Você está na página 1de 2

CASO 1

O Brasil é um Estado pautado na legalidade e necessita garantir aos seus cidadãos


acesso efetivo aos direitos e garantias fundamentais previstos em sua carta
constitucional. Em caso de violação de direitos materiais, em que medida o conteúdo
jurídico regulado pelo Direito Processual garante o cumprimento do mandamento
constitucional do art. 5o, XXXV da CRFB 88 ?
O princípio de acesso ao direito, garantido pelo Art. 5º XXXV, e o direito ao “Due process of
law”, o devido processo legal, garantido pelo Art. 5º, LIV, garantem a possibilidade da tutela
jurisdicional. Ou seja, o direito processual a substância do direito como meio essencial para
acesso ao direito material. Em caso de ausência de recursos materiais, é garantido o acesso à
justiça através da lei da gratuidade 1950 e da defensoria pública, instituição garantida através
do Art. 134 CF/88.

CASO 2

Ao examinarmos a Exposição de Motivos do Código de Processo Civil


(Lei 13.105/15) podemos perceber que existem preocupações e soluções do
processualista contemporâneo em assegurar o acesso à justiça, ao destacar, logo no
primeiro momento que "Um sistema processual civil que não proporcione à sociedade o
reconhecimento e a realização dos direitos, ameaçados ou violados, que têm cada um
dos jurisdicionados, não se harmoniza com as garantias constitucionais de um Estado
Democrático de Direito". Considerando a evolução histórica do Direito Processual no
Brasil é correto afirmar que o legislador sempre teve tais preocupações e soluções ? O
Código de Processo Penal, bem como a Consolidação das Leis do Trabalho, também
contemplam normas jurídicas com escopo para atender as garantias constitucionais de
quem procura o Poder Judiciário em tais áreas?
No caso podemos afirmar que ao longo da história do direito processual o legislador sempre
buscou soluções para os conflitos existente.

Importante notar que a legislação do código de processo civil vem como forma de disciplinar
as relações existentes entre os particulares.

Nesse quesito, é de suma importância frisar que tais fatores sempre vieram como forma de
possibilitar soluções de conflitos.

A legislação trabalhista também é um ótimo exemplo do que está sendo exposto tendo em
vista também a ideia de garantir direito fundamentais exposto da constituição.

CASO 3

Clóvis ingressou com uma ação judicial em face da Mineradora Pó Forte


S/A e o juiz julgou improcedente o pedido, antes mesmo da citação da ré, informando
da
existência de precedente e que por tal razão, outros princípios processuais, tais como o
contraditório e ampla defesa não precisam ser respeitados nesses caso, considerando a
CRFB 88 e o Código de Processo Civil. Fundamentou ainda que estaria sendo aplicado,
entre outros, o princípio constitucional da razoável duração do processo. O
posicionamento do juiz tem base legal e constitucional ?
Tem amparo legal, previsto no Art. 332 do CPC – “Nas causas que dispensem a fase instrutória, o
juiz, independentemente da citação do réu, julgará liminarmente improcedente o pedido que
contrariar:
I - enunciado de súmula do Supremo Tribunal Federal ou do Superior Tribunal de Justiça;”

Precedentes judiciais vinculantes “Sumula 385 - STJ”

CASO 4

Antônio Pedro, brasileiro, viúvo, professor aposentado, recebe mensalmente cerca de


R$2.000,00 (dois mil reais) e após realizar uma série de exames no hospital público de
sua cidade é diagnosticado com artrite reumatoide. Considerando o estágio avançado da
doença e as fortes dores do paciente, o médico receita um medicamento que reduz
drasticamente os sintomas e inibe a progressão da enfermidade, porém, cada caixa com
30 (trinta) comprimidos custa R$ 10.000,00 (dez mil reais). Precisando de duas caixas
por mês para seu tratamento, Pedro não vê outra solução e procura a Defensoria Pública
que, por sua vez, ingressa em juízo pleiteando em sede de tutela provisória de urgência
a
entrega do medicamento pelo Município. Conclusos os autos, o juiz indeferiu o pedido
nos seguintes termos: ?Indefiro o pedido, pois ausentes os requisitos da tutela
requerida?.
Sem prejuízo do direito material que está sendo tutelado ( direito à vida), houve ofensa a
algum princípio processual, considerando o texto utilizado pelo juiz?
Sim foi violado o princípio da fundamentação ou das decisões judiciais. Art. 93 ins. 9
da CF e Art. 11º CPC, Art. 489 parag. 1 CPC e o direito a uma decisão clara ou
objetiva.