Você está na página 1de 5

ASSESSOTEC

ASSESSORIA TÉCNICA EM ACIONAMENTOS


https://sites.google.com/view/calcular-potencia-do-motor
José Luiz Fevereiro Cel. 55 11 9.9606.7789
e-mail: fevereirojl@gmail.com

VIGA I
Exercício proposto pelo Engº Paulo Sergio Longuinho de Belo Horizonte - MG

Verificar se a alma de uma viga I submetida à uma força peso de 25000kgf resiste a flambagem

Material aço. Módulo de elasticidade E = 2100000kgf/cm²

Viga apoiada e submetida a uma força peso de 25 t pode flambar?

Cálculos considerando somente a alma da viga

Sempre que o perfil tiver seu comprimento muito elevado em relação à sua secção transversal e for submetido ao
esforço de compressão no sentido axial, deve ser verificado se suporta a carga sem curvar.
Lf = 2L Flambagem Lf = 0,5L Flambagem

As figuras acima representam as situações que influem na resistência à flambagem. Nas duas figuras a sua esquerda
não há sustentação lateral da barra e da carga, provocando maior desequilíbrio. Nas duas figuras a direita, as colunas
laterais dão sustentação lateral a barra não permitindo que a mesma curve facilmente e portanto o equilíbrio é
maior, mas mesmo assim a flambagem pode ocorrer.

1 - Considerando carga suportada lateralmente

𝐿𝑓 = 2 ∗ 𝐿 = 0,5 ∗ 90𝑐𝑚 = 45𝑐𝑚

Momento de inercia da secção do perfil retangular

A força peso, evidentemente, poderá curvar o perfil mais facilmente no sentido da menor dimensão ou seja 16mm

𝐴 ∗ 𝐵³ 50 ∗ 1,6³
𝐼= = = 17𝑐𝑚4
12 12
A alma dessa viga pode suportar uma força peso de

𝜋 2 ∗ 𝐸 ∗ 𝐼 3,142 ∗ 2100000𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚² ∗ 17𝑐𝑚4


𝑃𝑓𝑙 = = = 173997𝑘𝑔𝑓
𝐿𝑓² 45²

2 - Considerando carga não suportada lateralmente

𝐿𝑓 = 2 ∗ 𝐿 = 2 ∗ 90𝑐𝑚 = 180𝑐𝑚

A alma dessa viga pode suportar uma força peso de

𝜋 2 ∗ 𝐸 ∗ 𝐼 3,142 ∗ 2100000𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚² ∗ 17𝑐𝑚4


𝑃𝑓𝑙 = = = 10917𝑘𝑔𝑓
𝐿𝑓² 180²
Conclusão: A viga não suportará a força peso de 25 t se não houver apoio lateral
COMO CALCULAR O DIÂMETRO DE PERFIL TUBULAR - DEDUÇÃO DA EQUAÇÃO

Pelo professor Claudemir Alves

http://claudemiralves.weebly.com/uploads/3/8/6/2/3862918/flexao.pdf

Exemplo acompanhando o desenvolvimento da fórmula:

Viga tubular D = 20cm; d = 18cm; Momento fletor = 350000kgfcm


Material Aço SAE 1040 – Tensão de escoamento 2600kgf/cm²

𝜎𝑒 𝑀𝑓𝑚𝑎𝑥 350000
= = = 1295,8𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚2 (𝑒𝑞𝑢𝑎çã𝑜 1.21)
𝑘 𝜋(𝐷 − 𝑑 ) 𝜋(204 − 184 )
4 4
32𝐷 32 ∗ 20

𝑑 18
𝑦= = = 0,9 (𝑒𝑞𝑢𝑎çã𝑜 1.22)
𝐷 20

𝑑 = 𝑦𝐷 = 0,9 ∗ 20 = 18 (𝑒𝑞𝑢𝑎çã𝑜 1.23)


𝜎𝑒 𝑀𝑓𝑚𝑎𝑥 ∗ 32𝐷 350000 ∗ 32 ∗ 20
= = = 1295,8𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚²
𝑘 𝜋(𝐷 4 − 𝑑4 ) 𝜋(204 − 184 )

𝜎𝑒 𝑀𝑓𝑚𝑎𝑥 ∗ 32𝐷 350000 ∗ 32 ∗ 20


= = = 1295,8𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚²
𝑘 𝜋[𝐷 − (𝑦𝐷) ] 𝜋 ∗ [204 − (0,9 ∗ 20)4 ]
4 4

𝜎𝑒 𝑀𝑓𝑚𝑎𝑥 ∗ 32𝐷 350000 ∗ 32 ∗ 20


= = = 1295,8𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚2 (𝑒𝑞𝑢𝑎çã𝑜 1.25)
𝑘 𝜋𝐷 4 − 𝜋𝑦 4 𝐷4 𝜋 ∗ 204 − 𝜋 ∗ 0,94 ∗ 204 )

𝜎𝑒 𝑀𝑓𝑚𝑎𝑥 ∗ 32𝐷 350000 ∗ 32 ∗ 20


= = = 1295,8𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚2 (𝑒𝑞𝑢𝑎çã𝑜 1.26)
𝑘 𝜋𝐷 4 (1 − 𝑦 4 ) 𝜋 ∗ 204 (1 − 0,94 )

𝜎𝑒 𝑀𝑓𝑚𝑎𝑥 ∗ 32 350000 ∗ 32
= = = 1295,8𝑘𝑔𝑓/𝑐𝑚2 (𝑒𝑞𝑢𝑎çã𝑜 1.27)
𝑘 𝜋𝐷 3 (1 − 𝑦 4 ) 𝜋 ∗ 203 (1 − 0,94 )

3 𝑀𝑓𝑚𝑎𝑥 ∗ 32 ∗ 𝑘 3 350000 ∗ 32 ∗ 2
𝐷=√ 4
=√ = 20𝑐𝑚 (𝑒𝑞𝑢𝑎çã𝑜 1.28)
𝜋𝜎𝑒 (1 − 𝑦 ) 𝜋 ∗ 2600 ∗ (1 − 0,94 )

𝑑 = 𝑦𝐷 = 0,9 ∗ 20 = 18𝑐𝑚