Você está na página 1de 3

Justiça Eleitoral

PJe - Processo Judicial Eletrônico

23/10/2020

Número: 0600357-89.2020.6.25.0012
Classe: REPRESENTAÇÃO
Órgão julgador: 012ª ZONA ELEITORAL DE LAGARTO SE
Última distribuição : 21/10/2020
Valor da causa: R$ 0,00
Assuntos: Cargo - Prefeito
Segredo de justiça? NÃO
Justiça gratuita? NÃO
Pedido de liminar ou antecipação de tutela? SIM
Partes Procurador/Terceiro vinculado
PRA LAGARTO CONTINUAR SORRINDO 10- MARIO CESAR VASCONCELOS FREIRE DE CARVALHO
REPUBLICANOS / 12-PDT / 14-PTB / 17-PSL / 40-PSB / 77- (ADVOGADO)
SOLIDARIEDADE (REPRESENTANTE)
INOR INSTITUTO DE PESQUISAS DO NORDESTE LTDA
(REPRESENTADO)
PROMOTOR ELEITORAL DO ESTADO DE SERGIPE
(FISCAL DA LEI)
Documentos
Id. Data da Documento Tipo
Assinatura
20295 23/10/2020 13:08 Decisão Decisão
358
JUSTIÇA ELEITORAL
012ª ZONA ELEITORAL DE LAGARTO SE

REPRESENTAÇÃO (11541) Nº 0600357-89.2020.6.25.0012 / 012ª ZONA ELEITORAL DE LAGARTO SE


REPRESENTANTE: PRA LAGARTO CONTINUAR SORRINDO 10-REPUBLICANOS / 12-PDT / 14-PTB / 17-PSL / 40-
PSB / 77-SOLIDARIEDADE
Advogado do(a) REPRESENTANTE: MARIO CESAR VASCONCELOS FREIRE DE CARVALHO - SE2725
REPRESENTADO: INOR INSTITUTO DE PESQUISAS DO NORDESTE LTDA

Trata-se de impugnação ajuizada pela coligação “ PARA LAGARTO CONTINUAR


SORRINDO” , com pedido de liminar inaudita altera pars, em face de INOR
INSTITUTO DE PESQUISA DO NORDESTE LTDA, tendo em vista a existência de
suposta incongruência encontrada na pesquisa registrada, sob o n° SE-
03176/2020, pleiteando-se, assim, a suspensão da divulgação, sob pena de
aplicação de multa diária.
Afirma o requerente que a pesquisa eleitoral impugnada foi realizada em
desacordo com a metodologia apontada no plano amostral, violando, com isso, o
disposto no art. 33, da Lei nº 9.504/1997, assim como o estabelecido na Resolução
TSE nº 23.600/2019, alegando, em suma, que:
a) Houve erro no detalhamento de povoado, pois não fez referência ao
bairro Brejo de cima do meio e de baixo;
Tendo em mente que as pesquisas eleitorais podem interferir no julgamento do
eleitor e favorecer um ou outro candidato, sanando a dúvida de um eleitor indeciso,
com o objetivo de garantir rigor metodológico e científico às pesquisas de opinião,
evitando-se a manipulação perniciosa de dados que podem influir na formação da
vontade do eleitor, o art. 33, da Lei 9.504/07, e a Resolução TSE nº 23.600/19,
disciplinaram a forma de realização das pesquisas eleitorais, bem como as
informações necessárias para sua elaboração.
O artigo 2º da Resolução TSE 23.600/2019, dispõe:
Art. 2º A partir de 1º de janeiro do ano da eleição, as entidades e as empresas que
realizarem pesquisas de opinião pública relativas às eleições ou aos candidatos,
para conhecimento público, são obrigadas, para cada pesquisa, a registrar, no
Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), até 5 (cinco) dias antes da
divulgação, as seguintes informações:

Assinado eletronicamente por: CAROLINA VALADARES BITENCOURT - 23/10/2020 13:08:20 Num. 20295358 - Pág. 1
https://pje1g.tse.jus.br:443/pje/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=20102313082011800000018652760
Número do documento: 20102313082011800000018652760
Sendo certo que o conteúdo somente deva ser analisado quando
evidentemente abusivo, as questões praticas e objetivas, devem ser por todos
observadas, visto que são os requisitos mínimos estabelecidos pelo art. 33 da Lei
9.540/97 – e art. 2º, da Resolução TSE n° 23.600/2019, e, se não observadas,
autorizam, de plano, a suspensão da publicação da pesquisa.
Inicialmente, e já revendo posicionamentos anteriormente adotados, até
porque nestes autos a representante traz único fundamento tenho que a falta de
indicação se se tratava de Brejo de cima, Brejo do meio ou Brejo de Baixo, é mera
irregularidade que não causa máculas a pesquisa realizada, notadamente porque
as localidades indicadas são contíguas e porque a própria resolução autoriza que a
empresa, até um dia após a data da publicação, art. 2, parágrafo 7. Resolução
23.600, apresente o plano relacionado aos bairros, ou seja, apresente toda a
extensão em que fora realizada a pesquisa de modo que a indicação escassa, sem
indicar se de cima, do meio ou de baixo não apresenta o erro que quer fazer crer o
requerente.
Dito isto, INDEFIRO O PLEITO LIMINAR.
Indefiro o pedido de acesso ao sistema interno de controle, verificação e
fiscalização da coleta de dados, o qual deverá ser objeto de pedido próprio, a ser
autuado na classe Petição (Pet), conforme dispõe art. 13, §3º, da Resolução TSE
N.º 23.600/2019.
Intimem-se.
Cite-se o Representado, para, querendo, apresentar resposta no prazo de
02 dias, nos termos do art. 18, da Resolução TSE n.º 23.608/2019.
Dê-se vista o Ministério Publico.
Publique-se no mural.

Lagarto/SE, 23 outubro de 2020

Assinado eletronicamente por: CAROLINA VALADARES BITENCOURT - 23/10/2020 13:08:20 Num. 20295358 - Pág. 2
https://pje1g.tse.jus.br:443/pje/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=20102313082011800000018652760
Número do documento: 20102313082011800000018652760