestantes voltaram a ocupar a praça.
i) Você vai me trazer muitos problemas. / Você também vai me No centro da praça ficou destroçada a estátua do imperador.
trazer muitos problemas. ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________
i) O ministro anunciou um pacote de corte de gastos. O corte atingia
j) Você é um traidor. / Francamente, você é um traidor. até educação e saúde. Os protestos não demoraram a acontecer.
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________

31
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

j) Uma das grandes preocupações das organizações esportivas é o americanos. O texto da revista sugeriu que o país pode mergulhar
combate ao doping. O doping é o uso de substâncias químicas. num caos após a morte do ditador Fidel Castro, que sofre de
Essas substâncias aumentam o desempenho do atleta, só que câncer, tal como ocorreu nos países do Leste Europeu após a
artificialmente. queda de seus regimes comunistas. E conclamou os Estados
______________________________________________________ Unidos a preparar ajuda humanitária para os cubanos. De quebra, a
______________________________________________________ publicação insinua que há dúvidas sobre a capacidade do sistema
de saúde cubano fazer frente a esse quadro. (...)
SINONÍMIA
É a relação de semelhança de sentido entre palavras e expressões Três ações são atribuídas, no primeiro parágrafo do texto,
da língua. Cada um dos termos de sentido semelhante é chamado ao editorial da revista britânica The Lancer: sugerir, conclamar e
de sinônimo dos outros termos com os quais se relaciona insinuar. Considerando-se o contexto, não haveria prejuízo para o
semanticamente. sentido se tivessem sido empregados, respectivamente,
Os sinônimos nunca apresentam uma identidade completa de a) aventar, convocar, sugerir
significado. Falantes de diferentes variedades linguísticas, por b) propor, reiterar, infiltrar
exemplo, podem optar por um dos termos sinônimos e atribuir ao c) conceder, atribuir, insuflar
outro um sentido diferente. d) retificar, conceder, induzir
Em algumas cidades do estado de São Paulo, o termo sinal não é e) insinuar, proclamar, confessar
utilizado como sinônimo do aparelho de sinalização das vias
urbanas. Esse aparelho é chamado de semáforo. Nos estados do 3) (CFS/96) Quanto à sinonímia, associar a coluna da esquerda
rio de Janeiro e do Espírito Santo, porém, os falantes não usam com a da direita e indicar a sequência correta.
semáforo; preferem sinal, forma reduzida da expressão sinal de
trânsito. 1 - insigne ( ) ignorante
Quando, ao escrever um texto, você procurar um sinônimo para 2 - extático ( ) saliente
retomar alguma ideia e evitar repetições, deve garantir que a nova 3 - insipiente ( ) absorto
palavra escolhida seja adequada ao contexto do texto que está 4 - proeminente ( ) notável
sendo elaborado.
a) 2-4-3-1
Aquela garota é veloz. b) 3-4-2-1
Aquela garota é rápida. c) 4-3-1-2
d) 3-2-4-1
Entre os sinônimos, há sempre um que se destaca por ser mais
expressivo, assim, no dicionário, aparecem vários significados de 4) O apaixonado rapaz ficou extático diante da beleza da noiva.
cada palavra, cabe ao escritor achar a mais apropriada ao seu A palavra destacada é sinônima de:
contexto. a) imóvel
b) admirado
O gato da vizinha morreu. c) firme
O presidente faleceu. (tratamento mais polido) d) sem respirar
e) indiferente
HORA DA PRÁTICA!
Vocabulário:
EXERCÍCIOS Conclamou - Fez uma invocação ou convocou de maneira
persistente.
1) Assinale a alternativa correta, considerando que à direita de Aventar - Sugerir, expor, proferir: aventar uma opinião
cada palavra há um sinônimo. Insuflar - inspirar: insuflar coragem
a) emergir = vir à tona; imergir = mergulhar Insigne- célebre
b) emigrar = entrar (no país); imigrar = sair (do país) Insipiente- não sapiente; insensato.
c) delatar = expandir; dilatar = denunciar Proeminente - que se eleva acima.
d) deferir = diferenciar; diferir = conceder
e) dispensa = cômodo; despensa = desobrigação MELHORE A COESÃO
2) Leia Chamaremos sua atenção para os casos de coesão que devem
Orgulho ferido merecer cuidado especial, a fim de evitar certos cacoetes tão
Um editorial da respeitada revista britânica The Lancer sobre o comuns em produções textuais diversas. Invista na procura de uma
futuro de Cuba acendeu uma polêmica com pesquisadores latino- linguagem própria, capaz de fazer de sua redação uma redação

32
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

única, para que ela não se perca num amontoado de textos Este e aquele
padronizados. Quando fazemos referência a dois termos, não existe nenhuma
restrição quanto ao uso desses pronomes:
* Coesão com este
Se usado sem critério, apenas com o fim de ligar uma frase a outra, Seu Rafael tinha dois filhos: Pedro e João. Este só lhe deu alegrias,
esse recurso empobrece a expressão, como no exemplo a seguir: enquanto aquele só lhe trouxe tristezas.

Muitos dos que vencem as eleições acabam por favorecer seus Use-os sempre nessa ordem: primeiro retome com este o termo
familiares. Estes passam a ocupar cargos para os quais não têm a mais próximo; depois, com aquele o mais distante. Não é
menor competência. aconselhável fazer o contrário:
Seu Rafael tinha dois filhos: Pedro e João. Aquele só lhe trouxe
Vê-se claramente que estes foi usado só para recuperar de forma tristezas, enquanto este só lhe deu alegrias.
rápida a palavra anterior, familiares. Mas o uso do pronome relativo
em seu lugar daria à frase uma melhor estrutura: Escrita assim, a frase se torna obscura. É preciso relê-la para saber
a informação veiculada sobre Pedro e João. Procure ser claro em
Muitos dos que vencem as eleições acabam por favorecer seus tudo o que escrever.
familiares, que passam a ocupar cargos para os quais não têm a Há um hábito bastante comum, mesmo entre pessoas afeitas à
menor competência. escrita, que é o de retomar um substantivo recém-enunciado
acompanhado do pronome este:
Para evitar a sequência nada agradável ao ouvido de que/para os
quais, poderíamos reduzir a última oração a um adjunto adverbial: Às vezes, as crianças apelam para brincadeiras pesadas que
podem lhes trazer consequências danosas não só à saúde física,
Muitos dos que vencem as eleições acabam por favorecer seus mas também mental.
familiares, que passam a ocupar cargos sem a devida competência.
Mas (sempre há um mas!), se você voltar ao texto de Ruy Castro,
Agora, sim, a frase ganhou mais concisão e fluiu naturalmente. Com no capítulo anterior, vai ver que ele escreveu o seguinte:
isso não queremos dizer que você deva excluir os pronomes Aliás, Pelé não poderia nem ser jogador profissional, por ainda não
demonstrativos de sua redação. Há situações em que eles cabem à ter o documento militar – serviço este que ele, já o maior jogador do
perfeição, como neste exemplo extraído de um dos maiores mundo, teve de prestar em 1959, sem contemplação.
escritores de nossa literatura, Graciliano Ramos:
E agora? Será que Ruy Castro se descuidou da linguagem? Claro
Minha avó, que nos visitava, condenou o procedimento da filha e que não. Em redação, não existem regras absolutas, salvo procurar
esta afligiu-se. escrever sempre bem. Como se justifica, então, essa estrutura com
Se o autor tivesse usado o pronome relativo em lugar do o demonstrativo que acabamos de dizer para evitar? Veja que o
demonstrativo, não teria alcançado o mesmo efeito estilístico. Veja: autor não retoma a palavra “documento”, o que seria realmente
empobrecedor, em termos estilísticos. Ele faz uma retomada com o
Minha avó, que nos visitava, condenou o procedimento da filha que pronome este, mas ao lado de uma palavra nova, serviço, que abre
se afligiu. para uma informação importante sobre a vida de Pelé.

Percebeu como a frase escrita assim nos daria a sensação de algo Coesão com mesmo
concluído bruscamente? O uso de dois pronomes relativos a O emprego desse demonstrativo exige muito cuidado. Geralmente
deixaria muito rígida, sem ritmo algum. Releia as duas frases e veja ele cria um elo coesivo que demonstra pouco apuro de linguagem,
como as duas formas, embora digam a mesma coisa nos fazem como acontece neste exemplo:
perceber a mensagem de forma diferente. A sintaxe escolhida por
Graciliano, criando uma oração coordenada e colocando o pronome Muitos dos que vencem as eleições acabam por favorecer seus
oblíquo na forma enclítica, alonga mais a frase e faz nossa atenção familiares e os mesmos passam a ocupar cargos importantes, sem
recair sobre a aflição da mãe. a devida competência.
A escolha de determinado recurso se subordina ao que
pretendemos dizer ao leitor. Por isso, analise bem suas palavras, Prefira em seu lugar um pronome relativo:
sua estrutura de frase, a fim de alcançar uma expressão precisa. A Muitos dos que vencem as eleições acabam por favorecer seus
precisão é uma das boas qualidades do estilo. familiares, que passam a ocupar cargos importantes, sem a devida
competência.

33
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Coesão com pronome possessivo e) JP é hoje um dos artistas plásticos mais valorizados no mercado
de arte. O pintor de marinhas teve suas telas furtadas por ladrões
Eis um dos bons recursos da língua para uma coesão rápida e na última exposição. Estes terminaram sendo presos.
segura: ______________________________________________________
______________________________________________________
As ervas têm tido grande aceitação no meio médico. Seu poder de ______________________________________________________
cura já é comprovado em certas doenças.
O único perigo do uso do possessivo é criar uma frase de sentido f) O álcool, se consumido em excesso, pode provocar até a morte.
ambíguo, como em: O mesmo é responsável por inúmeros acidentes de trânsito, mas é
tolerado pela família, que em suas festinhas incentivam os filhos a
Meu irmão brigou com o vizinho por causa de seu cachorro. consumir bebidas alcoólicas desde cedo.
______________________________________________________
Cachorro de quem? Do vizinho ou de meu irmão? A solução é ______________________________________________________
escrever a frase de outra forma, para desfazer a ambiguidade. ______________________________________________________

HORA DA PRÁTICA! g) Os governantes acham que os jornalistas só vivem atrás de


notícias ruins. Eles culpam os profissionais da imprensa por não
EXERCÍCIOS divulgarem fatos positivos, como programas sociais que deram
certo, o crédito fácil e a interiorização da economia.
1) Melhore a coesão entre as frases abaixo. Faça as alterações ______________________________________________________
que achar necessárias até alcançar uma boa expressão. ______________________________________________________
a) O pai nunca deu condições para que os filhos ascendessem na ______________________________________________________
vida. Estes também não fizeram nada para se tornarem pessoas
independentes. h) Dados mostram que a China tem sustentado o crescimento
______________________________________________________ mundial. O país de Mao é um dos polos da atenção de investidores
______________________________________________________ do mundo ocidental. Não obstante, alguns economistas acham que
______________________________________________________ esse gigante da Ásia vai entrar em crise em algum tempo.
______________________________________________________
b) O mundo está preocupado com a futura escassez de petróleo, ______________________________________________________
mas a água deve ser também motivo de preocupação devido ao seu ______________________________________________________
desperdício e ao aumento da população mundial, que serão
elementos fundamentais para a futura escassez da mesma. i) Nelson Rodrigues, o maior dramaturgo brasileiro, era filho de uma
______________________________________________________ família pobre. Esta se mudou de Pernambuco para o Rio quando ele
______________________________________________________ tinha apenas 4 anos de idade. O autor de Vestido de noiva, peça
______________________________________________________ inovadora do teatro brasileiro, teve uma vida sofrida, sobretudo por
causa da tuberculose.
c) Muitos jovens já não sabem viver longe da internet, da tevê e do ______________________________________________________
celular, equipamentos estes que os deixam plugados 24 horas em ______________________________________________________
tudo o que acontece no mundo. ______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________ j) O sol pode ser prejudicial à pele. Mas a Medicina diz que o sol é
______________________________________________________ bom para a saúde. O astro-rei desperta a vitamina D presente em
nosso organismo.
d) A pessoa que não come deixa de fornecer ao corpo a energia de ______________________________________________________
que este precisa. O ser humano precisa, pois, alimentar-se ______________________________________________________
corretamente para garantir suas 1700 calorias diárias. Sem isso, o ______________________________________________________
metabolismo desse ser fica prejudicado.
______________________________________________________ 2) Indique os problemas no processo de coesão entre as frases
______________________________________________________ e reescreva-as.
______________________________________________________ a) A geração atual vive em função de modismos. Eles estão
sintonizados com tudo o que ocorre no momento na internet, mas
não sabem quase nada da vida política do país.

34
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

______________________________________________________ h) A mulher de hoje vive uma vida bem diferente daquelas das
______________________________________________________ mulheres de cinquenta anos atrás. Hoje são independentes, não
______________________________________________________ veem empecilho em fazer qualquer faculdade e ocupar os mesmos
cargos dos homens.
b) O governo não colocou ainda a educação como prioridade para o ______________________________________________________
desenvolvimento do país. Eles contingenciam o orçamento sem se ______________________________________________________
preocupar com as dificuldades por que passam escolas, professores ______________________________________________________
e alunos.
______________________________________________________ i) A preservação do meio ambiente está modificando até os hábitos
______________________________________________________ alimentares. Preservação esta que está levando alguns chefs de
______________________________________________________ renomados restaurantes a diminuir a porção de carne e aumentar a
de legumes. A tendência é de chegar até ao ponto de retirar a
c) Em geral, os jovens não são motivados a procurar outras fontes mesma do cardápio.
de conhecimento além das apostilas. Esses alunos habituam-se a ______________________________________________________
isso e descartam o livro com a maior facilidade. Por isso, muitos só ______________________________________________________
se interessam pelo assunto que cairá na prova. ______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________ j) Dez crianças entram no primeiro ano do Ensino Básico e só três
______________________________________________________ concluem esse nível de ensino. E no Ensino Médio, só uma em
cada dez sabe o que deveria saber ao chegar ao terceiro ano dessa
d) Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior, o classe.
combustível é o segundo item mais importado pelo Brasil. Atrás ______________________________________________________
apenas dos itens siderúrgicos, a importação desse elemento ______________________________________________________
indispensável ao desenvolvimento cresceu muito em relação ao ano ______________________________________________________
passado.
______________________________________________________ RECOMENDAÇÕES
______________________________________________________ Procure utilizar as seguintes estratégias de coesão para se referir a
______________________________________________________ elementos que já apareceram anteriormente no texto:
a) substituição de termos ou expressões por pronomes pessoais,
possessivos e demonstrativos, advérbios que indicam localização,
e) Um dos problemas de ver muita TV é que ela dá à criança e ao artigos;
jovem uma série de estímulos rápidos e fragmentados. Isso dificulta b) substituição de termos ou expressões por sinônimos, antônimos,
a juventude a prestar atenção numa aula expositiva, em que o único hipônimos, hiperônimos, expressões resumitivas ou expressões
movimento é o dos passos do professor. metafóricas;
______________________________________________________ c) substituição de substantivos, verbos, períodos ou fragmentos do
______________________________________________________ texto por conectivos ou expressões que resumam e retomem o que
______________________________________________________ já foi dito; e
d) elipse ou omissão de elementos que já tenham sido citados
f) O jovem gosta de andar em grupo porque, assim, se sente mais anteriormente ou sejam facilmente identificáveis.
fortalecido. Sozinhos, eles não têm a mesma força que têm quando
agrupados. Ele, em grupo, se torna mais audacioso e mais Resumindo: na elaboração da redação, você deve, pois, evitar:
encorajado a vencer desafios. • frases fragmentadas que comprometam a estrutura lógico-
______________________________________________________ gramatical;
______________________________________________________ • sequência justaposta de ideias sem encaixamentos sintáticos,
______________________________________________________ reproduzindo usos típicos da oralidade;
• frase com apenas oração subordinada, sem oração principal;
g) A televisão é um dos veículos mais importantes para o jovem • emprego equivocado de conector (preposição, conjunção,
entender seu tempo. A mídia pode capacitá-los também para o pronome relativo, alguns advérbios e locuções adverbiais) que não
exercício da cidadania, conscientizando-os dos problemas que os estabeleça relação lógica entre dois trechos do texto e prejudique a
cercam. compreensão da mensagem;
______________________________________________________ • emprego do pronome relativo sem a preposição, quando
______________________________________________________ obrigatória; e
______________________________________________________

35
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

• repetição ou substituição inadequada de palavras, sem empregar isso que muitos golfinhos são aprisionados, treinados e exibidos em
os recursos oferecidos pela língua (pronome, advérbio, artigo, espetáculos em todo o mundo." Revista Ciência Hoje.
sinônimo). ______________________________________________________
______________________________________________________
ATIVIDADES COMPLEMENTARES ______________________________________________________
______________________________________________________
01. Abaixo, apresentamos alguns segmentos de discurso ______________________________________________________
separados por ponto final. Retire o ponto final e estabeleça
entre eles o tipo de relação que lhe parecer compatível, usando CAPÍTULO 5 – A COMPETÊNCIA 5
para isso os elementos de coesão adequados.
Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado,
a) O solo do nordeste é muito seco e aparentemente árido. Quando respeitando os direitos humanos.
caem as chuvas, imediatamente brota a vegetação.
______________________________________________________ Os quadros a seguir apresentam os seis níveis de desempenho que
______________________________________________________ serão utilizados para avaliar a Competência 5 nas redações do
______________________________________________________ Enem:
200 pontos Elabora muito bem proposta de intervenção, de
b) Uma seca desoladora assolou a região sul, principal celeiro do forma detalhada, relacionada ao tema e
país. Vai faltar alimento e os preços vão disparar. articulada à discussão desenvolvida no texto.
______________________________________________________ 160 pontos Elabora bem proposta de intervenção
______________________________________________________ relacionada ao tema e articulada à discussão
______________________________________________________ desenvolvida no texto.
Elabora, de forma mediana, proposta de
c) O trânsito em São Paulo ficou completamente paralisado dia 15, 120 pontos intervenção relacionada ao tema e articulada à
das 14 às 18 horas. Fortíssimas chuvas inundaram a cidade. discussão desenvolvida no texto.
______________________________________________________ 80 pontos Elabora, de forma insuficiente, proposta de
______________________________________________________ intervenção relacionada ao tema, ou proposta
______________________________________________________ não articulada com a discussão desenvolvida no
texto.
02. No texto a seguir há um trecho que, se tomado literalmente 40 pontos Apresenta proposta de intervenção vaga ou
(ao pé da letra), leva uma interpretação absurda. apenas citada, precária ou relacionada apenas
ao assunto.
"Um cadáver morto foi encontrado boiando em canal." 0 ponto Não apresenta proposta de intervenção ou
apresenta proposta não relacionada ao tema ou
(Folha de S. Paulo , 2 nov. 1990.) ao assunto.
a) Identifique o trecho problemático.
b) Diga qual a interpretação absurda que se pode extrair desse INTRODUÇÃO - TIPOS DE CONCLUSÃO
trecho.
c) Qual a interpretação pretendida pelo autor? A conclusão é um parágrafo muito temido pelos alunos na redação.
d) Reescreva o trecho de forma que deixe explícita tal interpretação. A proposta é discutirmos e detalharmos sobre esse importante
elemento do texto dissertativo, principalmente quando se trata da
03. Estabeleça a coesão do texto abaixo, valendo-se de redação do Enem, que exige a tão temida proposta de intervenção
expressões que substituam o excesso do emprego da palavra para o problema apresentado.
"golfinho". Utilize expressões que, mesmo não-oficiais, possam Nunca esqueça que a conclusão oferece ao leitor uma síntese dos
servir como substitutas. pontos discutidos, logo, ela será o momento decisivo do seu texto. A
recomendação é antes de escrevê-la, reler todo o texto e refletir
"O golfinho nada velozmente e sai da água em grandes saltos acerca de tudo o que foi escrito. Coloque-se no lugar do leitor e se
fazendo acrobacias. É mamífero e, como todos os mamíferos, só pergunte: o que espero quanto à finalização dos argumentos
respira fora da água. O golfinho vive em grupos e comunica-se com desenvolvidos?
outros golfinhos através de gritos estranhos que são ouvidos a Alguns autores nos apresentam várias formas para se concluir uma
quilômetros de distância. É assim que golfinho pede ajuda redação, a saber:
quando está em perigo ou avisa os golfinhos onde há comida. O 1. Conclusão-síntese;
golfinho aprende facilmente os truques que o homem ensina e é por 2. Conclusão avaliativa;

36
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

3. Conclusão-surpresa; proposta de intervenção. É mais seguro seguir o modelo tradicional


4. Conclusão-pergunta; de ‘introdução – argumentação – conclusão’, e inserir a proposta de
5. Conclusão-solução. intervenção na conclusão” recomenda Dibbern.
Mas não é proibido fazer uma afirmação de propostas no início da
A CONCLUSÃO NA REDAÇÃO DO ENEM dissertação, desde que isso seja retomado na conclusão. O
Existem vários tipos de conclusão para o texto dissertativo- professor Ieso Osawa ressalva: “Seu texto pode antecipar algumas
argumentativo. Mas a redação do ENEM exige uma ideias com relação ao que seriam as formas de intervenção. Ao
especificamente: a CONCLUSÃO-SOLUÇÃO. O que isso significa? condensar tudo naquele último parágrafo, e quando são muitas
Que você deve elaborar uma proposta de intervenção social que coisas, há a possibilidade de que fique tudo “embolado” naquele
possa responder ao tema abordado, apresentando uma possível trecho, e você corre o risco de perder unidade com a argumentação
solução que ajude a minimizar e/ou resolver o problema social e o foco. ”
exposto no tema e discutido ao longo de sua redação. Mais uma informação...
O parágrafo de conclusão, estruturalmente, apresenta-se bem
COMO DEVE SER A CONCLUSÃO? construído com as seguintes características:
 Deve respeitar os direitos humanos e considerar a diversidade  Entre 3 e 6 frases;
sociocultural;  Entre 3 e 8 linhas.
 Deve ser detalhada; Isso não quer dizer que, caso haja pequenas variações dessas
 Deve ser possível de ser executada. quantidades, esteja “errado“ ou “ruim“; depende do que se produz.
Ao analisar sua proposta, o corretor, além de verificar se ela Destaque-se ainda que a presença de conectivo de conclusão no
respeita ou não os direitos humanos, vai verificar sua parágrafo torna-se mais um elemento a “chamar a atenção“ do
exequibilidade, ou seja, se ela pode de fato ser executada. Portanto, avaliador, que pontuará a redação na competência 4.
a exposição da intervenção sugerida deve ser detalhada. Ademais,
a proposta deve estar coerente com a tese e argumentação Observe o que o Guia do Participante indica sobre a proposta de
desenvolvida ao longo do texto. intervenção:

O que será avaliado? O quinto aspecto a ser avaliado no seu texto é a apresentação de
1. Presença e coerência da proposta; uma proposta de intervenção para o problema abordado. Assim, a
2. Detalhamento dos meios para realização da solução proposta; sua redação, além de apresentar sua tese sobre o tema, apoiado
3. Possibilidade de ser executada: A solução que eu apresento é em argumentos consistentes, precisará oferecer uma proposta de
possível de ser executada? intervenção na vida social. Essa proposta, ou seja, a solução para o
4. Se ela é constituída pelos 04 elementos essenciais (ação, problema, deve contemplar cada ponto abordado na argumentação.
agente, meio/modo e efeito) Assim, a proposta deve manter um vínculo direto com a tese
desenvolvida no texto e manter coerência com os argumentos
ELABORANDO A CONCLUSÃO utilizados, já que expressa a sua visão, como autor, das possíveis
soluções para a questão discutida. A proposta de intervenção
PERDENDO O MEDO DA COMPETÊNCIA 5 (I) precisa ser detalhada de modo a permitir ao leitor o julgamento
sobre sua exequibilidade; deve conter, portanto, a exposição da
O parágrafo de conclusão na redação do Enem contém a proposta proposta e o detalhamento dos meios para realizá-la.
de intervenção, ou seja, ações propostas para A sua proposta deve refletir seus conhecimentos de mundo, e sua
resolver/atenuar/transformar o problema temático. É preciso coerência será um dos aspectos decisivos no processo de
destacar a importância dessa parte da redação no Enem: será avaliação. Além disso, é necessário que ela respeite os direitos
avaliada entre 0 e 200 pontos, consiste na competência 5: humanos, ou seja, não rompa com valores como cidadania,
Competência V - Elaborar proposta de solução para o problema liberdade, solidariedade e diversidade cultural.
abordado, respeitando os valores humanos e considerando a Procure evitar propostas vagas, gerais; busque propostas mais
diversidade sociocultural. concretas, específicas, consistentes com o desenvolvimento de
suas ideias. Antes de elaborar sua proposta, procure responder às
Devo colocar a proposta sempre no final do texto? seguintes perguntas: O que é possível fazer? A proposta que
pretendo fazer é viável?
A proposta de intervenção será avaliada em qualquer parte do texto, O seu texto será avaliado, portanto, com base na combinação dos
contudo tem mais força quando aparece no fim da redação. “É seguintes critérios:
importante que os argumentos defendidos pelo estudante sejam a) presença de proposta x ausência de proposta;
coerentes entre si e contribuam na defesa do seu ponto de vista. Ou b) proposta explícita x proposta implícita; e
seja, as ideias apresentadas ao longo do texto devem culminar na

37
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

c) proposta com detalhamento dos meios para sua realização x longo do texto. Um outro elemento do conteúdo que pode figurar no
proposta sem o detalhamento dos meios para sua realização. parágrafo em questão, de forma objetiva, são os possíveis (ou o
possível) benefícios que a ação trará à sociedade, ao indivíduo, ao
Construindo a proposta de intervenção meio ambiente.
Conforme foi observado no texto presente no Guia do Participante,
há características na proposta de intervenção que devem ser Agentes transformadores e suas funções
operadas, a fim de conquistar a nota máxima na competência: Como vimos o agente é um elemento essencial para compor sua
 Alinhamento com os pontos abordados na introdução e proposta de intervenção. É quem vai fazer sua proposta de
nos desenvolvimentos; intervenção acontecer, aqueles que podem ajudar a resolver o
 Detalhamento das ações. problema e para isso é de extrema importância que você saiba a
função dos agentes transformadores pois usar os agentes em
A proposta de intervenção precisa compreender os seguintes contexto incorreto irá derrubar sua nota.
elementos essenciais (exemplificamos com o tema de Redação 1) Mídia: A função é transmitir informação e conhecimento;
Enem/2013: Os efeitos da Lei Seca...): promover discussões; capacidade de promover
conscientização; campanhas informativas e educativas;
 Ação interventiva: O que vai ser feito? aparelhar o agente divulgação de leis e de seus efeitos; exploração do problema
fiscalizador; e dos efeitos para a sociedade.
 Agente realizador da ação: quem vai fazer? Órgãos públicos 2) Escola e família: ações educativas sobre o problema; maior
competentes (municipais, estaduais e federais); investimento num relacionamento entre escola e família, a fim
 Modo|meio: como vai ser feito? Aquisição de quantidade de resolver o problema; investimento em cursos de
necessária de etilômetros para serem usados em fiscalizações capacitação para os educadores; maior presença dos alunos,
ou acidentes. com projetos voltados a resolver o problema apresentado.
 Efeito: Qual a finalidade da ação? Promover uma reflexão 3) Universidades: esta proposta pode vir atrelada com a
acerca do comportamento dos condutores veicular no trânsito. proposta do governo. O governo faria maior investimento em
projetos universitários que tivessem retorno social, ou seja,
Observe como esses elementos poderiam estar reunidos em uma quanto maior a presença de universitários na sociedade (com
frase no parágrafo de conclusão: cursos preparatórios, campanhas educativas, ações
educativas e informativas etc.) maior será o investimento
Uma ação que certamente refletiria no comportamento dos governamental.
condutores de veículos, fazendo-os sentirem-se fiscalizados, seria a 4) Iniciativa privada: ações de conscientização de seus
verificação do uso de etilômetros em blitze e acidentes, sendo os funcionários e seu público-alvo; previsão de ações punitivas
órgãos públicos competentes, ligados ao trânsito, os responsáveis aos funcionários que infringirem leis; incentivo para os
pela aquisição e fornecimento desses aparelhos. funcionários que adotarem medidas diferentes que mostrem o
comprometimento com o problema; incentivo aos funcionários
Observações importantes: que trazem ideias criativas, a fim de resolver o problema.
1) O candidato deverá apresentar um detalhamento do modo OU da 5) ONGs, igrejas, associações de bairro: são grupos sociais
ação; organizados, sem fins lucrativos, caracterizados por ações de
2) não entenda detalhar como “aprofundar“ a explicação da ação solidariedade no campo das políticas públicas e pelo legítimo
proposta; detalhar está associado a apresentar, de forma bastante exercício de pressões políticas em proveito de populações
clara e objetiva, os elementos: ação e modo. excluídas das condições da cidadania. Lembre-se: ONGs são
3) note que a ação busca resultados positivos para a sociedade, muito bem-vindas como proposta de intervenção, pois ajudam
para o meio ambiente, postura que você deve contemplar ao pensar o governo a resolver o problema sem pedir dinheiro ao
nas ações. governo, ou seja, são tudo de bom! Você ainda pode atrelar
4) a ação deve ser exequível, isto é, passível de realização; não ONGs com escolas, colocando aquelas para agirem nestas.
convém indicar ações mirabolantes, faraônicas, anacrônicas etc, 6) Indivíduos: divulgação das ações promovidas por agentes
cuja condição de colocá-la em prática é duvidosa, inviável. institucionais em redes sociais e outros meios; mudança de
5) a ação indicada na frase-exemplo acima consiste em uma comportamento em relação ao problema apresentado;
proposta dirigida a uma situação ou crítica certamente feita no curso conscientização provinda dos projetos apresentados pelo
do texto mantendo um vínculo (argumenta/propõe), possivelmente Estado e pela sociedade.
com o ponto crítico (ver explicações sobre este elemento no estudo 7) Órgãos públicos: É comum os candidatos citar em suas
dos parágrafos de desenvolvimentos). propostas de intervenção os órgãos públicos como agentes
6) É possível iniciar (ou até mesmo finalizar) a conclusão com frase responsáveis para solucionar os problemas no Brasil, porém é
objetiva que confirme a tese, a posição que o autor defendeu ao preciso saber o papel dos órgãos públicos: municipal,

38
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

estadual e federal. A primeira coisa que o você precisa saber Combater as desigualdades
é que a nossa Constituição prevê três tipos de poderes sociais, transformando as
MCidades - Ministério das
diferentes. São eles: Legislativo, Judiciário e Executivo. Os cidades em espaços mais
Cidades
três possuem escala Federal, Estadual e Municipal. humanizados, ampliando o
7.1 O Poder Legislativo - tem como papel principal criar leis e acesso da população à moradia,
fiscalizar as contas prestadas pelo Poder Executivo. É dividido em ao saneamento e ao transporte
três esferas (federal, estadual e municipal). Na esfera federal, o Desenvolver o patrimônio
poder legislativo é composto pela Câmara dos Deputado, que tem científico e tecnológico;
como obrigação criar leis, e o Senado Federal, que também pode MCT - Ministério da Ciência estabelecer a política de
criar leis, mas tem como objetivo principal revisar e analisar todas e Tecnologia cooperação e intercâmbio
as propostas de leis trazidas pela Câmara. Quando pensamos no concernente a esse patrimônio;
âmbito estadual, o legislativo vem representado pelos deputados definir a Política Nacional de
estaduais e no municipal pelos vereadores, ambos têm como Ciência e Tecnologia
objetivo a criação de leis estaduais e municipais, respectivamente, Formular e implementar políticas
assim como a fiscalização do executivo. públicas no campo cultural,
MinC - Ministério da Cultura
tendo em mente a cultura como
7.2 O Poder Judiciário - O Poder Judiciário é responsável por um direito fundamental para a
fiscalizar o cumprimento das leis, além de analisar se elas seguem plena constituição da cidadania
os princípios constitucionais. Nesse poder é mais difícil fazer uma Construir um Brasil competitivo,
separação municipal, estadual e federal. justo e rico em oportunidades,
MDIC - Ministério do
Geralmente, quando vamos ter o primeiro contato com a justiça em parceria com setores
Desenvolvimento, Indústria
brasileira, recorremos ao juiz de direito. Ele faz parte da primeira produtivos, através de ações
e Comércio Exterior
instância da estrutura judiciária – que é de que resultem na melhoria da
responsabilidade estadual. qualidade de vida da população.
Se no meio do julgamento do processo, alguma parte se sentir
lesionada, ela pode recorrer até ser julgada pelo Superior Tribunal Cria política e diretrizes para a
de Justiça – que é de responsabilidade federal (há exceções) geração de emprego e renda ao
trabalhador; fiscalizar o trabalho,
Ministério do Trabalho
7.3 Poder executivo: O poder executivo é responsável por bem como aplicar das sanções
administrar o país, realizar políticas públicas que sejam de interesse previstas em normas legais ou
da população e aplicar as leis. coletivas; definir a política
salarial.
O poder executivo pode ser dividido em 3 esferas, que são: federal, Desenvolver o turismo como
estadual e municipal. A federal é representada pelo Presidente da uma atividade econômica
República, a estadual pelo Governador e a municipal pelo Prefeito. sustentável, como papel
Para assessor e ajudar na administração do país, o Poder Executivo Mtur - Ministério do Turismo relevante na geração de
Federal conta com a presença dos ministros. Eles são responsáveis empregos e divisas,
por aplicar políticas públicas, cada um em suas áreas. Veja a seguir proporcionando a inclusão
os nossos ministérios e suas respectivas funções de acordo com o social.
site oficial Portal Brasil:
É o órgão responsável por MDIC - Ministério do Transmitir informação e
organizar o sistema de ensino Desenvolvimento, Indústria conhecimento; promover
MEC - Ministério da
no país e definir as políticas e e Comércio Exterior discussões; capacidade de
Educação
diretrizes educacionais promover conscientização
nacionais.
Desenvolver a política nacional O Poder Executivo Estadual é formado pelo Governo do Estado e
de meio ambiente e recursos pelas Secretarias Estaduais. O Governador é o representante
hídricos; propor estratégias máximo desse poder – auxiliado por seu vice e secretários. Seu
econômicas e sociais para a mandato também é de 4 anos, eleito por voto direto.
MMA - Ministério do Meio
melhoria da qualidade ambiental
Ambiente
e o uso sustentável de recursos Poder Executivo Municipal:
naturais. O Poder Executivo Municipal é formado pela Prefeitura e pelas
Secretarias Municipais. Ele é exercido pelo Prefeito – auxiliado por

39
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

seu vice e secretários. Seu mandato é de 4 anos, eleito por voto  Apesar de a conclusão em análise não apresentar o agente
direto. realizador, recomendamos que ele figure em cada ação.
 Note que a última frase reflete uma espécie de "o que se ganha
Pensando mais um pouco sobre a forma de produzir frases que com as ações". É uma indicação de benefício social,
indicam a proposta de intervenção... procedimento que fortalece a proposta.

Basicamente, avalia-se a proposta de intervenção sob dois Em suma, quanto a uma eficaz estrutura para a proposta de
aspectos: o da estrutura e o da criatividade e exequibilidade da intervenção na conclusão do texto, é possível a seguinte
ação. construção:

Aspecto da estrutura 1. Conectivo de conclusão + resumo/confirmação da tese (essa


Alguns elementos linguísticos são favoráveis à produção estrutural etapa é considerada opcional, mas que, se usada, tende a
da proposta de intervenção. Observamos sua presença em diversas enriquecer a conclusão).
redações cuja nota foi 1000, portanto, entendemos ser interessante
verificá-los e, possivelmente, aplicá-los. Leia a conclusão a seguir, 2. Expressão condutora + agente realizador + verbo e/ou
produzida em uma redação que, no Enem de 2013, ganhou a nota substantivo + complementação. (Essa etapa é considerada
máxima: obrigatória, pois a pontuação da competência 5 é dada sobre ela).

Somados, o descumprimento individual da Lei Seca e o falho 3. Benefício social ou ambiental. (essa etapa é considerada
sistema de fiscalização impedem a maximização dos resultados. opcional, mas que, se usada, tende a enriquecer a conclusão).
Para os efeitos esperados serem vistos na realidade, é necessário
corrigir essas duas lacunas maiores. O número de aparelhos Aspecto da criatividade e da exequibilidade
etilômetros, assim como o de policiais nas ruas, principalmente em Além da formação estrutural, o avaliador verificará o nível de
pontos estratégicos, deve aumentar. E para os efeitos físicos serem transformação/atenuação/resolução que as ações apresentadas
sentidos, deve haver também uma ampliação no efeito moral que a oferecem. Entendamo-nos: imagine uma frase indicando a seguinte
lei trouxe. É preciso começar a agir como se espera que todos ajam. ação (proposta) sobre o tema Os efeitos da Lei Seca...
Se isso fizer efeito nas mentes, a Lei Seca fará efeito nas ruas. (Enem/2013):

Analisando... É necessário que os condutores tenham consciência e, ao dirigir,


não consumam bebida alcoólica.
 Expressões como é necessário, é preciso, espera-se que,
deve(-se) + verbo, cabe à/ao + agente realizador + verbo + Notamos uma satisfatória estrutura: 1º) expressão condutora (É
substantivo, entre outras, são importantes, pois conduzem o necessário que); 2º) agente realizador (os condutores); 3º) verbo +
leitor à ação. Elas têm uma função condutora. Note que o autor substantivo (tenham consciência/ não consumam bebida alcoólica).
da conclusão em análise usou três delas. Porém, a validação, na vida prática, de ter consciência e não
 Após a expressão com caráter condutor, verificam-se duas consumir bebida alcoólica ao dirigir é irrisória, insignificante. Por
classes gramaticais que substanciam a ação a ser tomada: o quê? Porque sabemos que, apenas pedindo aos condutores
verbo e o substantivo. O autor utilizou na primeira ocorrência a brasileiros para serem conscientes, não teremos resultados vistos
sequência expressão condutora + verbo (é necessário corrigir); na prática, ou seja, uma grande quantidade continuaria
na segunda ocorrência, ele optou por usar somente o verbo desobedecendo. Daí, notamos e concluímos que a proposta é fraca
(locução verbal): deve aumentar; na terceira ocorrência, ele fez quanto à criatividade (a nota na competência V certamente seria
uma variação ao usar expressão condutora + substantivo (deve entre 40 e 80 pontos, considerando-se a escala 0 a 200, julgamento
haver também uma ampliação); na quarta, usou novamente feito por dois avaliadores).
expressão condutora + verbo (É preciso começar a agir).
 Após (ou, em alguns casos, antes) os duetos expressão Então...
condutora + verbo ou expressão condutora + substantivo, ou Usar a criatividade é imaginar ações que realmente exerçam um
somente verbo/locução verbal, note que a ação passa a ter uma efeito prático na vida e que sejam adequadas aos recursos que a
complementação que a deixa mais clara: tal conjunto (somado humanidade possui no momento.
ao agente realizador) é o que se considera o detalhamento da
proposta. Compare e observe a diferença:
 Você deve ter notado que a primeira frase é uma retomada
objetiva da opinião discutida. Iniciar a conclusão assim é uma É necessário que os condutores sejam, por meio de órgãos
interessante maneira. competentes ligados ao trânsito, orientados em campanhas que

40
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

podem ser realizadas nas próprias ruas e avenidas, fiscalizados 4. Entendemos que quantidade de ações também faz diferença no
pela polícia com o uso de etilômetros e, caso sejam flagrados sob o momento do julgamento dos avaliadores. Uma conclusão com
efeito de álcool, autuados na forma da lei vigente. apenas uma ação proposta interessante não será comparável a
uma outra que contém três ou quatro ações interessantes. Por isso,
Agora a proposta já demonstra um caráter mais substancial, mais pedimos para produzir esta última quantidade.
criativo, ou seja, verificam-se nela elementos que, se aplicados,
resultariam em um efeito positivo: A QUESTÃO DOS DIREITOS HUMANOS

Orientação em campanhas nas ruas e avenidas; fiscalização com o Leia com atenção a nota enviada pelo MEC e o INEP sobre a
uso de etilômetros; autuação na forma da lei. questão envolvendo os direitos humanos na redação.

Com certeza, sob o julgamento de dois avaliadores, teríamos, em


uma escala de 0 a 200 na competência 5, uma nota entre 160 e 200 “O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional
pontos. de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)
comunicam que acatam a decisão do Supremo Tribunal Federal
e que não vão recorrer da decisão. O MEC e o Inep entendem
A exequibilidade, como já foi mencionado, diz respeito à condição que os participantes do Enem 2017 precisam fazer a prova com
segurança jurídica e com a tranquilidade necessária ao Exame.
de realização ou não de uma ação. Observe a frase a seguir Diante disso, o MEC e o Inep informam aos participantes do
presente na proposta de intervenção: Enem 2017 que não haverá anulação automática da redação
que violar os Direitos Humanos, como previa o Edital do Enem.
Continuam em vigor os critérios de correção das cinco
É preciso que os órgãos competentes, em saídas de grandes competências, conforme estabelecido na Cartilha de
Participante - Redação no Enem 2017. ”
apresentações artísticas em que haja centenas ou até milhares de
veículos, e o consumo de álcool ocorra em larga escala, submetam
Assessoria de Comunicação Social - INEP
todos os condutores ao teste do bafômetro.

A proposta é “ótima“, mas, logicamente, não há aparato nem Serão consideradas como propostas que ferem os direitos humanos
logística policial para realizar tal atitude: promover o teste do as que incitem a violência contra os criminosos, tais como:
bafômetro em centenas ou milhares de condutores na saída de um linchamento público, tortura, execução, privação de liberdade por
só evento! Trata-se de uma ação inexequível, irrealizável em agentes não legitimados para isso. Outra possibilidade que pode
condições lógicas. Sua nota em uma escala de 0 a 200 na ferir os direitos humanos é a formulação de uma proposta de
competência 5 seria muito baixa. intervenção em defesa de sua liberdade individual em detrimento do
direito de outrem, ou que, de alguma forma, discrimine um
Cabe, assim, elaborar uma estrutura compatível com a apresentada segmento social.
e incluir ações criativas e exequíveis. Foi considerado desrespeito aos direitos humanos na redação do
Enem 2017 as propostas a seguir:
Importante!!!  Ferir a dignidade da pessoa humana.
1. Não seja rigoroso em suas propostas! Por exemplo, defender  Negar o direito de expressão e de comunicação do surdo;
pena de morte, castigos físicos, amputação de partes do corpo  Impor uma obrigatoriedade de uma forma de
comunicação ou expressão;
humano como forma de “justiça“, apoiar uma sociedade sem lei, ou
seja, desrespeitar a construção de uma sociedade mais humana, Outros exemplos de propostas que ferem os direitos humanos:
automaticamente, atribuir-se-á a nota zero para a redação.
2. Não demonstre pessimismo. Há redações que, ao serem lidas,  Jogar uma bomba nas prisões para aniquilar os marginais.
demonstram um desencanto por parte do autor, indicando que não  Instituir a execução sumária dos traficantes, sem direito a
há solução para o problema. Isso é ruim e, por consequência, julgamento.
reduzirá sensivelmente sua nota.
 Isolar todos os criminosos numa ilha deserta.
3. Muitos alunos fazem questionamentos como: De que forma posso
 Impedir a entrada de imigrantes de países pobres.
indicar soluções para um tema que denota um caráter já benéfico ou
 Fechar as fronteiras para cidadãos de países que sejam parte
positivo para a sociedade ou para o meio ambiente? E diversos
da rota do tráfico internacional.
exemplificam a pergunta com o tema Os efeitos da implantação da
 Instituir prisão perpétua para todo e qualquer roubo, por menor
Lei Seca no Brasil? (Enem/2013). Usando uma expressão clichê,
que seja.
responderemos: nada é perfeito! Até mesmo aquilo que já reflete um
bônus social ou ambiental precisa ser mantido, fiscalizado, corrigido,
ampliado, melhorado etc.

41
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

HORA DA PRÁTICA! de mortes por essa causa aumentou em 230% no período de 1980 a 2010.
Além da física, o balanço de 2014 relatou cerca de 48% de outros tipos de
ATIVIDADE 01
violência contra a mulher, dentre esses a psicológica. Nesse âmbito, pode-se
analisar que essa problemática persiste por ter raízes históricas e ideológicas.
1. Identifique os seguintes elementos nas propostas de
intervenção retiradas de redações nota 1000 do ENEM em
O Brasil ainda não conseguiu se desprender das amarras da sociedade
suas diversas edições: O que fazer? Quem vai fazer? Como
patriarcal. Isso se dá porque, ainda no século XXI, existe uma espécie de
vai fazer?
determinismo biológico em relação às mulheres. Contrariando a célebre frase de
1.1. Verifique se a proposta está coerente com a tese e a
Simone de Beavouir “Não se nasce mulher, torna-se mulher”, a cultura brasileira,
argumentação do texto.
em grande parte, prega que o sexo feminino tem a função social de se submeter
1.2. Verifique se há nas propostas de conclusão retomada da tese.
ao masculino, independentemente de seu convívio social, capaz de construir um
Se sim, identifique-a.
ser como mulher livre. Dessa forma, os comportamentos violentos contra as
1.3. Verifique em cada proposta se há a finalidade da proposta de
mulheres são naturalizados, pois estavam dentro da construção social advinda
intervenção. Se sim, identifique-a; senão, construa a
da ditadura do patriarcado. Consequentemente, a punição para este tipo de
finalidade da proposta.
agressão é dificultada pelos traços culturais existentes, e, assim, a liberdade para
ENEM 2012 - TEMA: “O movimento imigratório para o Brasil o ato é aumentada.
no século XXI”.
Além disso, já o estigma do machismo na sociedade brasileira. Isso ocorre
A imigração no Brasil porque a ideologia da superioridade do gênero masculino em detrimento do
Durante, principalmente, a década de 1980, o Brasil mostrou-se um feminino reflete no cotidiano dos brasileiros. Nesse viés, as mulheres são
país de emigração. Na chamada década perdida, inúmeros objetificadas e vistas apenas como fonte de prazer para o homem, e são
brasileiros deixaram o país em busca de melhores condições de ensinadas desde cedo a se submeterem aos mesmos e a serem recatadas.
vida. No século XXI, um fenômeno inverso é evidente: a chegada ao Dessa maneira, constrói-se uma cultura do medo, na qual o sexo feminino tem
Brasil de grandes contingentes imigratórios, com indivíduos de medo de se expressar por estar sob a constante ameaça de sofrer violência
países subdesenvolvidos latino-americanos. No entanto, as física ou psicológica de seu progenitor ou companheiro. Por conseguinte, o
condições precárias de vida dessas pessoas são desafios ao número de casos de violência contra a mulher reportados às autoridades é
governo e à sociedade brasileira para a plena adaptação de todos baixíssimo, inclusive os de reincidência.
os cidadãos à nova realidade.
A ascensão do Brasil ao posto de uma das dez maiores economias Pode-se perceber, portanto, que as raízes históricas e ideológicas brasileiras
do mundo é um importante fator atrativo aos estrangeiros. Embora o dificultam a erradicação da violência contra a mulher no país. Para que essa
crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) nacional, segundo erradicação seja possível, é necessário que as mídias deixem de utilizar sua
previsões, seja menor em 2012 em relação a anos anteriores, o país capacidade de propagação de informação para promover a objetificação da
mostra um verdadeiro aquecimento nos setores econômicos, mulher e passe a usá-la para difundir campanhas governamentais para a
representado, por exemplo, pelo aumento do poder de consumo da denúncia de agressão contra o sexo feminino. Ademais, é preciso que o Poder
classe C. Legislativo crie um projeto de lei para aumentar a punição de agressores, para
Esse aspecto contribui para a construção de uma imagem positiva e que seja possível diminuir a reincidência. Quem sabe, assim, o fim da violência
promissora do Brasil no exterior, o que favorece a imigração. A vida contra a mulher deixe de ser uma utopia para o Brasil.
dos imigrantes no país, entretanto, exibe uma diferente e crítica
faceta: a exploração da mão-de-obra e a miséria. ATIVIDADE 02
Portanto, para impedir a continuidade dessa situação, é 1. Abaixo temos duas redações nota mil de edições diferentes do
imprescindível a intervenção governamental, por meio da ENEM. Delas foram suprimidas o parágrafo de conclusão. Com
fiscalização de empresas que apresentem imigrantes como base nos estudos feitos sobre esse parágrafo, construa a
funcionários, bem como a realização de denúncias de exploração conclusão para cada uma das redações.
por brasileiros ou por imigrantes. Ademais, é necessário fomentar o
respeito e a assistência a eles, ideais que devem ser divulgados por ENEM 2011 – TEMA: “Viver em rede no século XXI: os limites
campanhas e por propagandas do governo ou de ONG’s, além de entre o público e o privado”
garantir seu acesso à saúde e à educação, por meio de políticas
públicas específicas a esse grupo. Redes sociais: o uso exige cautela
Uma característica inerente às sociedades humanas é sempre
ENEM 2015 – TEMA: “A persistência da violência contra a
buscar novas maneiras de se comunicar: cartas, telegramas e
mulher na sociedade brasileira”
telefonemas são apenas alguns dos vários exemplos de meios
comunicativos que o homem desenvolveu com base nessa
A violência contra a mulher no Brasil tem apresentado aumentos significativos
perspectiva. E, atualmente, o mais recente e talvez o mais
nas últimas décadas. De acordo com o Mapa da Violência de 2012, o número
42
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

fascinante desses meios, são as redes virtuais, consagradas pelo Há quem duvide da capacidade de convencimento dos meios de
uso, que se tornam cada vez mais comuns. comunicação. No entanto, tais artifícios já foram responsáveis por
Orkut, Twiter e Facebook são alguns exemplos das redes sociais mudar o curso da História. A imprensa, no século XVIII, disseminou
(virtuais) mais acessadas do mundo e, convenhamos, a as ideias iluministas e foi uma das causas da queda do absolutismo.
popularidade das mesmas se tornou tamanha que não ter uma Mas não é preciso ir tão longe: no Brasil redemocratizado, as
página nessas redes é praticamente como não estar integrado ao propagandas políticas e os debates eleitorais são capazes de definir
atual mundo globalizado. Através desse novo meio as pessoas o resultado de eleições. É impossível negar o impacto provocado
fazem amizades pelo mundo inteiro, compartilham ideias e opiniões, por um anúncio ou uma retórica bem estruturada.
organizam movimentos, como os que derrubaram governos O problema surge quando tal discurso é direcionado ao público
autoritários no mundo árabe e, literalmente, se mostram para a infantil. Comerciais para essa faixa etária seguem um certo padrão:
sociedade. Nesse momento é que nos convém cautela e reflexão enfeitados por músicas temáticas, as cenas mostram crianças, em
para saber até que ponto se expor nas redes sociais representa grupo, utilizando o produto em questão. Tal manobra de “marketing”
uma vantagem. acaba transmitindo a mensagem de que a aceitação em seu grupo
Não saber os limites da nossa exposição nas redes virtuais pode de amigos está condicionada ao fato dela possuir ou não os
nos custar caro e colocar em risco a integridade da nossa imagem mesmos brinquedos que seus colegas. Uma estratégia como essa
perante a sociedade. Afinal, a partir do momento em que colocamos gera um ciclo interminável de consumo que abusa da pouca
informações na rede, foge do nosso controle a consciência das capacidade de discernimento infantil.
dimensões de até onde elas podem chegar. Sendo assim, ______________________________________________________
apresentar informações pessoais em tais redes pode nos tornar um ______________________________________________________
tanto quanto vulneráveis moralmente. ______________________________________________________
Percebemos, portanto, que o novo fenômeno das redes sociais se ______________________________________________________
revela como uma eficiente e inovadora ferramenta de comunicação ______________________________________________________
da sociedade, mas que traz seus riscos e revela sua faceta perversa ______________________________________________________
àqueles que não bem distinguem os limites entre as esferas ______________________________________________________
públicas e privadas “jogando” na rede informações que podem ______________________________________________________
prejudicar sua própria reputação e se tornar objeto para denegrir a ______________________________________________________
imagem de outros, o que, sem dúvidas, é um grande problema. ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________ ______________________________________________________
______________________________________________________
______________________________________________________ GABARITO DOS EXERCÍCIOS – COMPETÊNCIA IV

ENEM 2014 – TEMA: "Publicidade infantil em questão no Brasil" As respostas dos exercícios são apenas sugestões. O professor
O verdadeiro preço de um brinquedo deve trabalhar cada frase a partir das respostas dos alunos.

É comum vermos comerciais direcionados ao público infantil. Com a OPERADORES ARGUMENTATIVOS


existência de personagens famosos, músicas para crianças e 1)
parques temáticos, a indústria de produtos destinados a essa faixa a) O salário mínimo é tão pequeno que cabe até no bolso. Por isso
etária cresce de forma nunca vista antes. No entanto, tendo em é (ou daí ser) chamado de mínimo, o que significa que menor não
vista a idade desse público, surge a pergunta: as crianças estariam há.
preparadas para o bombardeio de consumo que as propagandas b) Meu pai diz que o salário mínimo é o dinheiro insignificante, mas
veiculam? na televisão o presidente falou que tal valor era o máximo que ele

43
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

podia dar e ponto final. Meu pai quase destruiu a televisão ao ouvi- b) O mundo está preocupado com a futura escassez de petróleo,
lo dizer isso. mas a água deve ser também motivo de preocupação. Por causa do
c) Espero consegui uma boa nota, porquanto a professora é muito desperdício e do aumento da população mundial, ela poderá vir a
generosa e merece ganhar muito mais do que todos os salários faltar muito brevemente.
mínimos juntos. c) Muitos jovens não sabem viver longe da internet, da tevê e do
d) Meu pai disse que, certa vez, um presidente falou que , se celular. É por meio deles que ficam plugados 24h por dia em tudo o
ganhasse salário mínimo, daria um tiro na cabeça. Só pode ter sido que acontece no mundo.
brincadeira, pois quem ganha salario mínimo não tem dinheiro para d) A pessoa que não come deixa de fornecer ao corpo energia
comprar revolver. necessária para sobreviver. Ela precisa se alimentar corretamente
e) A minha mesada é muito pequena. Felizmente ninguém inventou para garantir suas 1 700 calorias diárias ; caso contrario, seu
a mesada mínima, pois a que recebo de minha mãe quase não dá metabolismo fica prejudicado.
para comprar nada. e) JP é hoje um dos artistas plásticos mais valorizados no mercado
f) O meu pai não ganha salário mínimo, mas seu salario também de arte. Na ultima exposição, ele teve suas telas furtadas por
não dá para comprar muitos revólveres, a não ser os de brinquedo, ladrões, que terminaram presos.
e só de vez em quando. f) O álcool, se consumido em excesso, pode provocar até a morte.
g) Quando eu crescer, não vou querer ganhar salário mínimo, ainda Ele é responsável por inúmeros acidentes de trânsito, mas é
que seja o dobro .Ele parece ser tão pequeno que, mesmo sendo o tolerado pela família , que incentiva os filhos a beberem desde cedo.
dobro do dobro, continua mínimo. g) Os governantes acham que os jornalistas só vivem atrás de
h) Lá em casa disseram que esse salario mínimo não dá nem para noticias ruins . Eles os culpam por não divulgarem fatos positivos,
comprar a cesta básica. Não sei muito bem que cesta é essa, mas como programas sociais que deram certo, o credito fácil e a
parece que tem algo a ver com comida. Se for assim, basta diminuir interiorização da economia.
o tamanho para caber tudo dentro. h) Dados mostram que a China tem sustentado o crescimento
mundial. Ela é um dos polos da atenção de investidores do mundo
2) ocidental. Não obstante, alguns economistas acham que esse
a) A introdução do já exprime uma cobrança de quem fala em gigante da Ásia vai entrar em crise em algum momento.
relação às outras pessoas que ainda não fizeram sua parte. i) Nelson Rodrigues, o maior dramaturgo brasileiro, era filho de uma
b) O advérbio infelizmente expressa uma atitude de desilusão por família pobre que se mudou de Pernambuco para o Rio quando ele
parte do locutor. tinha apenas 4 anos de idade. O autor de Vestido de noiva, peça
c) O até demostra que o pai não é pessoa de apelar para Deus. O inovadora do teatro brasileiro , teve uma vida sofrida, sobretudo por
operador mostra que a situação ultrapassou todos os limites. causa da tuberculose.
d) No mínimo indica que alguém fez algo de muito errado. j) O sol pode ser prejudicial à pele, mas a Medicina diz que ele é
e) Aliás expressa uma ressalva, uma correção na fala. bom para a saúde, pois desperta a vitamina D presente em nosso
f) Pelo menos sinaliza que a pessoa ainda não fez nada do trabalho. organismo.
g) Na verdade reforça ponto de vista do locutor.
h) Ate mesmo demostra que a descrença nessa pessoa chegou ao 2)
ápice. a) A geração atual vive em função de modismos. Está sintonizada
i) Também indica que alguém faz parte de um bloco maior de com tudo o que ocorre no momento na internet, mas não sabe
pessoas que trazem problemas. quase nada da vida politica do país.
j) Francamente mostra uma atitude de total desaprovação do b) O governo não colocou ainda a educação como prioridade para o
emissor diante do que alguém fez. desenvolvimento do pais contingencia o orçamento sem se
incomodar com as dificuldades por que passam escolas,
Exercício sobre sinônimos professores e alunos.
1) A c) Em geral, os jovens não são motivados a procurar outras fontes
2) A de conhecimento além das apostilas. Habituam-se a isso e
3) B descartam o livro com a maior facilidade. Por isso, muitos deles só
4) B se interessam pelo assunto que cairá na prova.
d) Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior, o
Exercício: Melhore sua coesão. combustível é o segundo item mais importado pelo Brasil. Atrás
1) apenas dos itens siderúrgicos, sua importação cresceu muito em
a) O pai nunca deu condições para que os filhos ascendessem na relação ao ano passado.
vida, mas eles também não fizeram nada para si tornarem pessoas e) Um dos problemas de ver muita TV é que ela dá à criança e ao
independentes. jovem uma serie de estímulos rápidos e fragmentados. Isso lhes cria

44
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

dificuldades para prestar atenção numa aula expositiva, em que o país, portanto vai faltar alimentos e os preços vão disparar.
único movimento é o dos passos do professor. c) O trânsito em São Paulo ficou completamente paralisado dia 15,
f) O jovem gosta de andar em grupo porque, assim, sente-se mais das 14 às 18 horas, já que fortíssimas chuvas inundaram a cidade.
fortalecido. Sozinho, não tem a mesma força. Ele, com os amigos,
2.
torna-se mais audacioso e mais encorajada a vencer desafios.
a) cadáver morto
g) A televisão é um dos veículos mais importantes para o jovem
b) como pode um cadáver morto?
entender seu tempo. Ela pode capacitá-lo também para o exercício
c) foi encontrado alguém morto boiando.
da cidadania, conscientizando dos problemas que o cercam.
d) Um cadáver foi encontrado boiando em canal.
h) A mulher de hoje vive uma vida bem diferente daquela das
mulheres de 50 anos atrás. Hoje ela é mais independente, não vê 3.
empecilho em fazer qualquer faculdade e ocupar os mesmo cargos “O golfinho nada velozmente e sai da água em grandes saltos

dos homens. fazendo acrobacias. É mamífero e, como todos os mamíferos, só

i) A preservação do meio ambiente está modificando até os hábitos respira fora da água. Ele vive em grupos e comunica-se através de

alimentares. Alguns chefs de renomados restaurantes estão gritos estranhos que são ouvidos a quilômetros de distância. É

aumentando a porção de legumes e diminuindo a de carne, a ponto assim que esses animais pedem ajuda quando estão em perigo, e

de retirá-la de vez do cardápio. os avisa onde há comida. Esse mamífero aprende facilmente os

j) De cada dez crianças que entram no Ensino Básico, só três o truques que o homem ensina e é por isso que muitos deles são

concluem. E, no Ensino Médio, só um em cada dez estudantes sabe aprisionados, treinados e exibidos em espetáculos em todo o

o que deveria saber ao chegar ao final desse ciclo. mundo. ”

Atividades complementares

1.
a) O solo do nordeste é muito seco e aparentemente árido, mas
quando caem as chuvas imediatamente brota a vegetação.
b) Uma seca desoladora assolou a região sul, principal celeiro do

Citações Filosóficas

ASSUNTO Citação Autor


Muitas coisas impedem o conhecimento, incluindo a obscuridade do tema
Conhecimento Protágoras
e a brevidade da vida humana.
Vamos, então, imaginar a mente como um papel em branco, destituída de
Conhecimento John Locke
todas as marcas, sem quaisquer ideias: como ela é suprida?
Conhecimento O conhecimento é produzido para ser vendido. Jean-Francois Lyotard

Cultura O que faríamos sem uma cultura? Mary Midgley

Cultura A arte é uma forma de vida. Richard Wollheim


O que você sabe, sabe; o que você desconhece, desconhece. Esta é a
Educação Confúcio
verdadeira sabedoria.
Educação Só sei que nada sei. Sócrates

Educação O que chamamos de aprendizado é só um processo de reminiscência. Platão


Educação não é somente uma questão de falar e ouvir, mas um processo
Educação John Dewey
ativo e construtivo.
Empatia Quando alguém me atira um pêssego, devolvo uma ameixa Mozi

Empatia O homem é um microcosmo do universo. Demócrito

Empatia A vida irrefletida não vale a pena ser vivida. Sócrates

Ética Mantenha a fidelidade e a sinceridade como princípios básicos. Confúcio


O homem superior faz o que é adequado à posição que ocupa; ele não
Ética Confúcio
deseja ir além disso.
Ética O valor da vida é uma questão ética notoriamente difícil. Peter Singer

Gênero A mente não tem gênero. Mary Wollstonecraft

45
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Deixe a mulher compartilhar dos direitos e ela emulará as virtudes do


Gênero Mary Wollstonecraft
homem.
Gênero O homem é definido como ser humano e a mulher, como fêmea. Simone de Beauvoir
A representação do mundo é obra dos homens; eles o descrevem a partir
Gênero Simone de Beauvoir
de seu próprio ponto de vista.
Gênero Quem representa Deus no feminismo de hoje? Julia Kristeva

Governo Os Estados não são agentes morais; as pessoas são. Noam Chomsky
Hume estava absolutamente certo ao indicar que a indução não pode ser
Indução Karl Popper
logicamente justificada.
Justiça Os princípios da justiça são escolhidos sob um véu de ignorância. John Rawls

Liberdade O sentido fundamental da liberdade é liberdade dos grilhões. Isaiah Berlin

Linguagem Toda mensagem é composta por signos. Ferdinand de Saussure


Na vida dos indivíduos e da sociedade, a linguagem é um fator de
Linguagem Ferdinand de Saussure
importância maior que qualquer outro.
Linguagem Os limites da minha linguagem significam os limites do mundo. Ludwig Wittgenstein

Linguagem A razão vive na linguagem. Emmanuel Levinas

Linguagem A linguagem é uma arte social. Willard Van Orman Quine

Linguagem A linguagem é uma pele. Roland Barthes

Linguagem Não há nada fora do texto. Jacques Derrida

Linguagem Somos todos mediadores, tradutores. Jacques Derrida

Linguagem Nunca cedo à tentação de ser difícil só para ser difícil. Jacques Derrida

Meio ambiente Tudo é composto de água. Tales de Mileto


Tudo que depende da ação da natureza é, por natureza, tão bom quanto
Meio ambiente Aristóteles
pode ser.
Meio ambiente O objetivo da vida é viver de acordo com a natureza. Senão de Cítio

Meio ambiente O pensamento pelo futuro tem que ser leal à natureza. Arne Naess

Racismo Para o negro há somente um destino, e ele é branco. Frantz Fanon

Racismo Há um fato:os brancos se consideram superiores aos negros. Frantz Fanon


Conhecer os outros é inteligência; conhecer a si mesmo é a verdadeira
Razão Lao-sé
sabedoria.
Razão A razão é imortal, todo o resto é mortal. Pitágoras

Razão Feliz aquele que superou o seu ego. Sidarta Gautama

Razão A paz vem de dentro. Não a procure fora. Sidarta Gautama

Razão A mente é tudo. O que você pensa, você se torna. Sidarta Gautama
Os filósofos acreditam que as leis religiosas são artes políticas
Razão Averróis
necessárias.
Jaula Ad-din Muhammad
Razão Não lamente. O que se perde retorna em outra forma.
Rumi
Razão O universo nem sempre existiu. São Tomás de Aquino

Razão Não saber nada é a vida mais feliz. Erasmo de Roterdã

Razão Conhecimento é poder. Francis Bacon

Razão A melhor prova é a experiências. Francis Bacon

Razão Penso, logo existo. René Descartes


É necessário que ao menos uma vez na vida você duvide, tanto quanto
Razão René Descartes
possível, de todas as coisas.
46
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

ASSUNTO Citação Autor

Razão A imaginação dispõe de tudo. Blaise Pascal


O homem não é mais que um caniço, o mais fraco da natureza, mas é um
Razão Blaise Pascal
caniço pensante.
O conhecimento de nenhum homem pode ir além de sua própria
Razão John Locke
experiência.
Razão Há dois tipos de verdade: a verdade de razão e a verdade de fato. Gottfried Leibniz
Sabemos de quase nada adequadamente, de poucas coisas a priori, e da
Razão Gottfried Leibniz
maioria por meio da experiência.
Razão A dúvida não é uma condição agradável, mas a certeza é absurda. Voltaire

Razão É precisamente ao conhecer seus limites que a filosofia existe. Immanuel Kant

Razão O tipo de filosofia que se escolhe depende do tipo de pessoa que se é. Johan Gottlieb Fichte

Razão A realidade é um processo histórico. Gora Hegel


Todo homem toma os limites de seu próprio campo de visão como os
Razão Arthur Schopenhauer
limites do mundo.
Razão A angústia é a vertigem da liberdade. Kierkegaard

Razão Considere as consequências das coisas. Charles Sanders Peirce


O método pragmático significa desviar os olhos dos princípios e mirá-los
Razão William James
nas consequências.
Razão O homem é algo a ser superado. Friedrich Nietzsche
O homem é uma corda estendida entre o animal e o super-homem: uma
Razão Friedrich Nietzsche
corda sobre o abismo.
Razão Os homens com autoconfiança vêm, veem e vencem. Aham Ha’am
Carecemos inteiramente de uma ciência racional do homem e da
Razão Edmund Husserl
comunidade humana.
Razão Somente pensamos quando confrontados com um problema. John Dewey

Razão Não solucionamos problemas filosóficos, nós os superamos. John Dewey

Razão Só o sofrimento nos torna humanos. Miguel de Unamuno

Razão O caminho para a felicidade está na redução organizada do trabalho. Bertrand Russell

Razão Somente como indivíduo um homem pode se tornar filósofo. Karl Jaspers

Razão A vida é uma série de colisões com o futuro. José Ortega Y Gasset

ASSUNTO Citação Autor

Razão Sobre aquilo que não se pode falar, deve-se calar. Ludwig Wittgenstein

Razão A lógica é o último ingrediente científico da filosofia. Rudolf Carnap

Razão Na lógica não há moral. Rudolf Carnap

Razão Aquilo que é não pode ser verdade. Herbert Marcuse

Razão A ciência pode ser descrita como a arte da sistemática simplificação. Karl Popper

Razão A inteligência é uma categoria moral. Theodor Adorno

Razão A faculdade de julgar é medida pela firmeza do eu. Theodor Adorno

Razão A existência precede a essência. Jean-Paul Sartre


Primeiramente, o homem existe, se descobre, surge no mundo e só
Razão Jean-Paul Sartre
depois se define.
Razão O homem é uma invenção recente. Michel Foucalt

47
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

O homem não é nem o mais antigo nem o mais constante problema que
Razão Michel Foucault
tem desafiado o conhecimento humano.
Razão Não há nada em nosso íntimo, exceto o que nós mesmos colocamos lá. Richard Rorty

Razão Todo desejo tem uma relação com a loucura. Luce Irigaray

Razão O pensamento sempre funcionou por oposição. Hélène Cixous

Religião Basta pensar em Deus para sabermos que ele existe. Santo Anselmo
A abolição da religião como felicidade ilusória do povo é necessária para
Religião Karl Marx
a felicidade real.
Sociedade O caminho acima e o caminho abaixo são um só e o mesmo. Heráclito

Sociedade Sou um cidadão do mundo. Sócrates

Sociedade A verdade está no mundo à nossa volta. Aristóteles


Toda ação deve-se a uma ou outra das sete causas: ação, natureza,
Sociedade Aristóteles
compulsão, hábito, raciocínio, ira ou apetite.
Sociedade Tem mais quem se satisfaz com o mínimo. Diógenes de Sínope
O que tornou Adão capaz de obedecer as ordens de Deus também o
Sociedade Santo Agostinho
tornou capaz de pecar.
Sociedade Os fins justificam os meios. Maquiavel
Como é difícil para um povo acostumado a viver sob o domínio de um
Sociedade Maquiavel
príncipe preservar sua liberdade.
Sociedade A fama e a tranquilidade nunca podem ser companheiras. Michel de Montaigne
Devemos investigar que tipo de conhecimento a razão humana é capaz
Sociedade de atingir, antes que comecemos a adquirir conhecimento sobre as René Descartes
coisas em particular.
Sociedade Ser é ser percebido. George Berkeley

ASSUNTO Citação Autor

Sociedade O hábito é o grande guia da vida humana. David Hume


A natureza, por uma necessidade absoluta e incontrolável, determinou-
Sociedade David Hume
nos para julgar, assim como para respirar e sentir.

Sociedade O homem nasce livre e por toda parte encontra-se acorrentado. Rousseau

Sociedade A vontade geral deve emanar de todos para ser aplicada a todos. Rousseau

Sociedade O homem é um animal que faz barganhas. Adam Smith

A sociedade civilizada em todas as épocas, necessita da cooperação e da


Sociedade Adam Smith
assistência de um grande número de pessoas.
Pensamentos sem conteúdo são vazios; intuições sem conceitos são
Sociedade Immanuel Kant
cegas… somente a partir de sua união pode surgir a cognição.

Sociedade A sociedade é, de fato, um contrato. Edmund Burke

Sociedade A maior felicidade possível para o maior número de pessoas. Jeremy Bentham

Sociedade Sobre seu próprio corpo e mente, o indivíduo é soberano. John Stuart Mill

Sociedade Uma pessoa com crença tem poder social igual a 99 que só têm interesses. John Stuart Mill

A história de todas as sociedades até hoje existentes é a história da luta de


Sociedade Karl Marx
classes.
De cada um, de acordo com suas capacidades; para cada um, de acordo
Sociedade Karl Marx
com suas necessidades.
As ideias dominantes de cada época sempre foram as ideias de sua
Sociedade Karl Marx
classe dominante.
Deve o cidadão, por um momento sequer, renunciar à sua consciência em
Sociedade Henry David Thoreau
favor do legislador?

Sociedade Aja como se o que você faz fizesse diferença. William James

48
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-


Sociedade George Santayana
los.

Sociedade Acredite na vida. William Du Bois

Sociedade O problema do século XX é o problema da segregação racial. William du Bois

Sociedade Um dano imenso é causado pela crença de que o trabalho é virtuoso. Bertrand Russell

A moralidade do trabalho é a moralidade de escravos e o mundo moderno


Sociedade Bertrand Russell
não precisa de escravidão.

Sociedade A solução do problema da vida é vista no desaparecimento do problema. Ludwig Wittgenstein

Sociedade Nós próprios somos as entidades a ser analisadas. Martin Heidegger

A única escolha moral verdadeira do indivíduo é a do autossacrifício em prol


Sociedade Tetsuro Watsuji
da comunidade.

Sociedade Unicamente conhece o ser humano aquele que o ama sem esperança. Walter Benjamin

Sociedade A história não nos pertence: nós pertencemos a ela. Hans-Georg-Gadamer

Sociedade Toda solução para um problema cria novos problemas não solucionados. Karl Popper

ASSUNTO Citação Autor

Quanto aos homens, não é o que eles são que me interessa, mas o que
Sociedade Jean-Paul Sartre
eles podem se tornar.

Sociedade A fim de ver o mundo, temos de romper com nossa aceitação habitual a ela. Maurice Merleau-Ponty

Nós equivocadamente nos isolamos dos outros animais, tentando não


Sociedade Mary Midgley
acreditar que temos uma natureza animal.

Sociedade Se escolhermos, poderemos viver em um mundo de reconfortante ilusão. Noam Chomsky

Sociedade A sociedade é dependente de uma crítica às suas próprias tradições. Jurgen Habermas

Se podemos contar uns com os outros, não precisamos depender de mais


Sociedade Richard Rorty
nada.

Sociedade Todo império diz a si e ao mundo que ele é diferente de todos os outros. Edward Said

Citações Sociológicas

Citação Autor

FUNDAMENTOS DA SOCIOLOGIA

Uma derrota física jamais marcou o fim de uma nação. Ibn Khaldun

A humanidade sempre vagou ou se fixou, concordou ou discutiu em bandos e grupos. Adam Ferguson

A ciência pode ser usada para construir um mundo melhor. Auguste Comte

A declaração de independência nada tem a ver com metade da raça humana. Harriet Martineau

A queda da burguesia e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis. Karl Marx

A sociedade, assim como o corpo humano, tem partes, necessidades e funcionamento


Émile Durkheim
interrelacionados.
É nosso dever buscar ser um ser humano completo, suficiente em si mesmo; ou ser apenas uma
Émile Durkheim
parte do todo, o órgão de um organismo?
A sociedade não é a simples soma de indivíduos, e sim o sistema formado por sua associação, que
Émile Durkheim
representa uma realidade específica com caracteres próprios.
O mundo poderia um dia estar cheio de nada, apenas daqueles funcionários insignificantes,
Max Weber
homenzinhos presos a empreguinhos lutando por empregos maiores.

Muitos dos problemas pessoais devem ser entendidos em termos de questões públicas. Charles Wright Mills

Nem a vida de um indivíduo, nem a história de uma sociedade podem ser compreendidas sem
Charles Wright Mills
o entendimento de ambos.

49
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Dê às atividades corriqueiras a mesma atenção dada aos eventos extraordinários. Harold Garfinkel

Onde há poder, há resistência. Michel Foucalt

O gênero é um tipo de imitação para o qual não há um original. Judith Butler

DESIGUALDADES SOCIAIS

Acuso amplamente a burguesia de assassinato social. Friedrich Engels

O problema do século XX é o problema da linha de cor. W. E. B. Du Bois

A escravidão acabou, mas sua sombra persiste e envenena a atmosfera moral de todas as partes da
Frederick Douglas
república.

Os pobres são excluídos dos padrões de vida comuns, dos costumes e das atividades da vida. Peter Townsend

A observação científica mostra que as necessidades culturais são o produto da educação. Pierre Bourdieu

Os que falam de igualdade de oportunidades se esquecem que os jogos sociais não são um “jogo
Pierre Bourdieu
limpo”.

As ferramentas da liberdade tornam-se a origem da indignidade. Richard Sennett

As pessoas de classe média com educação e com valores ‘corretos’ se destacam de uma massa cujo
Richard Sennett
entendimento elas consideram inferior ao seu próprio.

O feminismo é um movimento para acabar com o sexismo, a exploração sexista e a opressão. Bell Hooks

O conceito de ‘patriarcado’ é indispensável para uma análise da desigualdade de gêneros. Sylvia Walby

A violência masculina contra as mulheres é comum e repetitiva a ponto de constituir uma estrutura Sylvia Walby
social.

MODERNIDADE

Reivindicar ‘o direito à cidade’ nos dá a liberdade de refazer nossas cidades e a nós mesmos. Henri Lefebvre

Tem que haver olhos na rua. Jane Jacobs

A sociedade deveria articular o que é bom. Amitai Etzioni

Uma sociedade responsiva é aquela em que os padrões morais refletem as necessidades básicas
Amitai Etzioni
de todos os seus membros.

A anarquia moral, não o excesso de comunidades, é o perigo que enfrentamos hoje. Amitai Etzioni

A educação, em especial a formação de caráter, é a tarefa essencial da família. Amitai Etzioni

O desequilíbrio entre os direitos e as responsabilidades já acontece há muito tempo. Amitai Etzioni

Hoje há um crescente interesse entre os jovens por encontrar uma carreira que combine ‘ganhar
Amitai Etzioni
dinheiro’ com algo que tenha sentido.

A McDonaldização afeta quase todos os aspectos da sociedade. George Ritzer

Os laços de nossas comunidades se afrouxaram. Robert D. Putnam

A ideia central da teoria do capital social é que as redes sociais têm valor. Robert D. Putnam

A Disneyzação substitui a calma mundada por experiências espetaculares. Alan Bryman

GLOBALIZAÇÃO

Abandonai toda esperança de totalidade, vós que entrais no mundo de modernidade fluida. Zygmunt Bauman

A população de todos os países agora é uma coletânea de diásporas. Zygmunt Bauman

Vivemos num mundo globalizado. Isso quer dizer que todos nós, conscientes ou não, dependemos uns
Zygmunt Bauman
dos outros.

Se você definir seu valor pelas coisas que adquire, estar excluído é humilhante. Zygmunt Bauman

A ‘comunidade’ é, hoje em dia, outro nome para o paraíso perdido. Zygmunt Bauman

50
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

As culturas locais adotam e redefinem qualquer produto cultural global para satisfazer suas
Roland Robertson
necessidades, crenças e costumes específicos.

A mudança climática é uma questão de baixa prioridade. Anthony Giddens

As pessoas acham difícil dar ao futuro o mesmo nível de realidade que dão ao presente. Anthony Giddens

Boaventura de
Não há justiça social sem justiça cognitiva global.
Sousa Santos

Vivemos num mundo que está além do controle. Ulrich Beck

Nem a ciência, nem os políticos do poder estão em condições de definir ou controlar os riscos
Ulrich Beck
racionalmente.

Processos de mudança alteraram as relações entre pessoas e comunidades. David Held

CULTURA E IDENTIDADE

O desafio da modernidade é viver sem ilusões sem se tornar desiludido. Antonio Gramsci

O processo civilizador está constantemente se movendo ‘adiante’. Norbert Elias

A cultura de massa reforça a repressão política. Herbert Marcuse

O centro cultura está se tornando uma parte apropriada do ‘shopping center’. Herbert Marcuse

A liberdade intelectual significaria a restauração do pensamento individual, agora absorvido pela


Herbert Marcuse
comunicação e pela doutrinação em massa.

O perigo do futuro é que os homens podem se transformar em robôs. Erich Fromm

O sorriso sintético tornou o lugar do riso genuíno, e a sensação do desespero ocupou o vazio deixado
Erich Fromm
pela dor autêntica.

O estigma constitui uma discrepância especial entre a identidade social virtual e a real. Erving Goffman

O indivíduo estigmatizado pode descobrir que se sente inseguro em relação à maneira como os
Erving Goffman
normais o identificarão e o receberão.

Vivemos num mundo onde há cada vez mais informação e menos sentido. Jean Baudrillard

Identidades modernas estão sendo descentradas. Stuart Hall

Nacionalidade ou nação, assim como o nacionalismo, são artefatos culturais. Benedict Anderson

TRABALHO E CONSUMISMO

O consumo conspícuo de bens valiosos é um instrumento para a respeitabilidade do cavalheiro


Thorstein Veblen
ocioso.

A tecnologia, assim como a arte, é um exercício de elevação da imaginação humana. Daniel Bell

Quanto mais sofisticadas as máquinas, menos qualificação tem o trabalhador. Harry Braverman

A alienação existe quando os trabalhadores são incapazes de controlar seus processos de trabalho
Robert Blauner
imediatos.
Sob o capitalismo, as emoções humanas são mercantilizadas: ao processar pessoas, o produto é Arlie Russell
um estado mental. Hochschild

As coisas nos fazem tanto quanto nós as fazemos. Daniel Miller

As coisas alcançam seu domínio sobre nós exatamente porque sempre fracassamos em notar
Daniel Miller
o que elas fazem.

A feminização teve apenas um impacto modesto na redução das desigualdades de gênero. Teri Lynn Caraway

O PAPEL DAS INSTITUIÇÕES

A religião é o suspiro da criatura oprimida. Karl Marx

Algumas pessoas cometem crimes porque estão respondendo a uma situação social. Robert K. Merton

O comportamento antissocial é invocado pelo acesso diferencial às oportunidades aceitas para a


Robert K. Merton
legítima busca de metas culturais.

51
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

As instituições totais tiram das pessoas o seu sistema de apoio e seu senso de identidade. Erving Goffman

O governo é a disposição certa das coisas. Michel Foucalt

A religião não é mais plausível e perdeu seu significado social. Bryan Wilson

Nossa identidade e comportamento são determinados pela forma como somos descritos e
Howard S. Becker
classificados.

O comportamento desviante é aquele que as pessoas rotulam como desviante. Howard S. Becker

O processo para se fazer um criminoso é um processo de rotular, definir, identificar, segregar. Frank Tannenbaum

Os grupos sociais criam desvios ao estabelecer regras cuja infração constitui um desvio. Howard S. Becker

Crises econômicas se transformam imediatamente em crises sociais. Jurgen Habermas

A escola é algo que foi feito para os pobres. Samuel Bowles

A estrutura das relações sociais na educação faz com que os alunos se acostumem com a disciplina
Samuel Bowles
no local de trabalho.

As sociedades estão sujeitas, de vez em quando, a períodos de pânico moral. Stantey Cohen

FAMÍLIAS E IDENTIDADES

As diferenças entre os sexos são criações culturais. Margaret Mead

As famílias são fábricas que produzem personalidades humanas. Talcott Parsons

A importância da família e de sua função para a sociedade constitui a razão primordial de


Talcott Parsons
existir a diferenciação de papéis sexuais.

A heterossexualidade deve ser reconhecida e estudada como uma instituição. Adrienne Rich

A mensagem mais perniciosa transmitida pela pornografia é que as mulheres são uma presa
Adrienne Rich
sexual natural para os homens e adoram isso, e que a sexualidade e a violência são congruentes.

Os arranjos familiares ocidentais são diversos, fluidos e não resolvidos. Judith Stacey

O contrato matrimonial é um contrato de trabalho. Christine Delphy

O trabalho doméstico é o oposto direto da autorrealização. Ann Oakley

As pessoas se casam por amor e se divorciam por amor. Ulrich Beck

A sexualidade tem tanto a ver com crenças e ideologias quanto com o corpo físico. Jeffrey Weeks

A teoria queer questiona a própria base da identidade. Steven Seidman

Queer é, por definição, qualquer coisa que não concorde com o normal, o legítimo, o dominante. David Halperin

Fonte: O lLivro da Filosofia - As grandes ideias de todos os tempos

05 EXEMPLOS DE REDAÇÃO NOTA 1000 SELECIONADAS DO GUIA DE REDAÇÃO DO CANDIDATO ENEM 2017

TEMA: CAMINHOS PARA COMBATER A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NO BRASIL

REDAÇÃO 01
Prática religiosa um direito de todos
A curiosidade humana acerca do desconhecido e a sua incapacidade de explicá-lo através da razão fez com que, desde
os primórdios, o homem atribuísse acontecimentos do seu cotidiano à vontade de seres sobrenaturais. Apesar dos avanços
científicos e de suas respostas lógicas para fatos da realidade, as crenças em divindades perpassaram a história e continuam
muito presentes nas sociedades, talvez por suprirem a necessidade humana de reconforto, talvez por levarem à transcendência
espiritual. Atualmente, a grande diversidade religiosa existente traz a possibilidade de escolha a cada cidadão e essa liberdade é,
ou deveria ser, garantida a todos os membros de uma população. Contudo, práticas de intolerância religiosa vêm impedindo um
número cada vez maior de pessoas de exercitarem tal direito, ferindo sua dignidade e devendo, portanto, serem combatidas
veementemente.

52
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

O contexto histórico brasileiro indubitavelmente influencia essa questão. A colonização portuguesa buscou catequizar os
nativos de acordo com a religião europeia da época: a católica. Com a chegada dos negros africanos, décadas depois, houve
repressão cultural e, consequentemente, religiosa que, infelizmente, perpetua até os dias de hoje. Prova disso é o caso de uma
menina carioca praticante do candomblé que, em junho de 2015, foi ferida com pedradas, e seus acompanhantes, alvos de
provocações e xingamentos. Ainda que a violência verbal, assim como a física, vá contra a Constituição Federal, os agressores
fugiram e, como em outras ocorrências, não foram punidos.
Além disso, é importante destacar que intolerância religiosa é crime de ódio: não é sobre ter a liberdade de expressar um
descontentamento ou criticar certa crença, mas sim sobre a tentativa de imposição, a partir da agressão, de entendimentos
pessoais acerca do assunto em detrimento dos julgamentos individuais do outro sobre o que ele acredita ser certo ou errado pa ra
sua própria vida. Tal visão etnocêntrica tem por consequência a falta de respeito para com o próximo, acarretando em episódios
imprescritíveis e humilhantes para aqueles que os vivenciam.
Conclui-se, então, que o combate à discriminação religiosa é de suma importância para que se assegure um dos direitos
mais antigos a todas as pessoas e, por conseguinte, seu bem-estar. Para isso, é preciso que os órgãos especializados, em
parceria às delegacias de denúncia, ajam de acordo com a lei, investigando e punindo os agressores de forma adequada.
Ademais, o governo deve promover campanhas contra condutas de intolerância e as escolas devem gerar debates, informando
seus alunos sobre o tema e desconstruindo preconceitos desde cedo. Por fim, a mídia pode abordar a intolerância religiosa como
assunto de suas novelas, visto que causa forte impacto na vida social. Assim, o respeito será base para a construção de um Brasil
mais tolerante e preocupado com a garantia dos direitos humanos de sua população.
Redação de Jordana Bottin Ecco

REDAÇÃO 02
Segundo a atual Constituição Federal, o Brasil é um país de Estado laico, ou seja, a sociedade possui o direito de exercer
qualquer religião, crença ou culto. Entretanto, essa liberdade religiosa encontra-se afetada, uma vez que é notório o crescimento
da taxa de violência com relação à falta de tolerância às diferentes crenças. Assim, diversas medidas precisam ser tomadas para
tentar combater esse problema, incitando uma maior atenção do Poder Público, juntamente com os setores socialmente
engajados, e das instituições formadoras de opinião.
Nesse contexto, vale ressaltar que a intolerância religiosa é um problema existente no Brasil desde séculos passados. Com
a chegada das caravelas portuguesas, as quais trouxeram os padres jesuítas, os índios perderam a sua liberdade de crença e
foram obrigados, de maneira violenta, a se converter ao catolicismo, religião a qual era predominante na Europa. Além disso, os
africanos escravizados que aqui se encontravam também foram impedidos de praticar seus cultos religiosos, sendo punidos de
forma desumana caso desrespeitassem essa imposição. Atualmente, constata-se que grande parcela da população brasileira
herdou essa forma de pensar e de agir, tratando pessoas que acreditam em outras religiões de maneira desrespeitosa e, muitas
vezes, violenta, levando instituições públicas e privadas à busca de soluções para reverter isso.
Sob esse viés, ressalta-se que algumas ações já foram realizadas, como a criação da lei de proteção ao sentimento
religioso e à prática de diferentes cultos. Entretanto, as medidas tomadas até então não são suficientes para inibir essa
problemática, uma vez que a fraca punição aos criminosos e a falta de conscientização da sociedade são alguns dos principais
motivos que ocasionam a persistência de atos violentos em decorrência da intolerância religiosa. Outrossim, a falta de
comunicação dos pais e das escolas com os jovens sobre esse assunto é um agravante do problema, aumentando as
possibilidades destes agirem de maneira desrespeitosa.
Diante disso, para combater a intolerância religiosa, cabe ao Governo intensificar esforços, criando leis específicas e
aumentando o tempo de punição para quem comete qualquer tipo de violência devido à religião. Ademais, é necessária a criação
de campanhas midiáticas governamentais de conscientização, com o apoio da imprensa socialmente engajada, e a divulgação
destas através dos diversos meios de comunicação e das redes sociais, que mostrem a importância do respeito à liberdade de
escolha e às diferentes crenças, uma vez que o Brasil é um país com inúmeros grupos e povos, cada um com seus costumes.
Além disso, a participação das instituições formadoras de opinião é de grande importância para a educação dos jovens com
relação ao respeito às diferentes religiões, com as escolas realizando palestras e seminários sobre o assunto e as famílias
intensificando os diálogos em casa.
Redação de Giovanna Tami Soares Takahashi

REDAÇÃO 03
“É mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito”. Com essa frase, Albert Einstein desvelou os entraves que
envolvem o combate às diversas formas de discriminação existentes na sociedade. Isso inclui a intolerância religiosa,
comportamento frequente que deve ser erradicado do Brasil.
Desde a colonização, o país sofre com imposições religiosas. Os padres jesuítas eram trazidos pelos portugueses para
catequizar os índios, e a religião que os nativos seguiam – a exaltação da natureza – era suprimida. Além disso, a população
africana que foi trazida como escrava também enfrentou fortes repressões ao tentar utilizar sua religião como forma de
manutenção cultural. É relevante notar que, ainda hoje, as religiões afro-brasileiras são os maiores alvos de discriminação, com
episódios de violência física e moral veiculados pelas mídias com grande frequência.
Concomitantemente, ainda que o Brasil tenha se tornado um Estado laico, com uma enorme diversidade religiosa devido à
grande miscigenação que o constituiu, o respeito pleno às diferentes escolhas de crença não é realidade. A palavra religião tem
sua origem em “religare”, que significa ligação, união em torno de um propósito; entretanto, ela tem sido causa de separação,
desunião. Mesmo que legislações, como a Constituição Federal e a Declaração Universal dos Direitos Humanos, já prevejam o
direito à liberdade de expressão religiosa, enquanto não houver amadurecimento social não haverá mudança.
Por tudo isso, é imprescindível que todos os segmentos sociais unam-se em prol do combate à intolerância religiosa no
Brasil. Assim, cumpre ao governo efetivar de maneira mais plena as leis existentes. Ademais, cabe às escolas e às famílias
educarem as crianças para que, desde cedo, aprendam que têm o direito de seguir suas escolhas, mas que devem ser tolerantes
53
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

e respeitar as crenças do outro, afinal, como disse Nelson Mandela, “a educação é a arma mais poderosa para mudar o mundo”.
Dessa forma, assim com a desintegração de um átomo tornou-se simples na atualidade, preconceitos poderão ser quebrados.
Redação de Tamyres dos Santos Vieira

REDAÇÃO 04
O Brasil foi formado pela união de diversas bases étnicas e culturais e, consequentemente, estão presentes em seu
território várias religiões. Entretanto, nem essa diversidade nem a liberdade religiosa garantida pela Constituição Cidadã faz com
que o país seja respeitoso com as diferentes crenças. Fazendo uma analogia com a filosofia kantiana, a intolerância existente
pode ser vista como o resultado de fatores inatos ao indivíduo com o que foi incorporado a partir das experiências vividas.
Em primeiro lugar, é notória a dificuldade que há no homem em aceitar o diferente, principalmente ao se tratar de algo tão
pessoal como a religião. Prova disso é a presença da não aceitação das crenças alheias em diferentes regiões e momentos
históricos, como no Império Romano antigo, com as perseguições aos cristãos, na Europa Medieval, com as Cruzadas e no atual
Oriente Médio, com os conflitos envolvendo o Estado Islâmico. Também pode-se comprovar a existência da intolerância religiosa
pela frase popular “religião não se discute”, que propõe ignorar a temática para evitar os conflitos evidentes ao se tratar do
assunto. Desse modo, nota-se que a intolerância não se restringe a um grupo específico e é, de certa forma, natural ao ser
humano, o que, porém, não significa que não pode o deve ser combatida.
Além da intolerância inata ao homem, há fatores externos que intensificam o problema. No cenário brasileiro, o processo
colonizador e seus legados, que perduram até hoje, são os principais agravantes desse preconceito. Desde a chegada dos
europeus no país, as religiões diferentes da oficial são discriminadas. Logo no início da colonização, o processo de catequização
dos nativos foi incentivado, o que demonstra o desrespeito com as religiões indígenas, e, décadas depois, com o início do tráfico
negreiro, houve também perseguição às religiões afro-brasileiras e a construção de uma imagem negativa acerca delas. Toda
essa mentalidade perpetuou-se no ideário coletivo brasileiro e, apesar dos avanços legais, faz com que essas religiões sejam as
mais afetadas pela intolerância atualmente.
É necessário, pois, que se reverta a mentalidade retrógrada e preconceituosa predominante no Brasil. Para tal, o Estado
deve veicular campanhas de conscientização, na TV e na internet, que informem a população sobre a diversidade religiosa do
país e a necessidade de respeitá-las. Essas campanhas também podem, para facilitar a detecção e o combate ao problema,
divulgar contatos para denúncia de casos de intolerância religiosa. Concomitantemente, é fundamental o papel da escola de
pregar a tolerância já que, segundo Immanuel Kant, “o homem é aquilo que a educação faz dele”. Portanto, a escola deve
promover palestras sobre as diferenças crenças do país, ministradas por especialistas na área ou por membros dessas religiões, a
fim de quebrar estereótipos preconceituosos e tornar os jovens mais tolerantes.
Redação de João Vitor Vasconcelos Ponte
Redação 05
Existem, atualmente, diversos conflitos religiosos no mundo, fato que pode ser exemplificado pelas ações do Estado
Islâmico, que utiliza uma visão radical do islamismo sunita. Nesse contexto, percebe-se que tal realidade de intolerância também
ocorre no Brasil, um país com dimensões continentais e grande diversidade religiosa. Assim, tornam-se progressivamente mais
comuns episódios de violência motivados pela religião, o que é contraditório, visto que o Brasil é laico e a Constituição de 1988
garante a liberdade de crença das diferentes manifestações culturais. Portanto, medidas que alterem essa situação devem ser
adotadas.
A globalização é um processo que tende à homogeneização, à cultura de massa. No entanto, ainda existem diversas
formas de expressão cultural e artística, assim como de manifestações religiosas. Dessa maneira, surge na população um
preconceito latente, que pode evoluir e motivar a prática de atos violentos pelo indivíduo. Essa situação pode ser considerada
reflexo da visão etnocêntrica de parte da sociedade, que considera seus costumes e crenças superiores aos hábitos dos demais.
A educação brasileira, que, na maioria das vezes, é altamente conservadora, agrava a questão.
Também é válido ressaltar que o aumento na eleição de políticos conservadores e que assumem uma postura radical na
defesa de suas ideologias dificulta a diminuição da intolerância religiosa no Brasil. A ausência de representantes das minorias
religiosas impede a implantação de políticas afirmativas e que garantam, de fato, a potencialização da tolerância e da igualdade
na manifestação das diversas crenças. Como, segundo Marilena Chauí, a democracia é baseada na igualdade, liberdade e
participação, percebe-se que a não participação de toda a sociedade na política, aliada à frágil liberdade religiosa, dificultam a
existência de um regime democrático pleno no Brasil.
Portanto, é necessária a criação de cotas, ação que deve ser feita pelo poder público, que garantam a presença de
representantes das diversas expressões religiosas na política, o que permitiria a aprovação de medidas afirmativas que reduziriam
a intolerância no Brasil. Além disso, é válida a implantação de espaços de discussão nas escolas, direcionadas aos pais e alunos,
sobre a diversidade de expressões culturais, o que conscientizaria os futuros cidadãos sobre a legitimidade de cada manifestação
religiosa e diminuiria a visão etnocêntrica presente nos indivíduos. Por fim, deve haver a criação de campanhas nas redes sociais,
realizadas pela sociedade civil, que amenizem o preconceito presente na população, o que conduziria a uma sociedade
progressivamente mais justa, igualitária e democrática.

Redação de Nathalia Couri Vieira Marques

54
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

BANCO DE PROPOSTAS DE REDAÇÃO

PROPOSTA DE REDAÇÃO 01

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Desafios da produção
de energia renovável no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
5 fontes de energia renovável utilizadas no Brasil
O setor industrial utiliza energia de diferentes maneiras. Todo produto em que confiamos, da gasolina até comida, prédios,
máquinas e dispositivos, consome energia para ser produzido. A utilização de energia na indústria afeta cada um dos cidadãos
diretamente através do custo de bens e serviços, a qualidade dos produtos manufaturados, a força da economia e a
disponibilidade de empregos.
As fontes de energia são qualificadas como não renováveis caso não possam ser reabastecidas em um curto período de
tempo. Já as fontes de energia renováveis podem ser reabastecidas naturalmente em um breve período.
Os principais tipos de energia limpa são:
. Solar, obtida do Sol.
. Eólica, gerada pelo Vento.
. Hidráulica, dos Rios e Correntes de Água Doce.
. Oceânica, mediante aproveitamento dos Mares e Oceanos.
. Biomassa, baseada na utilização de Matéria Orgânica.
A energia renovável tem um rol importante na redução das emissões de gases de efeito invernadouro. Quando são utilizadas
fontes de energia renovável, a demanda de combustíveis fósseis é reduzida, diferente dos combustíveis fósseis, as fontes de
energia renovável, sem ser a biomassa (hidráulica, eólica, oceânica e solar), não emitem diretamente gases de efeito
invernadouro.
Disponível em: http://blog.barbieridobrasil.com.br/5-fontes-de-energia-renovavel-utilizadas-no-brasil/

TEXTO II
Investimentos em energia renovável não avançam no Brasil

País sofre pressão da indústria para contratar novas usinas eólicas e solares, mas tem sobrecapacidade de geração.
Autoridades brasileiras têm enfrentado a difícil tarefa de dizer "não" a investidores globais ávidos por colocar bilhões de
dólares em projetos de energia renovável no país mesmo em meio a uma enorme recessão.
Principal mercado para renováveis na América Latina e um dos maiores do mundo, o Brasil sofre pressão da indústria de
energia para contratar novas usinas eólicas e solares, o que não acontece desde 2015.
Mas uma sobrecapacidade de geração e custos adicionais para tarifa decorrentes de eventuais novas contratações de usinas
geradoras exigem cautela, dizem especialistas do setor elétrico e autoridades.
O governo pretende primeiro "arrumar a casa" antes de retomar as contratações, o que tem passado pela criação de novas
regulamentações que permitem cancelar projetos problemáticos que não saíram do papel nos últimos anos e por estudos para
uma revisão da regulamentação do setor.
Disponível em: https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN19L2IK-OBRBS

TEXTO III

55
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 02

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Proteção ao meio
ambiente: entre o discurso e a prática”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione,
organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Não é apenas na semana do Meio Ambiente que falamos sobre Meio Ambiente. Nos últimos anos, um dos conceitos mais em
evidência é o Desenvolvimento Sustentável, aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de
as gerações futuras atenderem as suas próprias necessidades. A Sustentabilidade tem três pilares prioritários, sendo: ambiental,
social e econômica (planeta, pessoas e lucro). O grande dilema do desenvolvimento é preservar o meio ambiente e ainda garantir
o crescimento econômico.
Por isso, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que
irão vigorar de 2016 até 2030, apontam metas específicas referentes aos eixos da sustentabilidade. Dentre os 17 objetivos
propostos, destacam-se 4 que tratam de forma direta a Sustentabilidade Ambiental: que se refere à manutenção do meio
ambiente do planeta Terra, mantendo a qualidade de vida das pessoas. Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e
saneamento para todos (ODS6); Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos (ODS13);
Conservar e promover o uso sustentável dos oceanos, mares e recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável (ODS14);
Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater à
desertificação, bem como deter e reverter a degradação do solo e a perda de biodiversidade (ODS15).
Disponível em: http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/giro-sustentavel/meio-ambiente-do-discurso-a-pratica-urgente/

TEXTO II

TEXTO III

A incoerência entre o discurso e a prática

Vivemos uma incoerência constante entre o que falamos e o que de fato praticamos…. Criticamos as pessoas que não respeitam
seus semelhantes, o meio ambiente, seus clientes e ...e eu como trato o meio ambiente? Como eu trato meus clientes? Como eu
trato as pessoas ao meu redor?.... É muito fácil apontar as falhas alheias o difícil é encontrá-las dentro de nós...
Disponível em: http://www.administradores.com.br/artigos/cotidiano/?page=142&desktop=true

56
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 03
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A persistência do
trabalho escravo em discussão no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione,
organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

O trabalho forçado é um fenômeno global e dinâmico, que pode assumir diversas formas, incluindo a servidão por dívidas, o tráfico
de pessoas e outras formas de escravidão moderna. Ele está presente em todas as regiões do mundo e em todos os tipos de
economia, até mesmo nas de países desenvolvidos e em cadeias produtivas de grandes e modernas empresas atuantes no
mercado internacional. Acabar com o problema exige não só o comprometimento das autoridades dos governos, como também
um engajamento multifacetado de trabalhadores, empregadores, organismos internacionais e sociedade civil.
Disponível em: http://www.ilo.org/brasilia/temas/trabalho-escravo/lang--pt/index.htm

TEXTO II
O que é trabalho escravo

De acordo com o artigo 149 do Código Penal brasileiro, são elementos que caracterizam o trabalho análogo ao de escravo:
condições degradantes de trabalho (incompatíveis com a dignidade humana, caracterizadas pela violação de direitos
fundamentais coloquem em risco a saúde e a vida do trabalhador), jornada exaustiva (em que o trabalhador é submetido a esforço
excessivo ou sobrecarga de trabalho que acarreta a danos à sua saúde ou risco de vida), trabalho forçado (manter a pessoa no
serviço através de fraudes, isolamento geográfico, ameaças e violências físicas e psicológicas) e servidão por dívida (fazer o
trabalhador contrair ilegalmente um débito e prendê-lo a ele). Os elementos podem vir juntos ou isoladamente.
O termo “trabalho análogo ao de escravo” deriva do fato de que o trabalho escravo formal foi abolido pela Lei Áurea em 13
de maio de 1888. Até então, o Estado brasileiro tolerava a propriedade de uma pessoa por outra não mais reconhecida pela
legislação, o que se tornou ilegal após essa data.
Não é apenas a ausência de liberdade que faz um trabalhador escravo, mas sim de dignidade. Todo ser humano nasce igual em
direito à mesma dignidade. E, portanto, nascemos todos com os mesmos direitos fundamentais que, quando violados, nos
arrancam dessa condição e nos transformam em coisas, instrumentos descartáveis de trabalho. Quando um trabalhador mantém
sua liberdade, mas é excluído de condições mínimas de dignidade, temos também caracterizado trabalho escravo.
Disponível em: http://reporterbrasil.org.br/trabalho-escravo/

TEXTO III

Disponível em: http://entrenoticias.com.br/charge-trabalho-escravo-no-brasil/

57
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 04

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Tecnologia digital no
mercado de trabalho: um avanço ou uma preocupação? ”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
As novas tecnologias ameaçam substituir os próprios profissionais especializados. Os médicos poderão ser substituídos por
equipamentos que fazem diagnósticos e prescrevem a terapia. Os milhões de professores poderão ser trocados por alguns tutores
que ensinam multidões a distância. Os pesquisadores poderão sofrer a concorrência de sistemas digitais que realizam milhões de
experimentos até encontrar a resposta para a questão pesquisada. Ao lado dessas previsões catastróficas, muitos analistas
argumentam, porém, que os impactos positivos das inovações tecnológicas são demorados, mas vêm. Assim ocorreu com a
introdução da mecanização na agricultura, com o invento da máquina a vapor e com a entrada do motor elétrico e da telefonia na
indústria e nos serviços. Em todos os casos, o emprego cresceu e os salários subiram depois de certo tempo. Na verdade, o
mundo nunca assistiu a uma avalanche de desemprego e a uma deterioração dos salários em decorrência de inovações que
elevam a produtividade.
Disponível em: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,a-revolucao-digital-e-o-emprego-imp-,1580020

TEXTO II

Encontramo-nos na segunda metade da segunda década do segundo milênio na história registrada. Isso equivale a uma
enorme quantidade de segundos. E como o tempo voa. Mas também estamos experimentando muitas novidades. A revolução
digital mudou tudo. Como vivemos, nos comunicamos e interagimos com os nossos arredores e uns com os outros. Como nos
divertimos, como pensamos, como aprendemos e, acima de tudo, como trabalhamos. Mudanças radicais, cujo tamanho e impacto
provavelmente não foram testemunhados desde a Revolução Industrial.
Para as empresas e organizações de todos os setores, este é um momento de oportunidades sem precedentes, e como
sabemos, quando experimentamos a mudança, há uma necessidade explícita de novas aprendizagens. Para este fim, os
fornecedores de Aprendizagem e Desenvolvimento fornecem tal aprendizado da melhor maneira possível – abraçando o poder e o
valor da tecnologia. Além disso, esses fornecedores sabem muito bem que a tecnologia traz mais do que apenas soluções e
respostas a perguntas que as empresas já têm, mas também a problemas ainda não previstos. Tecnologia, claramente, é a
resposta.
Então, o que mudou na forma como trabalhamos?
Uma pesquisa recente realizada por uma gigante de hardware, a Dell, revela que o local de trabalho em si está sendo
redefinido. À medida que dependemos cada vez mais de novas tecnologias, tornamo-nos mais transitórios e fluidos em nossa
abordagem de como trabalhamos e, principalmente, para onde trabalhamos. O modo tradicional de trabalho baseado em mesa
ainda existe, com 43% das pessoas gastando mais da metade do seu tempo de trabalho em sua mesa. O tamanho deste grupo,
sem dúvidas, diminuirá nos próximos anos. Atualmente, pouco mais de metade desses funcionários baseados em desktops usam
um PC de mesa e smartphone para seu trabalho.
Disponível em:http://profissionalenegocios.com.br/como-revolucao-digital-esta-moldando-o-profissional-futuro/

TEXTO III

58
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 05

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija
texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O uso da Tecnologia na
infância e suas problemáticas”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Recomendações da Academia Americana de Pediatria

A Academia Americana de Pediatria sugeriu diretrizes de moderação para o uso de telas por crianças, orientando que a
exposição às telas aconteça somente após os dois anos de idade. E, mesmo após essa idade, a organização orienta que o tempo
máximo de uso não deve ultrapassar duas horas por dia. As recomendações para o uso por bebês, crianças pequenas e pré-
escolares são especialmente importantes, porque os efeitos da exposição às telas são potencialmente maiores nesse grupo.
Disponível em: (http://www.cartaeducacao.com.br/author/thais-paiva/)

TEXTO II

Parte dos estudiosos defende que é preciso ficar atento ao tempo dedicado ao uso desses dispositivos, pois a criança pode
perder oportunidades de participar de atividades lúdicas e artísticas. Outros são mais incisivos ao defenderem que a estimulação
cerebral causada pela exposição excessiva de tecnologias pode estar associada ao déficit de funcionamento executivo, a
prejuízos na aprendizagem e à capacidade de se autorregular, tanto nesta etapa quando ao longo da infância e adolescência.
Problemas como timidez, fobia social, distúrbios do sono e depressão também vêm sendo relacionados ao uso excessivo de
tecnologias na infância.
Segundo a maior parte dos estudos, os pais e cuidadores devem estar atentos à natureza dos sites utilizados pelas
crianças, especialmente evitando o acesso a ambientes que não sejam indicados para a faixa etária. Entre os problemas
levantados pelas pesquisas estão o risco de envolver-se com bullying virtual, interações sexualizadas, depressão causada por
redes sociais, e a exposição a conteúdos inapropriados.
Disponível em: Revista Pátio Infantil de julho/outubro 2009 - (pág. 32 a 35)

TEXTO III
Imposição de regras não funciona se os próprios pais exageram

Embora pareça difícil encontrar um ponto de equilíbrio entre o estilo de vida atual – cada vez mais marcado pelo uso de
novas tecnologias – e a regulação do uso de mídias eletrônicas, os pais devem estabelecer regras e trabalhar para que os
pequenos não acabem exagerando na hora de usar os dispositivos eletrônicos.
Para isso, a primeira coisa que os pais devem fazer é se perguntar se eles mesmos não estão usando smartphones,
tablets e computadores demais. Não adianta nada impor regras aos filhos e dar mau exemplo. Outro ponto é não estimular antes
do tempo as crianças a manipulares os equipamentos. O melhor é deixar que elas mesmas demonstrem interesse e só depois
disso os pais podem mostrar a elas como usar os aparelhos de forma correta.
Manter o diálogo e investir em atividades familiares é outra forma de ajudar os pequenos a não se tornarem dependentes
da tecnologia. Hoje as crianças ficam muito tempo diante das telas, e deixam de se dedicar a atividades importantes como
esportes, atividades culturais ou simplesmente uma conversa em família para ficar horas e hora assistindo à televisão ou jogando
no computador.
Disponível em: http://www.semprefamilia.com.br/uso-de-tecnologia-por-criancas-beneficio-ou-perda-da-infancia/

TEXTO IV

59
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 06

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O ensino técnico como
alternativa para entrada no mercado de trabalho. ”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
MEC lança programa de ensino técnico para estudantes do ensino médio

O ministro da Educação, Mendonça Filho, ao lado do presidente Michel Temer, anunciou hoje (20) o Médiotec. Trata-se de um
braço do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) destinado a ofertar formação técnica e
profissional a estudantes do ensino médio. Ao todo, serão ofertadas 82 mil vagas. O Mediotec antecipa as mudanças
estabelecidas na Medida Provisória 746/2016, que reforma a etapa de ensino. A formação é direcionada ao jovem do ensino
médio e faz parte do Pronatec, mas traz a dupla certificação: o estudante conclui tanto o nível médio como o nível técnico.
“O programa dá mais autonomia para que os jovens possam definir o seu futuro do ponto de vista educacional das escolas de
formação do nosso país”, diz Mendonça Filho. Destacou ainda que, no Brasil, 8,4% das matrículas do ensino médio estão
articuladas a cursos de formação técnica. A porcentagem está aquém de países europeus, onde cerca de 40% das matrículas
recebem essa formação.
“Temos que mudar essa realidade quando o jovem não tem acesso à formação técnica, mesmo que sonhe com o ensino
superior, a rigor está comprometendo a sua perspectiva de futuro”, disse. Com o programa, o MEC retoma o crescimento da oferta
de ensino técnico concomitante ao ensino médio. Em 2015, foram ofertadas 44 mil bolsas para estudantes do ensino médio. Em
2016, esse número caiu para 9,1 mil, segundo o ministério. "Vamos dobrar a oferta em relação a 2015 e aumentar em quase dez
vezes o que foi ofertado em 2016", diz Mendonça Filho.
Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2016-12/mec-lanca-programa-de-ensino-tecnico-para-estudantes-do-ensino-medio

TEXTO II
Curso técnico profissionalizante acelera a entrada no mercado de trabalho

Está mais do que provado que o curso técnico profissionalizante acelera a entrada no mercado de trabalho. Estas modalidades
educacionais de curta duração, além de oferecerem oportunidade para milhões de brasileiros, suprem uma demanda de mercado
cada vez mais crescente por profissionais qualificados e especializados.
Também refletem de forma positiva na remuneração. De acordo com pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da
Indústria (CNI) junto ao Ibope, 82% dos entrevistados concordam que os profissionais com certificado de qualificação técnica
apresentam salários maiores do que aqueles que não têm formação específica.
Sem dúvida, no atual momento de desenvolvimento do país, é fundamental gerar mão-de-obra de nível técnico qualificada. As
mudanças do cenário educacional brasileiro, que passou a olhar com mais carinho para este segmento, mostram que algumas
rotas foram corrigidas e que voltamos a navegar na direção correta, algo que, em um futuro próximo, trará benefícios para o
Brasil.
Disponível em: http://noticias.uol.com.br/opiniao/coluna/2014/06/08/curso-tecnico-profissionalizante-acelera-a-entrada-no-mercado-de-trabalho.htm

TEXTO III

60
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 07

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Cidadania e Justiça:
proteção integral a juventude brasileira”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione,
organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
Direitos da juventude

Às vésperas de completar 25 anos de existência, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) vê-se em rota de colisão com
a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de número 171, que trata da redução da maioridade penal. Em meio ao debate
nacional sobre a aceitação da medida, aprovada em primeiro turno de votações pela Câmara Federal, o Portal Brasil ouviu
representantes dos poderes Legislativo e Judiciário no intuito de avaliar as perspectivas da juventude brasileira, caso o marco
etário penal consagrado pela Constituição de 1988 seja reduzido para 16 anos.
A doutora Geny Helena Marques é membro-auxiliar do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Na avaliação dela, o
texto votado e aprovado pela Câmara em 2 de julho “vai de encontro a todos os princípios constitucionais de proteção à criança e
ao adolescente”.
“Ela (PEC 171/93) constitui uma violação grave ao princípio do não-retrocesso social, do não-retrocesso constitucional”,
advertiu Helena. “A fixação da maioridade penal em 18 anos é uma cláusula pétrea e representa uma garantia ao direito do
adolescente”, concluiu.
Fonte: Por Portal Brasil, publicado: 10/07/2015 17h11

TEXTO II

TEXTO III
Art. 227 da Constituição Federal de 88
Constituição Federal de 1988

Art. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade,
o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade
e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração,
violência, crueldade e opressão. (Redação dada Pela Emenda Constitucional nº 65, de 2010).

TEXTO IV
O Direito novo do art. 227
Por Isabella Henriques e Pedro Hartung

Inaugurando a Doutrina de Proteção Integral da criança, o artigo 227 definiu com clareza que todos os direitos da criança não
deveriam ser apenas assegurados, como acontece com qualquer outro direito constitucional. Algo de novo e transformador
consolidou-se nas linhas do texto constitucional, determinando às crianças brasileiras um novo status e, portanto, um novo direito.
Em uma junção única de palavras, inexistente em qualquer outro lugar na Constituição, consolidava-se, há 25 anos atrás, o direito
da criança à Prioridade Absoluta.Dentro do sistema de normas da Constituição Federal, não há nenhuma outra determinação tão
forte e expressa no sentido da proteção de direitos. O art. 227 coloca a criança como foco central de todas as preocupações
constitucionais, determinando, ao menos no plano deontológico, que seus direitos e interesses devem ser observados em 1o
lugar, antes de qualquer outro interesse ou preocupação. Detalhando a norma, o ECA em seu art. 4o define que tal absoluta
prioridade compreende, dentre outros, a destinação de recursos públicos, a formulação e execução das políticas sociais públicas,
o atendimento nos serviços públicos ou de relevância pública e o recebimento de proteção e socorro em quaisquer circunstâncias.
No entanto, esse dever de garantir à criança Prioridade Absoluta não se restringe apenas à esfera de atuação e dos processos
decisórios do Estado e de seus governantes. Segundo o mesmo artigo, todos nós – famílias e indivíduos na sociedade –, temos o
dever de participarmos na realização desse objetivo, fazendo cada um a sua parte.

61
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 08

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Os efeitos na
sociedade dos erros cometidos pelo Poder Judiciário”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
Justiça

A Justiça tarda mas não falta”, reza o ditado popular. Ou melhor, rezava. Hoje, os brasileiros sabem que só a primeira metade
desse ditado continua verdadeira. No Brasil, a Justiça tarda tanto que muitas vezes não chega. O resultado é a impunidade, que
dá aos piores bandidos o salvo-conduto para continuar a praticar homicídios, sequestros e estupros. Apenas 0,2% dos crimes
cometidos chegam à condenação e prisão dos culpados. E os bandidos são os mais bem informados de que é mais fácil ganhar
num jogo de bingo do que receber a justa punição por um crime cometido. A Justiça tarda tanto que muitos crimes prescrevem
antes que o processo chegue ao final, premiando o réu com uma providencial extinção da pena. E, quando um processo criminal
cumpre inteiramente o longo percurso de julgamentos e recursos até chegar à sentença final, quase dez anos terão se passado.
Quando o bandido tem um bom advogado, é praticamente certo que gozará esse tempo fora da cadeia – livre inclusive para
cometer outros crimes. Em muitos casos, a pena prescreve. O resultado disso é o pior possível: o total descrédito da população
pelo sistema judiciário. A parcela de brasileiros que batem à porta do Judiciário com esperança de ver um erro reparado é ínfima.
No último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 1990, apenas 4% dos brasileiros haviam
procurado a polícia e a Justiça para garantir seus direitos. Desses, a grande maioria o havia feito apenas para cumprir as
exigências das companhias de seguros, como acontece nos casos de roubos de automóveis. E nisso está uma das principais
fontes de violência na sociedade, pois muita gente prefere “fazer justiça” com as próprias mãos. Os efeitos econômicos da
ineficiência da Justiça também são terríveis. Em 1996, uma pesquisa do Banco Nacional de Desenvolvimento mostrou que a
ineficiência do Judiciário custa, anualmente, o equivalente a 15% do Produto Interno Bruto.
Fonte: http://super.abril.com.br/ciencia/justica/

TEXTO II

TEXTO III
Pesquisas independentes, no entanto, mostram a gravidade das prisões injustas no Brasil. Em 2013, só no Rio, 772 foram presos,
supostamente em flagrante, para depois serem absolvidos. O levantamento foi realizado pelo Instituto Sou da Paz em parceria
com o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC), da Universidade Cândido Mendes. O número, que inclui pessoas
inocentadas e liberadas por falta de provas, corresponde a cerca de 10% dos 7.734 flagrantes na cidade durante o ano.
— Isso mostra a triste realidade do sistema de Justiça criminal no Brasil — critica Ivan Marques, diretor do Instituto Sou da Paz: —
Nossos juízes e policiais têm uma ânsia de encarcerar as pessoas. Os erros cometidos não são poucos. Há casos de gente presa
provisoriamente por mais de cem dias e que depois é absolvida. É um absurdo do ponto de vista público, pelo valor gasto pelo
Estado em prisões, e um fracasso do ponto de vista humano.

62
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 09

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Os efeitos do Marco
Civil da Internet no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
Leis que garantem punição para crimes na internet são sancionadas
As novas regras alteram o Código Penal para definir os crimes cibernéticos e instituir as respectivas penas
Apelidada de Lei Carolina Dieckmann, a Lei dos Crimes Cibernéticos (12.737/2012) tipifica como crimes infrações
relacionadas ao meio eletrônico, como invadir computadores, violar dados de usuários ou "derrubar" sites. O projeto que deu
origem à lei (PLC 35/2012) foi elaborado na época em que fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann foram copiadas de seu
computador e espalhadas pela rede mundial de computadores. O texto era reivindicado pelo sistema financeiro, dada a
quantidade de golpes aplicados pela internet.
Os crimes menos graves, como “invasão de dispositivo informático”, podem ser punidos com prisão de três meses a um ano, além
de multa.
Condutas mais danosas, como obter, pela invasão, conteúdo de “comunicações eletrônicas privadas, segredos
comerciais ou industriais, informações sigilosas” podem ter pena de seis meses a dois anos de prisão, além de multa. O mesmo
ocorre se o delito envolver a divulgação, comercialização ou transmissão a terceiros, por meio de venda ou repasse gratuito, do
material obtido com a invasão.
A lei prevê ainda o aumento das penas de um sexto a um terço se a invasão causar prejuízo econômico e de um a dois
terços “se houver divulgação, comercialização ou transmissão a terceiro, a qualquer título, dos dados ou informações obtidos”. As
penas também poderão ser aumentadas de um terço à metade se o crime for praticado contra o presidente da República,
presidentes do Supremo Tribunal Federal, da Câmara, do Senado, de assembleias e câmaras legislativas, de câmaras municipais
ou dirigentes máximos “da administração direta e indireta federal, estadual, municipal ou do Distrito Federal”.
Disponível em: http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2012/12/leis-que-garantem-punicao-para-crimes-na-internet-sao-sancionadas

TEXTO II
Quando a liberdade de expressão na internet vira crime
Cometer um crime digital não é exclusividade de hackers mal-intencionados, pedófilos ou estelionatários.
O Brasil é um dos líderes mundiais em número de usuários no Facebook, Twitter e YouTube, e o comportamento
das pessoas nessas redes sociais nem sempre é pacífico. Segundo especialistas em direito digital, discussões acaloradas são
perfeitamente normais, mas o mundo virtual também tem suas leis, e elas são bem concretas.
"Não podemos confundir liberdade de expressão nas redes sociais com irresponsabilidade, senão torna-se abuso de
direito", alerta a advogada Patrícia Peck Pinheiro, especialista em direito digital. "O que mais prejudica a liberdade de todos é o
abuso de alguns, a ofensa covarde e anônima, isso não é democracia."
O cyberbullying – ofensa, discriminação ou ameaça digital – leva a indenizações que variam de 10 e 30 mil reais. Se o
ofensor for menor de idade, são aplicadas medidas socioeducativas com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Quem compartilha calúnias e mensagens de ódio nas redes sociais ou re-encaminha vídeos íntimos no Whatsapp, por exemplo,
também pode estar sujeito a punição.
Na opinião de Peck, a falta de educação e a impunidade contribuem para os excessos na internet. "Sem educação em
ética e leis, corremos o risco de a liberdade de expressão e o anonimato digital se tornarem verdadeiros entraves na evolução da
sociedade digital, pois torna o ambiente da internet selvagem e inseguro", observa.
Os crimes contra honra na internet são combatidos com leis já existentes, como a própria Constituição, o Código Civil e o
Código Penal. Já a Lei do Marco Civil da Internet acabou justamente por contribuir para o aumento dos crimes digitais, afirma
Peck. Segundo ela, o texto dificulta as investigações por exigir o despacho de ordens judiciais. "Isso elimina o 'flagrante online',
essencial para combater crimes como cyberterrorismo, pornografia infantil e tráfico de entorpecentes", diz.
Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/quando-a-liberdade-de-expressao-na-internet-vira-crime-5909.html

TEXTO III

63
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 10

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Os efeitos do
ciberativismo como ferramenta de protesto”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

TEXTO II
O poder do Ciberativismo nas manifestações

Manifestantes afirmam o poder do ciberativismo, pois, as pessoas que estão em casa vendo televisão, escutando rádio, ou até
mesmo navegando na internet tem em mãos o poder enorme da comunicação e em segundo o que é postado chega ao
conhecimento de quem está nas ruas, é uma ferramenta extremamente poderosa, que unida a outros meios torna a organização
de protestos muito mais eficazes e rápidos.
Atualmente os dispositivos são as armas da mobilização, smartphones, câmeras digitais, tudo isso unido ao acesso à internet,
permitindo a comunicação instantânea entre os participantes das manifestações sociais. Os ativistas da web carregam o
anonimato e a pluralização dos seus componentes.
Disponível em: http://www.informepe.com/2013/06/o-poder-do-ciberativismo-nas-manifestacoes/

TEXTO III
Ciberativismo: espaço consolidado de expressão popular

O ciberativismo tem modificado a forma como discutimos política permitindo que a própria população mude o conceito de
democracia. O que antes era discutido apenas pela esfera privada passa a ser discutido pela própria população. As pessoas têm
utilizado as redes sociais para produzir conteúdo e discutir questões relevantes para a transformação do cenário político do país.
Segundo o “Democracy Index 2014” (Índice de Democracia 2014), o Brasil foi considerado o 44º país mais democrático do
mundo entre 165 nações e 2 territórios pesquisados. O levantamento mostra que ainda existe um baixo índice de participação
política no país, porém com o crescimento de pessoas que acessam a internet essa realidade está sendo modificada, pois a
população tem encontrado nas redes sociais um espaço de participação política ativa.
Líderes de movimentos sociais têm identificado nos ciberespaços um ambiente propício para a troca de informações, utilizando
esse meio para discutir questões relevantes para a sociedade. As manifestações que pediam o impeachment da presidente Dilma
(PT) foram organizadas através das redes sociais. Líderes de movimentos sociais como o “Vem Pra Rua” conseguiram reunir
várias pessoas através de convocações nas redes sociais em favor do impeachment de Dilma entre 2015 e 2016.
Disponível em: http://jornalgrandecircular.com/destaque/ciberativismo-espaco-consolidado-de-expressao-popular/

64
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 11
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Caminhos para evitar
que a população faça justiça com as próprias mãos”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

TEXTO II

Justiça com as próprias mãos: uma realidade cotidiana

As manifestações coletivas de violência, que têm como objetivo vingar um crime, acontecem mais em lugares onde o Estado
está presente de forma precária - ou quando, de alguma forma, a população considera que as instituições de justiça sejam frágeis
e incapazes de resolver seus problemas. Esse tipo de crime acontece mais em contextos dominados pelo medo, onde as
pessoas se sentem desprotegidas, e onde paira a sensação de impunidade.
O sociólogo e criminólogo Eduardo Paes Machado, pesquisador da Universidade Federal da Bahia, acredita que os
linchamentos se apresentam como uma forma de participação social negativa. “As pessoas agem com violência porque acham
que assim estão promovendo a segurança de grupos sociais. É a vulnerabilidade das vítimas dos crimes que faz com que eles se
disponham a escrever no corpo dos outros a violência”, diz.
Para Machado, esse tipo de crime é um atestado de falência das instituições que deveriam mediar e regular esses tipos de
conflito social.
Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/explicado/2016/03/15/Justiça-com-as-próprias-mãos-uma-realidade-cotidiana

TEXTO III

65
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 12
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema ““A violência na escola
em questão no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione,
de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Para entender o fenômeno da violência nas escolas, é preciso levar em conta fatores externos e internos à instituição de
ensino. No aspecto externo, influem as questões de gênero, as relações raciais, os meios de comunicação e o espaço social no
qual a escola está inserida. Entre os fatores internos, deve-se levar em consideração a idade e a série ou o nível de escolaridade
dos estudantes, as regras e a disciplina dos projetos pedagógicos das escolas, assim como o impacto do sistema de punições e o
comportamento dos professores em relação aos alunos (e vice-versa) e a prática educacional em geral.
Diante do que se passa, uma das identidades mais comprometidas é a da escola – lugar de sociabilidade positiva, de
aprendizagem de valores éticos e de formação de espíritos críticos, pautados no diálogo, no reconhecimento da diversidade e na
herança civilizatória do conhecimento acumulado. Essas situações repercutem sobre a aprendizagem e a qualidade de ensino
tanto para alunos quanto para professores.
Disponível em http://www.unicef.org/brazil/pt/Cap_02.pdf. Adaptado .

TEXTO II

Brasil é #1 no ranking da violência contra professores: entenda os dados e o que se sabe sobre o tema
Caso de professora em Santa Catarina reabriu debate sobre agressões em sala de aula. Dados mais recentes da OCDE colocam Brasil com
pior índice no mundo.
Por Luiza Tenente e Vanessa Fajardo, G1
O soco desferido por um aluno contra o rosto de Marcia Friggi reabriu o debate sobre a violência contra os professores em sala de aula.
Entretanto, o retrato da violência contra os docentes deixa o Brasil fora de foco. Os dados globais mais recentes colocam o país como o mais
violento contra esses profissionais. Além disso, estudiosos do tema apontam que faltam levantamentos internos que promovam o diagnóstico do
problema.
Uma pesquisa feita em 2015 pelo Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp) apontou que 44% dos docentes que
atuavam no estado disseram já ter sofrido algum tipo de agressão. Entre as agressões que 84% dos professores afirmam já ter presenciado, 74%
falam em agressão verbal, 60% em bullying, 53% em vandalismo e 52% em agressão física.
Para a socióloga Miriam Abramovay, especialista em violências nas escolas e juventudes, é significativo a falta de dados sobre o tema.
"Praticamente nunca foi feito nenhuma pesquisa específica só com os professores. Isso mostra que o tema não é prioritário, como se a violência
não tivesse impacto no ensino, no aprendizado e no cotidiano da escola", afirma.
Disponível em: https://g1.globo.com/educacao/noticia/brasil-e-1-no-ranking-da-violencia-contra-professores-entenda-os-dados-e-o-que-se-sabe-sobre-o-tema.ghtml

TEXTO III

66
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 13
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A importância do
reconhecimento da diversidade de culturas para a formação da sociedade brasileira”, apresentando proposta de
intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos
para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Cultura Brasileira: da diversidade à desigualdade


... A cultura diz respeito a um conjunto de hábitos, comportamentos, valores morais, crenças e símbolos, dentre outros
aspectos mais gerais, como forma de organização social, política e econômica que caracterizam uma sociedade. Além disso, os
processos históricos são em grande parte responsáveis pelas diferenças culturais, embora não sejam os únicos fatores a se
considerar. Isso nos permite afirmar que não existem culturas superiores ou inferiores, mas sim diferentes, com processos
históricos também diversos, os quais proporcionaram organizações sociais com determinadas peculiaridades. ... Certamente, ela
possui suas particularidades quando comparada ao restante do mundo, principalmente quando nos debruçamos sobre um
passado marcado pela miscigenação racial entre índios, europeus e africanos.
Ainda hoje há quem possa acreditar que nossa mistura étnica tenha promovido uma democracia racial ao longo dos
séculos, com maior liberdade, respeito e harmonia entre as pessoas de origens, etnias e cores diferentes. Contudo, essa visão
pode esconder algumas armadilhas. Nas ciências sociais brasileiras não são poucos os autores que já apontaram a questão da
falsidade dessa democracia racial, apontando para a existência de um racismo velado, implícito, muitas vezes, nas relações
sociais.

TEXTO II

TEXTO II
CONSTITUIÇÃO FEDERATVA DO BRASIL
Capítulo III
Da Educação, da Cultura e do Desporto
Seção II
Da Cultura
Art. 215. O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e
incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais.
§ 1º O Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afro-brasileiras, e das de outros grupos
participantes do processo civilizatório nacional.
§ 2º A lei disporá sobre a fixação de datas comemorativas de alta significação para os diferentes segmentos étnicos nacionais.
§ 3º A lei estabelecerá o Plano Nacional de Cultura, de duração plurianual, visando ao desenvolvimento cultural do País e à
integração das ações do poder público que conduzem à:
I - defesa e valorização do patrimônio cultural brasileiro;
II - produção, promoção e difusão de bens culturais;
III - formação de pessoal qualificado para a gestão da cultura em suas múltiplas dimensões;
IV - democratização do acesso aos bens de cultura;
Disponível em:https://www.senado.gov.br/atividade/const/con1988/con1988_04.10.2017/art_215_.asp

67
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 14
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Alternativas para a
preservação do patrimônio histórico-cultural brasileiro”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

A preservação do patrimônio histórico cultural como instrumento de desenvolvimento econômico

Por Rainer Sousa

É claro que, da mesma forma que a cultura usada como estratégia de mercado, priorizando questões econômicas a cerca da
preservação do patrimônio histórico cultural, pode ser também uma grande aliada na conservação de prédios e monumentos
históricos. Entretanto, a preservação deve ter, além do caráter estilístico, embelezador, uma preocupação social com a população
tradicional do lugar, que na maioria das vezes é retirada do local para que o lugar se transforme num lugar de lazer para o
incremento do turismo, e acabam sendo expulsas sem o menor apoio do Estado, seja através de políticas públicas que visem o
compromisso social dos tombamentos, ou por um planejamento urbano que não leve essa população a uma pobreza maior. É
importante que as práticas de tombamentos e preservação do patrimônio andem juntas com o planejamento urbano, e que
principalmente, a população local seja incluída nesse processo, visando à melhoria da qualidade de vida urbana.
Hoje o modelo de planejamento urbano, voltou-se para a remodelação das cidades a partir da preservação do patrimônio
histórico como forma de adequá-las ao mercado, à produção e consumo, e como forma de atrair mais investimentos e capitais das
grandes empresas nacionais e internacionais, como é o caso das grandes redes internacionais de hotéis. Na realidade, a
“preocupação” do Estado em preservar o patrimônio histórico está muito mais ligada aos interesses capitalistas e de legitimação
do próprio Estado, que ao investir em grandes obras de recuperação e revitalização do patrimônio histórico, fortalece a sua base
social; do que na simples e pura valorização da cultura e do fortalecimento da identidade local.
Disponível em: http://www.revistaturismo.com.br/artigos/patrimoniocultural.html

TEXTO II

TEXTO II
O papel de cada um na preservação do patrimônio cultural

Equacionar a proteção do patrimônio cultural e a expansão urbana é um desafio não só do poder público responsável pela
gestão das cidades, mas também dos cidadãos, principais guardiães e interessados no desenvolvimento do seu habitat com
qualidade sustentável. De um lado, os poderes legislativo e executivo devem estabelecer uma ligação entre as políticas de uso e
ocupação dos solos com a política de proteção do patrimônio cultural, na qual se estabelece os meios e mecanismos de proteção
do acervo cultural, garantindo a eficácia no cumprimento do que é determinado em lei. A comunidade, por sua vez, deve se
responsabilizar pela guarda e difusão deste acervo, entendendo-o como parte inerente de sua própria história.
Apenas uma gestão integrada com os principais atores desempenhando suas funções adequadamente poderá garantir melhor
qualidade e controle na construção e manutenção do habitat do século 21.
Disponível: http://estadodeminas.lugarcerto.com.br/app/noticia/colunas/o3l-arquitetura/2013/04/09/interna_o3larquitetura,47129/o-papel-de-cada-um-na-preservacao-do-patrimonio-cultural.shtml

68
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 15
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Trânsito: uma questão
de segurança e educação”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
A sociedade brasileira e os conflitos no trânsito

O trânsito nas grandes cidades tem crescido de modo descontrolado nas últimas décadas, fazendo com que o tempo gasto
pelas pessoas dentro do carro torne-se, às vezes, insuportável. Uma das piores consequências disso é o aumento da violência
provocada por motoristas: são atitudes de desrespeito ora com o pedestre, ora com os outros condutores. Muitas vezes, o
carro é usado como arma nessa luta urbana em que se transformou a difícil convivência entre estressados. São inúmeras as
campanhas para incentivar a direção segura, mas, mesmo assim, casos impressionantes de violência no trânsito, incluindo
muitas mortes, continuam sendo divulgados pela mídia, todos os dias.
Disponível em:http://educacao.uol.com.br/

TEXTO II
Trânsito brasileiro mata mais que guerra na Síria

Num período de quase quatro anos os conflitos na Síria resultaram, até aqui, na morte de 202.354 pessoas. A epidemia
permanente, na barbárie do trânsito brasileiro, pela imprudência em rodovias e vias urbanas, produziu, nos últimos cinco anos,
uma média de 45 mil vítimas fatais/ano. Ou seja: mais óbitos do que na guerra da Síria.
Segundo a ABRAMET, no ano de 2012, a violência no trânsito ceifou a vida de 44 mil pessoas no Brasil, o que
representa, em média, 122 óbitos/dia. O Denatran, por sua vez, revela que chegou a 46 mil o número total de óbitos naquele
mesmo ano. Conforme a ABRAMET seis de cada dez leitos nas UTIs dos hospitais brasileiros são ocupados por vítimas de
acidentes de trânsito. Foram gastos, no ano de 2012, o montante de R$ 216 milhões com a internação das vítimas.
Por sua vez, segundo dados do DPVAT, cresceu 25%, em 2013, o número de indenizações pagas em acidentes de
trajeto, em relação ao ano anterior. As indenizações totalizaram R$ 3,2 bilhões, num universo de 633.845, sendo 70% por casos
de invalidez, onde 71% das ocorrências envolveram acidentes com motos. Ou seja, a guerra do trânsito brasileiro vem produzindo
progressivamente uma legião de inválidos, numa faixa etária de maior incidência entre 18 e 34 anos.
Disponível em: http://portaldotransito.com.br/opiniao/transito-e-a-sociedade/transito-brasileiro-mata-mais-que-guerra-na-siria/

TEXTO III

69
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 16
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Novas alternativas para
um trânsito mais eficaz: o choque entre o tradicional e o moderno”, apresentando proposta de intervenção que respeite os
direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de
vista.

TEXTO I
Transporte público piora na avaliação dos usuários, segundo pesquisa da CNI

Aumentou a quantidade de brasileiros que consideram o transporte público ruim ou péssimo. Em 2011, eram 28% do total. Na
pesquisa atual, passou para 36%. Mais da metade dos moradores das regiões Norte e Centro-Oeste (51%) classificaram como
ruim ou péssimo. Em seguida, aparecem as regiões Sudeste (36%), Nordeste (34%) e Sul (28%). A piora na avaliação ocorreu
principalmente no Sudeste. O número dos que consideram o transporte público como bom ou ótimo caiu de 41% para 21%.
De acordo com os entrevistados, os problemas de capilaridade e frequência são os que mais os desanimam para utilizar mais
vezes o transporte público – 26% apontaram como principal motivo. Em seguida apontam a lentidão (24%), o preço (10%) e o fato
de serem desconfortáveis (8%).
Disponível em: http://blogs.diariodepernambuco.com.br/mobilidadeurbana/tag/transporte-publico-2/

TEXTO II

TEXTO III

Novamente a tecnologia criou um rebuliço em antigas relações comerciais. O que era padrão, que tinha sua proteção garantida
pelas entidades políticas e a própria confiança da população, enraizado no corporativismo, começou a ter sua estabilidade
abalada: os taxistas tem passados poucas e boas devido aos passageiros terem usado mais o transporte individual de carro pelo
aplicativo Uber do que chamado um carro pelo rádio táxi ou no ponto de táxi da esquina.
A comodidade daqueles que precisam deste tipo de serviço, uma vez que os taxi estão cada dia custando mais caros e com
esta crise os usuários de taxi acabam por optar um sistema de mais barato de transporte em comparação com os taxis e tanto
quanto mais confortáveis; O contato é fácil e prático, bastando apenas baixar o aplicativo; A confiabilidade no aplicativo no sentido
de segurança para os usuários, que o tal motorista é uma pessoa de bem. Presume-se que os criadores deste aplicativo tenha
pensando em algo que exija dos motoristas cadastrados e dos usuários algo que comprove sua inidoneidade moral e civil; O baixo
custo das corridas e agilidade no atendimento.
Disponível em: http://vilmarbro.com.br/as-vantagens-e-desvantagens-do-uber/

70
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 17
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “ Os desafios da saúde
pública no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de
forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
A melhoria da saúde pública é um desses grandes desafios que o Brasil precisa vencer, principalmente quando
avaliamos o Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, não podemos negar que a recente polêmica em torno da vinda de
médicos estrangeiros para o país reacendeu a discussão.
Historicamente, a Constituição Federal de 1988 instituiu o SUS, que tem sua origem no movimento conhecido como
Revolução Sanitária, nascido nos meios acadêmicos na década de 1970. A implantação do Sistema foi de grande valia no setor
da saúde do brasileiro, porém, hoje, sabe-se que esse Sistema não funciona essencialmente conforme seus princípios: saúde
como direito de todos, pregando pela Universalidade, Equidade e Integralidade da atenção à saúde da população brasileira.
Para garantir saúde pública de qualidade a toda população, o Brasil ainda precisa percorrer um longo caminho. A falta de
médicos em regiões afastadas em contraponto à intensa concentração nas grandes cidades, a ausência de estrutura nos hospitais
da rede pública, além da dificuldade em conseguir atendimento no SUS são apenas alguns dos inúmeros problemas que atingem
os brasileiros que tentam utilizar a saúde pública diariamente.
Disponível em: http://www.joaquimnabuco.edu.br/artigo/exibir/cid/10/nid/619/fid/1 -

TEXTO II
Gestão e financiamento são alguns dos principais problemas do SUS, segundo especialistas; proposta de iniciativa
popular em tramitação na Câmara destina pelo menos 10% das receitas correntes brutas para a saúde, o que teria representado
R$ 41 bilhões a mais em 2014.
Saúde é uma das principais preocupações do brasileiro e também um dos maiores desafios dos governantes. Em um
levantamento do Ministério da Saúde para atestar a qualidade do Sistema Único de Saúde (SUS), a média nacional ficou em 5,5,
em uma escala de 0 a 10. O sistema de saúde pública que tem a pretensão de atender a todos os brasileiros, sem distinção,
apresenta falhas em seus principais programas. A consequência dessas falhas são hospitais lotados. Dados do Tribunal de
Contas da União (TCU) indicam que 64% dos hospitais estão sempre com superlotação. Apenas 6% nunca estão cheios. Outro
problema nacional é a mão de obra. Não só faltam médicos no interior, mas também estrutura para o atendimento e oportunidades
para a capacitação dos profissionais.
Disponível em: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/SAUDE/480185-SAUDE-PUBLICA-NO-BRASIL-AINDA-SOFRE-COM-RECURSOS-INSUFICIENTES.html

TEXTO III

Art. 2º A saúde é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu
pleno exercício.
§ 1º O dever do Estado de garantir a saúde consiste na formulação e execução de políticas econômicas e sociais que visem à
redução de riscos de doenças e de outros agravos e no estabelecimento de condições que assegurem acesso universal e
igualitário às ações e aos serviços para a sua promoção, proteção e recuperação.
§ 2º O dever do Estado não exclui o das pessoas, da família, das empresas e da sociedade.
Art. 3o Os níveis de saúde expressam a organização social e econômica do País, tendo a saúde como determinantes e
condicionantes, entre outros, a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação,
a atividade física, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais.
Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8080.htm

TEXTO IV

71
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 18
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
NO BRASIL: UM ATO DE SOLIDARIEDADEl”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
Recusa de famílias para doação de órgãos ainda é um entrave para transplantes

Este ano, até agosto, foram realizadas 129 doações de órgãos (coração, fígado, rim e pâncreas) em Pernambuco, o que
corresponde a um acréscimo de 35% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 94 doações. Mas
esse número poderia ser bem maior se a taxa de recusa (um dos principais entraves para a efetivação dos transplantes) não fosse
tão alta no Estado. A taxa, até agosto, foi de 46% – das 238 famílias entrevistadas sobre a possibilidade de autorizarem a doação,
109 disseram ‘não’ ao procedimento, mesmo após a morte encefálica dos parentes.
Disponível em: http://blogs.ne10.uol.com.br/casasaudavel/2017/09/27/recusa-de-familias-para-doacao-de-orgaos-ainda-e-um-entrave-para-transplantes/

TEXTO II

Dia Nacional da Doação de Órgãos alerta sobre importância da iniciativa que salva vidas

Um ato simples, mas que significa muito para quem precisa. No dia 27 de setembro é celebrado o Dia Nacional da Doação
de Órgãos, data que pretende conscientizar a sociedade sobre a importância da iniciativa. Basta apenas a decisão de informar à
família sobre o desejo de salvar vidas. “É importante informar a família sobre a decisão, manifestando claramente esse desejo.
Além disso, é essencial que sejam realizadas campanhas de conscientização de forma continuada”, explica o hepatologista
Cláudio Lacerda, chefe do programa de transplante de fígado do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), em parceria com o
Hospital Jayme da Fonte, referência na realização de transplantes hepáticos e na cirurgia de captação de múltiplos órgãos.
Disponível em: http://blogs.ne10.uol.com.br/casasaudavel/2015/09/23/dia-nacional-da-doacao-de-orgaos-alerta-sobre-importancia-da-iniciativa-que-salva-vidas/

TEXTO III

TEXTO IV

72
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 19
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Alternativas para
inclusão social dos portadores de necessidades especiais”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

LEI Nº 13.146, DE 6 DE JULHO DE 2015.

Art. 1º. É instituída a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência),
destinada a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por
pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania .
Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm

TEXTO II
Nível de instrução das pessoas com deficiência

Disponível em: http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/node/763

TEXTO III

Disponível em: http:/www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/10/1825694-falta-de-acessibilidade-e-maior-entrave-para-contratar-pessoa-com-deficiencia.shtml

73
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 20
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Os desafios para a
efetiva inclusão social das minorias no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

INCLUSÃO SOCIAL

É difícil pensarmos que pessoas são excluídas do meio social em razão das características físicas que possuem, como cor
da pele, cor dos olhos, altura, peso e formação física. Já nascemos com essas características e não podemos ser culpados por tê-
las. A inclusão está ligada a todas as pessoas que não têm as mesmas oportunidades dentro da sociedade. Mas os excluídos
socialmente são também os que não possuem condições financeiras dentro dos padrões impostos pela sociedade, além dos
idosos, os negros e os portadores de deficiências físicas, como cadeirantes, deficientes visuais, auditivos e mentais. Existem as
leis específicas para cada área, como a das cotas de vagas nas universidades, em relação aos negros, e as que tratam da
inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.
O mundo sempre esteve fechado para mudanças, em relação a essas pessoas, porém, a partir de 1981, a ONU
(Organização das Nações Unidas) criou um decreto tornando tal ano como o Ano Internacional das Pessoas Portadoras de
Deficiências (AIPPD), época em que se passou a perceber que as pessoas portadoras de alguma necessidade especial eram
também merecedoras dos mesmos direitos que os outros cidadãos.
Disponível em: http://brasilescola.uol.com.br/educacao/inclusao-social.htm

TEXTO II
O termo “minorias” é usado de forma genérica para fazer referência a grupos sociais específicos que são entendidos como
integrantes de uma menor parte da população, diferenciados por suas características étnicas, religiosas, cor de pele, país de
origem, situação econômica, entre outros. As minorias estão geralmente associadas a condições sociais mais frágeis. Um
exemplo claro disso são os indígenas, que permanecem em situações de risco no confronto com grileiros, madeireiros ilegais ou
fazendeiros que desmatam florestas ilegalmente.
A precária representação institucional é o principal problema que afeta os grupos minoritários. O sistema representativo
instituído em nosso país favorece os grandes grupos, que se organizam para conseguir dar poder a um representante político que
atenda às suas necessidades imediatas. Diante desse sistema, as minorias acabam sendo representadas de forma secundária ou
de forma alguma. É pertinente, entretanto, ressaltarmos que não são todas as minorias que sofrem com o problema de
representatividade. As minorias elitizadas, ou os grupos da elite organizada, como é o caso dos mais ricos, conseguem realizar
articulações políticas para obter o que desejam por meio do poder monetário e da influência que possuem. Diante de todo esse
panorama, é de suma importância salientar que, no âmbito da democracia e do sistema representativo, não é correto pensar que
apenas os grupos majoritários devam ter suas vontades e necessidades atendidas.
Disponível em: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/sociologia/minorias.htm

TEXTO III
Inclusão de minorias ainda é desafio para organizações

O avanço da presença feminina no mercado de trabalho nas últimas décadas no Brasil não foi acompanhado por uma
maior participação nos cargos de alta gestão e nos conselhos de administração das empresas. Apenas 13,6% dos cargos de
liderança são ocupados por mulheres nas 500 maiores empresas brasileiras. Nos conselhos de administração, o percentual não
ultrapassa 10%. Nas questões de etnia, o fosso ainda é mais profundo: segundo um levantamento realizado pela KPMG, os
negros não representam nem 15% da mão de obra das multinacionais do Brasil, embora respondam por mais de 80% do trabalho
doméstico.
Disponível em: http://www.valor.com.br/empresas/5122312/inclusao-de-minorias-ainda-e-desafio-para-organizacoes

74
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 21
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Caminhos para uma
sociedade brasileira ética” apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
Brasil é o 4º país mais corrupto do mundo, segundo Fórum Econômico Mundial

O Brasil é a quarta nação mais corrupta do mundo, segundo o índice de corrupção do Fórum Econômico Mundial. O país
está atrás apenas do Chade, da Bolívia e da Venezuela, que lidera o ranking. A corrupção é um dos elementos que a organização
suíça inclui em seu índice anual de competitividade, baseado em uma pesquisa com 15.000 líderes empresariais de 141
economias do mundo.
Disponível em: http://bit.ly/2dES4Dm

TEXTO II
“Não existe país com governo corrupto e população honesta” – Leandro Karnal

O atual momento político vivido pelo Brasil reforça a discussão sobre o papel da ética no cotidiano. Esta é a oportunidade
de se exercitar esta postura tão cobrada de governos e empresas, estimulada principalmente pelas revelações com as
investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.
Há um interesse coletivo sobre o tema atualmente. Mas, está faltando, além da crítica à falta de ética em Brasília e das
grandes empreiteiras, que nós consigamos pensar na microfísica do poder, ou seja, na falta de ética na escola, nas famílias e nas
empresas. Não existe país no mundo em que o governo seja corrupto e a população honesta e vice-versa.
Disponível em: http://bit.ly/1spj6m5

TEXTO III
Tudo o que não puder contar, não faça: integridade é não agir errado mesmo sozinho

Immanuel Kant, famoso filósofo alemão do século, 18 dizia – “Tudo o que não puder contar como faz, não faça!”. Arremato esta
frase com o que Spinoza refletia sobre o direito natural ser compatível com a democracia – “É nas grandes massas que a natureza
melhor se manifesta”. Ao jogarmos um simples papelzinho pela janela não temos consciência alguma de que não se trata apenas
de um simples papelzinho. O que está por trás disso é absolutamente sério. O que estamos fazendo conosco, com o meio em que
vivemos e com o mundo? Há que se dizer que culpar terceiros sempre nos traz alívio. Irresponsabilidade e caráter são questões
inadmissíveis, não é mesmo?
Disponível em: Mario Sergio Cortella, site mariosergiocortella.com

TEXTO IV

75
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 22
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O “Jeitinho brasileiro”
em discussão no século XXI” apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Quase um em cada quatro brasileiros (23%) afirma que dar dinheiro a um guarda para evitar uma multa não chega a ser
um ato corrupto, de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Minas Gerais e o Instituto Vox Populi. Os
números refletem o quanto atitudes ilícitas, como essa, de tão enraizados em parte da sociedade brasileira, acabam sendo
encaradas como parte do cotidiano.
“Muitas pessoas não enxergam o desvio privado como corrupção, só levam em conta a corrupção no ambiente público”,
diz o promotor de Justiça Jairo Cruz Moreira. Ele é coordenador nacional da campanha do Ministério Público “O que você tem a
ver com a corrupção”, que pretende mostrar como atitudes que muitos consideram normal são, na verdade, um desvirtuamento
ético.
Disponível em: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/11/121024_corrupcao_lista_mdb.shtml

TEXTO II

TEXTO III

A campanha (O que você tem a ver com a corrupção?) se justifica pela necessidade de se educar a sociedade por meio do
estímulo à ética, à moralidade e à honestidade, construindo um processo cultural de formação de consciência e de
responsabilidade dos cidadãos a partir de três tipos de responsabilidades (…): 1) a responsabilidade para com os próprios atos,
ou responsabilidade individual; 2) a responsabilidade para com os atos de terceiros, ou responsabilidade social ou coletiva e; 3) a
responsabilidade para com as gerações futuras a partir de um agir consciente. Dessa forma, pretende-se contribuir com a
prevenção da ocorrência de novos atos de corrupção e com a consequente diminuição dos processos judiciais e extrajudiciais, por
meio da educação das gerações futuras, estimulando, ainda, o encaminhamento de denúncias populares e a efetiva punição de
corruptos e corruptores. Além disso, é dever institucional do Ministério Público combater a corrupção, repressiva e
preventivamente, estimulando, inclusive, o desempenho das atribuições e das atividades extrajudiciais.
Disponível em: http://www.oquevocetemavercomacorrupcao.com

76
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 23
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A relação do homem
com a tecnologia no século XXI e os seus impactos no cotidiano”, apresentando proposta de intervenção que respeite os
direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de
vista.

TEXTO I

Tecnologia é um produto da ciência e da engenharia que envolve um conjunto de instrumentos, métodos e técnicas que
visam a resolução de problemas. É uma aplicação prática do conhecimento científico em diversas áreas de pesquisa. A partir do
século XX, destacam-se as tecnologias de informação e comunicação através da evolução das telecomunicações, utilização dos
computadores, desenvolvimento da internet e ainda, as tecnologias avançadas, que englobam a utilização de Energia Nuclear,
Nanotecnologia, Biotecnologia, etc. Atualmente, a alta tecnologia, ou seja, a tecnologia mais avançada é conhecida
como tecnologia de ponta. As novas tecnologias são fruto do desenvolvimento tecnológico alcançado pelo ser humano e têm um
papel fundamental no âmbito da inovação. Os avanços da tecnologia provocam grande impacto na sociedade. Pelo lado positivo,
a tecnologia resulta em inovações que proporcionam melhor nível de vida ao Homem. Como fatores negativos, surgem questões
sociais preocupantes como o desemprego, devido a substituição do Homem pela máquina ou a poluição ambiental que exige um
contínuo e rigoroso controle.
Disponível em: https://www.significados.com.br/tecnologia-2

TEXTO II
A globalização é responsável por diversas modificações no mundo, influenciando na política, nas relações sociais, no
desenvolvimento tecnológico, nas formas de trabalho, etc. Um desses fatores fortemente alterados pelo processo de globalização
é a intensa robotização na produção industrial. As indústrias estão, cada vez mais, introduzindo robôs no processo produtivo.
Essas máquinas são programadas para executar movimentos rápidos, padronizados e eficazes, aumentando, assim, a produção
final. Porém, as consequências são drásticas para os trabalhadores, pois esse fenômeno agrava o desemprego. Conforme dados
divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU), aproximadamente 85 mil robôs são introduzidos anualmente nas
indústrias em todo o mundo. Estima-se que existam mais de 800 mil robôs exercendo o trabalho que poderia empregar
aproximadamente dois milhões de pessoas. Esse processo é motivado por diversos fatores, sendo um deles a maximização da
produção: a utilização de robôs pode quadruplicar a produção em determinados segmentos industriais.
Para os detentores dos meios de produção, a utilização de máquinas é mais vantajosa, visto que, além da produção ocorrer de
forma mais rápida, a folha salarial é reduzida e, consequentemente, a lucratividade é maior. Os robôs, apesar de passarem por
manutenções, são mais benéficos para as empresas, pois, diferentemente dos operários, não adoecem, não tiram férias, não
engravidam, não necessitam de descanso, não recebem salário, não reclamam da função, entre outros fatores.
Disponível em: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/a-robotizacao-na-producao-industrial.htm). Adaptado.

TEXTO III

77
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 24
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O uso de tecnologias
na infância: benefícios ou prejuízos no desenvolvimento das crianças?”, apresentando proposta de intervenção que respeite
os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de
vista.

TEXTO I
Uso de tecnologia por crianças: benefício ou perda da infância?

Num mundo cada vez mais marcado pela tecnologia, é fácil encontrar crianças que ainda não sabem nem amarrar os sapatos
navegando na internet e usando smartphones ou tablets. Mas será que essa inserção tão precoce no mundo da tecnologia é
benéfica para os pequenos?
Uma pesquisa realizada pela AVG Technologies no ano passado com famílias de todo o mundo mostrou que 66% das
crianças entre 3 e 5 anos de idade conseguia usar jogos de computador, 47% sabia como usar um smartphone, mas apenas 14%
era capaz de amarrar os sapatos sozinha. No caso das crianças brasileiras, o levantamento apontou que 97% das crianças entre
6 e 9 usam a internet e 54% têm perfil no Facebook.
Embora ainda não haja consenso entre os especialistas, muitos apontam consequências sombrias do contato excessivo das
crianças com as novas tecnologias.
(...)a superexposição da criança a celulares, internet, iPad e televisão está relacionada ao déficit de atenção, atrasos
cognitivos, dificuldades de aprendizagem, impulsividade e problemas em lidar com sentimentos como a raiva. Outros problemas
comuns seriam a obesidade (porque a criança passa a fazer menos atividade física), privação de sono (quando as crianças usam
as tecnologias dentro do quarto) e o risco de dependência por tecnologia.
Disponível em: http://www.semprefamilia.com.br/uso-de-tecnologia-por-criancas-beneficio-ou-perda-da-infancia/

TEXTO II

“Crianças brincam menos e ficam dependentes dos adultos e da tecnologia”

Há um perigo latente na geração que cresce sem ter brincado, pintado, dançado, criado. São crianças que estão pulando fases
essenciais no seu desenvolvimento, fases que acabam sendo vivenciadas tardiamente na adolescência e na idade adulta. Os
papéis dentro da família têm se invertido e muitas vezes crianças se tornam adultos precoces e os adultos continuam sendo
crianças na meia idade, tanto do ponto de vista emocional, quanto no que se refere à adequação de interesses. Há uma grande
crise de valores que já tem quase duas décadas e é urgente reencontrarmos possibilidades de reequilibrar essa situação na
sociedade, tanto no que diz respeito às propostas voltadas para as crianças, quanto na orientação de educadores, cuidadores e
pais, desde os bebês até o trabalho que deve ser realizado com adolescentes e adultos.
Disponível em: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,criancas-brincam-menos-e-ficam-dependentes-dos-adultos-e-da-tecnologia-imp-,666833

TEXTO III

78
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 25
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Os novos modelos
familiares no Brasil do século XXI”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione,
organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

TEXTO II

Como lidar com os novos modelos familiares?

Segundo dados do último censo do IBGE, de 2010, já são mais de 60 mil os casais gays que moram juntos. Porém, as
relações homoafetivas são apenas mais um exemplo dos novos arranjos familiares no Brasil. O modelo de casal heterossexual
com seus próprios filhos deixou de ser dominante no país. Pela primeira vez, o levantamento demográfico identificou 19 tipos de
laços de parentesco, indicando que os outros tipos de arranjos familiares estão em 50,1% dos lares, entre eles: casais sem filhos,
pessoas morando sozinhas, três gerações sob o mesmo teto, casais gays, mães ou pais sozinhos com filhos, amigos morando
juntos, netos com avós, irmãos e irmãs, e ainda a nova e famosa família “mosaico”, compostas por pais divorciados que voltam a
se casar e vivem com os filhos do antigo casamento na mesma casa. Dados como esse mostram como o conceito de família hoje
é muito abrangente. Ficar discutindo com base em conceitos antigos não é apenas improdutivo, é um retrocesso.
Disponível em: http://acervo.novaescola.org.br/blogs/educacao-sexual/2014/07/17/como-lidar-com-os-novos-modelos-familiares/

TEXTO III

79
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 26
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A consolidação de um
novo arranjo familiar: casais que optam por não ter filhos”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Casais sem filho são quase 20% dos arranjos familiares no país, diz IBGE

A taxa de fecundidade continua em queda no Brasil. Em dez anos, o indicador recuou 18,6%, chegando a 1,74 filho por mulher em
2014. Os números estão na Síntese de Indicadores Sociais 2015, divulgada nesta sexta-feira (4) pelo Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística (IBGE). Com a redução, ganha importância o número de casais sem filhos e também cresce o número de
pessoas que vivem sozinhas. O arranjo familiar formado por casal sem filho se tornou, nos últimos anos, o segundo em
participação, chegando a 19,9% em 2014. No ano anterior, o número estava em 19,4% e dez anos antes, em 14,7%.
Além tendência de haver menos crianças na população, "o aprofundamento da modernização das relações sociais, o aumento da
escolaridade e da inserção das mulheres no mundo do trabalho também são fatores que produzem alterações nos arranjos
familiares", diz a Síntese de Indicadores Sociais.

Disponível em: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/12/casais-sem-filho-sao-quase-20-dos-arranjos-familiares-no-pais-diz-ibge.html

TEXTO II
Felizes sem filhos

Uma nova configuração social cada vez mais comum pode dar, em pouco tempo, um trabalhão danado aos publicitários. Eles
terão que reinventar a velha fórmula do comercial de margarina (e de mais uma porção de produtos, desde alimentos até móveis e
seguros de banco), já que cada vez mais mulheres e seus companheiros admitem que não pretendem ter filhos. E estão muito
felizes com essa decisão. O modelo tradicional de família, no qual o casal obrigatoriamente procria, está na berlinda para muita
gente. A relação entre filhos e felicidade foi abordada de forma direta em uma pesquisa conduzida pela universidade americana de
Wake Forest. Nos estudos, descobriu-se que os casos de depressão são mais frequentes em pais do que em pessoas sem filhos.
Fato é que, com ou sem dados científicos, ter filhos já não é ponto pacífico, não é mais unanimidade, como no tempo da vovó.
Não “tem que ter”. A maternidade não é mais o único caminho para a felicidade da mulher e para a harmonia conjugal. Aumentar a
família é, neste nosso tempo, uma questão de escolha, motivo de reflexão e, por incrível que pareça, muita polêmica.
Disponível em: http://revistadonna.clicrbs.com.br/saude/felizes-sem-filhos/
TEXTO III

80
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 27

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A crise hídrica
brasileira e seus impactos na geração de energia”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
No final de janeiro, uma forte chuva em São Paulo provocou a queda de árvores na fiação elétrica, deixando uma estação
de tratamento de água da Sabesp sem energia. Com a queda de luz na estação, todo o fornecimento de água destinado a mais de
1,2 milhão de pessoas na Grande São Paulo foi interrompido. Foi um caso isolado, e já resolvido, mas a situação mostra como a
água e a energia andam de mãos dadas. Sem eletricidade, não temos água. Sem água, não temos energia.
O grande laço que une as duas crises é a forma como o Brasil escolheu gerar eletricidade. Historicamente, o país optou
pela construção de usinas hidrelétricas, como uma forma de aproveitar a grande quantidade de rios. Em 2013, por exemplo, 70%
de toda eletricidade gerada no país veio de hidrelétricas.
Disponível em http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-do-planeta/noticia/2015/02/por-que-falta-dagua-pode-nos-deixar-sem-luz-be-vice-versab.html

TEXTO II

As fontes renováveis de energia são aquelas inesgotáveis, pois são encontradas na natureza em grande quantidade ou que
possuem a capacidade de regeneração por meios naturais. Exemplos de fontes renováveis de energia:

ENERGIA EÓLICA

Tem origem na força dos ventos que movimentam as pás de cata-ventos que são ligados aos geradores.
Vantagens: baixíssimo impacto ambiental e geração de poucos resíduos.
Desvantagens: a estrutura para geração de energia eólica deve ser instalada em locais amplos e com boa incidência de ventos.

ENERGIA SOLAR

Painéis fotovoltaicos transformam a luz solar em energia.


Vantagens: baixo custo de manutenção dos equipamentos e baixíssimo impacto ao meio ambiente.
Desvantagens: alto custo dos equipamentos e geração de energia somente quando há luz solar.

ENERGIA HIDRÁULICA

Tem origem na água que gira as turbinas das usinas hidrelétricas, gerando energia.
Vantagens: não ocorre poluição da água, baixíssima emissão de gases do efeito estufa.
Desvantagens: a construção de uma usina hidrelétrica gera alto impacto ambiental, alagando regiões e fazendo com que haja
deslocamento da população local.
Disponível em http://www.suapesquisa.com/energia/fontes_renovaveis.htm

TEXTO III

81
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 28

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Caminhos para uma
produção energética brasileira que não provoque agressões ao meio ambiente”, apresentando proposta de intervenção que
respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu
ponto de vista.

TEXTO I

TEXTO II
Google vai usar energia renovável em todos os seus data centers em 2017

Quanta energia você acha que um gigante da tecnologia como o Google consome em um ano? Só para ter uma ideia, a
empresa consumiu em 2015 o equivalente ao que alimentou toda a cidade de San Francisco, na Califórnia. Parece que depois de
fazer as contas e entender o que pode ser mais indicado em plena era da sustentabilidade, o gigante resolveu que, a partir do ano
que vem, vai usar energia eólica ou solar em todos os seus data centers. Com isso, a partir de um certo momento do próximo
ano, a empresa vai conseguir converter todas as fontes de energia que alimentam seus enormes servidores espalhados pelo
mundo em energia puramente renovável. Mas, vamos deixar uma coisa bem clara: isso não significa que o Google vai usar
apenas energia de fontes sustentáveis em 100% de suas operações. Como quase toda empresa, ele vai obter alimentação a partir
de uma companhia elétrica, que fornece energia oriunda de várias fontes, como gás natural, carvão, vento e água. A energia
gerada por fontes solares e eólicas, portanto, será ligada à rede elétrica, de modo que o Google evite consumir combustíveis
fósseis. Assim, sua planta de energia receberá uma parcela relativamente maior de energia renovável — o que deverá ser
empregado nos data centers.
O gigante espera que trabalhar com parques eólicos e células solares estimule o desenvolvimento da indústria. Aliás, partindo
do princípio de que a energia renovável se torna mais barata com o tempo, os planos do Google tendem a trazer resultados
positivos tanto para a empresa quanto para o meio ambiente. É uma relação em que todo mundo sai ganhando.
Disponível em https://canaltech.com.br/noticia/google/google-vai-usar-energia-renovavel-em-todos-os-seus-data-centers-em-2017-85377/

TEXTO III
Dinamarca gerou 140% da sua demanda por energia eólica

Um dia com bastante vento no norte da Europa impulsionou as turbinas eólicas da Dinamarca em alta velocidade, permitindo
ao país gerar não só toda demanda de energia elétrica doméstica, mas também exportar para a Alemanha, Noruega e Suécia.
Dinamarca gerou 140 % da sua demanda por energia eólica. Em declarações à Guardian, Oliver Alegria, um porta-voz da
Associação Europeia de Energia Eólica disse: “Isso mostra que um mundo movido 100% por energia renovável não é nenhuma
fantasia. A energia eólica e as demais energias renováveis podem ser uma solução para a descarbonização – e também para a
segurança do abastecimento em momentos de alta demanda “. Dinamarca gerou 140 % da sua demanda por energia eólica.
Disponível em: http://sustentarqui.com.br/energia-equipamentos/dinamarca-140-energia-eolica/

82
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 29

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Caminhos para o Brasil
superar a crise econômica e voltar a crescer”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
Situação econômica do Brasil é “muito preocupante”, diz diretora do FMI
A situação econômica no Brasil é "muito preocupante", sobretudo pelos efeitos da recessão no desemprego e na inflação,
disse nesta quinta (14) a diretora-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Christine Lagarde. Em entrevista coletiva na
sede do Fundo, ela citou um verso do poeta americano Robert Frost ao falar da grave crise econômica no Brasil. "Apesar de sua
lendária reputação de ser geralmente ensolarado e quente, e tenho certeza de que será hospitaleiro nas Olimpíadas, há ventos
muito, muito gelados no país", disse Lagarde, inspirada em um poema de Frost que diz "o sol estava quente, mas os ventos
estavam gelados".
Em um documento divulgado antes da entrevista, ela afirma que a atividade econômica nos mercados emergentes, que foram
o principal motor do crescimento global desde a crise de 2008, "continua a esfriar como resultado das profundas recessões no
Brasil e na Rússia". Outros motivos são o modesto avanço nos países desenvolvidos e o aperto das condições financeiras,
segundo Lagarde. Em seu relatório de projeções sobre a economia mundial lançado nesta semana, o FMI estimou que a
economia do Brasil terá contração de 3,8% neste ano, e fechará 2017 com crescimento zero. Economistas do Fundo acreditam,
porém, que, se houver uma solução para a crise política, o país poderia voltar a ter crescimento positivo em meados do próximo
ano.
Lagarde não quis comentar a crise política e "o debate interno" no Brasil. Mas disse esperar que "a incerteza será removida, a
política macroeconômica brasileira será estabelecida em terreno estável, incluindo a possibilidade de não variação dos objetivos
fiscais, por exemplo, e com um ambiente econômico que seja amigável aos negócios e conduza à geração de crescimento".
Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/04/1760876-situacao-economica-do-brasil-e-muito-preocupante-diz-diretora-do-fmi.shtml

TEXTO II

Crise econômica começa a perder fôlego, segundo levantamento do Ipea

Para o instituto, dados da indústria nacional e a desvalorização do real ante o dólar são indícios de melhora da economia

O levantamento divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) diz que a crise
econômica que atinge o País começa a perder fôlego. Apesar disso, ainda há um longo caminho para a recuperação brasileira, de
acordo com o coordenador do Grupo de Conjuntura do Ipea, José Ronaldo Souza Júnior. Os dados constam na Carta de
Conjuntura, que avalia dados econômicos divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o Ipea,
os sinais de que a crise está perdendo fôlego podem ser percebidos principalmente na indústria nacional. Além disso, a
desvalorização do real ante o dólar, de acordo com o instituto, beneficia o setor exportador brasileiro, principalmente nos
segmentos têxtil, madeireiro e de calçados.
O que ainda prejudica o crescimento da economia
Diferentemente da indústria, os setores de serviços e comércio ainda estão em retração. “Os serviços tendem a levar um
tempo maior para se recuperar porque depende muito da renda dos consumidores e essa renda vai demorar a se recuperar por
conta da questão do emprego”, disse Souza Júnior. A renda e o aumento de desemprego têm prejudicado a recuperação da
demanda doméstica por bens e serviços. “A gente vê um longo caminho [para a recuperação da economia], porque a gente olha
para os indicadores de confiança, principalmente dos consumidores, e vê que eles ainda estão muito pessimistas”, afirmou o
pesquisador

TEXTO III

83
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 30

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O desemprego e as
relações trabalhistas em debate no século XXI”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2015/04/desemprego-no-brasil-esta-abaixo-do-indice-de-paises-europeus>

TEXTO II

Trabalho informal é caracterizado como a prática de uma determinada atividade econômica sem que haja registros oficiais,
como, por exemplo, assinatura da carteira de trabalho, emissão de notas fiscais, algum tipo de contribuição e contrato social de
empresa. Portanto, o trabalho informal não se limita à atuação dos “camelôs”, incluindo todas as atividades financeiras
desprovidas de registros.
Conforme dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), existem mais de 300 milhões de trabalhadores informais
no mundo, sendo que mais de 30 milhões são brasileiros. No Brasil, essa atividade é consequência do excesso de tributos,
burocracia para atuar legalmente, desemprego estrutural, entre outros fatores, sendo a única forma para milhões de pessoas
terem uma fonte de renda. Porém, a economia informal também é praticada por organizações criminosas.
Disponível em: <http://alunosonline.uol.com.br/geografia/trabalho-informal.html>

TEXTO III

O emprego informal no País, em julho, absorveu 34,8% da população economicamente ativa (PEA), a menor taxa de
informalidade desde 2002, quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deu início à Pesquisa Mensal de
Emprego (PME). A taxa de desemprego, que ficou em 6%, também é a menor da série histórica.
O estudo classifica como “bom” o desempenho do mercado de trabalho no primeiro semestre, com melhora “significativa”
da maioria dos principais indicadores. A análise constata, em relação ao nível de atividade, “uma continuidade do crescimento da
economia, porém em menor ritmo”.
Disponível em: < http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2011-09-01/desemprego-e-emprego-informal-cairam-em-julho-ao-menor-nivel-desde-2002>.

84
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 31

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Os perigos da busca
incansável pela beleza”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

TEXTO II

O culto ao corpo não é necessariamente uma escolha saudável

(...) Fato é que as pessoas nunca estiveram tão descontentes com o próprio corpo, já que nunca foram pressionadas a serem
tão perfeitas. Será que corpo perfeito é sinal de saúde? Será que a beleza pode ser determinada por um padrão? Qual é o custo
de parecer saudável em detrimento de ser? Alcançar um padrão, utopicamente perfeito, seria capaz de trazer felicidade? Até onde
você iria para alcançar o corpo dos sonhos? Quais seriam os efeitos adversos dessa busca? Será que no contexto emocional não
ficaria uma grande lacuna? Vamos refletir.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não
somente ausência de afecções e enfermidades. É necessário criarmos uma associação equilibrada dos aspectos físicos e
psicológicos para alcançar o belo e o saudável.
Disponível em: http://www.metropoles.com/colunas-blogs/na-medida/o-culto-ao-corpo-perfeito-nao-e-necessariamente-uma-escolha-saudavel

TEXTO III
O culto ao corpo e o atrofiamento dos cérebros bombados

Cultuar o corpo não é exclusividade do século 21. A beleza escreveu sua história dentro da História, trazendo, desde sempre,
orgulho, frustração, inveja e determinação. Desde a Grécia, o culto à forma física perfeita tem-se feito presente, com maior ou
menor força, em registros de historiadores, deixando suas marcas nas pessoas e na arte (estão aí Vênus de Milo e Davi para
provar).
Só que hoje os recursos químicos são acessíveis, e os publicitários, sem dó nem piedade, parecem encontrar acolhida em
todo canto: redes sociais, revistas, televisão, site de buscas, rádio, outdoors e tudo mais que possa atrair a atenção dos pobres e
inconformados mortais. De forma raramente honesta, vendem que um corpo bem esculpido é o caminho certo para obter poder,
admiração, dinheiro e sucesso na “pegação”.
Para cada parte teoricamente imperfeita do corpo, existe uma solução: cirurgia de nariz, estica e puxa de cabelo, prótese para
tudo quanto é lugar, creme para olho, injeção para rugas, choque elétrico para flacidez, pigmento para sobrancelha… É como se
fôssemos um conjunto de infelizes imperfeições até que nos rendamos àquelas mágicas soluções. Aí, já com tudo devidamente
retocado e no lugar, vêm os certeiros e apontam (na maioria das vezes, com razão): essa brincadeira tomou-lhe muitos dinheiros
e acabou deixando-o mais velho. “Ah, o bonito mesmo é a beleza natural”. Veja Gisele Bündchen, veja as propagandas de
sabonete e protetor solar. Sejamos todos “naturalmente” fresh and young, pois está na moda subverter a moda. E você acredita. E
uma infinidade de redes sociais passa a vender fotos de cabelos calculadamente ao vento, maquiagens estrategicamente naturais
e comidas calóricas falsamente ingeridas, mas muito bem fotografadas. Bonito mesmo é ser “naturalmente” bonito. Mas essa
suposta naturalidade exige tanto ou mais recurso do que uma produção confessadamente complexa. Estamos ficando mesmo
malucos.
Disponível em: http://www.revistabula.com/6631-o-culto-ao-corpo-e-o-atrofiamento-dos-cerebros-bombados/

85
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 32

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Digital influencer:
como a “profissão” vem transformando os hábitos saudáveis dos brasileiros”, apresentando proposta de intervenção que
respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu
ponto de vista.

TEXTO I
O poder dos influenciadores digitais: os cuidados na hora de se inspirar em dicas de internet
A revolução digital permitiu o compartilhamento de informações em massa, a troca de ideias e provocou um novo jeito do
público consumir produtos. Nas redes sociais, por exemplo, internautas se interessam por alguns serviços com base na indicação
feita por outras pessoas. Quem divulga de forma frequente as experiências nas páginas pessoais e têm retorno positivo do público
são chamados de influenciadores ou digital influencer.
As principais redes sociais dominadas por eles são Instagram, YouTube, Snapchat e Twitter, na qual celebridades, como
Whindersson Nunes, Felipe Neto e Bianca Andrade fazem publicidades. Eles chegam a arrecadar lucro com menos de um minuto
de vídeo.
De forma geral, os influenciadores digitais compartilham dicas de cuidados com a pele, de moda, apresentam sugestões de
roupas, sapatos e acessórios e chegam a compartilhar a própria dieta para perda de peso ou rotina de exercícios para ganho de
massa muscular.
No entanto, especialistas alertam sobre os riscos em seguir dicas de quem não é qualificado. É o caso da nutricionista
curitibana Paola Altheia. Ela é autora do projeto Não Sou Exposição, o qual aborda os perigos de seguir tendências de
influenciadores digitais fitness. Segundo a especialista, cada pessoa tem a própria prescrição. Por essa razão, não é
recomendado o mesmo tratamento para todos, já que eles podem acarretar em problemas cardíacos, renais, perda de massa
muscular, transtornos alimentares e comprometimentos hepáticos.
Na visão de Paola, por não saber quem está do outro lado da tela toda prescrição deve ser individualizada. “Uma
determinada orientação propagada na internet pode chegar até um atleta, uma pessoa obesa e uma criança ao mesmo tempo. E
pode não fazer sentido para nenhum deles. Seguir dicas genéricas pode ser perigoso se for algo não compatível com as
necessidades do indivíduo”, esclareceu.
Disponível em: http://www.agenciadenoticias.uniceub.br/index.php/o-poder-dos-influenciadores-digitais-os-cuidados-na-hora-de-se-inspirar-em-dicas-de-internet/

TEXTO II

Polêmica com Gabriela Pugliesi: há um limite para a atuação das musas fitness?

Recentemente, Pugliesi teve o nome envolvido em uma polêmica. O Conselho Regional de Educação Física do Rio de
Janeiro e Espírito Santo (CREF1) encaminhou queixa-crime ao Ministério Público do Rio de Janeiro dizendo que Gabriela
Pugliesi havia feito exercício ilegal da profissão de educador físico ao ministrar aula em um evento no Rio de Janeiro.
Disponível em: http://delas.ig.com.br/alimentacao-e-bem-estar/2017-02-23/gabriela-pugliesi-blogueira-polemica.html

TEXTO III
Existe um limite?

De acordo com André Fernandes, presidente do CREF1, a questão está em como perceber essas musas e blogueiras. "O
fama acaba fazendo com que muitas pessoas acreditem que o estilo de vida dessas pessoas dará certo para todos. Isso é muito
perigoso, pois o que é bom para uns pode ser maléfico para outros", afirma André.
Por isso, cabe ao seguidor colocar os devidos pesos naquilo que vê nas redes sociais. "O limite da influência quem dá é
quem segue. As redes sociais são abertas e cada um escreve o que quer, posta fotos e vídeos do que quer, compartilha o que
quer. Cabe ao seguidor decidir o quanto ele deseja, concorda ou se incentiva com aquilo", diz Gustavo.
O educador ainda ressalta que as blogueiras devem ter noção do poder de alcance antes de postar alguma coisa. "Acho
bacana falar o que fez, o que comeu, fotografar a comida, filmar o exercício. Isso é uma coisa. Outra coisa, e aí é que mora o
problema, é falar o que e como fazer. Isso é sério. Para se passar uma dieta, você precisar ter formação. Para passar um treino
ou como fazer um exercício, a mesma coisa", diz Gustavo. "Eu não concordo com pessoas que exercem a função na qual não
possuem formação profissional", continua.
Nesse ponto, os dois profissionais pensam da mesma maneira. "Dicas acabam virando orientações que sem um
acompanhamento profissional pode ter efeitos perigosos, além de ser exercício ilegal da profissão que é um crime", comenta
André. "Se você quer uma dieta procure um nutricionista. Se quer fazer exercícios procure um Profissional de Educação Física
registro no Conselho Regional de Educação Física", orienta ele.
Disponível em: http://delas.ig.com.br/alimentacao-e-bem-estar/2017-02-23/gabriela-pugliesi-blogueira-polemica.html

86
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 33

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Caminhos para superar
a crise política no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e
relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

O sistema presidencialista em vigor no Brasil tem sua raiz nos Estados Unidos, o primeiro grande país da América a adotá-lo.
À medida em que foram se instalando as repúblicas nos demais países do continente, o regime norte-americano de governo
acabou sendo replicado. A exceção é o Canadá, um país com sistema parlamentarista.
Nos governos presidencialistas, o Poder Executivo é exercido pelo presidente da República, eleito pelo voto direto. Nesse
caso, o parlamento tem o poder de fiscalizar e ser um contrapeso aos atos do Executivo. No Brasil, o presidente tem
muitos poderes e seu mandato raramente é interrompido antes dos quatro anos legais.
Já no parlamentarismo, o chefe do Executivo é eleito entre os deputados mais votados de uma determinada sigla. Nesse caso,
os partidos políticos elaboram uma lista com os candidatos à eleição parlamentar e o primeiro nome dessa lista, caso seja o mais
votado, será alçado à condição de primeiro ministro.
Disponível em: http://www.politize.com.br/parlamentarismo-e-presidencialismo-qual-o-melhor/

TEXTO II

TEXTO III

O FMI reforçou que, no Brasil, apesar do cenário externo mais difícil, a culpa dos problemas econômicos é principalmente de
fatores internos, que reduziram o consumo e o investimento privado. “Vários fatores internos contribuíram para aumentar a
incerteza e reduzir a demanda doméstica”, diz. Entre eles, o relatório destaca principalmente a deterioração das contas fiscais em
meio às dificuldades de aprovação no Congresso de medidas de ajuste e políticas econômicas inconsistentes. (...)
A previsão do FMI é que o Produto Interno Bruto (PIB) do país vai contrair 3,8% este ano, mesmo montante de 2015,
marcando um período de recessão histórica. Em 2017, a expectativa é de economia estagnada. A expectativa do FMI é que o PIB
volte a crescer ao longo de 2017, mas, na média geral do ano, a economia deve ter expansão zero.
Disponível em: http://veja.abril.com.br/economia/crise-politica-e-principal-ameaca-para-economia-do-brasil-diz-fmi/

87
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 34

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A reforma política
como caminho para resolver a atual crise pela qual o Brasil vem passando”, apresentando proposta de intervenção que
respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu
ponto de vista.

TEXTO I
Diante da crise, uma reforma política radical

A proposta de uma reforma política radical é a alternativa óbvia. Ela permitirá dialogar diretamente com o descrédito e o
desencanto de muitos, em face de uma democracia esvaziada e submissa. Os movimentos sociais a defendem há muito. Em
2013, ela foi um dos focos das grandes mobilizações de junho. Em 2014, um plebiscito nacional sobre o tema, convocado de
forma autônoma, mobilizou 7,7 milhões de pessoas e reacendeu a chama. Mas ela foi sufocada em seguida, pela opressão
silenciosa da inércia.
Uma reforma não será verdadeira se não for, também, plebeia. Ao invés de aprimorar a representação, é preciso submetê-
la aos representados. Isso implica eliminar privilégios, poderes e sigilos de deputados e senadores, num choque de realidade com
pitadas de jacobinismo. Os vencimentos de um deputado ou senador não podem ultrapassar dez salários mínimos.
Os subsídios para educação privada dos filhos, moradia e planos de saúde extra-SUS devem ser extintos. A aposentadoria,
equiparada à de um servidor público comum. A reeleição de parlamentares, limitada a uma. Uma proposta de mudança profunda
no sistema político deve ver a representação como um serviço temporário à sociedade, nunca como uma profissão.
Disponível em: http://www.politize.com.br/parlamentarismo-e-presidencialismo-qual-o-melhor/

TEXTO II

TEXTO III

Descendente da família imperial quer propor volta da monarquia no Brasil

"Ao passo que a monarquia garante unidade, estabilidade e continuidade", explica. "O Brasil está com saudade de um regime que
faça à nação o que uma nação deve ser: uma grande família com destino comum a realizar”, declarou o descendente de Dom
Pedro II em entrevista à Folha de São Paulo. E acrescenta: "Quando brasileiros bradam 'Quero meu Brasil de volta', bradam 'Eu
quero o Brasil do Cristo Redentor e de Nossa Senhora Aparecida”.
Para Dom João Henrique de Orléans e Bragança, 61, outro descendente da família do período monárquico, ninguém pode impor a
volta do regime monárquico ao país e se declara a favor do parlamentarismo. Porém, opina que o sistema funcionaria melhor com
um rei, mais neutro como chefe da nação do que um presidente.
"As famílias reais são educadas desde pequenas com princípios que dizem respeito ao Brasil, às instituições, à democracia, e isso
tem um peso público enorme. Ninguém de nós teve funções político-partidárias", afirma Dom João Henrique de Orléans e
Bragança.
Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/04/1764271-familia-imperial-quer-usar-clima-de-divisao-para-restaurar-monarquia.shtml

88
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 35

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A questão dos
refugiados no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione,
de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

O Brasil é signatário dos principais tratados internacionais de direitos humanos e é parte da Convenção das Nações Unidas de
1951 sobre o Estatuto dos Refugiados e do seu Protocolo de 1967. O país promulgou, em julho de 1997, a sua lei de refúgio (nº
9.474/97), contemplando os principais instrumentos regionais e internacionais sobre o tema. A lei adota a definição ampliada de
refugiado estabelecida na Declaração de Cartagena de 1984, que considera a “violação generalizada de direitos humanos” como
uma das causas de reconhecimento da condição de refugiado. Em maio de 2002, o país ratificou a Convenção das Nações
Unidas de 1954 sobre o Estatuto dos Apátridas e, em outubro de 2007, iniciou seu processo de adesão à Convenção da ONU de
1961 para Redução dos Casos de Apatridia.
A lei brasileira de refúgio criou o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE), um órgão interministerial presidido pelo
Ministério da Justiça e que lida principalmente com a formulação de políticas para refugiados no país, com a elegibilidade, m as
também com a integração local de refugiados. A lei garante documentos básicos aos refugiados, incluindo documento de
identificação e de trabalho, além da liberdade de movimento no território nacional e de outros direitos civis.
Disponível em: http://www.acnur.org/portugues/recursos/estatisticas/dados-sobre-refugio-no-brasil/

TEXTO II

TEXTO III

Era a primeira tarde de agosto de 2015. Sentado na escadaria da Igreja Missão da Paz, no bairro Glicério, em São Paulo,
Hudson Prohete, de 28 anos, recebeu um tiro de chumbinho na perna direita bem perto do calcanhar. Além dele, mais seis vítimas
de um homem que gritava de um carro cinza, enquanto atirava: "Haitianos, vocês roubam os nossos empregos". "Me senti como
se fosse um pedaço de carne sendo abatido. Esse é o momento que você entende que não vale nada no Brasil", lamenta Prohete.
Essa foi a primeira vez que o refugiado haitiano presenciou o preconceito - literalmente - na pele. Em 2015, ele não foi o único.
As denúncias de xenofobia em todo o Brasil cresceram 633% naquele ano em relação a 2014. Foram 330 casos
registrados recebidos pela Secretaria Especial de Direitos Humanos, pela plataforma Disque 100. Em 2014,
foram 45 denúncias. Nos dois anos anteriores, o governo federal tinha o registro de apenas dois casos. O Humaniza Redes, que
recebe denúncias online de xenofobia, registrou no mesmo período 269 crimes. Os dados não podem ser analisados de maneira
integrada, mas, caso somados, seriam 599 denúncias em 2015.
Disponível em: Adaptado. http://www.brasilpost.com.br/2016/06/20/xenofobia-brasil-justica_n_10558742.html

89
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 36

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Entre a fuga e a
xenofobia: o percurso dos refugiados em busca de uma nova vida”, apresentando proposta de intervenção que respeite os
direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de
vista.

TEXTO I

TEXTO II

Chegada de refugiados faz xenofobia crescer mais de 600% no Brasil


As denúncias de xenofobia em todo o Brasil cresceram 633% naquele ano em relação a 2014. Foram 330 casos
registrados recebidos pela Secretaria Especial de Direitos Humanos, pela plataforma. Disque 100. Em 2014, foram 45 denúncias.
Nos dois anos anteriores, o governo federal tinha o registro de apenas dois casos. O Humaniza Redes, que recebe denúncias
online de xenofobia, registrou no mesmo período 269 crimes. Os dados não podem ser analisados de maneira integrada, mas,
caso somados, seriam 599 denúncias em 2015.
Nos últimos anos, o Brasil presenciou o poder da xenofobia pela internet. As eleições de 2014, por exemplo, foram
cobertas de preconceito contra o Nordeste. Uma onda de intolerância tomou as redes sociais após o resultado da disputa
presidencial, quando a então presidente, Dilma Rousseff, foi reeleita. No total, mais de 6,2 mil páginas e perfis na internet foram
denunciados à ONG Safernet.
Disponível em: http://www.vermelho.org.br/noticia/291371-

TEXTO III

No Brasil, xenofobia é crime tipificado na lei 9.459, de 1997. Seu primeiro artigo diz: serão punidos, na forma desta lei, os
crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (...)
Apesar da fama de "cordial" e de receber bem imigrantes, o aumento das denúncias mostra um lado triste do Brasil. Entre
2014 e 2015, os casos aumentaram 633%, pulando de 45 para 333 registros recebidos pela Secretaria Especial de Direitos
Humanos, via plataforma Disque 100. Na Justiça, quase não há registros de denúncias que prosseguiram ou de xenófobos
punidos.
Olhando os dados de 2015 mais de perto, vê-se que os principais alvos de preconceito são os refugiados. As principais
vítimas são haitianos (26,8%), depois pessoas de origem árabe ou de religião muçulmana (15,45%).
Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/politica/saia-do-meu-pais-agressao-a-refugiado-no-rio-expoe-a-xenofobia-no-brasil

90
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 37

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Dimensões e impactos
da realização de grandes eventos esportivos no Brasil”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

No esporte, grandes eventos e pouco legado


Copa do Mundo, Olimpíada, Jogos Pan-Americanos, Jogos Mundiais Militares. Os anos do PT no poder foram marcados, no
esporte, por trazer ao Brasil os principais eventos do planeta. Mas, a reboque, vieram também controvérsias. Obras de
infraestrutura prometidas e não realizadas, custo astronômico de equipamentos esportivos como os estádios do Mundial de 2014,
suspeitas de troca de favores e superfaturamento. O País fez a festa, ganhou visibilidade, mas ficou longe do pódio esportivo e do
legado. E os investimentos com os grandes eventos acabaram por colocar em segundo plano uma das primeiras bandeiras do
governo do PT, hasteada ainda durante a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência: a face social do esporte. Os Jogos
Pan-Americanos de 2007 foram o primeiro evento esportivo de peso da era Lula. E serviram de peça de propaganda para um
sonho bem maior: trazer a Olimpíada ao País e à América do Sul. Para isso, não se mediram esforços nem dinheiro. Foram
construídos vários equipamentos esportivos, vila para atletas com prédios de padrão internacional e o investimento em segurança
foi pesado. A conta de R$ 3,7 bilhões acabou rateada entre os governos municipal, estadual e federal – Brasília contribuiu com
cerca de R$ 1,8 bilhão.
“A euforia presidencial – e de resto de todos os políticos – com o Pan não contagiou o público. Na cerimônia de abertura, no
Maracanã, Lula foi vaiado seis vezes – sempre que sua imagem aparecia no telão do estádio ou alguém proferia seu nome.
Acabou quebrando o protocolo e se negando a declarar abertos os Jogos. Repassou a missão ao presidente do COB, Carlos
Arthur Nuzman. O prometido legado social nas áreas de transportes, mobilidade e meio ambiente, para apontar apenas três,
simplesmente não existiu.
Adaptado. Disponível em: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,no-esporte--grandes--eventos-e-pouco-legado,10000050

TEXTO II
“Brasil: os impactos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016”
Os pesquisadores que acenderam as luzes de alerta e condenaram os excessos cometidos para que o país
entregasse a "Copa das Copas", apresentam um balanço esclarecedor e preocupante sobre os legados de um empreendimento
que, paradoxal, mas compreensivelmente, serviu para dourar a imagem do Brasil no exterior e deixar pesada herança a ser paga
com dinheiro público, apesar das promessas anteriores de que seria a "Copa do capital privado".
Elefantes brancos de caríssima manutenção distribuídos por capitais onde o futebol quase inexiste, remoções desumanas
de pessoas para atender obras secundárias, paralisia da produção por feriados em dias de jogos para disfarçar a imobilidade
urbana, queda do PIB nos meses da Copa admitida pelo próprio governo federal, são algumas das metástases que ficaram como
herança depois que o mundo veio ao país, se divertiu e voltou para casa.
Disponível em: http://www.observatoriodasmetropoles.net

TEXTO III

91
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 38

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Alternativas para
combater o uso de dopping nas competições esportivas”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos
humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I
O que é dopping esportivo

O doping esportivo é a utilização, por um atleta, de substâncias não naturais ao corpo para melhorar seu desempenho de
forma artificial. Atualmente, durante competições esportivas internacionais, os jornais publicam escândalos envolvendo técnicos e
atletas pegos no exame antidoping. A notícia mais recente desse tipo foi no Mundial de Atletismo da Alemanha, no início de
agosto, envolvendo esportistas brasileiros.
O uso ilícito de substâncias - medicamentos e hormônios - como artifício para ganhar competições esportivas é muito
antigo. Já nos Jogos Olímpicos da Grécia, cerca de três séculos antes de Cristo, havia uma regulamentação para evitar que os
competidores tivessem o baço arrancado. Acreditava-se que com o esforço físico dos maratonistas, este órgão poderia endurecer
e prejudicar o resultado.
Ao longo dos anos, esse tipo de artimanha tem se sofisticado. Ao mesmo tempo em que as substâncias e os fármacos são
aprimorados para passarem despercebidos nos exames de urina e de sangue feitos nos atletas, os próprios métodos de detecção
também se sofisticam.
Adaptado. https://novaescola.org.br/conteudo/407/o-que-e-doping-esportivo

TEXTO II

Exames flagraram doping de 15 atletas brasileiros, de Maurren Maggi a Giba

O exame antidoping revelou inúmeros escândalos no esporte e desmascarou desempenhos históricos. O uso de
substâncias proibidas para aumentar a performance do atleta é o principal motivo para doping positivo. No entanto, alguns casos
são atribuídos a falhas na comunicação com as equipes responsáveis pelo exame ou justificados como acidentais, como o
resultado positivo da atleta Etiene Medeiros, principal nome da equipe brasileira de natação, a poucos dias da Rio 2016. Depois
do susto, a nadadora foi absolvida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), já que a presença em seu organismo da
substância proibida, fenoterol, se deu em virtude do uso de um medicamento para tratamento de asma.

TEXTO III

92
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 39

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A importância do
trabalho voluntário para a construção de um país mais solidário”, apresentando proposta de intervenção que respeite os
direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de
vista.

TEXTO I

TEXTO II
Trabalho voluntário: fazer a diferença sem esperar nada em troca

Em um mundo onde cada vez mais vale a regra do "cada um por si, Deus por todos", pode parecer estranho, mas ainda
existem sim aqueles que conseguem fazer a diferença por livre e espontânea vontade e sem esperar nada em troca. O trabalho
voluntário, além de ter importância social, proporciona bem-estar e alegria a quem o realiza, ao mesmo tempo em que eleva a
autoestima, melhora a ansiedade e pode até mesmo prevenir doenças como a depressão.
Ser um voluntário é gratificante e recompensador. Segundo a psicóloga Marisa Aparecida Elias (MG), mestre em Ciências
Médicas e membro da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP), esta atividade é interessante para conhecermos melhor a
realidade que nos rodeia. "Sendo voluntário, você pode construir laços com diferentes pessoas e tornar a vida menos artificial;
atentar para as condições de vida do outro e compartilhar saberes e ideais".
Segundo as psicólogas, o voluntariado proporciona melhora da saúde mental como um todo a quem o pratica. "O sentimento
de pertencimento, de companheirismo, de solidariedade, a construção de vínculos, o valor de si mesmo, de saber que faz
diferença na vida do outro, só acrescentam ao voluntário. Ao doar seu tempo, a pessoa usufrui da experiência de vida do próximo
e, algumas vezes, até consegue dar um novo sentido à sua própria vida", expõe Marisa. Marilene complementa: "Na realidade,
ajudar o outro, o 'ser voluntário', é uma forma de se ajudar, de se nutrir quando consegue ver a felicidade do outro".
Disponível em: http://corpoacorpo.uol.com.br/blogs/mulher-de-corpo/trabalho-voluntario-fazer-a-diferenca-sem-esperar-nada-em-troca/2077#

TEXTO III

93
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PROPOSTA DE REDAÇÃO 40
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A posição do idoso na
sociedade brasileira”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione,
de forma coerente e coesa argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

TEXTO II
A nova geração de idosos e os desafios contemporâneos – estamos preparados?

Outro aspecto ponderado pela especialista refere-se ao olhar diferenciado a ser adotado ao se falar em idoso no Brasil. “Hoje não
mais devemos atrelar a velhice à doença ou a símbolos como óculos e bengalas. Temos, na verdade, uma população idosa
altamente produtiva e ativa, que atinge, em grande parte, a maior idade com qualidade de vida”, relata. Frente a este perfil, a
presidente da SBGG e do CBGG defende a necessidade de se investir mais em políticas públicas, concretas, assistencialistas e
que valorizem e protejam os idosos são algumas das formas de aperfeiçoamento
Para a SBGG o idoso deve ser visto, sobretudo, com um olhar integral, não apenas centrado em saúde, mas em educação,
cultura, entretenimento, esportes. É preciso enxergar o velho não de forma linear na idade, mas no que compete cada momento
da vida, inclusive, dos centenários. Uma população de 60 até os 100 anos não pode ser cuidada da mesma forma.
Disponível em: http://sbgg.org.br/a-nova-geracao-de-idosos-e-os-desafios-contemporaneos-estamos-preparados/

TEXTO III

Um novo olhar sobre um velho tema, o idoso

“Queremos valorizar as grandes histórias de vida e toda a sabedoria que cada uma dessas pessoas pode oferecer para a
sociedade. Não podemos retratar os idosos como decadentes, porque isso não é mais verdade. Sim, há perda de vitalidade, mas
hoje nós vivemos mais, estamos mais saudáveis e produtivos”
Disponível em: http://www.cartacapital.com.br/sociedade/um-novo-olhar-sobre-um-velho-tema-o-idoso-8394.html

94
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

TEXTOS DE APOIO
 TEMÁTICA: MEIO AMBIENTE a se agravar a demanda por energia, transporte, residência. Se
 SUBTEMA: DESASTRES AMBIENTAIS falamos em reduzir as emissões de gases, não tem como não tratar
como elas podem contribuir."
Texto 1: A vida imita a arte: o dia que Drummond previu a O recado, às vésperas da 21ª Conferência do Clima da ONU,
tragédia de Mariana em Paris, que começa no dia 30, é da engenheira Suzana Kahn.
Coordenadora do Fundo Verde da Universidade Federal do Rio -
O poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade foi considerado
polo de projetos de desenvolvimento sustentável, para melhorar a
um dos mais influentes do século 20. Ao longo de seus 85 anos
mobilidade urbana e tornar mais eficiente o uso de energia e água -,
publicou mais de 30 livros de poemas, e quase 20 de prosa, além
Suzana é membro do IPCC (painel da ONU sobre clima) e
de integrar antologias poéticas e produzir histórias infantis. Porém,
presidente do Painel Brasileiro de Mudança Climática. Na entrevista,
não imaginava que ao publicar o poema Lira Itabirana estaria
ela conta sobre um estudo encomendado pela Bloomberg
prevendo um dos maiores, quiçá o maior desastre ambiental da
Association, no qual analisa como ações para reduzir as emissões
história do Brasil: o rompimento das barragens da Vale- Samacro
de carbono nas cidades podem ajudar o Brasil a aumentar suas
em Minas Gerais.
ambições climáticas.
Há dias o Brasil vive uma de suas maiores tragédias, a
Suzana afirma que são as cidades que vão sofrer os maiores
irresponsabilidade da empresa Vale-Samacro pode resultar no fim
danos das mudanças climáticas. "Daí a importância de elas serem
do Rio Doce que com seus 853 km de extensão banha os estados
as protagonistas nessa questão, mas no caso da INDC nacional (o
de Minas Gerais e Espírito Santo.
conjunto de metas que os países apresentaram com as
A Vale-Samacro (antiga Companhia Vale do Rio Doce) foi
contribuições que podem adotar para reduzir emissões) isso ainda
instalada na região no início da década de 1940 e muitas empresas,
não tem acontecido. Ela coloca metas de emissão de carbono nos
atraídas pelas reservas de ferro, se estabeleceram na cidade natal
anos 2025 e 2030, mas não define quais serão os instrumentos
do poeta, Itabira. Poucos anos antes de sua morte, em 1984,
econômicos e políticos que as viabilizarão. A estratégia adotada
Drumond publicou o poema que parece ser o retrato do desastre
deve contemplar a parceria com as cidades. A população delas é
que destruiu o Rio, antes doce.
mais sensível à questão, está mais próxima das medidas de
Leia o poema na íntegra: prefeitos e tendem a responder melhor à política local do que as de
âmbito nacional. Mas algumas políticas, no caso no Brasil, estão
“Lira Itabirana”
centralizadas no poder federal, como é o caso dos combustíveis, da
O Rio? É doce.
geração de energia elétrica", diz.
A Vale? Amarga.
Para a engenheira, se há intenção de aumentar a participação
Ai, antes fosse
de renováveis na matriz energética, "que sejam dados instrumentos
Mais leve a carga
para as cidades participarem da geração de energia". Ela acredita
Entre estatais que vale incentivar a população para que tenha telhados solares,
E multinacionais, por exemplo. "Isso diminui a pressão sobre a rede, por novas
Quantos ais! termoelétricas. Toda forma de geração de energia centralizada que
A dívida interna. temos no País está longe do centro consumidor, há uma enorme
A dívida externa perda de distribuição. A produção local não tem custo das linhas de
A dívida eterna. transmissão nem as perdas desse processo. Como o sistema
nacional de energia é interligado, tendo uma fonte renovável no meu
Quantas toneladas exportamos
telhado, eu deixo de pegar energia da rede. Quando não tem sol,
De ferro?
volta a usá-la, mas se tenho excedente de produção, posso injetar
Quantas lágrimas disfarçamos
na rede. A meta de eficiência energética pode ser facilmente
Sem berro?
atingida se as edificações começarem a se ajustar a padrões
Do Portal Vermelho, Mariana Serafini
eficientes de iluminação e refrigeração. Os prédios poderão ser
Fonte: http://www.vermelho.org.br/noticia obrigados a usar telhados brancos ou com vegetação, aumentando
Enviado pela professora Rosa Maria Oliveira Barreto
a refletividade da cidade. Pode se dar incentivo para que frotas

Texto 2: Combate as mudanças climáticas deve envolver municipais de veículos usem eletricidade", diz.

cidades, diz brasileira que integra o painel da ONU Questionada sobre alguma estimativa de com quanto ações de
mitigação nas cidades brasileiras contribuam em termos de redução

"As cidades sempre ficam esquecidas nas negociações, no nas emissões brasileiras, Suzana afirma que, "num cenário otimista,

entanto, são as principais fontes de gases de efeito estufa. A maior com ações nas áreas de consumo de energia, mobilidade e

parte da população no Brasil vive nas cidades, e com o tempo tende

95
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

resíduos, é possível que as cidades brasileiras deixem de emitir até índios. Depois as Entradas e Bandeiras, em busca de mais
1 bilhão de toneladas de CO2 equivalente em 2050". escravos índios e, se possível, esmeraldas, ouro e prata. Afinal,
Sobre como poderia ser esse incentivo para a geração, a havia relatos sobre o Eldorado e os rios de prata (sim, nossos
engenheira acredita que o IPTU é um instrumento municipal indígenas sabiam que seus colegas andinos extraíam muita prata),
poderoso. "Mas a regulação também", diz. Como é a cidade que no entanto, os bandeirantes voltavam cheios de escravos, mas sem
fornece o "habite-se", poderia estabelecer um código de obras que prata, ouro ou esmeraldas.
contemplasse medidas de baixa emissão. Materiais mais Com o tratado de Tordesilhas, a Espanha ficou com a prata e o
sustentáveis, arquitetura adequada, prioridade absoluta para ouro do Peru e da Bolívia e Portugal se consolou temporariamente
transporte público e não motorizado, além do controle do uso do com outro ouro, branco – o açúcar. Até serem descobertos
solo e exigência de manutenção de áreas verdes por parte de diamantes e ouro na região mais tarde chamada... Minas Gerais. E
grandes condomínios. (As informações são do jornal O Estado de S. a mineração passou a ser o principal motor de colonização e
Paulo ocupação do vasto e pouco conhecido interior da colônia.

Fonte:http://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/ag-
estado/2015/11/23/combate-a-mudancas-climaticas-deve-envolver-cidades-diz-suzana-
Um histórico infeliz
kahn.htm Esgotados os filões e veios mais acessíveis de minérios
Enviado pelo professor Flávio Campos Silva
preciosos, os garimpeiros viraram fazendeiros e a mineração voltou-
se para os minérios menos preciosos, como o ferro, que é ou era o
Texto 3: Lama no Eldorado
metal extraído na mina da Samarco, distrito de Bento Rodrigues, em
Todos sabemos do desastre ambiental ocorrido em Mariana (MG), Mariana.
devido ao rompimento de uma enorme barragem de rejeitos de Tal distrito, ou o que sobrou dele depois do tsunami de lama,
mineração. O colunista Jean Remy Guimarães traz informações fica no chamado Caminho do Ouro, que era o caminho seguido
básicas sobre o caso e contextualiza a tragédia. pelas tropas de burros que ligavam Diamantina e Ouro Preto ao
por Jean Remy Davée Guimarães litoral, onde o porto de embarque foi inicialmente Paraty e, depois, o
Rio de Janeiro. Hoje, a denominação Caminho do Ouro soa
melancólica e inapropriada, pelo menos em Bento Rodrigues.

No dia 5 de novembro, o rompimento de barragens da mineradora Samarco gerou uma


enxurrada de lama. (foto: Antonio Cruz / Agência Brasil)

Oh! Minas Gerais


Oh! Minas Gerais
Quem te conhece
Não esqueces jamais
Oh! Minas Gerais. O que se rompeu não foi uma barragem, e sim um complexo de barragens, talvez
num efeito dominó. As principais estão destacadas em vermelho. Elas estão em sequência
e ocupam a cabeceira de uma área de drenagem que tem Bento Rodrigues em sua parte
Teus regatos a enfeitam de ouro
baixa. (imagem: Google Earth)
Os teus rios carreiam diamantes
Que faíscam estrelas de aurora Há outros aspectos simbólicos em torno do acidente. A mina da
Entre matas e penhas gigantes Samarco fica no pé da Serra do Caraça, um dos acidentes
Tuas montanhas são preitos de ferro geográficos mais notáveis do estado. Mas as minas são bebês
Que se erguem da pátria alcantil ingratos que roem o pé, o colo e as entranhas de suas mães, e
Nos teus ares suspiram serestas podem fazê-las desaparecer para sempre. Lembro que, nos anos
És altar deste imenso Brasil 1970, uma das primeiras campanhas ambientais do Brasil teve
como palco Belo Horizonte, cujo horizonte de serras ricas em ferro
O trecho acima, do Hino de Minas Gerais, explica bem por que
estava sendo desmontado pela mineração. Os carros tinham
o estado tem esse nome: são mencionados o ouro, os diamantes, o
adesivos que diziam “Olhe bem as montanhas”.
ferro. Mas, antes de haver estados no Brasil, o extrativismo já era
A campanha de fato salvou o que sobrava do horizonte da
nossa marca de nascença. Primeiro o pau-brasil, os papagaios e os
capital, mas não impediu que Minas Gerais se tornasse o campeão
96
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

nacional de acidentes ambientais provocados por rompimentos de Ficamos sabendo também que a licença ambiental da mina
barragens de rejeitos de mineração. Apesar da feroz competição, o estava vencida há uns dois anos e que isto seria devido à falta de
acidente de Mariana é o maior de todos, pela dimensão, pelas estrutura dos órgãos ambientais do estado. Já o setor empresarial
consequências, e pelo saldo de mortos e desaparecidos. não demostrou falta de estrutura alguma: o secretário de estado de
Minas Gerais, que tem uma biografia associada de perto a
Geografia de um desastre associações empresariais, lembrou que a empresa responsável pela
A figura acima dá algumas pistas que explicam a dimensão do represa era, ela própria, uma vítima do rompimento. Coitada. Só
acidente e mostra o aspecto da região antes do mesmo. A falta ela pedir indenização ao estado, à união e, quem sabe,
mineradora Samarco ocupa uma área total de 22 quilômetros também às vítimas.
quadrados, com cavas de minas ativas ou inativas, depósitos, O desencontro de informações segue a pleno vapor à medida
instalações e barragens de rejeitos. Estas últimas, quando íntegras, que os dias passam. A empresa assegura que a lama da barragem
cobriam uma área total de cerca de cinco quilômetros quadrados contém apenas argila, areia e substâncias inertes. Não deu detalhes
(21% da área total). Estimei os números acima medindo as sobre quais seriam nem quais os critérios para considerar algo
distâncias na imagem gerada pelo Google Earth, e considerando inerte ou não. Já os bombeiros que trabalham no resgate dizem que
apenas as marcas visíveis de alteração de uso do solo. a lama cheira a soda cáustica. Nenhum órgão ambiental forneceu
Como todo núcleo populacional rio abaixo de uma barragem, dados sobre a composição desta lama. Eu disse dados, não
seja ela hidrelétrica, portanto contendo água, ou de rejeitos, e declarações. Dados resultantes de amostragem e análise rigorosa.
contendo lama, Bento Rodrigues era refém da segurança e da boa A empresa também não forneceu esses dados, insiste na inocência
gestão das barragens rio acima. química de sua lama.
Enquanto isso, o prefeito de Baixo Guandu, cidade no rio Doce
que foi atingida pela frente de lama que segue viajando rio abaixo,
encomendou análises de metais pesados na água do rio e afirma
que esta contém 2,6 miligramas de arsênio, sendo que o aceitável
é de, no máximo, 0,01 miligrama. A matéria disponível no link acima
não diz quem realizou as análises, se os 2,6 miligramas são por litro
ou mililitro, de água filtrada ou bruta e qual órgão sugere o limite de
0,01 miligrama, nem para que tipo de uso da água.

Paracatu (MG), vizinha de uma grande mina de ouro com uma bacia de rejeitos ainda
maior, rica em arsênio. É só um exemplo, há 700 no país. (imagem: Google Earth)

Tudo indica que houve deficiências no projeto das barragens


e/ou na sua execução, gestão, e, claro, na fiscalização. Não havia
chovido nos dias anteriores. Ah, mas houve um tremor sísmico de
baixa intensidade no dia do rompimento da barragem. Certo, mas Informações desencontradas, ausência de estudos precisos e demora na resposta ao
acidente marcaram os dias que se sucederam à tragédia. (foto: Antonio Cruz / Agência
não se tem registro de nenhum dano estrutural em nenhum outro
Brasil)
lugar da região por conta disso. Agora, se a barragem estivesse por
um triz, qualquer cócega seria suficiente. A academia também brilha pela sua ausência e parece não ter
feito muita diferença a existência de grupos de pesquisa que

Resposta demorada dispõem de analisadores multielementares, capazes de analisar

Assim que o acidente foi divulgado, a empresa se apressou em meia tabela periódica em minutos. A disponibilidade que faltou foi de

dizer que seguiu o plano de emergência e avisou as autoridades. outra natureza. Não percamos as esperanças, quem sabe

Dois dias depois, ficamos sabendo que não havia sirenes de aparecem dados daqui umas semanas?

emergência e que a população de Bento Rodrigues foi avisada As autoridades justificaram sua demora em reagir explicando

sobre o rompimento da barragem por telefone. As equipes de busca que estavam levantando as responsabilidades. Nem precisava tanto

e de esforço, já há duas leis que explicam tudo do acidente, inclusive as

reportagem ainda estão à procura de sobreviventes que possam responsabilidades: a lei da gravidade e a lei do mais forte. Não me

confirmar a versão. arrisco a dizer qual das duas é a mais impiedosa.

A empresa se apressou em dizer que seguiu o plano de As autoridades justificaram sua demora em reagir explicando

emergência e avisou as autoridades. Dois dias depois, ficamos que estavam levantando as responsabilidades

sabendo que não havia sirenes de emergência Em tempo, no Brasil, os royalties pagos por projetos de
mineração aos municípios onde se instalam são atualmente de 2%.

97
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Há projetos para passar a esmola para 4%. Mas há países onde ocorre em um regime capitalista, e, ao mesmo tempo, assegurar ao
os royalties são de 10% ou mais. consumidor seus devidos direitos”, analisou o ministro. Para isso,
Lembremos, ainda, que estão em andamento no nosso ilibado ele sugeriu que normas determinem a vida útil média de diversos
legislativo propostas e negociações para tirar o licenciamento bens de consumo.
ambiental de estados e união, transferindo a atribuição aos Além disso, Salomão destacou a necessidade de se educar os
municípios. A mesma turma quer aproveitar a viagem para passar consumidores, para que eles se deem conta das estratégias das
ao Congresso a demarcação de terras indígenas. Por alguma razão empresas: “O que é desejável é que eles comprem com
que não consigo imaginar, as empresas de mineração apoiam com razoabilidade. O consumidor tem que comprar sabendo o que está
entusiasmo ambas propostas. comprando, com informação, com qualificação, de tal modo que isso
Hoje, as raposas legislam sobre o galinheiro de forma indireta. não implique engessar a economia. Encontrar o ponto de equilíbrio
Se estas propostas passarem, as raposas passarão a reinar sem é o xis da questão”. O ministro ainda apontou os benefícios ao meio
intermediários. ambiente de um consumo responsável.
Segundo o dicionário Aurélio, a pátria alcantil do hino mineiro é Poucos precedentes. Apesar da importância do assunto, há
uma referência a rochas escarpadas, pináculos e cumes. Já a pátria pouquíssimos precedentes judiciais sobre obsolescência
mercantil dispensa apresentações – é nossa velha conhecida. programada. A razão disso é a dificuldade de comprovar a prática,
avalia Salomão: “É uma questão muito delicada de identificar no
Jean Remy Davée Guimarães - Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho / Universidade
Federal do Rio de Janeiro caso concreto. A obsolescência programada depende de prova
Fonte: http://cienciahoje.uol.com.br/colunas/terra-em-transe/lama-no-eldorado pericial e de uma série de requisitos para sua caracterização.
Enviado pelo professor Flávio Campos Silva
Também não há muita literatura sobre o assunto”.

 TEMÁTICA: MEIO AMBIENTE Uma das únicas decisões sobre o tema foi do STJ, de relatoria

 SUBTEMA: SUSTENTABILIDADE do próprio Salomão (REsp 984.106). No caso, uma fabricante de


tratores cobrava o comprador de um veículo desse tipo por reparos
do bem, uma vez que a garantia já tinha expirado. Porém, ele
Texto 4: CDC deve proteger consumidor da obsolescência
contestou a cobrança, afirmando que o defeito da máquina não
programada, diz ministro
decorria de desgaste natural ou mau uso, mas que era um defeito
por Sérgio Rodas
de projeto proposital, tratando-se de vício oculto.
O Código de Defesa do Consumidor deve ser alterado para Em sua decisão, o ministro entendeu que, em caso de vício
estabelecer que a responsabilidade do fornecedor de bens duráveis oculto relativo ao projeto do item, o prazo para reclamar reparação
segue o critério da vida útil do produto, não o da garantia contratual. se inicia no momento em que ficar evidenciado o defeito, mesmo
Com isso, seria possível combater a obsolescência programada, que a garantia já tenha terminado.
que também seria declarada abusiva pela norma. A prática consiste Salomão ainda afirmou na decisão que “a venda de um bem tido
em projetar algum produto de forma que, após certo tempo, ele pare por durável com vida útil inferior àquela que legitimamente se
de funcionar ou tenha sua capacidade reduzida, forçando o seu esperava, além de configurar um defeito de adequação (artigo 18 do
dono a comprar um novo. CDC), evidencia uma quebra da boa-fé objetiva, que deve nortear
Salomão aponta que e as relações contratuais, sejam de consumo, sejam de direito
preciso conscientizar comum”.
cidadão sobre consumo./ Com isso, ele votou pelo desprovimento do recurso da
Sandra Fado fabricante de tratores, e foi seguido pelos seus colegas da 4ª Turma
do STJ.
Essa é a proposta do
ministro do Superior
Leia abaixo as propostas de Salomão para reformar o CDC:
Tribunal de Justiça Luis
- Inclusão de dispositivo que preveja expressamente a
Felipe Salomão, que será entregue à comissão de reforma do CDC
abusividade da obsolescência programada;
do Congresso Nacional. No I Seminário Brasileiro de Direito do
- Inclusão de dispositivo que preveja expressamente que a
Consumidor Contemporâneo, ocorrido nesta semana na Faculdade
responsabilidade do fornecedor de bens duráveis deve observar o
de Direito da USP, em São Paulo, Salomão também defendeu que o
critério da vida útil do produto, e não o da garantia contratual;
código obrigue os fornecedores a indicarem nos produtos a vida útil
- Inclusão de dispositivo referente à obrigação de os
deles e preveja punição para os que praticarem a obsolescência
fornecedores indicarem nos próprios produtos a vida útil ou o
programada, mas sem limitar a evolução tecnológica.
número de utilizações previstas;
“Vivemos em uma sociedade pós-moderna, de massa, de
- Como medida socioambiental, a partir da ideia de um consumo
consumo de massa, onde tudo é induzido a ter vida curta, onde há
ecologicamente equilibrado, inclusão de dispositivo que impunha
necessidade de se trocar frequentemente os produtos. É necessário
aos fornecedores de produtos maléficos ao meio ambiente a
estabelecer um meio-termo: não barrar a evolução tecnológica, a
obrigação de coleta de equipamentos obsoletos;
evolução do design, a evolução das coisas como naturalmente
98
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

- Regulamentação legal ou infralegal acerca da aplicação de A crença semelhante aos de mitos tradicionais como Papai Noel
multas administrativas a empresas que comprovadamente e Coelhinho da Páscoa é, nesse caso, transposto sem qualquer
praticarem a obsolescência programada em suas diversas formas; dificuldade para um mundo pretensamente adulto, em relação ao
- Certificação por órgão oficial (Inmetro, Secretaria de Direito fantástico desaparecimento dos sacos de lixo. Algo extraordinário a
Econômico/Ministério da Justiça e órgãos ambientais) de empresas rivalizar com as maiores façanhas de grandes mágicos. Pois basta
comprometidas em combater a obsolescência programada (uma colocar na porta de casa ou ao fim de um dia de trabalho intenso de
espécie de certificado anti-obsolescência, como o que ocorre com a uma loja ou restaurante para que aquele material descartado
ISO); simplesmente desmaterialize de maneira inodora e indolor.
- Regulamentação pela Secretaria de Direito Só assim para entender as conclusões do Panorama dos
Econômico/Ministério da Justiça e/ou Inmetro (artigo 7º do CDC) Resíduos Sólidos no Brasil, divulgado recentemente pela Abrelpe
sobre a vida útil esperada de produtos em setores industriais (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos
estratégicos, como o de eletroeletrônicos e de peças automotivas, Especiais). Em 2012 a geração de lixo por habitante chegou à casa
com a obrigação de garantia durante esse prazo; dos 383 quilos anuais, o que representou quase 64 milhões de
- Contratos públicos: critério de preferência na contratação, pela toneladas de resíduos gerados no País durante o ano passado. Os
Administração Pública, de empresas que tenham certificação anti- números correspondem a um aumento de 1,3% em relação ao
obsolescência. Alteração da lei de licitações e contratos relatório de 2011, maior do que o crescimento populacional de 0,9%
administrativos; constatado no mesmo período.
- Fomentar a existência de disciplinas escolares relacionadas à Mais grave do que o aumento progressivo na geração de
educação para um consumo sustentável e equilibrado; resíduos é a quantidade de 24 milhões de toneladas que tiveram
- Informação clara ao consumidor acerca dos impactos da uma destinação irregular, ou seja, descartados no mínimo de
atualização de programas ou troca de componentes no que maneira inadequada em aterros apenas controlados, lixões e até
concerne ao desempenho do produto (por exemplo, informar que a mesmo em rios, córregos e terrenos sem qualquer preparo para
atualização da nova versão de softwares pode deixar os aparelhos receber esses materiais. Lembra-se do incrível caso dos sacos de
celulares antigos mais lentos). lixo que desintegraram citados acima? Pois bem, está aí uma boa
parte deles. Exatamente o que acontece em uma boa mágica,
Fonte: http://www.conjur.com.br/2015-jun-25/cdc-combater-obsolescencia-programada-
apenas uma ilusão de ótica ou coisa parecida. O descarte irregular
ministro-salomao
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos traz prejuízos imensos em forma de doenças, poluição e a
consequente perda de qualidade de vida.
Texto 5: Lixo - muita sujeira para baixo do tapete

Novo relatório sobre a situação dos resíduos sólidos no país revela As cidades na contramão.

a falta de entendimento generalizado sobre a gravidade do São mais de 3 mil municípios brasileiros que ainda não tratam a

problema. gestão de resíduos como algo prioritário e urgente na administração


por Reinaldo Canto. pública. Mesmo sendo um fator que pesa no orçamento municipal,
uma parte considerável dos nossos prefeitos pouco faz para mudar
essa realidade. Perguntados pelos pesquisadores responsáveis
pela elaboração do Panorama de Resíduos Sólidos, entre os mais
de 5.500 municípios do País, 60% informaram realizar algum tipo de
coleta seletiva. Portanto, outros 40% responderam negativamente à
pergunta. Isso significa que mais de 2.200 cidades do País não
realizam a separação de materiais que vão integralmente para
aterros e lixões - que, em sua maioria, estão em situação de
esgotamento.
A publicação do relatório com os dados relativos a 2012 fechou
Diariamente o Brasil produz 150 mil toneladas de lixo, das quais o ciclo de dez anos em que a Abrelpe realiza esse levantamento.
40% são despejadas em aterros a céu aberto Entre algumas poucas boas notícias, tais como o aumento da
A sociedade brasileira, com raras e honrosas exceções, segue destinação mais correta e um pequeno crescimento na reciclagem,
acreditando em mágica e fenômenos milagrosos dignos de nessa década de pesquisa tivemos o agravamento dos problemas
feiticeiros e curandeiros dos tempos mais primitivos. Só a completa que envolvem a geração de resíduos. Só para ficar em um número
ignorância a envolver autoridades públicas, iniciativa privada e emblemático, há dez anos eram recolhidas 166 mil toneladas de lixo
população em geral para desconhecer de maneira tão persistente e por dia e agora esse montante atingiu a marca de 201 mil toneladas
descontrolado aumento na geração de lixo, ou melhor, resíduos sem diárias. Enquanto, no período, a população brasileira cresceu pouco
que isso traga consequências nefastas para todos. menos de 10%, a geração do nosso lixo de cada dia subiu para
21%.

99
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Falta pouco mais de um ano para que a Política Nacional de do meio ambiente, na economia e das desigualdades que assolam
Resíduos Sólidos entre definitivamente em vigor. Mesmo assim nos um país, que as pequenas cidades em grandes metrópoles. O
afastamos cada vez mais de seus principais objetivos: gerar menos aumento da população tem relação com o número total de
resíduos, eliminar lixões e, efetivamente, formar uma cadeia habitantes, isto é, a população absoluta e o aumento das taxas de
produtiva baseada na logística reversa e no reaproveitamento e crescimento demográfico são o que determina a maior ou a menor
reciclagem de materiais capazes de criar empregos e eliminar velocidade do crescimento da população.
problemas que afetam, de uma maneira ou outra, a todos nós Quando as taxas de crescimento populacional são altas, o total
brasileiros. de habitantes tende aumentar mais depressa do que quando essas
Assim como precisamos entender que os sacos de lixo não taxas são baixas. Também é preciso considerar a população
desaparecem e já não tem mais tanto tapete para empurrar a absoluta, ou seja, a população total de uma região analisada, pois,
sujeira, a responsabilidade também precisa ser entendida como se essa população é expressiva, mesmo com taxas de crescimento
algo compartilhado, pois a solução só será alcançada com a baixas, a população aumentará bastante. É o caso da China, que
participação de todos, sejam governos, empresas ou cidadãos. mesmo conseguindo uma redução em suas taxas de crescimento
da população, tem um progressivo aumento populacional por causa
Fonte: http://www.cartacapital.com.br/cultura. de sua alta população absoluta.
Enviado pela professora Rosa Maria Oliveira Barreto
Por outro lado não, podemos falar de crescimento demográfico

Texto 6: O crescimento da população e os meios de produção sem levarmos em conta o crescimento do período tecnocientífico
que sem dúvida, devido ao modelo capitalista, fez surgirem
A importância da demografia nos estudos de meio e de mudanças essenciais. No mundo atual onde vivemos, sugere-se
sustentabilidade. que devemos ter bem recente no espírito a advertência de Karl Marx
por Renato Conrado
em The Paris Com une (Moscou, 1970): "É geralmente o destino
das novas criações históricas serem confundidas com simples
O crescimento demográfico, ou crescimento populacional, é
contrapartidas das formas antigas e mesmo defuntas da vida social,
uma expressão muito usada para tentarmos entender a assustadora
às quais se assemelham". Na verdade a cada ano que se passa
evolução da espécie humana no planeta Terra.
podemos nos perguntar, por um lado, se o crescimento econômico
não depende sempre do progresso científico? Ou ainda lembrar que
Mas, na verdade, de onde vem o termo "demografia"?
esta é a metade da terceira revolução que ainda tende a crescer em
O termo demografia foi cunhado por Achille Guillard, em seu
espaços de tempo muito curto.
livro Eléments de statistique humaine ou démographie comparée
Com esse crescimento da população, dos meios de produção e
(Elementos de estatísticas humanas ou demografia comparada),
tantos outros aspectos, muitas famílias se veem na necessidade de
para mostrar uma ciência que trata das condições, crescimento das
aventurar-se nas grandes metrópoles, com sonhos de conseguir
populações e progresso das cidades.
uma estrutura de vida melhor. Assim, ocorre o chamado êxodo
Em nosso mundo atual, certamente o que estamos vivendo
rural, que é um grande problema no que diz respeito ao
agora foi longa e demoradamente preparado e vem a cada dia
crescimento da população nas cidades. Êxodo significa
crescendo, e esse processo de internacionalização não é datado de
"emigração", "saída" o êxodo rural é a saída das famílias do campo
hoje. O projeto de mundializar as relações econômicas, sociais e
para as cidades. Geralmente o êxodo rural se dá devido à perda da
políticas tem sua origem com a extensão da fronteira do comércio
capacidade produtiva ou pela falta de condições de subsistência em
no início do séc. XVI e consequentemente o crescimento das
um determinado local. O mais comum, o êxodo rural para as
cidades, e avança aos saltos através dos séculos de expansão do
localidades urbanas, acarreta uma série de problemas sociais,
capitalismo para finalmente ganhar corpo no momento em que uma
estruturais e econômicos para os lugares onde os retirantes se
nova revolução tecnocientífica se impõe e que as formas de vida no
deslocam, legando ao êxodo como um motivo principal da pobreza
planeta sofrem mudanças consideráveis
do lugar de onde está se deslocando. Tanto no Brasil quanto em
Quando fazemos um estudo do crescimento da população é
outras regiões do mundo, o êxodo rural ocasiona o crescimento
importante levantarmos dois aspectos importantes: a questão da
desordenado das populações, gerando um verdadeiro caos social.
realização dos censos e os fatores determinantes do crescimento.
Sem planejamento nenhum, as cidades não conseguem fornecer
No Brasil, por exemplo, o primeiro censo foi realizado em 1872 e
condições sanitárias e de infraestrutura básica aos novos
chamado de recenseamento da população do império do Brasil.
moradores que chegam, gerando a miséria, doenças e muita
Nesse período não existem estatísticas confiáveis sobre o
bagunça.
contingente populacional, ou seja, o crescimento desordenado de
Em lugares como a África e a Palestina, por exemplo, o êxodo
uma determinada população.
rural foi o estopim para conflitos que perduram até hoje devido à
O mundo em 1950 tinha uma população estimada em 2,486
grande aglomeração de pessoas em tão poucos espaços. Outros
bilhões, em 2006 essa população triplicou, eram 6,6 bilhões de
episódios históricos de êxodo rural ocorreram na Roma Antiga,
habitantes e em 2020 poderá atingir o número de 8 bilhões de
quando os escravos começaram a substituir os trabalhadores livres
pessoas. O crescimento natural da população remete a problemas
100
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

no campo e estes começaram, então, a abandonar o campo em gerenciamento urbano para lidar com os desafios ambientais
direção aos centros urbanos. Episódio semelhante aconteceria apresentados pela concentração e para prover infraestrutura e
novamente na Idade Média, mas dessa vez o êxodo rural para as serviços fundamentais depende, em grande parte, da
cidades se deu pelo surgimento de uma nova classe social, a disponibilidade de recursos econômicos. Toda esta inevitabilidade
burguesia, que impulsionou o comércio fazendo prosperar os nos leva de volta ao problema mais espinhoso de como atingir o
grandes centros. desenvolvimento sustentável no cenário econômico atual.
A visão humana para o crescimento da população não é de
agora. Em seu livro Ensaio sobre a população, que publicou Fonte: Revista Geografia nº38 de 2011 - (pág. 14 a 17)
Enviado pela professora Maria Zelita Batista Brito
anonimamente em 1798, Thomas Malthus compara o crescimento
da população desordenadamente. Seus argumentos são de que  TEMÁTICA: TRABALHO
enquanto a produção de alimentos crescia em progressão aritmética  SUBTEMA: PREVIDÊNCIA
0,2,3,5 ... ) a população crescia em progressão geométrica (4, 8, 12,
16,20 ...) de onde se tem a conclusão que em dado momento da Texto 7: Como funciona a previdência pública ao redor do
história a população seria tão grande que não haveria meios para a mundo?
sua subsistência. Malthus chegou a essa afirmação devido ao
período que estava em processo de ascensão com a revolução Sistemas de previdência social estão divididos entre
industrial. As teses de Malthus suscitaram muita polêmica e contribuição definida e benefício definido; confira onde cada um
controvérsias sobretudo porque a tecnologia moderna aumentou deles é aplicado!
notavelmente a produção de alimentos e a produtividade do setor A difícil situação financeira dos países europeus, após estímulos
agropecuário. Opuseram-se a Malthus a Igreja Católica, que dados durante a crise de 2008, fez com que eles repensassem o
restringe a aplicação de métodos anticoncepcionais, por entender sistema de previdência social, o que causou e ainda tem causado
que a procriação e a educação dos filhos são os fins principais do protestos em países como a Grécia e a França. Mas como funciona
casamento; outros grupos religiosos, como os mórmons, os judeus a previdência pública nestes países e em outros ao redor do
ortodoxos etc., pelos mesmos motivos; os socialistas, de Marx a mundo?
Stalin, por julgarem que a carência de bens de consumo está ligada No Brasil, de acordo com o consultor sênior de previdência da
à distribuição não equitativa da riqueza, própria do regime Mercer, André Maxnuk, o sistema é caracterizado pelo benefício
capitalista; e os modernistas, termo que designa diferentes definido e pelo fato de não ser capitalizado.
correntes de pensamento, como as otimistas, biológicas, “No sistema de benefício definido, você sabe o quanto vai
demográficas, econômicas, sociológicas e psicossociais. Essa ganhar ao se aposentar, em função do salário e do tempo de
desigualdade natural dos dois poderes, da população e da produção serviço. Embora seja contributivo – o trabalhador faz aportes para
da Terra, somada a essa grande lei de nossa natureza que deve receber benefícios -, o sistema do Brasil não é capitalizado, o que
manter constantemente uniformes suas consequências, constituem significa que não se faz uma poupança para pagamento no futuro”,
a grande dificuldade que parece insuperável no caminho do explicou.
crescimento exagerado da população.
Usar o espaço de maneira mais sustentável é fundamental para América Latina
o futuro da humanidade. Diante de todas as observações, a O Brasil está na contramão dos países vizinhos. Isso porque em
demografia pode ser uma companheira forte da sustentabilidade nações como o Chile, o sistema é de contribuição definida. Nele,
global no contexto do século 21. Diante do crescimento da contribui-se conforme o salário e se recebe, na aposentadoria, de
população que terá que ser acomodada sustentavelmente em acordo com o que foi acumulado pelo próprio trabalhador - não
diferentes partes do mundo, e essa acomodação é altamente conforme a idade, o tempo de contribuição, os salários que ganhou
recomendável por motivos demográficos, econômicos, sociais e até ao longo da vida, como acontece no Brasil.
mesmo ambientais. Com a população que já alcança os 6,7 bilhões Esse modelo se iniciou na América Latina com o Chile, que
de pessoas, uma economia dominada por processos de competição surpreendeu o mundo em 1981 privatizando a previdência social,
globalizada e crescentes aspirações de consumo em toda parte, os que migrou para um sistema de contribuição definida obrigatória
argumentos favoráveis a áreas densamente habitadas são administrado pelo setor privado sob supervisão do governo.
convincentes. “No Chile, uma parte da população recebe um mínimo, um teto
Evidentemente, tais comentários não significam que já existam de aposentadoria, e outra um montante capitalizado. É como se a
soluções adequadas para todos os problemas ambientais urbanos, pessoa que recebesse R$ 510 ficasse no mínimo e aquela que
ou que as áreas urbanas irão automaticamente tornar-se refúgios recebe R$ 3 mil tivesse um fundo em seu nome administrado por
ambientalmente seguros. Pelo contrário, o trabalho mais crítico está um banco. A pessoa recebe dependendo do que conseguir
por se fazer. acumular”, explicou André.
Além disso, sem desenvolvimento, a concentração urbana pode O modelo de contribuição definida é seguido pelo México e
ser simplesmente desastrosa. Isto é, a capacidade do Colômbia, enquanto a Argentina, que privatizou o sistema nos anos

101
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

1990, o "reestatizou" no ano passado, voltando ao sistema de Texto 8: Está sobrando (muito) dinheiro na Previdência;
benefício definido, revertendo todas as contas individuais ao entenda os números
governo. Especialistas desmentem números que anunciam rombo na
previdência
Europa
O continente tem presenciado diversos conflitos devido a “As pessoas não vão aceitar. Se elas tiverem acesso a essas
mudanças que o governo pretende fazer no sistema de previdência informações, não podem aceitar isso”. A frase é da economista
pública. A França, por exemplo, de acordo com Maxnuk, não tem Denise Gentil, professora da Universidade Federal do Rio de
um sistema complementar como o do Brasil. Janeiro (UFRJ). A indignação que ela aposta que mobilizará a
“O problema na França é que, primeiro, ela tem um sistema maioria da população brasileira é com a proposta de uma nova
previdenciário deficitário e, segundo, a exemplo do resto da Europa, reforma da previdência, que o governo interino promete apresentar
está tendo aumento da expectativa de vida”, explicou o consultor e aprovar no Congresso Nacional ainda este ano.
sobre o país onde o sistema é de benefício definido. As informações que alimentariam essa recusa são
No Reino Unido, onde os planos também são de benefício simplesmente a negação de tudo que você lê e ouve diariamente
definido, a Inglaterra mantém um sistema que compreende um nos jornais: na pesquisa feita para sua tese de doutorado, Denise
benefício fixo baseado em um crédito definido pelo nível de renda e mostra, com dados oficiais, que o Brasil não tem nenhum rombo na
um benefício em função do salário baseado na reavaliação da previdência social. Mais do que isso: anualmente, sobra (muito)
média salarial de toda a vida. dinheiro no sistema público que hoje garante aposentadorias e
pensões a 32 milhões de trabalhadores.
Outras regiões Até agora, o ‘otimismo’ da pesquisadora em relação a uma
O sistema de aposentadoria dos Estados Unidos tem uma ‘grita’ da população tem razão de ser: segundo a pesquisa ‘Pulso
fórmula de benefício progressivo baseada nos salários ao longo da Brasil’, realizada pelo Instituto Ipso em junho deste ano, nos 70% de
vida, corrigidos para o nível corrente do dólar, juntamente com um desaprovação do governo Temer, a forma como o interino vem
benefício de complementação variável com base no nível de atuando em relação à reforma da previdência é o que tem a maior
riqueza. No País, o regime é de benefício definido. taxa de rejeição (44%).
Já no Canadá há um benefício universal fixo, apoiado por uma O fato é que, como resposta à crise econômica, uma nova
renda suplementar e um benefício baseado no nível de reforma da previdência vem sendo desenhada desde o ano
remuneração. Neste caso, o regime também é de benefício definido passado. Ainda no governo da presidente Dilma Rousseff, foi criado
no momento da aposentadoria. o Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Renda
Na Ásia-Pacífico, a Austrália tem um sistema de rendas para a e de Previdência Social, que produziu um relatório de diagnóstico
aposentadoria que compreende um benefício por idade, pago com mas não chegou a apresentar ou apreciar propostas.
receita pública. O benefício definido é usado neste país e também Após o afastamento temporário da presidente, o governo
no Japão. Na China, o sistema é de benefício e contribuição interino teve pressa: montou um novo Grupo de Trabalho, com a
definidos, enquanto Hong Kong usa o sistema de contribuição participação de quatro centrais sindicais — Força Sindical, União
definida. Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Sindicatos Brasileiros
(CSB) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) —, além
Idade para aposentadoria da Associação Nacional de Auditores Fiscais da Receita Federal do
Em relação à idade para a aposentadoria, ela está próxima dos Brasil (Anfip) e do Departamento Intersindical de Estatística e
60 anos para homens e 65 para mulheres em todo o mundo. Estudos Socioeconômicos (Dieese) para encaminhar o tema.
Os países em que existe um sistema de benefício definido Na primeira reunião, o governo interino apresentou o seu
tendem a ter pressão para uma idade maior, de acordo com diagnóstico. Na segunda, as centrais entregaram propostas para
Maxnuk, uma vez que há um desequilíbrio causado pela redução do aumentar as receitas da previdência. No dia 28 de junho, aconteceu
período de capitalização e aumento do período de recebimento, o terceiro e último encontro. Nele, os ministros interinos
gerando os deficits anunciados. Protestos realizados na última encaminharam a substituição desse grupo por outro mais reduzido,
semana na França, por exemplo, foram causados pela intenção do agora com a presença de um representante da Confederação
governo de aumentar em dois anos a idade mínima para Nacional da Indústria (CNI), que até então não vinha participando
aposentadoria. das negociações, um integrante do governo interino e um porta-voz
dos trabalhadores (Dieese).
Fonte: http://www.infomoney.com.br/carreira/noticia/1966507/como-funciona-previdencia- Antecipando medidas de 'economia' que atingem diretamente a
publica-redor-mundo
previdência, o governo interino emitiu, no dia 7 de julho, um Medida
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos
Provisória nº 739/2016 que dificulta ainda mais o acesso ao auxílio-
doença e à aposentadoria por invalidez.
Entre as mudanças implementadas, está a interrupção

102
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

automática do benefício no prazo de 120 dias, obrigando o especificamente para esse fim.
segurado a requerer a prorrogação junto ao INSS, e a criação do Assim, diferente do que os governos fazem, na parcela de cima
Bônus Especial de Desempenho Institucional por Perícia Médica em da conta da previdência — a receita — devem ser incluídas não
Benefícios por Incapacidade, que significará um "incentivo" no valor apenas as contribuições previdenciárias, mas também recursos
de R$ 60 pago pelo governo aos médicos por cada perícia realizada provenientes da Contribuição Social Sobre Lucro Líquido (CSLL),
além da "capacidade operacional ordinária". Contribuição sobre o Financiamento da Seguridade Social (CSLL) e
Antecipando o resultado das perícias que ainda serão feitas, o do PIS-Pasep.
governo já calcula que essas medidas gerarão uma economia de Para se ter uma ideia da diferença que esse ‘detalhe’ faz,
R$ 6,3 bilhões anuais, às custas da diminuição de benefícios dos contadas apenas as contribuições previdenciárias, a receita bruta da
trabalhadores. previdência em 2014 foi de R$ 349 bilhões para pagar um total de
A proposta oficial de reforma da previdência, no entanto, não R$ 394 bilhões de benefícios. Essa conta, que Denise caracteriza
tinha sido apresentada até o fechamento desta matéria. Mas isso é como “simplista”, mostra um déficit de R$ 45 bilhões — ainda assim
apenas um detalhe. Desde o seu programa antecipado de governo muito menor do que o anunciado pelo governo. Quando, no entanto,
até as muitas declarações de Henrique Meirelles, ministro interino se considera a receita total, incluindo os mais de R$ 310 bilhões
da fazenda, e do próprio Temer, não é segredo para ninguém que, arrecadados da CSLL, Cofins e PIS-Pasep, esse orçamento pula
entre outras coisas, o governo provisório quer instituir (e aumentar) para R$ 686 bilhões.
a idade mínima para a aposentadoria e restringir as regras da Talvez você esteja supondo que o dinheiro que sobrou no
previdência rural. orçamento da seguridade social mas faltou no da previdência tenha
O argumento é que, em nome do ajuste fiscal, são necessárias sido usado nas outras duas áreas a que, constitucionalmente, ele se
medidas estruturais que reduzam os gastos do Estado. E a destina: saúde e assistência. Mas essa é uma meia verdade. A
previdência aparece destacada como o maior deles, responsável soma dos gastos federais com saúde, assistência e previdência
por um rombo que, segundo previsões do governo interino, deve totalizou, em 2014, R$ 632 bilhões. Como o orçamento da
chegar a R$ 136 bilhões este ano. Esses números, no entanto, são seguridade foi de R$ 686 bi, no final de todas as receitas e todas as
desmentidos por pesquisadores e entidades que se dedicam ao despesas, ainda sobram R$ 54 bilhões. E como esse saldo se
tema. transforma em déficit? Com uma operação simples: antes de
destinar o dinheiro para essas áreas, o governo desvia desse
Contas que não batem orçamento 20% do total arrecadado com as contribuições sociais, o
Por mais que a matemática seja considerada uma ciência exata, que, em 2014, significou um ralo de R$ 60 bilhões.
quando o assunto é a situação da previdência no Brasil, há muito Na prática, isso significa que o orçamento que a Constituição
tempo que dois mais dois não têm dado quatro. Lidando com os vinculou, governos e parlamentos vêm desvinculando todos os
mesmos dados primários, governos (o interino e o da presidente anos, desde 1994. Trata-se da Desvinculação de Receitas da União
Dilma) e estudiosos chegam a resultados diametralmente opostos. (DRU), um mecanismo aprovado e renovado no Congresso a cada
Para se ter uma ideia, enquanto os economistas do governo quatro anos que autoriza os governos a usarem livremente parte da
provisório apontam em 2015 um déficit de R$ 85 bilhões, no mesmo arrecadação de impostos e contribuições, sempre sob o argumento
ano as planilhas da Anfip anunciam um superávit de R$ 24 bilhões. de que é preciso desengessar o orçamento para melhor administrar
E a comparação com os anos anteriores mostra que, em função do o pagamento da dívida pública.
aumento do desemprego, que diminui a arrecadação, esse saldo Ela acaba de ser mais uma vez prorrogada no Congresso,
positivo foi bem menor do que os R$ 53,9 bilhões que sobraram em agora por um período mais longo (oito anos e não quatro) e com
2014 e os R$ 76,2 bilhões de 2013, anos em que, do lado do uma alíquota maior, de 30%. Segundo cálculos da Anfip, em 12
Planalto, já se falava em déficit. meses isso significará o desvio de cerca de R$ 120 bilhões
“O governo faz um cálculo muito simplório. De um lado, ele arrecadados por meio de contribuições sociais, que deveriam
pega uma das receitas, que é a contribuição ao INSS, dos alimentar o caixa da seguridade social. “Se a previdência é
trabalhadores, empregadores, autônomos, trabalhadores deficitária, o governo vai retirar 30% da onde? Como um sistema
domésticos, que é o que a gente chama de contribuição que está à beira de quebrar pode ceder 30% para outros fins que
previdenciária. Do outro, pega o total do gasto com os benefícios: nem se precisa justificar?”, provoca Sara Graneman, professora da
pensão, aposentadoria, todos os auxílios — inclusive auxílio Escola de Serviço Social da UFRJ e pesquisadora do tema.
doença, auxílio-maternidade, auxílio-acidente — e diminui. Então, Por mais contraditório que seja, a DRU fornece o amparo legal
isso dá um déficit”, explica Denise Gentil. para o cálculo dos governos, que contraria a garantia prevista na
À primeira vista, pode parecer um erro matemático. Isso porque Constituição. Mas aqui é necessária cautela.
a Constituição Federal estabelece, no artigo 194, que, junto com a Primeiro porque nem com a DRU o “rombo” chega perto do que
saúde e a assistência social, a previdência é parte de um sistema os governos e jornais alardeiam. Segundo porque, mesmo com a
de seguridade social que conta com um orçamento próprio. Esse DRU, o orçamento continuaria positivo se os governos não
orçamento, por sua vez, é alimentado por tributos criados retirassem outra bolada do caixa da previdência e da seguridade por

103
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

meio de isenções fiscais, ou seja, tributos que deixam de ser “A Constituição de 1988 foi um raio em céu azul. Porque a partir
cobrados das empresas, como forma de ‘incentivo’. dali o que houve foi uma dilapidação dos princípios constitucionais,
Agora mesmo em 2016, ano em que a reforma da previdência foi a ilegalidade sendo patrocinada pelo Estado para restringir
vem sendo debatida como prioridade tanto pelo governo eleito direitos sociais”, lamenta Denise, que completa: “É uma disputa
afastado quanto pelo governo interino, a Lei Orçamentária Anual, antiga e será eterna porque é uma disputa de classe”.
enviada pelo Executivo e aprovada pelo Congresso, prevê R$ 69
bilhões de renúncia apenas dos recursos da previdência, sem Problemas do envelhecimento?
contar o conjunto das contribuições que financiam toda a De fato, embora não tenha apresentado uma proposta oficial, a
seguridade social. medida mais alardeada na reforma da previdência prometida pelo
A simples decisão de não abrir mão desses recursos faria com governo interino é o estabelecimento de uma idade mínima para
que a previdência fechasse as contas no azul. “Você diz que a aposentadoria. O argumento: a população brasileira está
previdência tem um déficit de R$ 85 bilhões mas renuncia ao envelhecendo e, em 2040, essa mudança da pirâmide vai tornar o
equivalente a 3% do PIB de receita? E depois quer que a sociedade sistema insustentável. “Acho um certo excesso de zelo. Os
aceite uma reforma da previdência?”, questiona Denise Gentil. governos não conseguem prever a próxima crise e querem nos
Isso sem contar a sonegação fiscal que, segundo cálculos do convencer do que vai acontecer em 2040?”, ironiza Sara
Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional, impediu Granemann.
que R$ 453 bilhões chegassem aos cofres públicos no ano O argumento da pressão demográfica também não é novo. O
passado. Em outras palavras: o déficit é produzido, não por relatório elaborado pelo grupo técnico instituído pelo governo Dilma,
fórmulas matemáticas, mas por opções políticas. que discutiu o tema até pouco antes do afastamento da presidente,
“Ninguém discute neste país os mais de R$ 501 bilhões que informa que, em 2015, a expectativa de vida do brasileiro era de
foram bastos no ano passado com os juros da dívida. Ninguém 75,4 anos e que, em 2042, esse tempo médio de vida subirá para
discute os mais de R$ 200 bilhões que foram gastos só para 80,07 anos.
segurar a taxa de câmbio. Mas discute-se o fato de que 70% dos “O aumento da longevidade da população demanda ações
benefícios da previdência são de até dois salários mínimos. É uma específicas para a sustentabilidade da seguridade social”, conclui o
loucura!”, diz Denise. relatório. Sara ressalta que essa mudança etária deveria ser
Sara completa: “Não é a estrutura de financiamento nem a comemorada e não servir de pretexto para se retirar direitos da
pirâmide etária que têm problemas. O problema é a retirada de população. “O aumento da expectativa de vida é um feito da
recursos. Essa é a maior pedalada que o Brasil tem”. humanidade no século 20. Se elevar para todo mundo a
aposentadoria para 65 anos, por exemplo, você terá pessoas se
Concepções que não batem aposentando a menos de dez anos da morte”, alerta. Declarações
Denise é enfática em afirmar que “não faz sentido falar em mais recentes do Palácio do Planalto, no entanto, dão conta de um
déficit da previdência”. E, ao dizer isso, ela não está apenas cenário ainda pior: matéria publicada no jornal O Globo no último dia
repetindo que as contas do governo estão erradas. “Trata-se de um 27 de junho afirma que o “governo Temer quer permitir
princípio filosófico”, explica, defendendo a concepção que orientou o aposentadoria só a partir dos 70 anos”. A notícia é que o projeto que
capítulo de seguridade social da Constituição. “A ideia é nós termos está sendo elaborado proporia idade mínima de 65 anos para agora,
um sistema de proteção social que abrange as pessoas na velhice, ampliando para 70 daqui a 20 anos. “O cálculo é o quanto mais
na adolescência, na infância…”, exemplifica, para justificar por que perto da morte o direito da aposentadoria deve chegar”, denuncia
essas áreas, que atendem a necessidades sociais, têm que ser Sara.
geridas pela demanda e não pela oferta de recursos disponíveis. Vilson Romero, presidente da Anfip, explica que a primeira
O grande salto da Constituição foi compreender que, como desmistificação que precisa ser feita é exatamente em relação a
sistema voltado a garantir direitos, a seguridade deveria ser essa expectativa de vida. E aqui o pulo do gato do discurso
“financiada por toda a sociedade, de forma direta e indireta”. governamental está em divulgar apenas o cálculo da “média”.
O envelhecimento da população e a mudança na pirâmide etária “Como estabelecer uma idade mínima para aposentadoria num país
brasileira, por exemplo, que têm sido usados como um dos como o Brasil, onde no campo se morre aos 55 anos e no Rio
principais argumentos em defesa de uma nova reforma, já estavam Grande do Sul há quem viva até os 85, 90 anos?”, questiona,
previstos no princípio que regeu esse capítulo da Constituição. destacando a maioria dos brasileiros que vivem sob condições
Essa é uma das razões para que se tenha um orçamento precárias de trabalho morre antes de fazer jus à aposentadoria.
composto não só por contribuições dos próprios trabalhadores e Mas os especialistas ouvidos pela Poli alertam ainda para uma
seus empregadores, mas também por tributos pagos pelas segunda desmistificação necessária nessa discussão. “Já existe
empresas em geral. A ideia era exatamente garantir idade mínima”, diz Sara. Além dos auxílios (doença, maternidade,
sustentabilidade mesmo quando a população de idosos, que usufrui entre outros), pensão por morte e benefícios acidentários e
da aposentadoria, superasse a população economicamente ativa, assistenciais, o Regime Geral da Previdência Social engloba três
que contribui para ela. modalidades de aposentadoria: por invalidez, idade e tempo de

104
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

contribuição. renda no montante suficiente para pagar os salários dos ativos e os


Por definição, não cabe restrição de idade para as benefícios dos inativos”.
aposentadorias concedidas a pessoas que, vitimadas por doenças Diante de “uma produção gigantesca”, diz, a preocupação deve
ou acidente, tenham ficado impedidas de trabalhar. A aposentadoria ser garantir um mercado consumidor à altura. E é aqui que entram
por idade já estabelece o mínimo de 60 anos para mulheres e 65 os aposentados. “O envelhecimento da população brasileira não vai
para homens – nesse caso, o objetivo de uma nova reforma seria ser problema, mas solução”. Desde que eles tenham a
jogar a aposentadoria mais para frente. aposentadoria garantida, claro.
A modalidade por tempo de contribuição permite que o
trabalhador se aposente em qualquer idade, desde que contribua Aposentadoria no campo e salário mínimo
durante 30 anos, se for mulher, ou 35 anos no caso dos homens. É Outro ponto que tem sido apontado pelos ‘especialistas’
nessa modalidade que poderia estar concentrado o contingente de governamentais é a necessidade de se mudarem as regras da
trabalhadores que conseguem o benefício aos 55 anos – média que aposentadoria dos trabalhadores rurais. Hoje, a Constituição
tem sido alardeada pelos governos como a idade em que os permite aos trabalhadores do campo se aposentarem cinco anos
brasileiros se aposentam. A partir de uma medida aprovada no ano antes dos urbanos, sem exigência do tempo mínimo de
passado, o trabalhador tem a alternativa de se aposentar quando a contribuição, recebendo um salário mínimo.
soma do seu tempo de contribuição (30 ou 35) com a idade resultar Segundo Denise Gentil, as discussões da reforma vinham
em 85 ou 90 para mulheres e homens, respectivamente. A cada cogitando não só igualar a idade de aposentadoria como
dois anos, acrescenta-se um ponto nesse resultado final, de modo condicioná-la à contribuição, ou seja, equiparar com os critérios da
que, em 2026, a soma tenha que dar 90 e 100. previdência urbana. “Como se você tivesse condições de comparar
Além disso, mais uma vez, os números desmentem o essas duas realidades, do trabalhador rural e urbano, neste país”,
argumento: dos 32 milhões de benefícios garantidos pela contesta.
previdência brasileira, apenas 5,4 milhões ou 16,6% estão nessa De fato, considerado apenas o fluxo de caixa entre a receita e a
modalidade. despesa previdenciária, sem levar em conta os recursos da
O número é baixo por uma razão muito simples: com o alto grau seguridade social como um todo, o subsistema de previdência rural
de informalidade e instabilidade do mercado de trabalho brasileiro, apresenta um déficit que, em 2015, foi de R$ 90 bilhões.
são poucas as pessoas que conseguem ter vínculo empregatício Romero explica que, de um lado, esse desequilíbrio expressa o
que gere contribuição por 30 ou 35 anos seguidos. impacto de uma medida muito positiva para os trabalhadores: a
Isso significa que a maioria da população brasileira se aposenta valorização do salário mínimo na última década que, “obviamente
com uma idade muito maior do que aquela que é divulgada pelos deu uma valorizada muito grande no benefício rural”.
defensores da reforma previdenciária. Trata-se, mais uma vez, de Mas o problema, na sua avaliação, está na falta de contribuição
uma ‘matemática’ particular: segundo Romero, mesmo não fazendo de um setor central da economia no campo: o agronegócio. Hoje, as
o menor sentido estabelecer idade para aposentadoria por invalidez empresas desse ramo são isentas de contribuição previdenciária
ou pensão por morte, por exemplo, esses benefícios são sobre o que é exportado e pagam uma alíquota de 2,6% sobre a
contabilizados pelo governo no cálculo que produz a média de 55 receita bruta da comercialização interna. Como regra geral, os
anos. outros setores pagam 20% sobre a folha de pagamento.
“Isso tem sido contestado pela CNA [Confederação Nacional da
Velhice e desenvolvimento Agricultura e Pecuária do Brasil], pelo ministério da agricultura, mas
Mas de pouco vale a desmistificação desses números diante da eu acho que é chegada a hora de o agronegócio, que tem sido tão
afirmação repetida de que, com a mudança da pirâmide etária, o incentivado, ser incentivado também a contribuir um pouco mais
sistema da previdência vai entrar em colapso em algumas décadas. para o equilíbrio das contas da previdência rural”, analisa Romero.
“Não vai acontecer nada disso”, garante Denise Gentil, Essa foi uma das dez propostas formalmente entregues pelas
completando: “O discurso demográfico do envelhecimento centrais sindicais que compuseram o GT ao governo interino.
populacional é um discurso do mercado financeiro”. Como Mas já há reação. Matéria do jornal O Estado de São Paulo no
economista, seu argumento é que não se pode fazer previsões para dia 23 de junho informa que uma das “alternativas” consideradas
o futuro sem levar em conta uma variável que as análises pelo governo interino na proposta de nova reforma da previdência é
“catastrofistas” dos governos sempre ignoram: a produtividade. cobrar a contribuição do INSS das empresas do agronegócio. Na
“Quando você vê as planilhas do ministério da previdência, reportagem, no entanto, Roberto Brant, ex-ministro do governo
todas as variáveis estão projetadas para o futuro: massa salarial, Fernando Henrique, atual consultor da CNA e coordenador do
massa de benefícios, inflação, taxa de crescimento do PIB… Só não programa de Michel Temer para a área — tendo sido o principal
tem a produtividade”, descreve. E explica: “Se tivesse esse cálculo, cotado para o ministério da previdência, caso ele não tivesse sido
ficaria claro que, no futuro, embora existindo em menor número, extinto — classificou essa medida como “nonsense”, argumentando
cada trabalhador vai produzir muito mais do que se produz hoje. E que a reforma precisa priorizar a redução das despesas e não o
que, portanto, essa capacidade produtiva maior vai gerar produto e aumento de receita.

105
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

E não foi só sobre a previdência rural que a valorização do serviço público e vão correr para o banco fechar um plano privado.
salário mínimo destacada por Romero teve impacto. Por isso Com esse discurso, o governo tem empurrado a população para o
mesmo, uma das medidas que vem sendo anunciada desde o colo dos bancos”, explica Denise, que alerta: “Você tem que se
programa antecipado do governo interino é impedir que os perguntar a quem serve essa reforma”.
benefícios previdenciários e assistenciais continuem tendo reajustes
que acompanhem o salário mínimo. Fonte: https://www.brasildefato.com.br/2016/07/22/esta-sobrando-muito-dinheiro-na-
previdencia-entenda-os-numeros/
Num texto que, entre outras coisas, ignora o sistema de
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos
financiamento da seguridade social, que garante um caixa próprio, o
programa do PMDB defende: “É indispensável que se elimine a Texto 9: Previdência do Brasil é a 13ª mais cara
indexação de qualquer benefício do valor do salário mínimo. (…) Os
benefícios previdenciários dependem das finanças públicas e não Numa lista de 86 países, apesar de ter a maioria jovem, país gasta
devem ter ganhos reais atrelados ao crescimento do PIB”. proporcionalmente tanto quanto a Alemanha, nação com muito mais
Para Sara Granemann, inclusive, essa é a diferença substancial idosos.
que se pode destacar entre as propostas que circulavam no governo
Dilma e as que se cogitam agora, durante o governo interino. “Para As despesas do Brasil com a Previdência estão muito acima do que
Temer, há uma fúria de desvincular e criar um outro índice, sem seria o esperado a partir da idade da população brasileira, aponta
dizer qual. Se Dilma voltar, talvez não faça isso”, arrisca, estudo obtido pelo ‘Estado’. De uma lista de 86 países, o Brasil está
ressaltando, no entanto, que, embora nunca tenha aparecido como em 13.º com maior gasto com aposentadorias e pensões em
proposta, no governo petista o impacto dessa indexação sempre era relação às riquezas do País. Ao mesmo tempo figura na 56.ª
apresentado como problema. posição entre os que têm a população mais idosa, com 60 anos ou
mais.
Para que tudo isso? Considerada a estrutura demográfica brasileira, o gasto
Para os especialistas ouvidos pela Poli, tudo isso aponta um previdenciário deveria se encontrar em torno de 4% do Produto
claro processo de privatização e financeirização da previdência Interno Bruto (PIB) – a projeção do governo federal é de que as
brasileira, que traz muitos riscos para os trabalhadores. Denise despesas com o pagamento dos benefícios pelo Instituto Nacional
explica que o que se chama de previdência privada é, na verdade, o do Seguro Social (INSS) alcancem 7,9% do PIB neste ano.
investimento num fundo que aplica no mercado financeiro o dinheiro Segundo o estudo feito pela equipe técnica do governo, o atual
pago pelos trabalhadores. patamar de gastos do Brasil com Previdência só seria compatível se
“Não é previdência, é investimento, com custo alto e retorno 25% da população fossem idosos. No entanto, segundo o IBGE,
baixíssimo”, denuncia Denise. Diferente da garantia que a apenas 10,8% dos brasileiros têm 60 anos ou mais. Isso mostra
previdência social oferece, aqui pode-se ganhar ou perder. O caso uma distorção dos gastos previdenciários que já comprometem as
do Postalis, fundo de pensão dos funcionários dos Correios, é contas públicas. Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu
exemplar. Neste exato momento, o fundo acumula um rombo de Padilha, o rombo da Previdência – que fechou em R$ 86 bilhões em
quase R$ 7 bilhões que, segundo análises publicadas na grande 2015 – deve alcançar R$ 180 bilhões em 2017 e, em breve, não
imprensa, se devem principalmente a perdas em investimentos de caberá no Orçamento Geral da União (OGU).
risco, por exemplo, em títulos de outros países e nas empresas de “São poucos os países que adotam um conjunto de regras tão
Eike Batista. relaxadas como o Brasil”, diz um dos autores do estudo, Luis
Uma solução proposta foi aumentar em 23 anos a contribuição Henrique Paiva, do Ipea, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.
de todos, inclusive aqueles que já teriam direito ao benefício. Segundo o pesquisador, a tendência é que países com mais idosos
Segundo matéria do jornal O Globo de março deste ano, isso também sejam aqueles que apresentem maior despesa
significaria inclusive uma redução de 18% no contracheque dos já previdenciária. O Brasil, porém, é um ponto fora da curva, com
‘aposentados’. gastos muito acima do esperado para um país com perfil
Segundo dados da Anfip, em fevereiro de 1997, o Brasil tinha relativamente jovem. Paiva diz que as aposentadorias precoces e as
255 fundos de pensão que movimentavam R$ 72 bilhões; em pensões explicam boa parte dessa situação.
dezembro de 2015, são 308 fundos com uma reserva de R$ 685 As despesas com o pagamento do INSS deram um salto entre 1995
bilhões. Isso talvez explique por que, na avaliação de Denise, a e 2014, de 4% para 7% do PIB. “Isso garantiu que quase 90% dos
proposta de reforma da previdência nada tenha a ver com fluxo de idosos tivessem acesso a algum tipo de benefício”, afirma. “Essa é a
caixa: trata-se, na verdade, de um amplo acordo entre Estado e faceta positiva do aumento de gastos: expandiu a cobertura. Em
mercado financeiro, que envolve o pagamento dos juros da dívida muitas cidades, os benefícios são uma das principais fontes de
pública e o fortalecimento dos fundos de pensão, que se tornaram renda.”
um verdadeiro nicho de mercado para o grande capital. Atualmente, no Brasil, é possível aposentar por idade ou por tempo
“Os governos começam a divulgar que a previdência está de contribuição. Na prática, os trabalhadores mais pobres e com
quebrada porque as pessoas vão se sentir inseguras em usar o pior inserção no mercado de trabalho se aposentam por idade. A

106
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

regra diz que é possível se aposentar com 65/60 anos  TEMÁTICA: TRABALHO
(homens/mulheres) se o trabalhador tiver 15 anos de contribuição.  SUBTEMA: PRECARIZAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO
Na aposentadoria por tempo de contribuição, não há fixação de
idade mínima, uma concessão que é raridade no mundo Texto 10: Terceirização: retroceder em direitos é um ato de
A regra diz que é preciso ter 35/30 anos de contribuição. As idades violência institucional
médias de aposentadoria, neste caso, são de 55/52 anos. Para os
Leonardo Sakamoto - 22/04/2015 11:44
pesquisadores, essas regras favorecem trabalhadores com maiores
níveis de renda, com uma trajetória de empregos com carteira Enquanto o Congresso Nacional segue analisando e votando o

assinada, mais estável. projeto que amplia a terceirização no Brasil, a guerra de informação

Entre 177 países, o Brasil faz parte de um grupo pequeno de 13 corre solta na internet.

nações que oferecem a opção pela aposentadoria por tempo de Muitos dizem que o projeto vai colocar o Brasil na vanguarda

contribuição. Desses, cinco exigem que o aposentado abandone o das relações de trabalho em todo o mundo. Na verdade, não vai.

mercado de trabalho ou impõem outras restrições ao acúmulo de Claro que é necessário garantir que a terceirização seja

rendimentos trabalhistas e previdenciários – o que não ocorre no regulada por legislação para proteger as categorias em que ela já é

País. legalmente autorizada. Mas não que essa legislação aproveite para

O caso brasileiro destoa até mesmo de países com situação retirar direitos de todos os trabalhadores, como é o caso da

socioeconômica e demográfica semelhante. O Equador é o único autorização para a terceirização de todas as atividades de uma

país da América Latina a oferecer a aposentadoria por tempo de empresa.

contribuição, mas trata como um caso excepcional e exige tempo de Pedi para o juiz do trabalho e professor de direito Marcus

40 anos para homens e mulheres para que não haja redução no Barberino comentar exatamente isso: o Brasil vai ser vanguarda

valor do benefício. Nos países da América Latina, as diferenças nos com a nova lei da terceirização? Segue a resposta:

critérios para a aposentadoria de homens e mulheres são menores O Brasil tem regulação do trabalho. E ela não é extensa e

do que as existentes no Brasil e a reforma da Previdência deve protetora como se pensa, pois a maioria das regras da CLT tratam

aproximar as exigências. Cerca de 90% dos países da região do direito processual do trabalho e da organização do Estado,

impõem alguma restrição para aposentadorias antecipadas. inclusive o poder de fiscalização do Ministério do Trabalho e

O patamar da participação das pessoas de 60 anos ou mais na Emprego. Enquanto isso, a maioria esmagadora dos processos

população brasileira que era de apenas 3% no começo do século trabalhistas do Brasil tratam de temas como jornada extraordinária e

20, deverá atingir um terço da população em 2060 de acordo com não pagamento de salários. Todos os países ocidentais têm regras

as projeções do IBGE e da ONU. Hoje, portanto, um em cada dez duras para isso. E em todos, salvo na América Latina, respeita-se

brasileiros tem 60 anos ou mais de idade. Em 2060, os idosos serão minimamente o limite de oito horas de jornada, por exemplo.

um em cada três brasileiros. Portanto, ao contrário do que alguns afirmam, a regulação do

O envelhecimento populacional e a queda da fecundidade farão mercado de trabalho não se relaciona com a intensidade da

com que haja um menor número de pessoas em idade ativa para dinâmica capitalista. Ter ou não ter regras de proteção não é o

cada idoso. Em 2010, havia 10 pessoas de 15 a 64 anos para variável dominante. A legislação do trabalho brasileira se tem um

sustentar cada idoso de 65 anos ou mais de idade. Em 2060, norte é a fragmentação e a desigualdade.

haverá entre 2,2 e 2,3 pessoas em idade ativa para cada idoso. Por exemplo, a jornada dos advogados empregados é de quatro

Para o pesquisador do Ipea, o governo está diante de um desafio horas diárias. Parece-me que a redução da jornada de trabalho

para convencer as pessoas a aceitar regras mais duras para se histórica deveria estar no contexto de uma ampla pactuação. Mas

aposentar. “A Previdência é um pacto de gerações e se dá dentro há estamentos brasileiros que adoram a regulação fragmentária. A

da casa de cada um”, afirma. “Ou mantemos isso na cabeça ou a clientela mais poderosa se abastece de regras que lhe são

próxima geração vai ter que pagar as distorções com mais favoráveis como grupo ou como indivíduos desse grupo (a

impostos”, diz. E dá um exemplo pessoal: pejotização dos jornalistas se encaixa aqui, pois o grande amplia

“Meu pai se aposentou com condições muito mais favoráveis do que seu poder sobre os pequenos e os pequenos não participam do

as que eu vou ter que seguir para garantir que o meu filho também fundo público social e ainda se vitimizam).

consiga se aposentar”. O Brasil foi um dos países que mais cresceu no século 20.
Como a Alemanha. Por lá, o direito do trabalho legal é rígido, mas
Fonte: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,previdencia-do-brasil-e-a-13-mais- não é muito extenso. Contudo, troco ele pelo nosso em dois
cara,10000067999 segundos. Pois as instituições desse direito do trabalho são
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos
protetivas e articuladas com o contrato coletivo de trabalho nos
setores econômicos.
Por outro lado, um monte de países africanos não sabe o que é
direito do trabalho, nem regulação do mercado de trabalho. Seus

107
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

salários são baixíssimos e nem por isso há dinâmica capitalista por etc.) e terceiriza essa função para uma empresa especializada
lá que vá além de economias de extração. nesse tipo de serviço. Os novos contratados para a função exercem
Estamos vendo nos noticiários centenas de imigrantes africanos as mesmas atividades, mas o patrão deles não é a empresa “X”, e
morrendo em tentativas de chegar à Europa e conseguir trabalho. sim a companhia terceirizada.
Ninguém migra fugindo de leis trabalhistas de seus próprios países
como afirmam alguns. As pessoas fogem é da desesperança e da A terceirização é permitida no Brasil?
miséria. Por isso, tantas pessoas migram ou tentam migrar para A prática da terceirização no Brasil é permitida, mas com
Europa, EUA e Brasil. O ser humano foge em busca de bem estar e ressalvas. Atualmente, ela só pode ser realizada para as chamadas
segurança, de renda e, naturalmente, de sonhos que fazem a nossa atividades-meio, aquelas que não são diretamente relacionadas
saúde psíquica ficar alerta. com o intuito principal das instituições. Já as chamadas atividades-
A Suécia é um dos países mais dinâmicos do mundo e tem leis fim não podem ser executadas por funcionários terceirizados.
sociais e tributárias duríssimas. O ponto que me parece relevante é Para entender melhor a diferença entre atividades-meio e
que todos esses países criaram uma estratégia nacional em que atividades-fim, considere um exemplo de uma escola. O objetivo
capital e trabalho estavam de algum modo partilhando o Estado e principal dela é oferecer educação escolar para os seus estudantes.
cooperando. Os ajustes de cooperação são vários. Portanto, os profissionais diretamente ligados a essa função
Do ponto de vista da demanda agregada, o fator mais (professores, diretores, secretários, coordenadores pedagógicos
significativo é que o direito do trabalho funciona como estabilizador etc.) exercem as atividades-fim. Já a equipe que cuida de funções
da renda nacional. Ele auxilia as decisões macroeconômicas a não diretamente relacionadas, tais como limpeza, segurança e
evitar ampla flutuação da atividade e o rebaixamento da renda manutenção, são categorizadas como atividades-meio.
disponivel para o consumo.
Se a terceirização é permitida, o que pretende o projeto de lei
É fato que a regulação tende a envelhecer e perder eficácia. Daí
que tramita no Congresso Nacional?
a necessidade de sua constante revisão. Mas me parece que se
O Projeto de Lei 4.330/2004 tem como objetivo principal
deva manter a ideia central, quer de proteção mínima, quer de
regulamentar a prática da terceirização do Brasil a fim de sanar
estabilizador da renda nacional. Fazer ajuste para retroceder ao
conflitos – sob o ponto de vista do esclarecimento de leis – no meio
tempo do século 19, como é o caso do projeto que amplia a
jurídico a respeito dessa questão.
terceirização em discussão no Congresso Nacional, é flertar com a
O ponto principal e mais polêmico da proposta, no entanto, é a
violência institucional.
permissão para que as atividades-fim também possam ser
Fonte: http://migre.me/sbIu8 terceirizadas. No exemplo da escola acima, os professores e
Enviado pelo professor Yuri Norberto Pereira
pedagogos, por exemplo, poderiam ser contratados de uma

Texto 11: Debate sobre a terceirização do trabalho empresa especializada em educação que não apresenta vínculos
trabalhistas com a instituição; já as funções de secretaria poderiam
Com a terceirização integral, todas as atividades de uma empresa ser executadas por outra empresa de gestão escolar e assim
poderão ser terceirizadas sucessivamente.

Um dos principais acontecimentos políticos desse primeiro Por que os debates sobre a terceirização começaram a
semestre do ano de 2015 foi a emergência do debate sobre a acontecer somente em 2015?
terceirização do trabalho no Brasil, gerando uma série de opiniões Na verdade, o debate sobre a terceirização do trabalho sempre
tanto nos meios jornalísticos quanto nas redes sociais. Desse modo, ocorreu no Brasil. No entanto, ele tornou-se mais acirrado quando o
muitas dúvidas surgiram sobre essa questão, tais como o conceito Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ),
de terceirização, o que é o projeto de lei sobre o tema que está em resgatou o PL4.330, proposto pelo ex-deputado Sandro Mabel
votação, entre outras indagações. (PSDB/GO) em 2004.
O Brasil Escola organizou, então, um “bate-bola” com as Por causa disso, as polêmicas sobre essa questão, tais como a
principais questões sobre o tema. Ao final deste texto, temos permissão da terceirização para as atividades-fim, elevaram-se em
algumas considerações sobre como esse tema poderá cair no razão dos rumores referentes à votação da pauta no Congresso. A
Enem. proposta não só foi votada como também aprovada no dia 07 de

O que é terceirização? abril, com 324 votos de deputados a favor, 137 contra e 2

A terceirização é a transferência de serviços e funcionários de abstenções. O projeto agora seguirá para o Senado.

uma empresa para outra. Tecnicamente, esse conceito é definido Outra polêmica sobre o PL 4.330 relaciona-se com os

como um modelo de gestão e organização administrativa que concursos públicos, uma vez que o Estado também poderia

permite que um determinado serviço seja executado por terceiros, terceirizar os serviços, o que acabaria com as vagas para efetivos.

que terão autonomia técnica e jurídica. No entanto, essa questão gerou tanta repercussão que foi retirada

Exemplo: uma empresa “X” resolve demitir todos os funcionários pelos deputados, fazendo com que a terceirização integral aplique-

responsáveis pela segurança de seus imóveis (porteiros, vigilantes

108
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

se somente para empresas privadas, se ocorrer aprovação do de direita também assumiram posição contrária ao projeto, embora
projeto de lei. em minoria.
O governo federal também é contra a PL 4.330 e a tendência é
O que dizem aqueles que são favoráveis ao projeto da
de que a presidenta Dilma Rousseff vete o projeto caso ele chegue
terceirização?
à sua mesa para sanção presidencial. Em termos partidários, PT,
Os defensores do PL 4.330 afirmam que o projeto é necessário
PC do B e PSOL votaram maciçamente contra a proposta, enquanto
para a total regulamentação da prática da terceirização no Brasil e
DEM, PMDB, PP, PSB, PR, PROS, SD, PSD, PSDB e outros
para reduzir os conflitos jurídicos sobre o tema. Eles afirmam que
votaram a favor, embora esse último partido citado tenha recuado
não existe uma separação clara e concisa sobre o que seriam as
após a repercussão do tema.
atividades-meio e as atividades-fim e nem um ordenamento jurídico
que oriente claramente essa questão.
O tema da terceirização no Enem
Outro ponto defendido pelos favoráveis à extensão da
A prova do Enem dificilmente cobrará o tema da terceirização
terceirização para todas as atividades é que isso ampliaria a
de forma isolada ou com apelos políticos. A tendência é a de que,
competitividade das empresas por considerarem que os ofícios
se o assunto cair, ele apareça como uma forma de contextualização
seriam mais bem executados por empresas especializadas em cada
de abordagens sobre o atual processo de flexibilização do trabalho
função.
e as transformações nas atividades industrial e trabalhista.
Eles ainda defendem que somente a empresa terceirizada
Por isso, o candidato deve inteirar-se sobre a atual fase do
possui vínculos e responsabilidades sobre os trabalhadores, mas,
sistema capitalista e o processo de globalização, que, entre outras
na PL 4.330, as questões referentes aos direitos dos trabalhadores
questões, intensificou a fragmentação produtiva e a ligeira
e às condições de trabalho seriam de responsabilidade também da
desregulamentação do trabalho, além do relativo enfraquecimento
empresa contratante.
dos sindicatos em todo o mundo. Não obstante, é preciso estar por
dentro de questões sobre o sistema Toyotista de produção e o
E o que dizem os grupos contrários ao projeto da
regime de Acumulação Flexível, que têm em suas características o
terceirização?
aumento dos processos de terceirização e terciarização (expansão
A prática da terceirização sempre foi muito criticada por grupos
do setor terciário: comércio e serviços).
de esquerda e organizações sindicais e trabalhistas por
considerarem que essa prática gera uma redução dos ganhos da Fonte: http://vestibular.brasilescola.com/atualidades/debate-sobre-terceirizacao-
trabalho.htm
classe trabalhadora e amplia o processo de precarização do
Enviado pelo professor Joelson Ricardo Dantas Oliveira
trabalho. Em geral, um trabalhador terceirizado recebe menos,
trabalha mais e possui uma menor estabilidade no seu emprego do  TEMÁTICA: EDUCAÇÃO
que um trabalhador diretamente contratado e que realiza a mesma  SUBTEMA: REFORMULAÇÃO DO ENSINO MÉDIO
função. E isso sem contar que o poder de negociação com os
patrões – e até de greve – ficaria comprometido e de difícil Texto 12: Proposta de reforma do ensino médio divide
realização. especialistas; saiba o que muda
Afirma-se também que poderá haver uma redução das vagas de
trabalho, uma vez que a flexibilidade gerada pela terceirização Texto apresentado pelo governo eleva carga horária anual para 1,4
costuma produzir menos contratações. Além disso, segundo mil horas e flexibiliza o currículo
estudos realizados pelo Dieese, um empregado terceirizado Por Sharon Abdalla e Denise Drechsel, com agências

trabalha, em média, três horas a mais do que os outros. Portanto, o


A proposta de reforma do ensino médio apresentada na tarde
aumento da jornada de trabalho reduziria, em tese, o número de
desta quinta-feira (22) pelo governo Michel Temer divide a opinião
vagas disponíveis.
dos especialistas. Enquanto os defensores da medida apontam que
Outras afirmações passam pelas estatísticas a respeito da
haverá a oportunidade de replicar no Brasil uma estrutura de ensino
terceirização, que responde por 80% dos acidentes de trabalho
similar à adotada em países desenvolvidos, os críticos questionam a
(embora ela responda por apenas 25% das vagas existentes) e 90%
forma como ela foi apresentada – por Medida Provisória (MP) – e a
das pessoas resgatadas de grandes casos de trabalho escravo no
falta de diálogo com a comunidade escolar.
país. Em resumo, os opositores dessa prática afirmam que, com a
Um dos principais elogios à proposta refere-se à flexibilização
terceirização, os trabalhadores seriam os maiores prejudicados.
das disciplinas, ou seja, a possibilidade de o aluno escolher uma
área específica para se aprofundar, como linguagens, matemática,
Quem é contra e quem é a favor?
ciências da natureza e ciências humanas.
Como já mencionamos, são contrários à lei da terceirização os
“O Brasil oferece 13 disciplinas no ensino médio e essa não é a
grupos de esquerda e boa parte das centrais sindicais, tais como a
experiência internacional. O nosso modelo é da época da ditadura
Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Central dos
e, aos poucos, foram introduzidas mais e mais disciplinas em uma
Trabalhadores do Brasil (CTB). Dessas centrais, apenas a Força
carga horária pequena. Não tem como cobrir um currículo
Sindical é favorável ao projeto. Algumas instituições e organizações
109
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

enciclopédico com um número de horas tão restrito”, avalia Claudia Curricular e ser articulada a partir do contexto histórico, econômico,
Costin, professora visitante de Harvard e ex-diretora de educação social, ambiental e cultural”, diz o texto.
do Banco Mundial. O resultado disso, segundo ela, é um ensino
ruim, que não tem significado para o aluno. Aproveitamento na faculdade
Opinião parecida tem o gerente de conteúdo do movimento Com o novo sistema de educação por ênfase em áreas do
Todos pela Educação, Ricardo Falzetta. Para ele, a estrutura conhecimento, conteúdos cursados durante o ensino médio também
curricular do ensino médio está muito engessada, o que faz com poderão ser “convalidados para aproveitamento de créditos no
que os alunos vejam superficialmente todos os conteúdos e não se ensino superior”, mas isso depende de normatização do Conselho
aprofundem em nenhum deles. Isso faz com que não se preparem Nacional de Educação e homologação pelo Ministério da Educação.
nem para o mercado de trabalho e nem para a educação superior. O texto ainda abre espaço para novos formatos de
“É um ensino que não dá base para o aluno seguir adiante”, avalia. aproveitamento da carga horária do ensino médio. Com as novas
regras, no lugar dos três anos, será possível organizar o currículo
Medida Provisória em módulos ou adotar o sistema de créditos ou disciplina, como
Falzetta critica, no entanto, o recurso utilizado pelo governo ocorre nas universidades.
para a reformulação desta etapa do ensino. Na avaliação dele, uma Já para os vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio
Medida Provisória não combina com processos educacionais, que (Enem), serão considerados “exclusivamente as competências, as
precisam ser negociados e debatidos com a participação de todos habilidades e as expectativas de aprendizagem das áreas de
os públicos envolvidos – o que vinha acontecendo na tramitação do conhecimento definidas na Base Nacional Comum Curricular”.
projeto de lei 6.840/2013, que trata do tema.
O doutor em educação, Ocimar Alavarse, professor da Professores
Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) No lado da atuação dos professores, a MP traz um ponto
também questiona a MP e vê nela uma forma abrupta de o governo polêmico ao abrir espaço para “profissionais com notório saber
introduzir as mudanças no ensino médio. reconhecido pelos respectivos sistemas de ensino para ministrar
Na avaliação de Alavarse, oferecer a possibilidade de o jovem conteúdos de áreas afins à sua formação”. Os currículos dos cursos
direcionar sua formação para uma área específica é uma forma de de formação de docentes terão por referência a Base Nacional
aprofundar as desigualdades sociais e desviar a atenção da Comum Curricular.
resolução de outras carências desta e de outras etapas do ensino,
Fonte: http://www.portaldaindustria.com.br/cni/imprensa/2016/03/1,85166/na-finlandia-50-
como a falta de infraestrutura e a valorização dos professores.
dos-estudantes-optam-pelo-ensino-tecnico-apos-concluir-a-educacao-obrigatoria.html
“Temos que garantir boas escolas, instalações e professores Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos

com salários adequados, não criar a flexibilidade. Vamos garantir o


básico, isso sim seria a melhor decisão a ser tomada para garantir o Texto 13: Visão de um professor sobre o PNE sancionado em
direito da juventude [à educação]”, defende. 2014
por Roniel Sampaio Silva

Confira as principais mudanças no ensino médio Por esses dias foi sancionado o mais novo Plano Nacional de
A ampliação progressiva da carga horária anual mínima, que Educação - PNE, penso que é oportuno que todos nós façamos
passará das atuais 800 hora – distribuídas por um mínimo de 200 uma leituras e análises, para que os próximos documentos possam
dias letivos – para 1,4 mil horas, é uma das principais mudanças representar de fato nossos ideais de educação para o pais. Desse
trazidas pelo texto da Medida Provisória (MP) divulgado pelo modo, resolvi escrever esse texto, com minha visão de professor,
governo. Para contemplar essa mudança, os colégios terão que, sobre alguns tópicos os quais considero cruciais para
obrigatoriamente, instituir o turno integral. problematizarmos o documento, buscando também fazer uma breve
No que se refere ao currículo, os conhecimentos gerais serão análise do PNE anterior.
guiados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e deverão
ocupar, no máximo, 1,2 mil horas de todo o ensino médio. No tempo Conceito e histórico
restante, os alunos poderão seguir diferentes “itinerários Plano nacional de educação é uma série de metas, medidas,
formativos”, com ênfase nas áreas de linguagens, matemática, estratégias, objetivos e prioridades que visam melhorar
ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e qualitativamente e quantitativamente a educação nacional, a partir
profissional. O ensino de língua portuguesa e matemática será de problemas educacionais específicos da realidade brasileira. O
obrigatório nos três anos da etapa. primeiro plano surgiu em 1962 na vigência da primeira Lei de
As disciplinas de artes e educação física, por sua vez, foram Diretrizes e Bases da Educação - LDB e foi uma medida que surgiu
retiradas do currículo obrigatório do ensino médio – a da pressão pelos movimentos sociais da época cuja principal
obrigatoriedade se mantém apenas nos ensinos infantil e bandeira de luta era a ampliação quantitativa e qualitativa da
fundamental. “A parte diversificada dos currículos, definida em cada educação pública. Conquistados alguns avanços, o plano foi
sistema de ensino, deverá estar integrada à Base Nacional Comum repensando anos mais tarde a fim de ser uma estratégia para

110
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

superar os problemas educacionais; o segundo plano foi elaborado - Monitoramento das metas no mínimo a cada dois anos por
em conformidade com a Constituição de 1988, em seu artigo 214. parte de várias instituições governais e da sociedade civil;
Após a previsão constitucional e a regulação pela LDB, o segundo  Fomento à educação integral;
plano foi aprovado em 2001 e teve validade até 2010, foi a partir
desse plano que foi estabelecido que os PNEs seriam decenais, ou  Superação das desigualdades educacionais, econômicas

seja, ser reavaliados e reformulados a cada 10 anos. Isso talvez e sociais;

porque desde 1962 o país já teve três LDBs e apenas três Planos
 Garantia de que pelo menos 40% das novas matrículas na
Nacionais de educação, estes intercalados durante longos períodos
educação superior sejam na educação pública;
e de forma sazonal. Com base nisso, será se educação para o
Brasil foi prioridade?
 Maior incentivo para qualificação docente em nível de
pós-graduação, de formação continuada e até na formação mínima
Atrasos, protelações e negligências
para os professores atuarem na área.
Embora havendo avanços, comparando a preocupação com o
PNE dos governos mais recentes com os governos militares, ainda Principais pontos negativos
há muitos "adiamentos" os quais nos fazem questionar se educação - Muitos dos indicadores acima não há como acompanhar,
realmente continua sendo prioridade para o Estado brasileiro. devido a complexidade dos vários sistemas de ensino;
- O percentual do PIB que iria para educação pública, foi
Angústias, retrocessos, esperanças e perspectivas do plano modificado para educação pública e privada, marginalizando a
2001-2011. educação pública;
Pensando neste PNE de forma geral, ele é um avanço e sua  A parte que diz respeito à valorização dos professores é
assiduidade decenal tem que ser encarada positivamente. A partir muito frágil e genérica e não gera compromisso concreto do Estado
do PNE (2001-2010), o Brasil passou a vincular suas LDBs a um para melhores condições de trabalho e remuneração digna;
plano nacional de educação, com periodicidade decenal, ou seja
que tem validade de 10 anos. Entretanto, é preciso ampliar as  Falta de compromisso com a participação democrática na
formas de representação e participação dos professores, alunos e medida em que muitas das reivindicações sugeridas pela sociedade
comunidade escolar. Isso de fato até houve, entretanto de maneira civil organizada durante os eventos do CONAE (A Conferência
muito superficial. Quando a sociedade civil participou através de Nacional de Educação) não foram atendidas nem pelo Governo
eventos com deliberações e reivindicações, o Estado o recepcionou FHC, nem pelo Governo Dilma. Gestão democrática deveria
o produto destas discussões com série de vetos os quais sufocaram começar por aqui, ou não?
tal participação. Na ocasião o presidente FHC vetou a proposta de
 Estabelecer um incremento da relação professor aluno de
7% do PIB para educação. Muitas metas ambiciosas e poucos
modo que o professor não fique tão sobrecarregado. Para uma
resultados, altas taxas de analfabetismo, aumento da evasão, baixo
qualidade mínima de ensino é necessário um percentual maior da
número de jovens no ensino superior, ampliação da massiva da
relação professor aluno. Enquanto no Brasil para cada 20 alunos há
iniciativa privada no ensino superior. Em suma, a implementação do
um professor, na Finlândia, esse índice é 5 (Dados de 2009).
PNE foi um fracasso uma vez que 2/3 das metas não foram
cumpridas e alguns indicadores pioraram.
Embora haja muitos desafios pela frente, é importante destacar
que o PNE, é um importante instrumento de planejamento para
Angústias, retrocessos, esperanças e perspectivas do plano
melhoria da educação. Paulatinamente, ele tem representado
2011-2021.
alguns avanços, mas juntamente com ele há algumas “armadilhas”
Como se não bastassem os pífios resultados atingidos no plano
que precisam ser minunciosamente estudadas. Devemos
anterior, o plano atual, foi aprovado muito longe do prazo ideal. O
comemorar em parte, em outras devemos lamentar
congresso, instituição que vota o plano não conseguiu gerenciar em
profundamente...
tempo hábil as discussões e viabilizar a votação num tempo à altura
da urgência e importância da matéria, assim, o plano está em vigor Fonte: http://www.cafecomsociologia.com/2014/06/pne-sancionado-em-2014-temos-
com atraso de quase metade do tempo de sua execução. que.html
Enviado pelo professor Yuri Norberto Pereira Silva
Tentando ser sucinto, faço as avaliações por pontos a partir da
minha visão como professor.
 TEMÁTICA: EDUCAÇÃO
 SUBTEMA: EDUCAÇÃO PROFISSIONALIZANTE
Principais pontos positivos:
-10% do PIB destinado à educação até 2024 e 7% do PIB até Texto 14: Para pesquisadores, ensino técnico no país é muito
2019; 'acadêmico'
- O plano é mais conciso. Invés de 295 metas como o anterior, o
atual apresenta 20. O diagnóstico feito por especialistas em educação sobre o

111
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

ensino técnico existente no país preocupa. alunos.


Para eles, a formação dada aos jovens é desconectada da Depois de terminar a escola, os estudantes escolhem seguir
realidade da indústria e, quando oferecida junto ao ensino médio, para uma universidade ou fazer uma formação complementar nos
forma jovens para entrar na universidade —e não para o trabalho chamados "colleges", que oferecem cursos pós- secundários.
profissional em nível técnico. De acordo com estudo publicado por Schwartzman em 2014,
O modelo brasileiro é uma importação adaptada de países nove em cada dez alunos que concluíram o ensino médio nos EUA
europeus. "Mas é uma jabuticaba", diz o sociólogo Simon recentemente fizeram pelo menos um curso técnico-vocacional.
Schwartzman, pesquisador do Instituto de Estudos do Trabalho e Para João Cardoso Palma Filho, professor de Sociedade,
Sociedade. Estado e Educação da Unesp (Universidade Estadual Paulista), o
Hoje, a formação técnica no Brasil —por exemplo em principal problema do ensino técnico brasileiro não está no modelo
gastronomia, moda ou tecnologia da informação— funciona como adotado, mas na forma como ele é implementado.
algo "adicional" ao ensino médio tradicional. "No Brasil, quem legisla é a União, mas quem implementa são
Pode ser feito depois que o indivíduo se forma na escola ou ao os Estados. Isso causa uma espécie de esquizofrenia", diz. "Não dá
mesmo tempo —nesse caso, em duas escolas diferentes ou no para mudar a realidade por lei."
chamado "ensino médio integrado".
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2016/05/1768992-para-pesquisadores-
Neste caso, os conteúdos das formações média e técnica são
ensino-tecnico-no-pais-e-muito-academico.shtml
oferecidos em uma mesma escola de período integral. É o modelo Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos

adotado, por exemplo, pelo Centro Paula Souza, em São Paulo, que
teve sua sede ocupada por alunos na última semana. Texto 15: População brasileira acredita que educação

Na prática, muitas pessoas decidem fazer a formação técnica profissional abre portas para o mundo do trabalho

quando estão na idade adulta, explica Schwartzman.


"E os jovens que fazem o ensino médio integrado ao técnico Para brasileiros, quem tem formação técnica também recebe

acabam indo para a universidade", diz. salários melhores. Mesmo assim, poucos procuram cursos

Isso ocorre porque quem pretende cursar boas universidades


tende a procurar escolas técnicas integrais, que costumam ter Os brasileiros acreditam que a educação profissional oferece

melhor infraestrutura e bons professores. boas oportunidades para quem quer ingressar no mercado de

Na Unicamp, por exemplo, um em cada cinco alunos que trabalho. Pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da

ingressaram neste ano vieram de escolas de ensino médio técnico. Indústria (CNI) ao Ibope mostra que, na avaliação da população, os
cursos técnicos e profissionalizantes são um caminho rápido para

MODELO ALEMÃO conseguir um emprego e ter um bom salário.

Apesar de inspirado na proposta europeia, o modelo é bem De acordo com o levantamento, 90% dos entrevistados

diferente do adotado por países como a Alemanha. concordam que quem faz ensino técnico tem mais oportunidades no

No projeto alemão, os alunos ingressam no ensino médio mercado de trabalho do que quem não faz nenhum curso. Sobre

separados entre aqueles que salários, a percepção também é positiva: 82% concordam que os

vão se preparar para entrar na universidade e os que terão profissionais com certificado de qualificação profissional têm

formação técnica. salários maiores do que os que não têm. A pesquisa ouviu 2.002

A separação precoce dos alunos é alvo de críticas e tem sido pessoas com mais de 16 anos em 143 municípios. Os resultados

discutida na Alemanha, de acordo Remi Castioni, da Faculdade de darão subsídios para definir a oferta de vagas pelo Serviço Nacional

Educação da UnB (Universidade de Brasília). Mesmo assim, vários de Aprendizagem Industrial (SENAI). Maior rede de formação

países tentam copiar, sem sucesso, a experiência alemã. tecnológica para a indústria, a instituição já qualificou 61 milhões de

Para os que seguem no ensino médio profissionalizante na trabalhadores desde sua criação em 1942.

Alemanha, diz Castioni, a formação é próxima da indústria —algo “Os resultados ajudam a desconstruir a ideia de que o Brasil

que não ocorre no Brasil. Lá, os alunos passam um ciclo na escola não valoriza as profissões técnicas”, avalia o diretor-geral do SENAI,

e outro nas empresas. Rafael Lucchesi. Ele destaca que 74% dos entrevistados

"Aqui, a formação técnica é mais acadêmica e desconectada do reconhecem que os alunos de cursos profissionalizantes são bem

setor privado", diz. ou razoavelmente bem preparados para o mercado de trabalho. A

O modelo alemão, por sua vez, é bem diferente do adotado nos percepção da população sobre os impactos da educação

Estados Unidos, que também faz sucesso entre especialistas em profissional se assemelha aos estudos sobre a empregabilidade de

educação. profissionais formados pelo SENAI: mais de 70% dos ex-alunos de

Todos os alunos americanos frequentam um ensino médio cursos técnicos de nível médio, por exemplo, conseguem emprego

acadêmico e com período integral. no primeiro ano depois do curso.

A diferença é que as escolas oferecem algumas disciplinas Mesmo assim, ainda é baixo o número de pessoas que busca a

técnico-vocacionais obrigatórias ou que podem ser escolhidas pelos educação profissional. Conforme a pesquisa, apenas um em cada

112
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

quatro brasileiros já frequentou ou frequenta algum curso de eles fosse a universidade”, critica Lucchesi. Ele defende uma
educação profissional. As principais razões para que 75% da mudança na matriz educacional do país de modo a fortalecer o
população nunca tenham feito cursos de formação profissional são ensino técnico. “Um jovem que sai do ensino médio regular hoje não
falta de tempo para estudar (40%), falta de recursos para pagar teve sequer uma hora de aula que o preparasse para o mundo do
(26%), falta de interesse (22%). trabalho. O Brasil só perde com essa realidade. Por um lado, os
Entre os que optaram pela formação profissional, 61% jovens demoram mais tempo para se firmar no mercado de trabalho;
trabalham ou já trabalharam na área do curso, o que indica que os por outro, o setor produtivo sofre com a escassez de trabalhadores
conhecimentos adquiridos têm aplicabilidade no mercado de qualificados”, diz.
trabalho. Quando questionados sobre as razões para optar pela A maioria dos entrevistados defende que se adotem medidas
educação profissional, 53% dizem que ela permite ingresso mais para a valorização do ensino profissional. Noventa e três por cento
rápido no mercado de trabalho; 47%, que têm o desejo de se concordam - totalmente ou em parte - que o governo precisa
qualificar em uma profissão específica; e 28%, que ela amplia as oferecer mais cursos de ensino médio que também ensinem uma
oportunidades de acesso ao mercado de trabalho. profissão. Outros 86% concordam (totalmente ou em parte) que o
São as instituições do sistema S (SENAI, SENAC, SENAR e ensino profissionalizante deveria ser obrigatório no ensino médio.
SEBRAE) as principais ofertantes da formação profissional técnica Fonte: http://www.portaldaindustria.com.br/cni/imprensa/2014/02/1,33112/populacao-
brasileira-acredita-que-educacao-profissional-abre-portas-para-o-mundo-do-trabalho.html
no Brasil. De acordo com o estudo, 43% das pessoas que fazem ou
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos
já fizeram cursos profissionalizantes estudaram em uma dessas
entidades. A rede privada vem em segundo lugar com 37% das  TEMÁTICA: DIREITO E CIDADANIA
respostas, seguida da rede pública com 20%.  SUBTEMA: DIREITO DAS MINORIAS

ALERTA PARA ESCOLHA – “O desafio do país agora é montar Texto 16: Guerra e omissão na Amazônia

uma rede de informações sobre oportunidades de cursos e oferta de A Funai é acusada de ignorar grave conflito entre duas etnias na
empregos, e assim auxiliar a população na hora de fazer suas Amazônia
escolhas para entrar no mercado de trabalho”, diz Lucchesi. Ele faz Felipe Milanez
esse alerta porque ainda são poucos os brasileiros que optam pela
educação profissional. “Mudar esse quadro é responsabilidade de Uma “guerra tribal”, após a omissão de agentes do Estado, teria

toda a sociedade, incluindo os governos, as instituições provocado um massacre de índios isolados da etnia corubo.

educacionais, as famílias. O Brasil registra um percentual muito Servidores da Funai souberam do conflito no fim de setembro. As

baixo de pessoas na educação profissional”, avalia Lucchesi. Ele se investigações ainda estão em curso.

refere aos dados da Organização para a Cooperação e Estima-se um total de 7 a 15 mortos. O incidente no Vale do

Desenvolvimento Econômico (OCDE) que mostram que, na média Javari, no noroeste da Amazônia, fronteira com o Peru, teve início

dos países mais ricos, o índice de pessoas que passam pela com o assassinato de dois integrantes da etnia mati em dezembro

educação profissional é de 46%, quase o dobro do registrado na de 2014 e se desenvolve em meio a uma profunda crise na gestão

pesquisa em relação ao Brasil. do setor de indígenas isolados da Funai.


As informações até o momento indicam que os mati, após terem

EDUCAÇÃO ENTRE OS JOVENS – A pesquisa realizada pelo alertado a Funai e solicitado uma audiência com o presidente da

Ibope apontou que 44% dos brasileiros entre 16 e 24 anos estudam fundação para discutir a pacificação da área, revidaram o ataque

atualmente. Trata-se da parcela da população com maior acesso à dos corubo de dezembro.

educação no momento. Levando em conta todos os recortes de As duas etnias compartilham uma região na Terra Indígena Vale

idade, apenas 16% da população estão estudando. do Javari e, ultimamente, os encontros entre ambas têm sido

Entre os jovens de 16 a 24, a maioria está no ensino superior marcados pela violência. Após o confronto mais recente, os próprios

(18%), seguido do ensino médio (15%) e do ensino fundamental mati conduziram um contato forçado com os corubo nas

(5%). O ensino profissional é opção de apenas 3% deles, mesmo proximidades da aldeia Tawaya, em 26 de setembro. Inicialmente

percentual dos que fazem ensino médio vinculado ao técnico. eram dez indivíduos.

Na comparação com os países mais ricos, o Brasil também está


numa situação ruim quando se trata de opção pelo ensino técnico.
Nas 34 nações mais desenvolvidas, a média dos jovens fazendo
educação profissional é 35%, segundo a OCDE. No Brasil, a
pesquisa do Ibope revelou que fica em 6%, se somarmos os que
cursam o ensino médio integrado ao técnico e apenas o ensino
profissional.
“Apesar de mais de 80% dos jovens brasileiros estarem fora do
ensino superior, continuamos agindo como se o destino de todos

113
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Lideranças da etnia Mati dizem ter pedido apoio, mas seus apelos não foram levados em Em carta, indígenas afirmam que o “problema deveria ser
conta (Funai)
resolvido entre as etnias na forma tradicional”. Com os apelos

Em 10 de outubro chegaram mais 11. Segundo relatos, os ignorados, a associação dos mati atribui as mortes a erros da Funai

corubo contraíram doenças respiratórias contagiosas e alguns têm cometidos no contato com os 16 corubo anteriores ao assassinato

pelo corpo marcas de tiros. Uma criança recém-nascida morreu na dos dois integrantes de sua etnia.

primeira quinzena de outubro. Há muitas queixas em relação à fundação. Mesmo ciente dos

Os mati, afirma Marke Turu, da associação indígena da etnia, riscos de confrontos sangrentos no Vale do Javari e da necessidade

fizeram vários alertas à Funai sobre a extensão do conflito, pediram de mais técnicos em campo, Carlos Travassos, coordenador-geral

apoio à fundação e audiências em Brasília, o que não foi atendido de índios isolados, deslocou funcionários especializados para

até o momento. prestar assistência à filha do ministro Aloizio Mercadante, que

“Se alguma coisa acontecer com os mati de novo, eles podem produz um documentário sobre índios isolados em Mato Grosso.

querer revidar. Precisa resolver a questão dos corubo isolados que Um dos mais experientes sertanistas da Funai, em vez de ser

estão lá. Se não providenciarem uma pacificação, pode ter mais enviado para apoiar os trabalhos emergenciais, foi deslocado para

violência”, alerta. dar suporte às filmagens de Mariana Mercadante, amiga pessoal de

O Vale do Javari é a região com a maior densidade de povos Travassos, e da cineasta Renata Terra, que tentava encontrar outro

indígenas isolados no mundo. Uma área vasta, protegida, cujas agrupamento indígena de recente contato, os piripkura, um

principais pressões sobre o território atualmente partem de subgrupo tupi-kawahiwa.

pescadores, caçadores, madeireiros e traficantes. Segundo apurou CartaCapital, a tentativa de contato, que

O primeiro contato com os corubo ocorreu em 1996, durante serviria apenas para preencher cenas do documentário, não se

uma expedição liderada pelo sertanista Sydney Possuelo. Nenhum concretizou.

indígena perdeu a vida naquela ocasião, mas um funcionário da A Coordenadoria de Índios Isolados vive uma crise interna.

Funai foi morto pelos índios. Desde então, os encontros passaram a Sertanistas antigos, alguns aposentados e outros em atividade,

ser ocasionais. O mais comum eram os contatos visuais à beira dos formalmente acusaram Travassos de cometer uma série de

rios. irregularidades e de má gestão e pediram em agosto a sua saída do


cargo.
Entre os problemas apontados estava justamente a falta de
atenção para o iminente conflito no Vale do Javari, além de um
projeto de cooperação com a organização Centro de Trabalho
Indigenista a partir de um contrato com o BNDES por meio do
Fundo Amazônia.
“Estão privatizando a área de índios isolados”, acusa Possuelo.
O presidente da Funai, João Pedro da Costa, não atendeu ao
pedido de entrevista. Travassos também não quis se pronunciar.
Todos os indígenas recém-contatados precisam de assistência
especial. No Javari foram 37 corubo ao todo: 21 em setembro, 16 no
ano passado. No Acre, dos 38 sapanawa contatados em junho de
2014, ao menos um foi atingido por pneumonia.
Sem alimentação, parte mudou-se para perto de uma
comunidade não indígena, o que a deixa mais vulnerável. Também
nesse caso antropólogos e indigenistas acusam a Funai de
omissão.
Recentemente, aumentaram os conflitos entre isolados e outros
O descaso ainda põe em risco os funcionários da fundação que
povos contatados, assim como os relatos de epidemias, sobretudo
atuam em campo. Um servidor enviado para investigar o massacre
malária, entre os isolados. No ano passado, um grupo de 16 corubo
chegou a ser mantido refém pelos mati, que estão zangados com o
fez contato com agentes da Funai. Vários tinham malária ou gripe.
pouco caso do órgão público.
Os mati haviam avisado a Funai da presença dos isolados em
O Ministério da Saúde informou em nota que os casos de
roças, beira dos rios, em encontros eventuais em caçadas, e
contato com indígenas isolados são tratados como emergência
estavam preocupados com a possibilidade de confronto. Em 5
sanitária e que estabeleceu um plano de contingência para o caso
dezembro do ano passado, um grupo de seis corubo atacou os mati
dos corubo.
nas imediações da aldeia Todawak, no Rio Coari.
O isolamento para evitar epidemias é fundamental em situações
No embate morreram Ivan e Dame Matis. A União dos Povos
de contato, mas politicamente delicado. Por isso a organização
Indígenas do Javari pediu formalmente o apoio da Funai na
deveria ter sido feita pela Funai, que até agora não colocou em
mediação e solicitou uma reunião em Brasília para traçar uma
estratégia de pacificação.
114
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

campo uma equipe para a segurança dos indígenas e dos Texto 18: Homossexualidade
funcionários.
Homossexual é a pessoa que sente desejos afetivos e sexuais
Fonte: http://www.cartacapital.com.br/revista/877/guerra-e-omissao-1442.html pela pessoa do mesmo sexo. Tomando como referência os quatro
Enviado pelo professor Vlademir Silva dos Santos
pilares citados no texto da oficina anterior, concluímos que a
orientação sexual pode ser o único aspecto que difere entre as
Texto 17: A luta da mulher por seus direitos
pessoas homossexuais e heterossexuais. Mas muitas pessoas
O século XX tem sido marcado pelo reconhecimento dos confundem orientação sexual com identidade de gênero ou com
direitos de grupos antes ignorados ou oprimidos (crianças, idosos, papel social. Entretanto, uma mulher que tem atração sexual por
negros, mulheres, deficientes, homossexuais etc.). As outras mulheres não necessariamente se comporta como homem.
transformações sociais e o surgimento de movimentos de defesa Ao mesmo tempo, um cabeleireiro ou um homem que não goste de
das minorias fizeram crescer a consciência das desigualdades e futebol podem ser tanto hetero como homossexuais.
discriminações. Não se sabe ao certo o que faz alguém se sentir atraído por
Coube aos movimentos feministas trazer para o espaço público pessoas do sexo oposto, do mesmo sexo ou de ambos os sexos.
a discussão das diferenças de poder entre os gêneros, questionar Existem numerosos estudos e pesquisas nas áreas das ciências
os seculares privilégios masculinos e reivindicar para as mulheres o humanas e biológicas que tentam explicar esse fenômeno, porem
direito de serem donas de si mesmas. A rebelião contra o papel do não há nenhuma teoria conclusiva a esse respeito. Embora algumas
objeto sexual dos homens, o direito de decidir sobre a própria pesquisas apontem um componente biológico na
fertilidade e de ter acesso ao prazer sexual fazem parte da agenda homossexualidade, não esta comprovada a existência de um gene
desses movimentos. A partir deles, cresce a consciência de que a responsável pela orientação sexual.
falta de equidade entre os gêneros, profundamente arraigada na Nenhuma pessoa nasce heterossexual ou homossexual:
sociedade, gera comportamentos considerados “naturais”, que são nascemos homem (sexo masculino-biológico) ou mulher (sexo
obstáculos à concretização dos direitos sexuais e reprodutivos da feminino-biológico) e, em alguns casos mais raros, com os dois
mulher. sexos (pessoas hermafroditas). No seu desenvolvimento, a criança
Na realidade, a luta das mulheres para alcançar autonomia está aprende a se comportar de acordo com o que a sociedade – família,
apenas começando. Na prática, a maioria das mulheres não amigos, escola – espera de uma pessoa do seu sexo biológico.
consegue resistir às pressões dos seus parceiros: muitas mantém Dessa forma, a criança aprende sua identidade de gênero, isto é,
relações sexuais desprotegidas por não conseguir negociar com os ela passa a se identificar com o gênero masculino ou feminino,
homens o uso da camisinha; aceitam engravidar para satisfazer reproduzindo o comportamento de homens e mulheres que estão a
seus companheiros, ainda que não desejem fazê-lo ou, sua volta.
inversamente, são pressionadas a evitar a gravidez, a interrompe-la Na Grécia antiga a homossexualidade era cultivada e era
e até mesmo a submeter-se a ligadura de trompas por imposição do considerada como uma relação mais nobre se comparada com a
homem ou por sua absoluta alienação frente às questões da relação entre homem e mulher. Esperava-se que um grego da alta
anticoncepção. sociedade se apaixonasse por um rapaz, mas que tivesse uma
Quanto ao prazer, sabemos que não raro as mulheres são família e uma esposa com quem tivesse uma relação de natureza
obrigadas a manter relações sexuais que não desejam e que muitas diferente, também regida pelas normas sociais. Com este exemplo
têm dificuldades de experimentar o orgasmo. Os distúrbios do podemos observar que o critério de aceitação das diferentes formas
prazer e do desejo costumam estar relacionados à repressão, a de sexualidade depende do contexto histórico/cultural em que
sentimentos de culpa ou de baixa auto-estima. Muitas vezes, esses vivemos. Em nossa sociedade, não é fácil para uma pessoa admitir
problemas são agravados pelas dificuldades de comunicação do a sua homossexualidade.
casal e pela indiferença do homem ao que a mulher sente durante o Perceber-se sentindo desejo por um igual, em uma sociedade
ato sexual. onde isto ainda é visto, no mínimo, como inferioridade, é muito
O modelo cultural de imposição do poder masculino não complicado. De repente, a pessoa sente coisas que provavelmente
favorece a autonomia e o respeito das mulheres por si mesmas. ela mesma condena nos outros. Suas impressões a respeito de si
Entretanto, não podemos conceber o homem como o vilão da mesma, conjugadas ao preconceito vigente, levam a uma auto-
historia. Trata-se de uma realidade cultural que atinge a homens e desvalorizacão, fazendo com que se negue como pessoa e fuja de
mulheres e que as próprias mulheres contribuem para manter. si mesma, às vezes atacando um outro homossexual para, assim,
tentar distanciar-se do seu desejo. Os/as homossexuais têm
Fonte: A luta da mulher por seus direitos. In: BALEEIRO, Maria Clarice et al. Sexualidade
do Adolescente. Fundamentos para uma ação educativa. Salvador: Fundação Odebrecht; vontade de ter uma profissão, viver relações afetivas e sexuais,
Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Educação e Secretaria de Estado da Saúde de fazem planos, tem conflitos, como todo mundo. Porém, sofrem uma
Minas Gerais, 1999, pp. 152-153.
grande carga de discriminação por parte da sociedade, o que torna
Enviado pelo professor Roosevelt Rodrigues Costa
difícil poderem manifestar em público seu amor e afeto pelo/a
parceiro/a. Além disso, sofrem muitas outras formas de violência,
envolvendo familiares, vizinhos, colegas de trabalho ou de
115
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

instituições públicas como a escola, o serviço de saúde, a justiça ou  TEMÁTICA: DIREITO E CIDADANIA
a polícia. A homofobia (aversão a homossexualidade) ainda é um  SUBTEMA: ERROS NA JUSTIÇA
dos principais preconceitos da nossa sociedade, e pode se
manifestar através de um xingamento ou até mesmo de um Texto 19: As injustiças da justiça brasileira

espancamento. Pesquisas recentes nos mostram a violência


Erros e descasos em processos criminais levam à prisão de
cotidiana que muitos/as homossexuais enfrentam, que englobam a
inocentes por até duas décadas
humilhação, a ofensa e a extorsão. (Brasil sem Homofobia:
Programa de Combate a Discriminação contra GLBT e Promoção RIO - A ausência de dados oficiais sobre as prisões provocadas
da Cidadania Homossexual, 2004). por erros dos agentes públicos é um indício da invisibilidade dessas
A constituição do nosso país garante a igualdade de direitos, “vítimas” do sistema penal: órgão do Ministério da Justiça, o
independente de classe social, raça, origem, sexo e orientação Departamento Penitenciário Nacional (Depen) diz não contar com
sexual. Contudo, na prática a discriminação das pessoas em função estudos a respeito de condenados injustamente e sugere uma
de suas diferenças é uma realidade. Segundo pesquisa da consulta aos bancos de dados do Conselho Nacional de Justiça
UNESCO realizada em 2004, cerca de um quarto dos estudantes (CNJ); já o CNJ afirma não acompanhar esses casos e sugere que
ouvidos não gostariam de ter um colega de classe homossexual e, o Depen seja procurado. Pesquisas independentes, no entanto,
entre professores, a rejeição explicita a homossexualidade também mostram a gravidade das prisões injustas no Brasil. Em 2013, só no
apareceu, ainda que em grau menor. Familiares, educadores, Rio, 772 foram presos, supostamente em flagrante, para depois
profissionais da saúde, justiça, enfim, a sociedade, precisa se serem absolvidos. O levantamento foi realizado pelo Instituto Sou da
comprometer com uma educação e serviços em que as formas de Paz em parceria com o Centro de Estudos de Segurança e
violência não façam parte do cotidiano de milhares de Cidadania (CESeC), da Universidade Cândido Mendes. O número,
homossexuais. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é que inclui pessoas inocentadas e liberadas por falta de provas,
um instrumento legal que também defende a livre orientação sexual corresponde a cerca de 10% dos 7.734 flagrantes na cidade durante
dos/as jovens – artigos 15, 17 e 18. o ano.
Muitas pessoas aconselham ou até forçam mulheres e homens — Isso mostra a triste realidade do sistema de Justiça criminal
homossexuais a experimentar relacionar-se com uma pessoa de no Brasil — critica Ivan Marques, diretor do Instituto Sou da Paz: —
sexo diferente do seu. Ninguém pede a um heterossexual que tenha Nossos juízes e policiais têm uma ânsia de encarcerar as pessoas.
relações com alguém do mesmo sexo para saber do que mais Os erros cometidos não são poucos. Há casos de gente presa
gosta. A homossexualidade não é uma opção, o que é muito provisoriamente por mais de cem dias e que depois é absolvida. É
importante de ser levado em conta. (...) Meninas e meninos um absurdo do ponto de vista público, pelo valor gasto pelo Estado
homossexuais sentem o seu desejo da mesma forma espontânea em prisões, e um fracasso do ponto de vista humano.
que os heterossexuais, não havendo a escolha consciente que a
palavra “opção” implica. Um homossexual não é um hetero Assassinato cometido por homônimo
frustrado. A frustração dos homossexuais pode residir no fato de Era apenas uma coincidência de um nome em comum, mas
não terem a mesma aprovação social que os heteros. Muitas erros e mais erros da Justiça brasileira transformaram a vida do
pessoas heterossexuais deixam de ter amizade com homossexuais pernambucano Marcos Mariano da Silva. Em 1976, o então
depois que isso fica revelado. Ficam indignadas com essa mecânico e motorista foi preso por um assassinato cometido por um
orientação sexual, como se o outro fosse culpado ou vitimado por homônimo na mesma cidade em que morava, Cabo de Santo
ter esse desejo. Há trinta anos a homossexualidade perdeu seu Agostinho (PE). Condenado, passou seis anos encarcerado, até o
caráter de doença. Foi eliminada do código internacional de verdadeiro criminoso ser detido por outro delito. Marcos, então, foi
doenças (CID), e tentativas de “cura” foram publicamente solto, mas seu martírio ainda não havia se encerrado. Três anos
repudiadas pelo Conselho Federal de Psicologia em 1999. depois, ele foi parado numa blitz e reconhecido por policiais que
Elaborado mediante consulta as seguintes fontes: sabiam da primeira acusação, mas não de sua inocência. O juiz que
cuidou dessa nova prisão tampouco se preocupou em ler seu
Fonte: “Homossexualidade”. In: PICAZIO,Claudio. Sexo Secreto. Temas polêmicos da
sexualidade. São Paulo: Summus, 1998, p. 30-33- Brasil sem Homofobia: Programa de processo e o mandou de volta para o presídio, onde permaneceu
Combate a Discriminação contra GLBT em Promoção da Cidadania Homossexual, Brasília, até 1998. Nesse período, contraiu tuberculose e ficou cego, até
Ministério da Saúde, 2004.
mais uma vez ser solto pelo reconhecimento do equívoco. No total,
Enviado pelo professor Roosevelt Rodrigues Costa
Marcos passou 19 anos preso e, depois, iniciou uma nova luta por
reparação. Em 2011, no dia em que o Superior Tribunal de Justiça
(STJ) decidiu pelo pagamento de uma indenização de R$ 2 milhões,
Marcos sofreu um infarto e morreu.

HIV contraído na prisão


Para Héberson Lima, de 34 anos, o tempo em que esteve na
prisão levou não apenas dois anos e sete meses, mas também
116
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

tomou dele trabalho, saúde, a família e a vontade de viver. O então — Na época, um jogava a responsabilidade para o outro. O
auxiliar de serviços foi preso em 2003, ao ser acusado por um delegado dizia que tinham informado a juíza, mas a juíza dizia que
vizinho de estuprar uma criança de 9 anos em Manaus. No cárcere, não foi informada de que era uma menina — afirma Celina Bentes
ele foi violentado e adquiriu HIV. O caso mudou de rumo apenas Hamoy, advogada do Centro de Defesa da Criança que defendeu a
quando a defensora pública Ilmair Faria Siqueira constatou que, adolescente: — Quatro delegados foram denunciados e
embora a vítima tivesse reconhecido Héberson, as feições descritas condenados por tortura e por omissão. Mas nunca foram presos,
pela menina não coincidiam com a do acusado. Segundo seu relato aguardam recurso. Já a juíza ficou três anos afastada, mas depois
inicial, o verdadeiro autor do crime era banguela, alto e “aloirado”, foi reconduzida ao cargo.
um perfil que definitivamente não era o de Héberson.
‘Estamos na Idade Média'
— Quando o promotor viu o resultado da perícia sobre as
Mais do que um erro pontual, casos de prisões injustas
características físicas, não teve opção, a não ser a absolvição —
costumam ser fruto de equívocos em série. Os suspeitos são
relata a defensora.
reconhecidos a partir de fotos; policiais muitas vezes são as únicas
Uma década após ser solto, o amazonense ainda tenta que os
testemunhas de um crime; e há uma carência do uso de tecnologia
danos que sofreu sejam reparados. Depois da prisão, ele perdeu o
nas investigações. Por exemplo, uma cena extremamente comum
emprego, separou-se da mulher e teve de se submeter a tratamento
em filmes e séries é pouco disseminada no Brasil: a coleta de
para o HIV. Entre idas e vindas de processos pedindo indenização,
impressões digitais no local de um crime.
ele agora aguarda o desfecho de ação em que solicita R$ 150 mil
— Estamos na Idade Média — afirma Fábio Tofic, vice-
do Estado em favor dos dois filhos, de 13 e 15 anos.
presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD): —
— A prisão só me trouxe desgraça. Ficávamos amontoados, e
Em crimes de homicídio, as principais provas são depoimentos e,
os presos se maltratavam. Eu achava que ia sair, mas passou o
algumas vezes, uma mal-ajambrada confissão do réu. Os exames
primeiro ano, o segundo ano, e eu fiquei esperando. Pensei em
necroscópicos normalmente ajudam a explicar algumas coisas, mas
suicídio — lembra Héberson: — Hoje, sou doente e não tenho
não trazem certeza sobre a autoria. Nas melhores hipóteses,
vontade de viver. Trabalho fazendo bico, um pouco aqui e ali. Mas
consegue-se um confronto entre a arma encontrada com o réu e o
nem esforço físico eu posso fazer.
exame balístico. Além disso, há a questão da preservação da prova
Ao ser questionado sobre a expectativa em ainda receber
ao longo da sua movimentação. Algumas vezes as provas são
ressarcimento pela prisão, ele dispara:
esquecidas anos em um saquinho plástico guardado num armário
— A esperança é a última que morre, mas tomara que eu não
de delegacia.
morra antes dela.
Para o juiz Fábio Uchôa, titular do 1º Tribunal do Júri do Rio de
Janeiro, no entanto, os equívocos cometidos pelo Judiciário
correspondem a exceções. Ele afirma que o número de casos desse
tipo não é significativo.
— Os erros são pouquíssimos, se considerarmos o universo de
pessoas julgadas. O número é até não considerável. Claro que o
ideal é que não haja erro algum, mas qualquer obra humana está
sujeita a erros — avalia o magistrado: — Acho que a Justiça
criminal brasileira atende bem à sua finalidade.
Nos EUA, 1.731 pessoas soltas desde 1989
Heberson Lima: preso injustamente, contraiu HIV na cadeia - Divulgação / Arquivo
Pessoal A série “Making a murderer”, exibida desde dezembro no
Netflix, acompanha a história de Steven Avery, um americano de 53
Menina presa com vinte homens
anos que ficou preso entre 1985 e 2003 por uma condenação de
Este ano, espera-se que uma jovem receba uma indenização de
estupro. Depois de 18 anos, contudo, um exame de DNA
R$ 85 mil por outro descaso da Justiça. Em 2007, quando tinha 15
comprovou que Avery não foi o autor do crime, e ele foi solto.
anos, ela foi levada por furto de um celular para uma delegacia de
O antigo drama do americano já justificaria a grande
Abaetetuba, no interior do Pará. Tanto o delegado quanto a juíza
repercussão da série, mas houve um novo desdobramento que
que analisaram seu caso tiveram certeza se tratar de um rapaz e a
tornou sua história ainda mais cinematográfica — e trágica. Em
deixaram por mais de um mês numa cela com 20 homens. A
2005, enquanto movia um processo contra a polícia e a promotoria
adolescente foi estuprada seguidamente, até a OAB do Pará ter
responsáveis por sua prisão, Avery foi acusado de um novo crime, o
ciência do caso. Hoje, ela vive em outra cidade, com uma nova
assassinato de uma fotógrafa. Dois anos depois, acabou condenado
identidade fornecida pelo Programa de Proteção a Crianças e
à prisão perpétua. Hoje, está num presídio de segurança máxima no
Adolescentes Ameaçados de Morte. A história de Abaetetuba levou
estado de Wisconsin.
organizações de direitos humanos a buscarem e descobrirem outros
Em “Making a murderer”, as diretoras Laura Ricciardi e Moira
casos semelhantes no Pará.
Demos montaram um quebra-cabeças com entrevistas, análises de
peritos e material de arquivo para sustentar a inocência de Avery.
117
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Elas levantam dúvidas sobre o procedimento da Justiça e Para os especialistas, a questão racial ainda influi muito nas
argumentam que ele foi perseguido pelas autoridades locais desde decisões do Judiciário. Eles comparam o caso de Amanda Knox
a década de 1980. De fato, a única certeza é que a série provocou com outro caso polêmico, desta vez ocorrido em território norte-
um grande debate nos EUA, com gente defendendo sua soltura com americano, envolvendo Troy Davis.
a mesma gana com que outros querem mandá-lo para a forca. Em setembro, a Justiça determinou sua execução, após 20
A história de Avery também aumentou o debate sobre injustiças anos no corredor da morte, por assassinato. As testemunhas que
nas condenações nos EUA. A Escola de Direito da Universidade de depuseram contra ele chegaram a mudar a versão, mas ele não foi
Michigan mantém o projeto Registro Nacional de Exonerações, em poupado. Por ser negro, muito se falou em inclinações racistas da
que mapeia casos de liberações por erros da Justiça americana. Justiça. Já para a norte-americana, a balança da Justiça pode ter
Desde 1989, foram 1.731 pessoas soltas. O último, Ben Baker, pendido a seu favor.
deixou a prisão há 12 dias depois de cumprir dez de 18 anos de
uma sentença por porte de cocaína e heroína em Chicago. Ele foi Racismo

solto porque ficou comprovado que o policial que o investigou “É possível que tenha havido racismo no caso Troy Davis”, afirma

forjava provas contra suspeitos que se negavam a pagar suborno. Christiano Taveira, procurador do Estado do Rio de Janeiro e doutor
em direito público pela Uerj (Universidade Estadual do Rio de
Janeiro). “Nos Estados Unidos, sobretudo, a questão racial ainda é
muito latente, muito mais que no Brasil”, explica.
Ele cita que a Justiça norte-americana, até o início do século 21,
não garantia a igualdade entre as raças. “Existe um ranço, mesmo
nos Estados mais ricos”. Enquanto isso, explica Taveira, o fato de
Amanda Knox ser jovem, branca e bonita pesou favoravelmente a
ela. “Ela tem todas as características de uma típica americana.
Mesmo na Itália isso faz diferença”.
Diogo Tebet, membro da comissão de direito penal do IAB
Série "Making a Murderer" conta a história de Steven Avery - Divulgaçao
(Instituto dos Advogados do Brasil), concorda com a tese. “Está
Fonte: http://m.oglobo.globo.com/brasil/as-injusticas-da-justica-brasileira-18541969 comprovado que o sistema penal e penitenciário é altamente
Enviado pelo professor Vlademir Silva
seletivo, discriminatório e estigmatizante”.
Ele cita alguns exemplos de órgãos oficiais dos EUA. “Em 2008,
Texto 20: Brasil é vulnerável a erros judiciários
1 em cada 21 negros residentes no país estava preso (846 mil),
contra 1 branco em cada 138 (712 mil); na comunidade hispânica, o
Para especialistas, casos como o da norte-americana Amanda Knox
total eleva-se a 427 mil, lembrando que os afro-americanos
podem ocorrer com frequência. Racismo também influi em decisões
representam apenas 13% da população total do país.
O professor de Direito Penal da Faculdade de Direito do Largo
São Francisco, David Teixeira de Azevedo, também acredita que a
imagem de Amanda Knox teve importância em sua libertação. “A
Justiça opera, como qualquer um de nós, com preconceitos. Atua
mediante padrões pré-definidos que olham a origem social, a
identidade cultural e as características raciais”.

Investigação deficiente
Apesar de acenarem com a possibilidade de falhas provocadas
por racismo, eles também destacam erros anteriores ao julgamento,
cometidos pelas instâncias que realizam as investigações dos
crimes. “Este trabalho está a cargo das polícias civil e federal que,
Amanda Knox foi considerada inocente, após ficar quatro anos presa Mario Laporta/ AFP infelizmente, não possuem a estrutura necessária para apurar estas
Fábio Mendes ocorrências”, explica Taveira.

O caso da estudante norte-americana Amanda Knox, Ele afirma que distorções em julgamentos só ocorrerão com

condenada na Itália por assassinar uma amiga e libertada após menor frequência quando houver uma revisão do aparato policial.

quatro anos de prisão, teve grande repercussão nas últimas “Hoje, apenas 1% dos casos são solucionados, justamente por falta

semanas. A jovem foi libertada após revisão do caso, em que a de estrutura”. Até lá, explica ele, será sempre difícil determinar com

Justiça italiana admitiu não haver provas para incriminá-la. clareza se um réu é culpado ou inocente, dando margem a decisões

Casos como este, em que ocorre o erro judiciário, podem polêmicas.

ocorrer com frequência no Brasil graças à estrutura deficiente, Taveira lamenta que nada tenha sido feito nos últimos anos

segundo advogados e procuradores. para reverter este quadro. “A mobilização para mudar o atual

118
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

sistema ocorreu em 2004, para que a Justiça fosse mais rápida nos Texto 21: Justiça
julgamentos. Isto apenas a torna mais passível de erros”.
Revisões Lento, burocrático e injusto, o Judiciário brasileiro é cada vez menos

Azevedo comenta que a legislação brasileira permite que pessoas já procurado por quem deseja garantir seus direitos. Mas dá para

condenadas sejam inocentadas, a exemplo do que aconteceu com torná-lo mais ágil
Por da Redação
Amanda Knox. “É possível a revisão criminal até mesmo de
A Justiça tarda mas não falta”, reza o ditado popular. Ou melhor,
processos cujo réu já esteja morto, como forma de retomar a
rezava. Hoje, os brasileiros sabem que só a primeira metade desse
dignidade de sua memória”, explica.
ditado continua verdadeira. No Brasil, a Justiça tarda tanto que
Tebet destaca que, ao contrário da Itália, o Brasil possui leis que
muitas vezes não chega. O resultado é a impunidade, que dá aos
dão direito a uma vítima de erro judiciário entrar com uma ação
piores bandidos o salvo-conduto para continuar a praticar
contra o Estado pelos danos provocados. “O art. 630 do Código de
homicídios, sequestros e estupros. Apenas 0,2% dos crimes
Processo Penal prevê que, no caso de revisão de condenação, o
cometidos chegam à condenação e prisão dos culpados. E os
tribunal poderá reconhecer o direito a uma justa indenização pelos
bandidos são os mais bem informados de que é mais fácil ganhar
prejuízos sofridos”.
num jogo de bingo do que receber a justa punição por um crime
Ele também reconhece as deficiências encontradas no Brasil
cometido. A Justiça tarda tanto que muitos crimes prescrevem antes
que podem resultar em revisões de julgamento. “Para evitar ao
que o processo chegue ao final, premiando o réu com uma
máximo a ocorrência destas situações, deve-se realizar uma
providencial extinção da pena. E, quando um processo criminal
investigação séria, competente tecnicamente e transparente”. Ele
cumpre inteiramente o longo percurso de julgamentos e recursos
também cita um preceito que, embora óbvio, não é sempre seguido
até chegar à sentença final, quase dez anos terão se passado.
no Brasil: “o processo precisa respeitar as garantias constitucionais
Quando o bandido tem um bom advogado, é praticamente certo
do acusado”.
que gozará esse tempo fora da cadeia – livre inclusive para cometer
Taveira lembra também que, no Brasil, a existência da prisão
outros crimes. Em muitos casos, a pena prescreve.
preventiva torna ainda mais frequente a possibilidade de falhas,
O resultado disso é o pior possível: o total descrédito da
mesmo que em menor escala. “Algumas medidas no nosso Código
população pelo sistema judiciário. A parcela de brasileiros que
de Processo Penal permitem uma prisão preventiva, de cinco a 30
batem à porta do Judiciário com esperança de ver um erro reparado
dias. Se for inocentado, a Constituição prevê a responsabilidade do
é ínfima. No último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e
Estado”.
Estatística (IBGE), realizado em 1990, apenas 4% dos brasileiros
Para reverter uma eventual libertação de réu, Taveira explica
haviam procurado a polícia e a Justiça para garantir seus direitos.
que a única alternativa, tanto no Brasil quanto em outros países, é o
Desses, a grande maioria o havia feito apenas para cumprir as
Ministério Público. “Se forem encontrados novos indícios sobre o
exigências das companhias de seguros, como acontece nos casos
crime ou se for constatado que houve falhas no julgamento”, o MP
de roubos de automóveis. E nisso está uma das principais fontes de
pode entrar com o recurso contra a decisão”, explica.
violência na sociedade, pois muita gente prefere “fazer justiça” com

O caso as próprias mãos.

A norte-americana Knox, de 24 anos, foi declarada inocente no Os efeitos econômicos da ineficiência da Justiça também são

último dia 4 por um tribunal de apelação da Itália, do crime de terríveis. Em 1996, uma pesquisa do Banco Nacional de

assassinato de sua amiga, a britânica Meredith Kercher. Em 2009, Desenvolvimento mostrou que a ineficiência do Judiciário custa,

ela e seu namorado, Raffaele Sollecito, haviam sido condenados a anualmente, o equivalente a 15% do Produto Interno Bruto.

26 e 25 anos de prisão, respectivamente. Desde então, ela O problema não é novo. Rui Barbosa – talvez o maior jurista

permaneceu detida na cidade italiana de Perugia. brasileiro – já afirmava aos seus alunos de Direito que justiça

O juiz italiano que presidiu o julgamento da estudante norte- atrasada é o mesmo que injustiça manifesta. E não tem solução

americana declarou que havia muitas dúvidas sobre as provas que simples. Não dá para tratar o Judiciário como uma empresa, com

a ligam ao crime. regras de produtividade e metas anuais, por exemplo. Basta notar

A corte de apelações na cidade italiana de Perugia derrubou a que uma das causas da lentidão reside numa de suas qualidades

condenação, acatando o argumento da defesa, que considerou mais louváveis: o direito de ampla defesa que toda pessoa tem ao

inválida a principal prova contra Knox e Sollecito, uma amostra de ser acusada de um crime, além do direito de ser julgado em mais de

DNA encontrada em uma faca de cozinha na cena do crime. uma instância. São direitos fundamentais para que você não corra o
risco, algum dia, de ser acusado injustamente e condenado sem ter
Fonte:
tido a chance de se defender.
http://www.band.uol.com.br/m/conteudo.asp?id=/100000462205/&programa=/Brasil/&editor
ia=/Noticias/ O problema é que esses direitos constitucionais, ao serem
Enviado pelo professor Vlademir Silva dos Santos traduzidos no código que rege o processo penal, transformaram-se
numa escada sem fim de instâncias de julgamento e nada menos
que 16 tipos de recursos. Em vez de garantirem direitos ao cidadão,
acabam sendo usados malandramente para se ganhar tempo ou
119
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

anular uma decisão por uma questão meramente formal. “Temos o Ministério Público, ou a promotoria, a presidência do inquérito. A
uma Justiça kafkiana”, afirma o jurista Diogo de Figueiredo Moreira promotoria é um órgão ligado ao poder Executivo, cuja atribuição é
Neto, autor do livro “O sistema judiciário brasileiro e a reforma do fiscalizar o cumprimento da lei. Como é quase sempre o promotor
Estado”, lembrando o célebre romance “O processo”, do escritor quem oferece a denúncia à Justiça, depois de analisar o inquérito
Franz Kafka. enviado pelo delegado, por que não deixar logo para o promotor a
Se você nunca leu “O processo” talvez tenha assistido ao filme responsabilidade de produzir um inquérito sem falhas? Esse é o
Brazil, que narra a história de um mundo superburocratizado, em sistema adotado em países como a Itália, por exemplo, que
que injustiças são perpetuadas para não atrapalhar o funcionamento conseguiu avançar muito no combate à violência graças aos
da máquina judiciária. O título do filme diz muito da imagem que promotores da “Operação Mãos Limpas”, que investigaram as
nosso sistema tem pelo mundo afora. Nesse jogo que muitas vezes ligações do crime organizado com o sistema político e com a
beira o surreal, no qual só os advogados, promotores e juízes administração pública.
entendem as regras nos seus detalhes mais complexos, o processo A segunda hipótese seria a criação de um juiz responsável
se transformou numa peça abstrata, um monte de relatórios, pelas investigações, chamado de juiz de instrução, como acontece
pareceres e sentenças que seguem mecanicamente o rito na Espanha e na França. Os defensores dessa idéia afirmam que
processual sem levar em conta que os interessados são pessoas de só um juiz, por ser vitalício (não pode ser demitido), inamovível (não
carne e osso, que sofreram agressões ou até mesmo que perderam pode ser transferido) e gozar da irredutibilidade do salário, pode
suas vidas nas mãos de pessoas perigosíssimas. Muitas vezes conduzir uma investigação sem sofrer pressões políticas e
conta mais para a sentença final quem falou primeiro perante um financeiras. O jurista Diogo de Figueiredo Moreira Neto defende a
juiz (o código exige que a acusação fale antes da defesa do réu implantação dos juizados de instrução à francesa. Lá, os jovens
para que o julgamento tenha validade) do que aquilo que foi dito juízes, ao ingressar na carreira, passam algum tempo como juízes
durante a audiência. de instrução. Com isso ganham experiência prática com os
Na verdade, nem todos esses problemas nascem no Judiciário, pequenos delitos do dia-a-dia para poder julgar, no futuro, casos
pois quem faz as leis e códigos processuais é o Legislativo. Cabe mais importantes. Também seria uma maneira de aproximar o juiz
aos deputados e senadores muita responsabilidade pelo imbróglio da sociedade, evitando que ele desenvolva a cultura do processo
em que a Justiça se meteu. No Senado pode ser votada nos abstrato e burocrático.
próximos meses a controvertida reforma do Judiciário. O projeto As duas opções chegaram a ser discutidas no projeto de
inicial, de autoria do jurista Hélio Bicudo, atual vice-prefeito de São reforma, mas a pressão das associações de delegados sobre os
Paulo, ficou dez anos sendo debatido e emendado até que deputados acabou prevalecendo sobre a necessidade de mudança.
chegasse à sua forma atual. “Não sobrou praticamente nada do Os delegados abominam a ideia de ter que responder a um
meu projeto”, reclama Bicudo. “Perdemos mais uma chance de promotor e juiz pelo andamento de um inquérito. E como estão
criarmos uma Justiça mais ágil e eficiente. ” Para ele, o muito mais próximos dos eleitores do que juízes e promotores, têm
corporativismo das instituições e os lobistas mais uma vez muito mais valor eleitoral para os deputados. O resultado é que fica
impediram que a Justiça fosse simplificada e passasse a atuar tudo como está, ao menos quanto ao inquérito.
voltada para os interesses de seus únicos clientes legítimos: os
Juizados especiais
cidadãos.
A aproximação do Judiciário com a população começa a
Inquéritos policiais acontecer de uma outra forma: a implantação dos juizados especiais
No que se refere diretamente ao combate à criminalidade, uma criminais, que estão sendo criados principalmente onde há alta taxa
das inovações derrubadas por emendas mudava a forma pela qual de criminalidade. Eles são semelhantes aos popularmente
o inquérito policial é produzido. Hoje, quem preside o inquérito é o chamados “juizados de pequenas causas”, só que voltados para
delegado de polícia, que na maioria das vezes entrega à promotoria delitos menores, que não envolvam atentados à vida.
um documento cheio de falhas ou até mesmo com graves afrontas à As vantagens desses juizados são muitas: eles desafogam a
Constituição, como são os casos de confissão sob tortura. “Os Justiça comum, hoje atolada com centenas de milhares de
delegados muitas vezes não conseguem colocar um carimbo no processos, para que cuide apenas dos crimes mais graves. Isso
lugar certo”, afirma o desembargador Jorge Uchôa de Mendonça, deve agilizar o andamento dos processos. Por outro lado, julga
presidente do Instituto dos Magistrados do Brasil e presidente da 5ª rapidamente os pequenos delitos, o que a longo prazo deve
Câmara Criminal do Rio de Janeiro. Uchôa também afirma que os restabelecer a confiança da população no sistema judiciário. Outra
delegados muitas vezes são nomeados e promovidos por critérios característica importante dos juizados é buscar um acordo entre as
políticos, o que os coloca numa posição frágil, por exemplo, quando partes envolvidas já na primeira audiência. Se houver acordo, o juiz
têm de investigar uma pessoa influente na sociedade. “Não é raro aplica uma pena alternativa ao culpado (geralmente trabalho na
encontrarmos defeitos deliberados no inquérito, produzidos para comunidade). A queixa só se transforma em processo se não
evitar a condenação do acusado”, diz Uchôa. houver acordo. Dessa forma, disputas que poderiam se arrastar por
Havia duas propostas para resolver o problema das vários anos na Justiça comum são resolvidas em poucos meses.
investigações incompletas. A mais defendida é a que transferia para Para funcionarem bem, no entanto, os juizados dependem de outras
120
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

instituições. A mais importante talvez seja a Defensoria Pública, um assinatura digital, de processos eletrônicos de certificação e a
órgão pelo qual o governo oferece advogado a quem não pode implantação de intranet (uma espécie de internet voltada só para o
pagar e que pode ser ampliado e fortalecido. Judiciário) poderiam fazer milagres. “O que levaria meses para
“A Defensoria Pública não pode continuar a ser o patinho feio do acontecer poderia ser despachado em questão de segundos”, diz o
sistema. Ela é fundamental para que a Justiça seja garantida advogado.
também para as camadas mais pobres”, afirma Diogo de Figueiredo No entanto, muitas associações de magistrados veem com
Moreira Neto. receio essas mudanças. A informatização traz consigo formas muito
mais ágeis de fiscalização por parte das corregedorias, além da
Descentralizar e informatizar possibilidade de tornar público todo o andamento do processo. Em
O jurista Hélio Bicudo vai mais além. Para ele, a mesma outras palavras, o juiz perde o conforto recôndito de sua sala e
descentralização proposta pelos juizados deveria valer também para passa a ser cobrado diretamente pela sociedade. Por isso, muitos
a Justiça criminal comum. As varas e alçadas criminais, que preferem afirmar que o problema da lentidão está na falta de juízes,
geralmente ficam concentradas em enormes prédios, localizados o que não deixa de ser verdade, como demonstram as estatísticas.
geralmente no centro das grandes cidades, deveriam dar lugar a
Otimização de recursos
varas e alçadas espalhadas como são as delegacias e funcionando
No Brasil, há 1 juiz para cada 29 mil habitantes, enquanto nos
principalmente nas regiões de criminalidade acentuada. “Hoje uma
países do primeiro mundo essa relação raramente ultrapassa 1 para
testemunha, por exemplo, precisa atravessar a cidade e perder um
10 000. Além disso, os magistrados reclamam que faltam verbas
dia inteiro para dar um depoimento”, explica. No seu projeto de
para reformar os tribunais, contratar novos assessores e até mesmo
reforma enviado à Câmara há dez anos, Bicudo também defendia
motoristas. “Os juízes estão tirando férias para colocar o serviço em
uma simplificação na estrutura do Judiciário, hoje dividido entre
dia. Como são obrigados a fazer audiências diariamente, não têm
Justiças Federal, Estadual e Militar. “Isso é um desperdício de
tempo para os despachos. Isso é desumano”, afirma o
dinheiro público com prédios e duplicações de funções”, afirma. Ele
desembargador Uchôa, do Instituto dos Magistrados do Brasil.
defende a extinção da Justiça Militar (que julga crimes cometidos
Realmente, o funil do sistema judiciário produz grandes
por policiais militares) e a junção das Justiças Estadual e Federal
deformações na carreira. Hoje, quanto mais velho e experiente é um
numa no nível dos Estados.
juiz, depois de passar por seguidas promoções, mais trabalho ele vê
Parece óbvio que a simplificação melhora o desempenho, mas o
acumulado sobre sua mesa. Para se ter uma ideia, cada ministro do
Judiciário brasileiro parece ver nessa ideia um perigo aos seus
Superior Tribunal de Justiça (a terceira instância de julgamento)
empregos e salários. Basta entrar em qualquer arquivo de um
julgou, em média, 7 000 processos em 2001. E é um trabalho que
tribunal para ter uma apavorante amostra da aversão que a Justiça
tem muito de mecânico, que exige pouco de suas qualidades
parece ter por simplicidade. São milhares de documentos
intelectuais. Por outro lado, um jovem juiz que começa sua carreira
empilhados esperando julgamento ou pareceres. Numa época em
numa pequena comarca de primeira instância passa o dia olhando
que até a padaria da esquina da sua casa já tem e-mail e home
as paredes.
page na internet, a Justiça Federal só no ano passado abriu
As soluções para essa deformidade, porém, não passam
licitação para a introdução de um sistema unificado de troca online
necessariamente pelo inchamento dos quadros do Judiciário. Uma
de informação entre os tribunais federais. Quando instalado, o
medida simples e eficiente seria a transferência para o escrivão de
Infojus permitirá que se saiba de tudo que uma pessoa aprontou nos
todo o ordenamento do processo criminal. Os juízes só interviriam
diversos Estados. Hoje, um perigoso bandido na Bahia, por
no caso de dúvida ou impasse na tramitação do processo, ficando
exemplo, ainda pode ser tratado como um santo em São Paulo.
liberados para fazer o que a sociedade realmente espera deles:
Nas justiças estaduais o problema é outro. Vários Estados já
julgar.
dispõem de bancos de dados informatizados, que começaram a ser
Outra medida simples e eficaz seria a introdução de multa no
implantados por volta de 1995. O problema é que muitos desses
caso de abuso de recursos por parte dos advogados. Isso refrearia
sistemas não conversam entre si, o que impede que as informações
a prática comum, entre os advogados, de buscar qualquer brecha
sejam trocadas. Isso acontece porque cada Estado tem autonomia
que permita um recurso, mesmo que não haja embasamento para o
administrativa sobre sua Justiça. “Não existe padronização de
pedido. Assim, as instâncias superiores ficariam menos atoladas e
sistemas e há um desnível muito grande no nível de informatização
poderiam trabalhar com muito mais agilidade.
de uma região para outra do país”, afirma o advogado Marcos da
Costa, presidente da Comissão de Informatização Jurídica da Súmula vinculante
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para ele, a simples Uma outra proposta é a adoção de um artifício chamado súmula
introdução de computadores poderia reduzir pela metade o tempo vinculante. Como muitos processos são extremamente parecidos,
de tramitação dos processos. parece perda de tempo e dinheiro permitir que tramitem anos a fio
Um estudo sobre o poder transformador da tecnologia no pelas engrenagens do Judiciário se a decisão final do Superior
Judiciário está sendo feito por um grupo de Santa Catarina, Tribunal de Justiça será repetir a jurisprudência já estabelecida. O
reunindo membros de todos os tribunais e advogados. O uso de que a súmula faz é obrigar os juízes das instâncias inferiores a

121
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

emitir suas sentenças já de acordo com a jurisprudência. A ideia  TEMÁTICA: MEIOS DE COMUNICAÇÃO
parece boa, mas encontra adversários por todo o sistema judiciário.  SUBTEMA: CRIMES CIBERNÉTICOS
A justificativa é que a súmula engessa e distancia a Justiça da
realidade das ruas e da evolução da sociedade. Texto 22: Sexo com discrição. Só que não
por Redação
Na prática, a súmula faria com que qualquer crime fosse
responsabilidade apenas dos 11 juízes do Supremo Tribunal
Federal (STF). Os juízes das instâncias inferiores passariam a ser,
na visão dos críticos da súmula, meros despachantes. Há um certo
exagero nisso. Basta notar que, hoje, 80% dos processos em
tramitação decorrem de planos econômicos do governo e são
praticamente idênticos. Mesmo assim, atravessam todo o pingue-
pongue de recursos até chegarem à sentença final do Supremo
Tribunal Federal.
Um meio-termo entre essas duas opiniões seria a adoção da
súmula somente a partir do primeiro recurso. Ou seja: os juízes de
primeira instância continuariam livres para julgar de acordo com sua
consciência e a súmula passaria a funcionar mais como um antídoto O vazamento dos nomes de quem se inscreveu no aplicativo
para a enxurrada de recursos que os advogados costumam para conseguir encontro casual estraga a ideia da brincadeira.
impetrar. Só que, mais uma vez, isso vai contra interesses O que foi apresentado como uma invenção revolucionária, que
corporativistas: muitos advogados vão perder o ganha-pão por não mudaria para sempre as bases do relacionamento humano, era na
terem mais como arrastar os processos por anos a fio. E os juízes verdade um grande fiasco. Apresentado como solução para quem
das instâncias superiores vão perder parte de seu poder. desejava manter relações casuais, com o bônus da discrição sem o
Como se vê, a briga nos bastidores prioriza interesses privados. ônus do constrangimento, o aplicativo Bang With Friends (BWF)
Enquanto isso, a sociedade continua clamando por uma Justiça que sofreu um duro golpe após o vazamento, na semana passada, dos
tarde menos e, principalmente, que não deixe de faltar. nomes de quem se inscreveu para a brincadeira.
Para quem não se lembra, o app funcionava da seguinte
O que precisa ser feito:
maneira: pessoas interessadas em sexo casual faziam um cadastro
 Transferir a responsabilidade pelo inquérito policial para o
no Facebook sob a promessa de que seus nomes seriam
Ministério Público, para evitar que o trabalho tenha que ser refeito
preservados. Em seguida, marcavam seus amigos da rede social
pela Justiça.
com quem topariam uma relação. Se o interesse fosse
 Ampliar a rede de juizados especiais criminais, que julgam
correspondido – ou seja, se a pessoa estivesse inscrita e também o
crimes com pena máxima de até dois anos.
marcasse – elas receberiam uma notificação.
 Descentralizar varas e alçadas criminais, onde são
O problema é que a promessa de discrição virou água após o
julgados crimes com penas superiores a dois anos, e criar unidades
próprio Facebook delatar os usuários que aderiram ao programa –
nos bairros, segundo a densidade demográfica e a taxa de
embora o link do vazamento não mostre quem as pessoas
criminalidade.
assinalaram, há uma brecha para ver quem se inscreveu no
 Implantar um sistema informatizado que permita a rápida
programa.
troca de dados entre os tribunais e evite que foragidos em um
Sem a discrição, os entusiastas já dão como certo que a
Estado passem por santos em outro.
brincadeira perdeu a graça. E quem, no lançamento do aplicativo,
 Adotar a súmula vinculante a partir do primeiro recurso a
fez alarde dizendo que o mundo jamais seria o mesmo, terá de
instâncias superiores, para evitar os recursos protelatórios, mas
esperar uma nova maior invenção de todos os tempos da última
mantendo a autonomia do juiz de primeira instância.
semana para alimentar uma nova barrigada.
 Criar multas para advogados que apresentem recursos
Para outros, a brincadeira tinha data e vencimento, como
protelatórios, sem embasamento jurídico.
lembrou Bia Granja, curadora do youPIX. "A internet está em
 Transferir o ordenamento do processo criminal do juiz
polvorosa desde a notícia de que uma 'falha' no aplicativo Bang
para o escrivão, para desafogar os magistrados e dar a eles tempo
With Friends estaria revelando o nome de todos que estão em
para julgar.
busca do er amor no Facebook. Mas não é pra tanto, a lista que a
Fonte: http://super.abril.com.br/ciencia/justica/ suposta falha revela não é de quem usa ativamente, e sim de todos
Enviado pelo professor Vlademir Silva dos Santos
que já se logaram alguma vez ao app, o que aconteceu aos montes
quando ele foi lançado. Passada a novidade, e até pela falta de uso,
muita gente esqueceu de se desconectar", disse.

Fonte: cartacapital.com.br/tecnologia/sexo-com-discricao-so-que-não
Enviado pela professora Rosa Maria Oliveira Barreto

122
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Texto 23: CPI de Crimes Cibernéticos quer prisão de quem públicos. Caso o acesso ocorra graças à violação de um mecanismo
invadir redes sociais de segurança do sistema, o período de reclusão aumenta de dois a
três terços da pena. O argumento dos deputados é que, quando
Deputados federais e especialistas sugeriram leis contra crimes aprovada, a lei Carolina Dieckman não especificou atitudes que
digitais. Relatório final propõe bloqueio de serviços considerados poderiam incorrer em crime.
ilegais na internet.
PF neles

O bloqueio de “serviços que sejam considerados ilegais” e a Outro dos projetos de lei é a inclusão dos crimes praticados por

possibilidade de se prender quem invadir perfis de redes sociais meio de um computador ou contra um desses aparelhos sobre a

estão entre as oito propostas de lei feitas no relatório final da esfera de atuação da Polícia Federal. Combinada à alteração

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Crimes Cibernéticos, proposta pelos deputados à Lei Carolina Dieckman, isso faria com

que concluiu seus trabalhos nesta quinta-feira (31). que um adolescente com acesso não permitido à conta de

Instaurada em julho de 2015, a CPI tinha objetivo de investigar a Facebook de um colega podesse ser alvo da PF. Para deputados, a

prática de crimes cibernéticos e seus efeitos sobre a economia alteração deve ser feita por não haver norma que defina de qual

brasileira. Durante nove meses, ouviu 103 especialistas em polícia é a competência para investigar suspeitas de crimes

criminalística, em direito digital, representantes da Polícia Federal, cibernéticos.

da Abin, do CDCiber do Exército, de provedores de internet (Oi,


Cadê meu celular?
Claro, Vivo e TIM) e de serviços conectados (Google, Facebook,
A penalização não só com prisão mas multa de pessoas
WhatsApp, Yahoo e Twitter, Microsoft).
enquadradas em crimes cibernéticas é outra sugestão de lei. O
Presidida por Mariana Carvalho (PSDB-RO), a CPI fez
Estado poderia confiscar valores e bens de criminosos para
recomendações e sugeriu a criações a alteração de leis para tornar
promover a “asfixia econômica de certos crimes”. “Além de ser uma
o ambiente da internet brasileira menos propenso aos crimes
pena eficaz contra a prática de delitos, impede que o mesmo
cibernéticos. Os texto final foi feito pelos deputados Espiridião Amin
instrumento seja novamente utilizado para práticas ilícitas”, dizem
(PP-SC), Sandro Alex (PSD-PR), Rafael Motta (PSB-RN), Daniel
os deputados.
Coelho (PSDB-PE) e Rodrigo Martins (PSB-PI).
Entre as sugestões está a criação de um código de boas Verba turbinada
práticas a ser adotado por empresas e entidades envolvidas com Para subsidiar as atividades da polícia judiciária, os deputados
publicidade digital. Com ele, seria possível evitar anúncios em sugerem a criação de uma lei para destinar os recursos de um
plataformas digitais que promovam conteúdo ilícito ou a prática de fundo bilionário voltado atualmente à fiscalização das
condutas ilegais. O alvo são sites que oferecem conteúdo telecomunicações. A ideia é usar até 10% do Fundo de Fiscalização
audiovisual pirata. das Telecomunicações (Fistel). O dinheiro do fundo advém das
Há ainda a sugestão de medidas para o combate a crimes taxas de fiscalização cobradas pela Anatel, de parte dos valores
cibernéticos contra o sistema financeiro, e a possibilidade de o pagos por empresas que querem operar no Brasil e de multas
Ministério da Justiça obrigar instituições financeiras a notificar aplicadas pela agência. Não é pouca coisa: entre 2001 e 2015, o
fraudes cibernéticas. Fistel arrecadou R$ 63,5 bilhões. Os deputados argumentam que os
As leis foram propostas e ainda não estão protocoladas. A partir recursos ajudariam as polícias judiciais a se estruturarem para
delas, é possível sentir o tom da CPI dos Crimes Cibernéticos. Veja combater o crime cibernético.
abaixo as sugestões de novas legislações:
Tira isso daí já
Invasão de perfis em redes sociais Outra ideia é modificar o Marco Civil da Internet para
A proposta altera a legislação de crimes eletrônicos, que ficou responsabilizar serviços de internet que não retirarem imagens,
conhecida como “Lei Carolina Dieckmann” (Lei nº 12.737, de vídeos ou outro conteúdo em até 48 horas após o pedido de
2012), que pune a invasão de computadores com a intenção de qualquer pessoa que vir nesses materiais atentado contra a honra.
obter dados particulares. A proposta é ampliar e transformar em “A amplificação do dano advém da característica das redes sociais
crime o acesso não permitido a qualquer sistema informatizado ou que permitem a replicação e a continuidade das postagens de forma
aparelho eletrônico que cause prejuízo econômico, alteração de impessoal e com pouco ou nenhum esforço”, justificam os
dados, instalação de vulnerabilidades, obtenção de conteúdo ou o deputados. “Deve-se considerar a impossibilidade prática do direito
controle remoto da plataforma ou aparelho em questão. ao esquecimento. Bastam alguns cliques para que postagens sejam
Seriam incluídas invasões a smartphones e redes sociais. Essa revividas e o pesadelo das vítimas seja reiniciado”, concluem.
conduta poderia dar até dois anos de cadeia. A pena aumentaria
para até quatro anos se cometida contra presidentes da República, Nome, RG, CEP e IP
do STF, da Câmara, do Senado, das Assembleias Legislativas Os deputados sugeriram ainda alterar as leis de organizações
estaduais e distrital, Câmaras municipais e administradores criminosas, lavagem de dinheiro e o Marco Civil da Internet para

123
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

que provedores de internet considerem o endereço de IP como (empresa especializada em segurança em nuvem), divulgada neste
informação cadastral. Assim, forças policiais e o Ministério Público janeiro, é referente ao terceiro trimestre de 2015 e chama a atenção
poderiam pedir sem precisar de ordem judicial as informações para o crescimento deste tipo de crime no País. É urgente que 2016
pessoais de quem estivesse por trás desse dado. Ele serve como também seja um ano novo para a cibersegurança, demarcam
identificação na internet. Isso incluiria nome, filiação e endereço especialistas da área.
domiciliar do indivíduo. “Em nosso último relatório sobre o cenário do cibercrime
Os deputados dizem que facilitaria a identificação de suspeitos brasileiro, o Brasil está posicionado em 5º lugar se correlacionamos
de crimes. “As autoridades de investigação muitas vezes não o número de detecções de malwares bancários”, revela Franzvitor
possuem acesso a diversas informações dos perpetuadores de Fiorim, executivo de vendas da Trend Micro, em entrevista por
crimes devido a facilidades da própria tecnologia – como email. As fraudes bancárias e de cartão de crédito, também geradas
mecanismos de ocultamento de IPs – mas pela simples falta de pelo roubo de dados pessoais, são os delitos digitais recorrentes no
coleta ou acesso a dados essenciais do internauta.” Brasil, mas os crimes cibernéticos se especializam e avançam ao
mesmo tempo em que a tecnologia. “Os cibercriminosos
Fora do ar adicionaram os smartphones à sua lista de dispositivos-alvo,
Outro projeto de lei estabeleceria a possibilidade de bloquear conforme evidenciado pela disponibilidade de software e serviços de
serviços conectados a partir de ordens judiciais. Isso permitia que spam por SMS”, considera o executivo.
provedores de internet fossem obrigados pela Justiça a barrar o Dados da Trend Micro informam que “o número total de
acesso a aplicações da internet consideradas ilegais. A prática iria aplicativos maliciosos de alto risco para dispositivos Android
tornar corrente o mecanismo que, no ano passado, fez o WhatsApp cresceram 31% no primeiro trimestre de 2015” frente ao mesmo
ficar inacessível no Brasil por pouco mais de 12 horas. Os período do ano anterior. “Outro ponto é correlacionado a Malwares
deputados assumem que a medida será uma violação ao princípio para Pontos de Venda (que podem coletar dados de cartões de
da neutralidade de rede, estabelecido pelo Marco Civil da Internet. vários sistemas de pagamento, por exemplo), que teve crescimento
Ele prega a transmissão de qualquer conteúdo enviado pela internet de 193% no primeiro semestre de 2015 se compararmos o mesmo
com igual velocidade e condições técnicas. A ideia é tirar do radar período de 2014”, completa Fiorim.
dos brasileiros na internet serviços que, por exemplo, ofereçam
Dinheiro fácil
A tendência é o aumento do número de golpes
conteúdos que violem os direitos autorais ou pornografia infantil.
“envolvendo celulares, tablets, pontos de venda e internet das
coisas (leia-se tudo o que pode ser conectado)”, projeta o executivo
Educação digital
da Trend Micro. Essas violações são as mais rentáveis e a busca
As salas de aula não foram esquecidas. Outra sugestão de
por dinheiro fácil, ele retrata, é o perfil do cibercriminoso brasileiro.
projeto de lei é incluir a educação digital no Plano Nacional de
O estudo Ascending the Ranks: The Brazilian Cybercriminal
Educação (PNE). Deputados dizem que o acesso à internet no
Underground in 2015, da Equipe de Pesquisa de Ameaças Futuras
Brasil é limitado, feito em grande a partir de celulares e que a
da Trend Micro, expõe ainda os “negócios” realizados no submundo
navegação na internet "não é necessariamente produtiva”.
do crime cibernético. Com a popularidade do Internet Banking no
“Inúmeras pesquisas apontam que, no Brasil, o uso primário da
Brasil, exemplifica a pesquisa, o malware bancário ganha espaço: o
internet é a conexão às redes sociais, restando as demais
Kaiser deixa registradas as teclas digitadas sempre que o usuário
atividades o segundo plano”, argumentam. Eles acreditam que isso
de um sistema infectado visita o site de um dos bancos-alvo.
pode ser revertido com ensino básico do funcionamento de
“Os cibercriminosos, então, ganham acesso aos números da
ferramentas digitais.
conta bancária. Por R$ 5 mil, os compradores podem registrar as
Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2016/04/cpi-de-crimes-ciberneticos-quer- teclas digitadas de até 15 sites e têm acesso a serviço de suporte
prisao-de-quem-invadir-redes-sociais.html
24 horas”, detalha o estudo.
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos
Também surpreende a oferta de treinamento de carding (roubo
Texto 24: Crimes cibernéticos. Brasil é o 5º do mundo em de credenciais de cartões de crédito). O “curso” tem duração de três
fraudes digitais meses e inclui aulas para criar malware e configurar botnets (que
pode realizar tarefas maliciosas programadas), ensinando até a
Roubos de dados pessoais e fraudes de cartão de crédito são as
clonar cartões. “Por R$ 300, os aspirantes a cibercriminosos e os
principais violações virtuais praticadas no Brasil. O criminoso
novatos podem aprender a criar suas próprias variantes de malware
cibernético busca dinheiro fácil. As informações são de uma
e páginas de phishing (em geral, ameaças virtuais)”, sublinha a
empresa especializada em cibersegurança
pesquisa.
31%
Índice de crescimento de aplicativos maliciosos de alto
Um novo estudo sobre os crimes cibernéticos no Brasil mostra o
risco para dispositivos Android (smartphones e tablets) no primeiro
País em quinto lugar no ranking de detecções de malwares
trimestre de 2015, comparado ao período de 2014
(software malicioso, que pode corromper sistemas ou roubar
informações) bancários. A pesquisa da Trend Micro Incorporated

124
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

PUNIÇÃO BRANDA
 RIO — Em vez de paus e bandeiras, celulares e internet. É com

Lei brasileira precisa avançar
Os cibercrimes – que alguns essas “armas” que a juventude está indo para as ruas manifestar

especialistas preferem nomear crimes digitais, enquanto outros contra o aumento no preço das passagens de ônibus. O

falam em crimes eletrônicos - têm a extensão da internet e são tão ciberativismo, apontado como elemento fundamental na derrubada

variáveis quanto a natureza das tecnologias e das pessoas. Delitos de regimes árabes e nas ocupações de espaços públicos nos EUA

que ofendem a honra da vítima - desde calúnia e difamação até e na Europa em 2011, mostra a sua força em terras tupiniquins.

bullying e invasão de privacidade-, lembra o advogado e economista Pelo Facebook, os organizadores do Movimento Passe Livre (MPL)

Renato Opice Blum, também se enquadram nessa categoria conseguiram a adesão de centenas de milhares de pessoas, sendo

criminal. que uma boa parcela participou efetivamente dos protestos

Além das fraudes financeiras, ele soma, a violação de direitos realizados nesta segunda-feira em diversas cidades do país.

autorais, o racismo, a concorrência desleal e a usurpação de dados — A internet é uma ferramenta fundamental para a organização

sigilosos têm crescido no País. “Há um aumento proporcional (ao das manifestações — diz a estudante Mayara Vivian, uma das

crescimento da quantidade de usuários conectados) no número organizadoras do MPL. — Funciona como os antigos panfletos nas

desses crimes. E, do ponto de vista legal, há um aumento no portas das fábricas.

número de processos e de decisões judiciais”, observa Renato, O evento criado no Facebook para São Paulo contou com mais

também professor do curso de Direito Digital do Insper de 270 mil adesões. No Rio foram mais de 70 mil confirmações.

(www.insper.edu.br). Para o professor de Comunicação da ECO/UFRJ Henrique Antoun,

Para ele, o Brasil acompanha a França e a Alemanha no além de facilitar a organização, as redes sociais cumprem papel

ranking dos países que mais lidam com questões do tipo. “Os fundamental na divulgação de informações. Durante os protestos,

tribunais brasileiros estão bem acostumados com esse assunto. E câmeras e celulares registram o ponto de vista dos manifestantes

temos muitas decisões. Acabamos tendo expertise por força da que circula imediatamente pela internet.

experiência”, conclui, ao tempo em que pondera: a legislação Antoun compara a situação atual com a repressão do Estado no

brasileira ainda é incipiente frente ao desenvolvimento desses final da década de 1960. Naquela época, estudantes foram às ruas

crimes. com reivindicações específicas, como o aumento do número de

Na avaliação do advogado e professor, existe muita dificuldade vagas nas universidades e a melhoria das condições das

na compreensão do problema e na consequente elaboração de leis. faculdades, e eram duramente repreendidos pela polícia. Até que

A Lei 12.737/2012, conhecida como Lei Carolina Dieckman e que em março de 1968, o estudante Edson Luís de Lima Souto foi

tipifica os crimes cibernéticos no Brasil, representou algum avanço morto, gerando uma onda de passeatas pelo país. Na última quinta-

na coibição desses delitos, mas já precisa ser aprimorada, feira, o Facebook e o Twitter foram inundados com vídeos e

contrapõe Renato Opice Blum. Ele considera, por exemplo, baixas fotografias de uma manifestação em São Paulo, mostrando policiais

as penas previstas (de três meses a dois anos de reclusão). atirando balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo contra

“Falta especialização por parte dos legisladores para leis jovens com as mãos para o alto.

específicas”, relaciona, o que também complica as investigações. — O movimento ganhou força pela indignação que atravessou

Além disso, complementa, a legislação tem que ser “mais dura” e as redes sociais com as imagens da repressão policial contra uma

deve-se inserir a educação digital nas escolas. “A internet tem reivindicação mais do que justa. A polícia tem o monopólio da

aquela característica de que pode haver uma tendência de violência e deve agir à altura dessa responsabilidade — afirmou.

extrapolação dos costumes. Vale o bom senso e a própria Porém, Antoun não se apressa em comparar o movimento

conscientização de que a pessoa pode passar daquela linha e pode brasileiro com a chamada Primavera Árabe. Na sua opinião, as

ser condenada”, orienta Renato. manifestações em alguns países do Oriente Médio enfrentavam a
censura e o cerceamento à liberdade de expressão.
Fonte: — Pode se tornar um 'Outono Brasileiro', mas temos que
http://www.opovo.com.br/app/opovo/dom/2016/01/23/noticiasjornaldom,3565860/crimes-
esperar os desdobramentos do movimento. A Primavera Árabe lutou
ciberneticos-brasil-e-o-5-do-mundo-em-fraudes-digitais.shtml
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos contra o cerceamento à liberdade, que a internet tornava inócuo.
Isso não existe aqui — opina.
 TEMÁTICA: MEIOS DE COMUNICAÇÃO Mayara ressalta a importância da conjuntura e da construção do
 SUBTEMA: CIBERATIVISMO movimento pela base. Ela conta que o MPL já atua desde 2005 em
diversas cidades, sempre pautando o debate em torno da qualidade
Texto 25: Ciberativismo mostra sua força no Brasil
dos transportes públicos, com mobilizações de destaque em 2006 e
Pelas redes sociais, jovens organizam protestos que levam milhares 2011.
às ruas — A questão transcende as redes sociais, é resultado de um
por Sérgio Matsuura trabalho de base. Como ferramenta, elas são fundamentais, mas
17/06/2013 20:17 / Atualizado 18/06/2013 9:37
não é o Facebook que organiza o ato — explica.

125
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Fonte: http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/ciberativismo-mostra-sua-forca-no- vontade dos cidadãos.” Uma petição é uma petição. Uma petição
brasil-8720932#ixzz3sY5opVri
online só é mais fácil de organizar!”, ressalta. Ele prevê que a
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos
ciberdemocracia vai promover uma inteligência coletiva online mais
Texto 26: Ciberativismo ou ativismo de sofá reflexiva, mais hábil para conhecer a si mesma e também vai
favorecer uma maior transparência dos governos (LUPION, 2014).
O ciberativismo, ativismo online ou ativismo digital é uma forma Da mesma forma, Paul Hilder, vice-presidente de campanhas
de ativismo pela internet caracterizada pela defesa de causas, globais da Change, maior plataforma mundial de abaixo-assinados
reivindicações e mobilizações. Muitos autores o consideram uma que está presente em 196 países, diz que o ciberativismo não
nova fronteira para a participação política, pois, a partir de um enfraquece o ativismo “real”. Segundo ele, o uso da internet pelos
computador, os indivíduos rapidamente conseguem agregar cidadãos pode mudar atitudes de governos e empresas e ajudar na
pessoas à causa que defendem. Inicialmente, era uma estratégia fiscalização de atos até do Judiciário. Ele afirma que a internet é um
muito utilizada por ONGs e entidades civis, hoje, com a expansão instrumento poderoso de pressão e pode mobilizar muito mais
do acesso à internet, é cada vez mais utilizado pelo cidadão rapidamente e de uma forma mais eficiente milhares de pessoas ao
comum. redor do mundo para apoiar uma causa, o que, em sua opinião,
Pessoas e grupos politicamente motivados utilizam a internet contribui para o sucesso da causa (GOIS, 2012).
para difundir informações e reivindicações visando obter apoio para
uma causa, debater e trocar informação, organizar e mobilizar Democracia representativa é insuficiente
indivíduos para ações, dentro e fora da rede (MARTINS, 2014). Para Pedro Abramovay, diretor de campanhas da ONG
Para tanto são utilizados fóruns e grupos de discussões, abaixo- internacional de ativismo online Avaaz, o modelo tradicional de
assinados e petições online, blogs, plataformas sociais, aplicativos e democracia representativa, com um voto a cada quatro anos, é
as mídias sociais. insuficiente para dar conta de uma realidade na qual os cidadãos
Sandor Vegh, autor no livro “Classifying forms of online activism: podem se conectar rapidamente em torno de um objetivo comum.
the case of cyberprotests against the World Bank”, de 2003, Ele acha que o ato de compartilhar uma petição no Facebook, por
considerado uma referência sobre o tema, cita três categorias de exemplo, é um comportamento “profundamente político”, na medida
atuação do ativismo online: 1) conscientização e promoção de uma em que as pessoas assumem uma posição diante de seus amigos e
causa (por exemplo, divulgar o outro lado de uma notícia que possa abre espaço para contra-argumentos. “As pessoas passam tanto
ter afetado a causa ou uma organização); 2) organização e tempo na internet, ela é tão importante para nossas vidas, que
mobilização (convocar manifestações, fortalecer ou construir um considero despolitizador dizer que a política feita ali é menos
público); e 3) ação e reação (MARTINS, 2014). importante”, diz. Um exemplo do êxito dos abaixo-assinados online
Exemplos desse tipo de ativismo vão desde petições online, é a Lei da Ficha Limpa: dois milhões de pessoas assinaram uma
criação de sites denúncia sobre uma determinada causa, até a petição para que a Câmara dos Deputados aprovasse o projeto de
organização e mobilização de protestos e atos que aconteçam fora lei (LUPION, 2014).
da rede, flashmobs, hackerativismo e o uso de games com uma
Por: Eliane Araujo
função política e social (MARTINS, 2014).
Referências Bibliográficas

Ativismo online pode enfraquecer formas tradicionais de GOIS, Chico de. Internet é instrumento de pressão e ajuda na fiscalização. O Globo, 12

protesto? nov. 2012.


LUPION, Bruno. Frenesi do abaixo-assinado pela internet desafia a classe política. Estado
Mas, esse ativismo que utiliza a internet para mobilizar por
de S. Paulo, 11 mar. 2014.
causas que tenham apelo social costuma ser chamado também de MARTINS, Andrea. Ciberativismo: ativismo nasce nas redes e mobiliza as ruas do mundo.

“ativismo de sofá”, num certo tom pejorativo. Alguns setores da In: UOL Vestibular, 04 fev. 2014.

sociedade temem que o ativismo online enfraqueça as formas


Fonte: http://www.mobilizadores.org.br/noticias/ciberativismo-ou-ativismo-de-sofa/
tradicionais de protesto, como intervenções urbanas ou marchas em Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos

vias públicas.
Contrapondo-se a esse entendimento, o criador do termo Texto 27: Movimentos sociais e ciberativismo – o que muda?

“inteligência coletiva” e autor de livros sobre cibercultura, o filósofo


A série de manifestações da população brasileira, espalhadas
francês e professor da Universidade de Ottawa (Canadá), Pierre
por diversas cidades nos últimos meses, representam, sem dúvida,
Lévy, nega que a mobilização online seja menos legítima do que as
um momento histórico para os movimentos sociais no país. Os
manifestações tradicionais, como protestos na rua. De acordo com
protestos nasceram independentes de bandeiras partidárias,
ele, “qualquer forma que o cidadão use para se expressar é
aparentemente a partir de coletivos sociais que, mesmo pequenos,
positiva” (LUPION, 2014).
específicos e geograficamente separados, uniram-se num quadro
Apesar do crescente controle da rede, tanto por governos
de lutas mais amplo representado por um "basta" a todo tipo de
autoritários como pelos democráticos, Lévy acredita haver mais
política pública que não atende aos anseios da população.
liberdade de expressão com a rede do que sem ela. Ele afirma que
Os movimentos podem ser entendidos como a ação coletiva de
os abaixo-assinados pela internet são expressões legítimas da
126
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

um grupo organizado que tem como objetivo alcançar mudanças solidariedade." (MACHADO, 2003). Constatamos, nestes últimos
sociais por meio do embate político, dentro de uma determinada meses, estas forças "dormentes" sendo despertadas: "O GIGANTE
sociedade e de um contexto específico. A existência destes ACORDOU!" é o grito das ruas.
movimentos é de fundamental importância para a sociedade civil Sabemos que as mídias sociais Facebook, Youtube, Twiter
enquanto meio de manifestação e protesto. Para compreendê-los, é permitem que um enorme fluxo de informação circule, resultando
necessário considerar as estruturas sociais e o contexto histórico em algum nível de conscientização. Sabemos também que
nos quais eles se manifestam além dos valores e crenças comuns informação e o conhecimento podem eficientemente desencadear
que desencadeiam a ação social coletiva. No Brasil, o cenário para processos de mudanças sociais. O espaço virtual foi um dos meios
a eclosão das manifestações foi criado pela própria estrutura social que contribuiu para o crescimento do movimento, mas foi no
que promove desigualdades e, como conseqüência, a opressão. território físico que a luta se consolidou. Não basta, portanto, o
Corrupção, violência, impunidade, má gestão de recursos públicos ciberativista, é preciso que o ativista "real" se manifeste. Ambos os
foram a gota d"água no copo cheio. Talvez, o que faltasse para toda espaços - o físico e o virtual- podem e devem combinar-se
essa insatisfação contida eclodir fosse a certeza que hoje temos de sinergicamente para a construção de uma nova cidadania mundial.
que não estamos sozinhos em nosso descontentamento. Esta O que muda? A mudança vem como um reflexo do mundo
certeza unida à competência de uma mobilização rápida e densa contemporâneo em que as vozes tendem a ser menos
com contribuição da internet, levou o povo às ruas. hegemônicas, porque construídas em comunidades virtuais cujas
Destacou-se, nestes movimentos, o uso das redes sociais tanto características são praticamente as mesmas da web:
para a organização como para a comunicação dos grupos durante o descentralização, horizontalidade, conhecimento distribuído,
evento. Percebe-se que a internet se constitui uma ferramenta compartilhado e construído de forma colaborativa. Assim, a voz
imprescindível para as lutas sociais contemporâneas, já que facilita dominante e pasteurizante da mídia oficial, cujo discurso vem
as atividades (em termos de tempo e custo), podendo unir e comprometido ideologicamente, perde lugar para a mídia feita pelos
mobilizar pessoas e entidades de diferentes localidades em prol de próprios usuários, que repelem, como temos visto, lideranças e
uma causa local ou transnacional, bem como quebrar o monopólio "personalidades" e que são construídos com base do capital social,
da emissão e divulgar informações alternativas sobre qualquer cuja força vem da multidão e não do indivíduo todo-poderoso. Muda
assunto (RIGITANO, 2003). A ilusão, talvez, de que a internet, a ainda, pois as discussões e decisões políticas estão perdendo seu
informação e a comunicação fossem inócuas deveu-se ao fato de local privilegiado, as câmaras e assembleias e estão,
que há uma distância entre a chegada da tecnologia, sua paradoxalmente, depois de tanta história e evolução, voltando para
apropriação e sua transgressão. Não se pode esquecer que a seu lugar de origem, a praça pública. Para terminar, muda também
internet foi criada no auge da contracultura americana e é fruto de pois caminhamos para colocar as coisas em seus lugares: o público
um pensamento libertador. Agora, não apenas é contracultural, mas será de fato público, às claras, nas ruas e na internet; o homem
também potencializadora e promotora de novas culturas. público passará mesmo a ser público. Em breve, passaremos a lutar
Os movimentos sociais ganharam, portanto, outra esfera pública também para termos de volta nossa privacidade.
para ampliar o alcance de suas ações: as redes sociais. A Prof. Dr. Luiz Fernando Gomes - Programa de Pós-Graduação da UNISO 


Profª Ms. Sonia Piaya M. Munhos - doutoranda em Educação pela UNISO
apropriação das novas tecnologias, como a internet, por essas
Fonte:http://www.jornalcruzeiro.com.br/materia/505207/movimentos-sociais-e-
organizações em rede, fez surgir uma nova forma de ativismo: o ciberativismo-o-que-muda
ciberativismo. Trata-se de uma forma de utilização eficiente das Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos

ferramentas da rede onde indivíduos e grupos têm suas ações


 TEMÁTICA: VIOLÊNCIA
políticas potencializadas pelos ambientes midiáticos e
 SUBTEMA: JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS
descentralizados da internet.
A partir da atuação de indivíduos e grupos em rede e na rede
Texto 28: Justiçamento: O linchamento como sintoma
(internet), foi possível ampliar o alcance dos protestos
desenvolvendo uma estratégia de luta mais eficaz. As tecnologias O assassinato de Cleidenilson Pereira Silva, no Maranhão,
têm permitido não apenas a formação, mas também a existência de desnuda a crise de representatividade que vive o país e a
novos entes políticos no âmbito global. Novos atores sociais surgem seletividade de uma indignação tão justa quanto pontual
e se formam, apoiados em redes e sub-redes menores, espécies de
Aconteceu de novo. Cleidenilson Pereira Silva foi amarrado a
células "dormentes", que podem ser ativadas a qualquer momento,
um poste e espancado até a morte por um grupo de pessoas em
segundo seus fatores identitários, valores e ideologias. "Forças
São Luís, capital do Maranhão. Ao contrário do que se anuncia, seu
dormentes são mentes - ou pessoas - conectadas que, ainda que
crime não foi o assalto. Aliás, pode até ter sido um deles, mas não o
individualmente possam pouco mais do que se indignar diante de
mais importante. Pro crime de assalto, a legislação brasileira prevê
uma injustiça, quando organizadas em uma rede, sentem-se
de 4 a 30 anos de reclusão, conforme o caso, de acordo com o
encorajadas para participar e desencadear ações. Os movimentos
Código Penal.
sociais articulados em rede têm o poder de agregar essas
"identidades individuais" ativando os elementos identitários de

127
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Mas não é deste crime que se trata a sentença de Cleidenilson. margem da lei durante o processo do "mensalão" petista para forçar
4 ou 30 anos não seriam o suficiente pra saciar o desejo de justiça condenações, e popularmente ovacionado por satisfazer o anseio
daqueles que rasgaram suas roupas, arremessaram-lhe pedras e de justiça entalado na garganta dos brasileiros. Não por acaso, foi
garrafas e o golpearam até que uma hemorragia o matasse de vez. relacionado ao super-herói Batman, personagem que tem
No ano passado, três episódios semelhantes ganharam reaparecido com frequência nos protestos contra o governo Dilma.
destaque nacional. Em janeiro, 14 homens amarraram um O que eram três ou quatro tentativas de linchamento tornaram-
adolescente também a um poste no Aterro do Flamengo, no Rio de se mais de uma por dia desde 2013. E engana-se muito ou quer
Janeiro. No Piauí, um homem foi arremessado sobre um formigueiro fazer enganar quem diz que isso pode se tratar de um reflexo
com mãos e pés amarrados. Em maio, uma mulher foi linchada até inconteste da impopularidade da presidenta: ao final do ano que
a morte no Guarujá por um grupo de pessoas que a confundiu com marcou as Jornadas de Junho, 95,1% alegavam não confiar em
uma praticamente de “magia negra” depois da multiplicação de um legendas políticas. Passada a hecatombe, cerca de 70%
boato pelo Facebook. Só na primeira metade de 2014, foram 50 permanecem céticos quanto a políticos e partidos.
casos registrados. Em períodos de crise de representatividade, cresce a sensação
Em Linchamentos: a justiça popular no Brasil (Contexto, 2015), de que é preciso que se descumpra a lei pra que a lei seja
o sociólogo José de Souza Martins sepulta de vez o mito do restabelecida. É o que indica Christian Dunker emMal-Estar,
brasileiro cordial: o país é o que mais pratica justiçamentos no Sofrimento e Sintoma: uma psicopatologia do Brasil entre
mundo. De acordo com o seu levantamento, um milhão de muros (Boitempo, 2015). De acordo com o psicanalista, a vida em
compatriotas participaram de linchamentos em 60 anos. E muito condomínios, modalidade tipicamente brasileira de se viver a partir
embora o início da década de 2000 tenha apresentado uma queda dos anos 70, contribuiu significativamente para o agravamento
significativa dos casos, de 2013 pra cá eles têm aumentado em desse panorama. O Brasil que não deu certo, da pobreza que
velocidade progressiva e não é por acaso. insiste em atravancar o caminho, foi suspenso em nome de outro
Para a pesquisadora Ariadne Lima Natal, do Núcleo de Estudos que é protegido por muros altos e uma guarita com câmeras. E é
da Violência da USP, há uma correlação entre a presença do esse Brasil que passou a pautar o outro a partir da imagem que dele
Estado e os índices de justiçamento. Onde a ausência dos seus fez: perigoso demais para as regras comuns que o regem.
serviços é mais sentida, as chances de violência pretensamente Batman é isso. É a sensação de que o contrato social que
reativa aumentam exponencialmente. E é neste sentido que o papel orienta o país é insuficiente pra dar conta da demanda. É o
da mídia precisa ser problematizado. “necessário” descumprimento da lei em nome dos valores que a
Antes de zerar as mortes pelo tráfico no país, o Uruguai sustentam.
restringiu os horários dos programas policiais. No Brasil, além de Mas Ariadne Lima Natal, que é autora da dissertação 30 anos
reforçarem a ideia de impunidade e de alimentarem o imaginário de de Linchamento na Região Metropolitana de São Paulo 1980-2009,
uma delinquência juvenil aliciada pelo crime, eles transmitem e destaca um elemento importante pra intrigar aqueles que acreditam
incentivam ao vivo e sem restrições a chacina de suspeitos, serem os linchamentos justificáveis diante da saturação da violência
alvejados a sangue frio sob os urros dos apresentadores no país: “Os dados mostram que as vítimas de linchamento não são
extasiados. Rachel Sheherazade virou referência moral ao defender aleatórias. Os alvos preferenciais são os mesmos já acometidos
as ações dos justiceiros do Flamengo em rede nacional no SBT. pela violência policial e pelos homicídios. Os linchamentos dialogam
Doutora em estudos da segurança e professora do Instituto com seu tempo, eles fazem parte de uma realidade e acionam um
Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, Jaqueline de Oliveira repertório que aponta quem são os extermináveis”.
Muniz sustenta que o linchamento é um “fenômeno que sempre No senso de justiça que move o país contra o crime, quase não
ressurge diante de ondas de temor. Diante do medo, queremos uma são condenados brancos de classe média. O seu lugar está previsto
solução imediata, e tendemos a abrir mão das nossas regras [leis].” no Código Penal. E é por isso que o último crime de Cleidenilson foi
Quanto maior o destaque a histórias de violência vividas pelo assaltar. Antes disso, nasceu no lugar errado e com a cor da pele
país, maior a sensação de que o Estado já não é digno de confiança errada. Morreu com 29 anos, 44 antes do que a sua expectativa de
o suficiente pra que a justiça aja por si, daí a recorrência a medidas vida ao nascer, e dentro da previsão de que teria 3,7 vezes mais
que rompam com o contrato social vigente. chances de ser assassinado ainda enquanto jovem. De um lado,
E se tem algo que 2013 deixou de legado para o país é o virou troféu. Do outro, estatística.
escancaramento da dissonância completa entre as instituições que Murilo Cleto é historiador. Artigo publicado originalmente na Revista
têm por função a garantia dos direitos sociais, dentre eles a Forum
segurança, e a população, que foi às ruas com vozes distintas, mas
Fonte: http://www.cartacapital.com.br/sociedade/o-linchamento-como-sintoma-2154.html
que guardavam um importante coro anunciado: o Estado não lhe Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos

representa.
30% dos manifestantes votariam em Joaquim Barbosa para Texto 29: Punição: justiça ou vingança?

presidência da república. Logo ele, sem sequer apresentar Segundo o senso comum, enquanto a justiça é feita por
vinculação partidária. Logo ele, juridicamente contestado por agir à intermédio de uma instituição responsável, a vingança é executada

128
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

pelas próprias mãos. Mas será que, mesmo após o julgamento, a seria então aquele em que a punição seria equivalente ao crime ou
sentença mediada pelo juiz não continua sendo vingança para a dano e em concordância com a vontade da vítima e com o
vítima? merecimento do criminoso. Assim, uma punição que exceda o
previsto pela sentença e impossibilite a reabilitação do criminoso e
A punição, de maneira geral, tem como principais finalidades a sua posterior reintegração social é, absolutamente, injusta. Ora,
repreensão e a prevenção de comportamentos nocivos à sociedade. mas essa exigência já estava presente na lei de talião.
Acredita-se que caso tais comportamentos não sejam punidos, eles
passarão a fazer parte daquilo que é considerado correto, moral e Lei de Talião

de direito. Como sabemos, contudo, a punição não é a única


A PALAVRA “talião” deriva do latim talio e significa
solução ao crime. A Educação, por exemplo, envolve vários níveis “tal” ou “igual”. Lei de talião foi o nome dado ao
princípio de proporcionalidade da punição, cujas
de repreensão pedagógica que não têm estatuto jurídico, mas que, primeiras referências escritas remontam ao código,
em 1780 a.C.. Depois disso, na Bíblia, o Novo e o
ainda assim, são correlacionados com a prevenção de crimes. No Velho Testamento fazem diferentes versões desta
entanto, quando se associa vingança à justiça é fácil perceber que lei. Em Êxodo 21, 23-25 e em Levítico 24, 17-21 sua
formulação incita a vingança. Já em Mateus 5, 38-41,
estamos falando de um tipo específico de punição: a que envolve esta formulação estimula o perdão: “se alguém te
bater na face direita, ofereça-lhe também a outra
retaliação ao malfeitor. Isso pode ser feito retribuindo-lhe um dano face”.
em troca do dano causado por ele. A lei de talião, hoje associada à vingança, foi, no código de
Quando consideramos a punição em termos retributivos, torna- Hamurabi (encontrado em Susa, atual Irague, em 1780 a.C), um
se difícil definir claramente se ela visa a justiça ou a vingança. Um princípio de justiça destinado a regulamentar o equilíbrio, a
equivalência entre o crime e a punição e acabar com a
arbitrariedade na hora de punir. O que hoje nos soa bárbaro e cruel
- "pagar um olho com um olho e um dente com um dente" - mostra,
antes de mais nada, a necessidade de se obter uma exata medida
entre a negação e a restituição da justiça.
Considerando essa tese de equivalência, podemos dizer que,
teoricamente, a lei de talião é considerada justa, pois ela exige uma
proporcionalidade entre o crime ou dano e a punição. Se ela é justa,
Os argumentos que defendem que um assassino deve pagar com a vida, pois assim nós temos que admitir que, segundo esse princípio geral de
se vai uma vida por outra, esbarram no caso de um serial killer, como o personagem
Hannibal Lecter, do filme O silêncio dos inocentes. Afinal, o criminoso não pode ser
equivalência, um crime extremo merece também uma punição
executado inúmeras vezes, por conta de cada uma de suas vítimas extrema, da mesma maneira que um crime mediano merece uma
primeiro ponto de corte seria dizer que a vingança é a punição pelas punição mediana, e assim sucessivamente. Fora dessa
próprias mãos, enquanto a justiça é a punição executada por proporcionalidade, se uma punição é exagerada, ela resulta em
intermédio de uma instituição responsável: o tribunal de Justiça, por vingança, e quando é demasiado branda, na impunidade.
exemplo, no caso do crime; a professora ou direção da escola, no O problema surge quando passamos da teoria à prática. Se a lei
caso do comportamento inadequado de um estudante; os pais, no de talião fosse interpretada ao pé da letra, correríamos o forte risco
caso de um mau comportamento de um filho. É importante notar de clamar "vida por vida" da mesma forma que "olho por olho e
que esse primeiro ponto de corte diz respeito à diferenciação entre dente por dente", isto é, interpretá-Ia segundo o que G. W. F. Hegel
vingança e justiça na relação entre criminoso e vítima, entre agente (1770-1831) chamou na sua Filosofia do Direito de igualdade
e paciente. Assim, quando a vítima retalia o criminoso de forma específica. Mas o que significa exatamente e qual o problema da
imediata, ou seja, sem medição institucional, o resultado é vingança igualdade específica? Eu tenho certeza que mesmo quem é a favor
e não justiça. Por outro lado, quando a vítima apela a um mediador, da pena de morte - e não vê problema algum em interpretar "olho
o resultado é, potencialmente, a justiça. A mediação da punição é por olho" da mesma forma que "vida por vida" - não vai concordar
uma condição necessária, mas não suficiente para garantir a justiça. com esse tipo de igualdade.
Poderia a sentença mediada pelo juiz continuar sendo uma Igualdade específica é tirar do criminoso exatamente aquilo que
vingança para a vítima? Qual a diferença entre a vítima se sentir ele tirou da vítima. Note bem: igualdade específica não é o mesmo
vingada ou justiçada? Essas perguntas são, na realidade, muito que a nossa tese de equivalência extraída da lei de talião, mas uma
difíceis de responder jft que parecem implicar a consideração de possível forma com que essa tese de equivalência se manifesta na
sentimentos íntimos que variam de pessoa para pessoa e difíceis de prática. Na teoria, não há nada de errado em que haja uma
mensurar. Mesmo assim, é possível pensar algumas condições em equivalência entre crime e punição. Tal equivalência é, assim como
que esse sentimento poderia ser considerado justo ou vingativo. Por a mediação da punição, outra condição necessária para que haja
exemplo, podemos facilmente aceitar que o sentimento vingativo justiça. Seria pertinente, para exemplificar, avaliarmos dois tipos de
seria aquele que não se contenta com a punição equivalente ao danos, os reversíveis e os irreversíveis.
crime, mas que busca um dano ainda maior - às vezes o maior
possível- ao criminoso ou malfeitor. O sentimento justo, por sua vez,

129
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

segundo a terceira condição, somente aquele que cometeu o crime


pode ser punido, ninguém mais. Caso contrário, nós admitiríamos
algo como a briga quase eterna dos Capuleto com os Montéquio,
em que a morte de um membro de uma família desencadeava a
morte de um membro da outra família. Mas alguém ainda pode
perguntar: e se o ladrão morasse sozinho?
Se o ladrão morasse sozinho, ainda assim a invasão seria
injusta porque, ao invadir a casa do ladrão em retaliação, a vítima
estaria negando mais uma vez o direito, e isso é precisamente o
que difere vingança e justiça. Quando a punição não permite colocar
um fim na cadeia de retaliações, ela não promove a justiça, mas a
vingança. Mesmo se a Polícia, como instituição responsável, dessa
autorização para a invasão seguida de roubo, como forma de
Considerando-se danos irreversíveis, como no caso da morte, punição, isso continuaria sendo vingança e não justiça - uma
parece ficar claro que punir com a morte um assassino não vai vingança legal. Justiça e legalidade nem sempre estão juntas e
restituir a perda daquela pessoa. Isso quer dizer que uma punição muitos heróis acabam por ser tratados como criminosos por
de acordo com a igualdade específica não pode, desde já, ser negarem as leis em prol da justiça.
aplicada a danos e lesões irreversíveis. Se ainda assim alguém
Definição da pena
insistir que um assassino deve pagar com a vida, pois assim se vai
Mas se não por meio da igualdade específica, qual é a outra
uma vida por uma vida, o que dizer de um serial killer? Já que de
maneira pela qual nossa tese de equivalência entre crime e punição
nada adianta esse criminoso ser executado diversas vezes, deveria
poderia se manifestar na realidade do mundo? O que seria uma
ele que matou várias pessoas ser executado junto com seus
igualdade não específica entre crime e punição? Seria uma
próximos? Obviamente, a resposta é não. Ninguém pode pagar por
igualdade que não buscasse retribuir ou retaliar o crime com outro
um crime que não cometeu e essa é a terceira condição básica para
crime mecanicamente, mas uma igualdade racionalmente proposta,
que a punição seja justa e não vingativa. Então vamos tratar apenas
uma igualdade que Hegel chama de igualdade de valor. Nesse tipo
do caso mais complicado, o dos danos reversíveis, aqueles que têm
de igualdade é criado um valor para o crime que deve corresponder
aparência de permitir que uma igualdade específica seja aplicada.
à pena.
Imagine que um ladrão entrou na sua casa durante a noite. Ele
A questão é então a de saber como definir esse valor para que
rouba cem reais que estavam em cima da mesa e é surpreendido
ele seja justo. Esse valor, como diz Hegel, não é imutável, não é
pela Polícia no momento da fuga. A Polícia o obriga a devolver os
estático. Ele é resultado de uma convenção que .muda de acordo
cem reais e, assim que ele o faz, é posto em liberdade. Assim,
com o grau de racionalidade do grupo social em que ele se aplica.
foram cem reais por cem reais. Isso parece ser totalmente legítimo
Assim, criar um valor para a punição equivalente ao valor indicado
segundo a lógica da igualdade específica. Ela cumpre as três
ao crime insere uma mediação racional nessa relação e possibilita
condições para a punição justa aqui enumeradas: 1. A Polícia é a
que a punição não seja um segundo crime cometido, mas um ato de
instituição mediadora da punição; 2. A punição parece ser
justiça. Essa saída, no entanto, nos resolve um problema e cria
equivalente ao crime; 3. Somente o responsável pelo crime está
outro. Como determinar esse valor?
sendo punido. Ficariam vocês satisfeitos com tal retaliação?
Foi a razão que nos mostrou a necessidade de recorrer a uma
Honestamente, essa punição não seria suficiente para muitos
igualdade de valor no lugar de uma igualdade específica a fim de
de nós, e isso tem uma explicação legítima. A segunda condição é
encontrarmos a justiça e nos distanciarmos da vingança. Agora é
apenas quantitativa mente preenchida, mas não qualitativamente.
essa mesma razão que tem de enfrentar o problema da definição do
Quando o ladrão entrou na casa para roubar, ele negou o direito de
valor do crime e, consequentemente, do valor da punição.
propriedade da vítima, ele a desrespeitou enquanto membro de um
grupo que acordou entre si o direito de propriedade. O ladrão então
nega o direito da vítima e, ao negar isso, nega também o próprio
direito como um todo. Pode tal dimensão qualitativa da igualdade
específica ser preenchida? Vamos supor que a Polícia tomasse
outra atitude: permitisse que a vítima assaltasse a casa do ladrão à
noite para roubar de volta os cem reais devidos. Assim, a casa do
ladrão também seria invadida, os familiares do ladrão também se
sentiriam inseguros e desprotegidos, eles seriam igualmente Historicamente, o sistema prisional brasileiro apresenta uma situação lamentável,
inclusive com a adoção de punições corporais, que deveriam ter sido abolidas há
desrespeitados enquanto membros e seu direito de propriedade mais de dois séculos
também seria negado. Seria justo? Seria justo coagir a família do Na teoria, nós já sabemos que o valor de um tem que ser
ladrão por um ato que só ele cometeu? Não, ora, sabemos que, equivalente ao valor do outro. Na prática, visto que o crime se

130
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

manifesta de forma qualitativa e quantitativa, assim também deve se estados organizar e operar o sistema penitenciário, é também,
manifestar a punição. Mas como reconhecer a mesma clareza do constitucionalmente, responsabilidade da federação fiscalizar isso.
conceito no plano dos eventos? Se a pena prevista para um Não estando os estados de acordo com as exigências, eles teriam
determinado crime é de dois anos de detenção, como saber se o que sofrer sanções do governo federal, certo?
justo não seria três anos ou dois anos e um dia? Não só a punição Mesmo se admitirmos que os estados são responsáveis, como
ao crime varia extensivamente, como também o próprio crime. Algo é possível que a situação do sistema penitenciário esteja tão
pode ser considerado crime em uma época e não em outra. É o precária em todo e em cada um dos estados brasileiros? Esse
caso, por exemplo, da união entre homossexuais. Isso já foi problema não pode ser uma questão de mera administração dos
considerado crime sujeito a detenção no passado, mas hoje trata-se estados, visto que a situação é generalizada em todo o país. Não é
de um casamento como qualquer outro. possível que não haja um governador que seja um bom
O que isso quer dizer? Quer dizer que quando o crime e, administrador! Uma razão para o descaso com o sistema
consequentemente, a punição se manifestam qualitativa e penitenciário pode, então, ser um problema de repasse adequado
quantitativamente no mundo, essa manifestação é contingente, de verbas do governo federal para os estados. Outra razão pode ser
particular e variável segundo o tempo e a cultura. Por isso eles são a falta de instituições sólidas o suficiente para garantir as condições
tão difíceis de definir. Isso significa que a ideia de justiça varia de para o bom funcionamento do sistema penal e judiciário. Admitindo
uma época a outra? A resposta é, para Hegel, sim e não. que ambas as razões enumeradas são corretas, nós podemos ir
Não porque, na teoria, a ideia de proporcionalidade e ainda um pouco mais longe e perguntar por que isso acontece.
equivalência entre crime e punição e sua diferença com a vingança A violência presente nas prisões brasileiras (brigas entre
deve ser imutável. Note que nós acabamos de extrair esse princípio gangues rivais, assassinatos,
de uma lei de 1700 a. C; e ela reaparece constantemente em mutilações e torturas etc.) é em
diferentes formas na história do pensamento. Sim porque a maneira grande parte causada pelo alto
como nós definimos o valor, ou seja, o que representa ou como nível de estresse ao qual os
representar a qualidade e quantidade do crime e da punição varia prisioneiros são submetidos
de acordo com o desenvolvimento da razão na história. Agir constantemente. A privação de
justamente requer agir segundo as exigências da razão. Só que espaço, de ar, de nutrição
para que isso funcione, nós teríamos que admitir que fizemos parte adequada, de mínimas condições
de um estado formado por homens racionais, no qual a razão está de higiene e saúde causam
em constante processo de determinação, modificando-se de acordo rapidamente a degradação física,
Hegel acreditava que a
com o tempo e a Cultura. moral e psíquica do ser humano, correspondência de valores entre
Se a razão é a responsável por definir os valores qualitativos e sendo muitas vezes de caráter crime e pena não deve ser
imutável, estática, pois se trata de
quantitativos dos crimes e punições e ela está em constante irreversível, impossibilitando sua convenções que se alteram de
acordo com o grau de racionalidade
processo de determinação, para concluir o nosso argumento resta- futura reintegração social. do grupo social em que se aplica.
Daí a necessidade de uma
nos voltar um olhar crítico para a nossa sociedade atual e verificar o Isso responde à pergunta mediação racional
que está na base de nossas ações, se é a vingança ou a justiça. postulada acima, ao ser possível
Falta investigar qual o grau de determinação racional em que nos perceber que a vingança legal, ou seja, institucionalizada, também e
encontramos agora. Em outras palavras, na nossa sociedade atual, confunde com a justiça. Quando nós vemos notícias sobre rebeliões
somos nós justos ou vingativos? (bem frequentes), morte em massa de prisioneiros, massacres em
penitenciárias, o que nos vem à mente? O que aconteceu depois do
Justos ou Vingativos? massacre do Carandiru em 1992, no qual 111 presidiários foram
mortos por policiais? Sem hipocrisia, grande parte da sociedade
Quando essa questão é levantada, é inevitável pensar na acelerou enfaticamente a morte dos detentos. É o mesma que
situação lastimável das prisões brasileiras. Por que as prisões acontece também com as operações polciais nos morros e favelas
brasileiras ainda são tão opressivas? A punição corporal deveria ter do Rio de Janeiro e São Paulo. Parece que estamos falando de uma
sido abolida, ao menos, desde o final do século XVIII. Nessa época, crença largamente difundida que faz a sociedade afirmar que
um grande número de nações buscou uma nova justificação para a bandidos merecem a morte e, mais do que isso, merecem o
punição, que foi, segundo Michel Foucault (1926-1984), a disciplina. sofrimento agudo, a mutilação de seus corpos e a privação de
Será que as prisões brasileiras são tão opressivas por falta de necessidades essenciais.
verbas? Parece que não, se levarmos em conta que, segundo o Aí eu me pergunto sobre a validade do artigo 38 do nosso
Banco Central, o Brasil é a sexta maior economia do mundo. Então Código Penal, que diz: "O preso conserva todos os direitos não
seria porque o sistema penitenciário é regido pelos estados e não atingidos pela sentença, impondo-se a todas as autoridades o
pela federação? Se, constitucionalmente, é responsabilidade dos respeito a sua integridade física e moral" (198412000).

131
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Será que as pessoas o E talvez isso nem fosse pior do que a situação atual, na qual fotos
desconhecem? Será que ele foi um de detentos mutilados são publicadas na internet e atraem centenas
artigo imposto para satisfazer a de comentários agressivos agradecendo por a justiça ter sido feita.
pressão de associações nacionais e Que é o mesmo que ter punições corporais em praça pública como
internacionais de proteção dos direitos na Idade Média, com a diferença de que os cidadãos de todo o
humanos e não reflete o verdadeiro mundo podem atirar suas pedras sem sair de casa.
espírito do povo? Na sua Filosofia do Desejar a morte do criminoso foi a única saída que a sociedade
Direito, Hegel tem uma frase que cabe encontrou para sair da sua própria contradição de querer mais
muito bem nesta ocasião: "Não se segurança por um lado e reter prisioneiros na extrema precariedade,
importa uma Constituição". E ele diz por outro. É claro que um prisioneiro que foi mantido no cárcere em
isso porque a Constituição, para que péssimas condições sairá de lá muito mais perigoso do que antes,
seja efetiva, ou seja, válida na teoria e salvo raríssimas exceções. A saída seria então repensar o sistema
Fica evidente que o fato de
permitirmos a precariedade aplicada na prática, tem que ser carcerário objetivando a reabilitação e a reintegração social do
do sistema prisional
brasileiro caracteriza a coerente, tem que refletir e manifestar prisioneiro. Mas isso não parece um plano a curto prazo, em uma
prática de vingança
o espírito do povo. De nada adianta sociedade que prioriza a vingança - e que, neste caso, o mais fácil
redigir uma constituição muito avançada para um povo que ainda seria desejar suas mortes.
não é capaz de compreendê-Ia. Mitchel P. Roth diz que "a maneira Mesmo que o sistema prisional seja responsabilidade da
com que uma sociedade trata seus prisioneiros diz muito sobre a federação, a questão principal é que nós permitimos sua
sua cultura". Assim, a situação lastimável dos presídios brasileiros é precariedade, nós e nossa sede por vingança. A mesma tendência
resultado de nossa cultura. de se voltar apenas para si e esquecer que fazemos parte de um
O governo não faz vater o artigo 38 porque isso desagradaria todo é que se desleixa em sentimentos vingativos, é a que se
grande parte da sociedade brasileira, o que acabaria causando a desleixa na corrupção. Trata-se de um grau de racionalidade ainda
perda de votos, visto que os mandatos são muito curtos e os efeitos insuficiente para reconhecer o universal, o necessário, o bem
de um melhoramento do sistema prisional demorariam a aparecer. A comum. A má notícia é que nós somos sim vingativos! De qualquer
sociedade se rebela com poucas melhorias propostas porque pensa forma, a razão já é desenvolvida o suficiente para nos darmos conta
que, com isso, bandidos facilmente alcançariam melhores condições disso e para ponderarmos sobre a mudança. E para que possamos
de vida do que muitos da classe média e baixa brasileira, que não ser reconhecidos como parte de uma sociedade ainda bárbara
sofrem diversas dificuldades e privações para ter o seu sustento. em pleno século XXI.
Mas será que é possível, em alguma circunstância, negar a alguém
Fonte: Revista Filosofia fevereiro de 2013 - (pág. 62 a 71)
os direitos humanos? Alguém aqui pode ainda alegar que o Enviado pela professora Maria Zelita Batista Brito

criminoso quando cometeu o crime negou os direitos de alguém,


então por que ele precisa ter seus direitos preservados? "Ao negar  TEMÁTICA: VIOLÊNCIA

o direito ele se colocou fora do pacto social e nenhum direito é  SUBTEMA: VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS

garantido fora dele!" Só que, como nós vimos, permitir que um


Texto 30: Bullying: Violência nas escolas – Bullying, o que é?
segundo crime seja cometido em resposta a um primeiro nada tem a
ver com a justiça, mas com a vingança. Então, afirmar que o O "Bullying" é um termo de origem inglesa, que significa a
criminoso não deve ser tratado como um cidadão é, desde já, agressão física ou psicológica, de forma intencional, praticada
admitir que somos, de fato, vingativos e não justos. Isso porque, ao repetidamente por um aluno ou grupo de alunos sobre um colega ou
negar os direitos do criminoso, o próprio direito é também negado. grupo de alunos mais frágil.
O problema é que a nossa sociedade ainda clama pela punição- Trata-se de um comportamento que assenta numa relação
espetáculo, pela punição corporal e violenta, pelo decepamento e desigual de poder entre os intervenientes; ocorre repetidamente e
exposição do corpo como troféu e confunde, assim, vingança com de uma forma hostil e os alunos considerados alvos têm,
justiça. Penas racionais e alternativas ainda são sinônimos de normalmente, uma ou outra característica que os diferencia dos
impunidade. demais (usam óculos, são obesos, são os melhores ou os piores da
Obviamente que o governo não vai oferecer justiça para quem turma, vestem ou pensam de maneira diferente, entre muitos outros
não a quer. Ele oferece vingança, que, por ser mediada por uma motivos).
instituição governamental, pode ser chamada de vingança legal. Entre as crianças e os jovens, o “bullying” pode assumir
Então, o governo faz exatamente o que a sociedade pede e ele proporções graves e reflectir-se num comportamento anti-social com
poderia ser ainda mais cruel em acordância com a sociedade se consequências muito sérias para o futuro, quer para os alunos
não fosse a pressão de organizações de defesa dos direitos agressores quer para os alunos agredidos.
humanos e de alguns intelectuais que estão, constantemente,
denunciando a gravidade da situação. Não fosse isso, talvez nós Os diferentes tipos de Bullying

ainda estivéssemos cortando a mão dos ladrões em praça pública.

132
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

O "bullying" pode ser classificado de duas formas: o directo, Principais características dos alunos envolvidos no "bullying"
através de violência física e o indirecto, através de agressão moral. Além da predisposição genética para a agressividade, algumas
As crianças e jovens alvos de "bullying" são sucessivamente condições familiares podem favorecer o desenvolvimento da
colocadas pelo aluno agressor em situações embaraçosas e são violência nas crianças e jovens. Os autores de "bullying" são,
vítimas de alcunhas ofensivas, ameaças, discriminação, isolamento normalmente, alunos pertencentes por vezes a famílias com um
e exclusão grupal, perseguição, assédio, humilhação verbal, roubos relacionamento afectivo desequilibrado, onde os pais afirmam a sua
e, por vezes, agressão física e vandalismo ou destruição dos seus superioridade através de comportamentos agressivos, verbais ou
bens (livros, roupas e outros pertences). físicos, ou têm excesso de tolerância e permissividade na educação
dos seus filhos.
Os alunos vítimas de "bullying" são, geralmente, jovens tímidos,
inseguros e sem recursos físicos para se defenderem.
Consequentemente, poderão baixar o desempenho escolar e tentar
evitar a escola, abandonando-a precocemente. Em casos mais
graves, chegam mesmo a entrar em estados depressivos.
Há ainda os alunos que são testemunhas de "bullying", que
assistem e convivem com esse tipo de violência entre colegas, mas
Um outro tipo recente de "bullying" é o "cyber-bullying". Neste
que evitam falar sobre o problema, sob pena de poderem ser as
caso, são utilizadas as novas tecnologias da informação para
próximas vítimas, ou então porque não acreditam na capacidade da
insultar e intimidar (por exemplo: mensagens electrónicas a colegas
escola para intervir. Apesar de não sofrerem directamente as
com o intuito de os difamar e intimidar).
agressões, podem sentir-se incomodados e inseguros perante o
sofrimento dos seus colegas (vítimas), o que também pode ser
Os efeitos directos do "bullying" nas escolas
motivo de transtorno psicológico.
O sexo masculino é o mais propenso ao "bullying",
especialmente ao directo, Porém, este problema também afecta as
Principais consequências
raparigas, usualmente através de práticas de difamação e exclusão
Se não forem desencorajados, os alunos causadores de
de grupos.
"bullying" poderão manter esse comportamento ao longo de toda a
sua vida, seja em ambiente doméstico ou profissional, tornando-se
indivíduos anti-sociais, violentos e, por vezes, criminosos.
Os alunos vítimas de "bullying" podem reagir de formas
diferentes, consoante a
sua personalidade e os
seus relacionamentos
familiares e sociais.
Alguns, poderão não
superar os traumas

O "bullying" ocorre mais facilmente em escolas com uma sofridos na escola e

deficiente supervisão por parte dos adultos, seja pelo número crescer com sentimentos negativos em relação a si próprios. Em

insuficiente de auxiliares de educação ou pelo excesso de alunos, e idade adulta, poderão sentir dificuldades de relacionamento e até

em escolas onde não há um devido acompanhamento lúdico e acabar por adoptar um comportamento agressivo sobre alguém que

cultural nos intervalos e tempos livres. considerem mais frágil. Alguns casos extremos podem,

Quando os alunos agressores têm condições para continuar a inclusivamente, conduzir ao suicídio.

exercer o seu poder, todos os outros acabam por ser, directa ou


indirectamente, afectados. A ansiedade e o medo acentuam-se Como saber se o seu educando pratica ou é vítima de bullying

genericamente, quando os comportamentos agressivos não trazem É difícil ter essa percepção, a não ser que o seu educando

quaisquer consequências para os alunos que os praticam. relate os acontecimentos ocorridos na escola. A maior parte dos

A falta de preparação das escolas para estes casos é actos de bullying ocorre na ausência de adultos e, muitas vezes, de

problemática, Os professores assistem, muitas vezes, a actos de forma dissimulada. A maior parte das vítimas não fala sobre a

violência de origem pouco perceptível, que acabam por ser situação com os professores ou os pais/encarregados de educação,

resolvidos com castigos a ambas as partes envolvidas. O aluno, acabando por encarar a escola como um local de perigo e não de

considerado vítima, é punido por distúrbios que não causou e sente- aprendizagem.

se, geralmente, injustiçado podendo mais tarde também ele vir a ser Para atenuar esta situação tente aperceber-se se existe algum

o causador de novos distúrbios. sinal de "bullying" no seu filho/educando, ou seja: por exemplo, se
ele é agressivo para consigo ou para com os irmãos ou outros

133
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

familiares em casa sem aparente explicação ou se é O problema está centrado na seguinte questão: como contribuir
excessivamente submisso. Fale com ele abertamente, para saber para a superação do bullying através das atividades desenvolvidas
se se sente bem na escola. Faça-lhe perguntas sobre os colegas, nas aulas de Educação Física?
se tem muitos ou poucos amigos e se testemunha ou é alvo ou A Educação Física, através de seus profissionais, deve dar a
autor de agressões físicas ou psicológicas. Mostre-se disponível sua contribuição para a superação da violência e das
para o ouvir e aconselhar. Desencoraje sempre a violência, seja discriminações, que deixam marcas, por vezes irreversíveis, nos
como agressão, seja como defesa. alunos excluídos, seja no aspecto corporal, moral ou emocional.
Entre em contacto com a escola e procure saber a opinião dos Devemos ressaltar que a Educação Física poderá dar a sua
professores sobre o seu filho, ou seja: se ele é sociável ou se é contribuição específica, porém faz-se importante a ação conjunta de
tímido e tende a isolar-se, ou se, pelo contrário, é violento para com uma equipe multidisciplinar para que se obtenha resultados mais
os colegas. efetivos, frente à complexidade dos fatos envolvendo o bullying.

Como enfrentar o problema? Inclusão x exclusão


A importância da Educação Física escolar foi ressaltada no
 às crianças/jovens alvos de "bullying": aconselhe-as a ignorar
"Manifesto Mundial da Educação Física"- FIEP/2000
as alcunhas e as intimidações morais, a cultivar amizades com
(FédérationInternationale D’ÉducationPhysique), que no capítulo
colegas não agressivos, a evitar, os locais de risco na escola e a
XVI, tratou da "Educação Física e seu compromisso contra a
apresentar queixa aos professores, sempre que necessário. Se
discriminação e a exclusão social", concluindo que: " A Educação
possível, fale com o Conselho Executivo da Escola ou com um
Física deve ser utilizada na luta contra a discriminação e a exclusão
professor que lhe pareça mais sensível ao problema e que possa
social de qualquer tipo, democratizando as oportunidades de
acompanhar a situação, por exemplo: o Director de Turma.
participação das pessoas, com infra-estruturas e condições
 às crianças/jovens autores de "bullying": evite os castigos e
favoráveis e acessíveis". (art. 18, p.43)
as punições físicas, que só desencadearão mais violência'
William e Susan Stainback (1999) afirmam que a exclusão nas
Aconselhe-os a controlar a sua irritabilidade e a ocupar os tempos
escolas lança as sementes do descontentamento e da
livres com actividades lúdicas de que gostem (desporto, jogos,
discriminação social e o ensino inclusivo é a prática para todos,
música). Explique-lhes, insistentemente e ao longo do tempo, que a
independente de talento, deficiência, origem socioeconômica ou
amizade com pessoas de diferentes personalidades pode trazer
origem cultural, visando atender às necessidades dos alunos.
benefícios e aprendizagens úteis.
A indiferença às diferenças acentuam e reforçam as
 às crianças/jovens testemunhas de actos de "bullying":
desigualdades e, sendo assim, devemos ampliar as oportunidades
encoraje--as a intervir em defesa da vítima, fazendo queixa a um
para que todos possam desfrutar do aprendizado de novos
professor e não sendo conivente para com o agressor, de modo a
conhecimentos, experiências e valores subjacentes à cultura
tentar desencorajá-lo.
corporal do movimento, bem como, da apreensão da prática social
Identificar e tratar este problema em tempo útil, envolvendo os
identificada com a formação de uma cidadania humanista e
alunos agressores, alunos agredidos, testemunhas, professores e
democrática.
pais ou encarregados de educação, é, portanto, essencial como
Para Skrtic (apud. STAINBACK, 1999, p.31), a inclusão [...] "é
forma de prevenção e redução de casos deste flagelo social.
um novo paradigma de pensamento e de ação, no sentido de incluir
Fonte: http://km-stressnet.blogspot.com.br/2007/11/bullying-violncia-nas-escolas.html todos os indivíduos em uma sociedade na qual a diversidade está
Enviado pelo professor João Manoel de Faro Neto
se tornando mais norma do que exceção".

Texto 31: Fenômeno Bullying e a educação física escolar Quando se trata de uma sociedade plural composta de
diferenças de todas as ordens, surge a necessidade de se atentar
por Walmer Monteiro Chaves. para grupos minoritários que, por vezes, são discriminados ou
marginalizados. Essa exclusão recai sobre diferenças associadas
Na era da "Pedagogia da Inclusão" ainda constatamos no
ao gênero, raça, etnia, classe social, religião, idade, habilidades
contexto escolar, vários tipos de exclusões, discriminações,
motoras, biótipo, desempenho esportivo, doenças crônicas,
rejeições e perseguições permeando as relações interpessoais.
portadores de deficiências, dentre outras.
Considerando que a sociedade atual apresenta um quadro de
A Educação Física voltada para a formação da cidadania dos
inversão de valores e de violência explícita, a escola têm uma difícil
alunos deve ser crítica ao modelo que reproduz [...] "a
missão de despertar o senso crítico em seus alunos, visando uma
marginalização, os estereótipos, a individualidade, a competição
sociedade plural, de tolerância às diferenças e fraterna, pautada em
discriminatória, a intolerância com as diferenças, dentre outros
princípios éticos, estéticos e morais.
valores que reforçam as desigualdades, o autoritarismo, etc...".
O objetivo deste estudo é destacar a existência do bullying nas
(RESENDE E SOARES, 1997, p.33)
escolas e propor estratégias para a sua superação através das
Para os autores acima citados, o processo de intervenção
aulas de Educação Física.
educacional deve [...] "estar pautado em valores nobres de justiça,

134
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

de tolerância às diferenças, de pluralidade, de liberdade, de usada e manipulada pelos outros. Dessa forma a escola deve
fraternidade e de igualdade de condições e oportunidades". (ibid, atentar para a criação de um senso e uma consciência moral nos
p.31) alunos, para que se evitem situações de violência, discriminações,
O Coletivo de Autores destaca a importância de desenvolver exclusões e do fenômeno bullying, que veremos a seguir.
uma reflexão pedagógica, [...] "sobre valores como solidariedade
substituindo individualismo, cooperação contrastando a disputa, Fenômeno bullying
distribuição em confronto com apropriação, sobretudo enfatizando a A tradução literal do termo bully significa ameaçar, intimidar, dar
liberdade de expressão dos movimentos - a emancipação -, trote, fanfarronar e bravatear. Como não existe na língua
negando a dominação e submissão do homem pelo homem". (1992, portuguesa uma palavra capaz de expressar as situações de
p.40) bullying, as seguintes ações podem estar relacionadas a esta
O "princípio da alteridade" deve consubstanciar nossa prática prática: colocar apelidos pejorativos, ofender, zoar, encarnar,
como educadores, pois precisamos considerar, respeitar e intimidar, tiranizar, assediar, amedrontar, discriminar e agredir.
compreender o outro numa relação de totalidade, como sujeito O termo bullying compreende todas as formas de atitudes
humano. A alteridade implica numa dialética entre um indivíduo e agressivas, intencionais e repetidas, adotadas por um ou mais
o(s) outro(s), pois é no contato com as diferenças que construimos estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, ocorrendo
nossa própria identidade. (BETTI, 1999) dentro de uma relação desigual de poder. Significa usar o poder ou
A escola tem a função de propiciar conteúdos e valores força repetidamente para intimidar, perseguir ou chantagear
pautados na ética, que possui como elementos constitutivos o pessoas que, sem defesas, abatem-se, causando um enorme
respeito mútuo, a justiça, o diálogo, a solidariedade, a cooperação, prejuízo à formação psicológica, emocional e sócio-educacional da
a sinceridade e a autenticidade. A Educação Física não pode se vítima. (ABRAPIA, 2005; FANTE, 2005; BEAUDOIN E TAYLOR,
eximir da responsabilidade de colaborar com esses valores na 2006; TEIXEIRA, 2006)
formação dos alunos. Por tratar-se de um fenômeno social, pode surgir em diversos
Segundo Perrenoud ¹ (2000) em uma sociedade em crise e que contextos, em função das relações interpessoais de crianças, jovens
tem vergonha de si mesma, a educação é um exercício de e adultos, tais como: trabalho (workplacebullying), prisões, asilos de
equilibrista. Numa educação voltada para a cidadania é preciso que idosos, orfanatos, família, clubes, áreas de lazer, meios de
se criem situações que facilitem verdadeiras aprendizagens, comunicação (cyberbullying - através da internet, mensagens e
tomadas de consciência, construção de valores e de uma identidade orkut - telefonia celular), dentre outros.
moral e cívica. O autor destaca a importância de: prevenir a Para Fante (2005, p.9) o bullying "estimula a delinqüência e
violência dentro e fora da escola; lutar contra os preconceitos e as induz a outras formas de violência explícita, produzindo cidadãos
discriminações; criar regras de vida comuns referentes à disciplina, estressados, deprimidos, com baixa auto-estima, capacidade de
às sanções e à apreciação da conduta na escola; analisar a relação auto-aceitação e resistência à frustração, reduzida capacidade de
pedagógica, a autoridade e a comunicação em aula; e desenvolver auto-afirmação e de auto-expressão". Dependendo das situações
o senso de responsabilidade, a solidariedade e o sentimento de geradas, pode proporcionar doenças psicossomáticas, transtornos
justiça. mentais e psicopatologias graves.
Perrenoud² (2000) destaca, ainda, que o processo de Teixeira (2006) afirma que os alunos-vítimas podem apresentar,
aprendizagem prescinde da vivência grupal e para isto é primordial dependendo da gravidade dos fatos, transtornos comportamentais
que se garanta: a necessidade gregária / de pertencer ao grupo, associados como: fobia social, distimia, depressão, transtornos
ancoragem identitária; a socialização, aprendizagem de vida em invasivos do desenvolvimento (síndrome de Asperger e autismo
grupo; e a importância das interações na construção dos saberes. infantil), transtornos disruptivos (transtorno desafiador opositivo,
A exclusão gerada pela violência pode acarretar distúrbios transtorno de conduta), transtorno de déficit de atenção /
comportamentais e sociais graves, com acontecimentos episódicos hiperatividade, transtorno bipolar do humor, depressão infantil e
dentro ou fora do contexto escolar. fobia escolar. Estes casos devem ter o acompanhamento de um
Segundo Chauí, a violência como exercício de força física e profissional habilitado para que possam ser identificados e tratados
coação psíquica, contrária ao corpo e à consciência, pode causar devidamente.
"danos profundos e irreparáveis, como a morte, a loucura, a auto- As vítimas geralmente apresentam diferenças em relação ao
agressão ou a agressão aos outros". (2000, p.336-337) grupo no qual estão inseridas, como por exemplo: obesidade, baixa
A compreensão mútua entre os seres humanos é vital para que estatura, deficiência física, aspectos intelectuais, culturais, étnicos,
as relações saiam de seu estado bárbaro de incompreensão. A religiosos, esportivos, sexuais e financeiros, dentre outras. Por
antropo-ética deve trabalhar para a humanização, a solidariedade, o sentirem-se indefesos frente aos ataques sofrem calados por
respeito e a tolerância às diferenças. "A ética da compreensão pede vergonha da exposição ou por medo de represálias dos seus
que se compreenda a incompreensão". (MORIN, 2005, p. 99) agressores, tornando-se reféns de emoções traumáticas, destrutivas
Os valores éticos surgem como a garantia de nossa condição que podem culminar em vinganças e suicídios. (FANTE, 2005;
de sujeitos, proibindo moralmente que nos transformem em coisa BEAUDOIN E TAYLOR, 2006)

135
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Os agressores são pessoas, geralmente, sem limites (familiar, respeito, justiça, enfim, voltadas para a formação da cidadania. No
social, ...), que gostam de experimentar a sensação de poder, processo de socialização devem prevalecer os princípios da
apresentam dificuldades de relacionamento social, são inseguros, equidade, cujos direitos sejam os mesmos para todos, e da
carentes afetivamente e inadequados, sofrem intimidações em suas alteridade, baseado no respeito e tolerância às diferenças
casas, já foram vitimas de algum tipo de abuso, são freqüentemente individuais.
humilhados por outros e vivem sob constante pressão para que O professor deve ter cuidado para não se converter em
tenham sucesso em suas atividades rotineiras. Estudos realizados agressor, entrando assim em sintonia com os praticantes do
em diversos países já sinalizam para a possibilidade de que estas bullying. Para isto deve atentar para algumas situações, como: a
pessoas venham a se envolver em atos de delinqüência ou forma de fazer as correções pedagógicas para não ridicularizar ou
criminosos. (ABRAPIA, 2005) rotular alunos; evitar depreciações quanto ao rendimento deles;
As testemunhas são alunos que não sofrem, nem praticam mostrar preferência por alguns e indiferença a outros; fazer
bullying, mas convivem em um ambiente onde ele ocorre. ameaças, perseguições e comparações entre eles; colocar apelidos
Geralmente se calam em função do temor de se tornarem as pejorativos, dentre outras posturas inadequadas.
próximas vítimas e se sentem incomodados com o que vêem e A linguagem corporal / não-verbal dos alunos é importante no
inseguros sobre o que fazer. sentido de observarmos alguns fatos, como: violência corporal nas
O agressor impõe seu comportamento ao grupo, atraindo atividades e jogos; olhares e risadas desqualificantes, intimidatórias
seguidores que passam a compactuar com as agressões. Esses e ridicularizantes; exclusões intencionais ("exaltação do erro", "não
seguidores, em função da necessidade gregária, passam a efetuar passar a bola", "ignorar na escolha das equipes", "distanciamento
agressões para serem aceitos no grupo, ampliando o problema. físico de alguns alunos", ...); provocações corporais (tapas,
É importante ressaltar que tanto as vítimas, como os agressores empurrões, esbarrões, assédios,...); dentre outras manifestações.
e as testemunhas devem receber a devida atenção no processo As reclamações dos alunos são de suma importância para
educacional, visando a superação do problema. Deve existir, detectarmos a presença de bullying, sendo assim, não devemos
portanto, um enfoque multidisciplinar para a obtenção de resultados mandar o aluno revidar ou ignorarmos o fato, mas sim, buscarmos
efetivos no combate ao bullying na escola. os procedimentos adequados e as providências cabíveis.
Segundo Cury (1998; 2003), em sua teoria da inteligência Utilização do diálogo na solução dos conflitos e a busca
multifocal, a memória é a caixa de segredos da personalidade. O constante de uma relação empática com os alunos, baseada na
que somos, o mundo dos pensamentos e o universo de nossas afetividade, respeito e atenção individualizada. O professor deve
emoções são produzidos a partir dela. A personalidade não é aproximar-se tanto do aluno-vítima, como do aluno-agressor na
estática e sua transformação depende da qualidade de tentativa de superar as situações de discriminação.
arquivamento das experiências ao longo da vida. Na infância as Vale ressaltar que os alunos-agressores podem estar querendo
zonas de conflito da memória são formadas, por isso quando chamar a atenção para suas dificuldades e inseguranças e
adultos temos mais resistência às mudanças e para isto devemos necessitam serem ouvidos, compreendidos, auxiliados em suas
ser flexíveis, pois nada é estático na psique, tudo pode ser superado carências e esta aproximação do professor com eles pode romper
e reconstruído. com a cadeia de agressividades.
Portanto, quanto mais cedo ocorrerem as interferências na Os jogos cooperativos apresentam-se como uma boa estratégia
esfera escolar, teremos mais chances de êxito na formação de para a superação de conflitos associados ao fenômeno bullying. "O
alunos-cidadãos comprometidos com uma sociedade mais justa e jogo cooperativo busca aproveitar as condições, capacidades,
igualitária. qualidades ou habilidades de cada indivíduo, aplicá-las em um
grupo e tentar atingir um objetivo comum". (AMARAL, 2004, p. 13)
Estratégias de ação Estes jogos promovem a auto-estima e a convivência, sendo
O movimento e a expressão corporal dos alunos devem servir dirigidos para a prevenção de problemas sociais, antes de se
de instrumento de diagnóstico para detectarmos atos de violência, tornarem problemas reais. Nestas atividades os alunos jogam uns
explícita ou implícita, e de exclusão, esporádicas ou persistentes, com os outros e não contra (grifo nosso), tornando-se parceiros,
nas aulas de Educação Física. solidários em um empreendimento e não adversários; os
A construção coletiva das regras de conduta e critérios de participantes jogam pelo prazer e deixam aflorar a espontaneidade e
convivência nas aulas, podem garantir o compromisso e a a alegria de atuar; desenvolve a autoconfiança, pois todos são bem
responsabilidade no cumprimento destas, implicando, caso aceitos e importantes; estreita as relações sociais, desenvolvendo o
contrário, em sanções educativas. Vale ressaltar, que os conteúdos senso de unidade no grupo; todos os jogadores vivenciam um
atitudinais devem ser valorizados, contribuindo também para o sentimento de vitória e estimula a perseverança frente as
processo avaliativo dos alunos. dificuldades enfrentadas. (SOLER, 2002, 2005; AMARAL, 2004;
O período das aulas deve servir para o exercício da prática BROTO, 2001)
social, investindo positivamente nas relações interpessoais, Promover "gincanas de solidariedade" que estreitem relações,
pautadas em valores humanos, como a cooperação, solidariedade, sensibilizando para valores humanos entre os integrantes do grupo,

136
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

culminando com visitas / vivências em orfanatos, asilos e entidades


de assistência social.
Elaboração de peças teatrais, dramatizações, estórias cujos
conteúdos envolvam valores morais, éticos e estéticos visando a
reflexão do grupo e a vivência dos alunos em inversões de papéis,
para que observem o outro lado da situação. Estas atividades
podem contribuir para que exista o respeito às diferentes "tribos"
existentes e suas culturas típicas.

Considerações finais
Cabe, portanto, ao profissional da Educação Física saber Representação d’A Guerra dos Palmares na pintura de Manuel Victor
identificar, distinguir e diagnosticar o fenômeno bullying, para
A escravidão negra foi instituída pelos portugueses em meados
promover as estratégias de intervenção e prevenção, adequadas à
do século XVI e perdurou após a Independência do Brasil.
realidade da escola. Não existem soluções prontas para o combate
Politicamente, sua abolição resultou de campanha na década de
efetivo deste fenômeno, frente à complexidade do mesmo.
1880 envolvendo intelectuais negros, mestiços e brancos, além da
A busca de soluções depende muito do comprometimento
resistência dos próprios escravos, que fugiam das fazendas para os
profissional e de um trabalho articulado entre diversas áreas de
quilombos.
conhecimento científico. A ação conjunta de uma equipe
No contexto de um Segundo Reinado enfraquecido, as pressões
multidisciplinar propiciará possibilidades de resultados mais efetivos
levaram a princesa Isabel a assinar, em 13 de maio de 1888, o
no combate ao bullying, frente às diversas facetas e
decreto que oficialmente acabou com a escravidão no Brasil, fato
desdobramentos que podem ocorrer durante o período de
festejado pelos negros em muitos lugares do País.
permanência deste fenômeno. O ser humano deve desenvolver o
A comemoração da abolição acontece até hoje em vários
que Morin (op. cit.) denomina de "simbiosofia", ou seja, a sabedoria
terreiros de Umbanda que atribuem a essa data o dia do “Preto
de viver junto. Educar para a compreensão humana passa a ser
Velho”, entidade dessa religião que simboliza a sabedoria.
uma missão do setor educacional, como condição e garantia da
Todavia, a luta abolicionista e o protagonismo dos negros não
solidariedade intelectual e moral da humanidade.
foram enfatizados na história e na escola.
A Educação Física no âmbito escolar deve ser entendida como
A narrativa oficial foi explicitada já em 1899, no manual de
uma disciplina curricular de enriquecimento cultural, fundamental à
leitura escolar de João Vieira de Almeida intitulado Pátria. Nele é
formação da cidadania dos alunos, baseada num processo de
reconhecido o papel de negros como Luís Gama e José do
socialização de valores morais, éticos e estéticos, que
Patrocínio, mas, para o autor, a força dos senhores de escravos
consubstancia princípios humanistas e democráticos. Para isto, as
impediria a libertação, de modo que a abolição teria então vindo da
estratégias de ação didático-pedagógicas devem estar voltadas
ação da filha de dom Pedro II.
para a suplantação de práticas injustas e discriminatórias.
“Se não fosse a coragem, que revelou a princesa imperial, na
Fonte: http://cev.org.br/biblioteca/fenomeno-bullying-e-educacao-fisica-escolar/. ocasião da assinatura do decreto libertador, ainda aí estaria a
Enviado pelo professor João Manoel de Faro Neto
instituição maldita. A raça negra, portanto, no Brasil, tem a rigorosa

 TEMÁTICA: CULTURA E IDENTIDADE obrigação de venerar a memória da humanitária senhora que, com o

 SUBTEMA: MINORIAS sacrifício do seu trono, quebrou os grilhões que encadeavam uma
raça infeliz (…) digam, portanto, o que quiserem: a abolição da
escravidão, no Brasil, é devida, se não exclusivamente, ao menos
Texto 32: Uma nova história do negro brasileiro
em grande parte, a Isabel, a Redentora.”
A luta abolicionista e o protagonismo negro, relegados durante Essa é uma forma de narrar a história do Brasil que perdura até
séculos, são revistos nas narrativas da escravidão no Brasil hoje: as conquistas sociais não são produto do enfrentamento e da
Leandro Almeida resistência, mas da dádiva dos governantes bondosos e corajosos
que se afastam das elites em favor do povo.
Quando iam à escola, os pais e os avós dos jovens estudantes Representados como santos, os dirigentes do Estado são
de hoje tinham o 13 de Maio como principal data comemorativa da creditados pelo protagonismo da história, como se sem eles as
história do negro no Brasil. principais conquistas não pudessem ter sido alcançadas. É com
As mesmas lembranças devem ter muitos dos atuais base nisso que Vieira de Almeida diz que a princesa Isabel não só
professores da Educação Básica que, quando crianças, na ausência assinou uma lei, mas que fez por si a Abolição.
da internet, iam à biblioteca mais próxima procurar informações Com a intenção de resgatar o protagonismo na história do País,
sobre o evento a que a data se refere: a Abolição da Escravatura. o movimento negro militante passou a buscar símbolos,
personagens e datas históricas alternativas.

137
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

A iniciativa mais aceita veio do poeta gaúcho Oliveira Silveira, das várias entidades negras contra o racismo que surgiriam naquela
em 1971. Para ele, a abolição não significara liberdade porque não década.
modificou a dominação e a desigualdade. Aponta, assim, para uma Quando foi criado no congresso de 1978, o Movimento Negro
ruptura com a narrativa tradicional como parte da luta pela justiça Unificado encampou a data, e a partir daí militou para que ela fosse
social. comemorada oficialmente. O Rio Grande do Sul foi o primeiro
Combatendo a versão oficial do 13 de Maio e a tese da estado a instituir o feriado, em 1987, seguido por Alagoas (1995),
democracia racial no Brasil divulgada pelos governos militares, não Rio de Janeiro e Mato Grosso (2002) e Amapá (2007), além de mais
demorou para ele encontrar no Quilombo dos Palmares o símbolo de 700 municípios.
que tanto procurava. Apesar não ser feriado nacional, a data foi incluída no
Formado provavelmente em fins do século XVI e localizado no calendário escolar pela lei que obriga o ensino de História e Cultura
interior dos atuais estados de Alagoas e Pernambuco, Palmares Afro-brasileira , sendo transformada em data comemorativa pela Lei
constituiu-se de povoamentos fortificados habitados principalmente nº 12.519/2011, que estabelece o Dia Nacional de Zumbi e da
por ex-escravos negros, além de índios e brancos fugitivos da Consciência Negra. Além de ser tema de músicas, filmes e livros,
sociedade colonial. Zumbi teve seu nome inscrito, em 20 de novembro de 1996, nas
Apesar da diversidade, os povoamentos eram organizados páginas de aço do Livro dos Heróis da Pátria, em Brasília.
política e militarmente nos moldes das sociedades guerreiras de A transição do 13 de maio para o 20 de novembro mostra como
Angola, que usavam a palavra quilombo para designar campos a narrativa do passado nunca é neutra e, transportada da história
militares. para as lutas políticas, frequentemente ganha atributos míticos.
A autonomia de Palmares era vista como uma ameaça pelos Não por acaso a versão heroica de Zumbi tem sido questionada
holandeses, que invadiram Pernambuco entre 1630 e 1654 e pelos por pesquisas que apontam o caráter hierárquico da sociedade de
senhores de engenho e governadores portugueses durante todo o Palmares, inclusive com a existência de escravidão, e o papel de
século
XVII. Ambos organizaram expedições para destruir os Ganga-Zumba, seu antecessor, vem sendo revisto de traidor para
quilombos, recapturar escravos e interromper os ataques às estadista.
fazendas. Mas pode haver um lado positivo dos mitos políticos: mostrar
A figura de Zumbi ganhou destaque após uma tentativa de tensões sociais não resolvidas no presente. Se o Zumbi do panteão
acordo feita em 1678 entre o então líder Ganga-Zumba e o é menos uma representação fiel do líder de Palmares que uma
governador de Pernambuco Pedro de Almeida. construção do movimento negro inspirada no marxismo, ele aponta
Nele estabeleceu-se que a liberdade seria concedida aos para as desigualdades raciais existentes, cujas raízes se encontram
habitantes de Palmares se estes deixassem suas terras férteis e se no processo histórico que possibilitou o surgimento dos quilombos
mudassem para um local conhecido como Cocaú, tornando-se na América.
vassalos do rei de Portugal. Afinal, enquanto as manifestações religiosas de matriz africana
A mudança não foi aceita, e, depois da morte do tio por forem perseguidas e os negros, sub-representados na política e na
envenenamento, Zumbi retornou a Palmares com os descontentes. mídia, preteridos nos altos escalões do mercado e da academia e
Na condição de líder, recusou as ofertas e retomou as antigas mantidos na condição de maior camada social na pobreza (e seus
estratégias de ataque às fazendas e de contenção das investidas jovens intocados como o grupo com maior risco de ser assassinado
portuguesas. pela polícia), a memória do 20 de novembro terá sentido.
A resistência durou até 1694, quando o bandeirante paulista A superação do drama racial no Brasil apenas se fará com uma
Domingos Jorge Velho, contratado pelo governo pernambucano, luta intransigente contra qualquer forma explícita ou velada de
venceu os guerreiros de Palmares e penetrou no principal povoado, discriminação e mediante uma representação da negritude com a
o Macaco. Zumbi fugiu, mas foi morto por outro bandeirante, qual os as crianças e os jovens possam se identificar.
Furtado de Mendonça, em 20 de novembro de 1695. * Leandro Almeida é Professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)
Essa trajetória fez historiadores marxistas do século XX Fonte: http://www.cartaeducacao.com.br/aulas/uma-nova-
historia-
do-negro-
brasileiro/

analisarem Zumbi como símbolo da resistência do negro e Palmares Enviado pelo professor Vlademir Silva dos Santos

como um lugar de convivência multiétnica no meio do sistema


Texto 33: Simone de Beauvoir e a imbecilidade sem limites de
colonial desigual e opressor.
Feliciano e Gentili
Tal era a perspectiva de um importante livro sobre o assunto,
publicado em 1947 pelo estudioso baiano Edson Carneiro, que A filósofa francesa realizou um estudo sério; se for pra criticar, ao
serviu de referência para o poeta Oliveira Silveira. menos façam comentários sérios e embasados, sem impedir ou
Na ausência de marcos sobre a fundação do quilombo, em 1971 rebaixar a reflexão
Silveira idealizou o 20 de novembro como Dia da Consciência por Djamila Ribeiro
Negra. Propôs a data a seus colegas gaúchos e o nome de
Palmares ao grupo que se reunia em Porto Alegre, formando uma

138
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Na última semana assistimos a um grande show de horror no Tanto Feliciano como Marum podem discordar do pensamento
Brasil. Uma questão na prova do Enem que trazia uma frase da dela, mas que tenham competência crítico-argumentativa para fazê-
filósofa francesa Simone de Beauvoir e o tema da redação que lo em vez de destilarem machismo e burrice. Beauvoir realizou um
versava sobre a persistência da violência contra a mulher, causou estudo sério. Se for pra criticar, ao menos façam críticas sérias e
falsa indignação e respostas tenebrosas por parte de alguns embasadas. Não se pode impedir e nem rebaixar a reflexão crítica,
membros da intelligentsia (muita ironia, por favor) brasileira. por favor.
Marco Feliciano, em sua página de Facebook, desaprovou a O que Beauvoir quis dizer com a frase “Não se nasce mulher,
questão. Disse se tratar de tentativa de doutrinamento e completou: torna-se” não é de difícil entendimento. Explico: ao dizer que “não
“A primeira pergunta apresentado na prova do Enen (sic) deste se nasce mulher, torna-se”, a filósofa francesa distingue entre a
sábado versa sobre um assunto em que em todas as esferas construção do “gênero” e o “sexo dado” e mostra que não seria
legislativas de nosso país foi vencida e jogada no lixo, a teoria de possível atribuir às mulheres certos valores e comportamentos
gênero, algo que sutilmente tentaram nos incutir de forma sorrateira sociais como biologicamente determinados. Simples, não é? E faz
e rechaçada pelos parlamentares eleitos democraticamente pela todo sentido, o ser mulher se impõe; há uma imposição social de
maioria da população e que todas as pesquisas apontam como como as mulheres devem se comportar.
maioria de fé Cristã e conservadora”, opinou. Diante das várias imbecilidades proferidas, Danilo Gentili, o
“Essa frase da Filósofa Simone de Beauvoir é apenas opinião imbecil mor ficou com inveja e não quis ficar de fora. Em seu
pessoal da autora, e me parece que a inserção desse texto, uma programa The Noite, um de seus convidados fez piadas violentas
escolha adrede, ardilosa e discrepante do que se tem decidido escancarando o que há de pior no humor brasileiro.
sobre o que se deve ensinar aos nossos jovens.” Já escrevi sobre como o humor não está descolado dos valores
O promotor de Justiça de Sorocaba, Jorge Alberto de Oliveira da cultura, e o convidado descerebrado de Imbecili, Leo Lins, só
Marun, também sobre Beauvoir escreveu em sua página de comprovou isso ao dizer coisas do tipo: “Eu já li que a cada 12
Facebook: segundos uma mulher sofre violência no Brasil, mas estou
“Exame Nacional-Socialista da Doutrinação Sub-Marxista. escrevendo a redação há 30 e não vi nenhuma apanhando”.
Aprendam jovens: mulher não nasce mulher, nasce uma baranga “Também é preciso ver quem fez a pesquisa... como saber se o
francesa que não toma banho, não usa sutiã e não se depila. Só sangue é de violência ou ciclo menstrual? Afinal, o sangue que sai
depois é pervertida pelo capitalismo opressor e se torna mulher que de um corpo é o mesmo, não importa o buraco.”
toma banho, usa sutiã e se depila”, escreveu. Após esse show de desrespeito absurdo, uma fã de Imbecili
A declaração fazia referência à célebre frase de Simone de criticou o fato de os “humoristas” debocharem de um tema tão sério
Beauvoir, ”Não se nasce mulher, torna-se mulher”. O comentário e disse que não seria mais fã de Gentili. Ao que ele respondeu:
ofensivo e desprovido de reflexão crítica rendeu uma nota de “Mas vc jura por tudo que deixou mesmo de ser minha fã? Eu posso
repúdio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). até depositar uma grana pra vc me enviar um contrato que nao é
Para quem estuda a obra de Simone de Beauvoir como eu, foi mais minha fa. É importante pra mim saber que nao tenho fã
uma alegria ver uma questão sobre sua obra numa prova de arrombada".
alcance nacional.
Beauvoir foi uma intelectual importante que, ao lançar O
Segundo Sexo em 1949, colocou a mulher no centro do debate e
rompeu com uma tradição filosófica que a mantinha invisível ou
vista a partir do olhar do outro.
Quando lançou a obra, Beauvoir não se entendia como
feminista ainda, nesse estudo em específico pensa a categoria de
gênero por uma perspectiva existencialista e, como afirma Margaret
Simons, uma das maiores especialistas em Beauvoir,
posteriormente a obra adquire um caráter fundamentalmente
político. O cúmulo da falta de respeito e de civilidade.
Estudar Simone de Beauvoir é de suma importância por conta Gentili é o que há de pior na televisão brasileira. Debater temas
de suas grandes contribuições filosóficas. Feliciano colocar a como violência contra a mulher é importante para a sociedade, há
famosa frase de Beauvoir como “opinião dela” mostra seu total inúmeras pesquisas sérias que comprovam o alto índice de mortes
desconhecimento de como funciona um sistema filosófico. Maldita de mulheres por seus companheiros.
doxa, diriam os gregos. Logo debochar disso, além de mostrar que essas pessoas têm
Fora isso, houve uma tentativa de querer destruí-la como ser problema de caráter e revelar o que há de mais sujo e baixo, é uma
humano em vez de questionar científica e politicamente sua obra forma de concordar com essa violência, de manter as coisas como
dentro das condições históricas a qual estava submetida. estão. Gentili poderia fazer um favor à humanidade e permanecer
calado até aprender a ser gente.

139
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

Apesar de toda a manifestação horrenda de Feliciano, Marun e particulares não devem ser esquecidos, pois novos terrenos seriam
Gentili, vejo algo positivo nisso tudo. É urgente que temas como abertos à exploração imobiliária.
esses sejam debatidos e ensinados, se estão incomodando é Um grupo de ex-moradores do Cabeça de Porco conseguiu
porque talvez estejamos no caminho da mudança. autorização para levar consigo ripas de madeira – muitos quartos ali
Como disse Érico Veríssimo: “Quando os ventos de mudança se assemelhavam aos barracões das futuras favelas.
sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem Caminharam então poucos metros até o Morro da Providência,
moinhos de vento”. onde levantaram novas moradias. Entre 1893 e 1894, soldados que
As três figuras aqui citadas querem permanecer erguendo as combateram a Revolta da Armada obtiveram licença do governo
barreiras da ignorância, do desrespeito e machismo. Façamos para morar no Morro de Santo Antônio, no Centro. Começava assim
moinhos de vento. a história das favelas no Rio de Janeiro.
Pouco tempo depois, em 1897, soldados retornados da Guerra
Fonte: http://www.cartacapital.com.br/sociedade/simone-de-beauvoir-e-a-imbecilidade-
sem-limites-de-feliciano-e-gentili-6444.html de Canudos instalaram-se no já habitado Morro da Providência. No
Enviado pelo professor Ronney Marcos Santos beligerante arraial baiano, a tropa do governo ficara na região de um
morro chamado Favela, sendo esse o nome de uma planta
Texto 34: “Aldeias do mal”
resistente, que causava irritação no contato com a pele humana.
Governantes sempre associaram favelas ao crime e a falta de Por abrigar pessoas que haviam tomado parte naquele conflito, o
higiene Morro da Providência foi popularmente batizado de Morro da
por Romulo Costa Mattos Favela. O apelido pegou, e na década de 1920 as colinas tomadas
por barracões e casebres passaram a ser conhecidas como favelas.
Já na década de 1900, os moradores das favelas eram
Em 5 de julho de 1909, o jornal Correio da Manhã escreveu
comumente vistos como os grandes promotores da criminalidade no
sobre o Morro da Favela: “É o lugar onde reside a maior parte dos
Rio de Janeiro
valentes da nossa terra, e que, exatamente por isso – por ser o
Nos primeiros anos, o Morro de Santo Antônio chamava mais a
esconderijo da gente disposta a matar, por qualquer motivo, ou, até
atenção dos poderes públicos por se localizar na área central da
mesmo, sem motivo algum –, não tem o menor respeito ao Código
cidade. A prefeitura vez por outra demolia os barracos, que
Penal nem à Polícia, que também, honra lhe seja feita, não vai lá,
teimavam em reaparecer. O Morro da Favela ficava um pouco mais
senão nos grandes dias do endemoninhado vilarejo”.
distante, na região portuária, que era tida como violenta e
Essa reportagem mostra que a percepção social da violência
incivilizada devido a seu alto percentual de negros. Foi assim que,
urbana nas favelas vem de muito tempo, assim como o estigma
por um lado, a localização dessa colina deixou-a protegida das
imposto aos seus habitantes. Pelo menos desde a década de 1900,
marretas municipais em um momento inicial. Por outro, contribuiu
os moradores das favelas são comumente vistos como grandes
para que ela fosse considerada o território por excelência das
promotores da criminalidade na cidade do Rio de Janeiro. Ainda
“classes perigosas” – conceito esse que, na prática, colocava os
mais antiga é a ideia de que as moradias populares em geral seriam
pobres como perigosos.
prejudiciais à ordem pública.
Assim como os antigos cortiços, as favelas do início do século
Há projetos datados de 1855 que propunham a colocação de
XX eram vistas como um problema de saúde pública e segurança.
portões de ferro nos cortiços, que deveriam ficar trancados a partir
Mas o contexto no qual elas ganhavam notoriedade era outro. O Rio
de certa hora. Mas foi nas últimas décadas do século XIX que a
de Janeiro estava sendo construído como uma nova cidade,
crise de habitação assumiu maiores proporções. Isto se deu em
moderna, europeizada, capaz de ser o cartão-postal da recém-
virtude das transformações desencadeadas pela decadência da
criada República. Contrariando esse ideal, as favelas passaram a
cafeicultura no Vale do Paraíba, pela abolição da escravatura e pelo
ser vistas como outras cidades, corpos estranhos dentro da urbe
desenvolvimento do processo de industrialização – ainda que este
formal.
último fosse incipiente.
As reformas urbanas do prefeito Francisco Pereira Passos
Nesse contexto, muitos ex-escravos e europeus –
(1836-1913) foram a maior realização daquela época. Entre 1902 e
principalmente portugueses – acorreram para a cidade do Rio de
1906, as principais ruas do Centro foram alargadas e novas artérias
Janeiro. O extraordinário crescimento populacional
foram abertas, entre as quais a imponente Avenida Central.
sobrecarregou sua área central, que concentrava, havia décadas,
Quarteirões inteiros de cortiços foram destruídos. Quem não podia
as temidas habitações coletivas. A perseguição a essas moradias
arcar com os custos do transporte e morar nos subúrbios teve de se
populares culminou na demolição, em 1893, do cortiço Cabeça de
virar para permanecer na valorizada área central. As habitações
Porco, localizado próximo à região da Central do Brasil.
coletivas situadas nas suas imediações foram uma opção. Outra
O prefeito Candido Barata Ribeiro (1843-1910) justificou o
alternativa bastante aproveitada foram os seus morros.
desalojamento de cerca de duas mil pessoas em nome da higiene
A expansão das favelas durante a Reforma Passos
pública. Os jornalistas foram além e festejaram o fim de um lugar
transformou-as na principal representação de moradia popular,
que, segundo eles, abrigaria assassinos. Mas os interesses
substituindo as habitações coletivas. Para jornalistas e escritores, a

140
Pré-Universitário SEED Caderno de Redação & Atualidades Thétis Nunes

pobreza agora se encontraria ali. No fim da década de 1900, o Ao contrário do “Rei do Samba”, Agache se referia às favelas
Morro da Favela passou a ser considerado o lugar mais perigoso da como “lepras” e “chagas”. O elevado custo financeiro e a Revolução
capital, reforçando a má fama conquistada por seus moradores de 1930, que levou Getulio Vargas ao poder, contribuíram, porém,
depois da participação na Revolta da Vacina, em 1904. para que seu projeto fosse arquivado. O governo de Getulio deixou
Na já citada edição de 5 de julho de 1909, o Correio da Manhã as favelas em paz por algum tempo e chegou a defender, em
afirmava: “A Favela (...) é a aldeia do mal. Enfim, e por isso, por lhe determinadas instâncias, os seus moradores contra as ações dos
parecer que essa gente não tem deveres nem direitos em face da proprietários de terrenos. Isso, decerto, reforçava a imagem do
lei, a polícia não cogita de vigilância sobre ela”. Na mesma presidente como “pai dos pobres”.
reportagem, o morro foi chamado ainda de “aldeia da morte”. O Código de Obras da cidade, de 1937, mostrou que essa
Esse era o atalho que levava à negação da condição de situação era provisória. Entre seus objetivos estava a eliminação
cidadãos de seus moradores. Pelo menos desde o “bota-abaixo” das favelas, em cujas casas era vedado qualquer tipo de
promovido por Pereira Passos, existia a percepção de que essa melhoramento. Essa foi a primeira política formal de governo
colina seria também habitada pelos trabalhadores honestos. Mas a referente às favelas. Na Primeira República, a fiscalização e o
valoração positiva de seus habitantes só ganhou força nos anos conhecimento delas ficara a cargo da grande imprensa, que
1920, quando as favelas tiveram sua expansão definitiva no cenário denunciava o surgimento de barracões e casebres, apontava para o
urbano. adensamento populacional nos morros e pedia providências a esse
Após a Primei