Você está na página 1de 9

OM: 11º BI Mth DATA: Conforme QTS

PLANO DE SESSÃO
(2ª Cia Fuz Mth) HORA: Conforme QTS

INCORPORAÇÃO 2014 GRUPAMENTO:


PERÍODO BÁSICO 2ª Cia Fuz Mth

INSTRUÇÃO INDIVIDUAL BÁSICA

MATÉRIA: Armamento, Munição e Tiro.


ASSUNTO:
02. Desmontar e montar o fuzil;
03. Sanar incidentes de tiro do fuzil.
OBJETIVOS: B-102, B-103
- Realizar a desmontagem em um minuto;
- Identificar as peças principais do fuzil;
- Realizar a montagem, em um minuto, deixando a arma em condições de funcionar;
- Manusear as peças com cuidado, para não danificar o armamento;
- Identificar corretamente os incidentes;
- Executar, acertadamente, com segurança e com presteza, as ações imediatas para sanar o
incidente.

LOCAL DA INSTRUÇÃO: Garagem do Pelotão de Manutenção e Transporte

TÉCNICA DE INSTRUÇÃO: Palestra, demonstração e prática.

MEIOS AUXILIARES: Projetor multimídia.

INSTRUTOR: MONITORES: AUXILIARES:

2º Ten Douglas Sgt Elber Cb Custódio


Sgt Rodolfo

MEDIDAS ADMINISTRATIVAS: Preparação do local da instrução, cautela de


armamento.

MEDIDAS DE SEGURANÇA: A instrução não apresenta riscos aos instruídos, de forma


que se for necessário o militar será encaminhado à enfermaria do batalhão.

FONTES DE CONSULTA: PPB2/2013 e planos de sessões anteriores.


_______________________ ______________________ _______________________
Instrutor Visto Cmt SU Visto Ch 3ª Sec

TEMPO MAI
DISTRIBUIÇÃO DO ASSUNTO E
OBS

1. INTRODUÇÃO

As armas de uma unidade militar são o principal material de que


dispõe. Sem armas, uma organização não é militar e menos ainda
combatente. Sem armas não somos soldados.

É empregando, com eficiência, o nosso armamento que destruímos


ou neutralizamos o inimigo, tanto no ataque como na defesa.

Uma arma bem empregada aumenta a nossa força e é uma grande


ameaça para o inimigo. Uma arma mal empregada é um peso morto e
um grande risco para o próprio usuário.

Embora, todo ano, muitas recomendações sejam feitas sobre os


cuidados de segurança com o armamento, às vezes ainda acontecem
acidentes que provocam ferimentos e até mesmo a morte.

Além dos prejuízos materiais e humanos, existe também a punição


disciplinar e condenação na justiça.

Na instrução de hoje, aprenderemos a desmontar e montar o fuzil


identificando assim suas partes e peças principais, realizaremos ainda
montagens e desmontagens mediante controle do tempo em seu padrão
mínimo de 01 minuto.

Ao final desta instrução, os instruendos demonstrarão o


conhecimento até então ministrado para que possamos prosseguir na
continuação da matéria sem nenhuma dúvida.
2. DESENVOLVIMENTO:

1) Generalidades:

A desmontagem do Fz 7,62 M964 A1 deve ser realizada


segundo operações limitadas para cada um dos escalões de manutenção
e de modo que um deles não execute nenhuma operação privativa dos
escalões de número de ordem mais elevado, ou seja, o 1º escalão não
deve, nem pode, realizar qualquer operação prevista para o 2º escalão.
Este não executar qualquer das previstas para o 3º escalão, e assim por
diante.
Ao contrário, qualquer escalão de manutenção pode fazer
todas as operações dos escalões de número de ordem inferior ao seu.
A desmontagem deve ser realizada somente por elemento
bem instruído, pois este deve conhecer, inclusive, que não há
necessidade de esforço para a retirada (ou a colocação) de qualquer
peça, bem como chegar a realizar a desmontagem sumária (parcial) na
obscuridade.
As peças retiradas devem ser colocadas sempre em uma
superfície limpa, e na mesma ordem que vão saindo, a fim de facilitar a
montagem, a qual se efetuará na ordem inversa.
Embora a desmontagem total da arma não apresente
dificuldade acentuada, é expressamente proibido ultrapassar o escalão de
manutenção em que atua o operador, a fim de que se evitem desgastes
ou outros danos em certas peças, além de que algumas operações exigem
ferramenta especial.
Nota: O uso do martelo, toca-pino ou qualquer outra
ferramenta deve ser feito sem choque, violência ou esforço.
O operador da desmontagem (ou montagem), ou quem o
determinar, é responsável pelo dano que sobrevier da utilização indevida
de qualquer ferramenta ou substituto dela.

2) Características do Fz 7,62 M 964 A1

• a) Nomenclatura: Fuzil 7,62 M 964 A1.


• b) Características:

1) Aspectos classificatórios:
- tipo: Portátil;
- emprego: Individual;
- princípio motor: Força de expansão dos gases;
- funcionamento: Semi –automático, embora com a mudança do
registro de tiro e segurança para a posição “A” executa o tiro continuo;
- carregamento: retrocarga, porem quando empregado para o
lançamento de granadas, passa a ser misto.

2) Dados numéricos.
- Peso:
Da arma sem carregador....................4,150Kg
Da arma com carregador pleno...........4,880Kg
Da arma com carregador vazio............4,400Kg
- Comprimentos:
Com a coronha aberta.........................1,09m
Com a coronha rebatida.......................0,85m
Da linha de mira...................................0,55m
- Velocidade prática de tiro:
Tiro continuo................................120TPM
Tiro intermitente...........................60TPM
- Alcance máximo......................3.800m
- Alcance de utilização...............250m

c) Ferramentas:

- para trabalhos de manutenção orgânica:


* 1° escalão: Não recebe ferramentas. Dispõe apenas das peças
para limpeza e lubrificação orgânicas da própria arma isto é, o estojo de
limpeza.
* 2° escalão: Dotação para uma SU de uma bolsa de acessórios de
manutenção de 2° escalão.

• d) Acessórios:
- bandoleira;
- reforçador para tiro de festim;
- baioneta.

• e) Manejo:
- O manejo do PARAFAL é idêntico ao do FAL, com vantagem da
coronha rebatível.

• f) Desmontagem de 1° escalão:
- medidas preliminares;
1° Colocar a arma em segurança ou travar.
2° Retirar o carregador.
3° Executar dois golpes de segurança.

- desmontagem;
1° Abrir a arma.
2° Retirar a tampa da caixa da culatra com ferrolho,
impulsor do ferrolho e mola recuperadora.
3° Separar o conjunto, ferrolho impulsor do ferrolho da
tampa da caixa da culatra.
4° Separa o ferrolho do impulsor do ferrolho.
5° Retirar o percussor e sua mola.
6° Separar o percussor de sua mola.
7° Desmontar o obturador de cilindro de gases.
8° Retirar o êmbolo e separa –lo de sua mola.
• g) Montagem:
Ordem inversa.
- medidas complementares:
1° engatilhar a arma.
2° destravar a arma.
3° desengatilhar a arma.
4° travar a arma.
5° colocar o carregador.

Só a prática leva à perfeição.

3. Incidentes de tiro
Há quando se produz uma interrupção do tiro (sem danos p/ o
material e/ou pessoal ) por motivo independente da vontade do
atirador.
A causa do incidente é, normalmente eliminada por um
conjunto de operações chamados “ações imediata.”

1. Ação imediata:
1) travar a arma.
- 2) retirar o carregador.
- 3) Dar dois golpes de segurança, para extrair, se possivel, e
ejetar um cartucho ou estojo que esteja na arma
- 4) Prender o ferrolho à retagurada atuando no retém do
ferrolho
- 5) Inspecionar a câmara, o cano e a caixa da culatra.
- 6) Recolocar o carregador.
- 7) Carregar a arma atuando no retém do ferrolho.
- 8) Destravar e recomeçar o tiro.
2. Tipos de incidentes de tiro

a) Falhas na apresentação

- 1) Causas
- a) Falta de recuo ou insuficiência de gás: o ferrolho no
recuo, ou fez de modo imcompleto, e não extraiu, ou não
ejetou, ou não levou outro cartucho à câmara.
- b) Excesso de gás: o ferrolho recua violentamente.
- c) Carregador sujo ou defeituoso

- 2) Correções
- a) Reduzir o escape de gases por meio do anel regulador
do escape de gases
- b) Aumentar o escape de gases
- c) Examinar, limpar ou substituir o carregador, após
participar ao superior imediato

- b) Falha no carregamento

- 1) Causas
- a) Câmara suja
- b) Arma suja
- c) Cartucho defeituoso
- d) Ruptura do cartucho

- 2) Correções
- a) Lipar a câmara
- b) Lipar a arma
- c) Retirar o cartucho defeituoso
- d) participar ao superior imediato e substituir a munição

- c) Falha na percussão

- 1) causas
- a) Cartucho defeituoso
- b) Defeito no trancamento da arma
- c) Percussor defeituoso

- 2) Correções
- a) Extrair e ejetar o cartucho defeituoso
- b) Limpar a arma
- c) participar ao superior imediato o percussor ou a mola

d) Falha na extração

- 1) Causas
- a) Insuficiência de gases
- b) Câmara suja
- c) estojo sujo
- d) Extrator defeituoso

- 2) Correções
- a) Reduzir o extrato de gases
- b) Lipar a câmara
- c) Limpar a munição
- d) participar ao superior imediato e substituir o extrator

- e) Falha na ejeção

- 1) Causas
- a) Insuficiência de gases
- b) Caixa da culatra suja
- c) Ejetor defeituoso

- 2) Correções
- a) Reduzir o escape de gases
- b) Limpar a arma
- c) participar ao superior imediato e substituir o ejetor

- f) Falha no retém do ferrolho

- 1) Causas
- a) Insuficiência de gases
- b) Retém do ferrolho sujo
- c) Carregador defeituoso

- 2) Correções
- a) Reduzir o escape de gases
- b) Limpar a arma
- c) Examinar, limpar ou substituir o carregador, após
participar ao superiror imediato.
3. CONCLUSÃO

Avaliação: Farei agora perguntas aos recrutas.

1. Por que não devemos desmontar o fuzil em todos os


escalões?

Embora a desmontagem total da arma não apresente dificuldade


acentuada, é expressamente proibido ultrapassar o escalão de
manutenção em que atua o operador, a fim de que se evitem
desgastes ou outros danos em certas peças, além de que algumas
operações exigem ferramenta especial.

2. Quais as principais características do Fuzil


Automático Leve?

- Nomenclatura: Fuzil 7,62 M964A1.


- Tipo: Portátil
- Emprego: Individual
- Princípio Motor:Força de expansão de gases
- Funcionamento: Semi-automático
- Carregamento: Retrocarga
- Raiamento: Alma raiada
- Calibre: 7.62
- Alcance Máximo: 3.800 m
- Alcance de Utilização: 250 m

3. Quantas operações consistem a desmontagem e as


medidas preliminares do Fz 7,62 M964A1?
A desmontagem do Fuzil 7,62 M964A1 (PARA-FAL) consiste
em 09 operações e deve ser precedida de 04 medidas preliminares
estando o fuzil com a bandoleira.

4. Cite uma ação imediata quando ocorrer um


incidente de tiro.
5. Cite tipos de incidentes de tiro.

6. Cite uma causa de falha na apresentação

Retificação do aprendizado: Farei agora uma recapitulação


dos tópicos da instrução que não tenham sido bem assimilados e
em seguida uma retirada de dúvidas.
Encerramento: Encerrando esta instrução, quero ressaltar que o
desconhecimento das características bem como da incapacidade
individual de montar e desmontar o PARA-FAL (Fuzil Automático
Leve) pode colocar em risco a vida do próprio combatente.

“UMA UNIDADE COMBATENTE NADA VALE SE OS SEUS


INTEGRANTES NÃO CONHECEM E NÃO SOUBEREM
UTILIZAR BEM O SEU ARMAMENTO.”

4- Críticas/Sugestões: Nada a observar.