Você está na página 1de 13

CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO

PROFESSOR: Carlos Alexandre Pavonato


DISCIPLINA: Eletrônica Digital I (EDI)

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

Um sistema de numeração é utilizado para se representar quantidades de


diversas maneiras, e cada sistema possui suas características particulares. Serão
estudados nesta apostila os sistemas binário, decimal e hexadecimal, que são os mais
importantes e mais utilizados na indústria.

1 Introdução

Quando se menciona sistemas de numeração, quer-se dizer respeito à


utilização de um sistema para representar uma numeração, ou seja, uma quantidade.
Sistematizar algo seria organizar, colocar em ordem, submeter a determinadas regras.

Um sistema de numeração seria uma forma de organizar a representação de


um número. Exemplo: Quando se conta algo ou se expressa algum valor, é utilizado
no dia a dia um sistema de numeração, que é o sistema decimal.

Para isto segue-se a organização dos números, pois eles obedecem a uma
certa ordem, e uma das regras é utilizar somente os caracteres: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8,
9, que combinados, obedecendo à ordenação, formam os números.

Mas existem inúmeros sistemas de numeração, pois existem diversas formas


de se representar um número. Um chinês que tem dois carros, para transmitir a
informação de que o número de carros que ele possui é dois, se expressa de um
modo diferente de um americano que tenha os mesmos dois carros, mas as formas
que ambos utilizam para representar a quantidade de carros têm pontos em comum:
são dois sistemas de numeração.

O exemplo de um sistema de numeração diferente seria utilizar os seguintes


caracteres: 0, 1, 2, 3, C, %, } para representar os números. Ordenando estes
caracteres do mesmo modo que o sistema decimal, a contagem neste sistema seria
feita na seguinte ordem: 1, 2, 3, C, %, }, 10, 11, 12, 13, 1C, 1, %. O equivalente ao
número 10 no sistema decimal seria representado pelo número 13 neste sistema, o
número 11 seria 1C, assim por diante.

A representação de um número em um sistema de numeração diferente muda,


para um mesmo valor, assim como as operações com números nestes novos sistemas
podem ser readequadas. Estas diferenças entre os sistemas de numeração são
utilizadas como ferramenta de cálculo e projeto em diversas áreas, como a
computação, a eletrônica e a automação industrial.

Quando se deseja registrar um valor de tensão igual a trinta e quatro vírgula


cinquenta e dois volts, usamos os caracteres 3, 4, 5, e 2 dispostos numa certa ordem:
34,52V.

Esta representação é conhecida como NOTAÇÃO POSICIONAL do valor


observado, onde a importância de cada caractere depende da sua posição em relação
aos demais caracteres. Os caracteres têm maior significação no sentido da direita para
a esquerda. No caso, os caracteres 3 e 2 são, respectivamente, o de maior e menor
significação.

2 Base

Os sistemas de numeração foram criados pelo homem com o objetivo de


quantificar as grandezas relacionadas às suas observações. Tais sistemas foram
desenvolvidos através de símbolos, caracteres e do estabelecimento de regras para a
sua representação gráfica.

Ao conjunto destes símbolos ou caracteres chamamos de base ou raiz do


sistema, representada pela letra “r”. A base de um sistema de numeração é o número
do qual este se utiliza para indicar uma quantidade e geralmente é o número de
caracteres diferentes utilizados que formam o sistema. O sistema decimal é dito de
base 10 por utilizar somente 10 caracteres diferentes para representar os números (os
dígitos de 0 a 9) e a quantidade real representada pelos números tem como base o
valor 10.

Por exemplo, na contagem do sistema decimal, após o número 9, já foram


utilizados todos os caracteres diferentes disponíveis, que são 10 (observe que o
caractere “0” também está incluso) e um número maior que 9 é representado
utilizando uma convenção que atribui um significado numérico quantitativo à posição
ou lugar ocupado por um dígito.

Cada posição ocupada por um caractere no número possui um “peso”


diferente, como no exemplo: 3004 = 3 x 103 + 0 x 102 + 0 x 101 + 4 x 100.

O mesmo artifício é utilizado em outros sistemas de numeração, ou seja, cada


caractere que compõe um número possui um “peso” de potências do valor da base e
que variam de acordo com a posição ocupada pelo caractere no número, no caso do
sistema decimal, potências de 10.

De acordo com o interesse do estudo em controle de máquinas e pela utilidade


em diversas áreas, serão apresentadas com maior ênfase o sistema de numeração
binário (base 2), que é à base de estudo da eletrônica digital, o sistema decimal e o
sistema hexadecimal.

Quando são utilizados sistemas de numeração diferentes, procura-se adotar


uma convenção para a identificação de números com bases de numeração diferentes,
ou seja, é possível realizar conversões entre os sistemas de numeração, como
realizam os circuitos chamados decodificadores.

Como exemplo pode-se considerar o valor 111002 = 2810, o número 11100 no


sistema de base 2 é igual ao número 28 no sistema decimal.

3 O sistema decimal de numeração

Os números decimais são os mais utilizados atualmente, presentes em nosso


cotidiano. Uma representação posicional no sistema decimal pode ser desenvolvida
numa forma polinomial que envolve um somatório de potências de 10. Como exemplos
de números decimais pode-se mencionar 12, 140, 171, 1008, 1801, 10110. Como
exemplo, o número três mil e quatro: 3004 = 4 x 100 + 0 x 101 + 0 x 102 + 3 x 103.
São utilizados como índice, à direita do dígito menos significativo (da direita),
na representação posicional, para identificar a base de representação. Apenas no
caso da base decimal, opcionalmente este índice pode ser omitido (não aparecer).

4 O sistema binário de numeração

O sistema de numeração de base 2 é chamado de sistema binário, pois utiliza


somente dois dígitos para a composição dos componentes do sistema (0 e 1). Todos
os números são representados conforme o posicionamento e a quantidade destes dois
dígitos.

A contagem segue o mesmo raciocínio utilizado no sistema decimal. Após o


último dígito, incrementa-se uma posição à esquerda e a posição à direita é zerada,
repetindo-se toda a sequência de números anterior. Como exemplos de números
binários podem ser citados 1, 10, 11, 100, 101, 110 (todos na base 2).

Para evitar confusão com o sistema de numeração decimal, lê-se dígito por
dígito no sistema binário:

• 102 = lê-se um, zero

• 11012 = lê-se um, um, zero, um

Este sistema, na indústria, é muito utilizado para representar 2 estados de um


elemento, como exemplos podem ser citados uma lâmpada (acesa ou apagada), uma
chave (aberta ou fechada), uma fita magnética (variação ou não na magnetização),
pois nos cálculos teóricos, o sistema binário é o mais utilizado para facilitar a
manipulação dos dados.

4.1 LSB e MSB

Qualquer algarismo ou dígito de um número binário é denominado de bit


(binary digit), e quantidade de bits é a quantidade de dígitos presentes. Como exemplo
o valor “111011” = 6 bits, onde os bits menos significativos são os da direita e os bits
mais significativos são os da esquerda do algarismo.
O bit mais significativo é o da esquerda (chamado de MSB, traduzindo do
inglês Most Significant Bit), e o da direita é o bit menos significativo (chamado de LSB,
traduzindo do inglês Least Significant Bit). Quanto mais significativo for o bit, maior o
seu “peso” dentro do valor final do algarismo binário.

5 O sistema hexadecimal de numeração

O sistema hexadecimal de numeração é composto por 16 algarismos,


utilizando os dígitos de 0 a 9, constituintes do sistema decimal e representando os
números de 10 a 15 pelos caracteres A, B, C, D, E, F. Isto quer dizer que os números
hexadecimais podem ser compostos simultaneamente por letras e números. Podem
ser citados como exemplos de números hexadecimais mistos: 12F16, 1A16, D116.

A contagem no sistema hexadecimal se processa da seguinte forma: 1, 2, 3, 4,


5, 6, 7, 8, 9, A, B, C, D, E, F, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 1A, 1B, 1C, 1D, 1E,
1F e assim por diante.

6 Conversões entre sistemas de numeração

Nos ambientes industriais existem diversos circuitos que realizam conversões


entre os sistemas de numeração e suas bases numéricas, como exemplo os circuitos
decodificadores e os conversores analógicos/digitais e digitais/analógicos. Serão
citadas como principais exemplos as conversões entre os sistemas de numeração
binário, decimal e hexadecimal.

6.1 Conversão do sistema binário para o sistema decimal

Uma representação posicional no sistema binário pode ser desenvolvida em


uma forma polinomial que envolve um somatório de potências de 2. Assim, o
equivalente decimal do número binário é obtido da representação polinomial do
número na base 2, através do processamento da soma decimal.

• Exemplo 1: Conversão do número binário 110010 para decimal


1º passo: O primeiro dígito da direita para a esquerda do número binário multiplica a
potência de 20, o segundo dígito da direita para a esquerda multiplica a potência 21, o
terceiro dígito à direita multiplica a potência 22, e assim por diante até que os
algarismos se encerrem:

0 x 20 = 0 x 1 = 0

1 x 21 = 1 x 2 = 2

0 x 22 = 0 x 4 = 0

0 x 23 = 0 x 8 = 0

1 x 24 = 1 x 16 = 16

1 x 25 = 1 x 32 = 32

2º passo: A soma destas multiplicações resulta no número decimal correspondente a


este número binário:

0 + 2 + 0 + 0 + 16 + 32 = 50

Assim: 1100102 = 5010

• Exemplo 2: Conversão do número binário 10101110101001 para decimal

101011101010012 = 1 x 20 + 0 x 21 + 0 x 22 + 1 x 23 + 0 x 24 + 1 x 25 + 0 x 26 + 1 x 27 +
1 x 28 + 1 x 29 + 0 x 210 + 1 x 211 + 0 x 212 + 1 x 213

101011101010012 = 1 + 0 + 0 + 8 + 0 + 32 + 0 + 128 + 256 + 512 + 0 + 2048 + 0 +


8192

Assim: 101011101010012 = 1117710


6.2 Conversão do sistema decimal para o sistema binário

Efetua-se uma operação aproximadamente inversa à conversão de binário para


decimal, utilizando o método das divisões sucessivas. Divide-se sucessivamente o
número decimal por 2 (base do sistema binário) até resultar em um número menor que
2 e os restos destas divisões juntamente com o último resultado (quociente) formarão
o número binário final.

Este mesmo método pode ser usado para outros sistemas de numeração de
base diferente de 2, como o sistema hexadecimal, cuja base é 16.

• Exemplo 1: Conversão do número decimal 1029 para o sistema binário

1º passo: Divide-se o número por 2, que é a base do sistema binário. O resto desta
divisão será o último dígito do número binário, ou seja, seu LSB ou bit menos
significativo.

2º passo: O resultado desta divisão é dividido novamente por 2, e o resto será o


penúltimo dígito do número binário, ao lado do LSB. O resultado é dividido sucessivas
vezes por 2, até a última divisão em que o resultado for 0 ou 1 (número menor que a
base do sistema), ou seja, o número 2. O resultado da última divisão será o primeiro
dígito do número binário.

Restos das divisões sucessivas: 10000000101

102910 = 100000001012
• Exemplo 2: Conversão do número 28374 decimal para binário

Restos das divisões sucessivas: 110111011010110

2837410 = 1101110110101102

6.3 Conversão do sistema hexadecimal para o sistema decimal

Uma representação posicional no sistema hexadecimal pode ser desenvolvida


numa forma polinomial que envolve um somatório de potências de 16 (base do
sistema hexadecimal). Executa-se um processo semelhante à conversão dos números
binários para decimal.

• Exemplo 1: Conversão do número A01 hexadecimal para decimal

Passo 1: O primeiro dígito da direita para a esquerda do número hexadecimal


multiplica a potência de 160, o segundo dígito da direita para a esquerda multiplica 161,
o terceiro dígito à direita multiplica 162, e assim por diante.

Caso exista um dígito maior que 9 (letras), convertê-lo para decimal e


multiplicar normalmente:

1 x 160 = 1 x 1 = 1

0 x 161 = 0 x 16 = 0

A x 162 = A x 256 = 10 x 256 = 2560

Passo 2: A soma destas multiplicações resulta no número decimal:

1 + 0 + 2560 = 2561

Assim: A0116 = 256110


• Exemplo 2: Conversão do número BF20 hexadecimal para decimal

BF2016 = 0 x 160 + 2 x 161 + F x 162 + B x 163

BF2016 = 0 x 1 + 2 x 16 + 15 x 256 + 11 x 4096

BF2016 = 0 + 32 + 3840 + 45056

BF2016 = 4892810

• Exemplo 3: Conversão do número 600CD hexadecimal para decimal

600CD16 = D x 160 + C x 161 + 0 x 162 + 0 x 163 + 6 x 164

600CD16 = 13 x 1 + 12 x 16 + 0 x 256 + 0 x 2998 + 6 x 65536

600CD16 = 39342110

6.4 Conversão do sistema decimal para o sistema hexadecimal

Utiliza-se o método das divisões sucessivas, onde divide-se sucessivamente o


número decimal por 16 até resultar em um número menor que 16 e os restos destas
divisões juntamente com o resultado (quociente) da última divisão formarão o número
hexadecimal, assim como a conversão de decimal para binário vista anteriormente.

• Exemplo 1: Conversão do número decimal 4096 para hexadecimal

Assim: 409610 = 100016


• Exemplo 2: Conversão do número 3748 decimal para hexadecimal

Assim: 374810 = EA416

6.5 Conversão do sistema binário para hexadecimal

A conversão de um número binário para hexadecimal pode ser feita de forma


indireta pelos métodos de conversão realizados anteriormente: converte-se do sistema
binário para o decimal e depois do decimal para o sistema hexadecimal.

Porém, uma conversão direta do sistema binário para o sistema hexadecimal


pode ser efetuada substituindo-se quatro dígitos binários por um dígito hexadecimal,
pois com quatro dígitos binários é obtido no máximo o número 16, que é a base do
sistema hexadecimal.

• Exemplo 1: Conversão do número 11101 binário para o sistema hexadecimal

• Passo 1: Consideram-se os quatro últimos dígitos do número binário: 1101

• Passo 2: Converte-se diretamente para hexadecimal: 11012 = 1310 = D16

• Passo 3: Com isto, é obtido o último dígito do número hexadecimal: D16

• Passo 4: Repetir o mesmo método para os dígitos restantes do número binário:


12 = 116

• Passo 5: Unindo os dois dígitos, é obtido o número em hexadecimal: 111012 =


1D16
Assim: 111012 = 1D16

• Exemplo 2: Conversão do número 100101010 binário para o sistema


hexadecimal

10102 = 1010 = A16

00102 = 210 = 216

00012 = 110 = 116

Assim: 1001010102 = 12A16

6.6 Conversão do sistema hexadecimal para binário

A conversão de hexadecimal para binário pode ser feita de forma indireta, isto
é, converte-se de hexadecimal para decimal e de decimal para binário. Uma forma
direta pode ser executada do modo contrário ao anterior, convertendo-se em quatro
dígitos binários cada dígito hexadecimal.

O último dígito do número hexadecimal fornece o valor dos quatro últimos


dígitos do número binário.

• Exemplo 1: Conversão do número CDF hexadecimal para o sistema binário

F16 = 1510 = 11112

D16 = 1310 = 11012

C16 = 1210 = 11002

Assim: CDF16 = 1100110111112


• Exemplo 2: Conversão do número 1002 hexadecimal para o sistema binário

216 = 00102

016 = 00002

016 = 00002

116 = 00012

Assim: 100216 = 10000000000102

Existem disponíveis tabelas prontas (figura 1), que podem servir para facilitar
as conversões entre as unidades dos mais importantes sistemas de numeração.

Figura 1 – Tabela de conversão de unidades


7 Exercícios

NOTA: Esta lista de exercícios faz parte da avaliação da disciplina, deve ser entregue
ao professor.

1) Explicar com suas próprias palavras o que seria um sistema de numeração e qual é
sua principal finalidade.

2) O que é uma base numérica? Quais são as principais bases numéricas que você
conhece?

3) Qual é a base numérica que mais se assemelha aos conceitos da eletrônica digital?
Por quê?

4) Explicar com suas palavras o que seriam os conceitos de MSB e LSB quanto à
significância dos bits nos números binários.

5) Classificar a seguinte afirmação em verdadeira ou falsa e justificar: “No número


binário 11001100, o LSB vale 1 e o MSB vale 0”.

6) Na prática, quais são os principais circuitos que se utilizam dos conceitos de


sistemas de numeração para realizarem suas funções?

7) Realizar a conversão de bases numéricas (decimal para binário): 5010 = _________2

8) Realizar a conversão de bases numéricas (decimal para binário): 7510 = _________2

9) Realizar a conversão de bases numéricas (binário para decimal): 1100112 = _____10

10) Realizar a conversão de bases numéricas (binário para decimal): 10012 = ______10

11) Realizar a conversão de bases numéricas (decimal para hexadecimal): 22310 =


_______16

12) Realizar a conversão de bases numéricas (decimal para hexadecimal): 1688910 =


_______16

13) Realizar a conversão de bases numéricas (hexadecimal para decimal): 7A216 =


_______10

14) Realizar a conversão de bases numéricas (hexadecimal para decimal): FADA16 =


_______10