Você está na página 1de 62

ELECTRICIDADE

GERAL
ELECTRICIDADE
• O QUE É A ENERGIA ELÉCTRICA?
– A electricidade é a mais prática forma de energia 
de que dispomos. Fornece‐nos a luz, calor, e a 
força, e o seu transporte, mesmo a grande 
distância, é quase imediato.
– A energia eléctrica pode ser de dois tipos:
• Contínua, quando o seu fluxo percorre os fios sempre 
no mesmo sentido
• Alternada, quando a um ritmo regular percorre os fios 
ora num sentido ora noutro.
ELECTRICIDADE
• A medição da energia eléctrica é feita 
mediante unidades de medida:
– Volt (V) mede a tensão;
– Ampere (A) mede a intensidade de corrente;
– Ohm (Ω) resistência eléctrica nos fios;
– Watt (W) a potência eléctrica
ELECTRICIDADE
• Como se reconhece o fio de fase?
– É uma operação que se faz com um busca‐polos
ELECTRICIDADE
Conceitos:
Molécula – Ao mais pequeno grão de uma 
substância
Átomos – São as mais pequenas partículas 
características dos elementos. Um átomo é
como uma esfera, que tem ao centro um 
núcleo à volta do qual giram electrões. O 
núcleo é formado por toda a massa do átomo 
a que se dá o nome de protões.
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
Estrutura atómica da matéria
A matéria quer se encontre no estado sólido, liquido ou gasoso é
constituída por moléculas, as moléculas por átomos e os átomos por
electrões, protões e neutrões.
Os protões e os neutrões
encontram-se no núcleo
dos átomos.
Os electrões têm carga
eléctrica negativa e giram
em órbitas electrónicas à
volta do núcleo dos
átomos.
Os electrões das últimas
órbitas electrónicas que
Órbita electrónica
conseguem sair ficam livres
Electrão livre
e designam-se por
electrões livres.
9
Intensidade da corrente eléctrica
A intensidade da corrente eléctrica (I) é o movimento orientado
desses electrões livres ao longo dos condutores eléctricos.
Electrões livres
Condutor eléctrico

Os condutores eléctricos (cobre, prata, alumínio) têm muitos


electrões livres por isso são usados para conduzir a corrente eléctrica.
Os isoladores eléctricos (plástico, borracha, baquelite) não têm
electrões livres por isso não conduzem a corrente eléctrica.

10
Tensão ou diferença de potencial

Para que haja um movimento orientado dos electrões


livres é necessário aplicar ao condutor eléctrico uma
tensão (U) através da utilização de um gerador
eléctrico (pilha, bateria, dínamo ou alternador).
Na figura vemos o gerador (bateria) que é
responsável por criar uma tensão (U) ou diferença de
potencial que vai ser responsável pelo movimento
orientado dos electrões livres que se encontram nos
condutores eléctricos e que ao passarem no
filamento da lâmpada (receptor) vão provocar a
emissão de luz.

11
Circuito eléctrico
Qualquer circuito eléctrico é constituído por
gerador, receptor, condutores eléctricos e Receptor
geralmente por um aparelho de comando.

Geradores de corrente contínua:


Pilha, bateria de acumuladores ou dínamo.

Condutores
Gerador de corrente alternada:
Aparelho
Alternador. de
comando
Receptores:
Lâmpada, campainha, motor, electrodomésticos.

Aparelhos de comando:
Interruptor, botão de pressão.
Gerado
r
Condutores eléctricos:
Condutor de cobre com um isolamento exterior de
plástico.
12
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
Simbologia
Um circuito eléctrico é representado por um esquema eléctrico através de
símbolos.

Pilha + _ Campainha

Bateria de  + _ Motor
M
acumuladores
Dínamo G Interruptor
_

Alternador G Botão de pressão
~

Lâmpada Condutor

20
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
Esquemas eléctricos
Um interruptor a comandar uma lâmpada.

O circuito eléctrico está aberto porque


o interruptor não permite a passagem da
+ _ corrente eléctrica logo a lâmpada estará
apagada.

O circuito eléctrico está fechado


porque o interruptor permite a
passagem da corrente eléctrica logo a
+ _
lâmpada estará acesa.

23
Receptores ligados em série
3 Volt 3 Volt 3 Volt

Os receptores são ligados


uns a seguir aos outros.
+ _

9 Volt

Inconvenientes da ligação em série de receptores:


•Se um dos receptores avariar (por exemplo uma lâmpada fundir) a
corrente eléctrica já não passa para os outros receptores ou seja, o
circuito fica interrompido para os restantes receptores.
•A tensão aplicada pelo gerador ao circuito divide-se pelo número de
receptores.

24
Receptores ligados em paralelo
9 Volt

Os receptores são ligados uns


aos terminais dos outros. 9 Volt Nó ou derivação

9 Volt

9 Volt
+ _

Vantagens da ligação em paralelo dos receptores:


•Se um dos receptores avariar (por exemplo uma das lâmpadas fundir) os
outros continuam a funcionar porque a corrente continua a poder passar
por eles.
•A tensão aplicada pelo gerador ao circuito é a tensão que fica aplicada
em cada receptor independentemente do seu número.
Por estes motivos é que todos os receptores das nossas casas
estão ligados em paralelo. 25
Esquema multifilar 
Um interruptor a comandar uma lâmpada de incandescência,
Caixa de derivação
Terminal ou borne
N

230 V
~

Tensão aplicada ao circuito: 230 Volt


Tipo de corrente eléctrica: Corrente alternada
O Neutro (N) vai ligar directamente ao receptor ou receptores.
A Fase (F) vai ligar ao aparelho de comando, sai do aparelho de
comando e vai ligar ao receptor ou receptores.
O receptor só funciona quando lhe chega o Neutro (N) e a Fase (F).
26
Esquema multifilar
Um interruptor a comandar duas lâmpadas de incandescência.

230 V
~

Observar que os receptores estão ligados em paralelo.


27
Esquema multifilar
O interruptor 1 comanda a lâmpada 1 e o interruptor 2 comanda a lâmpada 2.
1 2

230 V
~

1 2

28
Esquema multifilar
Botão de pressão a comandar uma campainha.
8V
~

Transformador
N

230 V 8V
~ ~

A função do transformador é baixar a tensão de 230


Volt para 8 Volt, já que nos circuitos de sinalização os
receptores funcionam com uma tensão reduzida.
29
Esquema multifilar
Ligação de tomadas monofásicas com terra.

230 V Terra
~

A cor azul do isolamento do condutor identifica o Neutro (N).


A cor preta ou castanha do isolamento do condutor identifica a Fase (F).
A cor verde/amarela do isolamento do condutor identifica o condutor de terra.

30
Multímetro
O multímetro é um aparelho de medida que
permite medir a Intensidade da corrente
eléctrica, a Tensão ou diferença de potencial,
a Resistência eléctrica, verificar a
continuidade eléctrica, etc.

Grandeza eléctrica Unidade
Intensidade da corrente eléctrica  Ampére (A)
(I)
Tensão ou diferença de potencial  Volt (V)
(U)
Resistência eléctrica (R) Ohm (Ω)

31
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
ELECTRICIDADE
Principais grandezas eléctricas
Diferença  de  potencial ou  tensão  (U) ‐ É a 
diferença de electrização (V)
Resistência  (R)  – A  dificuldade  de  passagem 
da corrente eléctrica (Ω)
Intensidade de corrente (I) – mede-se
em amperes (A)
ELECTRICIDADE
Principais grandezas eléctricas
F.E.M – Permite  separar  as  partículas 
eléctricas criando uma d.d.p. ou Tensão (V)
Carga eléctrica (Q) – Q = I x t ou C = A x s
(  Coulomb é a  quantidade  de  electricidade 
transportada  por  uma  corrente  constante  de 
um ampere, durante um segundo) 
ELECTRICIDADE
Os principais efeitos da corrente eléctrica
são:
- Luminosidade (lâmpadas)
- Calorífica ( ferros de soldar e de
engomar, soldadura, etc)
- Químico ( tinas electrolíticas)
- Mecânico ( motores )
ELECTRICIDADE
1ª Lei de OHM

U=R.I
ELECTRICIDADE
Problema:
Determine a resistência de um ferro de soldar, 
que ligado a uma tomada de 220 V, absorve 
da rede uma corrente de 0,63 amperes.
Dados: 
U=220 V
I= 0,63 A
R=?
ELECTRICIDADE
Resolução:
Dados: 
U=220 V U= R x I → R=U/I
I= 0,63 A R=220/0,63= 350Ω
R=?
ELECTRICIDADE
2ª Lei de OHM

E = Rt x I ( Para um circuito fechado)

OHM‐ É a resistência de um receptor que 
submetido à tensão de um volt, é percorrido 
por uma corrente de um ampere
ELECTRICIDADE
Resistência Eléctrica

R = ρ x l / s
ρ – Resistividade ou resistência específica de um
material é a resistência eléctrica de um fio desse
material que tem um metro de comprimento e um metro
quadrado de secção.
Unidade do SI é: Ω x m2 /Ω
ELECTRICIDADE
Exercício
Qual a resistência de um fio de cobre de 10 metros de 
comprimento e 0,1 mm2 de secção ?

Dados:
l = 10 m
s = 0,1 mm2
ρ = 0,0176 Ω mm2 /m
ELECTRICIDADE
Resolução

Dados:
l = 10 m
s = 0,1 mm2
ρ = 0,0176 Ω mm2/m

R = ρxl/s→0,0176x10/0,1 = 1,76Ω
ELECTRICIDADE

Determinar a secção de uma linha entre duas 
localidades separadas por 4 km. A linha é
constituída por dois condutores de cobre de 
resistência de 8,8 Ω.
A resistividade do cobre é de:
(ρ = 0,0176Ωmm2/m)
ELECTRICIDADE
Exercício: Resolução
Dados:
l = 2x4000 m = 8000 m
R = 8,8 Ω
ρ = 0,0176 Ω .mm2 / m
s = ? mm2
R =ρ x l / s
s = 8000 x 0,0176 / 8,8
s = 16 mm2
ELECTRICIDADE
Agrupamento de Resistências
Em série

R = R1 + R2 + R3
AB

UAB = U1 + U2 + U3
ELECTRICIDADE
Exercício
Determine a resistência equivalente ao 
agrupamento em série das resistências de 
60Ω, 30Ω e 20Ω.
ELECTRICIDADE
Exercício ‐ Resolução
Dados:
R1=60Ω R2=30Ω e R3=20Ω.

RAB = R1 + R2 + R3

RAB = 60 +30 + 20 = 110Ω


ELECTRICIDADE
Exercício
Dois receptores de 60 Ω e de 30 Ω de
resistência estão agrupados em série e o
conjunto submetido à diferença de potencial de
225 V. Determinar a tensão nos extremos de
cada receptor.
ELECTRICIDADE
Exercício
Dados: R1 = 60 Ω
R2 = 30 Ω
UAC = 225 V
ELECTRICIDADE
Agrupamento de Resistências
Em paralelo

Se forem agrupadas apenas duas


resistências →
ELECTRICIDADE
Agrupamento de Resistências
Em paralelo
Exercício
Determinar a resistência equivalente ao agrupamento
em paralelo das resistências de 60Ω, 30Ω e 20Ω.
ELECTRICIDADE
Agrupamento de Resistências
Em paralelo
Exercício - Resolução

Dados:
1 / RAB = 1/ R1 + 1/ R2 + 1/ R3
R1 = 60Ω
R2 = 30Ω
R3 = 20Ω
1 / RAB = 1/60 + 1/30 + 1/20 =

1/RAB = 6/60 = 10Ω


ELECTRICIDADE
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece. Considere todas as opções.

I3

I1 I2

L1 L2

sair
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece.

I3

I1 I2

L1 L2

sair
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece.

I3

I1 I2

L1 L2

sair
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece.

I3

I1 I2

L1 L2

sair
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece.

I3

I1 I2

L1 L2

sair
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece.

I3

I1 I2

L1 L2

sair
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece.

I3

I1 I2

L1 L2

sair
Abre e fecha os interruptores deste Circuito com duas lâmpadas em paralelo e
observa o que acontece.

I3

I1 I2

L1 L2

sair