Você está na página 1de 76

Manual do usuário

Software de diagnóstico para VW /


Audi / Seat / Skoda

2015 Edição
Copyright (c) 2000-2015 por
Ross-Tech, LLC. 881
Sumneytown Pike Lansdale,
PA 19446
+ 1-267-638-2300
www.Ross-Tech.com
Aviso Legal:

Todos os direitos reservados, n parte desta publicação pode ser reproduzida, armazenada num sistema de recuperação, ou
transmitido em qualquer forma ou por qualquer meio, electrónico, mecânico, de gravação, ou de outra forma, sem a prévia escrita
de Ross-Tech, LLC. As informações aqui contidas destinam-se apenas para uso com software de diagnóstico VCDS. Ross-Tech,
LLC. não é responsável por qualquer uso desta informação como aplicado a este ou outro equipamento de diagnóstico.

Nem Ross-Tech, LLC. nem suas afiliadas serão responsáveis ​perante o comprador deste produto ou terceiros por danos, perdas,
custos ou despesas incorridos pelo comprador ou por terceiros, resultantes de acidentes, abusos ou má utilização deste produto
ou modificações não autorizadas, reparações, ou alterações do produto, ou não cumprimento de Ross-tech, instruções escritas
da LLC.

Usando VCDS, você reconhece que este Programa é fornecido "como está" e "com todas as falhas, defeitos e erros" e que todo
o uso do Programa é a seu próprio risco completo. Tem sido
extensivamente testado, mas não podemos garantir que irá funcionar corretamente com todos os sistemas em cada carro. Faremos o
nosso melhor esforço para corrigir os erros e melhorar o programa, mas que especificamente não assumem qualquer responsabilidade por
danos ao seu computador ou seu carro, e nós não prometemos ter quaisquer acessórios específicos disponíveis em qualquer data
específica.

Copyright © 2015, Ross-Tech, LLC


VCDS Índice

Sujeito Seção
Começando 1
Tela principal 2
Analise automatica 3
Selecione Control Module 4
Abrir Controlador 5
Códigos de falha 6
medindo Blocks 7
Registro de dados 8
leitura única 9
Códigos suportados 10
Prontidão 11
Identificação avançada 12
Valores de medição avançadas 13
Medição de aceleração 14
Conecte-se 15
7 dígitos PIN / SKC diálogo 16
Configurações básicas 17
testes de saída 18
Recode / Long Coding 19
Adaptação 20
segurança de Acesso 21
SRI Redefinir 22
OBD2 genérico 23
Formulários 24
Modo de transporte 25
Canais controlador Mapa 26
EDC-15-16 Milhagem 27
Módulo de Controlo localizador 28
Diagnóstico da rede óptica 29
opções 30
Sobre 31
VC-Scope 32
TDI sincronismo Checker 33
O que há de novo 34
Por favor consulte o nosso site para o FAQ VCDS, problemas / questões e páginas de Função:

http://www.ross-tech.com/vag-com/vag-com-faq.html

http://www.ross-tech.com/vag-com/issues.html http: //www.ross-

tech.com/vag-com/vag-functions.html
VCDS - Introdução - Seção 1-A

Obrigado por adquirir VCDS, que lhe permite transformar um PC Windows em uma poderosa ferramenta de diagnóstico para
veículos VW / Audi / Seat / Skoda, de 1990 até os mais recentes modelos.

Leia isto primeiro!


Antes de ligar qualquer coisa, você deve primeiro
instalar o software VCDS em seu PC.

Passo 1
Vá ao nosso site e clique em Download na parte superior da tela para baixar e instalar a última versão do VCDS:

www.Ross-Tech.com

Execute o arquivo de instalação que você baixou e


siga as instruções na tela e permitir VCDS para
instalar em seu diretório padrão. Você também será
dada uma tela com várias opções para opções de
instalação, incluindo motoristas, recomenda-se a
deixá-los em suas configurações padrão salvo
indicação em contrário por Ross-Tech. Certifique-se
de permitir que os drivers USB para instalar após a
instalação principal do programa foi concluída. ►

O Pro-Kit VCDS vem com um stick USB contendo o nosso software também. Se possível, é sempre uma boa idéia para baixar a
versão mais recente de nosso website.

◄ Passo 2
Ligue a extremidade USB do seu interface USB
ou o fim de série de sua interface serial para a
porta correta no seu PC. Se o seu PC está mais
longe da porta de diagnóstico do veículo de 6
pés, ligue um cabo de extensão aprovado entre o
PC ea Interface. A extensão apropriada está
incluído no Prokit e os adicionais estão
disponíveis em nossa loja web.
Introdução - Seção 1-B

Etapa 3 ( Apenas USB) ►


Se você estiver usando uma interface serial, em seguida, você pode prosseguir
para a etapa # 4. Se você estiver usando uma interface USB, uma mensagem
como esta deve aparecer: ►

Os motoristas podem instalar automaticamente no Windows Vista, 7 ou 8. Se você estiver usando XP, clique na mensagem de novo
hardware encontrado e o Assistente de novo hardware encontrado deve iniciar-se. Se você for solicitado com a escolha, escolha
“Não, não desta vez” quando perguntado se você deseja se conectar à Internet para procurar motoristas. Selecione "Instalar o
software automaticamente (recomendado)" e clique em [ Seguinte>]

O processo deve ser automatizado, mas você pode precisar de clicar em “Continuar” a meio do processo.

Se, por algum motivo, você instalou a interface USB sem seguir as instruções acima, e não VCDS não funcionar corretamente,
vá para o Gerenciador de dispositivos do seu PC enquanto a interface USB é conectado.

Você pode encontrar o Gerenciador de dispositivos clicando com o botão direito em Meu Computador no XP ou no computador no Vista, 7
ou 8. Selecione Gerenciar para abrir Gerenciamento do Computador. No lado esquerdo da tela em Ferramentas do sistema, selecione
Device Manager.

Encontre o “Ross-Tech Interface USB Direta” ou similar e excluí-lo. Pode ser em “Outros Dispositivos” ou em “Controladores
Universal Serial Bus”. Em seguida, desconecte a interface USB do seu PC, aguarde 5 segundos e ligue-o novamente. Continuar
com a instalação a partir de Passo
2.

Passo 4 ►
Ligue a extremidade carro de sua
Interface para porta de diagnóstico do seu veículo. ►

◄ Se o seu veículo tem uma porta 2x2 (alguns veículos de pre-1996), em


seguida, usar o adaptador de 2x2 opcional entre a interface e os portos do
carro. Este está incluído no Pro-Kit ou pode ser comprado de nossa loja web.

Gire a chave de ignição do veículo para a posição ON. Certifique-se a chave é rodada o suficiente para que as luzes do
painel são totalmente iluminado. O motor tanto pode estar em execução ou parado.
Introdução - Seção 1-C

Etapa # 5 ►
Inicie o programa VCDS em seu PC, quer através do menu Iniciar ou o ícone VCDS
em seu Desktop.

◄ Degrau
#6
A partir da tela principal em
VCDS clique no [ opções]

botão para ir para a tela de


opções.

Degrau

#7►
Uma vez que você está na
tela Opções, selecione a
porta correta para Porto do
seu PC USB (USB) ou serial
(normalmente COM1 ou
COM2) e clique no [ Teste]

botão. Certifique-se que


VCDS encontra sua
interface.
Introdução - Seção 1-D

Etapa # 8 ►
Você deverá ver uma mensagem como esta:

• Se o status da interface é “Not Found!”, Em


seguida, verifique as conexões no carro e PC.
Certifique-se ambos estão ligados de forma segura.
Interfaces de série obtêm energia a partir do veículo
para que eles não serão reconhecidos em todos, se
não conectado a um carro.

• Tipo de adaptador deve ser sempre “Ross-Tech”, seguido do nome da interface como “HEX-USB + CAN”.

• Versão indica a versão do firmware da sua interface. Pode ser atualizado por novas versões do VCDS, em caso
afirmativo, siga as instruções na tela.

Nome Interface: Resultado esperado Teste:


K1: K2 OK:
HEX-USB + CAN, CAN OK
HEX-COM + CAN: OK (quando testado em um carro com CAN) CAN: Not
Ready (em carros w / o CAN)
KII-USB, KEY-USB, KEY-COM, K1: K2 OK:
HEX-USB, HEX-COM OK
CAN: Não suportado
K1: Não suportado K2: Não
Micro-CAN suportado
CAN: OK (quando testado em um carro baseado Mk5 com CAN)

Se K1 ou o estado K2 são “Short ao chão” ou “Short de + 12V”, então você pode ter um curto ou um circuito aberto na porta de
diagnóstico do carro, muitas vezes causada pela Rádio Problema Aftermarket, Veja esta página em nosso site para obter mais
informações:

http://www.ross-tech.com/vag-com/aftermarket-radio.html

Depois de ter testado com sucesso, clique em [ ESTÁ BEM] então clique [ Salve •] para aplicar essa configuração, você será
devolvido à tela principal. Clique em [ selecionar] Para ver o ecrã Select Control Module. Escolha um dos módulos de controle tais
como 01-motor do seu carro.

Nota: Seu carro não terá todos os módulos de controle listados na VCDS, só os funcionais que foram instalados em seu

veículo. Veja a página de Aplicações para o seu carro em nosso site para mais informações:

www.Ross-Tech.com/vag-com/cars/applications/

Depois VCDS se conectou, clique em [ Os códigos de falhas-02] para verificar se há códigos de falha (CDT). Repita o processo para cada um

dos módulos de controle do seu carro. Se você encontrar problemas, consulte o FAQ em nosso site em primeiro lugar:

http://www.ross-tech.com/vag-com/vag-com-faq.html

Se você ainda tiver problemas, não hesite em contactar-nos com todos os detalhes sobre o seu PC e do veículo, de preferência enquanto você
está na frente de ambos:

Ross-Tech, LLC support@ross-tech.com Tel: +1 267-638-2300


VCDS - Tela Principal - Seção 2-A

Esta tela aparece quando você inicia VCDS clicando no atalho no seu desktop ou selecionando VCDS a partir do Menu Iniciar.
Estes screenshots foram tiradas usando o Microsoft Windows 7 com o estilo "Aero". Se você não estiver usando 7 Aero,
esperam que as telas de olhar diferente, mas as funções mais será a mesma.

Nesta tela, você tem 8 botões que você pode clicar em:

[Select] (Ver Secção 4 deste manual)

[Analise automatica] (Ver Seção 3 deste manual)

[Repor SRI] (Veja a Seção 22 deste manual)

[OBD-II] (Veja a Seção 23 deste manual)

[Formulários] (Veja a Seção 24 deste manual)

[Opções] (Veja a Seção 30 deste manual)

[Sobre] (Veja a Seção 31 deste manual)

Cada um dos botões acima é descrito em sua própria seção neste manual.

[Saída] (Isto fecha o programa VCDS)


VCDS - Auto de digitalização - Secção 3-A
(VAG 1551/1552 função 00)
Esta função verifica cada controlador no veículo para recuperar informações do controlador - Números VAG peça, número de
componentes, Soft. Codificação, WSC, e falha códigos.

Importante! AutoScan é provavelmente a função mais importante na VCDS. Nós recomendamos que você execute e
salvar um AutoScan completas sobre cada veículo que você trabalhar. Isto lhe dará uma história do veículo que pode ser
inestimável para o futuro, por exemplo, se um módulo de ABS falha e precisa ser substituído. Voltando para codificação mais
cedo é frequentemente muito mais simples do que tentando descobrir esses valores a partir do zero.

Primeiro, você deve Selecione Tipo de chassis:


Existem dezenas de diferentes módulos de controle que existem em toda a gama de veículos VW / Audi. Ninguém carro tem todos
os módulos! carros mais novos têm mais, carros mais velhos têm menos. Devido a isso, você deve selecionar um Tipo de chassis
que contém apenas os módulos que são plausíveis para um determinado chassi. Há algumas exceções, mas em geral, o tipo de
Chassis é a 7 e 8 dígitos do número VIN. Por exemplo WAUZZZ4F36N111022 tem dígitos 7 e 8 de 4F e é um "4F, Audi A6 C6".
Para ajudar a determinar Tipo de chassi adicionais consulte esta página no nosso site:

www.Ross-Tech.com/vag-com/cars/applications/

Se você selecionar Detecção automática (só pode) Enquanto o Tipo de chassis em carros mais recentes que têm um sistema de diagnóstico
totalmente PODE-based, VCDS pode determinar automaticamente quais módulos estão instalados em um carro particular e executar uma
Auto-Scan de exatamente esses módulos. Isso pode fazer a Auto-Scan consideravelmente mais rápido.
cont Auto Scan. - Seção 3-B

Há um arquivo no diretório VCDS chamado MyAutoScan.txt, onde você pode criar um perfil personalizado para seu veículo. Ele
pode ser editado, basta clicar no link acima da seleção Chassis Type. Isto irá abrir o arquivo no seu editor de texto padrão (como
o bloco de notas) para criar um perfil personalizado para seu veículo. Para ajudá-lo a descobrir quais os controladores estão em
seu carro, você pode executar o Módulo de Controle do Finder na seção 28 deste manual.

o Display Data Freeze Frame checkbox adiciona dados Freeze Frame para Códigos de falha em módulos de controle usando o
KWP-2000 ou protocolos mais recentes. Nem todos os módulos de controle de apoiar esta dados trama. Como regra geral, os carros
que foram re-desenhado a partir de 2003 provavelmente terá alguns módulos de controle que a apoiam, e desenhos mais antigos
não. Não há nenhum mal em deixar esta habilitado em qualquer caso. No entanto, desmarcando ele pode fazer os resultados menos
confuso em uma varredura que contém muitos códigos de falha.

[Começar]

Isto começa a varredura automática. Estar ciente; esse processo pode levar vários minutos. Enquanto a verificação estiver em
execução, VCDS vai percorrer as telas abertas controlador e código de falha para cada controlador, antes de voltar para a tela de
Auto Scan. Em módulos de controle mais recentes que têm diferentes Hardware e Software números de peças, Auto-Scan inclui o
Hardware Part Number ( “HW:”), como mostrado nas imagens. Uma vez que a verificação for concluída, clique duplo em qualquer
um dos nomes de módulo de controle em VERMELHO vai abrir a tela de códigos de falha para que o controlador e permitir-lhe para
limpar os códigos.

[Pare]
Isso interrompe o Auto-Scan. Pode ser um pouco complicado de tempo que apenas para a direita assim que você pode precisar clicar várias
vezes.

o Atualização automática caixa pode ser útil porque pode mostrar quando um código de falha aparece em um determinado sistema.
cont Auto-Scan. - Seção 3-C
[Lista Gateway Installation]
Apenas disponível em Gateways em carros usando uma conexão direta CAN para diagnósticos, esta função é igualmente acessível a
partir da tela Aplicativos. este muito rápido função recebe cerca de 3 segundos para consultar gateway do carro para descobrir o que os
módulos estão instalados no carro e que seu status é. Quaisquer módulos que tenham códigos de falha deve mostrar um "mau
funcionamento" e será destaque na VERMELHO . Clicar duas vezes em qualquer um dos nomes módulo de controle em VERMELHO

vai abrir a tela de códigos de falha para que o controlador e permitir-lhe para limpar os códigos. Os módulos são directamente
acessíveis a partir desta tela clicando duas vezes sobre a linha apropriada. As alterações à lista de Instalação Gateway pode ser
feita usando a função Codificação Gateway. A seguinte tela-shot é de um gateway Mk5 de golfe em um carrinho do teste:

[Limpar Tudo CDT]


Esta função só está disponível com nossos Interfaces HEX e é implementado de duas maneiras. No CAN-pré-Bus veículos,
VCDS irá acessar cada módulo de controle e DTCs claras de cada um individualmente. Em veículos que utilizam CAN-Bus
para diagnóstico, VCDS executa essa função sem acessar todos os módulos de controle individualmente (o Use pode
comandar
checkbox vai entrar em cada módulo). Se você não estiver usando uma Interface de HEX, então você vai precisar para entrar em
cada módulo que tem falhas para limpá-las individualmente. Esta função também pode ser acessada a partir da tela Aplicativos. O
seguinte aviso deve aparecer:
cont Auto-Scan. - Seção 3-D

O VIN deve ser recuperada automaticamente de todos os carros que "sabem" o seu VIN. Também nos módulos de controlo que lhe conferem,
códigos de motor e identificadores dos componentes Jxxx são mostrados como bem.

Resultados:

Se você fechar o diálogo Auto-Scan, todos os dados em sua caixa de saída será perdido. Se você gostaria de manter um registro, clique
no [ Cópia de] primeiro botão, então você pode colar os resultados para o aplicativo de sua escolha, tais como MS Word ou o Bloco de
notas.

[Impressão]

Esta função envia os resultados para a sua impressora.

[Salve •]
Esta função salva os resultados para um arquivo de texto no diretório de logs, normalmente em C: \ Ross-Tech \
VCDS \ Logs \

[Claro]
Isso apaga seus resultados. Isto não apaga os códigos de falha de qualquer um dos controladores. Você precisa entrar em cada
controlador de limpar códigos ou usar a função do Limpar Tudo DTC para isso.

Para retornar à tela principal, clique em [ Fechar]


Seção VCDS- Selecione Controle Módulo- 4-A

Os vários computadores no carro são chamados de “Módulos de Controle” ou “controladores”. Nesta tela, você seleciona quais
Módulo de Controle que você quer "conversar" com. Para estabelecer comunicação com um módulo de controle particular, basta
clicar no botão apropriado. Por exemplo, clique no botão [ 01 - Motor] botão para ligar ao controlador do motor.

Tabs do módulo: Cada aba na parte superior da tela contém um número de diferentes controladores agrupados por categoria. Em
carros podem base que têm um gateway adequada apoiando uma lista de instalação, VCDS preencherá automaticamente um ou
mais Instalado guias contendo botões apenas para os módulos de controle que são realmente instalados no carro. Ele faz
demorar cerca de 1,5 segundos para obter a lista da Gateway, então um pouco de atraso quando se clica

[Select] é normal / esperado. Quando usado em um carro que não tem um gateway que suporta uma lista de instalação, o velho
estilo Comum guia ainda irá ser mostrado. Para os clientes que usam VCDS principalmente em carros mais antigos que não têm
uma lista de instalação disponíveis, esse recurso pode ser desativado na guia Interface do Usuário e Identificação de tela Opções.
As outras abas são: Drivetrain, Chassis, Comfort / Conv., Electrónica 1, Eletrônica 2,

e LT3. Cada controlador possível está listada como um número e uma descrição, ou seja,
[01-Engine]. O número corresponde ao número do controlador que você encontraria em seu manual de reparação de fábrica nas
instruções para usar um VAG-1551 ou outra ferramenta de diagnóstico de fábrica. VCDS tem botões para todos os endereços de módulo
de controle atualmente suportados pelas ferramentas de diagnóstico de fábrica.

Entrada Direta: Os endereços podem ser acessados ​manualmente - basta digitar o número e clique em [ Ir!]

Para retornar à tela principal, clique em [ Volte]

Nota: Seu carro não terá todos os módulos de controle listados na VCDS, apenas aquelas funcionamento que foram instalados

em seu veículo. Veja a página de Aplicações para o seu carro em nosso site para mais informações:

www.Ross-Tech.com/vag-com/cars/applications/
VCDS - Open Seção Controller- 5-A

Esta tela aparecerá quando VCDS é o estabelecimento de comunicações com qualquer um dos módulos de controle mostrados na
tela de Select Control Module.

Estado Comm Mostra o status da sessão de comunicação atual. comunicações, uma vez foram estabelecidos:

• IC = Mostra o número de vezes que a sessão foi inicializada. Se IC aumenta para além de 1, as comunicações
são menos de 100% confiável.

• TE = é um contador de erros do transmissor dentro de pacotes individuais. TE superior a 0 pode indicar uma
comunicação confiável.

• RE = é um contador de erros receber dentro de pacotes individuais. RE maior que 0 pode indicar uma
comunicação confiável.

• Protocolo indica se o controlador de fala KWP-1281 , KWP-2000, CAN,


ou UDS. Diferentes funções e comportamento pode ser esperado, dependendo de qual protocolo é utilizado por
cada controlador. VCDS comunica muito bem com todos os quatro destes protocolos.

• Um cursor rotativo mostra que a comunicação está activa.


Abrir cont Controller. - Secção 5-B

Informações controlador

Uma vez que a sessão de comunicação ter sido estabelecida, todos os dados "Identificação" do Módulo de Controle é
apresentado aqui.

• Número VAG é o número de peça VW / Audi para este controlador. Todos os dígitos, números e letras, tornar-se o
número de peça. Em alguns casos, este número pode ser diferente do número na etiqueta no próprio módulo,
especialmente se o módulo foi reflashed por um concessionário por uma campanha de serviço.

• Componente contém mais informações de identificação sobre o controlador e pode conter um número de versão
para o firmware interno do controlador. O nível de firmware também é conhecido como a versão do software para o
controlador. No exemplo acima, a versão do software é 0010 uma vez que estes são os dígitos mostrados no
extrema direita no campo Componente.

• Suave. Codificação é a codificação de software que determina várias opções para o controlador. Nota: Alguns
módulos de controle mais velhos não são "codeable" e você pode ver um número de peça Bosch ou outras
informações neste campo. Em módulos que o uso a longo Coding você terá que clicar no [ Coding - 07] botão para
ver o valor de codificação atual.

• Fazer compras # identifica o WorkShopCode (WSC) armazenado na digitalização ferramenta que realizou a
última Coding ou procedimento Adaptação Neste módulo de controlo.

• o Extra campos podem mostrar VIN e informação ou controlador escravo números de peça Imobilizador em
alguns veículos.

Funções básicas
Este agrupamento de funções "seguro" é usado para ler vários dados do módulo de controle sem fazer quaisquer
alterações.

Funções avançadas
Estas funções são capazes de fazer várias modificações ao módulo de controlo. Você deve consultar o manual de reparação de
fábrica para o seu carro particular (ou para outra
procedimentos documentados) antes de "brincar" com estas funções. É completamente possível para tornar seus componentes
inoperáveis ​ou danos do veículo se você fizer alterações nesta seção sem a informação e formação correta.

É normal que alguns botões para a cinzento em alguns módulos de controle. Esta é uma indicação de que o módulo de controlo
em questão não suportar as funções. Cada um dos botões de função é detalhada nas páginas seguintes.

Usar [ Fechar Controller, Go Back - 06] fechar corretamente a sessão de comunicações e voltar para a tela Select Control
Module.
VCDs - Códigos de falha - Secção 6-A
(VAG 1551/1552 funções 02 e 05)

Nesta tela, VCDS mostra quaisquer DTC ( “códigos de diagnóstico”, ou códigos de falha) presentes no módulo de comando na
qual uma sessão de comunicação está ativo atualmente. VCDS mostra os números DTC e também decodifica cada DTC em texto
significativo.

No topo da tela é mostrado o número VAG Número e Component como encontrado na tela de Abrir Controller.

VCDS informa quantos códigos de falha foram encontrados e exibe cada um deles. A 4,
número 5,6, ou 7 dígitos é um código de falha VAG padronizado, que pode ser pesquisado nos Manuais de reparação fábrica. O
texto é uma descrição do modo de parte e fracasso. A carta e combinação de número entre parênteses é o identificador de
componente. Isto é seguido por elaboradores que descrevem a condição da falha como “004”, que significa “Sem Sinal /
Comunicação”. A segunda linha contém o código-P, ou código genérico OBD-II (se existir, existem milhares de códigos de VAG
sem equivalentes genéricos OBD-II).

o Use o modo agressivo checkbox se aplica somente a UDS / ODX módulos e é marcada por padrão. Quando marcado, VCDS
irá recuperar mais faltas do que até mesmo as ferramentas fábrica de VAS em alguns casos. Desmarque esta opção se você
deseja correlacionar VCDs resultados com os resultados de um VAS utilizados no modo manual (funções não guiadas). A função
AutoScan usa sempre o modo agressivo.
Falha códigos cont. - Secção 6-B

o Display Data Freeze Frame checkbox adiciona dados Freeze Frame para Códigos de falhas nos módulos de controle usando o / CAN
/ protocolos KWP-2000 UDS. Tenha em mente que muitos módulos de controle não estão cientes da data e hora reais, para que eles
possam apresentar datas falsas, assim como fazem com as ferramentas de verificação de fábrica. Nota: Nem todos os módulos de
controle de apoiar plenamente este. Como regra geral, os carros que foram re-desenhado a partir de 2003 provavelmente terá alguns
módulos de controle que o suportam, e desenhos mais antigos não. Não há nenhum mal em deixar esta habilitado em qualquer caso. No
entanto, desmarcando ele pode fazer os resultados menos confuso em uma varredura que contém muitos códigos de falha. Em veículos
que não suportam Freeze Frame, que opção não estará presente.

Um componente de dados do Quadro de gelo é o número de falhas de prioridade, tal como descrito abaixo:

Número Significado

0 Indefinido pelo fabricante.

1 A culpa tem uma forte influência na dirigibilidade, parada imediata é necessária.

2 A falha requer um compromisso de serviço imediato.

3 A falha não requer um compromisso serviço de imediato, mas deve ser corrigido com o próximo
compromisso de serviço.

4 A falha recomenda uma ação a ser tomada, caso contrário dirigibilidade pode ser afetada.

5 A falha não tem qualquer influência na dirigibilidade.

6 A culpa tem uma influência a longo prazo sobre a dirigibilidade.

7 A culpa tem uma influência sobre as funções de conforto, mas não influencia a dirigibilidade do carro.

8 Anotação geral

Frequência culpa mostra quantas vezes as condições que causaram a falha recorreram, durante todos os ciclos de condução.
Então, se você tem uma falha com uma frequência de 11, em seguida, condições suficientes para provocar a falha ter acontecido
11 vezes desde a falha foi armazenado. O contador pode ter valores de 0 a 254. Ele é incrementado com cada ocorrência da
falha (durante todos os ciclos de condução).

o Reiniciar contador é um número que tenha sido pré-atribuído a cada falha, com o número de ciclos de condução livre de
problemas antes de a falha presumivelmente limpa próprio. Cada vez que um ciclo de condução ocorre, e as condições suficientes
para provocar a falha não ocorrem, em seguida, o contador de reset deve ir para baixo por um. Então se você tem uma falha com
um Counter Reset de 40, se o controlador passa por um ciclo de condução sem problemas, em seguida, esse número deve ir até

39.
Falha códigos cont. - Secção 6-C

[Códigos de impressão] imprimirá um Relatório Código de falha. Se o seu PC não estiver conectado a uma impressora quando este botão é pressionado,

não se esqueça de usar o Windows para configurar a impressora para "Off-Line Work" em primeiro lugar! Mais tarde, quando você conectar o PC a uma

impressora, desmarque "Off-Line Work" para imprimir o relatório.

[Códigos de cópia] irá copiar seus códigos de falha para o Windows Clipboard. Depois de ter pressionado o botão Códigos de
cópia, você pode colar os resultados para o aplicativo de sua escolha, tais como MS Word ou o Bloco de notas.

[Save Codes] vai salvar um texto simples falha Relatório Código para o diretório Logs do seu PC, tipicamente: C: \ ross-tech \
VCDs \ Logs \

[Limpar Códigos - 05] irá enviar uma mensagem para o controlador pedindo-lhe para apagar as CDT de sua memória. Algumas
falhas não podem ser apagados (tais como falhas processador interno) e o módulo de controle pode explicitamente recusar ou pode
apenas ainda exibem a falha após uma tentativa de compensação. Esteja ciente, clicando em Limpar códigos não corrigir o
problema que causou a falha! CDT só deve ser apagada depois de corrigir a condição (s) que lhes causou, em primeiro lugar. Nota:
Não há nenhuma maneira de apagar DTCs individuais, deixando os outros sozinhos. Esta não é uma limitação no VCDS. É apenas
a forma como os protocolos VAG trabalhar. Nota: Em alguns casos, a ignição deve ser reciclados depois de limpar códigos mas
antes de executar determinadas funções, tais como Definições Básicas.

[Concluído, Go Back] leva de volta à tela de informações do controlador onde você pode selecionar outras funções.
VCDS - medição de blocos - Secção 7-A
(VAG 1551/1552 função 08)

Nesta tela, você pode ler todos os tipos de dados do módulo de controle em tempo real.

Usar [ Acima] e [ Dn] para percorrer os grupos disponíveis (000-255 na maioria dos módulos de controle) e você pode ver até três
grupos ao mesmo tempo. Não desanime quando você encontrar alguns que dizem "ERRO: Grupo xxx não disponível" ou se você
encontrar alguns grupos onde os campos estão todos em branco. A maioria de 1996 e mais novos ECU têm grupos na faixa de
200, mas muitas vezes há "lacunas" nos números.

Você também pode digitar um número de Grupo em qualquer ou todas as caixas de grupo e clique em [ Ir!]

Dupla da ECU: Para veículos com ECU da dupla (como o Audi R8), os dados de ambos ECU podem ser visualizadas
simultaneamente, acessando [ 31-Engine Outro] como mostrado aqui:
Medindo Blocos cont. - Secção 7-B

Você pode [ Registro] os dados a partir dos blocos de medição. Para mais informações consulte Registro de dados (Seção 8 deste
manual).

[Switch to Basic Settings] pode ser usado para ir a Configurações básicas para o Grupo que está sendo exibido. Isto deve ser
feito somente sob a orientação do manual de serviço ou quando após algum outro procedimento documentado. Para mais
informações, consulte a função Basic Settings (Seção 17 deste manual).

Nota: Vários grupos não são permitidos em Basic Settings. O [ Switch To Basic Settings] botão está desativado
intencionalmente se você tem grupos de "correr" nas segunda e terceira fileiras. O botão também é desativado em
controladores utilizando KWP-2000 / CAN / UDS. Sobre aqueles, você precisa ir diretamente para a tela de configurações
básicas. Para parar um grupo de execução, clique na caixa que exibe o número do grupo (como se você queria entrar um
novo número).

Os dados apresentados em cada medindo Bloco Grupo varia muito de Módulo de Controle de Controle Módulo e entre diferentes
modelos e anos. Alguns grupos estão documentadas nos manuais de reparação fábrica, mas não são muitos. Sinta-se livre para
explorar os módulos de controle em seu carro, percorrendo todos os Grupos. Você não pode ferir qualquer coisa com a função de
blocos de medição!

VCDS tentará "escala" os dados brutos provenientes do módulo de controlo em unidades realworld como graus C, km / h, etc. No
momento presente, todas as conversões são dimensionamento para unidades métricas (SI).

Nota: Grupo 000 e qualquer outro grupo que exibe 10 campos em vez de 4 é uma excepção. Sem escala é possível porque o
Módulo de Controle fornece nenhuma informação "Tipo de dados" para estes. Grupos deste tipo só pode ser exibido na linha
superior da tela.

VCDS também tenta elaborar tanto quanto possível o que significa que os dados. Infelizmente, a informação "Tipo de dados"
proveniente do Módulo de Controle não é tão preciso. Por exemplo: VCDS pode dizer que um determinado campo contém uma
temperatura, mas os dados do controlador não nos dizer se esta é a temperatura do líquido de arrefecimento ou a temperatura do
ar de admissão.

Para reduzir a confusão, VCDS suporta arquivos de etiqueta e irá exibir o nome do arquivo de etiqueta no canto superior esquerdo da
tela. Se você clicar sobre o nome do arquivo de etiqueta, o arquivo será aberto no bloco de notas ou qualquer programa que você tiver
definido para lidar com * .lbl arquivos. Os criptografados * arquivos mais recentes .clb não pode ser aberta da mesma maneira. Quando
um arquivo de etiqueta para o Módulo de Controle do que você está olhando não existe, VCDS vai vir para cima com um "palpite" para
o que um determinado tipo de dados significa. VAG-1551 dos concessionários e 1552 scantools não fornecem qualquer elaboração;
eles só mostram o que está nos campos de exibição!

Grupo 000 suporta etiquetas especiais. Devido a limitações de espaço na tela, esses rótulos são exibidos em um "balão"
quando o usuário passa o mouse sobre um campo:
Medindo Blocos cont. - Secção 7-C

Etiqueta Arquivos também permitir que um terceiro campo de etiqueta a ser definida para cada um dos campos de bloco de medição normais.
Esta etiqueta é exibida em um balão quando o usuário passa o mouse sobre o campo. A idéia é colocar "valores especificados" nesse campo:

Taxa de amostragem: Alguns ECU podem não estar disposto a produzir mais do que cerca de 3,5 amostras por segundo quando a
execução de um único grupo, mesmo com as configurações protocoltiming mais agressivos. Outros ECU podem ser muito mais
rápido. Exceto no mais lento PCs mais antigos, esta é uma limitação inerente ao firmware na ECU, não uma limitação no software
VCDS ou o PC. Naturalmente, se dois grupos estão a ser exibidos simultaneamente, a taxa de amostra cai cerca de metade do que
era executando um único grupo, e 3 grupos simultaneamente é executado em torno de 03/01. Taxa de amostragem irá variar de
controlador para controlador. Alguns controladores (particularmente transmissões AG4 e Digifant-III ECU) usar um tipo de dados
"híbrido" que requer a leitura de um longo cabeçalho quando mudar números de grupo. Visualizando vários grupos ainda trabalha
com estes tipos de dados, mas a taxa de amostragem se torna extremamente lento. Se você ver "Header Reading" o tempo todo
sob a exibição de taxa de amostragem, você sabe que você tem um desses.

Em controladores de motor usando KWP-2000, latas ou UDS, há um [ Turbo] botão no canto superior direito da tela de blocos de
medição quando se utiliza uma interface de HEX. Pressionando este botão pode acelerar significativamente amostragem, por
exemplo mais de 30 amostras por segundo quando log um único grupo no controlador do motor de expressão precoce Touareg.
Depois de ter pressionado [ Turbo]
você permanecerá neste modo de alta velocidade até sair da tela de medição de blocos:

O [ Gráfico] botão é usado para abrir VC-Scope, um plug-in para VCDS que lhe permite representar graficamente medição
Information Group. Consulte a Seção 32 para obter informações sobre VC-Scope.

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela do Open Controller.


Medindo Blocos cont. - Secção 7-D

Se você gostaria de gravar apenas um instantâneo no tempo das leituras atuais em cada grupo, clique em
[Adicionar ao Log]. Isto irá salvar os resultados para o seu PC, normalmente em seu diretório VCDS \ Logs

Medição de aceleração

Quando você tem um ou mais grupos de medição com velocidade (km / h) em que, ao clicar em
[Aceleração] irá abrir a janela de medição Aceleração, que permite que você insira iniciar e parar velocidades e distâncias.
Isto é descrito na medição Aceleração (Seção 14 deste manual).

Valores de medição avançadas

Você também pode querer experimentar a função de valores de medição avançada (ver secção 13), que o libera do formato de
agrupamento da função de blocos de medição. Para os controladores utilizando o protocolo / ODX / ASAM UDS, a função de
blocos de medição não está disponível e você deve usar valores de medição avançadas vez.

Aviso! Se você deseja observar os dados em tempo real, enquanto dirigindo o carro, por favor use uma segunda pessoa! Deixe uma
unidade enquanto o outro observa os dados, tornando-se que a pessoa que detém o PC não está na frente de um airbag ativo!

.
Registro de Dados - - VCDS Section 8-A
Você pode registrar os dados a partir da tela Blocos de Medição para um arquivo .csv * separada por vírgulas. Estes arquivos
podem ser abertos e analisados ​com o Excel ou outros aplicativos de planilha ou reproduzidos utilizando VC-Scope (veja a Seção
32 deste manual).

Exportação RPM única quando marcada irá gravar apenas RPM do primeiro campo e não vai gravar outros campos. Além disso,
isso só irá gravar valores RPM que não são zero. Este recurso pode ser útil se você está entrando para a saída do arquivo para
uma planilha ou outro software de terceiros

Enquanto a caixa de diálogo registo é aberto, [ Iniciar], [Stop], e [ Currículo] tudo pode ser feito com o mesmo botão. [ Começar] começa salvar
os dados em um arquivo de log.

[Pare] descontinua o armazenamento de dados para um arquivo de log

[Currículo] continua a salvação de dados para um arquivo de log.

[Concluído, Close] fecha o arquivo de log e existem fora da função Log.


cont registro de dados. - Section 8-B

Dupla da ECU: Para veículos com ECU da dupla (como o Audi R8), os dados de ambos os ECU podem ser registrados
simultaneamente, acessando [ 31 - Motor Outro] como mostrado aqui:

O [ Marcador] botão coloca um número sequencial no arquivo quando você clicar nele. Isso pode ser útil para análise de dados.

O [ Squeaky toy] botão permite que você especifique o local para seus registros. Por padrão, arquivos de log será colocado na

sub-pasta Logs no seu PC, normalmente: C: \ ross-tech \ VCDs \ Logs \

Por padrão, o nome do arquivo de log será o número controlador seguido por cada número de grupo que você está entrando. O
nome pode ser mudado a qualquer coisa que você gostaria. Se você reutilizar um nome de arquivo existente, seus novos dados
serão anexados ao arquivo.

Mudar para configurações básicas não está disponível durante o login (mas podem ser adicionados mais tarde). No entanto, você pode começar
um registro enquanto você está em Basic Settings.

Se VCDS continua insistindo que ele não pode abrir um arquivo de log, você provavelmente está faltando a pasta de logs e deve
re-instalar VCDS.
cont registro de dados. - Section 8-C

Exemplo usando o Microsoft Excel:

1. Escolha o grupo ou grupos que você deseja visualizar.


2. Clique no [ Registro] botão
3. Use nome de arquivo padrão, se desejar. Ele irá anexar o arquivo antigo, se você usar um determinado nome mais de uma vez.

4. Clique em [ Começar]

5. Dirija o carro através dos testes que você deseja executar


6. Clique em [ Pare]
7. Clique em [ Feito, Close] quando você está dados de registo terminado.
8. Abra o Microsoft Excel
9. Clique em File-> Open (mudança filetype a todos *. *)
10. Localize o arquivo * .csv que você criou, geralmente em C: \ ross-tech \ VCDs \ Logs \
11. Com o mouse selecione as colunas que deseja representar graficamente.

12. Clique no botão Assistente de gráficos.


13. Selecione Dispersão (XY) e clique em um dos formatos que tem linhas.
14. O assistente de gráficos irá pedir-lhe para nomear os eixos se quiser.
15. Pick, por exemplo, valores RPM para o eixo x e IAT para o eixo y

Você também pode usar o [ Gráfico] botão para abrir o plug-in VC-Scope para VCDS que lhe permite reproduzir arquivos de log.
Consulte a Seção 32 para obter informações sobre VC-Scope.

Aviso!
Se você estiver indo para usar VCDS enquanto estiver dirigindo, utilize uma segunda pessoa! Deixe uma unidade enquanto o
outro observa os dados, tornando-se que a pessoa que detém o PC não está na frente de um airbag ativo! Obviamente, não
infringir nenhuma lei, acelerando ou de outra forma ao usar VCDS!
VCDS - Secção leitura- Individual 9-A
(VAG 1551/1552 função 09)

Esta função permite-lhe olhar para os dados em tempo real de módulos de controle que o suportam. No entanto, o fluxo de
dados proveniente do módulo de controle não dá nenhuma pista o que os dados significa ou como escalá-lo em valores reais.

A única maneira de saber o que os valores médios é encontrar uma referência a esta função no Manual de Reparação de
fábrica para o seu carro.

Esta função é raro, mas ele é usado, por exemplo, com alguns motores OBD-I 2.8L 12V V6.

O próprio nome desta função nos incomodou, então nós adicionamos uma torção. Você pode olhar para dois canais de "Single
leituras" de uma vez!

Usar [ Acima] e [ Dn] para percorrer os grupos disponíveis (000 - 255 em alguns módulos de controle). Não desanime quando
encontrar algum onde os campos estão todos em branco. Você também pode digitar um número de canal na caixa de Canal e
clique em [ Ir!]

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela do Open Controller.

Nota: Na tela Abrir Controller, o botão de códigos suportados aparecerá no lugar da função de leitura única em módulos que
apoiá-lo, uma vez que as duas funções são mutuamente exclusivas.
VCDS - Seção Codes- suportados 10-A

Códigos suportados funcionar: Apenas alguns KWP2000 / CAN / módulos de controle UDS suportar esta função e não há
nenhuma maneira de dizer que têm essa capacidade sem tentar a função. VCDS pode exibir todas as combinações Modo DTC e
falha que um módulo de controlo é capaz de detectar, incluindo o estado actual de cada.

Você pode classificar os resultados selecionando os botões de rádio no lado direito da tela.

Usar [ ESTÁ BEM] para retornar à tela do controlador Info / Select Function.

Nota: Na tela Abrir Controller, o botão de códigos suportados aparecerá no lugar da função de leitura única em módulos que
apoiá-lo, uma vez que as duas funções são mutuamente exclusivas.
VCDS - Ver Readiness - Secção 11-A
(VAG 1551/1552 função 15)

O Código Readiness é um conjunto de 8 bits, cada um dos quais corresponde a um emissões monitorizadas "sistema" em um
carro OBD-II. Quando todos os bits de prontidão Show "Aprovado", significa que todos os sistemas foram verificados e passaram
nos testes a bordo.

Sempre que você DTCs claro, todos os bits de prontidão que são testáveis ​será definido como "Fail" ou "Falha ou Incompleto". A
maioria dos carros não têm todos os 8 sistemas, de modo que o ECU deve reconhecer os bits correspondentes a sistemas que não
estão realmente no carro. Estes virão para cima "Aprovado" automaticamente, sem passar por qualquer teste.

É preciso uma variedade de condições de condução específicas para "testar" todos os sistemas. Na prática, a condução de um carro
corretamente funcionamento por 2-3 dias, incluindo pelo menos uma curta viagem estrada, deve ser suficiente para testar cada um dos Bits
prontidão para definir todos os testáveis ​para "Aprovado". Isso pode ser feito em um curto espaço de tempo usando um procedimento muito
específico e complicado encontradas na seção On Board Diagnostic do manual de reparação de fábrica para o seu motor ou você pode usar
a função Script Readiness guiada em VCDS conforme descrito posteriormente nesta seção.
Ver cont Readiness. - Artigo 11-B
VCDS também decodifica os bits de prontidão em dados significativos sobre motores TDI modernas, incluindo US-mercado
common-rail motores TDI-140. Diesel Readiness é um VCDS exclusivo, nem mesmo o VAS-5051/5052 faz isso:

Clique em [ Salve •] para armazenar os resultados para o seu PC, tipicamente neste diretório em seu PC:

C: \ Ross-Tech \ VCDS \ logs

Usar [ Volte] para retornar à tela do Open Controller.

Notas:

A função de prontidão só está disponível nos controladores de motor que são OBD-II compatível (todos os 1996 e mais recente US-Model)
ou compatível com EOBD (todos os 2001 e os modelos europeus no mercado mais recentes).

modelos não-americanas e IDC mais antigos podem não suportar a função de prontidão, embora sejam de outra forma OBD-II
compatível. OBD-I não requer nenhum "monitores".

motores de 12V 2.8L V6 podem ter bits de prontidão armazenados em ou perto de medição Grupo bloco 029.
Ver cont Readiness. - Artigo 11-C
o Scripts Readiness guiadas função irá guiar o usuário através do processo de criação Readiness sobre os motores que a
apoiam, clicando no [ Definir a prontidão] botão. O botão ficará esmaecido se os bits de prontidão já estão definidos (você pode
limpar os códigos de falha para un-configurá-los) ou se a documentação apropriada não existe no VCDS para que ECU
específica:

Scripts Readiness guiadas exigem dados de apoio em arquivos de etiqueta. Não cada motor possível está documentada, mas
esperamos ter a maioria dos motores US-modelo cobertos no futuro.
Se você tem um motor específico que você gostaria de ver coberto e tem uma escrita
procedimento para ele, por favor contacte-nos em support@Ross-Tech.com de preferência por e-mail uma análise automática.

Usar [ Próximo] para avançar através das instruções na tela ou [ Cancelar] para sair do Readiness guiada.
VCDS - Avançado de identificação - Artigo 12-A
(VAS 5051/5052 “Serviços de Identificação”)

Corresponde a VAS-5051/5051 "Serviços de Identificação"

Esta função exibe dados adicionais (e às vezes bastante Arcanos) a identificação do módulo de controle que não se encaixa
na tela Abrir Controller.

Notas:

• A função Advanced ID não está disponível em módulos de controle usando o protocolo KW1281 de idade.

• A quantidade de dados que aparecem na tela variam de acordo com o que o módulo de controle suporta.

[Cópia de] irá copiar as informações exibidas nesta tela para a área de transferência do Windows. Depois de ter pressionado o botão
Códigos de cópia, você pode colar os resultados para o aplicativo de sua escolha, tais como MS Word ou o Bloco de notas.

[Salve •] vai salvar um relatório de texto simples para o seu PC, tipicamente neste diretório: C: \ RossTech \ VCDS \ Logs

Usar [ Volte] para retornar à tela do Open Controller.


VCDS - valores de medição avançadas - Artigo 13-A

Esta função expande a função de blocos de medição e permite selecionar até 12 valores de medição de até 12 grupos diferentes a
partir de um diálogo de seleção que mostra o conteúdo dos valores de medição. Esta função só está disponível quando existe um
arquivo de etiqueta para o módulo de controle que está sendo acessado. Para os controladores utilizando o protocolo / ODX /
ASAM UDS, a função de blocos de medição não está disponível e você deve usar avançado de medição Blocos vez. Para
controladores UDS, os “pedidos Grupo UDS” checkbox pode acelerar taxas de amostragem.

Aviso!
Se você deseja observar os dados em tempo real, enquanto
dirigindo o carro, por favor use uma segunda pessoa! Deixe uma
unidade enquanto o outro observa os dados, tornando-se que a
pessoa que detém o PC não está na frente de um airbag ativo!

Nota: Você também pode querer experimentar a função de


blocos de medição, que acessa os mesmos dados, mas em um
formato diferente. (Ver secção 7 deste manual).

A função de valores de medição avançada tem duas telas, o


principal mostrado em cima e a janela Item Selecção
mostrado à direita. Verifique cada valor que você gostaria de
mostrar e desmarque cada que você gostaria de remover.
Use a caixa de entrada de dados em cima para filtrar apenas
os itens que contêm a palavra que você entra como
“combustível” mostrado aqui. Use o [ Claro] botão para
remover o filtro. ►
Medição Avançada Valores cont. - Artigo 13-B
VCDS permite salvar uma lista de valores de medição avançadas, para ser facilmente acessado mais tarde. Por exemplo, se você costuma fazer
logon velocidade do veículo, velocidade do motor, ingestão de massa de ar, e da ignição, então você pode criar um arquivo para carregar
rapidamente essas seleções novamente. Para salvar um conjunto de itens, clique no logotipo VCDS encontrados no canto superior esquerdo da
janela de seleção de item, em seguida, selecione "Salvar seleção para arquivo":

Dê um nome ao arquivo e especifique o diretório se desejar. Para carregar um conjunto de itens salvos anteriormente, clique no logotipo
VCDS encontrados no canto superior esquerdo da janela de seleção de item, em seguida, selecione "seleção Load from file". Localize o
arquivo salvo anteriormente e clique em [ Abrir].

Taxa de amostragem: A quantidade de dados adquiridos em um determinado período de tempo é determinado pelo controlador no
veículo. A seleção de um maior número de diferentes grupos irá resultar em mais lento de amostragem tão momentâneas "picos" ou
"mergulhos" será mais difícil de capturar. Em controladores Engine usando KWP-2000 / CAN / UDS, há um [ Turbo] botão para
acelerar significativamente amostragem, por exemplo mais de 30 amostras por segundo quando log um único grupo em nosso
Touareg. O controlador permanecerá neste modo de alta velocidade até sair da tela avançada de medição Blocks. Esta função só
está disponível quando se usa uma interface de HEX.

[Gráfico] vai abrir VC-Scope um plug-in para VCDS que lhe permite representar graficamente medição Informações do Grupo e
exibir medidores virtuais personalizáveis. Para mais informações, consulte a seção VC-Âmbito deste manual (seção 32).

Você pode [ Registro] os dados do avançado ecrã blocos de medição. Para mais informações consulte a seção Registro de dados
deste manual (secção 8).

Se você gostaria de gravar apenas um instantâneo no tempo das leituras atuais em cada grupo, clique em
[Salve •]. Isto irá salvar os resultados para o seu PC, normalmente em seu diretório VCDS \ Logs

Quando você tem um ou mais grupos de medição com velocidade (km / h) em que, ao clicar em
[Aceleração] irá abrir a janela de medição Aceleração, que permite que você insira iniciar e parar velocidades e distâncias.
Isto está descrito na secção de medição de aceleração deste manual (secção 14).

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela do Open Controller.


VCDS - Aceleração Medição - Secção 14-A

Quando você tem um ou mais blocos de medição ou avançada de medição Valores com velocidade (km / h) em que, ao clicar em
[ Aceleração] irá abrir a janela de medição Aceleração, que permite que você insira iniciar e parar velocidades e distâncias. Depois
de introduzir os valores que você deseja medir, clique em [ Começar]. Em seguida, faça a aceleração é executado em um local
seguro e legal. O "relógio" começará a contar quando o carro começa a acelerar. Quando terminar, clique em [ Salve •] para salvar
uma cópia de seus resultados para o diretório C: \ Ross-Tech \ VCDS \ Logs.

Usar [ Feito, Go Back] para retornar aos blocos de medição ou avançado ecrã valores de medição.

Nota: A tolerância +/- mostrado baseia-se na frequência de amostragem dos dados seleccionados. Use um único grupo de medição e
verifique a tela Opções para dicas sobre como obter a taxa de amostragem mais rápido possível. Nossos testes em um dragstrip
produziram resultados dentro da tolerância. Obviamente, mudanças como diâmetro total do pneu pode afetar significativamente os
resultados.

Aviso!
Se você deseja observar os dados em tempo real, enquanto dirigindo o carro, por favor use uma segunda pessoa! Deixe uma unidade
enquanto o outro observa os dados, tornando-se que a pessoa que detém o PC não está na frente de um airbag ativo!
VCDS - Login - Artigo 15-A
(VAG 1551/1552 função 11)

A função de login deve ser utilizado em algumas (mas não todas) módulos de controle antes que você possa Recode ou alterar valores
de adaptação. Em outros, ele "permite" certos recursos como controle de cruzeiro. códigos de login válido podem ser encontradas no
Manual de Reparação de fábrica para o seu carro.

Se você estiver trabalhando em uma Imobilizador, selecione [ Use sete dígitos PIN / SKC] para introduzir um 7 dígitos chave de código secreto.
Esta função é descrita na Seção 16.

balões: VCDS pode mostrar "charts" login quando a informação apropriada está disponível em um arquivo de etiqueta para o módulo
de comando em questão. O balão irá aparecer depois de alguns segundos se o arquivo de etiqueta contém as informações
apropriadas.

este aviso aparece no canto superior direito da


tela se a sessão é desconectada depois de ter
feito um login. ►

A causa mais comum é o uso de um código de login incorreta ou a 7 dígitos PIN / SKC baseado em um ID Imobilizador incorretos
ou dados incorretos inseridos no diálogo de 7 dígitos. Você precisará sair do Controlador e fazer outro login. Em alguns casos, o
módulo pode “timeout” para aumentar exponencialmente durações com cada tentativa de login inválido.

Use o [ Faça!] botão para salvar o login e voltar ao ecrã de selecção de função.

Use o [ Cancelar] botão para cancelar o login e voltar ao ecrã de selecção de função.
VCDS - 7 dígitos PIN / SKC - Secção 16-A

O PIN / SKC diálogo de 7 dígitos (chave de código secreto) é usado para Matching Key e Imobilizador Adaptação. Esta função
ainda está em VCDS mas é praticamente obsoleta, pois VW / Audi parou de dar a 7 dígitos SKC do em 2005. Apenas no caso de
você obteve o seu 7 dígitos SKC antes disso (junto com a WSC necessário, Importador e datar o código era gerado), instruções
sobre como utilizar esta função podem ser encontrados em nosso site:

http://ross-tech.com/vcds-lite/manual/pinskc.html

Importante: A menos que você já tem as informações SKC para o seu veículo e componentes, então você não será capaz
de fazer qualquer uma das funções do imobilizador. Por favor, veja o FAQ número 4.15 para obter informações sobre
disponibilidade SKC.
VCDS - Basic Settings - Artigo 17-A
(VAG 1551/1552 função 04)

modo de configurações básicas é muito semelhante ao Blocos e os conteúdos de cada grupo de exibição é a mesma medição. A
diferença entre as funções é que o Módulo de Controle pode tentar executar várias calibrações, enquanto no modo Definições
Básicas.

O uso mais comum para a função Basic Settings é recalibrar o corpo de borboleta. Outro uso comum para configurações básicas
é a sangrar Unidade hidráulica do ABS em alguns carros. Por favor, consulte um manual de reparo de fábrica para o seu carro
antes de tentar fazer estes procedimentos!

Em controladores usando KW-1281, a função Basic Settings “faz sua coisa”, logo que você digitou um número de grupo e clicar [ Ir!]
ou assim que você entrou configurações básicas através da função de blocos de medição. Em controladores utilizando KWP-2000
/ CAN / UDS, pode haver uma [ ON / OFF / Next] botão que permite que você iniciar e sair Configurações básicas, enquanto
continuam sendo capazes de ver os valores nos grupos de medição. Isto não aparece cada vez e sua aparência e função são até
cada controlador no carro.

Se você gostaria de gravar apenas um instantâneo no tempo das leituras atuais em cada grupo, clique em
[Adicionar ao Log]. Isto irá salvar os resultados para o seu PC, normalmente em seu diretório VCDS \ Logs

[Mudar para Meas. blocos] vai voltar para o passivo (e "seguro") Modo de medição (apenas em controladores usando
KW-1281) Blocks.

[Gráfico] vai abrir VC-Scope, um plug-in para VCDS que lhe permite representar graficamente Configurações Informações Básicas
e exibir medidores virtuais personalizáveis. Para mais informações, consulte a seção VCScope deste manual (seção 32).
cont configurações básicas. - Artigo 17-B

Você pode começar e terminar uma de Dados [ Registro] enquanto em Basic Settings. Consulte a seção 8 deste manual para obter informações sobre

registro de dados.

Para módulos de controle que têm um arquivo de etiqueta com informações Configurações básicas, um menu drop-down está disponível
que permite que você selecione as funções configurações básicas suportados. Abaixo desse menu é uma área para exibir informações
adicionais para configurações básicas. Os dados a serem exibidos nesta área vem dos arquivos de etiqueta e isso pode levar algum tempo
antes de dicas são incluídos para a maioria dos grupos Ajustes básicos.

Como é o caso para outras funções sob UDS, já não existem quaisquer números de canal ou de grupo. Em vez disso, a
configuração Basic para ser executada deve ser selecionada a partir de uma lista drop-down:

Dupla da ECU: Para veículos com ECU da dupla (como o Audi R8), o modo de configurações básicas para ambos ECU pode ser
acessado simultaneamente por endereçamento [ 31 - Motor Outro]

advertências:

• Você deve consultar o manual de reparação de fábrica para o seu carro particular (ou algum outro procedimento
documentado) antes de "brincar" com a função Definições Básicas. A falha em seguir os procedimentos
adequados pode resultar em sérios danos ao veículo.

• Embora você possa usar o [ Acima] e [ Dn] botões para percorrer os grupos disponíveis apenas como na tela Blocos
de Medição, esta não é uma boa idéia, pois você pode colocar o controlador em Configurações básicas para um
grupo que não tinha a intenção.
cont configurações básicas. - Artigo 17-C

Em UDS módulos de controle que oferecem "Instruções", VCDS irá exibi-los automaticamente. Além disso, valores de medição de
UDS podem ser exibidos simultaneamente clicando no [ Mostra de medição de dados] botão:
cont configurações básicas. - Artigo 17-D

Notas:

• Vários grupos não são permitidos em Basic Settings. Os dados apresentados em cada
Configurações básicas Grupo varia muito de Módulo de Controle de Controle Módulo e entre diferentes modelos e
anos. Alguns grupos estão documentadas nos manuais de reparação fábrica, mas não são muitos.

• VCDS tenta elaborar sobre o significado dos dados, tanto quanto possível, mas o "Tipo de dados" informações
provenientes do Módulo de Controle não é muito preciso. Por exemplo: VCDS pode dizer que um determinado
campo contém uma temperatura, mas os dados do controlador não nos dizer se esta é a temperatura do líquido de
arrefecimento ou a temperatura do ar de admissão.

• Para reduzir a confusão, VCDS suporta arquivos de etiqueta e irá exibir o nome do arquivo de etiqueta. O nome do
rótulo do arquivo é exibido no canto superior esquerdo quando você está em blocos ou configurações básicas de
medição. Se você clicar sobre o nome do arquivo de etiqueta, o arquivo será aberto no bloco de notas ou qualquer
programa que você tiver definido para lidar com arquivos * LBL. Os criptografados * arquivos mais recentes .clb não
pode ser aberta da mesma maneira. Quando um arquivo de etiqueta para o Módulo de Controle do que você está
olhando não existe, VCDS vai vir para cima com um "palpite" para o que um determinado tipo de dados significa. Os
concessionários VAG-1551 e 1552 Scan-ferramentas não fornecem qualquer elaboração; eles só mostram o que
está nos campos de exibição! Configuração Básica irá exibir um balão pop-up quando o mouse se pairava sobre
cada valor, se o arquivo de etiqueta contém informações para esse campo nesse controlador.

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela do Open Controller.


VCDS - Testes de saída - Seção 18-A
(VAG 1551/1552 função 03)

A função de testes de saída é usada para testar saídas eléctricas de um módulo de controlo (e a cablagem, que se conecta
aos vários dispositivos). Testes de saída sob KWP-2000 / CAN / UDS inclui dados de medição simultânea quando disponível
a partir do módulo de controle em questão, no UDS, clicando no [ Os valores de medição] botão.

Para começar testes de saída seqüenciais, e progredir através de cada passo, clique em [ Iniciar / Next]. Em alguns casos, um [ Ativar]
botão aparecerá, dependendo das especificidades do módulo de controle.

Notas:
As saídas que podem ser testadas e a sequência em que se tornam activas são rigorosamente controlados pelo módulo de
controlo; esta não é uma função do dispositivo de teste de diagnóstico. Para descobrir quais saídas podem ser testados e a
sequência em que eles vão se tornar ativo, consulte o manual de reparação de fábrica para o seu carro.

Uma vez que a sequência de teste foi iniciado, clicando em [ Feito, Go Back] irá levá-lo de volta para a tela de função Abrir
Controller. A sequência do ensaio será ainda ativo!

A maioria dos módulos de controle permitirão a sequência de teste de saída para ser executado somente uma vez por sessão.
Se você executar a sequência de teste até a conclusão, VCDS lhe permitirá retornar à tela anterior sem fechar a
sessão, mas você pode não ser capaz de executar a sequência de teste de saída novamente. Se você precisa executar a
seqüência novamente, feche manualmente o controlador e volte a iniciar a sessão. Em alguns carros, você deve ciclo a tecla OFF
e ON ou mesmo ligar o motor (para limpar os cilindros de combustível).

Alguns testes de saída requerem ação adicional antes que se tornem ativas. Injetores de combustível são um exemplo comum. Para ativar
um injetor de combustível, você deve pressionar (e em alguns casos release) o pedal do acelerador. Os detalhes exatos podem ser
encontrados no Manual de Reparação de fábrica.
Testes de saída cont. - Artigo 18-B

Na maioria dos sistemas, a função de testes de saída está disponível apenas quando o motor não estiver funcionando.

É perfeitamente normal ver uma mensagem "curto para a terra" no processo de execução de testes de saída. O ECU identifica
qual a saída que está actualmente a testar enviando um número culpa-código. Em muitos ECUs o texto completo para este
código de falha inclui "curto para a terra". Por quê? Uma vez que um dos lados do actuador em questão tem de alimentação
fornecido todo o tempo e a ECU completa o circuito (e transforma o actuador em) puxando o outro lado para o solo.

Aviso:

Não utilize a função de testes de saída em qualquer sistema, enquanto o carro está em movimento! Executando testes de saída no
sistema de freio ABS pode desativar temporariamente os freios totalmente e causar rodas individuais para bloquear e desbloquear.

Sugerimos que você consulte o Manual de Reparação de fábrica para o seu carro específico antes de executar testes de
saída em qualquer Módulo de Controle, assim você saberá o que esperar!

Se você tentar executar testes de saída em um controlador de Airbag, o seguinte aviso aparecerá:

Por exemplo, no VW Touareg, um procedimento específico deve ser realizado para ser capaz de iniciar o veículo se testes
de saída do Controlador Airbag foram realizados.
Testes de saída cont. - Artigo 18-C

Testes de saída seletiva. Pelos módulos que suportam, esta é uma versão mais sofisticada da função de teste tradicional
(seqüencial) de saída. Ele permite que o usuário selecione uma

saída particular e ativá-lo diretamente, sem passar por uma sequência pré-definida para chegar lá. Alguns módulos têm saídas que
só pode ser testado desta maneira. Testes de saída seletivos exige suporte de dados em um arquivo de etiqueta (ou arquivo ROD
para módulos UDS). Não há maneira de consultar de forma eficiente um módulo de controle para descobrir quais saídas são
suportados.
Testes de saída cont. - Artigo 18-D

Os valores de medição podem ser visualizadas durante testes de saída em módulos de UDS / ODX. Isto pode ser útil para
verificar que determinadas saídas estão funcionando como pretendido, clicando no
[Medição Valores] botão:

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela do Open Controller.


VCDS - Recode ou longa Codificação - Artigo 19-A
(VAG 1551/1552 função 07)

Recode é usado para definir várias opções em um módulo de controle. Nota: Alguns módulos requerem um login válido antes de
poder voltar a codificá-las.

Aviso! Você deve consultar o manual de reparação de fábrica para o seu carro particular (ou algum outro procedimento
documentado) antes de tentar recodificar um módulo de controle. No mínimo, anote os valores originais, economizando uma
análise automática é uma ótima maneira de fazer isso. Não há outra maneira de "desfazer" os valores se o que você está
tentando fazer não funciona.

VCDS pode mostrar codificação "charts"


quando a informação apropriada está
disponível em um arquivo de etiqueta para o
módulo de comando em questão. Esta
informação é mostrada em um balão na tela de
codificação. ►
cont Recode. - Artigo 19-B

Uma característica única de VCDS: Você pode deixar o Código WorkShop inalterada, ou introduzir qualquer código de oficina que
desejar. Alguns outros programas sempre deixar uma WSC diga-conto quando você re-código de um módulo. O número Importador
só é relevante para recodificação controladores que usam KWP-2000. Por padrão, este permanecerá inalterada, a menos que você
tenha configurado um número Importador na tela Opções.

Codificação airbag:

Quando a codificação nova Airbag Módulos em muitos modelos VW, VCDS pode "Sugerir" um valor de codificação apropriada com
base no número de índice do controlador de airbag. Este recurso está disponível somente quando VCDS é usado com um dos
nossos interfaces de classe profissional (HEX). Disclaimer: Nós não podemos garantir que a codificação sugerido por VCDS será
correta, mas não deve haver nenhum mal em tentar isso. Se não estiver correto, o módulo de controle deve recusar-se a aceitá-lo e
a codificação permanecerá em 00000. Para aceder a esta função, clique no botão [ Codificação Helper] botão:

Siga as instruções na tela para localizar o número de índice para o controlador de airbag:
cont Recode. - Artigo 19-C

Enquanto o Índice introduzido é válido e documentação existe no arquivo de rótulo adequado, o novo Coding (seja curta ou longa
codificação Coding) deve ser inserido no campo Codificação Software:

Veja o Airbag Codificação página em nosso site para mais informações:

www.Ross-Tech.com/vag-com/cars/airbag-coding.html

Codificação de Slave Módulos. Nos últimos carros, muitos módulos "escravos" são codeable. As telas de codificação (regulares e
"long") irá apresentar uma lista em baixo de módulos disponíveis que podem ser selecionados para a codificação:
cont Recode. - Artigo 19-D

Longo Coding. Esta função é necessária para código de alguns módulos de controle em carros que usam CAN para diagnósticos.
Devido à complexidade de Long Codificação cordas (até 255 bytes de dados hexadecimais) temos acomodados (e insistir) o uso
de Copiar e Colar nesta função e uso da Longo Codificação Helper. Verifica a soft reset caixa (UDS apenas) se for mencionado
nas instruções de reparação.

Longo Helper Codificação é utilizado com aplicações tais como excelente LCode.exe de Niels Ezerman (incluído com a
distribuição mais recente do VCDS). Clique em cada um dos números byte na linha 3) e você verá as opções selecionáveis ​em
linha 4). Eles podem ser caixas individuais, como mostrado abaixo. Marque ou desmarque a caixas para os resultados
desejados. Exemplo: "Adaptive Cruise Control (ACC) instalado".
cont Recode. - Artigo 19-E

Algumas configurações de codificação exigir vários bits para ser alterado. Nestes casos, você pode selecionar a partir de um
menu drop-down que representa os bits apropriados:

Depois de fazer as alterações desejadas na helper Codificação Longo, fechando esse aplicativo (usando a tecla [ESC] no
teclado ou clicando na caixa do Windows X no canto superior direito da tela, ou clique no botão Exit na parte superior esquerda
do tela) vai enviar o seu novo valor de Codificação de volta para a tela de Codificação onde você pode clicar [ Faça!].

o Bateria Assistente de Codificação é usado para os carros que requerem uma bateria de substituição a ser codificado no módulo
Regulamento de 61 Bateria: Note-se que o número de série de 10 dígitos podem ser precedidos pelo código de fornecedor da
bateria, por exemplo VAO para Varta. Se o código for VAO25402160104 seguida, solte o VAO e basta digitar 25402160104 :
cont Recode. - Artigo 19-F

Em alguns veículos mais novos, como o 8T0 (plataforma B8 Audi), a instalação Gateway não é acessível através de Longo
Codificação. Em tais casos, usar o [ Lista de instalação botão no ecrã Abrir Controller para 19 - PODE porta de entrada para
aceder a este ecrã. Esta função está disponível em todos os gateways que suportam uma lista de Instalação:

Se aparecer um aviso módulo de controle não


inicializado, isso significa que um ou mais dos números
Código WorkShop, importador, ou equipamento são
todos os zeros. Uma vez que alguns módulos não
permitirá que você para salvar valores de codificação, a
menos números diferentes de zero estão em qualquer
um ou todos esses campos, VCDS mostra este erro
quando se pensa que este pode ser o caso. ►

Na maioria dos casos você deve clicar [ Sim] para permitir VCDS para entrar 12345/123/12345 nesses campos. Se clicar em [ Não] em seguida,
VCDS vai tentar usar os valores atualmente armazenados no módulo mesmo se eles são todos zeros. Se clicar em [ Cancelar] em seguida,
VCDS permitirá que você digitar manualmente os valores para cada um desses campos.

Use o [ Faça!] botão para salvar a nova codificação suave para o controlador e retornar à tela do Open Controller.

Use o [ Cancelar] botão para voltar ao ecrã de Abrir Controlador sem fazer alterações.
VCDS - Adaptação / adaptação a longo - Artigo 20-A
(VAG 1551/1552 função 10)

A função de adaptação permite que você altere certos valores e / ou definições em módulos de controle que o
suportam.

Aviso!
Você deve consultar o manual de reparação de fábrica para o seu carro particular (ou algum outro procedimento documentado)
antes de "brincar" com a função de Adaptação. No entanto, muitos canais de adaptação disponíveis são totalmente
indocumentados! Você pode usar o [ Acima] e [ Dn]
botões ao lado Canal para percorrer todos os 255 canais possíveis, ou você pode inserir manualmente um número de canal e
clique em [ Ler]. Se existe um canal, VCDS irá mostrar-lhe o Valor armazenado. Se um canal não existe, o valor armazenado
será exibido como "N / A". Outros dados do controlador pode ou não enviar serão decodificados e mostrado nos quatro
campos de exibição na parte superior da tela.

Se aparecer um aviso módulo de controle não


inicializado, isso significa que um ou mais dos números
Código WorkShop, importador, ou equipamento são
todos os zeros. Uma vez que alguns módulos não
permitirá que você para salvar os valores de adaptação a
menos números diferentes de zero estão em qualquer
um ou todos esses campos, VCDS mostra este erro
quando se pensa que este pode ser o caso. ►

Na maioria dos casos você deve clicar [ Sim] para permitir VCDS para entrar 12345/123/12345 nesses campos. Se clicar em [ Não] em seguida,
VCDS vai tentar usar os valores atualmente armazenados no módulo mesmo se eles são todos zeros. Se clicar em [ Cancelar] em seguida,
VCDS permitirá que você digitar manualmente os valores para cada um desses campos.
Adaptação / cont adaptação longa. - Artigo 20-B

Etiqueta Os arquivos podem suportar valores e descrições para os canais de adaptação. Um gráfico de ajuda pode ser exibida em um
balão. Para módulos de controle que têm um arquivo de etiqueta com informações Adaptação (ou para os módulos UDS com um
arquivo ROD), um menu drop-down será mostrado, que permite que você selecione uma das funções suportadas:

Depois de ter atingido um canal de interesse, você pode usar o [ Acima] e [ Dn] botões ao lado Novo valor alterar gradualmente o
valor. Ou você pode entrar diretamente um Novo valor
e clique em [ Teste]. Isto irá dizer ao controlador para usar temporariamente o novo valor que você possa avaliar os seus efeitos.

Quando estiver satisfeito com o efeito de um Novo valor, você pode armazená-lo no controlador permanentemente clicando em
[ Salve •].

Se você gostaria de gravar apenas um instantâneo no tempo das leituras atuais em cada grupo, clique em
[Adicionar ao Log]. Isto irá salvar os resultados para o seu PC, normalmente para o seu C: \ RossTech \ VCDS \
Logs diretório.

Notas:
Canal 00 é um caso especial. Executando uma [ Salve •] ao Canal 00 repõe todos os valores de adaptação para seus
padrões originais de fábrica. Isso só funciona em controladores que suportam esta função, consulte a Fábrica Repair Manual
para saber se este procedimento se aplica a cada controlador no seu veículo.

Alguns controladores de motor e Imobilizador vai exigir um login válido antes de permitir que você
[Teste] ou [ Salve •] valores de adaptação.

Os valores colocados em com [ Teste] mas não salva persistirá até controlador é alimentado-down.
Adaptação / cont adaptação longa. - Artigo 20-C
UDS: Para os controladores utilizando o protocolo / ODX / ASAM UDS, o menu drop-down deve ser utilizado, uma vez Canais de
adaptação tradicionais não se aplicam. VCDS suporta Adaptação para todos os módulos de controle da VW Crafter / LT3 como
explicados nesta página em nosso site:

http://ross-tech.com/vcds/tour/LT3.html

Na adaptação para os controladores de UDS, WSC, importador, e os números de equipamentos podem ser inseridos, se necessário pelo
controlador:

Verifica a soft reset caixa se for mencionado nas instruções de reparação.

longo Adaptação é um subconjunto da função Adaptação e é usado / necessário (por exemplo) para equilibrar os injetores de
combustível em motores common-rail TDI (como o BKN). Ele também é usado para o CAN gateway de novos veículos como o
Audi A5 como mostrado aqui:

Clique [ Feito, Go Back] para voltar ao Open Screen Controller.


VCDS - Access Security Screen - Artigo 21-A
(VAG 1551/2 Função 16, KWP-2000 apenas)

A função Access Security deve ser utilizado em algumas (mas não todas) CAN / UDS módulos de controle antes que você pode recodificar
ou alterar valores KWP-2000 / adaptação. Em outros, ele "permite" certos recursos como controle de cruzeiro. Os códigos válidos de
segurança de acesso podem ser encontradas no Manual de Reparação de fábrica para o seu carro.

balões: VCDS pode mostrar "cartas" de acesso de segurança quando a informação apropriada está disponível em um arquivo de
etiqueta para o módulo de comando em questão. O balão irá aparecer quando o cursor do mouse é passado sobre o campo tecla
Enter de acesso de segurança.

A função Access Security suporta SKCs de 7 dígitos. Este tipo é em grande parte obsoleta, pois VW não dar PIN / SKC de,
mas foi deixado no local para aqueles que obtiveram o seu SKC, Importador, WSC, e data antes de 2005.

Para mais informações, consulte a secção 16 deste manual para a função PIN / SKC 7 dígitos.

O campo de opção só pode ser usada se você é dado instruções específicas do Ross-Tech.

Use o [ Faça!] botão para salvar o login e voltar ao ecrã de Abrir Controller.

Use o [ Cancelar] botão para cancelar o login e voltar ao ecrã de Abrir Controlador
VCDS - SRI Seção RESET- 22-A

O [ SRI Reset] função é usada para redefinir o recordatório de serviço em veículos tão equipado. A função irá acessar
automaticamente O painel de instrumentos e irá recuperar instruções SRI do arquivo de etiqueta, bem como os valores atuais
armazenados no cluster. Novos valores podem ser inseridos manualmente, ou o usuário pode selecionar a lista drop-down para
escolher um número de funções que irá carregar conjuntos de valores padrão.

Modelos usando intervalos de manutenção flexíveis podem mostrar "---" como valores para o tempo / distância para o próximo
serviço no painel de instrumentos. Isso não é um erro. O sistema requer um certo tempo / distância para calibrar-se para mostrar
valores significativos, geralmente isso leva cerca de 300 milhas ou 500 km.

Em muitos modelos Audi mais recentes (2008 em diante), o "Serviço Simples Redefinir" ou default "Basic Service Reset"
escolha não pode ser usado. Em vez disso, você deve escolher a opção adequada para a sua região, por exemplo "# 2 Mileage
serviço baseado Reset (EUA)".

Sobre os últimos carros usando UDS / ODX protocolos de diagnóstico para painel de instrumentos, a função de reposição SRI não
se aplica. Em vez disso, SRI deve ser reposto por salvar os valores de adaptação adequadas diretamente no painel de
instrumentos. Por favor verifique a Ross-Tech Wiki para instruções e entre em contato com Ross-Tech via e-mail se você precisar
de ajuda com esta função.

Esta página contém um exemplo de reposição SRI em um cluster de UDS (em um Mk6 Golf)

http: //wiki.ross-
tech.com/wiki/index.php/VW_Golf/Golf_Plus_(5K/52)_Instrument_Cluster
cont Redefinir SRI. - Artigo 22-B

O [ Salvar a logfile] botão pode ser útil quando existem dúvidas sobre ou dificuldades com a função SRI, pois é uma maneira fácil
de enviar um instantâneo do que está acontecendo. Os dados são guardados no log de sessão, normalmente em seu diretório C: \
Ross-Tech \ VCDS \ Logs.

Ao clicar [ Execute SRI] os novos valores serão armazenados na (muitas vezes menos do que intuitiva) sequência necessária.
Depois de andar de bicicleta a ignição, o cluster não deve mais indicar que o serviço é devido.

Nota: A função de lembrete serviço requer dados de suporte em arquivos de etiqueta. VCDs vem com um conjunto bastante
abrangente, mas duvidamos que conseguimos cobrir todos os carros possível. Se você encontrar um carro que tem serviço de
lembretes (nem todos os carros tem isso) para o qual a função de reposição SRI não está acessível, por favor envie-nos uma
Canais controlador do mapa dos canais de adaptação de O painel de instrumentos em que o carro.

Esta página contém mais informações sobre como criar mapas para ajudar a tornar VCDS mais completa:

http://wiki.ross-tech.com/index.php/Control_Module_Maps

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela principal.


VCDS - OBD2 genérica - Secção 23-A
(VAG 1551/1552 Endereço do Word 33)

funcionalidade genérico OBD-II. Porque muitos dos recentes manuais de reparação fábrica da VW não tem mais tradicional
01-Engine "On Board Diagnostic" informações e substituíram-lo com dados "Generic Scan Tool", isso se tornou muito mais
importante do que era no passado. Clique em cada um dos botões de modo para acessar cada função OBD-II.

funcionalidade genérica OBD-II é "suportado" apenas em VW, Audi, Seat e Skoda carros.
Ele provavelmente vai trabalhar em muitas outras marcas de carros. Nós ficaria feliz em receber feedback sobre o que
as outras marcas e modelos de carros que faz e não funciona em, no entanto, não se sentir obrigado a fazê-lo funcionar em carros
de outros fabricantes.

funcionalidade genérico OBD-II está limitada a veículos que utilizam a ISO 9141-2 ( "CARB"), ISO 14230 ( "KWP-2000") e
15765-ISO protocolos ( "Can"). Nenhum dos nossos interfaces suportam os protocolos SAE J1850-VPW e J1850-PWM
utilizados por produtos GM e Ford mais de EUA-mercado pré-2008, de modo VCDS não pode trabalhar em tudo sobre os carros. A
maioria dos primeiros carros da Chrysler (1996-2000) OBD-II compatíveis usou o compatível ISO-9141-2, enquanto muitas
2001-2007 automóveis Chrysler usar o padrão SAE-J1850 incompatíveis. A maioria dos carros europeus e asiáticos usam ISO ou
pode e deve ser compatível quando usado com uma interface que suporta esses protocolos. compatibilidade genérico OBD-II foi
exigido como do modelo de 1996 nos EUA, ano modelo 1998 no Canadá, e 2001 (a gasolina) ou 2004 (diesel) no mercado
europeu. Todos os 2008 e mais novos veículos vendidos nos EUA são obrigados a usar diagnóstico CAN-Bus para genérico
OBD-II por isso não deve ferir para tentar esta função em qualquer marca.
Genéricos cont OBD2. - Artigo 23-B

Interfaces: Nossas interfaces HEX + CAN e HEX-NET apoiar ISO 9141-2 ( "CARB"), ISO 14230 ( "KWP-2000") e ISO-15765
protocolos ( "Can"). A nossa não-PODE hex, KEY- e KII- suporte interfaces da série ISO 9141-2 ( "CARB"), ISO 14230 (
"KWP-2000"), mas fazer não
suporte ISO-15765 ( "CAN"). Nossa interface Micro-CAN suporta ISO-15765 ( "CAN"), mas fazer não apoio ISO 9141-2 ( "CARB")
ou a norma ISO 14230 ( "KWP-2000") para genérico OBD-II. O protocolo ISO-15765 ( "CAN") foi introduzida em alguns carros no
ano modelo 2004 e tornou-se universalmente exigido em todos os carros vendidos no mercado dos EUA para o ano modelo
2008. Cada modo genérico OBD-II é definida por SAE J1979 - o papel especificação está disponível a partir de:

www.sae.org

Abaixo está um breve resumo do que cada modo que, se referir a um manual de reparação de fábrica para as etapas de informação e de
testes específicos.

Modo Significado

ler dados permite visualizar de sensores e de estado de dados relacionados com as emissões em tempo real relatados pela
ECU. A taxa de amostragem pode ser acelerado consideravelmente usando a
[Turbo] botão e verificando Sem esperar por 2 controlador. Desde genérico OBD-2 podem solicitar a mesma
1
informação, tanto do motor e Auto Trans, pode causar atrasos desnecessários para leituras de motor se você não está
preocupado com os dados do Trans Auto.

1-01 Prontidão mostra o estado de cada um dos sistemas de emissão monitorados pela
ECU.

2 freeze frame mostra as condições presentes quando uma falha de última relacionada com as emissões
ocorreu.

3 DTCs atuais mostra a falha (s) relacionados com as emissões presentes. VCDS dá-lhe uma
caixa de seleção para converter a descrição do código para aqueles específicos-Audi / VW.

Limpar DTCs apaga a atuais e pendentes CDT. Não reparar a condição de que lhes causou. Ele irá redefinir
4 Readiness, bem como, o que significa que o ECU tem que testar sistemas monitorados novamente antes de os bits
correspondentes ler "Pass".

5 Sensores de O2 mostra os dados associados com cada sensor de O2, escolhido a partir de um dropâ
down menu.

6 Não cont. testes será executado um conjunto pré-definido de testes para vários relacionada com as emissões
componentes, para testes de envelhecimento do sensor exemplo O2.

7 DTCs pendentes são códigos de falha que foram identificados pela ECU, mas são
considerado ainda não crítico suficiente para desencadear o MIL.

9 Informações veículo pode armazenar informações incluindo o VIN, versões de calibração e


rastreamento de informações. A quantidade de informações varia muito entre os carros.

DTCs permanentes são falhas tão graves que não podem ser apagadas com uma ferramenta de verificação, apenas
10 pela própria ECU quando se testou e confirmou que o problema tenha sido reparado.

VC-Scope é capaz de representar graficamente genérico OBD-2 Modo 1 dados. Consulte a seção VC-Scope na Seção 32 para obter
mais informações.

Qual é a diferença entre VCDS e um Scan-Ferramenta OBD-II?


Por favor, veja FAQ pergunta 1.10 em nosso site:

http://www.ross-tech.com/vag-com/vag-com-faq.html

Para retornar à tela principal, clique em [ Feito, Go Back]


VCDS - Secção Aplicativos- 24-A

A tela Applications contém muitas funções úteis, a maioria dos quais são descritos nas seções individuais nas páginas
seguintes.

Verificar e apagar as falhas

[Lista Gateway Installation]


Apenas disponível apenas em Gateways em carros usando uma conexão direta CAN para diagnósticos. este muito rápido função
recebe cerca de 3 segundos para consultar gateway do carro para descobrir o que os módulos estão instalados no carro e que seu
status é. Quaisquer módulos que tenham códigos de falha deve mostrar um "mau funcionamento" e será destaque na VERMELHO . Clicar
duas vezes em qualquer um dos nomes módulo de controle irá abrir a tela de códigos de falha para esse controlador. Esta função é
explicada em parte AutoScan deste manual na Seção 3.

[Limpar Tudo CDT]

Em veículos que utilizam CAN-Bus para diagnóstico, quando se utiliza uma interface HEX, VCDS apaga todos os códigos de falha
em todos os módulos de controle no carro sem acessar todos os módulos de controle individualmente. Esta função é explicada
em parte AutoScan deste manual na Seção 3.

O [ arquivos debug / log-mail de hoje] botão irá abrir o seu cliente de e-mail padrão, e vai compor uma mensagem para
support@Ross-Tech.com com todos os arquivos de log e arquivos de depuração com a data atual.

O [ Fazer upload de arquivos debug / log] botão irá abrir o navegador padrão em uma página especial que lhe permite fazer
upload de um arquivo de cada vez e enviá-lo para support@Ross-Tech.com mesmo se você não tem um cliente de e-mail instalado.

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela principal.


VCDS - modo de transporte - artigo 25-A
Modo de transporte
Em alguns veículos, utilizando CAN para diagnósticos, há um modo de transporte especial que é usada pela fábrica para colocar
os carros em um modo "sleep" para conservar a carga da bateria durante longos períodos de inatividade.

[Modo de transporte Activar]


Ao clicar neste botão (quando se utiliza uma interface HEX) vai colocar veículos aplicáveis ​em modo de transporte, fechando a
maioria dos sistemas.

[DE-activar o modo de transporte]


Ao clicar neste botão (quando se utiliza uma interface HEX) vai "acordar" veículos aplicáveis ​de modo de transporte,
ligando-se a maioria dos sistemas.

Em alguns carros baseadas em CAN início, modo de transporte não pode ser re-ativado depois que o carro tem mais de 150
km no hodômetro.

No B7 Audi A4, modo de transporte funciona um pouco diferente uma vez que este carro não tem um CAN Gateway. Para levar o
carro para fora do modo de transporte, entrar em

[Select]
[17 - Instrumentos]
[Adaptação - 10]
Entrar no canal 99 colocado em um
novo valor de 0
[Test]
[Save]

Em carros com CAN Gateways usando UDS, pode haver uma seleção de Adaptação para “modo de transporte” em
19-CAN Gateway. Veja a Ross-Tech Wiki para instruções específicas do veículo:

http://wiki.ross-tech.com/index.php/Diagnostic_Procedures
VCDS - controlador Canais Mapa - Secção 26-A

[Controlador Mapa Canais]

Rapidamente varre todos os 255 possíveis grupos de medição de bloco ou Canais de adaptação em qualquer controlador e grava
um arquivo "mapa".

Escolha o controlador de Endereço (como 01 para Engine), então qualquer Entrada ou código de acesso de segurança (não é necessário na
maioria dos casos, entre em contato com Ross-Tech para obter assistência), em seguida, selecione blocos de medição ou adaptações ou
ambos. A saída é a sua escolha de CSV ou .PLB / .PLA ( "Etiqueta Prototype, Blocos" ou "Etiqueta Prototype, Adaptação"), que é útil para
criar novos arquivos de etiquetas ou tomar um "instantâneo" de todos os dados disponíveis a partir de uma ECU .

Clique [ Ir] para iniciar o processo, os resultados serão automaticamente salvos em seu diretório C: \ Ross-Tech \
VCDS \ Logs.

Esta página contém mais informações sobre como criar mapas para ajudar a tornar VCDS mais completa:

http://wiki.ross-tech.com/index.php/Control_Module_Maps

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela de aplicativos.


VCDS - EDC-15-16 Mileage Checker - Artigo 27-A

[EDC-15-16 Milhagem] é encontrado na tela Applications e é usado para mostrar uma "conta-quilómetros" independente leitura
armazenado na ECU. EDC-15 é encontrado em motores TDI mais antigos como o mercado norte-americano VE 1.9L Golf / Jetta /
etc. EDC-16 é usado em 2.0L TDI de incluindo todos os motores da América do Norte PD, mas não nos mais novos motores CR.
Esta função também funciona com alguns EDC-15 V6 TDI ECUs. Esta função pode ser útil como um meio de verificação cruzada a
quilometragem em um carro usado antes de fazer uma compra, especialmente na Europa onde a fraude hodômetro é galopante.

O campo de opção só pode ser usada se você é dado instruções específicas do Ross-Tech.

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela de aplicativos.


VCDS - Módulo de Controle Finder - secção 28-A

Esta função encontrada nos ciclos de aplicativos de tela através de cada endereço possível no veículo, encontrando cada
controlador e relatar seu número de nome, endereço, protocolo, número da peça, componente Número, codificação e Código
oficina.

Nota: Ninguém carro tem todos os módulos! carros mais novos têm mais, carros mais velhos têm menos.

Você pode digitalizar intervalos de endereços selecionados ou use o padrão inicial e final endereços. Se você verificar Use só
pode então o Módulo Finder não irá verificar se há quaisquer módulos da Kline.

[Começar] começa o localizador. Cuidado; uma varredura "cheio" pode demorar 45 minutos ou mais.

[Pare] pára o finder.

Resultados:

Se você fechar o diálogo Módulo de Controle Finder, todos os dados em sua caixa de saída será perdido. Se você gostaria de manter um
registro, clique no [ Cópia de] primeiro botão, então você pode, em seguida, colar os resultados para o aplicativo de sua escolha, tais como
MS Word ou o Bloco de notas.

[Salve •] Esta função salva os resultados para um arquivo de texto em seu diretório de Logs, geralmente em C: \ ross
tecnologia \ VCDs \ Logs \

[Claro] Isso apaga seus resultados.

Para retornar à tela de aplicativos, clique em [ Fechar]


VCDS - óptico Autocarro Diagnostics - Artigo 29-A

O [ Diagnóstico da rede óptica] função encontrada na Tela Applications é utilizado em modelos com um ônibus MOST para
refinar a localização de uma ruptura na rede. Muitos módulos de controle será completamente inacessível via diagnósticos
convencionais se houver uma pausa no ônibus MOST.

O exemplo acima mostra um 4F Audi A6 com uma pausa no canal MOST. Neste caso, é claro que os módulos são
electricamente OK, mas o ônibus óptico é dividido entre o módulo de sistema de som e o módulo de controle de voz.

Você pode alterar o tipo de diagnóstico da "Standard" para "3 dB de atenuação", se os resultados não são conclusivos. A
atenuação significa todos os módulos estão a enviar com menos de saída (iniciado pelo mestre MAIS), mas os módulos de
controlo do participante mais individual pode atenuar individualmente para verificar se os módulos individuais são responsáveis
​por problemas.

VW / Audi vende um loop acessível de (número de peça 973 4E0 802) de fibra que pode ser usada em lugar de cada um dos
componentes no sistema. Isso pode ser usado para verificar se um componente é responsável por quebrar o ciclo.

Clique em [ Começar] para começar a verificar os controladores no ônibus.

[Cópia de] irá copiar os resultados para o Windows Clipboard. Depois de ter pressionado o botão Códigos de cópia, você pode
colar os resultados para o aplicativo de sua escolha, tais como MS Word ou o Bloco de notas.

[Salve •] vai salvar um relatório de texto simples para o seu PC, tipicamente neste diretório: C: \ RossTech \ VCDS \ Logs

Usar [ Feito, Go Back] para retornar à tela de aplicativos.


VCDS - Opções Screen - Artigo 30-A

Nesta tela você pode configurar uma série de opções organizados por seções com guias que devem ser usados ​na primeira vez que
executar VCDS em um PC.
Opções de tela cont. - Artigo 30-B

Porta e protocolo Opções aba:

Selecione Porto

Selecione o botão de opção para a porta COM à qual você conectou o Interface. Portas seriais deve ser atribuído a COM1 a
COM4 (na maioria das vezes COM1 por padrão), enquanto USB tem apenas a sua escolha de mesmo nome. A configuração
NET é usado pela interface HEX-NET quando está a funcionar no modo Wi-Fi, consulte esta página para mais infornation:

http://www.ross-tech.com/hex-net/

Certifique-se de que a ignição é


ligada e que o
Interface conectado ao veículo, em
seguida, clique em [ Teste]
para ver se VCDS pode encontrar a
interface. Consulte Introdução (seção
1 neste manual) para mais
informações. ►

O [ LEDs] botão faz com que o LED na interface para piscar e pode ser útil para testar as saídas de uma porta para solucionar
certos problemas de conexão. Este botão se transforma em [ config]
quando NET é seleccionada para a configuração de um HEX-NET ligado por USB.

Opções de protocolo

• Iniciar Baud é a primeira taxa de transmissão que VCDS vai tentar ao se conectar a um controlador. O valor padrão
atual é 0. Isso significa VCDS vai determinar a transmissão início correta por conta própria. Com os nossos Interfaces
atuais, este campo não está disponível.

• KW2 Delay tem a ver com a quantidade de tempo usado durante a inicialização de uma sessão entre o PC eo
carro. O valor padrão atual é de 30. Não altere esse valor do padrão a menos que você está tendo dificuldades
de comunicação com um controlador particular. Contacte-nos para o conselho se você estiver.

• TST End. tem a ver com os endereços de pacotes usados ​por KWP-2000. O valor padrão atual é -1. Não alterar
este valor a partir do padrão a menos que você está tendo dificuldades de comunicação com um controlador
particular. Contacte-nos para o conselho se você estiver.

• Nível de depuração Controla o quanto registros de informações de depuração VCDs. Um zero neste campo (o
padrão) significa NÃO saída de depuração será gerada qualquer. Isso deve diminuir a susceptibilidade das VCDS à
interferência por coisas como scanners de vírus (exceto quando o log de dados). Não deve haver nenhuma razão
para definir Debug para algo diferente de zero a menos que seja instruído a fazê-lo por Ross-Tech.
Opções de tela cont. - Artigo 30-C

Opções de protocolo cont.

• preto Int afecta a temporização protocolo. O valor padrão atual é 55. Para obter a maior taxa de amostragem
possível em tela Blocos de Medição, defina-o para 25. Note, no entanto, que isso pode causar comunicações
confiáveis ​com alguns controladores.

• LNT Char Além disso afecta a temporização protocolo. O valor padrão atual é 1. Para obter a maior taxa de
amostragem possível em tela Blocos de Medição, defina como 0. Note, porém, que isso pode causar
comunicações confiáveis ​com alguns controladores.

• KP2 Tempo só se aplica aos controladores utilizando o protocolo KWP-2000. O valor padrão atual é 25. Diminuir o
que aumenta a taxa de amostragem em blocos nos módulos de controle que usam os protocolos KWP-2000 de
medição. O valor padrão deve funcionar para todas as aplicações, mas se isso não acontecer, você sempre pode
aumentá-lo novamente (até um máximo de 99).

• PODE Timeout define como muito mais do que VCDS normais vai esperar para o módulo para responder a uma
determinada mensagem. Não alterar este valor a partir do valor padrão de zero a menos que você está tendo
dificuldades de comunicação com um controlador particular. Contacte-nos para o conselho se você estiver.

Parâmetros de inicialização

• Bypass OBD-II Fastinit só deve ser verificado se você está tendo dificuldade para conectar a um veículo usando
genérico OBD-II.

• Bypass CAN Init só deve ser verificado se você não quer VCDS para tentar se conectar a veículos que
utilizam a CAN-Bus.

• Força K no motor é utilizado em controladores de motor que têm a opção de utilizar CAN-Bus ou k-line para
diagnósticos, como o Mk5 Jetta 2.5L. Este recurso pode ser útil uma vez que o K-line, muitas vezes proporciona taxas
de amostragem mais rápidos, enquanto o registro de dados do que o CAN-Bus em módulos que suportam ambos.
Desde alguns módulos falar somente via CAN, esta opção estiver desmarcada por padrão.

• Inicialização no modo inteligente é marcada por padrão. Ele permite que VCDS para determinar rapidamente as taxas de
transmissão quando se usa uma interface HEX. Se você quiser tentar usar sua interface dongle Ross-Tech com o software
do 3o partido (o que não é suportado por Ross-Tech), você pode querer executar um Teste, em seguida, desmarque Inicialização
no modo inteligente em seguida, executar outra Teste. Isso fará com que a interface para se comportar como um estilo de
interface mais velhos “burro” e não será compatível com a maioria 6J Ibizas. Quando estiver desligada, será perceptível mais
lento construir a lista de módulos instalados na tela de Select Control Module.

Reduzir uso de CPU caixas de selecção irá aumentar grandemente a capacidade de resposta de outras aplicações que funcionam ao
mesmo tempo como VCDS. A desvantagem é uma taxa de amostra um tanto reduzida.

• KWP-1281: O estado padrão para esta opção estiver desmarcada. Isso reduz o uso da CPU quando
conectado a controladores utilizando KWP-1281. Usando esse recurso * pode * fazer a sessão com
alguns módulos de controle não-confiáveis.

• KWP-2000: O estado padrão para esta opção estiver desmarcada. Isso reduz o uso da CPU quando
conectado a controladores utilizando KWP-2000.
Opções de tela cont. - Artigo 30-D

[Restaurar padrões] irá redefinir todas as opções de protocolo (exceto o código de oficina e número VZ / importador) para as
definições "as-entregues".

Se você clicar com o botão direito no ícone VCDS no canto superior esquerdo da tela VCDS Main, você pode selecionar “Excluir arquivo de
configuração e fechar”. Isto pode ser muito útil, especialmente se você tiver feito o tamanho da janela muito grande.

Interface do Usuário e Identificação aba:

Identificação oficina

Alguns módulos de controle não se permitem ser codificado com os valores zero para WSC, Shop, e importador. VCDS
deve pedir-lhe com uma mensagem para valores diferentes de zero de entrada em tais casos. Você não deve fazer
essas alterações nas opções de tela em si.

• Nome da loja é exibido em relatórios, como o relatório de Código de falha.

• o workshop código ( conhecido como o WSC) é encontrado na tela de administração


de VAS-5051 de um negociante, bem como sobre o carimbo do revendedor. Por
exemplo, usando o selo mostrado à direita, o número do negociante é 401/742. Para
obter o código WorkShop, soltar o primeiro dígito e usar os dígitos restantes em
ordem. Neste exemplo, Evergreen Terrace Volkswagen tem uma WSC de 01742.
Isso só se aplica aos negociantes US VW. concessionárias canadenses usam um
número de 4 dígitos na marcação. Para encontrar o WSC, coloque um 9 antes do
número. O valor padrão é 00000. ►

Nota: Se você é um usuário individual ou mecânico independente, basta deixar o Código WorkShop e número / Importador VZ
definido como "00000" e “000”, respectivamente. Isso permite que VCDS para operar em modo “stealth”, mantendo tudo o WSC e
VZ que já estava no controlador. Se você estiver usando VCDS em uma concessionária, introduza o código Oficina do seu
revendedor e VZ. O Código loja de trabalho e VZ não são facilmente trocados uma vez definidas nesta tela. Contacte-nos para o
conselho se você precisa fazê-lo.

• o VZ / Importador número é essencialmente uma extensão "código de região" ao Código loja de trabalho (deve
ser 444 para US, 999 para o Canadá). O valor padrão é 000.

• o Número do equipamento campo é usado na maioria das vezes ao codificar novos módulos de controle. O
valor padrão é 00000.

Interface de usuário

• Margem esquerda de impressão Este é o número de espaços que páginas impressas são deslocadas para a direita.

• Tamanho da janela Esta função permite alterar o tamanho aparente da janela do VCDS em sua tela. Ajuste este
em pequenos incrementos, uma vez que é possível fazer VCDS tão grande que é muito maior do que seu ecrã!
Para ver o efeito redimensionamento take, clique em [ Salve •]• então [ Saída] para fechar VCDS. Quando você
reiniciar VCDS, o novo tamanho da janela deve ser mostrado.
Opções de tela cont. - Artigo 30-E

Interface do usuário e cont Identificação.

• Sons desativar Desmarcada por padrão, marcar esta caixa irá impedir VCDS de fazer sons quando uma operação
é concluída, por exemplo, no final de uma análise automática ou no final de medidas de aceleração. Isso não vai
impedir que o Windows é emitido quando uma mensagem de erro aparece.

• Impedir que a economia de energia tela durante a comunicação Marcada por padrão, esta procura evitar interrupções
de comunicação causados ​pelo Windows decidir colocar as coisas para dormir para salvar a vida da bateria ou reduzir o
consumo de energia. Perguntas frequentes
2.4 e 2.5 têm outros ajustes para resolver problemas como este.

• lista de controladores pode construir antes de diálogo de seleção Esta caixa é marcada por padrão. Em carros
podem base que têm um gateway adequada apoiando uma lista de instalação, VCDS preencherá automaticamente
um ou mais Instalado guias contendo botões apenas para os módulos de controle que são realmente instalados no
carro. Ele faz demorar cerca de 1,5 segundos para obter a lista da Gateway, então um pouco de atraso ao clicar [ selecionar]
é normal / esperado. Os clientes que utilizam VCDS principalmente em carros mais antigos que não têm uma lista de
instalação disponível pode querer desmarcar esta caixa.

Verificar atualizações grátis

Se uma conexão à internet está disponível, VCDS irá notificar o usuário quando atualizações estão disponíveis e irá
pedir permissão para baixar e instalar atualizações. Porque nós não queremos PCs carga dos clientes com um
agendador de atualização de recursos hogging, VCDS só irá verificar se há atualizações quando é iniciado e
quando o PC é reiniciado. Tentamos fazer isso o mais discreto possível - VCDS não vai reclamar se não há
nenhuma conexão com a internet disponível - você simplesmente não receberá atualizações.

Selecione a partir do menu drop-down para determinar se, e quando VCDS deve verificar automaticamente se há
atualizações quando o programa é iniciado. Você também pode clicar no
[Verificar atualizações agora] botão para iniciar manualmente um cheque.

Nota: Alguns softwares de firewall 3rd-party podem reclamar que VCDS está tentando acessar a internet - se isso
acontecer, você deve também dizer o firewall para permitir que ele ou desligar Atualizações Automáticas.

[Salve •] faz com que as opções atuais para serem armazenados. Note-se que até que você salvou suas preferências,
todos os botões na tela VCDS principal será acinzentado, exceto Opções.

[Aplique] permite usar e testar as opções sem armazená-los. A próxima vez que você reiniciar VCDS, serão utilizadas as
opções previamente armazenados.

[Cancelar] leva de volta à tela principal sem qualquer efeito.


VCDS - Sobre Tela - Artigo 31-A

Informações de licença

• o Número de série será inicialmente “Por favor, testar no carro para ver o número de série” até que você tenha
conectado a um carro e verifiquei os códigos de falha em um controlador. Depois de ter feito isso, você terá um
número de série composto de letras, números e hífens.

• status da licença deve sempre ser válido / ativado, com todos os nossos Interfaces atuais, uma vez que armazenar
sua própria ativação. Se ele diz que não testado, então você vai precisar para se conectar a um controlador (como
01-Engine) e, por exemplo, verificar códigos de falha. Depois disso, o número de série deve ser visível.

Nesta tela, você também vai encontrar um aviso de copyright, informações Licença e informações de contato. Os Web e
E-Mail "links" abrir seu programa de email padrão do navegador ou padrão, respectivamente, e pode ser usado se o seu PC
está conectado à Internet.

Para retornar à tela principal, clique em [ Volte].


VC-Scope gráfica 'plug-in' para VCDS- Artigo 32-A
VC-Scope é instalado automaticamente quando você instala VCDS.

Instruções rápidas:

• Você pode usar VC-Scope em uma de duas maneiras:

o Ver dados ao vivo enquanto estiver conectado a um carro com o lançamento de VAG-Scope.

Clique no botão [Gráfico] em VCDs da tela blocos de medição,

o Visualização de dados previamente registrados com VCDS iniciando manualmente VC


Âmbito em stand-alone e abrir um arquivo VCDS Log

Você não pode fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Se VC-Scope é executado no modo stand-alone,
VCDS não será iniciado. Se você iniciar manualmente VC-Scope enquanto VCDS está sendo executado, ele será

provavelmente reclamar.

• Use as caixas de seleção ao lado de cada campo de exibição para selecionar os itens que são representados graficamente.
cont VC-Scope. - Artigo 32-B

Instruções rápidas cont:

• Clique em um campo para selecioná-lo para o dimensionamento vertical. Em seguida, altere os valores Max e Min nas caixas de
escala vertical. Clique novamente em um campo mostrando os dados para ver as mudanças. VC-Scope vai se lembrar todos os
valores de escala para um módulo de controle especial, número da peça.

• Clique no ícone VC-Scope no canto superior esquerdo da tela VC-Scope principal para um item de menu para aceder a um
diálogo de preferências:

preferências:

• Aqui você pode definir


cores para as linhas do
gráfico, o fundo do
gráfico e da grade.

• Você também pode definir


valores de escala padrão
(com base nas unidades
que VCDS envia)

Gauges:

Para visualizar um indicador,

clique com o botão direito no


pequeno quadrado de cor ao lado
do dados que você deseja ver no
indicador :. ►

Você pode ter tantos calibres, pois há linhas no gráfico.

Cada indicador pode ser re-dimensionados de forma independente e

reposicionado.

◄ o botão direito do clique no indicador em si vai dar-lhe várias


opções:
NOTA:
VC-Scope podem ser usados ​para reproduzir arquivos de log, mas apenas se eles não foram salvos ou modificados por qualquer
outro programa.

VC-Scope está incluído nos todos os VCDs versões disponíveis na nossa página de download, mas você pode encontrar uma versão mais
recente do VC-Scope sobre o VC-Scope página de download. Um FAQ para VC-Scope podem ser encontrados aqui:

http://www.ross-tech.com/vag-scope/FAQ.html
TDI sincronismo Checker 'plug-in' para VCDS - Artigo 33-A

o TDI sincronismo Checker é instalado automaticamente quando você instala VCDS.

Nota: Isto só se aplica a VE motores e não se aplica a PD (injectores


unitários) ou CR motores (common rail)

Este plug-in permite que você verifique a configuração de injeção de tempo em um VE motor TDI (Não PD ou CR variedades). Isso
precisa ser feito depois de alterar a correia dentada e deve ser feito de vez em quando para manter o controle sobre stretch cinto e bomba
/ alinhamento das polias. O procedimento padrão para isto é que o motor em marcha lenta à temperatura de funcionamento (temperatura
do líquido refrigerante
> 85 * C), vá para a medição do bloco 000 para o motor, mudar para as definições básicas e campos de relatório
# 2 (tempo de injecção) e # 9 (temperatura do combustível) num gráfico especial.

Este plug-in relatórios do tempo no gráfico em tempo real, para que você não precisa ter o seu assento manual sobre seu colo,
ao mesmo tempo. A aplicação também lhe dá um comentário no campo "resultado", que vai dizer se todas as condições estão
reunidas para verificar o tempo (algumas pessoas não percebem que você precisa ter o motor ligado, por exemplo ...) e se o seu
momento dentro das especificações ou não.

A história dos últimos 100 amostras é apresentada como uma "nuvem" de pontos. A partir do tamanho e forma deste "nuvem",
você pode ver o quanto "pulando" seu motor está fazendo, e seu tempo médio é, provavelmente, bem no meio da nuvem.
TDI sincronismo Checker cont. - Artigo 33-B

Passo a passo:

• Iniciar o seu motor e verifique se o líquido de arrefecimento é até temperatura normal de funcionamento

• Começar VCDS

• Clique [ selecionar]

• Clique [ 01-Engine]

• Clique [ Meas. Blocos-08]

• Para o grupo de 000

• Clique [ Mudar para configurações básicas]

• Clique [ O sincronismo TDI]

É normal que a luz glowplug a piscar e para o som do motor para mudar um pouco ao usar esta função. Esta discussão pode ser
útil também:

http://forums.tdiclub.com/showthread.php?t=163435

O sincronismo TDI Checker funciona apenas como um “plug-in”. Você deve iniciá-lo usando o [ O sincronismo TDI]
botão no VCDS. Iniciá-lo de outra maneira irá resultar em mensagens de erro e não vai funcionar.

Nota para PD (pumpe duese aka injectores unitários) e CR (common rail) proprietários: O momento em motores de PD e CR é
determinada electronicamente pelo ECU. Não há nem uma necessidade nem uma capacidade de verificar sincronismo nos motores de
PD ou CR usando VCDS. Não há gráficos publicados pela simples razão de que o tempo é definido utilizando uma ferramenta de
bloqueio dedicado VAG quando se muda a correia dentada :-)

histórico de versão e código fonte para o sincronismo Checker TDI podem ser encontrados em nosso site:

http://www.ross-tech.com/vag-scope/TDIGraph.html
VCDS - Novidades - Artigo 34-A

Tela principal: O novo número de códigos carregado

Analise automatica: MyAutoScan.TXT é usado para personalizar a lista de veículos / controlador. OS adicionado e identificação VM para
resultados.

Falha códigos: Atualizado arquivo CODES.DAT agora com quase 21.000 códigos. Corrigido trama incorreto em 2011+
Touareg EPB.

Valores de medição avançadas: caixa de entrada de dados nova para itens de filtragem.

Configurações básicas: Nova área para exibir informações adicionais

Testes de saída: Adicionado um teste adicional de saída "Custom" para 2011+ Touareg 7P EPB para permitir a "moagem em"
processo e para abrir / fechar EPB para manutenção.

Codificação: escolha adicional para mensagem de erro módulo de controle não inicializado, agora Sim / Não / Cancelar. Adicionado

uma caixa de seleção Soft reset para os controladores de UDS.

Adaptação Dramaticamente melhorada velocidade de carregamento para os módulos com milhares de canais. escolha adicional para mensagem de
erro módulo de controle não inicializado, agora Sim / Não / Cancelar. Adicionado uma caixa de seleção Soft reset para os controladores de UDS.

Tela de opções: Nova configuração botões NET e, também impedem a economia de energia tela durante a comunicação.

Sobre a tela: novas datas

Revista e ampliada arquivos de etiqueta. Graças a Sebastian!

Suporte para o novo UDS endereços para módulos como conversor DC / DC e eixo traseiro Direcção. Nova versão
1.94 do firmware para interfaces HEX + CAN.

dataset UDS New incluindo a compatibilidade com os mais recentes carros e módulos de controle, bem como algumas correções para certas
pessoas mais velhas.
VCDS 2015 Versão Manual do Usuário

Copyright © 2015, Ross-Tech, LLC

rev 06/30/15