Você está na página 1de 13

A VIDA ANTES E

DEPOIS DA PNL
Um Workshop Isa Minatel

E-Book 1
ÍNDICE

E-BOOK 1:
COMO EMAGRECI 17KG COM PNL E O QUE ISSO TEM A
VER COM EDUCAR CRIANÇAS?

E-BOOK 2:
COMO PASSEI A ACORDAR 5H DA MANHÃ COM A PNL
E O QUE ISSO TEM A VER COM EDUCAR AS CRIANÇAS

E-BOOK3:
COMO RESGATEI RELACIONAMENTOS COM PNL E O
QUE ISSO TEM A VER COM EDUCAR CRIANÇAS

E-BOOK 4:
COMO CONSEGUIR FAZER MUDANÇAS NA SUA VIDA
COM AS CRIANÇAS E O QUE ISSO TEM A VER COM PNL
E-BOOK 1

FRASES de DESTAQUE

“As motivações que eu tinha não criavam a alavanca suficiente para que meu cérebro
fizesse a mudança.”

"Programação Neurolinguística é programar a nossa mente – neuro – através da


nossas palavras, da comunicação interna e da comunicação externa".

"Muito do que você acredita que está escolhendo já é fruto da sua programação
mental que não foi escolhida por você".

4 passos:
1 – Tomar consciência da sua programação ativa
2 – Analisar os resultados que está tendo
3 – Decidir o que quer, agora que está assumindo o controle
4 – Agir em direção ao que quer

Meta-pensamento = pensar sobre o que a sua forma de pensar faz com você.
Você controla os seus pensamentos ou eles controlam você?
Seus pensamentos foram escolhidos por você? Ou pelos seus pais, sua infância ou pela
mídia, pela cultura?

Imagine se as crianças fossem educadas com essa consciência de assumirem as


programações de seus cérebros desde pequenas para lidar melhor com:
O medo?
A timidez?
A raiva?

Podemos aprender a produzir os mais efetivos comportamentos, mas se esses


comportamentos não apoiam nossas mais profundas necessidades e desejos, se esses
comportamentos infringem outras coisas que são importantes para nós, então temos
conflitos interiores.

Se uma pessoa está conseguindo uma coisa, mas lá no fundo quer alguma outra, ela não
será completamente feliz e, talvez, nem completamente saudável.

Ou se está no processo de alcançar uma meta, mas acaba passando por cima da sua
própria crença sobre o que é certo e errado, então pode ficar em confusão.

Ela deveria estar feliz mas não está. Deveria comemorar mas não sente vontade...

Já teve momentos assim?


E-BOOK 1

E o que são valores?

Valores são conjunto de crenças e regras que determinam para nós o certo e o que importa.

Se não atendemos aos nossos valores, não nos sentimos completos e realizados. E, muitas
mudanças que conseguimos fazer, acabam não sendo mantidas.

Nas muitas vezes que as crianças nos tiram do sério é porque seu comportamento foi
contrário a algum de nossos valores...

Você sabe me dizer assim, de pronto, quais são seus 10 principais valores?
E os 5 principais, então?

Essa falta de clareza sobre nossos valores traz problemas.

Primeiro: Sem a clareza dos nossos valores, abrimos um espaço para sermos influenciados
por valores alheios... Amigos, parentes, igrejas, pediatras, outros profissionais e,
principalmente, as mídias e nossa cultura acabam sendo influência e, sem perceber, estamos
vivendo segundo os valores deles.

Daí surgem:
Desencontros,
Infelicidades,
Dificuldade de encontrar a missão de vida,
Dificuldade de contar com nosso instinto materno e paterno,
Dificuldade de se conectar com as crianças
dores e doenças.

Segundo: Perdemos o critério para saber classificar os comportamentos das crianças.

O que eu devo deixar passar?


Quando devo chamar para conversar?
O que é realmente importante?

Os nossos valores bem definidos nos colocam nos caminhos das decisões mais iluminadas,
para sabermos quais comportamentos inadequados de nossas crianças merecem mais
atenção e quais podem ser deixados de lado.
E-BOOK 1

Mas, de onde vêm os nossos valores? Do ambiente de punição e de recompensa gerado por:

- Pais
- Amigos
- Ídolos e heróis
- Professores
- Trabalho
- Mídia

Podemos mudar os nossos valores quando mudamos nossos objetivos ou ainda quando algo faz
com que modifiquemos nossa autoimagem.

Por exemplo: Se você ganhou muito conhecimento sobre a infância, seus valores de como vai
trabalhar daqui para a frente, o que você acha que é uma boa criança, e a escola que você
almeja para seus filhos serão bastante diferentes.

Até as suas amizades podem mudar para combinar com a sua "nova" autoimagem.

O que te move?
O que chama a sua atenção?
Onde você costuma ir?
Quem são seus amigos?
O que você faz?
Que páginas segue?
Que canais assiste?

O desafio para a maioria das pessoas é que muitos desses valores são inconscientes. Muitas
vezes as pessoas não sabem por que fazem certas coisas - elas só sentem que têm que fazê-las.
Até porque nossos valores mais básicos foram instalados em nós enquanto ainda éramos muito
pequenos. Aos 3 anos Montessori diz que uma criança é "homem feito" com relação ao seu
caráter.

Cada pessoa tem seu conjunto de valores e, para além disso, sua hierarquia de valores.

O que é, para você, o valor mais importante, acima de qualquer coisa?


Você pode colocar um alto valor pessoal no sucesso da sua carreira, mas também em ser uma
mãe ou um pai presente e acompanhar o desenvolvimento da sua criança. Assim aparecem os
conflitos: você prometeu estar na apresentação da sua criança na escola e então surge uma
reunião super importante sobre uma possibilidade de promoção pra você.
O que você escolherá depende do que colocar como seu valor mais alto naquele contexto.
Por que tem gente que está infeliz tendo um trabalho tão bom?
Por que uma pessoa está infeliz se tem a chance de estar sendo mãe 100% do tempo como é o
sonho de muitas mulheres?
Pode estar havendo conflito de valores.
E-BOOK 1

Uma vez que compreenda os valores das pessoas ou mesmo das instituições, pode antecipar
como irão reagir a determinadas circunstâncias. Isso é muito importante para escolher uma
escola para deixar sua criança.

- Como a escola lida com os conflitos?


- O que acontece quando a criança erra?
- Como são os treinamentos dos professores?
- Há investimentos em relação ao conhecimento sobre as
emoções ou o foco é todo no conteúdo?

Essas são questões importantes que você pode fazer ao visitar uma escola.

Saber a sua própria hierarquia de valores, fará você ficar fortalecido para resolver qualquer
conflito interno. Na verdade, o que as pessoas ou nossa cultura acreditam ser sucesso pode
não ser o que é sucesso para você.

Se tiver atingido o corpo perfeito, a carreira perfeita e a conta bancária perfeita como dita a
cultura, pode ser que você não se encontre feliz e não se sinta bem-sucedido.

Agora, quando você se encontrar em uma condição digna de vida que atenda aos seus
valores básicos, aí sim você estará feliz e terá alcançado o sucesso. O SEU sucesso!

Isso também vale para a forma como você educa as suas crianças.
Se você tiver essa clareza dos seus próprios valores, não se importará tanto com o que os
outros falam. Estará feliz e saudável e esses serão os seus parâmetros internos para mostrar
que você está no lugar na vida em que deveria estar: FELICIDADE e SAÚDE.

Da mesma forma, se educarmos nossas crianças assim, elas também terão na sua felicidade
e na sua saúde os parâmetros para sempre voltarem a buscar seu alinhamento com seus
valores fundamentais. E assim, terão muito mais chance de ter uma vida feliz e saudável.

Todos temos um valor maior, uma coisa que mais desejamos em qualquer situação, seja num
relacionamento ou num trabalho:

- Liberdade,
- Amor,
- Prazer
- Segurança.

Provavelmente você pensa: "Eu quero todas estas coisas". Acontece que essas coisas tem um
valor relativo para cada pessoa. O que uma pessoa mais quer de uma amizade é prazer;
outra, amor; uma terceira, honestidade; uma quarta, segurança.
E-BOOK 1

E sabe onde mora o grande problema?

No fato de que muitos de nós somos totalmente ignorantes em relação a nossa hierarquia de
valores, ou seja, desconhecemos completamente os nossos próprios critérios de alegria,
satisfação ou sucesso.

E se não conhecemos os nossos, estamos mais longe ainda de conhecer a hierarquia de


valores das pessoas que amamos.

É claro que temos uma ideia de querer amor, ou prazer, ou segurança, honestidade... Mas, se
você for como eu era antes da PNL, você não tem clareza sobre como essas peças se juntam.

E como a gente descobre a nossa hierarquia de valores?

PASSO 1
ASSISTIR A AULA 1 DO WORKSHOP “A VIDA ANTES E DEPOIS DA PNL” COM ISA
MINATEL

PASSO 2
COM BASE NO CONTEÚDO DA AULA, CRIAR UMA LISTA LIVRE DOS SEUS PRINCIPAIS
VALORES

Determinar o contexto específico e responder: “Quais são os seus valores em relação a


educação de uma criança?”

Você pode se perguntar: "O que é mais importante para mim em relação a educação da
minha criança?"
E-BOOK 1

Se você divide esse processo com outros adultos – cônjuge, avós, professores, cuidadores –
e tiver a chance de conversar sobre isso com eles, você poderá até fazer uma lista conjunta...

Cada uma responde: “O que é mais importante para mim em relação a educação da minha
criança?". E depois todos conversam para chegar a uma lista comum...

Isso é um processo a que podemos chamar de alinhamento de valores.

Imagina alinhar os valores com seu cônjuge, seus sogros, seus pais, os professores e os
cuidadores da sua criança e ter todo mundo seguindo uma linha comum na educação da sua
criança? Um sonho, né?

Se for possível, que os outros adultos que compartilham a educação da criança também
assistam a aula e preencham as tabelas. Pode usar essa opção:

Se criarmos uma oportunidade respeitosa de sentarmos juntos e alinharmos nossos valores,


cada um entendendo o outro, cada um cedendo um pouquinho, as diferenças podem ir
sendo trabalhadas e a criança tem mais chance de crescer num ambiente de mais paz e
harmonia... Às vezes essa noção vai nos fazer até trocar de modo de vida... Tomar outras
decisões... Fazer outras escolhas assim que possível... Tudo para sermos mais felizes,
saudáveis e vivermos com mais consciência e paz.
E-BOOK 1

PASSO 3
COLOCAR OS VALORES NUMA ESCALA DE IMPORTÂNCIA

Depois que você criou a sua lista dos 5 ou 10 principais valores com relação a educar uma
criança, o passo seguinte é colocar os valores numa escala de importância, ou seja, você vai
estabelecer uma comparação entre essas palavras da lista. Então, pensando em “felicidade,
desenvolvimento e segurança”, a pergunta seria: "O que é mais importante para você: a
felicidade ou o desenvolvimento da criança?"

Se a resposta é: "Desenvolvimento", então é óbvio que está numa posição mais alta na
hierarquia de valores. A seguir a pergunta seria: "O que é mais importante para você, o
desenvolvimento da criança ou a segurança da criança?" Se a resposta é: "Segurança",
então, desses três valores, segurança é o número um, entende?

Você pode fazer isso com uma lista de qualquer tamanho para compreender o que é mais
importante para uma pessoa. E pode alinhar a lista com os principais adultos que têm
envolvimento direto com a vida da criança. Isso pode acontecer abertamente, se for possível,
ou mentalmente, para tomada de decisões.

Esse processo nem sempre é muito fácil. Alguns desses valores têm diferenças muito
pequenas na nossa hierarquia. Então, quando uma decisão não for clara, vá para as
diferenças mais específicas. Você pode perguntar: "O que é mais importante: limpeza e
organização ou desenvolvimento da criança?" Uma pessoa pode responder: "Bem, com
limpeza e organização a criança se desenvolve melhor".
E-BOOK 1

Então você precisa perguntar: "O que significa limpeza e organização para você? O que
desenvolvimento significa para você?"

Se a resposta for: "Limpeza e organização é bem-estar e saúde, e desenvolvimento


significa crescer feliz", então você pode perguntar: "O que é mais importante, bem-estar
e saúde ou crescer feliz?" Isso tornará a decisão mais fácil.

Se as diferenças ainda não estiverem claras, pergunte o que aconteceria se você excluísse
um valor: "Se você nunca pudesse ficar com a limpeza e a organização em dia, mas
pudesse ver sua criança desenvolver-se, seria essa sua escolha, ou se você nunca pudesse
ver sua criança se desenvolver mas pudesse ficar sempre com a limpeza e a organização,
qual você preferiria?"

Isso, geralmente, dá condições para chegar ao valor mais importante.

Descobrir sua própria hierarquia de valores para a sua relação com a criança é um dos
mais valiosos exercícios que você pode fazer neste workshop. Pare um pouco para decidir
o que deseja desse relacionamento.

OBS.: Se a sua criança já tiver mais de 7 anos, você pode fazer também esse processo
para a relação de vocês em conjunto. Vocês dois desenvolverão uma nova consciência das
mais profundas necessidades um do outro. Façam juntos uma lista de todas as coisas que
são mais importantes para vocês 2 nesse relacionamento.

Por exemplo: organização e limpeza da casa, alegria, brincadeira, amor, respeito, higiene
pessoal, boa alimentação...

É claro que você não pode ir pela vida afora fazendo escalas completas de valores para
todas as pessoas que conhece! Agora para os relacionamentos duradouros como cônjuge
e filho, quanto mais você descobrir sobre como funciona o cérebro dessas pessoas,
melhor!!!

Se você for professor, o mesmo raciocínio vale para cada turma.

Não é essencial na vida ter exatamente os mesmos valores das outras pessoas com as
quais você convive: filhos, alunos, cônjuges ou chefes. Mas é essencial ser capaz de fazer
um alinhamento dos valores de vocês. Ou seja, entender quais são os valores destas
pessoas para apoiar e trabalhar com eles.
E-BOOK 1

Caso esteja fazendo o processo com outros adultos, coloque os valores de cada um na
hierarquia usando a tabela a seguir:

Agora, eu preciso te dizer... Reunir uma hierarquia de valores não é suficiente. Se o valor
primário no relacionamento com a criança vocês chegaram a conclusão que é amor, você
pode perguntar: "O que mostra que você ama a criança?" e aí vai perceber um sem fim de
possibilidades para essa palavrinha... (Aí a gente precisaria estudar sobre PROCEDIMENTO
EVIDENCIAL, mas esse assunto vai ficar para outra oportunidade).

Não é um processo fácil, mas fazendo tudo com cuidado, saberá mais sobre si mesmo, o que
deseja de verdade e quem divide a vida e a educação da sua criança com você.
E-BOOK 1

PASSO 4 (OPCIONAL)
CRIAR UM ALINHAMENTO DE VALORES e tiver essa oportunidade, converse com as
pessoas para ver se conseguem chegar a uma lista comum, com cada um cedendo um
pouquinho, se conhecendo mais e se respeitando…

Valores comuns formam a base para a harmonia e para a máxima potência dos
relacionamentos. Alinhamento de valores é a base de um relacionamento poderoso e
duradouro. E pode contribuir MUITO para o resgate de relação com filhos adolescentes
também. ALGUNS PRESSUPOSTOS DA PNL que tem muita conexão com VALORES:

1. Todo comportamento possui, na origem, uma intenção positiva.


2. As pessoas se comportam a partir de sua percepção do mundo e não do mundo em si.  
3. Comportamento é resposta de comportamento.

Não há nada tão destruidor e com poder para sugar as energias vitais do que ter valores
fortes puxando você e sua família para direções opostas. 

Você pode exercer a liberdade na educação da sua criança - que vai contra o outro. O outro
pode exercer a disciplina rígida, de uma forma que destrói você... Você pode tentar se
adaptar - isto é, reprimir seus anseios de liberdade - de tal forma que você se torna uma
pessoa frustrada e destrutiva no relacionamento.

Logo começa a filtrar todas as experiências de vida através dessas emoções negativas até se
tornarem parte de você e pode acabar tentando aliviar comendo muito, fumando, ficando
doente e outras válvulas de escape que o organismo encontrar...Ou...

Podemos ter a consciência expandida, a coragem e o respeito de realmente confrontarmos e


compreendermos juntos os nossos valores.

Claro que isso pode não ser resolvido apenas em uma conversa e pronto. É uma construção
de vida e que, portanto, acontece enquanto se vive a própria vida.
E-BOOK 1

Abrindo-se ao diálogo sem querer buscar “quem tem razão”, mas caminhos comuns de
amor, respeito e felicidade na educação de uma criança, tudo pode ser um processo
maravilhoso de crescimento e amor.

Você precisa saber o que quer - seus valores primários e sua hierarquia de valores. Você
precisa agir. Você precisa desenvolver a perspicácia para saber o que está conseguindo.
E você precisa desenvolver a flexibilidade para mudar.

E um aviso final desta aula sobre valores:


Se seus comportamentos atuais não combinam com seus valores, você precisa modificar
seus comportamentos para resolver o conflito.

Sua saúde, sua paz de espírito e sua criança agradecem!

Você já tinha pensando sobre isso?

Já tinha pensado que as mudanças que deseja talvez não foram possíveis ainda por você
não estar alinhado aos seus valores?

...Continua no E-Book 2

@Isa.Minatel

A VIDA ANTES E
DEPOIS DA PNL
Um Workshop Isa Minatel