Você está na página 1de 40

MATEMÁTICA – 6o ANO

PROFESSOR – VOLUME I
Direção Executiva:
Fabio Benites

Gestão Editorial:
Maria Izadora Zarro

Diagramação, Ilustração Autores:


de capa e Projeto Gráfico:
Alan Gilles Mendes Ciências: Alba Alencar
Alex França D. Geométrico: Thiago Santos
Dominique Coutinho Espanhol: Mizael Souza
Erlon Pedro Pereira Geografia: João Paulo Prado
Estevão Cavalcante História: Michelle Trugilho
Paulo Henrique de Leão Inglês: Maria Izadora Zarro
Matemática: Ricardo Pereira
Estagiários: Português: Luiza Marçal
Amanda Silva Redação: Cláudia Pires
Fabio Rodrigues
Gustavo Macedo
Lucas Araújo

Irium Editora Ltda


Rua Desembargador Izidro,
no114 - Tijuca - RJ
CEP: 20521-160
Fone: (21) 2560-1349
www.irium.com.br

É proibida a reprodução total ou parcial, por qual-


quer meio ou processo, inclusive quanto às caracte-
rísticas gráficas e/ou editoriais. A violação de direitos
autorais constitui crime (Código Penal, art. 184 e §§, e
Lei nº 6.895, de 17/12/1980), sujeitando-se a busca e
apreensão e indenizações diversas (Lei nº 9.610/98).
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

ORIENTADOR METODOLÓGICO PADRÃO

ENSINO FUNDAMENTAL 2016/2017

O material didático da Irium Educação foi reformulado para o biênio 2016/2017 com o
intuito de estar atualizado com as demandas educacionais dos principais concursos do país e
alinhado com os pilares educacionais elementares defendidos pela editora.

Além de conter um projeto pedagógico inovador, o projeto gráfico é totalmente inovador.


O design de cada página foi projetado para ser agradável para a leitura e atrativo visualmente,
favorecendo a passagem das informações. Há uma identidade visual para cada disciplina e as
seções são marcadas para favorecer a aprendizagem.

Veja algumas páginas:


Didaticamente, há um projeto traçado que envolve fundamentos pedagógicos de
vanguarda. Além disso, o material impresso “conversa” com o site galeracult.com.br, além de
vídeos dispostos na videoteca do irium.com.br.

Confira os fundamentos pedagógicos do material e suas justificativas:

Fundamento 01:
Apresentar um conteúdo em termos de ementa e nível de acordo com os Parâmetros
Curriculares Nacionais (PCNs), refletidos pelos principais concursos do país do referido
segmento, assim como do segmento subsequente (Ensino Médio).

Descrição: O conteúdo de cada série segue as orientações dos PCNs, porém existe a
possibilidade de reordenação, pois o material é constituído de cadernos independentes, que
possibilitam a construção de acordo com a vontade da escola parceira. Para isso, basta a escola
utilizar o nosso cronograma – que está apresentado a seguir – e escolher a nova ordem dos
cadernos, inclusive trocando de séries, caso seja necessário. Fundamento 02: Alinhar desde o
princípio os objetivos pedagógicos de cada caderno (capítulo).

Fundamento 02:
Alinhar desde o princípio os objetivos pedagógicos de cada caderno (capítulo).

Descrição: Ainda na capa de cada caderno (capítulo), professores e alunos encontrarão


os objetivos a serem alcançados naquela unidade. Dessa forma, pretende-se que docentes e
discentes comecem “com o objetivo em mente”, ou seja, que tenham clareza desde o início dos
objetivos.

Como funciona na prática? Após a contextualização, sugerimos que o professor


apresente os objetivos pedagógicos do caderno, ou seja, o que o aluno deve assimilar e quais
competências ele deve desenvolver, quando o caderno estiver com a teoria vista e os exercícios
realizados.

Na capa do caderno de Sinais de Pontuação, ao lado, ao ler os


objetivos da unidade, junto com os alunos, o professor deixa
claro que visa ensinar para compreensão dos alunos dos erros
de comunicação gerados por má emprego da pontuação,
reconheçam e saibam empregar corretamente os sinais de
pontuação.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

Fundamento 03:
Transcender o conteúdo tradicional, através do diálogo entre este e outros saberes,
não previstos na Base Nacional Comum, mas considerados relevantes para a formação
do jovem, segundo a visão da Irium Educação.

Descrição: Além do conteúdo tradicional, o material do Ensino Fundamental II é focado


em novos saberes essenciais para a formação dos jovens hoje em dia. Saberes como Educação
Financeira, Noções de Nutrição, Noções de Direito, Empreendedorismo, entre outros, são
apresentados de forma dialógica com os conteúdos tradicionais. De forma prática, em cada
caderno há pelo menos uma inserção transdisciplinar em formato de observação. Essas inserções
surgem no material impresso em uma versão reduzida e o artigo na íntegra pode ser acessado
no site do projeto galeracult.com.br.

Como funciona na prática? As inserções são apresentadas em um quadro específico e


o conteúdo é exposto por um personagem ficcional criado pelo time da Irium Educação. Esses
personagens são jovens e possuem características e linguagem próprias da adolescência, o que
gera identificação com os alunos. Para os professores, fica a sugestão de utilizar esses artigos
transdisciplinares para apresentar como o conteúdo presente “dialoga” com outros, estendendo
a aprendizagem e mostrando outras áreas do conhecimento onde alguns alunos, com certeza,
irão se identificar. Esse fundamento do material didático é uma grande oportunidade para fazer
conexões entre os saberes, valorizando cada um e ainda mais a sinergia entre eles. Além do
artigo presente na apostila, os educadores podem incentivar os educandos a acessar o conteúdo
completo, no site, possibilitando a navegação por outros artigos e, consequentemente, o acesso
a mais informações de qualidade. Veja no recorte abaixo, como a música do Cazuza foi utilizada
para exemplificar uma Oração Subordinada Adverbial e, com isso, acaba sendo conectada a
história do próprio compositor, enriquecendo o conhecimento cultural do aluno.
Fundamento 04:
Sugerir contextos para apresentação dos conteúdos a fim de tornar o aprendizado
mais prático e concreto para o aluno.

Descrição: Um desafio para os educadores é não cair no “conteudismo” puro, distante


da aplicabilidade desses e da realidade dos alunos. Para isso não acontecer, o material traz
sugestões de contextualizações para o início do conteúdo, além de outras exemplificações
práticas ao longo da apresentação da teoria.

Como funciona na prática? Na capa de cada caderno, há uma charge, uma tirinha, uma
citação, um meme ou outra representação que o professor pode usar como “gancho” para iniciar
a sua aula de forma contextualizada, trazendo mais significado para o aprendizado desde o início
da aula. Repare que o texto abaixo (à esquerda) – entre a imagem principal e a seção “Objetivos”
– propõe uma reflexão sobre o conceito de História. Essa provocação cabe perfeitamente para o
início da exposição, considerando que se pretende desconstruir o conceito vulgar de História. No
outro exemplo (à direita), o autor inseriu uma tirinha para exemplificar uma oração subordinada
adverbial.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

Fundamento 05:
Promover uma linguagem mais dialógica e sedutora para o aluno, a fim de
sensibilizá-lo para a importância do conteúdo, facilitando o processo de aprendizagem.

Descrição: A forma como as informações são apresentadas é essencial para criar


simpatia ou rejeição por parte dos alunos. Pensando nisso, reformulamos a linguagem do
material, especialmente no início de cada caderno – na primeira impressão, - para que ela fosse
mais atrativa para os jovens. Assim, o texto “conversa” com o leitor, favorecendo a apresentação
do conteúdo e evitando rejeições devido a forma como ele é apresentado.

Como funciona na prática? Os textos do material não possuem linguagem coloquial,


eles são técnicos. Porém, não são puramente técnicos no sentido tradicional. Eles buscam
uma aproximação do leitor, como se o autor estivesse “conversando” com o leitor. Esse tipo de
construção favorece a compreensão e os professores podem usar isso em exercícios como:
reescreva determinado texto com suas palavras, deixando claro o que você entendeu. Nos textos
tradicionais, normalmente, os alunos tem dificuldade de entenderem sozinhos. Veja os textos
abaixo como são convidativos.
Fundamento 06:
Articular conteúdo e exercícios de forma planejada, a fim de tirar o melhor do
proveito desses últimos, funcionando como validação dos conceitos básicos trabalhados
ou espelhando a realidade dos mais diversos concursos.

Descrição: Há três seções de exercícios “tradicionais”. Os Praticando possuem o


aspecto de validação da aprendizagem, os Aprofundando refletem a clássica abordagem dos
concursos e os Desafiando são os mais difíceis, até mesmo para os principais concursos do
país. Existem também, em todas as seções, questões resolvidas em vídeo. Elas estão sinalizadas
com um ícone de uma câmera, que indica que há solução gravada, e podem ser localizadas pelo
código justaposto. Através desse código, o aluno-usuário deverá acessar a área da Videoteca,
localizada em irium.com.br.

Como funciona na prática? Os exercícios Praticando, por serem validações da


aprendizagem, permeiam a teoria, ou seja, teoria 1 → praticando 1 → teoria 2 → praticando 2
→ ... Os Aprofundando servem como mini simulados de concursos e são recomendados “para
casa” para serem corrigidos na aula seguinte. Os Desafiando, por serem os mais difíceis, podem
valer pontos extras em atividades a parte.

Fundamento 07:
Incentivar o aluno a estender sua aprendizagem além da sala de aula, seja com links
com sites e aplicativos ou através de atividades complementares de pesquisa e reflexão.

Descrição: O material possui também exercícios não ortodoxos. As questões “tradicionais”


são testes para verificar se o aluno consegue reproduzir aquilo que deveria ser aprendido. Na
seção Pesquisando, o material propõe exercícios novos, que incentivam a pesquisa on-line
e off-line, reflexões sobre escolhas e comportamentos e servem também, para possibilitar a
atuação dos responsáveis na educação formal do filho, pois podem ajuda-los nas pesquisas e
reflexões sugeridas pela atividade.

Como funciona na prática? A seção Pesquisando é constituída


de exercícios “fora da caixinha”, isto é, aqueles que exigem
pesquisas e/ou reflexões. Há algumas utilizações pedagógicas
interessantes para essa seção. Exemplos: 1) O professor poderia
pedir um caderno separado para registro desses exercícios. Ao
final ele teria um verdadeiro portfólio da produção dos alunos ao
longo de determinado tempo; 2) Os pais poderiam ser convidados
a participar da educação formal do filho, ajudando-o ou
simplesmente perguntando sobre os temas abordados nesses
exercícios, pois são mais fáceis para esse intuito do que os
exercícios tradicionais; 3) O aluno poderia exercitar sua oratória
apresentando atividades propostas nessa seção; 4) Alguns
Pesquisando podem ser usados como temas para debates em
sala, desenvolvendo as habilidades de ouvir e compreender o
outro, além, obviamente, da capacidade de argumentação.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

Fundamento 08:
Oferecer informações sintetizadas, a fim de atender momentos de revisão do
conteúdo.

Descrição: No final de todo caderno, apresentamos uma seção denominada Resumindo,


onde é apresentado uma síntese do conteúdo do caderno. O intuito é possibilitar que o aluno
tenha um resumo bem construído para uma revisão rápida, quando necessária.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
6º ANO – 2016 / 2017

MATEMÁTICA I

1º bimestre

EF2MAT601: Conhecendo os diferentes sistemas de numeração


• Sistema de numeração: operações básicas com números naturais
• Numeração romana

EF2MAT602: Sistema de numeração Indo-arábico


• Problemas de contagem: resolução de problemas de contagem envolvendo quantidade de
números e algarismos
• Número x numeral: regras de contagem – ordens e clases
• Valor absoluto e valor relativo

EF2MAT603: O uso dos números naturais


• Números naturais: estudo dos números naturais e suas propriedades
• Adição e subtração de naturais: estudo das operações adição e subtração

2º bimestre

EF2MAT604: Operações com números naturais: multiplicação, divisão, potenciação


e radiciação
• Multiplicação e divisão de naturais: estudo das operações multiplicação e divisão
• Potenciação e radiciação de naturais: estudo das potências entre números naturais

EF2MAT605: Divisibilidade: múltiplos e divisores


• Múltiplos de um número: estudo dos múltiplos de um número
• Divisores de um número: estudo dos divisores de um número

EF2MAT606: Números Primos e Compostos


• Reconhecer um número primo e composto
• Decomposição em fatores primos: transformação de um número num produto de números primos
e seus fatores
• Critérios de divisibilidade: regras de divisibilidade dos primeiros números
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

3º bimestre

EF2MAT607: MDC e MMC


• Entender o conceito de MDC
• Cálculo do MMC: métodos de resolução
• Problemas envolvendo MDC e MMC

4º bimestre

EF2MAT608: Conjuntos
• Teoria dos conjuntos: conceito de um conjunto, diagrama de Venn
• Relação de inclusão e pertinência: reconhecer subconjuntos e elementos
• União e interseção de conjuntos: as operações entre conjuntos união e interseção
• Diferença e complementar de conjuntos: as operações entre conjuntos diferença e complementar
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
6º ANO – 2016 / 2017

MATEMÁTICA II

1º bimestre

EF2MAT612: Figuras Geométricas Espaciais


• Geometria dos sólidos: reconhecimento – identificação dos sólidos geométricos
• Geometria dos sólidos: planificações – planificação de alguns sólidos
• Elementos da geometria plana: pontos, retas horizontais e verticais – segmentos e ângulos

EF2MAT613: Figuras Geométricas Planas


• Figuras planas: reconhecimento de figuras planas e polígonos
• Polígonos e seus elementos: poligonais e não poligonais, lados e vértices
• Medida do lado de um quadrado com área conhecida: obtenção geométrica da raiz quadrada de
um quadrado perfeito
• Perímetro e área de polígonos

EF2MAT614: Circunferência e Círculo


• Conceito de circunferência e círculo: circunferência, círculo, raio e diâmetro

2º bimestre

EF2MAT615: Grandezas e medidas


• Unidades de comprimento: conhecer e relacionar as medidas de comprimento
• Unidades de área: conhecer e relacionar as medidas de superfície
• Unidades de volume: conhecer e relacionar as medidas de volume
• Unidades de capacidade: conhecer e relacionar as medidas de capacidade
• Relação entre volume e capacidade: aprender a relacionar capacidade e volume

3º bimestre

EF2MAT609: Conhecendo as Frações


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

• Conceituação de frações: o conceito de frações / elementos / notação


• Comparação e simplificação de frações

EF2MAT610: Operações com Frações


• Adição e subtração de frações
• Multiplicação e divisão de frações
• Problemas envolvendo as operações elementares: problemas sobre as primeiras operações
• Potenciação e radiciação de frações
• Expressões fracionárias: resolução de expressões com frações

4º bimestre

EF2MAT611: Números Decimais e Dízimas Periódicas


• Frações decimais e divisão continuada
• Adição e subtração de números decimais: comparação, adição e subtração de decimais
• Multiplicação e divisão exata de números decimais: procedimento para multiplicação e divisão de
decimais
• Potenciação e radiciação de números decimais: cálculo de potenciação e radiciação para números
naturais
• Dízimas periódicas: transformação em frações
ORIENTADOR METODOLÓGICO PADRÃO

ENSINO FUNDAMENTAL 2016/2017


6o ano
MATEMÁTICA

1o bimestre:

Aula 01
Tópico EF2MAT601: Conhecendo os diferentes sistemas de numeração
Objetivos Aprender o sistema de numeração romano.
Subtópicos O Sistema de numeração romano.
Exercícios Praticando 1 ao 2
Para casa Leitura do subtópico: Sistemas de numeração não decimal.

Aula 02
Tópico EF2MAT601: Conhecendo os diferentes sistemas de numeração
Objetivos Aprender alguns sistemas de numeração não decimais.
Subtópicos Sistemas de numeração não decimal.
Exercícios Praticando 3 ao 16
Para casa Aprofundando e Desafiando.

Aula 03
Tópico EF2MAT601: Conhecendo os diferentes sistemas de numeração
Objetivos Revisão
Subtópicos X
Exercícios Aprofundando e Desafiando.
Para casa Pesquisando.

Aula 04
Tópico EF2MAT602: Sistema de numeração Indo-arábico
Objetivos Diferenciar números e numerais, contagem dos números e contagem dos algarismos.
Subtópicos Quantidade de números; Quantidade de algarismos e problemas de contagem de algarismos.
Exercícios Praticando 1 ao 12
Para casa Leitura dos subtópicos: Número; Regras para a contagem de elementos; Valor absoluto; e
Valor relativo.

8
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

Aula 05
Tópico EF2MAT602: Sistema de numeração Indo-arábico
Objetivos Saber identificar o valor posicional dos algarismos dentro de um número.
Subtópicos Número; Regras para a contagem de elementos; Valor absoluto; e Valor relativo.
Exercícios Praticando 13 ao 21
Para casa Aprofundando e Desafiando.

Aula 06
Tópico EF2MAT602: Sistema de numeração Indo-arábico
Objetivos Revisão
Subtópicos X
Exercícios Aprofundando e Desafiando
Para casa Pesquisando.

Aula 07
Tópico EF2MAT603: Os Números Naturais
Objetivos Aprender a identificar os números naturais.
Subtópicos A reta dos números.
Exercícios Praticando 1 ao 7
Para casa Leitura dos subtópicos: Adição com números naturais; e Subtração com números naturais.

Aula 08
Tópico EF2MAT603: Os Números Naturais
Objetivos Efetuar soma e subtração de números naturais.
Subtópicos Adição com números naturais; e Subtração com números naturais.
Exercícios Praticando 8 ao 13
Para casa Aprofundando e Desafiando.

Aula 09
Tópico EF2MAT603: Os Números Naturais
Objetivos Revisão
Subtópicos x
Exercícios Aprofundando e Desafiando
Para casa Pesquisando

Aula 10
Topico Revisão
Objetivos Revisão para as provas
Subtopicos x
Exercicios Coletânea dos exercícios do bimestre
Para casa x

9
MATEMÁTICA II

1o bimestre:

Aula 01
Tópico EF2MAT612: Figuras Geométricas Espaciais
Objetivos Reconhecer e identificar as figuras espaciais e seus elementos principais.
Subtópicos Poliedros e não poliedros.
Exercícios Praticando 1 ao 6
Para casa Leitura do subtópico: Elementos principais de uma figura espacial.

Aula 02
Tópico EF2MAT612: Figuras Geométricas Espaciais
Objetivos Aprender o conceito e o mecanismo da planificação de sólidos.
Subtópicos Elementos principais de uma figura espacial.
Exercícios Aprofundando e Desafiando.
Para casa Pesquisando.

Aula 03
Tópico EF2MAT613: Figuras Geométricas Planas
Objetivos Conhecer e identificar os elementos da geometria plana.
Subtópicos Representando o ponto, a reta e o plano; Posições relativas de duas retas num plano.
Exercícios Praticando 1 ao 9
Para casa Leitura dos subtópicos: Figuras geométricas planas; Polígonos; e Elementos de um polígono.

Aula 04
Tópico EF2MAT613: Figuras Geométricas Planas
Objetivos Saber identificar um polígono e seus elementos.
Subtópicos Figuras geométricas planas; Polígonos; e Elementos de um polígono.
Exercícios Praticando 10 ao 13
Para casa Leitura dos subtópicos: Polígonos importantes.

Aula 05
Tópico EF2MAT613: Figuras Geométricas Planas
Objetivos Conhecer os principais elementos de triângulos e de quadriláteros.
Subtópicos Polígonos importantes.
Exercícios Praticando 14 ao 19
Para casa Aprofundando e Desafiando.

10
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2017

Aula 06
Tópico EF2MAT613: Figuras Geométricas Planas
Objetivos Revisão
Subtópicos X
Exercícios Aprofundando e Desafiando
Para casa Pesquisando

Aula 07
Tópico EF2MAT614: Circunferência e Círculo
Objetivos Conceituar circunferência e círculo e reconhecer seus elementos;
Saber identificar e calcular o comprimento da circunferência e a área do círculo.
Subtópicos Circunferência; Círculo.
Exercícios Praticando 1 ao 6
Para casa Aprofundando e Desafiando.

Aula 08
Topico EF2MAT614: Circunferência e Círculo
Objetivos Revisão
Subtopicos x
Exercicios Aprofundando e Desafiando
Para casa Pesquisando

Aula 09
Topico Revisão
Objetivos Revisão para as provas bimestrais
Subtopicos x
Exercicios Coletânea dos exercícios do bimestre
Para casa x

Aula 10
Topico Revisão
Objetivos Revisão para as provas bimestrais
Subtopicos x
Exercicios Coletânea dos exercícios do bimestre
Para casa x

11
12
ORIENTADOR METODOLÓGICO: CONHECENDO DIFERENTES SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

ORIENTADOR METODOLÓGICO
Conhecendo diferentes sistemas de numeração

Objetivos de aprendizagem:
•Perceber a importância do sistema de numeração;
•Aprender o sistema de numeração romano;
•Aprender alguns sistemas de numeração não decimais.

Praticando:
1) a) 100 + 5 + 3 = 108
b) 500 + 100 + 5 = 605
c) 1000 + 100 + 100 = 1200
d) 10 + 5 + 2 = 17

2) a) Luís XV
b) Ano XXXIV
c) Capítulo XX
d) Século XXI
e) Papa Pio XII
f) Dom Pedro II
g) Papa Bento XVI
h) Dom João VI

3) Na base 24, pois como cada dúzia possui 12 unidades, então cada caixa terá 24 refrige-
rantes.

4) Base 100, pois em cada pacote há 100 folhas.

5) a) 400 + 30 + 8 = CDXXXVIII l) 9000 + 700 + 60 + 5 = IXDCCLXV


b) 50 + 4 = LIV m) 800 + 50 + 4 = DCCCLIV
c) 30 + 4 = XXXIV n) 10 + 1 = XI
d) 800 + 90 + 7 = DCCCXCVII o) 900 + 90 + 9 = CMXCIX
e) 10 + 2 = XII p) 400 + 40 + 4 = CDXLIV
f) 3000 + 400 + 50 + 7 = MMMCDLVII q) 30 + 3 = XXXIII
g) 7000 + 900 + 50 + 5 = VIICMLV r) 5000 + 400 + 50 + 4 = VCDLIV
h) 4000 + 500 + 80 + 3 = IVDLXXXIII s) 9000 + 800 + 90 + 8 = IXCMXCVIII
I) 500 + 60 + 7 = DLXVII t) 80 + 9 = LXXXIX
J) 40 + 8 = XLVIII u) 1000 + 900 + 90 + 7 = MCMXCVII
K) 40 + 9 = XLIX
EF2MAT6-01

1
ORIENTADOR METODOLÓGICO: CONHECENDO DIFERENTES SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

6) a) 7 = VII g) 500 + 40 + 3 = DXLIII


b) 10 + 6 = XVI h) 900 + 40 + 6 = CMXLVI
c) 20 + 1 = XXI i) 2000 = MM
d) 40 + 3 = XLIII j) 200 + 50 + 3 = CCLIII
e) 50 + 7 = DVII j) 200 + 10 + 7 = CCXVII
f) 90 + 2 = XCII l) 400 + 40 + 4 = CDXLIV

7) a) 5 + 2 = 7 f) 400 + 40 + 4 = 444
b) 20 + 4 = 24 g) 1000 + 500 + 50 = 1550
c) 200 + 10 + 5 + 2 = 217 h) 1000 + 900 + 10 + 5 + 2 = 1917
d) 400 + 50 + 10 = 460 i) 1000 + 600 + 50 + 20 + 9 = 1679
e) 40 + 9 = 49 j) 10 + 5 = 15

8) 8000 + 7.5 + 38 = 8000 + 73 = 8073 = VIIILXXIII

9) 2000 + 700 + 23 = 2723

10) a) Dúzia => base 12


b) Dúzia => base 12
c) 1 mês => base 30 (em média)
d) 1 dia = 24 horas
e) quinzena => base 15
f) tempo => base 60
g) século => base 100

11) 1 semana tem 7 dias, então: 20 dias, correspondem a quase 3 semanas.

12) 2 meses + 3 semanas = 2.30 + 3.7 = 60 + 21 = 81 dias

13) a) 12 unidades
b) 5 horas + 30 minutos = 5.60 + 30 = 330 minutos
c) 2 décadas = 2.10 = 20 anos

14) a) 12 + 4 = 1 dúzia e 4 ovos


b) 3.12 + 4 = 3 dúzias e 4 ovos
c) 3.12 = 3 dúzias
d) 3.12 + 6 = 3 dúzias e meia

15) a) 180 = 6.30 = 6 meses


b) 2. 12 + 6 = 24 + 6 = 30 meses

16) 510 = 480 + 30 = 8.60 + 0,5.60 = 8 horas e meia


EF2MAT6-01

2
ORIENTADOR METODOLÓGICO: CONHECENDO DIFERENTES SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

Aprofundando:
1) 200.000.000 + 30.000.000 = 230.000.000

2) a) De acordo com as informações do problema, este número tem 6 dezenas, pois 6 é o


único número de 0 a 9 que é divisível por 2 e 3 ao mesmo tempo, logo: 3 centenas + 6 deze-
nas + 2 unidades = 300 + 60 + 2 = 362.
b) trezentos e sessenta e dois

3) Diminui, pois antes ele valia 40, agora vale 4, ou seja, diminuiu em 36 unidades.

4) a) 113455
b) 554311

5) D - 9 algarismos

6) 100x + 10y – 10x – y = 90x + 9y = 117 => 10x + y = 13 => x = 1 e y = 3, logo: o número é: 13

7) 1238 e ele irá possuir 3 dezenas ou 123 dezenas inteiras no total.

8) 3 + 80.000 + 200 + 15.100 = 80.000 + 1500 + 200 + 3 = 81703

9) 1200 + 0,5. 1000 + 230 = 500 + 1200 + 230 = 1930


MCMLXXV = 1000 + 900 + 75 = 1975, logo: 1975 – 1930 = 45.

10) VIICCCXXVIII = 7328 => 7000 – 2 = 6998

11) D
1987 = 1000 + 900 + 80 + 7 = MCMLXXXVII.

12) D
1 dia = 24 horas => 24/6 = 4 => 4.2 = 8 comprimidos por dia, então: 8.7 = 56 comprimidos
em 1 semana.

13) Primeira parada foi às 11h45min => 14h37min – 11h45min = 2h52min

14) 1 dia = 24.60.60.10 = 864.000 décimos de segundo


15 horas = 15.60.60.10 = 540.000 décimos de segundo
35 min = 35.60.10 = 21.000 décimos de segundo
42 seg = 42.10 = 412 décimos de segundo, logo: 1.425.420 décimos de segundo

15) Primeira hora: 2.60 = 120 litros


Em 90 minutos restantes: 3.(90/2) = 3.45 = 135 litros, logo: 120 + 135 = 255 litros

16) a) 4/3 = IV/III


b) 12/5 = XII/V
EF2MAT6-01

3
ORIENTADOR METODOLÓGICO: CONHECENDO DIFERENTES SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

c) 100/300 = 1/3 = I/III

17) 9 + 31 + 5 = 45 anos.

18) Falsa, pois XL = 40 e LX = 60

19) (XXIV, XXVI);


(CCIX, CCXI)
(MCCCXII, MCCCXIV)
(DXLIX, DLI)
(XLVIII, L)
(DCXCIX, DCCI)
(CCCXIV, CCCXVI)

20) MX = 1000 + 10 = 1010

21) a) XL
b) XXVIII
c) CXII
d) CDXLVI

22) a) XIV
b) CCCXIV
c) MXXII
d) DCCLXXVI

Desafiando:
1) B
Os ônibus voltarão a sair juntos depois de 2h30min ou seja, às 10h30min.

2)D
MCXLVI => MCLXVI, logo: 1146 => 1166, ou seja, o número aumenta em 20 unidades ou 2
dezenas.
EF2MAT6-01

4
ORIENTADOR METODOLÓGICO: SISTEMAS DE NUMERAÇÃO INDO-ARÁBICO

ORIENTADOR METODOLÓGICO
Sistema de numeração indo-arábico

Objetivos de aprendizagem:
• Reconhecer os algarismos indo-arábicos, sua função e representação;
• Diferenciar números e numerais, contagem dos números e contagem de al-
garismos;
• Saber identificar o valor posicional dos algarismos dentro de um número.

Praticando:
1) (87 – 20) + 1 = 68 números

2) (255 – 31) - 1 = 224 – 1 = 223

3) (471 – 11):2 + 1 = 230 + 1 = 231

4) (802 – 76):2 + 1 = 363 + 1 = 364

5) (776 – 22):2 + 1 = 378

6) a) (128 – 4):4 + 1= 32
b) (124 – 8):4 + 1 = 30
c) (124 – 4):4 + 1 = 31
d) (128 – 8):4 + 1 = 31
e) (124 – 8): 4 + 1 = 30

7) (1160 – 96):8 + 1 = 134

8) (106 – x):2 + 1 = 45 => (106 – x) = 44.2 => 106 – x = 88 => x = 106 – 88 = 18.

9) (903 – 135) + 1 = 769 => 769.3 = 2307 algarismos.

10) ((99 – 20) + 1).2 + ((201 – 100) + 1).3 = 160 + 306 = 466

11) (1 + 8 + 11) + (1 + 8 + 11) + (1 + 8 + 11) + (1 + 1) = 20 + 20 + 20 + 2 = 62 vezes.

12) (99 – 45) + 1 = 55 => 55.2 = 110


((x – 100) + 1).3 = 263 – 110 = 153 => x – 99 = 51 => x = 51 + 99 = 150
EF2MAT6-02

5
ORIENTADOR METODOLÓGICO: SISTEMAS DE NUMERAÇÃO INDO-ARÁBICO

a) (150 – 45) + 1 = 106 números


b) O último número foi 150

13) a) 897 = 8x100 + 9x10 + 7


b) 806 = 8x100 + 6
c) 2332 = 2x1000 + 3x100 + 3x10 + 2
d) 7650 = 7x1000 + 6x100 + 5x10
e) 8765 = 8x1000 + 7x100 + 6x10 + 5
f) 56431 = 5x10.000 + 6x1000 + 4x100 + 3x10 + 1
g) 76908 = 7x10.000 + 6x1000 + 9x100 + 8
h) 87439 = 8x10.000 + 7x1000 + 4x100 + 3x10 + 9
i) 15007 = 1x10.000 + 5x1000 + 7

14) a) 4x10.000 + 2x10 + 7 = 40.000 + 20 + 7 = 40.027


b) 60x1000 = 60.000
c) 600x100 = 60.000
d) 12x10.000 + 0,5.10 = 120.005
e) 6x1.000.000 + 12x1000 + 50 = 6.012.050
f) 2,5x100.000 = 250.000
g) 22x10.000 + 55x100 + 15 = 225.515

15) 1.000.000/50 = 20.000 unidades de 3a ordem.

16) 2000 – 999 = 1001 unidades

17) 9 ordens e 3 classes

18) 100 e 9.999

19) 0,5x1000 = 500 unidades de 1 ordem ou 5 unidades de 3 ordem.

20) a) 5x100 + 9x10 + 1 = 591


b) 9x100 + 6 = 906
c) 5x1000.000 + 2x100.000 = 5.200.000
d) 6x1000 + 2 = 6002
e) 3x1.000.000 + 20 = 3.000.020
EF2MAT6-02

6
ORIENTADOR METODOLÓGICO: SISTEMAS DE NUMERAÇÃO INDO-ARÁBICO

21) 54.879
a) 9
b) 7
c) 4
d) 548 centenas
e) 5 dezenas de milhar
f) Não, somente se for de ordem maiores.

Aprofundando:
1) [(999 – 153) + 1]x3 + [(1213 – 1000) + 1]x4 = 2541 + 856 = 3397 algarismos

2) (9 – 1) + 1 = 9 algarismos
[(99 – 10) + 1]x2 = 90x2 = 180 algarismos
[(111 – 100) + 1]x3 = 12x3 = 36 algarismos
Então: 9 + 180 + 36 = 225 algarismos => 225x6 = 1350,00

3) a) (1 + 5 + 11) = 17 vezes
b) (1 + 8 + 11) = 20 vezes
c) (1 + 8 + 11)x4 + (81 + 18 + 21) = 80 + 120 = 200

4) a) 112 números
b) [(9 – 1) + 1]x1 + [(99 – 1) + 1]x2 + [(112 – 100) + 1]x3 = 9 + 180 + 39 = 227
c) OBS: Falta informação.

5) 2346, 2364, 2436, 2463, 2634, 2643, 3246, 3264, 3426, 3462, 3624, 3642, 4236, 4263, 4326,
4362, 4623, 4632, 6234, 6243, 6324, 6342, 6423, 6432.

6) 56.298
a) 6
b) 6000
c) 50.000
d) 2
e) 90
f) 8

7) 84.719
a) 8 + 4 + 7 + 1 + 9 = 29
b) 1 + 4 = 5
c) 9 + 7 + 8 = 24
EF2MAT6-02

7
ORIENTADOR METODOLÓGICO: SISTEMAS DE NUMERAÇÃO INDO-ARÁBICO

8) 19.287
Ordem par: 8 + 9 = 17
Ordem ímpar: 7 + 2 + 1 = 10
17 – 10 = 7.

Desafiando:
1) A
[(99 – 65) + 1]:2x2 + [(999 – 100) + 1]:2 x 3 + [(1011 – 1000) + 1]:2 x 4
= 35 + 1350 + 24 = 1409

2) B
(9 – 1) + 1 = 9 => 4 algarismos (pares)
[(99 – 10) + 1]:2 x 2 = 90 algarismos (pares)
[(785 – 100) + 1]:2 x 3 = 343x3 = 1029
Logo: 4 + 90 + 1029 = 1123

3) C
DU = 10xD + U => DU1 = 100xD + 10xU + 1
EF2MAT6-02

8
ORIENTADOR METODOLÓGICO: USO DOS NÚMEROS NATURAIS

ORIENTADOR METODOLÓGICO
Uso dos números naturais

Objetivos de aprendizagem:
•Aprender a identificar os números naturais;
•Efetuar soma e subtração de números naturais.

Praticando:
1) 0, 1, 2, 3 e 4

2) Pode ser: 5, 6, 7, 8 e 9

3) Estes números são: 5, 6 e 7

4) Estes números são: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

5) Passou pelos marcos: km14 ,km 15, km 16, km17, km18, km19, km20, km21, km22.

6) 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7. Ou seja, 8 números naturais.

7) 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24. Ou seja, 14 números naturais.

8) a) comutativa
b) associativa
c) comutativa

9) a) a + 4 = 4 + 0 => a = 4
b) 8 + b = 8 + 18 => b = 8
c) n + 4 = 4 + 3 = 3 + 4 => n = 3
d) 3 + 2 = 2 + x = x + 2 => x = 3
e) 8 + (3 + y) = 8 + (2 + 5) => (8 + 3) + y = (8 + 3) + 4 => y = 4

10) a) (V)
b) (V)
c) (V)
d) (F)
e) (V)
EF2MAT6-03

9
ORIENTADOR METODOLÓGICO: USO DOS NÚMEROS NATURAIS

f) (F)
g) (V)
h) (V)

11) 935 + 936 + 937 = 2808

12) 43 – 23 = 20
a) Minuendo
b) Subtraendo
c) Resto ou diferença

13) a) 7 – 7 = 0
b) 4 – 8 (NÃO É POSSÍVEL)
c) 0 – 9 (NÃO É POSSÍVEL)
d) 60 – 0 = 60
e) 7 – 4 = 3
f) 3 – 5 (NÃO É POSSÍVEL)
g) a – b , com a > b (pode)
Logo: B, C e F não são possíveis

Aprofundando:
1) a) 65
b) 43 + 1 = 44
c) 89 + 1 = 90
d) 109 – 1 = 108

2) a) 14
b) X – 5 = 19 – X => 2X = 24 => X = 12
c) 1
d) X – 7 = 11 – X => 2X = 18 => X = 9, mas X = 10, também poderia.

3) a) 226
b) 999 + 1 = 1000
c) 12.500
d) 100.100
EF2MAT6-03

10
ORIENTADOR METODOLÓGICO: USO DOS NÚMEROS NATURAIS

4) De acordo com as informações do problema, temos: Paula tem 45 + 1 = 46 anos, logo:


Pablo tem 46 + 1 + 1 = 48 anos.

5) A) (49 + 1) + (49 – 1)/2 = 50 + 24 = 74


B) 51 + 49 = 100

6) 29.438 – 18.648 = 10.790 pontos.

7) 50 – 29 = 21 anos se passaram, logo: Beatriz, terá 21 + 3 = 24 anos..

8) 988 + 3645 + X = 11004 => X = 11004 – 4633 = 6371 => 2X = 12742.

9) 38.500 – 5.800 + X = 46.450 => X = 46.450 – 32700 = 13750 litros.

10) A) 105.976 + 86.128 = 192.104


B) 192.104 + 72.426 = 264.530
C) 105.976 + (86.128 + 72.426) = 105.976 + 158.554 = 264.530

11) 2.520.000 – 695.250 = 1.824.750

12) 2010 – 1983 = 27 anos

13) A) (99 – 10) + 1 = 90 => 90:2 = 45 números pares.


B) 45 números ímpares

14) 1748 + 566 = 2314 pessoas

15) 7h30min + 50min = 8h20min

16) 49 + 18 + 5 = 72 partidas

17) 1891 – 66 = 1825

18) 370 – 285 = 85 passageiros

19) 38.392 – 26.454 = 11.938,00

20) 295 – 209 = 86 poltronas


EF2MAT6-03

11
ORIENTADOR METODOLÓGICO: USO DOS NÚMEROS NATURAIS

21) 702 – 518 = 184 selos a mais.

22) 130 – 95 = 35,00.

23) 94.070 – 79.412 = 14.658

Desafiando:
1) A) 429 + 434 = 863 km
B) 429 + 434 + 524 = 1387 km
C) 524 + 434 = 958 km
D) 429 + 434 + 524 = 1387 km

2) A) 6525 – 2968 = 3557 a mais


B) 2968 – 1024 = 1944 a mais
C) 12.000 – (6525 + 2968 + 1024) = 12.000 – 10.517 = 1.483 árvores.

3) (4852 + 1565) – 1968 = 6417 – 1968 = 4449 cartas.


EF2MAT6-03

12
ORIENTADOR METODOLÓGICO: FIGURAS GEOMÉTRICAS ESPACIAIS

ORIENTADOR METODOLÓGICO
Figuras geométricas espaciais

Objetivos de aprendizagem:
• Reconhecer e identificar as figuras espaciais e seus elementos principais;
• Aprender o conceito e o mecanismo da planificação de sólidos.

Praticando:
1) ( F )
(V)
( V ) lembra uma figura espacial

2)
a)

Planificação

b)

c)

3) A) Plana
B) Plana
C) Não plana
EF2MAT6-12

1
ORIENTADOR METODOLÓGICO: FIGURAS GEOMÉTRICAS ESPACIAIS

D) Plana

4) Numerando as planificações da esquerda para direita e de cima para baixo, temos:


A) III
B) I
C) II

5) Caixa de sapato => paralelepípedo reto retângulo


Lata de óleo => cilindro
Funil => cone
Bola => esfera
Embalagens de chocolate => Pirâmides

6) A) 6 cubos
B) 13 cubos, mas a figura possui 18 cubos
C) 14 cubos, mas a figura possui 18 cubos.

Aprofundando:
1) C - Temos: um bloco retangular, um cilindro e uma pirâmide.
2) D - Planificação de um cone.
3) B - Planificação de uma pirâmide
4) A - Planificação de um cilindro (OBS: Não é poliedro)
5) C - De acordo com a figura, temos, a única que obedece a restrição imposta pela planifi-
cação é a letra c.
6) B - De acordo com as informações do problema, a única opção que obedece a restrição
imposta é a letra b.
7) C - Hexaedro é um poliedro formado por 6 fazes quadradas.

Desafiando:

1) Depois de montado, a figura ficará parecida com esta:


EF2MAT6-12

2
ORIENTADOR METODOLÓGICO: FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS

ORIENTADOR METODOLÓGICO
Figuras geométricas planas

Objetivos de aprendizagem:
• Conhecer e identificar os elementos da geometria plana;
• Saber identificar um polígono e seus elementos;
• Conhecer os principais elementos de triângulos e de quadriláteros.

Praticando:
1) A) pontos A e C
B) pontos D e C
C) pontos B e D
D) pontos A e B

2) Nesta questão, basta marcar os pontos sobre a mesma reta r ou s das figuras, pois eles
são colineares.

3) Por um ponto passam infinitas retas.

4) A) (V), pois estão sobre o mesmo plano


B) (F)
C) (V), pois estão sobre o mesmo plano

5) (V)
(F), duas retas paralelas não se cruzam
(F), possuem apenas um ponto em comum

6) Retas concorrentes: (w, s); (w, r); (r, t)


Retas paralelas: (w, x); (s, r).

→ →
7) a) AB e AC
b) 6 no total, duas com origem em cada ponto

8) A, B, C e D -> vértices
AB, BC, CD e AD -> arestas
ABCD -> face ou plano
EF2MAT6-13

3
ORIENTADOR METODOLÓGICO: FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS

9) AX e XB; XB e BY; BY e YC; YC e CZ; CZ e ZD.

10) Os polígonos são os da letra A, B, E e F.

11) A) Convexo
B) Côncavo
C) Côncavo
D) Convexo
E) Convexo
F) Convexo

12) A) Pentágono
B) Triângulo
C) Quadrilátero
D) Heptágono
E) Decágono
F) Hexágono
G) não existe

13) A) 5 lados, 5 vértices, pentágono


B) 4 lados, 4 vértices, quadrilátero
C) 8 lados, 8 vértices, octógono

14) A) quadrilátero (duas diagonais)


B) pentágono (5 diagonais)
C) triângulo (não possui diagonais)

15) a) Equilátero
b) Escaleno
c) Isósceles

16) a) Retângulo
b) Obtusângulo
c) Acutângulo

17) ( V )
(V)
(F)
EF2MAT6-13

4
ORIENTADOR METODOLÓGICO: FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS

(F)

18) A) Paralelogramo
B) Quadrado
C) Retângulo
D) Trapézio
E) Quadrilátero qualquer (se os lados forem congruentes, então será um losango).

19) A) quadrado
B) vértice

Aprofundando:
1) B
I) (V)
II) (F)
III) (F)
IV) (F)

2) a) Concorrentes
b) Perpendiculares
c) Paralelas

3) A) (M, N); (N, P)


B) (C, M); (C, N); (C, P); (A, N); (A, M)
C) (B, M); (B, N); (B, P); (C, P)

4) São polígonos: A, C e D.

5) Polígono convexos: A, C e D.

6) ( D ) 6 lados
( B ) 4 lados
( E ) 8 lados
EF2MAT6-13

5
ORIENTADOR METODOLÓGICO: FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS

( C ) 5 lados
( A ) 3 lados

7) C - Um polígono de 9 lados chama – se eneágono.

8) D - As mais comuns seriam as peças II e IV.

9) A) basta traçarmos duas diagonais


B) basta traçarmos uma diagonal
C) traçar um segmento partindo de um dos vértices até o lado oposto a esse vértice.

10) 10) A) losango


B) quadrado
C) trapézio

11) Traçando as diagonais na figura, obtemos 5 diagonais.

12) Verifique que de cada vértice saem 5 diagonais e que cada diagonal pertence a dois vér-
tices, logo: 5x8/2 = 20 diagonais

13) Neste caso, seria o pentágono que possui 5 lados e 5 diagonais.

14) Sim, o triângulo.

15) 2p = 6 + 2 + 1 + 4 + 8 + 1 + 1 + 1 + 2 + 2 = 28 cm

16) C - 2p = 8 + 8 + 3 + 3 = 16 + 6 = 22 cm

Desafiando (títulos de destaque):


1) Para cada volta, teremos: 8x20m = 160 m => 3 voltas: 3x160 = 480 metros

2) E - Para cada volta, teremos: 2x(10 + 19) = 2x29 = 58m => 3 voltas: 3x58 = 174 metros.

3) Heptágono regular: 7x8 = 56 cm


Octógono regular: 8x7 = 56 cm
Logo: os perímetros neste caso são iguais.
EF2MAT6-13

6
ORIENTADOR METODOLÓGICO: CIRCUNFERÊNCIA E CÍRCULO

ORIENTADOR METODOLÓGICO
Circunferência e círculo

Objetivos de aprendizagem:
• Conceituar circunferência e círculo e reconhecer seus elementos;
• Saber identificar e calcular o comprimento da circunferência e a área do
círculo.

Praticando:
1) C = 2.π.R
2 x 3,14x 3 = 18,84 cm
2 x 3,14 x 5 = 31,4 cm
2 x 3,14 x 4 = 25,12 cm (8 cm de diâmetro)
2 x 3,14 x 9 = 56,52 cm (18 cm de diâmetro)

2) C = 2 x 3,14 x R = 6,28 x R
6, 28 x R = 6, 14 => R = 6,14/6,28 = 0,98 cm (aproximadamente)
6,28 x R = 31,4 => R = 31,4/6,28 = 3140/628 => R = 5 cm.

3) C = 3,14 x D
3,14 x D = 15,7 => D = 15,7/3,14 = 1570/314 => D = 5 cm
3,14 x D = 34,54 => D = 34,54/3,14 = 3454/314 => D = 11 cm

4) A = πxR2 = 3,14 x R2
A = 3,14 x 22 = 3,14 x 4 = 12,56 cm2
A = 3,14 x 42 = 3,14 x 16 = 50,24 cm2
A = 3,14 x 62 = 3,14 x 36 = 113,04 cm2
A = 3,14 x 102 = 3,14 x 100 = 314 cm2

5) A = 3,14 x R2
3,14 x R2 = 113,04 => R2 = 113,04/3,14 = 11304/314 = 36 => R = 6 cm
3,14 x R2 = 12,56 => R2 = 12,56/3,14 = 1256/314 = 4 => R = 2 cm

6) De acordo com a figura, temos que sua área total é: 3,14 x 102 = 3,14 x 100 = 314 cm2 =>
cada fatia terá: 314/4 = 78,5 cm2 de área.
EF2MAT6-14

9
ORIENTADOR METODOLÓGICO: CIRCUNFERÊNCIA E CÍRCULO

Aprofundando:
1) A) A = 3,14 x 42 = 3,14 x 16 = 50,24 cm2
C = 2 x 3,14 x 4 = 6,28 x 4 = 25,12 cm

B) A = 3,14 x 72 = 3,14 x 49 = 153,86 cm2


C = 2 x 3,14 x 7 = 6,28 x 7 = 43,96 cm

C) A = 3,14 x 32 = 3,14 x 9 = 28,26 cm2


C = 2 x 3,14 x = 6,28 x 3 = 18,84 cm

D) A = 3,14 x 52 = 3,14 x 25 = 78,5 cm2


C = 2 x 3,14 x 5 = 6,28 x 5 = 31,4 cm

2) D = 1m = 100 cm => R = 50 cm
C = 2 x 3,14 x 50 = 6,28 x 50 = 314 cm = 3,14 m de tira.

3) Considerando que 30 cm seja o diâmetro da roda, temos que R = 15 cm


C = 2 x 3,14 x 15 = 6,28 x 15 = 94,2 cm
Se o raio for de 30 cm, teremos:
C = 2 x 3,14 x 30 = 6,28 x 30 = 188,4 cm

4) A = π x R2 => para 2R, temos: A = π x (2R)2 = π x 4R2 = 4 x (π x R2). Ou seja, sua área é au-
mentada em 4 vezes.

5) De acordo com as informações do problema, temos que:


(3,14 x R2)/8 = 25,12 => 3,14 x R2 = 25,12 x 8 => 3,14 x R2 = 200,96
R2 = 200,96/3,14 = 64 => R2 = 64 => R = 8 cm.

Desafiando:
1) C = 2 x 3,14 x R = 2 x 3,14 x 12 = 6,28 x 12 = 75,36 cm de comprimento.
EF2MAT6-14

10