Você está na página 1de 36

CESTO AÉREO MINI SKY

11 Metros e 13 Metros
Isolado/Não Isolado

MANUAL DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E PEÇAS.

CESTO AÉREO MINI SKY 0


ÍNDICE
Apresentação.............................................................................................................................................. 02
Apresentação do Equipamento................................................................................................................... 03
Identificação................................................................................................................................................ 04
Consciência com o meio Ambiente.............................................................................................................. 04
Consciência na Operação............................................................................................................................. 05
Avisos de Prevenção de Acidentes............................................................................................................... 05
Isolamento Elétrico...................................................................................................................................... 06
Registro de Teste Dielétrico......................................................................................................................... 06
Instruções de Pré-Operação Geral............................................................................................................... 08
Instruções de Operação............................................................................................................................... 08
Gráfico de Alcance....................................................................................................................................... 09
Estabilização .................................................................................................................................................10
Estabilidade em Superfícies Planas ..............................................................................................................11
Estabilidade em Declives............................................................................................................................ 11
Teste de Estabilidade................................................................................................................................... 11
Operação dos Comandos ............................................................................................................................. 12
Comandos de Estabilização......................................................................................................................... 12
Comandos Inferiores................................................................................................................................... 13
Comandos Superiores.................................................................................................................................. 14
Sistema de Giro........................................................................................................................................... 14
Sistema de Nivelamento............................................................................................................................. 15
Sistema Hidráulico...................................................................................................................................... 16
Reservatório................................................................................................................................................ 16
Óleos Hidráulicos e Equivalentes................................................................................................................ 18
Inspeções a serem Realizadas ..................................................................................................................... 18
Características do Equipamento.................................................................................................................. 20
Itens Opcionais............................................................................................................................................ 21
Plano de manutenção.................................................................................................................................. 21
Solução de Problemas...................................................................................................................................34

CESTO AÉREO MINI SKY 1


APRESENTAÇÃO

Foi a partir da visão do Sr. Leonel Barcellos e de mais 23 sócios que a MASAL, Máquinas
Agrícolas Santo Antônio da Patrulha LTDA, foi fundada em 31 de março de 1953.

Contando com a mão-de-obra inicial de 12 operários, a produção inicial da empresa foi


de 54 trilhadeiras.

Ainda na década de 50, a Masal, buscando ampliar sua atuação, lança o Carroção
Agrícola, a Adubadeira em Linha e o Carro Tanque, atingindo assim o mercado nacional e
internacional.

Nos anos 60 a empresa lança a Semeadeira a Lanço, e nos anos 70 a Carreta Graneleira
e a Colheitadeira Auto-Motriz.

Em 1988 a Masal foi adquirida pelo Sr. Cláudio Bier, desde então presidente do grupo.
Com uma equipe de colaboradores arregimentados na comunidade, deu-se continuidade no
empreendimento, diversificando a produção, passando a produzir guindastes veiculares e cestos
aéreos.
Em 2001, incorporamos ao grupo a Fundição Jacuí de Cachoeira do Sul. Um ícone em
máquinas agrícolas e detentora de muitos prêmios. Hoje temos orgulho de ver a Jacuí associada
ao Grupo Masal. Buscando excelência na qualidade dos nossos produtos, modernização, design
e competitividade no mercado investiram numa nova fábrica. Desta vez em Caxias do Sul, um
dos maiores pólos metal-mecânico do Brasil e que cada dia cresce mais.

Já são mais de 60 anos levando tecnologia e força aos trabalhos mais difíceis. Com
produção própria de todos componentes e engenheiros altamente capacitados, nossa fábrica
supera os padrões normais de exigência em resistência e durabilidade, projetando e construindo
máquinas de alto desempenho que facilitam o trabalho dos homens na construção de um grande
futuro. É uma das mais reconhecidas indústrias do setor, e possui força de vendas em todas as
regiões do Brasil.

É assim que a Masal participa da evolução. Trabalhando com determinação no


presente, projetando com determinação o amanhã.

CESTO AÉREO MINI SKY 2


O EQUIPAMENTO
Este manual foi elaborado para atender todas as possíveis dúvidas sobre a manutenção
e funcionamento do seu Cesto Aéreo.

Cesto Aéreo Mini Sky ISOLADO: É um equipamento destinado à elevação de pessoas para
trabalhos em alturas nos ambientes energizados. Forte aliado das empreiteiras e concessionárias de
energia elétrica garantindo eficiência e segurança.

Cesto Aéreo Mini Sky NÃO ISOLADO: É um equipamento destinado à elevação de pessoas para
trabalhos em alturas nos ambientes não energizados, Equipamento destinado a atividades que exijam
segurança e agilidade em altura.

Leia-o com atenção, e só utilize a máquina tendo perfeito conhecimento de suas aplicações. Em
caso de alguma dúvida consulte seu distribuidor MASAL.

Faça a manutenção preventiva para usufruir de toda a capacidade de seu equipamento e para
prolongar sua vida útil.

AO SOLICITAR PEÇAS DE REPOSIÇÃO MENCIONE O CÓDIGO DO ITEM


DESEJADO E A PÁGINA ONDE SE LOCALIZA.

O Catálogo de Peças contém todas as informações necessárias para a reposição de peças. A


correta interpretação dará condições de realizar as substituições necessárias conforme os modelos
dos equipamentos identificados e descritos.

MASAL S/A – INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Rua Alfredo Caetano, 02.

Santo Antônio da Patrulha, RS, Brasil.

Fone: (51) 3662 3066 / Fax: (51) 3662 3939

E-mail: masal@masal.com.br

CESTO AÉREO MINI SKY 3


IDENTIFICAÇÃO
Ao entrar em contato com Assistência Técnica da MASAL, favor informar o N° de SÉRIE
do seu produto. Este dado encontra-se na Placa de Identificação do Produto, afixada na
coluna do equipamento.

S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO.


RUA ALFREDO CAETANO, Nº 2 – FONE: (51) 3662.3066.
CEP 95500-000 – SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA – RS -
BRASIL

SÉRIE: #######

CONSCIÊNCIA COM O MEIO AMBIENTE

Não Despejar no solo e na água óleos lubrificantes e combustíveis,


embalagens plásticas e de agroquímicos, etc., esta ação interfere diretamente no
equilíbrio do ecossistema desde a camada superficial do solo até os lençóis
subterrâneos de água.

Faça o manejo adequado destes resíduos, informando-se como reciclá-los ou


reutilizá-los.

Agindo dessa forma você estará contribuindo para a conservação e o


equilíbrio do ecossistema.

CESTO AÉREO MINI SKY 4


SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
Quem usa um cesto aéreo está sujeito a certos riscos que não podem ser protegidos por
meios mecânicos, apenas pelo bom senso. É essencial contar com operadores competentes e
cuidadosos, fisica e mentalmente preparados e muito bem treinados.

Abaixo algumas recomendações para garantir à segurança na operação com o Cesto


Aéreo:

 O operador desta máquina deve estar familiarizado com o equipamento e seguir as


normas de segurança contidas neste manual e em todos os avisos antes de operá-lo.

 Certifique-se que não há pessoas perto da unidade enquanto o mesmo estiver em


funcionamento.

 Procure trabalhar em um espaço livre de obstáculos que possam atrapalhar os


movimentos do equipamento.

 O cesto aéreo não fornece proteção contra o contato ou proximidade de um condutor


eletricamente carregado.

 Morte ou danos sérios resultarão de tal contato ou de afastamento inadequado.

 Não sente, nem fique em pé na aba ou borda do cesto


enquanto estiver operando.

 Sempre que o equipamento estiver sendo operado, o


operador de solo ou supervisor de serviço deverá vigiar
todos os movimentos do operador no cesto e avisá-lo em
caso de possíveis situações perigosas. A intervenção
deverá ocorrer somente quando necessária.

AVISOS DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES


Os parágrafos seguintes estão baseados na norma NBR 14631 são apresentados aqui
para referência do operador e empregador.

São instruções que devem ser informadas pelo fabricante e usuário em conjunto, para
indicar os perigos inerentes à operação do equipamento aéreo, e aqueles perigos aos quais, o
equipamento aéreo não fornece proteção.

 Riscos elétricos envolvidos na operação da máquina para alertar que um


equipamento aéreo não fornece proteção para o operador em contato ou próximo a outro
condutor elétrico.

 Riscos elétricos envolvidos na operação do equipamento, para alertar que durante o


trabalho em linhas energizadas, existe o risco de choque elétrico em pessoas que entrarem em
contato com o veículo.

CESTO AÉREO MINI SKY 5


 Riscos ocasionados por falhas ou operações indevidas do equipamento.

 Informações relacionadas com o uso e a capacidade de carga do equipamento para


o manejo do material.

 Informações relacionadas com o uso e o isolamento elétrico do equipamento.

 Informações relativas às prevenções do operador.

Se por qualquer razão, algumas das informações contidas neste manual forem perdidas
ou tornarem-se ilegíveis, contate nosso representante para que este manual seja reposto.

ISOLAMENTO ELÉTRICO

O Cesto Aéreo Mini SKY Isolado Masal é fabricado com componentes que se usados e
mantidos adequadamente, cumprirão as exigências para o trabalho em linha energizada. O
equipamento foi projetado e fabricado de acordo com a norma ABNT NBR 16092:2012. A
capacidade deste equipamento deve ser conhecida e entendida por seus usuários.

O cesto aéreo deve ser utilizado apenas por operadores treinados e qualificados,
qualquer pessoa que estiver próxima a condutores energizados, deve conhecer estes perigos
para sua própria segurança.

A natureza de riscos elétricos será descrita abaixo.

1. A eletricidade procura a terra através de qualquer meio condutor. Equipamentos


aéreos não isolados ou unidades isoladas em más condições, não devem ser utilizados perto de
condutores energizados. Mantenha o afastamento exigido no uso de tal equipamento. O contato
de um condutor energizado com o corpo do operador pode dar-se através de um equipamento
não isolado ou mantido precariamente isolado, como meio para a eletricidade alcançar a terra.

2. A lança de fibra de vidro do equipamento aéreo, desde que esteja limpa, seca e em
boas condições como é solicitado pelo teste dielétrico, isolará o operador da terra, da estrutura
do equipamento e do veículo, O uso de um liner de polietileno na parte interna do cesto, reforça
o isolamento. O poste, as cruzetas de transmissão e os equipamentos devem ser considerados
como aterrados pelo operador.

3. O cesto de fibra de vidro e lança isolada em boas condições oferecerão proteção


para as extremidades inferiores do operador em contato com um condutor energizado, mas não
protege braços, mãos ou extremidades superiores do operador contra o contato entre dois
condutores diferentes ou um único condutor e algum elemento aterrado no poste, incluindo fios
neutros, pode ocorrer condução da eletricidade através do corpo do operador.

4. O contato da lança de metal com um condutor energizado irá energizar todas as


partes condutoras de eletricidade do chassi. Ocasionando risco extremo para qualquer pessoa
que possa tocar no veículo ou no cesto aéreo. Todas as pessoas devem permanecer afastadas

CESTO AÉREO MINI SKY 6


do veículo ou do equipamento toda vez que as lanças forem elevadas próximas a fios
energizados.

5. Pessoas trabalhando próximas ao equipamento aéreo devem estar constantemente


alertas para a possibilidade de um condutor ser incendiado ou se romper enquanto elas
estiverem embaixo.

6. Ferramentas, fios elétricos ou outros acessórios usados pelo operador, podem


prejudicar o isolamento. A utilização das ferramentas deve ser feita com extremo cuidado, e de
acordo com a NR10.

7. O óleo hidráulico que necessariamente circula através da lança isolada, deve ser
mantido livre da umidade e outros contaminadores. Para evitar o dano, recomenda-se que o óleo
seja verificado e testado periodicamente.

Nota: Os riscos descritos nos parágrafos precedentes devem ser conhecidos por todas
as pessoas que operam este equipamento aéreo. Além destas, pode haver muitas situações
potencialmente de riscos ao trabalhar faça um “cordão de Isolamento” garantindo a não
proximidade de pessoas externas na sua área de trabalho sempre a sinalizando com fitas ou
cones refletivos no trânsito. As pessoas devem estar completamente a par destes riscos e
praticar todas as normas de segurança legais e do empregador.

REGISTRO DE TESTE DIELÉTRICO


VOLTAGEM DO CORRENTE DE FUGA LOCALIZAÇÃO OPERADOR DATA
TESTE (Mini Amperes)

CESTO AÉREO MINI SKY 7


INSTRUÇÕES DE PRÉ-OPERAÇÃO GERAL

 Mantenha o equipamento aéreo em boas condições.

 Entenda as características de estabilidade desta máquina, antes de usá-la.

 Observe as classificações do equipamento e não exceda a voltagem para a qual foi


ensaiada, que neste pode ser de até 46KV CLASSE C (Mini Sky ISOLADO).

 Evite o contato das lanças ou da caçamba com objetos fixos como prédios, postes e
galhos de árvores.

 Estacione o veículo sempre que possível em uma


superfície plana, antes de usar o equipamento aéreo. Se for
necessário operar em um declive (de no máximo 5°), prefira
sempre no lado alto.

 Em nenhuma hipótese permita que pessoas


destreinadas usem este equipamento.

 Mantenha um afastamento seguro da rede elétrica e


aparelhos. A unidade deve ficar livre.

INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO
1. Acione o freio de estacionamento e coloque calços nas rodas ao estacionar.

2. Antes de entrar no cesto, inspecione visualmente a máquina e teste-a usando os


controles de solo, sempre antes de começar o trabalho.

3. Nunca exceda a capacidade de carga do cesto aéreo.

4. Inspecione a unidade antes de começar o trabalho, verifique a existência de


elementos soltos, vazamentos hidráulicos ou algum dano físico realize o check-list visual.

5. Verifique as lanças da unidade (isolada ou não) quanto à limpeza e umidade.

6. É recomendando que esta unidade seja operada em terreno firme e plano, caso o
terreno seja inclinado, proceda conforme a instrução 10.

7. Solte a cinta catraca que faz a amarração do braço e lança no malhal (berço).

8. Dê partida no motor, acione a embreagem para engatar


ou desengatar a tomada de força e acione a chave “sistema
Hidráulico” no quadro de comando da cabina ao lado do horímetro,
no momento acenderá uma luz indicativa de “sistema hidráulico
ativo”. (somente se estiver com o freio estacionário ativo).

CESTO AÉREO MINI SKY 8


9. O ocupante do cesto deve usar sempre o cinto de segurança modelo paraquedista e
estar sempre com o cabo devidamente conectado e em bom estado.

10. Quando estiver operando em rampas ou declives de no máximo 5°, vire a lança toda
estendida para o lado inclinado testando a estabilidade verificar indicador de estabilização.

11. Levante a lança verificando se há espaço livre suficiente, se existem obstáculos que
possam impedir o giro do equipamento estendido ou recolhido.

12. Opere lentamente os controles para assim suavizar os movimentos, evitando


reversões repentinas de direção ou paradas bruscas.

13. Não continue pressionando os comandos hidráulicos após atingir o fim de curso dos
cilindros, isso pode provocar danos ao sistema hidráulico.

14. Inspecione e opere o equipamento de acordo com as instruções contidas neste


manual.

GRÁFICO DE ALCANCE

MINI SKY 11 METROS

CESTO AÉREO MINI SKY 9


MINI SKY 13 METROS

RISCO DE CHOQUE ELÉTRICO (MODELO NÃO ISOLADO)


No modelo não isolado MASAL, mesmo equipado com uma caçamba de fibra de vidro, não é
eletricamente isolado e não oferece proteção contra contatos ou proximidade com a rede
elétrica.

Mantenha-se afastado da máquina em caso de contato com linhas de


alimentação energizadas ou se ela ficar eletricamente carregada. As
pessoas que estiverem no solo ou na plataforma não devem tocar ou
operar a máquina até que as linhas de alimentação energizadas sejam
desligadas.

Mantenha uma distância segura das linhas de alimentação e de dispositivos de energia elétrica,
de acordo com as normas legais aplicáveis.

CESTO AÉREO MINI SKY 10


DISTÂNCIAS DAS REDES ELÉTRICAS
Mantenha sempre as distâncias mínimas de segurança dos cabos de alta tensão. Caso isso não
for possível, devido ao trabalho a ser executado, providencie o desligamento da linha.

Caso não possa desligar as linhas elétricas, mantenha distância de no mínimo 5 metros entre o
cesto e a linha. Em caso de muito vento, os cabos poderão balançar, tenha muito cuidado.
Mesmo uma aproximação não intencional poderá provocar faíscas.

ESTABILIZAÇÃO
As exigências de estabilidade são fixadas pela norma NBR 14631. As pessoas
responsáveis pela montagem e verificação do cesto aéreo devem conhecer todas as normas
pertinentes.

Os parágrafos da norma NBR 14631, referentes à estabilidade estão descritos abaixo,


como referência ao instalador.

 Teste de estabilidade em Superfícies Planas:

Em um terreno plano e firme, as sapatas totalmente estendidas ao solo, com o braço e a


lança nas posições máximas representadas pelo Gráfico de Alcances, a carga não pode
ultrapassar mais de 1,5 do seu valor nominal. Girando o equipamento em qualquer posição, a
estabilidade deve ser mantida.

Se na configuração dos estabilizadores houver partes extensíveis, estas deverão ser


acionadas, afim de que a estabilidade seja mantida.

 Teste de estabilidade em Declives:

Em um plano e firme inclinado até 5° conforme indicador de inclinação


(figura lateral) que está localizado próximo as alavancas do acionamento dos
estabilizadores, com as sapatas totalmente estendidas ao solo, com o braço e a lança nas
posições máximas representadas pelo Gráfico de Alcances, a carga não pode ultrapassar uma
vez e ⅓ o seu valor nominal. Girando o equipamento até suas posições de momento máximo, a
estabilidade deve ser mantida.

Se na configuração dos estabilizadores houver partes extensíveis, estas deverão ser


acionadas, afim de que a estabilidade seja mantida.

Nenhum dos testes descritos acima deve produzir instabilidade no equipamento ou


causar deformação permanente em qualquer componente.

IMPORTANTE: Durante o teste de estabilidade, a elevação de um pneu ou de um


estabilizador no lado oposto da carga, não significa necessariamente uma condição de
instabilidade.

CESTO AÉREO MINI SKY 11


REGISTROS COMPLETOS DATADOS, ASSINADOS DE TESTE SATISFATÓRIO E
INSPEÇÃO DEVEM SER MANTIDOS EM ARQUIVOS PERMANENTEMENTE PELO
INSTALADOR.

Este equipamento está de acordo com as exigências de estabilidade fixadas pela


norma NBR 14631; porém, o equipamento poderá ficar instável caso os limites
operacionais e/ou os procedimentos recomendados não sejam respeitados.

OPERAÇÃO DOS COMANDOS


 Comandos de Estabilização:
Os comandos de estabilização serão habilitados através de uma válvula seletora, quando
direcionada para baixo ativa o circuito hidráulico de estabilização, já direcionada para cima ativa
a o sistema hidráulico do cesto aéreo.

Há um sistema de proteção contra acidentes por rompimentos de mangueiras, que é


acionado por um conjunto de válvulas de retenção pilotadas, que estão acopladas ao fundo de
cada cilindro.
Válvula de Retenção
Pilotada

Comandos
Estabilização

Válvula Seletora

 Comandos Inferiores:
Estão situados na coluna da torre e acionam as três funções principais: elevação do
braço inferior, elevação do braço superior e Giro.

Os comandos inferiores consistem em um conjunto de três seções de comandos, que


têm suas alavancas projetadas para fora da coluna. A primeira alavanca aciona elevação do
braço inferior, a segunda o Braço superior e a terceira o Giro.

CESTO AÉREO MINI SKY 12


Braço inferior: Controla os movimentos de inclinação e elevação da lança, está ligada ao
cilindro de duplo efeito, o qual é dotado de uma válvula holding dupla, com a função de
impedir acidentes em caso de rompimento de mangueiras e anti-cavitação.

Braço superior: Controla os movimentos de inclinação e elevação do braço, está ligada ao


cilindro de duplo efeito, o qual é dotado de uma válvula holding duplo, com a função de
impedir acidentes em caso de rompimento de mangueiras e anti-cavitação.

Giro: Controla os movimentos de rotação do equipamento, está ligado em um Dispositivo de


Giro Contínuo.

As válvulas holding têm como principal função manter os dois lados dos cilindros
pressurizados, mesmo em caso de ruptura de mangueiras evitando quedas bruscas.

Giro

Braço

Lança
Válvula Holding

 Comandos Superiores:
Os comandos superiores estão situados no cesto e suprem as três funções principais:
elevação do braço inferior, elevação do braço superio e giro.

CESTO AÉREO MINI SKY 13


Braço Inferior Braço superior

Giro

 SISTEMA DE GIRO: giro infinito (opcional) ou standard.

O movimento de giro infinito do equipamento é feito


através de Dispositivo de:

Giro Contínuo, que é formado por um Motor Hidráulico


e Rolamento de Esfera de Carga Radial.

Standard, Onde é usado cilindro com cremalheira e


coluna com pinhão.

SISTEMA DE NIVELAMENTO DO CESTO


O sistema de nivelamento do cesto é feito através de um sistema mecânico de correntes
de rolo, Bastões de fibra de vidro (quando isolado), bastões metálicos quando não isolado e

CESTO AÉREO MINI SKY 14


Rodas Dentadas. É um sistema devidamente ajustado, que mantém automaticamente o cesto
perpendicular ao solo.

As correntes de nivelamento se encontram em um esticador situado na lança. São


Correntes de Rolo ASA 60 com Carga de Ruptura de 3172 kg/f. No modelo isolado há um ponto
onde o sistema de nivelamento passa através da seção da lança isolada, bastões de fibra de
vidro são usados para fornecer o isolamento necessário.

A tensão própria do sistema de nivelamento é muito importante. Mantem a corrente


esticada.

A corrente e todos os pontos de nivelamento do sistema, devem ser lubrificados e


inspecionados a cada quatro meses.

CUIDADO: A falta de lubrificação e manutenção no Sistema de Nivelamento pode


resultar danos para as rodas dentadas, correntes e bastões. Assim permitindo que o cesto
tombe inesperadamente.

SISTEMA HIDRÁULICO GERAL


É constituído por uma bomba hidráulica que fornece uma vazão de 11 litros por minuto,
quando estando em funcionando e todas as válvulas no neutro, não há pressão no sistema

CESTO AÉREO MINI SKY 15


exceto aquela exigida para superar a resistência à circulação. Entretanto, com o movimento do
comando o sistema é acionado, estando regulado para uma pressão
de trabalho entre 140 a 160 kgf./cm² aproximadamente 2.180 psi. Quando a pressão na linha
hidráulica da bomba não for suficiente, poderá ser elevada a r.p.m. do motor, acionando por
controle remoto, assim aumentando o fluxo da bomba.

Há vários componentes hidráulicos no sistema que serão completamente explicados a


seguir. Até este ponto apenas as funções básicas serão mencionadas.

O sistema é provido por válvulas seccionais de controle superior e inferior que fornecem
as 3 funções básicas do equipamento. O fluxo hidráulico é feito através da primeira seção do
comando inferior através de mangueiras para o comando superior e de volta para o reservatório.
O sistema máximo de pressão é controlado por uma válvula limitadora de pressão, nos controles
inferiores.

As mangueiras hidráulicas que fazem a ligação do comando inferior com o comando


superior são mangueiras da norma SAE 100R7, nos modelos de tipo isolado esse tipo de
mangueira possui trama de nylon, de modo a manter o isolamento elétrico do equipamento com
cesto.

Um óleo hidráulico de qualidade é a solução para um desempenho isento de


contratempos e manutenção no sistema hidráulico.

 Reservatório:

Bocal do Tanque

Tampa de Acesso
Visor de Nível do óleo
Filtro de Sucção

Bujão p/ drenagem

 A capacidade do reservatório hidráulico é de aproximadamente 33 litros. Um filtro de


sucção é instalado no fundo do reservatório para remover as impurezas maiores do óleo ao fluir
para a bomba hidráulica.

CESTO AÉREO MINI SKY 16


 Uma tampa de acesso vedada é montada no reservatório para permitir a remoção do
filtro de sucção, bem como para limpeza do tanque.

 Quando o equipamento não é montado com Tomada de Força, a bomba hidráulica é


acoplada direto no motor do veículo e acrescentada uma válvula de gaveta instalada na linha de
admissão da bomba, para que a bomba seja removida sem drenar o óleo. Esta válvula de gaveta
deve ser aberta antes de acionar a bomba, se não for feita desta maneira, causarão sérios
danos à bomba hidráulica.

 No fundo do tanque, há um bujão para a drenagem do óleo.

Nota: O reservatório de óleo hidráulico é munido de placas defletoras internas (chicanas)


para aumentar a refrigeração através de uma maior troca de calor e prevenir turbulência no
fluxo.

IMPORTANTE: Antes de usar o equipamento, verificar o


nível de óleo através do visor de nível, que
deverá estar entre as marcas de mínimo e
máximo. Este procedimento deverá ser
realizado com o veículo nivelado e motor
desligado, os cilindros hidráulicos devem
estar em posição de transporte e o óleo
não deverá estar totalmente frio (o óleo
aquecido aumenta de volume).

 Qualquer tipo de impureza é prejudicial ao Sistema Hidráulico, por isso, certifique-


se de que o óleo, o recipiente e o funil estejam limpos.

 Fazer a troca de óleo com temperatura normal de funcionamento e manter em


boas condições os filtros do Tanque Hidráulico.

Portanto recomenda-se a utilização, para o sistema hidráulico, dos óleos indicados ou


equivalentes conforme tabela abaixo, pois os mesmos preenchem os requisitos e características
técnicas por serem anti-oxidantes, anti-corrosivos, anti-desgastantes etc.

CESTO AÉREO MINI SKY 17


INSPEÇÕES A SEREM REALIZADAS

CUIDADOS DIÁRIOS
1. Verificar o nível do óleo do reservatório.
2. Se o nível estiver muito baixo, a bomba pode puxar o ar, causando danos irreversíveis;
3. Completar o reservatório, verificando sempre o estado do óleo antigo;
4. Não misturar óleos de tipos ou marcas diferentes;
5. Se o nível do óleo estiver acima da marca, verificar imediatamente a causa;
6. Verificar a existência de peças soltas;
7. Verificar a existência de pinos mal colocados ou faltando travas; Engraxar todos os
pontos de lubrificação a cada 10 horas de trabalho; (vide Horímetro);
8. Verificar o estado geral de conservação das mangueiras;
9. Verificar a existência de vazamentos:

- nos terminais e mangueiras,


- nos cilindros hidráulicos,
- no comando hidráulico,
- nas válvulas;

10. Verificar a Tomada de Força e o cabo de acionamento quando aplicável.


11. Inspecionar as partes de fibra de vidro da lança, cestas, liners etc. Quando ISOLADO,
quanto a possíveis trincas, rachaduras, limpeza e desumidificação dos mesmos.
12. Inspecionar os comandos superior e inferior, os contra-pinos e Corrente das barras de
nivelamento.
13. Inspecionar o posicionamento correto das mangueiras na articulação dos braços
superiores e inferiores.

ANTES DE SAÍR PARA ALGUM SERVIÇO


1. Verificar as cintas de travamento, fixando corretamente as lanças;

2. Verificar a fixação de todo equipamento de modo geral;

3. Verificar a colocação das coberturas da lança e cestas, e se estão apropriadamente


Instaladas.

CESTO AÉREO MINI SKY 18


CUIDADOS SEMANAIS
1. Limpeza geral de todo o equipamento. Os braços isolados e os protetores de polietileno
(Liners) deverão ser lavados com água e sabão neutro, quinzenalmente ou quando a
inspeção diária indicar a necessidade (eletricamente isolada).

2. Engraxar todos os pontos de lubrificação.

3. Verificar o estado de todos os componentes mecânicos.

4. Verificar o desgaste dos pinos de articulação.

5. Verificar as hastes dos cilindros hidráulicos quanto a entalhes e arranhaduras.

6. Verificar e reapertar se necessário, os pontos de fixação da tomada de força.

CUIDADOS MENSAIS
1. Verificar a pressão de trabalho;

2. Revisão geral do equipamento;

3. Efetuar o reaperto geral dos parafusos de fixação;

4. Verificar pinos e buchas das articulações;

5. Engraxar todos os pontos de lubrificação.

6. Elaborar check-list datado.

CARACTERÍSTICAS DO EQUIPAMENTO
Modelo:___________________________ N° de série: __________________________

Número de cesto:___________________ Capacidade de carga p/ cesto:__________

Ângulo de giro:_____________________

Altura de trabalho: 9,6 Metros 10,4 Metros

Pressão máxima do Sistema Hidráulico: _________________

Liner instalado:  Sim  Não


Opcionais:
Aproximação dos cestos:  Sim  Não
Over Center  Sim  Não
Sistema de emergência  Não  Manual  Elétrico
Aceleração automática  Sim  Não
Partida e parada do motor do veículo feita no cesto  Sim  Não

CESTO AÉREO MINI SKY 19


Preparação para acionamento de ferramenta  Sim  Não

ESTA UNIDADE (SE ELETRICAMENTE ISOLADA):


Classificação do equipamento: 46 KV para corrente alternada. Categoria: C
Data do ensaio dielétrico:
Re-teste em intervalos de: 6 meses, e sempre que houver acidentes ou forem feitas alterações
no equipamento.

ITENS OPCIONAIS

O Cesto Aéreo Mini Sky Masal, pode ser entregue com qualquer um dos itens
opcionais, citados abaixo:

 Isolamento Elétrico classe C.

 Tomada engate rápido hidráulico no cesto, para acionamento de ferramentas.

 Partida e parada do motor do veículo acionados do cesto (controle remoto).

 Aceleração do Veículo à distância (controle remoto).

 Liner para isolamento do Cesto.

 Capa de Proteção para o Cesto.

 Capa de Proteção para a Lança.

 Sistema de Giro infinito.

 Farolete

 Giroflex

 Armários

 Suporte para escada

 Suporte para vara

 Suporte para cruzeta

Plano de Manutenção

CESTO AÉREO MINI SKY 20


1.Informações Gerais

Efetuar a manutenção somente com equipamento desativado e por pessoas devidamente


qualificadas.

Uma manutenção regular contribui para manter o valor do seu equipamento e a segurança de
todas as pessoas.

Neste manual, encontram-se todas as informações necessárias para a correta manutenção do seu
equipamento MASAL. É essencial seguir regularmente o plano de manutenção.

Antes de iniciar a manutenção, leia o manual. Conheça o equipamento.

Quando detectado que algum componente apresenta defeito, o mesmo deve ser imediatamente
substituído por outro com as mesmas características (utilize componentes originais MASAL). As
mangueiras hidráulicas ao longo do tempo podem apresentar defeitos por envelhecimento, torção e
dobras, e danos como esmagamento, tração e desgaste da capa de proteção de borracha devido a atrito
localizado.

O número de vezes que o equipamento deve ser lavado depende da frequência de utilização, da
estação do ano, das influencias atmosféricas, etc.

Óleo e poeira prejudicam a pintura do seu equipamento, e podem causar corrosão dos
componentes, egripamento e mal funcionamento. Lave o equipamento.

Lave o seu equipamento, apenas com o sistema elétrico desligado, proteja o suspiro contra a
entrada de água.

Manter limpos os degraus, as plataformas e os manípulos evitam o risco de acidentes.

Na entrega do equipamento, o cliente deverá receber o manual de manutenção e operação com


as instruções para a correta operação.

O proprietário do equipamento é responsável pela inspeção periódica exigida por lei. A


manutenção feita de forma incorreta pode causar sérios danos para o equipamento, além de causar
lesões corporais e em alguns casos, até a morte.

O equipamento fora de uso por períodos prolongados deve ser guardado, em local coberto ou
protegido por lona, evitando assim a humidade e calor excessivo.

Realizar a limpeza e lubrificação completa do equipamento, proteger o cromo das hastes. Utilizar
produtos anti-ferrugem, para a proteção da pintura e componentes.

Procurar movimentar o equipamento pelo menos uma vez por semana.

CESTO AÉREO MINI SKY 21


É importante antes de ligar o equipamento, realizar uma verificação geral. Verificar as condições
do óleo e se está no nível correto e o check list-visual.

1.1.Cuidados de Segurança

A manutenção deve ser realizada por pessoa devidamente qualificada e sempre seguindo as
regras de segurança.

Utilise seus EPI’s e os mantenha em condições para o uso.

O sistema hidráulico deve estar SEM pressão. Tomada de força e bomba desligado, aliviar a
pressão acionando as alavancas suavemente.

Os componentes devem estar fixados e/ou calçados antes de ser removido. O não cumprimento
deste procedimento, pode causar sérios danos ao equipamento e as pessoas envolvidas na manutenção.

Eliminar qualquer indício de óleo sobre degraus, plataforma e no proprio equipamento, com a
finalidade de evitar acidente por queda.

Trabalhar em lugares bem ventilados, pois os gases do escapamento do motor do veículo são
tóxicos e sua inalação pode causar sérios danos a saúde.

Caso seja necessário ligar o veículo em local fechado, instalar tubulação para direcionar os gases
para fora do local de trabalho.

É de estrema importancia planejar as atividades.

Não utilizar qualquer aparelho que possa retirar sua atenção. Mantenha-se atento durante a
manutenção do equipamento.

Antes de iniciar os trabalhos, remover todos os itens que podem provocar incendio, principalmente
nas atividades onde se usa maçarico e lixadeira.

Ao manipular produtos inflamaveis como solventes, utilize luvas, óculos e mascara. Mantenha o
local ventilado e após a aplicação retire os materiais para um local seguro.

Manter organizado o local de trabalho, contribui para uma manutenção segura.

Quando necessário a utilização de solda e maçarico, proteger o sistema hidráulico do


equipamento, também isolar componentes do veículo afim de não danificar suas partes.

Siga o que foi planejado, mantenha o local, ferramentas e equipamentos limpos e prontos para o
uso.

CESTO AÉREO MINI SKY 22


Nunca utilizar ferramentas e equipamentos inadequados na manutenção do equipamento.
Lembre-se que a segurança é o primeiro passo na manutenção.

O operador deve conhecer todo o histórico referente as manutenções (preventivas e corretivas)


realizadas no equipamento ao longo seu uso.

Realize testes para garantir que a manutenção foi realizada de forma correta.

Utilizar peças originais MASAL.

Em caso de dúvidas, consulte a Assistência Técnica MASAL.

1.2.Ferramentas
Para uma correta e segura manutenção tenha em mãos as ferramentas a baixo:

Tabela de Ferramentas

Jogo de chave combinada de 3/8” a 1.1/4” 01


Jogo de chave alen de 1/4” a 9/16” 01
Chave Cachimbo 11 01
Chave ajustável 01
Chave pinos de união 01
Chaves de fenda/philips 3/16”, 3/8” e ½” 03
Alicate para anel interno e externo 01
Martelo de borracha 01
Alicate de pressão 01
Alicate universal 01
Kit de medição de pressão (manômetro, mangueira e terminal) 01
Tampões para o sistema hidráulico 05
Torquímetro 01
Tabela 01

Os itens a cima relacionados são opcionais, não é fornecido junto com o equipamento.

1.3.Programa de Manutenção

Uma manutenção preventiva confere maior vida útil aos componentes do equipamento.

A manutenção é feita baseada em horas trabalhadas.

CESTO AÉREO MINI SKY 23


Tabela de Manutenção

Componentes Verificações Prazo


Estrutura da base e soldas Trincas e fissuras 200 hs
Estrutura da base Estado geral e aperto das porcas 100 hs
Estrutura da base sextavada e Trincas e fissuras 200 hs
soldas
Estado geral e aperto das porcas
Estrutura da base sextavada (Macaco hidráulico, SWIVEL, Tampa 100 hs
base e tanque)
Estrutura da coluna e solda Trincas e fissuras 200 hs
Cesto e Liner Trincas e fissuras 50 hs
Sistema de giro contínuo Fixação das buchas e lubrificação 100 hs
Sistema de giro Folgas, lubrificação e giro para os dois 100 hs
lados
Braço das sapatas Estado geral e lubrificação 200 hs
Estrutura do braço e solda Trincas e fissuras 200 hs
Estrutura da lança e solda Trincas e fissuras 200 hs
Estrutura do suporte do cilindro Trincas e fissuras 200 hs
lança
Estado geral dos pinos, rodas dentada,
Sistema de nivelamento do cesto
roldanas, prolongadores das correias, 50 hs
e estrutura do suporte do mesmo.
suportes das bielas, aperto dos
parafusos e porcas
Plataforma Trincas, fissuras, solda, aperto dos 200 hs
parafusos e porcas,
Assoalho e escadas Estado geral e Limpeza Diário
Estado geral, soldas, infiltrações, fixação
Armário e Baú da tampa, dobradiças, fechadura, aperto 200 hs
parafusos e porcas
Armário e Baú Trava varão – Fixação, aperto dos 200 hs
parafusos, porcas e pinos elásticos
Suporte escada Estado geral, soldas, aperto parafusos e 200 hs
porcas, alinhamento, presilhas para
Suporte cones cintas egeral,
Estado fixação do farolete.
soldas, aperto parafusos e 200 hs
porcas.
Pinos de união Estado geral e lubrificação 100 hs
Tomada de força Vazamento, ruído e aperto 50hs
Bomba hidráulica Vazamento, ruído e aperto 50 hs
Cardã (caso aplicado) Alinhamento e aperto 50 hs
Acelerador Estado geral 200 hs
Sistema hidráulico Vazamentos e aquecimento 100 hs
Motor hidráulico Aperto parafusos de fixação e 50 hs
vazamentos
Sistema de giro contínuo Fixação na coluna (aperto dos parafusos 50 hs
e porcas)
Sistema de giro contínuo Rolamento do giro contínuo e folgas 50 hs
Macaco hidráulico - Emergência Aperto dos parafussos e porcas. 100 hs
SWIVEL Aperto dos parafussos e porcas. Fixação 50 hs
do anel elástico.

CESTO AÉREO MINI SKY 24


Óleo hidráulico Nível, Viscosidade Diário
Óleo hidráulico Odor, coloração e impurezas 100 hs
Óleo hidráulico Troca 1500 hs
Tanque de óleo Nível, vazamentos Diário
Bocal de enchimento – filtro de ar Limpeza do suspiro ou troca 1º) 3
Filtro sucção Limpeza da tela meses
1º) 3
Filtro retorno (opcional) Vazamentos, troca do elemento filtrante meses
1º) 3
meses
Estado geral, funcionamento, fixação,
Comandos aperto, vazamentos entre fatias e 100 hs
regulagem.
Alavancas dos comandos Estado geral, funcionamento, fixação, Diário
aperto e alinhamento
Alavancas dos comando do Estado geral, funcionamento, fixação,
aperto, alinhamento e sistema de Diário
cesto
segurança contra acionamento
Mangueiras Estado geral, proteção, Diário
fixação/regulagem e vazamentos

Tubulação Estado geral, alinhamento, fixação, Diário


aperto das porcas, vazamentos
Conexões e terminais Estado geral, fixação, aperto, Diário
vazamentos e regulagem
Engate rápido para ferramentas Estado geral, fixação, aperto, 50 hs
(acessório) vazamentos
Estado geral, funcionamento, fixação
Cilindros hidráulicos aperto, buchas, vazamentos, regulagem 50 hs
e lubrificação.
Válvulas de segurança Estado geral, funcionamento, fixação, 50 hs
aperto, vazamentos e regulagem
Válvula direcional Verificar vazamentos e a distribuição do 50 hs
fluxo de óleo entre comandos
Válvula de gaveta Verificar sistema de acoplamento e 50 hs
vazamentos.
Válvula de gaveta Verificar a passagem do fluxo de óleo Diário
até a bomba
Manômetro Vazamento interno e externo, 100 hs
funcionamento
Pressão Regulado geral 160 bar 100 hs
Cesto Estado geral, soldas do suporte de Diário
fixação e trincas
Cesto (equipamento isolado) Liner – Fixação e trincas Diário
Cesto (acessório) Chave emergência – Fixação e função Diário
Cesto (acessório) Controle acelerador – Fixação e função Díario
Cesto Proteção comando – Fixação e trincas 200 hs
Cesto (acessório) Partida e parada do motor do veículo Diário
feito no cesto;
Estado geral Limpeza, adesivos; Diário

Acessórios MASAL Aceleração do veículo a distancia 50 hs


(controle remoto);
Acessórios não fornecidos pela Consultar informações no catálogo do ___
MASAL fabricante
Tabela 02

CESTO AÉREO MINI SKY 25


Observação: Em caso de dúvidas consulte a Rede Autorizada e/ou Departamento Técnico MASAL.

Recomendamos que todas as inspeções, manutenções preventivas e corretivas realizadas, devem


ser registradas e mantidas junto a documentação do equipamento.

Cabe ao OPERADOR efetuar inspeções pré-operação diáriamente no veículo e equipamento,


observando vazamentos em conexões, terminais, retentores, tomada de força, bomba hidráulica, cardã,
mangueiras, funções do comando, inspeções visuais quanto a trincas e desgastes, entre outras.

Quando detectado a necessidade de aperto, o operador deve realizar com o equipamdo desligado,
com os componentes móveis fixados e/ou calçados a fim de evitar acidentes.

Quando detectado problemas que não podem ser sanados com pequenos ajustes, o operador
deve imeditamente parar os trabalhos e se dirigir a Rede Autorizada mais próxima ou entrar em contato
com o departamento técnico MASAL.

Após a troca de componente, deve ser realizado testes para acegurar se o reparo realizado foi
adequado.

Sistema Hidráulico:

Tomada de força;

Bomba hidráulica;

Cardã;

Comando;

Cilindro;

Válvula;

SWIVEL e manômetro;

Mangueira;

Tubulação (inclui porca e anilha);

Filtros e óleo;

Terminais e Conexões.

Teste:

Revisar o aperto das conexões, terminas e parafusos;

Verificar o nível de óleo;

CESTO AÉREO MINI SKY 26


Ligar o sistema hidráulico e retirar o ar;

Verificar possivéis vazamentos nas conexões, terminais, mangueiras, tubulações;

Acionar a alavanca correspondente ao itém substituido lentamente, acompanhando com


atenção. Quando o item substituido for do sistema hidráulico, escolher uma função para teste.

Quando o resultado foi o desejado, deve ser repetido a operação por 03 (três) vezes. Caso
contrário pare imediatamente, revise todo as etapas do conserto e inicie novamente o teste.

Após o teste sem carga, realizar o mesmo teste com a carga correspondente a operção do
item substituido por 03 (três) vezes. Caso contrário pare imediatamente, revise todo as etapas do
conserto e inicie novamente o teste.

Estrutura (chapas/soldas/componentes mecânicos):

Sobre chassis e plataforma;

Coluna;

Braço;

Lança;

Braço das Sapatas (dianteiras e traseiras – caso exista);

Pinos (união/aticulação, travas);

Cesto e suporte do cesto;

Liner (equipamento isolado).

Teste:

Revisar o aperto dos parafusos e porcas;

Verificar instalação de anéis internos, externos e pinos;

CESTO AÉREO MINI SKY 27


Verificar o alinhamento da estrutura;

Verificar a montagem do conjunto;

Ligar o sistema hidráulico (retirar o ar quando necessário);

Verificar possivéis vazamentos nas conexões, terminais, mangueiras, tubulações (quando


aplicável);

Acionar a alavanca correspondente ao item substituido lentamente, acompanhando com


atenção.

Quando o resultado foi o desejado, deve ser repetido a operação por 03 (três) vezes sem
carga. Caso contrário pare imediatamente, revise todo as etapas do conserto e inicie novamente o
teste.

Após o teste sem carga, realizar o mesmo teste com a carga correspondente a operação
do item substituido por 03 (três) vezes. Caso contrário pare imediatamente, revise todo as etapas
do conserto e inicie novamente o teste.

Observação: Em caso de dúvidas consulte a Rede Autorizada e/ou Departamento Técnico


MASAL.

1.4.Lubrificantes Recomendados

As seguintes instruções de conservação aplicam-se a todos os equipamentos MASAL.

Os equipamentos MASAL são lubrificados na fábrica.

Quando ineficiente a lubrificação, ou utilizado produtos não especificados, conduz a um desgaste


superior e uma manutenção desnecessária no equipamento.

Portanto, mantenha os pinos, partes móveis e os demais pontos de lubrificação sempre bem
lubrificados, utilizando lubrificantes com especificações contidas neste manual.

Revisões -

1º - Três meses de trabalho

Trocar o filtro de retorno (se disponível);

Trocar o filtro de ar;

Limpeza do filtro de sucção.

CESTO AÉREO MINI SKY 28


Deve ser feito um rigoroso exame no sistema hidráulico e no óleo, a fim de identificar a existência
de alguma partícula metálica. Se o óleo estiver contaminado por estas partículas deve ser substituído e o
tanque deve ser bem lavado.

Todos os parafusos, porcas, terminais e conexões devem ser reapertados.

2º - Seis meses de trabalho

Trocar o filtro de retorno (se disponível);

Trocar o filtro de ar;

Limpeza do filtro de sucção.

Deve ser feito um rigoroso exame no sistema hidráulico e no óleo, a fim de identificar a existência
de alguma partícula metálica. Se o óleo estiver contaminado por estas partículas deve ser substituído e o
tanque deve ser bem lavado.

Todos os parafusos, porcas, terminais e conexões devem ser reapertados.

As demais trocas de óleo devem ser a cada 1500 horas de trabalho. Troque o óleo com
equipamento em temperatura normal de funcionamento.

O sistema hidráulico é protegido com o uso de filtros instalado no tanque. O filtro de sucção é
instalado no fundo do reservatório para remover as impurezas maiores do óleo ao fluir para a bomba.

Uma tampa de acosso vedada é montada no reservatório para permitir a remoção do filtro e
sucção, bem como para a limpeza do tanque.

No fundo do tanque, há um bujão para a drenagem do óleo.

Antes de operar o equipamento, faça todos os cilindros hidráulicos funcionarem sem carga por
alguns minutos, para eliminação do ar contido nas tubulações e mangueiras.

Não ligue o motor com o tanque hidráulico vazio. Conserte sempre qualquer vazamento que
aparecer no sistema hidráulico.

Mantenha o respiro do reservatório hidráulico e filtros sempre em boas condições.

ATENÇÃO: Quando o equipamento não é montado com tomada de força, a bomba hidráulica é
acoplada diretamente no motor do veículo e acrescentada uma válvula de gaveta instalada na linha de
admissão da bomba, para que a bomba seja removida sem drenar o óleo. Está válvula de gaveta deve ser
aberta antes de acionar a bomba, se não for feita desta maneira, causarão sérios danos à bomba
hidráulica.

CESTO AÉREO MINI SKY 29


Reservatório

Bocal do
Tanque

Tampa de Acesso
Visor de
Nível
Filtro de Sucção

Bujão p/ drenagem

Imagem 11

É fundamental para a operação manter o óleo hidráulico no nível correto. Níveis incorretos do óleo
hidráulico podem danificar os componentes hidráulicos.

As inspeções diárias permitem que o operador identifique variações no nível do óleo, o que pode
indicar a existência de problemas no sistema hidráulico.

Passos para verificar o nível do óleo:

1. Verifique se o veículo esta em uma superfície nivelada e com a tomada de força desligada.
2. Verifique se o equipamento está com todos os cilindros recolhidos. Posição de transporte.

3. Verifique visualmente o indicador de nível existente na lateral do tanque do óleo hidráulico. O


nível encontrado deverá estar entre as marcas de mínimo e máximo.

4. O nível do óleo hidráulico deve estar visível no meio do indicador de nível. O óleo não deverá
estar totalmente frio, já que com o aquecimento, seu volume aumenta em função da dilatação.

Se necessário, complete o nível através do bocal com um dos óleos recomendados na tabela.

Não encha em excesso, com isso o excedente pode vazar pelo suspiro (bocal).

Especificações do óleo hidráulico conforme tabela no item 7.5.

CESTO AÉREO MINI SKY 30


O nível do óleo deverá ser verificado diariamente e mantido dentro dos limites marcados do nível
visual. Ao efetuar-se a verificação do nível do óleo, o motor de acionamento da bomba deverá estar
desligado e o equipamento hidráulico deve apresentar temperatura normal de serviços. Não devem
ocorrer vazamentos de óleo.
Os óleos biodegradáveis são menos agressivos ao meio ambiente que os óleos hidráulicos
tradicionais.

A troca de óleo do sistema hidráulico deve ser efetuada corretamente, a manutenção do óleo
hidráulico, torna a sua vida útil consideravelmente maior. Isso significa uma redução dos custos, e
desperdícios de óleo e um menor impacto no meio ambiente.

A manutenção do óleo significa: filtração, desidratação e analise da pureza, passíveis de serem


efetuadas na assistência técnica.

O filtro de sucção que não apresenta danos, não requer substituição, sendo limpo a cada revisão.
Sua limpeza deve ser com jato forte de ar, substituir quando detectado defeitos como: amassado, rasgado
ou sujo.

O filtro de ar ou bocal de enchimento é o respiro do tanque. Sua limpeza é fundamental para o


bom funcionamento do sistema hidráulico do equipamento.

1.5.Regulagens de Válvulas e Pressão

As válvulas de alívio e segurança fazem parte do sistema hidráulico, e são fundamentais


para o correto funcionamento do equipamento.

Todas as válvulas são reguladas na fábrica durante o teste do equipamento. Esta regulagem não
deve ser alterada.

Verificar mensal ou sempre que necessário a regulagem da pressão de trabalho do equipamento


pelo manômetro (quando não instalado, acoplar o kit).

As válvulas anti-choque e anti-cavitação, tem como função evitar que altas pressões hidráulicas
possam causar danos aos componentes hidráulicos.

As válvulas de contrabalanço e de retenção são montadas nos cilindros, garantindo a segurança


em caso de ruptura de mangueiras e/ou tubulações do sistema hidráulico.

Em caso de dúvidas, deve ser consultado a Rede Autorizada ou pessoal técnico da MASAL.

1.6.Pontos de Lubificação

CESTO AÉREO MINI SKY 31


Efetuar a manutenção somente com equipamento desligado.

A lubrificação dos pinos de articulação deve ser semanal. Caso perceba algum ruído, inspecionar
imediatamente os pinos e as graxeiras. Lembre que a correta lubrificação será possível com o uso de
equipamento pneumático.

Limpe bem as graxeiras e/ou o local a ser lubrificado.

A sujeira que é injetada juntamente com graxa nas articulações ocasiona um rápido desgaste dos
componentes.

Limpe a graxa velha e outras impurezas.

Injete graxa nova o suficiente, até ser visível nas articulações.

Nunca fique em baixo ou a frente do braço, lança, cesto e componentes móveis para a
manutenção.

Aplicar graxa nos extensivos dos estabilizadores (sapatas).

Lubrifique os pinos e articulações do sistema de alavancas do comando com óleo lubrificante.


Certifique que ao soltar as alavancas, as mesmas voltam para a posição neutra (posição central no
comando).

As manutenções trimestrais, semestrais e anuais devem ser executadas por uma pessoa
qualificada, conforme os procedimentos que se encontram neste manual.

Os equipamentos que estiveram parados por um período superior a três meses, devem ser
submetidos a uma inspeção completa.

Verifique as condições e o nível de óleo hidráulico antes de iniciar a inspeção funcional.

1.7.Pontos de Inspeção

Recomendamos sempre seguir os procedimentos de manutenção indicados neste manual.

Observar os prazos de manutenção.

Verificar trincas na estrutura da base, coluna, braço, conjunto de lanças (chapas), nas soldas e no
cesto (fibra de vidro).

Verificar o estado geral e o aperto dos tirantes de fixação do equipamento e dos estabilizadores
traseiro (quando aplicado ao modelo).

Verificar os pinos de união quanto ao seu estado geral, ruídos, fixação, folgas e desgastes.

Verificar o desgaste de partes móveis como: placas deslizantes, mangueiras e buchas.

Verificar o estado geral dos cilindros (vazamentos e condição das hastes).

CESTO AÉREO MINI SKY 32


Verificar o estado geral da tomada de força e bomba (vazamento, aquecimento e ruídos). Quando
o acoplamento da tomada de força e bomba for através de cardã, verificar seu estado geral (lubrificação e
alinhamento). Quando a bomba for acoplada diretamente ao motor, verificar o estado do sistema.

Os acessórios utilizados no equipamento devem ser inspecionados conforme recomendado pelo


fabricante do produto. Estes acessórios podem ser fornecidos pela MASAL ou terceiros.

Segue a relação dos opcionais MASAL:

Tomada de pressão hidráulica, para acionamento de ferramentas;

Sistema de emergência, através de bomba manual;

Partida e parada do motor do veículo feito no cesto;

Aceleração do veículo a distancia (controle remoto);

Liner para isolamento do cesto;

Capa de proteção para o cesto;

Capa de proteção para a lança.

A MASAL na se responsabiliza por danos ocorridos na utilização de acessório fornecidos por


terceiros (não fornecidos pela MASAL), bem como por danos ao equipamento e pessoas.

1.8. Solução de Falhas


Pare imediatamente a operação quando observar qualquer falha no equipamento, nos acessórios ou no
veículo.

Relação de possíveis problemas e verificações.

Causa Ponto de Inspeção Solução


Óleo hidráulico com Visor, mangueiras, conexões e Limpar parafusos de passagem de óleo
nível baixo. tubulações. do Visor obstruído,

Corrigir vazamentos e completar o nível.

Entrada de ar no Comando, conexões, mangueiras e Reaperto ou substituir componentes.


sistema. tubulações.

CESTO AÉREO MINI SKY 33


Estabilizadores não Sensor do Berço, descanso e Verifique se o braço encontra-se no
funcionam. estabilizadores. berço em posição de transporte,
mangueiras, conexões e bomba.

Vazamento nos Porca, soldas, haste, tubulações e Reaperto das conexões. Substituição
cilindros. conexões. das vedações ou componentes.

Temperatura do óleo Medir a temperatura com Verificar nível e condição do óleo.


hidráulico muito alta. termômetro em vários pontos. Restrições no circuito hidráulico.

Equipamento não Manômetro – verificar as pressões Regular a pressão conforme


trabalha dentro do nos comandos. especificado.
gráfico de alcance.

Equipamento não gira Sistema de giro, motor hidráulico, Equipamento inclinado em excesso.
comando e manômetro.
Corrigir vazamento, regular pressão.

Equipamento Mangueira de sucção da bomba e Corrigir o defeito da mangueira e limpeza


funcionando lentamente. filtro de ar e sucção do tanque. ou troca do(s) filtro(s).

Lança e Braço hidráulico Verificar o sistema hidráulico em Troca da tubulação e regulagem das
não funciona. geral. Tubulações e regulagem das válvulas.
válvulas. SWIVEL
Verifique se as patolas estão em
posição.

Lança hidráulica abre Placas deslizantes. Substituição das placas deslizantes e


com dificuldade (se lubrificação.
equipado).

Corrosão por umidade Óleo, graxa e componentes. Limpeza do óleo ou substituição.


ou desgaste. Remoção da graxa e lubrificação. Troca
do componente gasto.

Eixo da bomba não gira. Verificar a chaveta e cardã. Substituir a chaveta e/ou cruzeta.

Desgaste interno da Óleo no tanque e circuito. Retirar todo o óleo contaminado do


bomba. reservatório e sistema. Abastecer com
óleo recomendado.

Movimentos irregulares, Nível de óleo, temperatura do Retirar vazamentos. Trocar e/ou


rápidos ou lentos. sistema hidráulico ou restrições. completar óleo. Regulagem das válvulas.
SWIVEL. Válvulas em geral.

Eixo da bomba partido. Cardã/acoplada, luva e Realinhar o conjunto, substituir a luva.


alinhamento.

Placa de encosto da Entrada de ar, superaquecimento Retirar vazamentos, possíveis restrições,


bomba desgastado. do sistema hidráulico. mangueiras. Substituir a bombo.

Vazamento comandos. Haste do comando, vedações. Substituir vedações.

Válvulas dos comandos. Temperatura do óleo, filtro de Revisar o sistema hidráulico. Regular a
retorno e pressão de trabalho. pressão.

Vazamento no motor Motor, conexões e mangueiras. Correção dos vazamentos, reaperto ou


hidráulico. substituição.

Trincas na estrutura Base, coluna, braço e lança. Solda corretiva ou substituição completa
do componente.

CESTO AÉREO MINI SKY 34


Trinca no cesto. Cesto. Substituição.

Girofex e faroletes não Sistema elétrico do veículo Substituição de fusíveis, fios e plugues.
ligam.

Equipamento não liga. Sistema elétrico, bomba e tomada Verificar se o freio estacionário está
de força acionado, verificar acoplamento e
correias da bomba hidráulica elétrica do
comando interno.

Tampa do armário e baú Fechaduras e trava varão. Verificar possíveis obstruções, tranca da
não fecham. fechadura e trava.

Umidade dentro do Soldas e vedações das tampas Corrigir danos a estrutura e substituição
armário e baú das vedações

Observação: Em caso de dúvidas consulte a Rede Autorizada e/ou Departamento Técnico MASAL.

CESTO AÉREO MINI SKY 35