Você está na página 1de 5

Página 1 de 5

IGREJA, UMA AGÊNCIA MISSIONÁRIA


Lc 24.44-49

INTRODUÇÃO
A igreja foi edificada por Cristo para o louvor e glória
dele e proclamação da Sua Obra Redentora. Jesus
instituiu a pregação do evangelho e capacita sua igreja
com o Espírito Santo para que ela possa levar salvação
aos perdidos pregando a remissão de pecados por
meio de Seu Sangue derramado na cruz.
⇨ No texto que lemos Jesus aparece para os
discípulos após sua ressurreição. Ele já havia aparecido
a várias pessoas e em várias ocasiões. Se apresenta
como prova de sua ressurreição e explica o significado,
o cumprimento da promessa e a missão dos apóstolos.

I. COMPREENDENDO A MENSAGEM BÍBLICA


“A seguir, Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu
vos falei, estando ainda convosco: importava se
cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de
Moisés, nos Profetas e nos Salmos”.
⇨ Jesus está lembrando aos seus discípulos que
várias vezes Ele alertou-os de todos os acontecimentos
que estavam por vir. Ele sempre deixou claro que seria
preso, morto, mas que ressuscitaria como temos
registrado em algumas passagens como Mt 16.21;
17.22 e 20.18.
⇨ Não é por acaso que tudo isso se cumpriu. Por
isso Jesus diz: “importava”. Há uma exigência de Deus
para que isso tudo acontecesse.
⇨ Toda a Escritura dá testemunho de Jesus. A
Bíblia Hebraica é dividida desta forma: A Lei chamada
Página 2 de 5

de Torá (Gênesis a Deuteronômio), Os Profetas ou


Neviim e Os Salmos ou Kethuvim que é toda literatura
poética.
“Então, lhes abriu o entendimento para compreenderem
as Escrituras;”
⇨ Toda a Escritura aponta para a Cruz de Cristo.
Jesus explica que para entender a Escritura (AT) é
necessário enxergá-la por meio da Cruz. A morte e a
ressurreição de Cristo são o tema das Escrituras. Só
entendemos as Escrituras pela revelação do próprio
Deus. Os discípulos só compreenderam porque Jesus
lhes abriu o entendimento. Como o próprio salmista
disse: “Desvenda os meus olhos para que eu contemple
as maravilhas da tua Lei”. (Sl 119.18)
“E lhes disse: Assim está escrito que o Cristo havia de
padecer e ressuscitar
dentre os mortos no terceiro dia”.
⇨ Ao expor a Sagrada Escritura ficava claro que
o Sacrifício, morte e Ressurreição de Cristo foi
planejado por Deus, profetizado pelos profetas e agora
havia sido cumprido. Os discípulos viram a relação
entre a Cruz e as promessas do reino de Deus.
Podemos ver isso claramente na primeira carta do
Apóstolo Pedro (1Pe 1.10-12).
⇨ Uma igreja que vive a missão de Deus
compreende a mensagem das Escrituras, compreende
o plano de Deus; a morte e a ressurreição de Cristo e
prega este evangelho.
Página 3 de 5

II. COMPREENDENDO O SEU DEVER


“e que em seu nome se pregasse arrependimento para
remissão de pecados a todas as nações, começando de
Jerusalém”.
⇨ O privilégio de ser escolhido de Deus, remido
por Cristo, ouvir e entender a mensagem do evangelho,
conhecer a razão e o propósito de tudo e ser um
discípulo de Jesus Cristo traz uma responsabilidade:
PREGAR!
⇨ O nome de Cristo deve ser pregado a todos os
povos. Deveria iniciar em Jerusalém, mas que se
expandisse por todo o mundo. Nós somos resultado da
pregação dos apóstolos.
⇨ A promessa da remissão de pecados e da
universalidade do evangelho vemos registra em
Jeremias 31.34: “Não ensinará jamais cada um ao seu
próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece
ao SENHOR, porque todos me conhecerão, desde o menor
até ao maior deles, diz o SENHOR. Pois perdoarei as suas
iniquidades e dos seus pecados jamais me lembrarei”.
“Vós sois testemunhas destas coisas”.
⇨ Em outro texto registrado em Atos capítulo
versículo 8 diz: “mas recebereis poder, ao descer sobre
vós o Espírito Santo e sereis minhas testemunhas tanto
em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos
confins da terra”.
⇨ O pregador do evangelho deve pregar Cristo,
as Escrituras e não filosofias e conceitos próprios ou de
outrem. A tarefa da testemunha é testemunhar com
sinceridade um fato que viu ou ouviu [Exemplo de
testemunha em tribunal].
Página 4 de 5

⇨ Um evangelista americano chamado John


Guest disse que “há uma mudança no pensamento da
igreja hoje, de como está diferente de como a igreja
entendia sua missão de unir-se a Cristo para buscar e
salvar o perdido. Jesus não disse: ‘Eu simplesmente
vim para salvar os perdidos’, mas, ‘eu vim para buscá-
los’. Ele não simplesmente pendurou uma placa na
frente da igreja dizendo: ‘Todos são bem-vindos para
vir e me ouvir pregar’, mas ele saiu nas estradas e
becos e buscou a todos que estavam necessitados, e os
serviu”. Segundo John Guest a mentalidade da igreja de
hoje é "deixe-os e eles virão".

III. CHEIOS DO ESPÍRITO PARA CUMPRIR A


MISSÃO
“Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai;
permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais
revestidos de poder”.
⇨ A promessa que Jesus se refere aqui está
registrada no livro do profeta Joel (Jl 2.28-32). Em Atos
2.1-4 temos o cumprimento desta profecia.
⇨ Na descida do Espírito Santo, a igreja adquiriu
autoridade para pregar o evangelho. O Espírito Santo é
quem dá a igreja condições de proclamar o evangelho
com fidelidade.
⇨ Warren Wirsbe disse: “Testemunhar não é
algo que fazemos para o Senhor; antes, é algo que ele
faz por meio de nós, se estivermos cheios do Espírito
Santo. Existe grande diferença entre "vender o peixe" e
testemunhar com o poder do Espírito. Testemunhamos
com a autoridade do nome de Jesus e com o poder de
seu Espírito, anunciando seu evangelho e sua graça”.
Página 5 de 5

⇨ Vance Havner disse: "Não é pela


argumentação que levamos pessoas a Cristo. Simão
Pedro foi a Jesus porque André o procurou e lhe deu
seu testemunho". Registro que se encontra em Jo 1.40-
42.

CONCLUSÃO E APLICAÇÃO
⇨ Oswald Smith disse: “A tarefa suprema da
igreja é a evangelização do mundo. A igreja que deixa
de ser evangelística em breve deixa de ser evangélica.
Qualquer igreja que não está seriamente envolvida a
ajudar cumprir a Grande Comissão perdeu o direito
bíblico de existir”.

1. Nos preocupamos com as almas perdidas ao ponto


de ir buscá-las? A maneira que vivemos
testemunha de Cristo àqueles que estão ao nosso
redor?
2. Devemos viver de modo digno do evangelho
porque também pregamos com nossa vida.
3. Missões não é só sair para determinadas
localidades, é em todo lugar. Missões se faz indo,
orando e contribuindo.
4. Missões é compartilhar o evangelho de modo
simples, a obra quem faz é o Espírito Santo.