Você está na página 1de 10

SISTEMAS DE COORDENADAS

HISTÓRICO

Descoberta por René Descartes (1596-1650), estabeleceu relações entre Geometria e Álgebra.
Criou o sistema de coordenadas cartesianas (homenagem a Descartes, CARTESIUS forma
latina). Serviu de base para Newton fundamentar o Cálculo Diferencial e Integral.

A idéia básica da Geometria Analítica é fazer com que cada ponto no plano ou no espaço seja
caracterizado por suas distâncias (x, y e z) em relação aos eixos de coordenadas e estudar o
relacionamento entre x e y quando o ponto se encontra sobre diferentes tipos de linhas
geométricas (curvas).

Exemplos:

• Quando um ponto P de coordenadas x e y encontra-se sobre uma linha reta.

Ax + By + C = 0

• Quando um ponto P de coordenadas x e y encontra-se sobre uma circunferência.

(x - a)2 + (y - b)2 = r2

• Quando um ponto P de coordenadas x , y e z encontra-se sobre um parabolóide


hiperbólico.
P
y
z = x.y

y
1 y
• Localização de pontos numa superfície esférica

• Cálculo de áreas e volumes através de coordenadas.

SISTEMA DE COORDENADAS CARTESIANAS OU RETANGULARES

a) no plano IR2

Ele é formado por dois eixos perpendiculares: um horizontal e outro vertical que se cruzam na
y
origem das coordenadas. O eixo horizontal é chamado de abscissa (x) e o vertical de ordenada
(y). Os eixos são enumerados compreendendo o conjunto dos números reais. Observe a seguir
uma figura representativa do plano cartesiano:

x → abscissa
y → ordenada

1º quadrante = x > 0 e y > 0

QUADRANTE SINAL DE x SI
2º quadrante = x < 0 e y > 0

10
+ x
2

0
3º quadrante = x < 0 e y < 0
4º quadrante = x > 0 e y < 0

Exemplo:

b) No espaço IR3

2
z

Exemplo:
- 4 - 3z

-3
z
-4
2
x

3
xx
SISTEMAS DE COORDENADAS POLARES

x = ρ. cos θ
y = ρ.sen θ
ρ = x2 +y 2

y
Exemplo: Nas abelhas a fonte de alimento é comunicada pela abelha campeira às demais
abelhas, por uma dança, que toma como referência a nascente do sol, o leste. Se a fonte de
alimento P estiver a 400 m da colméia e formando um ângulo de 600 no sentido horário em
relação à direção do sol nascente (leste), pode-se saber, através das coordenadas polares sua
posição exata:

y P(x,y)

ρ
Tabela resumo: ( θ
leste

x
ρ = x2 + y2 y = ρ . sen θ

tgθ =
y x = ρ . cosθ
x
x
θ = arctg
y y P
x

θθ →
→ argumento
argumento
400 m
ρρ→→ distância
distância polar
30 0
polar
CART→ PO (
colméia 4
x
COORDENADAS CILÍNDRICAS

ρ = x2 + y2 y = ρ . sen θ
y x = ρ . cosθ
θ = arctg
x z=z
z=z z

COORDENADAS ESFÉRICAS z
CART
z

ρ
x θ
r P(r,θ,φ)
φ
O
( y y
ρO z
x θ
(

θ
(

φ
x r A y P’
z x
θθ →
→ colatitude
x + y + z = r .sen φ . cos θ + r .sen φ .sen θ + r . cos φ
colatitude dd
2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2

x + y 2 + z 2 = r 2 .sen 2φ .(cos 2 θ + sen 2θ ) + r 2 . cos 2 φ


2

x 2 + y 2 + z 2 = r 2 .sen 2φ + r 2 . cos 2 φ
x φφ→→ longitude
longitude ou
o
x 2 + y 2 + z 2 = r 2 ( sen 2φ + . cos 2 φ )

O x ==r.senφ
xA
azimute
azimute r.sen
dePPy
de
P’
x +y +z =r
2 2 2 2
r = x2 + y 2 + z 2

yy==r.senφ
r.sen
z
cos φ =
r
z = r.cosφ
5
zz==r.cosφ
r.cos
Ι mas
z z
cos φ = cos φ =
r x2 + y2 + z2

r 2 = x2 + y2 + z2
y
θ = arctg
x
z
φ = arc cos
x + y2 + z2
2

RAZÃO SIMPLES DE TRÊS PONTOS

Dados os pontos A, B e P de uma reta r, denominamos razão simples desses pontos, nessa
ordem, ao quociente entre AP e BP que é simbolizado:

AP
( ABP ) =
BP
Se (ABP) = k diz-se que P divide o segmento AB na razão k.

CART→ ESF
0
( ABP) = =0
BP

Se P ≡ A ( ABP) =
AP
=
AP
BP − AP
= −1

AP 2 = AB.PB

6
P1 P2 = x 2 − x1

Distância entre dois pon


k=
P1 P
k=
x − x1
x=
x1 − kx 2
P2 P x − x2 1− k

O P1 x=
x1 + x 2
2 P2

x1 x2

Razão simples de 3 pont


d = ( x2 − x1 ) 2 + ( y2 − y1 ) 2

O P1 P2 d
AG 2 2
( ANG ) = = = −2 AN
NG − 1

Baricentro
x1 ou centro
3
xG − x A
xG − x N
= −2 x2 1
AN
3

de aplicação de uma f
xG =
x A + 2 xN xN =
xB + xC

equilíbrio e também é
3 2

7
2
AN

Baricentro ou centro de
3
1
AN
3

de aplicação de uma for


xG =
x A + x B + xC
yG =
y A + y B + yC

equilíbrio e também é o
3 3

LISTA DE EXERCÍCIOS DE SISTEMAS DE COORDENADAS

1) Represente no plano IR2 os pares: A(2,3) B(-5,1) C(-2,-3) D(0,3) E(-5,0) F(-1/3,2/3)
2) Achar as coordenadas dos pontos simétricos dos pontos: A(2,3) B(a,b) C(-1,-1) em relação
ao eixo Ox, em relação ao eixo Oy e em relação à origem das coordenadas.

3) Em qual quadrante se encontra o ponto M(x,y) se:


a) x.y > 0 b) x.y < 0 c) x - y = 0 d) x - y > 0

4) Represente no plano R2 os pontos dados em coordenadas polares, em coordenadas


cartesianas: A(3,π /2) B(2, π ) C(3,- π /4)

5) Determine k para que o ponto B(k2 -1 ; 2k +1) pertença ao 20 quadrante.

6) Achar a equação polar da hipérbole x2 - y2 = 16 e da circunferência x2 + y2 = 4

7) Se um ponto P tem coordenadas esféricas (4, π /3, π /6), ache as coordenadas cartesianas
e cilíndricas de P.

8) Escreva as equações dadas em coordenadas cilíndricas, em coordenadas cartesianas:


a) z = 4ρ 2 b) ρ = 4 senθ

9) Represente no plano, os pontos (x,y) tal que: 2 < x < 5 e y = 3

10) Represente no espaço R3 os ternos: A(3,4,6) B(-5,3,1) C(1,-3,-5) D(-3,-5,0)

11) Complete:

B
a) Todo ponto pertencente ao eixo das abscissas tem ________________ nula.
b) Todo ponto pertencente ao eixo das ordenadas tem ________________ nula.
c) O ponto A(5,− 3 ) pertence ao _________ quadrante.

de m
8
12) As raízes da equação x3 – 4x2 – x + 4 = 0 são as dos pontos A,B e C do eixo das abscissas
e são de modo que xA > xB > xc . Determine a razão em que o ponto B divide o segmento
orientado AC.

13) Um móvel se desloca sobre um eixo sendo sua posição, em cada instante, dada por
x = 2t + 3. Calcule o espaço percorrido pelo móvel entre os instantes 2 s e 5 s.
14) Determine o ponto do eixo dos x eqüidistante dos pontos A(3,1) e B(5, -1).

15) Determine as coordenadas dos pontos que dividem o segmento AB em três partes
iguais, sendo A(-7,0) e B(2,3).

16) Num triângulo ABC são dados A(2,0), M(-1,4) ponto médio de AB, medida dos lados
AC = 10 e BC = 10. Determine:

a) o perímetro do triângulo;
b) o vértice B.

17) Verifique se o triângulo de vértices A(1, 2,3), B(2, 3,1) e C(3, 1,2) é eqüilátero. Dê o seu
perímetro.

 π π
18) As coordenadas esféricas de um ponto são  8, ,  , determine suas coordenadas
 2 3
cartesianas.
19) Determine as coordenadas cilíndricas correspondentes ao ponto em coordenadas
cartesianas P(3, 2,4).

20) Passe do sistema polar para o sistema cartesiano:

 −π 
a) P  2, 
 6 
b) ρ2 = k 2 sen 2θ

c) ρ 2 cos 2 ( 2θ ) = 2

LEITURA COMPLEMENTAR
René Descartes (1596-1650) – criador da Geometria Analítica

Filósofo e matemático francês, estudou com os Jesuítas e posteriormente formou-se em


Direito. Alista-se no exército de Maurício de Nassau. Viajou por muitas cidades da Europa.
Uma noite depois de beber demais como fazia em todas as festas, teve um pesadelo
constituído de 3 sonhos: no 10 viu o diabo, soprando da torre de certa igreja, no 20 via com os
olhos da ciência uma tempestade que não podia lhe fazer mal, no 30 viu-se recitando um
poema que começava assim: “Que caminho na vida devo tomar...”
Segundo Descartes, esse pesadelo influenciaria definitivamente as conclusões finais do seu
livro Geometria Analítica. Plano cartesiano é uma homenagem a ele. A ele se deve a utilização
sistemática das letras x, y e z para indicar as letras de um problema; os símbolos a2 e a3 e os
sinais de + e – para representar a soma e subtração. Teve também contribuições na divisão de
polinômios e na Ótica.
Em 1649 vai a Estocolmo dar aulas para a rainha Cristina, morre 5 meses depois de
problemas pulmonares (tinha saúde frágil).

9
Frases:
“Cogito ergo sum” – Duvido logo penso.
“O bom senso é o que há de mais bem distribuído no mundo, pois cada um pensa estar bem
provido dele.”

10