Você está na página 1de 64

1

Configuração - IMG

FI-AA
Contabilidade de Imobilizados

Elaborado por: Sueli Florio

INFORMAÇÕES DE PROPRIEDADE
O PRESENTE DOCUMENTO CONTEM INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS, QUE NÃO PODEM SER
DIVULGADAS A TERCEIROS, SEM O CONSENTIMENTO POR ESCRITO DA SAP BRASIL E INAL

25/08/19 Página 1 de 64
2

Índice
PARAMETRIZAÇÕES........................................................................................................................................................4

CONTABILIDADE DO IMOBILIZADO........................................................................................................................4
1. ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS..............................................................................................................................4
1.1. Copiar plano de avaliação de referencia/áreas de avaliação.........................................................................4
1.2. Determinar atribuição de empresa/plano de avaliação - OAOB....................................................................6
1.3. Classes do imobilizado.....................................................................................................................................7
1.3.1. Criar determinações de contas................................................................................................................. 7
1.3.2. Criar regras de estruturação de telas.......................................................................................................8
1.3.3. Definir interv. Consecutivo numeração – AS08.........................................................................................9
1.3.4. Definir classes do imobilizado - OAOA...................................................................................................10
2. INTEGRAÇÃO COM O RAZÃO..................................................................................................................................11
2.1. Determinar áreas.aval.a serem lçdas.autom.em cta.correlativa - OADX......................................................11
2.2. Atribuir contas do Razão – AO90..................................................................................................................12
2.3. Gravar chave de lançamento p/ lançtos no imobilizado - OBYD..................................................................17
2.4. Atribuir código de IVA suportado a entradas sem rel.fiscal.- OBCL...........................................................18
2.5. Determinar versão balanço p/ relatórios do imobilizado - OAYN.................................................................19
2.6. Lançar depreciações no Razão......................................................................................................................20
2.6.1. Determinar tipo de documento p/ lançamento de depreciação – OBA7.................................................20
2.6.2. Determinar periodicidade/regras de classificação contábil. - OAYR.......................................................22
3. AVALIAÇÃO GERAL................................................................................................................................................23
3.1. Definir plano de avaliação............................................................................................................................23
3.2. Áreas de avaliação.........................................................................................................................................24
3.2.1. Definir áreas de avaliação - OADB.........................................................................................................24
3.2.2. Determinar categoria de área - OADC....................................................................................................25
3.2.3. Determinar aceitação de valor de CAP - OABC.....................................................................................26
3.2.4. Determinar aceitação dos parâmetros de avaliação - OABD.................................................................27
3.3. Determinar avaliação de classes do imobilizado - OAYZ.............................................................................28
3.4. Dados do montante (empresa/área de avaliação).........................................................................................29
3.4.1. Determinar montante para bens de baixo valor - OAYK.........................................................................29
3.4.2. Determinar dados de arredondamento p/vals.cont.resid./depr. - OAYO.................................................30
3.5. Moedas...........................................................................................................................................................31
3.5.1. Definir áreas de avaliação para moedas estrangeiras - OAYH..............................................................31
3.5.2. Determinar utilização de "moedas paralelas" - OABT............................................................................32
4. DEPRECIAÇÃO.........................................................................................................................................................33
4.1. Depreciações normais....................................................................................................................................33
4.1.1. Determinar áreas de avaliação – OABN.................................................................................................33
4.1.2. Atribuir contas – AO93............................................................................................................................34
4.2. Métodos de avaliação....................................................................................................................................35
4.2.1. Chave de depreciação............................................................................................................................ 35
4.2.1.1. Métodos de cálculo.............................................................................................................. 35
4.2.1.1.1. Atualizar métodos degressivos - AFAMD........................................................................35
4.2.1.1.2. Atualizar métodos de período - AFAMP..........................................................................36
4.2.1.2. Atualizar chave de depreciação - AFAMA..........................................................................37
4.2.1.3. Atualizar controles de períodos - OAVS.............................................................................46
5. AVALIAÇÕES ESPECIAIS...........................................................................................................................................47
5.1 Processamento leasing...................................................................................................................................47
5.1.1. Definir tipos de leasing – OAC1................................................................................................................47
5.1.2. Definir variantes de ordenação para análise de leasing - OAVI...............................................................47
5.1.3. Definir estruturação de tela – AO51..........................................................................................................47
5.1.4. Completar classes de imobilizado – AO52................................................................................................47
6. DADOS MESTRES...................................................................................................................................................48
6.1. Estruturação de tela.......................................................................................................................................48
6.1.1. Definir estrutura de tela para dados mestres do imobilizado..................................................................48
6.1.2. Definir estruturação de tela de áreas de avaliação do imobil. – AO21...................................................49
7. OPERAÇÕES...........................................................................................................................................................50
7.1. Aquisições......................................................................................................................................................50
7.1.1. Definir tipos de movimento para aquisições – AO73..............................................................................50

25/08/19 Página 2 de 64
3

7.1.2. Permitir tipos de movimento de pagamento a classes de imob. - OAYB................................................52


7.2. Baixas.............................................................................................................................................................54
7.2.1. Definir tipos de movimentos para Baixas – AO74...................................................................................54
7.3. Transferencias................................................................................................................................................55
7.3.1. Definir tipos de movimentos para transferencias – AO76.......................................................................55
7.4. Capitalizações de imobilizado em andamento...............................................................................................56
8. TRANSFERENCIA DE DADOS DO IMOBILIZADO......................................................................................................57
8.1. Definir status da empresa..............................................................................................................................57
8.2. Parâmetros para aceitação..........................................................................................................................58
8.2.1. Dados da data......................................................................................................................................... 58
8.2.1.1. Determinar data de transferencia/ultimo exercício encerrado............................................58
8.2.1.2. Determinar periodo de depr.lançada (só transf.dur.exerc.) - OAYC...................................59
8.2.2. Opções.................................................................................................................................................... 60
9. PREPARAÇÃO DE PRODUÇÃO.................................................................................................................................61
9.1. Ferramentas...................................................................................................................................................61
9.1.1. Reinicializar empresa - OABL.................................................................................................................61
9.1.2. Reinicializar depreciação lançada - OAGL.............................................................................................62
9.1.3. Anular encerramento exercício...............................................................................................................63

25/08/19 Página 3 de 64
4

Parametrizações

Contabilidade do imobilizado

1. Estruturas organizacionais

1.1. Copiar plano de avaliação de referencia/áreas de avaliação

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Estruturas organizacionais > Copiar pl.avaliação de referência/áreas de SPRO
avaliação

25/08/19 Página 4 de 64
5

Nesta pagina criamos os códigos de áreas que deverão receber os valores referentes à aquisição (01)
valores em reais (BRL) e para as áreas (21) valores em ufir (BRLF) e (41) valores em dólar ($$$)
mediante conversão de índices cadastrados em FI . Também foram designados os códigos 03 23 e 43
seguindo as mesmas características , visando possíveis futuros valores de reavaliação.

25/08/19 Página 5 de 64
6

1.2. Determinar atribuição de empresa/plano de avaliação - OAOB

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Estruturas organizacionais > Determinar atribuição de empresa/plano de OAOB
avaliação

Nesta tela identificamos qual plano de avaliação esta designado para e empresa.

25/08/19 Página 6 de 64
7

1.3. Classes do imobilizado

1.3.1. Criar determinações de contas

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Estruturas organizacionais > Classes do imobilizado > Criar SPRO
determinações de contas

A codificação acima cria um vinculo entre as classes escolhidas para se categorizar os bens e as contas
que deverão ser acionadas para as diversas contabilizações (capitalização via MM, depreciações mensais ,
valores resultantes das baixas (lucro/prejuízo ) .

25/08/19 Página 7 de 64
8

1.3.2. Criar regras de estruturação de telas

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Estruturas organizacionais > Classes do imobilizado > Criar regras de SPRO
estruturação de tela

A codificação acima refere-se às diversas formas de apresentar os campos do ativo , seguindo cada uma
delas as características de sua classe , e demonstrando seus campos conforme necessidade de ser
obrigatório, opcional ou oculto quando totalmente desnecessário para o processo.
As classes identificadas por Zdoc ou Zcar , são determinantes de telas que devem estar associadas a todas
as classes até a produção onde servirão de base para o processo de carga dos ativos antigos .

Após o processo de carga cada classe deverá estar associada a sua determinante de tela definitiva , para
a entrada/manutenção correta de todos os novos bens adquiridos .

25/08/19 Página 8 de 64
9

1.3.3. Definir interv. Consecutivo numeração – AS08

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Estruturas organizacionais > Classes do imobilizado > Definir AS08
interv.consecut.numeração

O intervalo de numeração associado aos códigos (01 a 99) , esta diretamente ligado às classes (vide
codificação classe/numeração).
Esta forma de administrar os números foi escolhida por representar facilmente a ligação lógica dos bens e
suas classes .
Segundo procedimentos o numero da plaqueta que deverá estar anexada a cada um dos bens controlados
pelo sistema terá uma sequência própria e será armazenado no campo numero histórico .

25/08/19 Página 9 de 64
10

1.3.4. Definir classes do imobilizado - OAOA

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Estruturas organizacionais > Classes do imobilizado > Definir classes de OAOA
imobilizado

As classes acima , referem-se a codificação escolhida para representar os diversos grupos de controle
dentro do ativo imobilizado da Inal. Cada classe identifica codificações próprias que irão determinar
procedimentos específicos , tais como vida útil , intervalos próprios de numeração , representação de seus
campos na tela (determinante de tela).

25/08/19 Página 10 de 64
11

2. Integração com o Razão


2.1. Determinar áreas.aval.a serem lçdas.autom.em cta.correlativa - OADX

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Integração com o Razão > Determinar áreas.aval.a serem OADX
lçdas.autom.em cta.correlativa

Esta tela demonstra as condições/contábeis fiscais resultantes da parametrização escolhida pelos


processos da empresa.Mostra que somente a área 01 ( aquisição em reais ) será contabilizada
(contabilização e depreciação ).As outras áreas serão o seu espelho nas moedas escolhidas , tendo como
base de cálculo a área 01 .No caso das áreas referentes a reavaliação seguirão o padrão das áreas normais
e serão ativadas quando for necessário (entrada de reavaliações) .

25/08/19 Página 11 de 64
12

2.2. Atribuir contas do Razão – AO90

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Integração com o Razão > Atribuir contas do Razão AO90

25/08/19 Página 12 de 64
13

Nesta tela a parametrização resume-se às ligações : Plano de conta (PCIN), determinante de contas, e
efetivamente as contas destinadas aos lançamentos de (Definir contas de entrada/baixa) e
(Definir contas de depreciação),.

25/08/19 Página 13 de 64
14

25/08/19 Página 14 de 64
15

25/08/19 Página 15 de 64
16

25/08/19 Página 16 de 64
17

2.3. Gravar chave de lançamento p/ lançtos no imobilizado - OBYD

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Integração com o Razão > Gravar chave de lançamento p/lançtos.no OBYD
imobilizado

Parametrização gerada automaticamente , nas condições standard para o Brasil.

Chave de operação (ANC)


As chaves de operação destinam-se à determinação de contas ou chaves de lançamento para itens de
documento que tenham sido criadas automaticamente, i.e, que tenham sido criadas pelo sistema.
As chaves de operação estão definidas no sistema e não podem ser alteradas pelo usuário.

25/08/19 Página 17 de 64
18

2.4. Atribuir código de IVA suportado a entradas sem rel.fiscal.- OBCL

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Integração com o Razão > Atribuir código de IVA suportado a entradas OBCL
sem relev.fiscal

Parametrização gerada a partir do Standard

IE IVA suportado: transações isentas de imposto


SEIVA liquidado: transações isentas de imposto

25/08/19 Página 18 de 64
19

2.5. Determinar versão balanço p/ relatórios do imobilizado - OAYN

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Integração com o Razão > Determinar versão do balanço p/relatórios do OAYN
imobilizado

Parametrização Standard gerada a partir empresa/mandante e ou definições de módulos determinantes de


procedimentos contábeis adotados para o grupo (FI).

25/08/19 Página 19 de 64
20

2.6. Lançar depreciações no Razão

2.6.1. Determinar tipo de documento p/ lançamento de depreciação – OBA7

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Integração com o Razão > Lançar depreciações no Razão > Determinar OBA7
tipo de documento para lançamento de depreciação

As parametrizações acima são condições STANDARD baseadas nos parâmetros

25/08/19 Página 20 de 64
21

Código padrão para a transação .( AF lançamento de depreciação).

25/08/19 Página 21 de 64
22

2.6.2. Determinar periodicidade/regras de classificação contábil. - OAYR

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Integração com o Razão > Lançar depreciações no Razão > Determinar OAYR
periodicidade/regras de classificação contábil

Estas regras contábeis estão diretamente ligadas à empresa/e a área de avaliação “01” que representa a
moeda da contabilização Real. Assinala a periodicidade da geração dos lançamentos de depreciação e se
há o procedimentos de classif. Contábil por centro de custo.

25/08/19 Página 22 de 64
23

3. Avaliação Geral
3.1. Definir plano de avaliação

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Definir plano de avaliação

25/08/19 Página 23 de 64
24

3.2. Áreas de avaliação

3.2.1. Definir áreas de avaliação - OADB

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Áreas de avaliação > Definir áreas de avaliação OADB

Em princípio, é possível abrir uma área de avaliação quando o sistema já estiver em operação. Mas como
isto implica numa delimitação em relação à determinação de valores para a área nova, deve-se definir todas
as áreas necessárias já na introdução do sistema. Se já prevê-se a necessidade no futuro de uma área de
avaliação para uma moeda divergente, deve-se definir esta área já na introdução do sistema e administrá-la
ao seu imobilizado.

Esta definição identifica-se com a geração das áreas de reavaliação 03,23 e 43 que foram criadas para
uma necessidade futura , para que não haja maiores traumas de customização.
As áreas definidas para o processo Inal são :
1 Valor de aquisição em reais , e único valor informado na entrada de fatura.
21 Valor correspondente ao 01 em Reais Funcionais (UFIR) taxa informada em FI.
41 Valor correspondente a0 01 em Moeda forte (dólar) taxa informada em FI.

A taxa selecionada terá como base de pesquisa a data de aquisição do ativo.

25/08/19 Página 24 de 64
25

3.2.2. Determinar categoria de área - OADC

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Áreas de avaliação > Definir áreas de avaliação = OADC
Determinar categoria de área

A categoria 01 Avaliação do balanço fiscal foi determinada automaticamente mediantes parametrizações


anteriores , há uma sincronia entre todas as definições contábeis , caso haja necessidade de se mudar
algo deste tipo , deve-se avaliar muito bem as outras parametrizações pois esta é uma das informações
resultantes .

25/08/19 Página 25 de 64
26

3.2.3. Determinar aceitação de valor de CAP - OABC

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Áreas de avaliação > Determinar aceitação de valor OABC
de CAP

Aceitação dos valores de aquisição idênticos


Este código deve ser definido caso se pretenda assegurar que o sistema transfira para esta área de
avaliação todos os valores contábeis relevantes para a depreciação a partir da área de transferência
indicada, não sendo possível modificá-los.

Ou seja todas as áreas excetuando-se a “”01”” seguem padrões de procedimentos idênticos aos
determinados para a área “”01””.

No caso das áreas de reavaliação , quando forem solicitadas (hoje estão definidas mas para qualquer
procedimento estão desativadas) deverão ser redirecionadas , saindo da “”01”” e criando-se outro padrão ,
onde a área “”03”” será independente (como a “”01””) e as outras ( “”23 e 43””) identificando-se com ela
(“”área 03 “”).

25/08/19 Página 26 de 64
27

3.2.4. Determinar aceitação dos parâmetros de avaliação - OABD

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Áreas de avaliação > Determinar aceitação dos OABD
parâmetros de avaliação

Os parâmetros são aceitos obrigatoriamente


Ao definir este código é possível assegurar que os parâmetros de depreciação da área atual sejam idênticas
aos da área de transferência.

As considerações descritas para a tela nateiro tem a mesma validade para esta , com a diferença que
nesta estamos tratando de procedimentos para a depreciação e na anterior referem-se aos procedimentos
para a capitalização.

25/08/19 Página 27 de 64
28

3.3. Determinar avaliação de classes do imobilizado - OAYZ

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Determinar avaliação de classes do imobilizado OAYZ

Para cada classe/área de avaliação detentora de permissão de entrada de valor (nossa estrutura “”01””)
serão associadas chaves de depreciação (ZINA) que representam uma série de codificações independentes
e que unidas refletem a forma como a depreciação de seus bens devem se comportar mediante normas da
empresa/tipo de negócio/tipo de ativo , que de acordo com a legislação permitem diferentes formas de
cálculo de depreciação. Para cada uma delas é necessário se identificar estas regras e agrupa-las em
chaves de depreciação diferentes.
Vida útil representada em numero de anos representa o período máximo permitido pela legislação que o
bem deve ter para se depreciar totalmente , seguindo as regras definidas pela chave de depreciação
associada a ele.
Períodos = a numero de meses para completar a vida útil quando o numero de anos não é completo.
Índices pré definidos , que não se aplica quando da utilização de chaves e períodos.(coluna
desnecessária).
Regra- 1000 resume a definição de tela para estas informações de avaliação ,determinando
obrigatoriedade ou não de seus campos.

25/08/19 Página 28 de 64
29

3.4. Dados do montante (empresa/área de avaliação)

3.4.1. Determinar montante para bens de baixo valor - OAYK

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Dados do montante (empresa/área de avaliação) > OAYK
Determinar montante para bens de baixo valor

Para a Inal não foram determinados valores específicos para se identificar limite mínimo de aquisição para
se ativa-lo ou não.
Segundo procedimentos estabelecidos , cada caso será avaliado individualmente para se determinar sua
ativação ou não.

25/08/19 Página 29 de 64
30

3.4.2. Determinar dados de arredondamento p/vals.cont.resid./depr. - OAYO

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Dados do montante (empresa/área de avaliação) > OAYO
Determinar dados de arredondamento p/vals.cont.resid./depr.

Código: arredondar valor contábil residual


Através deste código deve ser determinado que o valor contábil residual de um imobilizado deve ser
arredondado para unidades de moeda inteiras no final do exercício.

Arredondar
Através deste código é determinado se deve ser efetuado um arredondamento.
Por arredondamento entende-se: até 4, inclusive, arredonda-se para baixo, a partir de 5, inclusive,
arredonda-se para cima.
Parte-se sempre das casas decimais de uma moeda.
Exemplo: 3,49 é arredondado para 3
3,50 é arredondado para 4

OBS: os campos assinalados da tela foram designados de forma Standard , muda-los pode incorrer em
diferenças em situações onde estes mesmos valores são identificados em outros módulos.

25/08/19 Página 30 de 64
31

3.5. Moedas

3.5.1. Definir áreas de avaliação para moedas estrangeiras - OAYH

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Moedas > Definir áreas de avaliação para moedas OAYH
estrangeiras

Cada área deve ser associada à sua moeda correspondente.


A correspondência das outras colunas tem as mesmas características apresentadas em telas anteriores
informações de dependência de procedimentos .

25/08/19 Página 31 de 64
32

3.5.2. Determinar utilização de "moedas paralelas" - OABT

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliação geral > Moedas > Determinar utilização de "moedas OABT
paralelas"

As moedas tratadas são o Dólar como sendo moeda forte (40) padrão e a UFIR moeda indexada
(50),também padrão por definição de uso vindas de FI.

25/08/19 Página 32 de 64
33

4. Depreciação
4.1. Depreciações normais

4.1.1. Determinar áreas de avaliação – OABN

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Depreciações > Determinar áreas de avaliação OABN

Quando se assinala positivamente significa que a depreciação considerada será a Normal, pois existem
depreciações classificadas como especiais e extraordinárias , que não são contempladas no nosso universo
INAL.

25/08/19 Página 33 de 64
34

4.1.2. Atribuir contas – AO93

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Depreciações > Atribuir contas AO93

Esta tela representa as definições já parametrizadas anteriormente e não podem ser alteradas, são
resultantes de outra transação de atualização determinante de contas.

25/08/19 Página 34 de 64
35

4.2. Métodos de avaliação

4.2.1. Chave de depreciação


4.2.1.1. Métodos de cálculo

4.2.1.1.1. Atualizar métodos degressivos - AFAMD

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Depreciações > Métodos de avaliação > Chave de depreciação > AFAMD
Método de cálculo > Atualizar métodos degressivos

Esta é outra tabela que proporciona escolha de métodos de decrescimento dos percentuais de depreciação
quando são opção da empresa , fazem parte da composição da chave de depreciação (ZINA) e para a
situação configurada selecionou o código 001 onde não há decréscimo de percentual pois o conceito de
nossa depreciação é LINEAR até o fim da vida útil.

25/08/19 Página 35 de 64
36

4.2.1.1.2. Atualizar métodos de período - AFAMP

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Depreciações > Métodos de avaliação > Chave de depreciação > AFAMP
Método de cálculo > Atualizar métodos de período

Métodos de períodos também fazem parte da chave de depreciação (ZINA) determinando procedimentos
específicos para as transações de Aquisição , Aquisição posterior , Baixa e Transferencias,. No nosso caso
específico (ZINA) foi criado um código 007 (zina) que engloba os procedimentos para as transações
citadas.
Os métodos de períodos escolhidos foram : 11 que determina cálculo de depreciação no mês seguinte e
01 para calcular depreciação no mesmo mês para os casos de transferencias.

25/08/19 Página 36 de 64
37

4.2.1.2. Atualizar chave de depreciação - AFAMA

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Depreciações > Métodos de avaliação > Chave de depreciação > AFAMA
Atualizar chave de depreciação

Esta tabela faz parte da codificação final da chave de depreciação (ZINA) é padrão e oferece codificação
compatível com o tipo de depreciação aplicada.

No caso INAL (ZINA) para métodos de base foi escolhido 011- que proporciona cálculo de vida útil
representado por percentuais anuais baseados no numero de períodos (anos/meses) do ativo.

EX: Ativo fixo classificado como hardware 5 anos de vida útil 20% de depreciação ao ano.

25/08/19 Página 37 de 64
38

Esta tela sintetiza os procedimentos determinados para cada chave de depreciação.

Foram criadas outras duas chaves diferenciadas para o processo INAL :


ZBBV que de acordo com procedimentos internos os bens que forem classificados como Bens de
Baixo Valor deverão ser depreciados 100% no mesmo mês de sua aquisição.
ZEME Inicialmente esta chave foi desenvolvida mediante necessidade única de um lote de
ativos(INTERMESA) incorporados à Inal em condições especiais .Esta chave deverá estar
associada somente a estes bens , se for utilizada a bens novos poderá gerar informações
distorcidas do procedimento legal adotado pela empresa; mas para facilitar o processo de
carga esta chave foi desmembrada em Z05A p/ os bens de 05 anos (20%), Z10A p/ 10 anos
(10%) e Z25A p/ 25 anos (04%).

25/08/19 Página 38 de 64
39

25/08/19 Página 39 de 64
40

25/08/19 Página 40 de 64
41

25/08/19 Página 41 de 64
42

25/08/19 Página 42 de 64
43

25/08/19 Página 43 de 64
44

25/08/19 Página 44 de 64
45

25/08/19 Página 45 de 64
46

4.2.1.3. Atualizar controles de períodos - OAVS

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Depreciações > Métodos de avaliação > Controles de períodos > OAVS
Atualizar controles de períodos

Descrição do conteúdo da tabela padrão de controle de períodos.

25/08/19 Página 46 de 64
47

5. Avaliações especiais
5.1 Processamento leasing

5.1.1. Definir tipos de leasing – OAC1


Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliações especiais > Processamento leasing > Definir tipos de leasing OAC1

5.1.2. Definir variantes de ordenação para análise de leasing - OAVI


Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliações especiais > Processamento leasing > Definir variantes de OAVI
ordenação para análises de leasing

5.1.3. Definir estruturação de tela – AO51


Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliações especiais > Processamento leasing > Definir estruturação de AO51
tela

5.1.4. Completar classes de imobilizado – AO52


Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Avaliações especiais > Processamento leasing > Completar classes de AO52
imobilizado

Na realidade Inal não foram codificadas nenhuma situação para recepcionar dados classificados como
Leasing.
Segundo legislação (nesta data 08/2001) cada processo de leasing corresponde a condições de contrato
diferenciadas e que oportunamente se houver necessidade de se ativar bens nestas condições , deverá
haver um estudo das necessidades de parametrização adequada. Normalmente será enquadrado sem
chave de depreciação , pois durante o tempo de contrato suas mensalidades serão contabilizadas como
despesas (tipo aluguel) e não depreciação , e após o término do contrato e possível compra do objeto de
leasing , será ativado dentro das características normais com nota fiscal de compra e procedimentos já
existentes (parametrizados).

25/08/19 Página 47 de 64
48

6. Dados mestres
6.1. Estruturação de tela

6.1.1. Definir estrutura de tela para dados mestres do imobilizado

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Dados Transação:
mestre > Estruturação da tela > Definir estrutura de tela para dados SPRO
mestre do imobilizado

Esta tela proporciona a cada determinante de tela (no exemplo ZCAR) todas as possibilidades de
visualização e obrigatoriedade de cada campo disponível aos usuários .

Para o módulo FI-AA haverá determinante de telas com características próprias , visando favorecer a
visualização de cada classe de ativos que tenham campos próprios segundo suas características.

25/08/19 Página 48 de 64
49

6.1.2. Definir estruturação de tela de áreas de avaliação do imobil. – AO21

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Dados Transação:
mestre > Estruturação da tela > Definir estruturação de tela de áreas de AO21
avaliação do imob.

Para as telas de informações de avaliação as características e funções são exatamente como os


da tela anterior e seus dados mestres.

25/08/19 Página 49 de 64
50

7. Operações
7.1. Aquisições

7.1.1. Definir tipos de movimento para aquisições – AO73


Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Operações > Aquisições > Definir tipos de movimento para aquisições AO73

Tabela descritiva dos tipos de movimentos ,Padrão (STANDARD) , para os diversos tipos de operações.

Para a INAL S/A entrada de mercadoria via módulo MM tipo 100 Aquisição por compra.

25/08/19 Página 50 de 64
51

(seqüência descritiva)

A composição desta tela também provem de Standard selecionado.

25/08/19 Página 51 de 64
52

7.1.2. Permitir tipos de movimento de pagamento a classes de imob. - OAYB


Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Operações > Aquisições > Permitir tipos de movimento de pagamento a OAYB
classes de imob.

Nesta transação, o usuário determinará em quais classes de imobilizados devem ser permitidos
lançamentos com os grupos de tipos de movimento para adiantamentos.

Determinar as classes de imobilizados nas quais os adiantamentos prestados devem ser ativados
(principalmente classes de imobilizados para imobilizados em andamento).

Para a Inal foi terminado no grupo 15 (adiantamentos) para as classes 9491 e 9521.

Obs.: Na transação AO90 deverão ser informadas as contas contábeis para adiantamento.

25/08/19 Página 52 de 64
53

25/08/19 Página 53 de 64
54

7.2. Baixas

7.2.1. Definir tipos de movimentos para Baixas – AO74

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Operações > Baixas > Definir tipos de movimento para baixas AO74

Tipos de movimentos para Baixas, fica a critério do usuário dependendo da operação de baixa a ser
executada.(tipos PADRÃO STANDARD).

25/08/19 Página 54 de 64
55

7.3. Transferencias

7.3.1. Definir tipos de movimentos para transferencias – AO76

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Operações > Transferências > Definir tipos de movimento para AO76
transferências

Tipos de movimentos para Transferencia, fica a critério do usuário dependendo da operação de


Transferencias a ser executada.(tipos PADRÃO STANDARD).

25/08/19 Página 55 de 64
56

7.4. Capitalizações de imobilizado em andamento

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Operações > Capitalizações de imobilizado em andamento

O tema capitalização de imobilizado em andamento , na estrutura INAL esta descrito no BPP da transação
ABUMN. Não existe necessidade de nenhuma parametrização porque este processo se resume em:
Abertura de um projeto/Ordem Interna pelo módulo CO que por sua vez estará direcionando as liquidações
mensais de despesas a um bem definido pelo Módulo FI-AA , da classe de obras em andamento.
Durante o projeto serão também adquiridos bens , que por procedimento deverão estar
Sendo direcionados a um bem , que neste caso será o mesmo informado a CO p/
Direcionar as despesas mensais , só que com um diferencial , será o mesmo
Numero principal acrescido de um complemento seqüencial (incorporação).
Tendo assim num mesmo numero de bem (classe de Obras em andamento) todas as
Despesas e ativos pertencentes a um projeto.
Quando essa Ordem/Projeto tiver sido encerrado a transação em questão ABUMN fará
A transferencia total ou parcial ou multidirecionada a bens novos , criados para
Receberem o conteúdo do bem criado para a ordem e 1 ou mais bens de classes
Específicas e sua ativação propriamente dita .Neste momento a capitalização
efetivamente será feita.

25/08/19 Página 56 de 64
57

8. Transferencia de dados do Imobilizado


8.1. Definir status da empresa

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Transferência de dados do imobilizado > Definir status de empresa

Nesta tela será sinalizado a situação da empresa , durante o projeto (2)e em seguida na produção (0)

25/08/19 Página 57 de 64
58

25/08/19 Página 58 de 64
59

8.2. Parâmetros para aceitação

8.2.1. Dados da data


8.2.1.1. Determinar data de transferencia/ultimo exercício encerrado

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Transferência de dados do imobilizado > Parâmetros para a aceitação >
Dados da data > Determinar data da transferência/ültimo exercício
encerrado

Esta parametrização identifica a limitação de data para a carga de dados antigos , deste parâmetro
depende a informação acumulada que deverá ser informada.

Para a carga devera estar como data correta 31.10.2001

25/08/19 Página 59 de 64
60

8.2.1.2. Determinar periodo de depr.lançada (só transf.dur.exerc.) - OAYC

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Transferência de dados do imobilizado > Parâmetros para a aceitação > OAYC
Dados da data > Determinar período de depr.lançada (só
p/transf.dur.exerc.)

Conteúdo não modificável , informação decorrente da tela anterior.

25/08/19 Página 60 de 64
61

8.2.2. Opções
8.2.2.1. Aceitar áreas de moeda estrangeira – OAYD

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Transferência de dados do imobilizado > Parâmetros para a aceitação > OAYD
Opções> Aceitar áreas de moeda estrangeira

A informação assinalada para entrada manual das moedas estrangeira justifica-se somente para o
processo de carga , que deverá receber estes valores de forma histórica.
Após a carga deverão perder a sinalização positiva pois os valores serão gerados na data da aquisição
mediante taxa informada em FI.

25/08/19 Página 61 de 64
62

9. Preparação de produção
9.1. Ferramentas

9.1.1. Reinicializar empresa - OABL

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Preparação de produção > Ferramentas > Reinicializar empresa OABL

Esta transação elimina todos os ativos cadastrados , apenas do módulo FI-AA.

É utilizada nos testes de carga , onde o conteúdo pode ser checado e se necessário ser refeita.

25/08/19 Página 62 de 64
63

9.1.2. Reinicializar depreciação lançada - OAGL

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Preparação de produção > Ferramentas > Reinicializar depreciação OAGL
lançada

Esta transação também tem por objetivo reinicializar um processo de geração de depreciação que não esta
correto , mas somente em tempos de desenvolvimento, na produção não pode ser utilizada.
Uma conseqüência deste processo , é que as depreciações históricas dos bens antigos , também seriam
eliminadas.

25/08/19 Página 63 de 64
64

9.1.3. Anular encerramento exercício

Path: IMG > Contabilidade Financeira > Contabilidade do imobilizado > Transação:
Preparação de produção > Ferramentas > Anular encerramento
exercício

Anular encerramento exercício


Nesta etapa de trabalho poderá reinicializar o último exercício encerrado na contabilidade do imobilizado. O
exercício encontra-se, então, aberto novamente para lançamentos. A reinicialização poderá ser efetuada de
acordo com a empresa ou então, dentro da empresa, de acordo com a área de avaliação.
Para tal é, no entanto, necessário que o exercício em questão esteja também aberto novamente no sistema
FI (conta do Razão).
Recomendação
Geralmente um exercício encerrado não pode voltar a ser aberto após ter sido encerrado contabilmente.
Esta função só deve, portanto, ser utilizada em sistemas teste.
Atividades
Abrir o último exercício encerrado.

25/08/19 Página 64 de 64