Você está na página 1de 4

SEGUNDO REINADO: 1840-1889

1. Estabilidade política (até 1870)


 as medidas recentralizadoras da Política Regressista
 a semelhança ideológica dos partidos Conservador e Liberal
 o Parlamentarismo às avessas (1847: criação do cargo de 1º Ministro)

MODELO INGLÊS MODELO BRASILEIRO (às avessas)

REI IMPERADOR
nomeação feita
antes das eleições
1º MINISTRO
1º MINISTRO
nomeaçã
o
PARLAMENTO ASSEMBLEIA GERAL
Eleições:
Eleições fraude,
corrupção,
POVO POVO violência

 a Política de Conciliação (1853-58): formação de ministérios com


políticos de ambos os partidos, Liberal e Conservador
2. Revolução Praieira: 1848-50 – Pernambuco (Recife)
 liberais radicais  “Diário Novo”  Rua da Praia
 oposição ao domínio político da família Cavalcanti e ao governo cen-
tral (RJ)
 “Manifesto ao Mundo”: sufrágio universal, liberdade de imprensa, ex-
tinção do Poder Moderador, defesa da república, direito ao trabalho
3. Economia
3.1 Café: polo dinâmico
 a partir de 1840: 1º lugar na pauta de exportação
 principal mercado consumidor: Estados Unidos
Vale do Paraíba fluminense
 zonas produtoras Zona da Mata e sul de Minas
São Paulo – Norte e Oeste (terra roxa)
 malha ferroviária e aparelhamento dos portos
3.2 Outros produtos
 açúcar: 2º lugar
 algodão: surto na década de 1860 (Guerra de Secessão)
 borracha: surto no final do séc. XIX (indústria automobilística)
3.3 Era Mauá: década de 1850 – 1º surto industrial
 fatores
 1844: Tarifa Alves Branco (30%, 40%, 50% ou 60%)
 1850: liberação de capitais decorrente da extinção do tráfico
negreiro
 62 indústrias, 14 bancos, 3 caixas econômicas, 20 companhias de
navegação a vapor, 23 de seguros, 4 de colonização, 8 de minera-
ção, 3 de transporte urbano, 2 de gás e 8 estradas de ferro
 grande protagonista: Barão de Mauá - Irineu Evangelista de Souza
 fator do fracasso: a instabilidade da política tarifária
4. A Questão Servil
 1ª ½ do século XIX: a questão do tráfico
 a pressão inglesa pela extinção do tráfico e abolição da escravidão,
a fim de aumentar o mercado consumidor
 os fatos
 1831: Lei de proibição do tráfico negreiro  lei ignorada
 1845: Bill Aberdeen – Parlamento inglês declara lícito o apresa-
mento, em alto mar, de qualquer navio suspeito de tráfico
 1850
 Lei Euzébio de Queiroz: extinção do tráfico negreiro
 Lei de Terras: lei que regulamenta o acesso à terra apenas
pela compra, e exigindo o registro das terras sob posse
 2ª ½ do século XIX: a abolição e a transição para o trabalho livre
 Governo: postura conservadora (adiamento, emancipação gradual)
 Leis abolicionistas (e seu caráter escravocrata)
 1871: Lei do Ventre Livre
 1885: Lei do Sexagenário
 1888: Lei Áurea
 Busca de alternativas: imigração
1º) Sistema de Colônias de Parceria (anos 1850-60)
 iniciativa privada: Senador Campos Vergueiro
 funcionamento: fazendeiro, imigrante, salário
 fatores do fracasso
 repercussão internacional: negativa
2º) Sistema de Colonato (1870)
 iniciativa do Estado
 funcionamento: governo, fazendeiro, imigrante, salário
 fatores do sucesso
 Movimento abolicionista: década de 1880
 a partir de 1850: abolição torna-se tema literário
 mobilização dos setores urbanos e das regiões pouco dependentes
do braço escravo
 formação de sociedades secretas, fugas e rebeliões
 apoio: Exército, Igreja, Partido Republicano

5. Política externa
 Questão Christie (1862-63)
 A Guerra do Paraguai (1865-70)
 Paraguai antes da guerra
 causa imediata
 formação da Tríplice Aliança
 Efeitos para o Brasil
 elevação da dívida externa
 fortalecimento do Exército: retorna vitorioso, abolicionista e re-
publicano

6. Decadência do Império e proclamação da República


 resultado da obsolescência e do isolamento político do governo
imperial + a aspiração federalista de São Paulo
 São Paulo: defasagem entre a relevância econômica da província e a
sua reduzida participação política (+ adesão de MG)
 defesa da República e do federalismo
 1870: Manifesto Republicano
 Questão Religiosa: 1870
 Padroado e Beneplácito
 conflito entre o governo imperial e a Igreja, devido a recusa de D.
Pedro II em acatar a Bula Syllabus (papa Pio IX), que proibia a en-
trada de maçons nas paróquias. A prisão de 2 bispos (Pará e Olin-
da) abala as relações com a Igreja, que deixa de apoiar o Império
 desfecho da Questão Servil (década de 1880): cisão dos latifundiários

Governo imperial
+
latifundiários do
X latifundiários paulistas,
mineiros e restante do país
Vale do Paraíba

favoráveis à abolição
escravocratas
 após a Lei Áurea: latifundiários fluminenses passam a apoiar a
causa republicana em troca da promessa de indenização pelos
escravos libertados em 1888  isolamento político do governo
 Questão Militar: 1870
 o Exército após a Guerra do Paraguai
 vitória: prestígio, coesão
 partidário da causa republicana e abolicionista
 influência do Positivismo: valorização da ordem e do progresso,
e defesa da república
 reivindicações:
 aumento dos soldos
 fixação de pensões conflitos com o governo
 exigência de participação política

Proclamação da República
(15/nov/1889)