Você está na página 1de 6

TIPOLOGIA TEXTUAL E

GÊNEROS TEXTUAIS
CONCEITUANDO...
É de fundamental importância sabermos classificar os textos
dos quais travamos convivência no nosso dia a dia. Para isso,
precisamos saber que existem tipos textuais e gêneros textuais.
TIPOLOGIA TEXTUAL
Quando falamos em tipos de textos não podemos apenas nos
limitar aos conhecidos descrição, narração e dissertação. Vamos um
pouco mais além ao intuito de conhecer um pouco mais sobre este
assunto.
Texto Descritivo
Objetiva um retrato falado de uma pessoa, animal, objeto ou lugar. A classe de
palavras mais utilizada nessa produção é o adjetivo, ao contrário da narração, não supõe
ação. O autor transparece em suas palavras aspectos sensoriais, focaliza cenas ou
imagens, conforme o permita sua sensibilidade. Quanto à descrição de pessoas,
podemos atribuir-lhes características físicas ou psicológicas.
Texto Narrativo
Esta é uma modalidade textual em que se conta um fato, fictício ou real, ocorrido
num determinado tempo e lugar, envolvendo certos personagens. O tempo verbal
predominante é o passado. Geralmente em prosa, busca comunicar qualquer
acontecimento ou situação. A narração em primeira pessoa pressupõe a participação do
narrador (narrador personagem) e em terceira pessoa mostra o que ele viu ou ouviu
(narrador observador ou narrador onisciente).
Texto Dissertativo
Neste tipo de texto há posicionamentos pessoais e exposição de ideias. Tem por base a
argumentação, apresentada de forma lógica e coerente a fim de defender um ponto de vista. Está
estruturada basicamente assim: 1. Ideia principal (introdução); 2. Desenvolvimento (argumentos
e aspectos que o tema envolve); 3. Conclusão (síntese da posição assumida).
Texto Expositivo
Apresenta informações sobre determinados assuntos, expondo ideias, explicando e
avaliando. Limita-se a apresentar uma determinada situação. As exposições orais ou escritas
entre professores e alunos numa sala de aula, os livros e as fontes de consulta, são exemplos
maiores desta modalidade.
Texto Injuntivo
Objetiva orientar como realizar uma determinada ação. Ele normalmente pede, manda
ou aconselha. Com verbos empregados no modo imperativo, em sua maioria, deve-se utilizar
linguagem direta, objetiva e simples. Bons exemplos deste tipo de texto são as receitas de
culinária, os manuais, receitas médicas, editais etc.
GÊNEROS TEXTUAIS
É fácil confundir tipos de texto com os gêneros. No primeiro, eles
funcionam como modos de organização, sendo limitados. No segundo, são
os chamados textos materializados que encontramos em nosso cotidiano.
Eles são muitos, apresentando características sociais e comunicativas
definidas por seu estilo, função, composição conteúdo e canal. Além disso,
podemos relacionar os aspectos dos gêneros textuais aos tipos textuais.
Assim, quando escrevemos um bilhete ou uma carta, quando
enviamos ou recebemos um e-mail ou usamos redes sociais, estamos
utilizando diversos gêneros textuais. Vejamos alguns deles e suas
respectivas relações com os tipos textuais:
• Cartas: pessoal, comercial ou argumentativas • Editorial (tipo dissertativo-argumentativo);
(gênero híbrido);
• Manifesto (tipo dissertativo-argumentativo);
• Diário (tipo narrativo);
• Anúncio publicitário (tipo dissertativo-
• Conto (tipo narrativo); argumentativo);
• Crônica (tipo narrativo ou tipo
argumentativo); • Entrevista (tipo dissertativo-expositivo);
• Fábula (tipo narrativo); • Reportagem (tipo dissertativo-expositivo);
• Romance (tipo narrativo); • Notícia (tipo dissertativo-expositivo);
• Novela (tipo narrativo); • Receita culinária (tipo injuntivo);
• Depoimento (tipo narrativo); • Bula de medicamento (tipo injuntivo);
• Blog, e-mail e outros gêneros virtuais; • Manual de instrução (tipo injuntivo);
• Artigo de opinião (tipo dissertativo-
argumentativo); • Roteiro turístico (tipo injuntivo).