Você está na página 1de 27

PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de

Cupom Fiscal

Produto : Microsiga Protheus – Controle de Lojas Chamado : SCJXDW


– versão 10
Data da criação 07/01/10 Data da revisão 17/03/10
País(es) : Brasil Banco de : Top Connect, Code Base
Dados
FNC : 00000002244/2010

Com o objetivo de atender a legislação do Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal (PAF
– ECF), desenvolvido pelo CONFAZ – Conselho Nacional de Política Fazendária, este boletim técnico
apresenta os requisitos necessários para adequação do módulo Controle de Lojas do sistema
Microsiga Protheus.

Antes, cada SEFAZ (Secretaria da Fazenda do Estado) exigia uma inscrição para cada estado e, em
alguns casos, a homologação técnica do aplicativo fiscal (Software do PDV), o que, em termos gerais,
poderia gerar pelo menos 26 inscrições, que deveriam ser atualizadas pelas Software-houses a cada
nova versão dos seus produtos.

O modelo atual de inscrição é de fato bastante burocrático porque, além das exigências federais e
estaduais (muitas vezes distintas, como, por exemplo, o anexo 9 em Santa Catarina e a restrição de
homologação por ECF na Bahia), as empresas provedoras do aplicativo fiscal têm a missão de:

Conciliar a agenda de homologação com lançamento de novas versões;

Controlar (até restringir) a venda do software para os estados não-inscritos ou com exigências
ímpares;

Investir em viagem, alocação de técnicos, pagamento para a homologação dos institutos técnicos
etc.;

Sincronizar os ajustes sistêmicos para que o aplicativo fiscal (software) funcione para todos os
Estados.

Com o PAF-ECF, a proposta do CONFAZ determina a criação de uma única forma de inscrever e
homologar o aplicativo fiscal para todo o Brasil por meio de um modelo único, diminuindo assim a
burocracia para os provedores e para o próprio varejista. O programa de aplicativo fiscal para emissão
de cupom fiscal reuniu os principais estados do país, com participação de associações comerciais
(AFRAC) e órgãos reguladores.

O resultado desse trabalho foi um roteiro funcional com 42 requisitos técnicos, adaptados dos roteiros
de cada estado.

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 1


Fundamentação Legal

http://www.fazenda.gov.br/confaz/confaz/atos/atos_cotepe/2008/ac006_08.htm;

http://www.fazenda.gov.br/confaz/confaz/Convenios/ICMS/2008/CV015_08.htm;

http://www.fazenda.gov.br/confaz/confaz/Convenios/ICMS/2009/cv009_09.htm.

Alterações previstas no Ato COTEPE 06/08 (de todos os requisitos) e as


ações necessárias.

Requisito I – PAF-ECF

O Requisito I determina que o PAF-ECF ou Sistema de Gestão (Retaguarda) não deve possibilitar ao
usuário possuir informações contábeis diversas daquela que é, por lei, fornecida à Fazenda Pública,
conforme inciso V do Art. 2º da Lei 8.137/90.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária para suportar/adequar esse requisito.

Requisito II – Integração entre PDV e Retaguarda

O PAF-ECF deve estar integrado aos Sistemas de Gestão (SG) e Retaguarda para viabilizar a
utilização, considerando como integração a capacidade de importar e exportar dados reciprocamente.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária para suportar/adequar esse requisito, pois o
produto SIGALOJA já atende a esse tipo de operação.

Requisito III – Funcionamento Stand-Alone

O PAF-ECF deve ser instalado de forma a possibilitar o funcionamento do ECF independentemente da


rede, ainda que eventualmente a utilize, exceto quando destinado à utilização exclusiva para o
transporte de passageiros.

Ação Necessária:

O SIGALOJA, por meio do PDV (Ponto de Venda), foi adequado para operacionalizar de forma stand-
alone, ou seja, caso a comunicação entre o PDV e o Sistema de Retaguarda esteja inoperante, o
produto deve permitir a emissão do cupom fiscal. Para realizar as configurações necessárias de
operacionalização off-line, siga os procedimentos descritos no manual “Atualização e Configuração do
SIGALOJA OFF-LINE”.

2 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Requisito IV – Concomitância
a) Permitir a concomitância - Emissão de Cupom Fiscal de forma concomitante;
b) Realizar registros de Pré-Venda; ou
c) Realizar registros de DAV.

Ação Necessária:
a) O produto SIGALOJA já é preparado para emissão de cupom fiscal de forma
concomitante ou não (dependendo da configuração), atendendo a esse ponto da
legislação PAF-ECF;
b) Os registros de Pré-Venda devem ser realizados no produto SIGALOJA na Retaguarda,
por meio da interface de Venda Assistida, que corresponde ao ambiente de Retaguarda.
A impressão de cupom fiscal deve ser realizada por meio do SIGALOJA no PDV. Para
isso, foi criada a tela de importação de orçamento na interface da Venda Assistida.
c) Os registros no produto SIGALOJA devem ser realizados por meio da interface de
Venda Assistida, que corresponde ao ambiente de Retaguarda, caso haja
parametrização para emissão de DAV. A impressão de cupom fiscal deve ser realizada
por meio do SIGALOJA (com a importação do orçamento).

Requisito V – Pré-Venda

Caso esteja configurado para emissão de registro de Pré-Venda, o PAF-ECF deverá atender aos itens
e definições do Ato COTEPE 06/08.

A Pré-Venda pode ser definida de acordo com o item II do Ato COTEPE 06/08: “A operação registrada
em equipamento de processamento de dados interligado ou integrado ao ECF, ainda que por meio de
rede de comunicação de dados, sem a impressão de documento que descreva os itens registrados,
realizada por estabelecimento que não adota exclusivamente o auto-serviço, na qual o consumidor,
após escolher a mercadoria, recebe um código ou senha de identificação e se dirige ao caixa, onde é
efetuado o pagamento, emitido o documento fiscal correspondente e retirada a mercadoria adquirida”.

Ação Necessária: Em conformidade com o Ato COTEPE 06/08, requisito V:

Item 1 – Os registros de Pré-Venda são realizados no SIGALOJA, por meio da interface da Venda
Assistida (Retaguarda). Para emissão do cupom fiscal, é necessário importar orçamento na Venda
Assistida do PDV.

Item 2 – Ao realizar a venda da respectiva Pré-Venda, será impresso o número da Pré-Venda (ex:
PV0000000015) no espaço reservado para mensagens promocionais.

Item 3 – Caso não seja concretizada a operação de venda da Pré-Venda, até a emissão da Redução Z
do dia seguinte, a Venda Assistida do PDV realiza uma busca na base da Retaguarda, identificando
essas possíveis Pré-Vendas em aberto. Após identificar as Pré-Vendas em aberto, a Venda Assistida
do PDV realiza a impressão e o cancelamento do respectivo Cupom Fiscal. Somente então é realizada
a emissão da Redução Z solicitada.

Item 4 – Para os estabelecimentos que possuem mais de um PDV por Loja, esse processo de emissão
e cancelamento do cupom fiscal da Pré-Venda em aberto será sempre realizado no último PDV em
operação.

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 3


Item 5 – Item tratado diretamente na Venda Assistida do PDV, atendendo ao item 3.

Item 6 – A operação de cancelamento do Cupom Fiscal da Pré-Venda em aberto não realizará


qualquer controle contábil ou financeiro.

Requisito VI – DAV (Documento Auxiliar de Venda)

Caso esteja configurado para emissão de DAV (Documento Auxiliar de Venda), o PAF-ECF deverá
atender aos itens e definições do Ato COTEPE 06/08.

O DAV pode ser definido, de acordo com o item III do Ato COTEPE 06/08, como: “O documento emitido
e impresso antes de concretizada a operação ou prestação, para atender às necessidades
operacionais do estabelecimento usuário de ECF na emissão e impressão de orçamento, pedido,
ordem de serviço ou outro documento de controle interno do estabelecimento.

§ 1º - O Documento Auxiliar de Vendas não substitui o documento fiscal e deverá ser utilizado
exclusivamente para atender às necessidades operacionais do estabelecimento na emissão de
orçamento, pedido, ordem de serviço ou outro documento de controle interno do estabelecimento,
antes de concretizada a operação ou prestação”.

Ação Necessária: Em conformidade com o requisito VI do Ato COTEPE 06/08:

Item 1 – Possibilidade de emissão de DAV atendendo aos itens 3 e 4.

Item 2 – Existe um layout padrão definido no Ato COTEPE 06/08 para impressão da DAV. Dessa
forma, no momento da impressão do orçamento, o Venda Assistida respeitará o layout conforme o
modelo constante no Anexo II, em papel de tamanho mínimo A-5 de 210 mm x 148 mm, contendo:
a) Na parte superior, o título do documento atribuído de acordo com a sua função e as
expressões “NÃO É DOCUMENTO FISCAL – NÃO É VÁLIDO COMO RECIBO E
COMO GARANTIA DE MERCADORIA – NÃO COMPROVA PAGAMENTO”, em negrito
e tamanho mais expressivo que as demais informações do impresso;
b) O número de identificação do DAV, devendo ser adotado sistema de numeração
seqüencial e única com controle centralizado por estabelecimento, com, no mínimo, 10
e, no máximo, 13 caracteres, iniciada em 0000000001 e reiniciada quando atingir o
limite (9999999999), podendo os 4 (quatro) primeiros dígitos serem utilizados para
distinção de série ou codificação de interesse do estabelecimento usuário, não sendo
admitida a utilização de um número já utilizado, mesmo que o documento tenha sido
cancelado;
c) A denominação e o CNPJ do estabelecimento emitente;
d) A denominação ou o nome e o CNPJ ou CPF do destinatário;
e) A discriminação da mercadoria, o valor unitário e o total, no caso de DAV utilizado para
orçamentos ou pedidos.

Item 3 – De acordo com esse item, o sistema não deve dispor de funcionalidades para autenticação do
DAV. O SIGALOJA não possui essa opção.

Item 4 – De acordo com o item 4, o sistema não deve dispor de funções que permitam apagar o
orçamento na base de dados. Isso já é tratado na rotina “Excluir Nf/Orc/Ped” (LOJA140).

4 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Item 5 – Nas mensagens promocionais do cupom fiscal, será impresso o número do DAV (ex:
DAV0000000015).

Item 6 – Será disponibilizada a função no Menu Fiscal do SIGALOJA do PDV para os DAVs emitidos.

Item 7 – Será disponibilizada a função no Menu Fiscal do SIGALOJA do PDV para a geração de
arquivo TXT dos DAVs emitidos.

Requisito VII – Menu Fiscal

Em atendimento ao COTEPE 06/08, foi disponibilizado, nas opções do menu fiscal na Venda Assistida,
o botão (Menu Fiscal). No Menu Fiscal, algumas opções podem ser impressas ou geradas em
arquivo.

Para informar o caminho onde o arquivo será gravado, é necessário criar uma sessão no
SIGALOJA.INI, conforme o modelo:

[paf-ecf]

patharquivo = <caminho – ex: C:\PDVPAF\Protheus_Data\paf-ecf\>

Ação Necessária: O Menu Fiscal contém diversos comandos que facilitam consultas em base de
dados e impressões na ECF, com as seguintes categorias:

o 01 – “LX”, para comandar a impressão da Leitura X;

o 02 – “LMFC”, para comandar a Leitura da Memória Fiscal Completa, com seleção por
período de data e por intervalo de CRZ (Contador de Redução Z), possibilitando:

 A impressão no ECF;

 A gravação de arquivo eletrônico no formato de “espelho de documento”;

o 03 – “LMFS”, para comandar a Leitura da Memória Simplificada, com seleção por período
de data e por intervalo de CRZ (Contador de Redução Z), possibilitando:

 A impressão no ECF;

 A gravação de arquivo eletrônico no formato de “espelho de documento”;

o 04 – “Espelho MFD”, para gerar arquivo eletrônico da Memória de Fita Detalhe, com a
possibilidade de seleção por data e COO;

o 05 – “Arq. MFD”, para gerar arquivo eletrônico da Memória de Fita Detalhe, com a
possibilidade de seleção por data e COO;

o 06 – “Tab. Prod.”, para gerar arquivo eletrônico com os produtos cadastrados na tabela
“SBI – Produtos x Preço”;

o 07 – “Estoque”, para gerar arquivo eletrônico com as informações de estoque (é


necessário considerar na carga do Front-Loja a tabela “SB2 – Saldos”;

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 5


o 08 – “Movimento por ECF”, para gerar o arquivo eletrônico previsto no requisito XXV do
Ato COTEPE 06/08, com possibilidade de emissão por data e ECF;

o 09 – “Meios de Pagto.”, para comandar a impressão do Relatório Gerencial com as


formas de pagamentos práticas no intervalo de busca selecionado;

o 10 – “DAV Emitidos”, para comandar a impressão do Relatório Gerencial com os DAVs


emitidos e em aberto na Retaguarda. Para isso, é realizada uma consulta Web Service (é
necessário ter a comunicação entre o PDV e a Retaguarda);

o 11 – “Relatório Gerencial de Identificação do PAF-ECF”, para imprimir no ECF todos


dados do estabelecimento comercial e da desenvolvedora (TOTVS).

Requisito VIII – Informações do contribuinte no Cupom Fiscal

O PAF-ECF deve disponibilizar os comandos para emissão de todos os documentos nas opções
existentes no Software Básico do ECF e para impressão dos seguintes dados no Cupom Fiscal: CPF
ou CNPJ, nome e endereço do consumidor.

Ação Necessária: Esse requisito possibilita a impressão das seguintes informações: Nome, Endereço
e CGC/CPF, no cupom fiscal.

Será permitido ao usuário digitar essas informações quando o cliente não for cadastrado no sistema.
Se o cliente existir no cadastro, esses dados serão carregados automaticamente, possibilitando a
alteração ou exclusão das informações antes da impressão.

As outras informações solicitadas nesse requisito, identificação dos meios de pagamento e o troco, já
são atendidas pelo SIGALOJA.

Não foram criados campos para esse requisito. Quando o cliente for cadastrado, as informações serão
carregadas do cadastro de cliente SA1.

Foi alterada a tela que solicita o CPF do cliente (a mesma do processo de Nota Fiscal Paulista) para
que o nome e endereço possam ser informados.

Requisito IX – Informações do contribuinte no Cupom Fiscal

O PAF-ECF deve disponibilizar comandos para impressão de informações relativas a sua identificação,
representada pelo código de autenticação (MD-5) do principal arquivo executável, localizado no Laudo
de Análise Funcional do PAF-ECF. O código será impresso no Cupom Fiscal, em Mensagens
Promocionais.

Ação Necessária: Em atendimento ao requisito IX do Ato COTEPE 06/08, disponibilizaremos o


executável exclusivo de acesso ao SIGALOJA (Venda Assistida do PDV), o SIGAPAF.EXE (de onde foi
gerado o MD-5).

O SIGAPAF.EXE está disponível na mesma pasta do SMARTCLIENT.

Portanto, para realizar as funções do SIGALOJA (Venda Assistida) no PDV, o atalho de acesso deverá
ser feito por esse executável, e não mais pelo TOTVSSMARTCLIENT.EXE.

6 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Para o SIGALOJA da Retaguarda (operações de orçamento), o acesso continua sendo feito pelo
TOTVSSMARTCLIENT.EXE.

Requisito X – Emissão de Leitura da Memória Fiscal (LMF)

O PAF-ECF efetuará uma validação antes da Redução Z que verifica a necessidade de emissão da
Leitura da Memória Fiscal (lmf), caso a redução seja a primeira do mês.

Caso a condição acima seja satisfatória, a leitura da memória fiscal do mês anterior ao mês corrente
será emitida antes da redução.

Não foram criados campos para esse requisito. A validação da Redução Z existente é feita pela tabela
SFI.

Para atender a esse requisito, foi retirada a verificação da configuração para a gravação da Redução Z
pelo parâmetro MV_LJGRMR. A Redução Z será sempre gravada pelo SIGALOJA, independente do
parâmetro.

Requisito XI – Tabela de Mercadoria e Serviços

Devido à exigência de algumas informações no cadastro de produtos, provenientes do PAF-ECF, foram


necessárias as seguintes alterações:

o B1_COD – Código da mercadoria ou serviço, com o tamanho de 14 caracteres;

o B1_IAT – Campo com o Indicador de Arredondamento ou Truncamento (informar “A” ou


“T”);

o B1_IPPT – Indicador de Produção Própria ou de Terceiros (informar “P” ou “T”).

Ação Necessária: Na execução do update U_UPDLOJ34, esses campos serão criados.

Observação:
O update deve ser rodado tanto na Retaguarda quanto no PDV.

Requisito XII – Emissão de Comprovante Não-Fiscal para operações de Sangria e


Suprimento de Caixa

O PAF-ECF deve disponibilizar a tela para registro e emissão de Comprovante Não-Fiscal relativo às
operações de retirada e de suprimento de caixa.

Ação Necessária:

Disponibilizada na tela da Venda Assistida do PDV, duas opções para emissão de Sangria e
Suprimento de Caixa. Clique em “Outros” e verifique na lista apresentada as opções: “Sangria (Ctrl + I)”

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 7


e “Suprimento (Ctrl + J)”. Os dados da Sangria e do Suprimento de Caixa, posteriormente, serão
enviados para a Retaguarda.

Requisito XIII – Emissão de Comprovante Não-Fiscal em todas as operações não fiscais

O PAF-ECF deve enviar ao ECF um comando de impressão de Comprovante Não-Fiscal em todas as


operações não-fiscais que possam ser registradas pelo programa.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito.

Requisito XIV – Impressão de comprovante de Crédito ou Débito para operações com TEF

Nas operações em que o pagamento for feito com um meio vinculado à emissão do respectivo
comprovante de crédito ou de débito, o PAF-ECF deve:

o Enviar ao ECF o comando de impressão de Comprovante de Crédito ou Débito (CCD),


para ECF que emite esse documento;

o Enviar ao ECF o comando de impressão de Comprovante Não-Fiscal Vinculado (CNFV),


para ECF que não emite CCD;

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito.

Requisito XV – Data e Hora de operação do PAF-ECF

O PAF-ECF deve utilizar como data e hora da movimentação para registro no banco de dados a
mesma data e hora impressa no cabeçalho do documento emitido pelo ECF, admitindo somente uma
tolerância em minutos entre os registros, limitada a uma hora.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito.

Requisito XVI – Aviso de erro na indisponibilidade do ECF

Quando a operação não puder ser realizada, o PAF-ECF deve exibir na tela a mensagem de erro
retornada pelo software básico do ECF, efetuando o devido tratamento da informação e impedindo o
registro.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito (emitir mensagem de erro por falta de comunicação com o ECF).

8 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Requisito XVII – Contingência

O PAF-ECF deve impedir o seu próprio uso sempre que o ECF estiver sem condições de emitir
documento fiscal, devendo disponibilizar, nesse caso, para registro manual, referentes aos documentos
fiscais emitidos, ou seja, essa parte da legislação prevê que, se o ECF estiver inoperante, há a
possibilidade de registrar no sistema as vendas em que foram preenchidas a mão na nota manual.

Ação Necessária: Disponibilizada no menu do SIGALOJA a rotina “Contingência” (FRTA080). É


necessário incluir a nova opção de menu do módulo SIGALOJA, em Ambiente\Cadastro\Menu,
conforme as seguintes instruções:

Módulo SIGAFRT
Descrição Português Contingência
Programa FRTA080

Habilitado 
Módulo SIGALOJA

Função Protheus 
Rotinas do Browse 

Essa opção do menu permitirá ao usuário informar:

o Número da nota, série e subsérie;

o Data da emissão, bem como data e hora de embarque, no caso de transporte de


passageiros;

o Discriminação, quantidade, marca, tipo, modelo, espécie, qualidade da mercadoria e


demais elementos que permitam sua perfeita identificação;

o Valor unitário da mercadoria e valor total da operação;

o Situação tributária de cada mercadoria ou serviço.

Essas informações são utilizadas para gerar o SINTEGRA.

Requisito XVIII – Tabela de Preço e Mercadoria

Na hipótese de disponibilizar uma tela para consulta de preço, o PAF-ECF deve indicar o valor por item
ou por lista de itens, sendo o valor unitário capturado da Tabela de Mercadorias e Serviços.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito.

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 9


Requisito XIX – Tabela de Mercadorias e Serviços

O PAF-ECF não pode possuir funções nem realizar operações que viabilizem a impressão de
documento fiscal contendo informações divergentes das constantes na Tabela de Mercadorias e
Serviços.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito.

Requisito XX – Geração de arquivo eletrônico para Tabela de Mercadorias e Serviços

O PAF-ECF não pode possuir funções nem realizar operações que viabilizem a impressão de
documento fiscal contendo informações divergentes das constantes na Tabela de Mercadorias e
Serviços.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito (verificar requisito VII – Menu Fiscal).

Requisito XXI – Valores negativos na interface de venda

No registro de venda, o PAF-ECF deve recusar valor negativo.

Ação Necessária: Não existe nenhuma ação necessária, já que o SIGALOJA possui dispositivos para
atender a esse requisito.

Requisito XXII – Criptografia da venda bruta e impressão

O PAF-ECF deve garantir que será utilizado com ECF autorizado para uso fiscal, adotando, no mínimo,
as seguintes rotinas:

o Não possuir menus de configuração que possibilitem a desativação do ECF;

o Não possuir tela de acesso ao usuário que possibilite configurar o ECF a ser utilizado,
exceto quanto à porta de comunicação serial;

o Ao ser inicializado, ao viabilizar o acesso à tela de registro de venda e ao enviar ao ECF


comando para abertura de documento fiscal, comparar o valor acumulado no Totalizador
Geral (GT) do ECF, conectado nesse momento com o valor correspondente armazenado
em arquivo auxiliar criptografado.

Ação Necessária: O requisito XXII é semelhante ao processo já implementado em SC (Boletim


Técnico “Criptografia de venda bruta e impressão de leitura de memória fiscal – Adequação ao Anexo 9
de RICMS – SC”).

A criptografia é executada antes do primeiro cupom do dia, atualizada a cada cupom emitido e validada
antes de abrir cada cupom.

10 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Para realizar a implementação do arquivo auxiliar criptografado, é necessário solicitar um analista da
TOTVS ou entrar em contato com o Help Desk.

Note que, na configuração da impressora fiscal no cadastro de estação, somente é permitido alterar a
porta de comunicação. É também uma exigência fiscal que a alteração seja feita somente pela
empresa desenvolvedora. Se necessário, entre em contato com o Help-Desk para obter mais
informações.

Importante:
Os arquivos são gerados na pasta do SmartClient do Protheus (padrão
“../protheus10/bin/smartclient”) e de forma alguma devem ser apagados. A exclusão desses arquivos
provoca o travamento do caixa, um efeito similar à Redução Z.

Requisito XXIII – Tratamento para interrupção da venda por falta de comunicação com a
impressora fiscal

O PAF deve adotar, no mínimo, um dos procedimentos descritos abaixo ao ser reiniciado, na hipótese
de interrupção ou impedimento de uso durante a emissão do Cupom Fiscal:
a) Recuperar na tela de registro de venda os dados contidos no Cupom Fiscal em emissão
no ECF e comandar o prosseguimento de sua impressão, mantendo o sincronismo
entre os dispositivos;
b) Cancelar automaticamente o Cupom Fiscal em emissão no ECF;
c) Acusar a existência de Cupom Fiscal em emissão no ECF, impedindo o prosseguimento
da operação e a abertura de novo documento, devendo disponibilizar como única opção
de operação possível o cancelamento do Cupom Fiscal em emissão.

Ação Necessária: O SIGALOJA está preparado para cancelar a venda quando for restabelecida a
comunicação com a impressora fiscal.

Requisito XXIV – Geração do Arquivo SINTEGRA

A critério da unidade federada, mediante parametrização, o PAF-ECF deve disponibilizar a função que
permite realizar a gravação dos registros relativos às operações de saída, cujo documento fiscal foi
emitido pelo ECF, em conformidade com o leiaute estabelecido no Convênio ICMS 57/95, permitindo
que os registros sejam gerados pelo SG ou pelo sistema PED, desde que:

o O PAF-ECF esteja integrado ao SG e ao sistema PED, conforme disposto no Requisito II;

o Não haja necessidade de digitação, no sistema, dos dados já registrados pelo PAF-ECF
(emissão do cupom fiscal).

Ação Necessária: O Protheus, Retaguarda, já está preparado para a geração do arquivo SINTEGRA.
Em caso de dúvidas, é necessário entrar em contato com o Help-Desk para obter mais informações,
pois não houve nenhuma alteração para adequação ao PAF-ECF.

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 11


Requisito XXV – Geração do Arquivo Eletrônico de Movimento por Meio do Menu Fiscal

O PAF-ECF deve disponibilizar uma função que permita realizar a gravação de arquivo eletrônico do
tipo texto (TXT), em conformidade com o leiaute e com as especificações estabelecidas no Anexo VI do
Ato COTEPE/ICMS 06/08.

Ação Necessária: A geração do Arquivo Eletrônico de Movimento já é atendida pelo Menu Fiscal, por
meio da opção “Movimento por ECF” e o arquivo é gerado de acordo com o caminho informado no
SIGALOJA.INI.

Requisito XXVI – Armazenamento dos DAVs

O PAF-ECF deve disponibilizar:

o Para consulta, com possibilidade de gravação ou impressão, no estabelecimento usuário


do ECF, os dados da movimentação de saídas de mercadorias e prestações de serviço,
e, se for o caso, os dados dos Documentos Auxiliares de Venda, aos quais se refere o
requisito VI, relativos ao mês em curso, ainda que esses dados estejam armazenados no
servidor principal de controle central de banco de dados;

o Ao fisco, quando exigido, os dados da movimentação de saídas de mercadorias e


prestações de serviço, e, se for o caso, os dados dos Documentos Auxiliares de Venda
relativos aos últimos 5 (cinco) anos.

Ação Necessária: Como as gerações de DAV são realizadas pela Retaguarda, e não pelo SIGALOJA
(PAF-ECF), esse requisito é considerado como atendido. As operações e movimentações são todas
concentradas na Retaguarda.

Requisito XXVII – Atualização de Estoque

O PAF-ECF ou Retaguarda deve atualizar o banco de dados de estoque:

o Até o final de cada dia em que houve movimentação, disponibilizando a opção de


atualização do banco de dados a qualquer momento, com consulta aos dados atualizados
do estoque;

o Quando a condição normal de comunicação retornar, caso a rede de comunicação esteja


inacessível no momento da atualização do estoque a que se refere o item 1 desse
requisito.

Ação Necessária: Pela nova arquitetura do SIGALOJA para atender ao PAF-ECF, as atualizações de
Venda são realizadas conforme configuração e implantação do produto. As consultas de estoque e
demais funcionalidades são realizadas na Retaguarda.

12 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Requisito XXVIII – Atualização do Financeiro

O PAF-ECF e o SG devem garantir a emissão do documento fiscal para os casos em que haja
repercussão no controle de estoque ou no controle financeiro.

Ação Necessária: Pela nova arquitetura do SIGALOJA, as atualizações de Venda são realizadas
conforme configuração e implantação do produto. A geração do financeiro das respectivas vendas é
atualizada automaticamente na Retaguarda.

Requisito XXIX – Total diário de cada meio de pagamento

O PAF-ECF deve acumular e gravar em banco de dados o valor relativo ao total diário de cada meio de
pagamento, por tipo de documento a que se refere o pagamento. Esses dados devem ser mantidos
pelo prazo decadencial e prescricional estabelecido no Código Tributário Nacional.

Ação Necessária: Na arquitetura do SIGALOJA, as formas de pagamento são armazenadas na tabela


SL4 (Condição Negociada), atendendo, dessa forma, ao requisito solicitado.

Requisito XXX – Impressão do Meio de Pagamentos

O PAF-ECF deve disponibilizar uma função que permita a impressão, pelo ECF, de Relatório Gerencial,
selecionado por período de data inicial e final e denominado “MEIOS DE PAGAMENTO”. O relatório
deve relacionar os valores acumulados e gravados no banco de dados e conter:
a) A identificação do meio de pagamento e, quando for o caso, do cartão de crédito, débito
ou similar;
b) O tipo do documento a que se refere o pagamento;
c) O valor acumulado;
d) A data da acumulação; e
e) A soma individual de cada meio de pagamento referente ao período solicitado.

Ação Necessária: A rotina do Menu Fiscal “Meios de Pagtos.” atende a esse requisito. Para emissão
do relatório, selecione a opção e solicite a impressão. As informações são impressas no ECF por meio
do Relatório Gerencial.

Requisito XXXI – Assinatura Digital dos arquivos gerados

O PAF-ECF deve assinar digitalmente os arquivos, gerando o registro tipo EAD, conforme disposto no
item 7.4 dos Anexos III, IV, V e VII do Ato COTEPE ICMS 06/08 e no item 7.8 do Anexo VI do Ato
COTEPE ICMS 06/08.

Ação Necessária: Não há necessidade de qualquer alteração para esse caso, pois o sistema já realiza
a assinatura digital dos arquivos textos.

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 13


Requisito XLIII – Assinatura Digital dos arquivos gerados

O PAF-ECF deve disponibilizar uma função que permita a impressão, pelo ECF, de Relatório Gerencial,
denominado “IDENTIFICAÇÃO DO PAF-ECF”. Esse relatório deve conter as seguintes informações
extraídas do Laudo de Análise Funcional do PAF-ECF:
a) Número do Laudo;
b) Identificação da empresa desenvolvedora com: CNPJ, Razão Social, endereço, telefone
e nome da pessoa de contato; e
c) Identificação do PAF-ECF com: Nome comercial, Versão, Nome do principal arquivo
executável, Código de Autenticação do principal arquivo executável (MD-5) e de outros
arquivos utilizados e respectivos códigos MD-5.

Ação Necessária: Ao executar a rotina de “Identificação do PAF-ECF”, no Meu Fiscal, as informações


solicitadas pelo requisito serão impressas.

Observação:
O parâmetro MV_LJGRMR não é mais considerado para a gravação da Redução Z (tabela SFI),
portanto, a tabela SFI sempre deverá ser gravada. O ECF deve estar configurado para não efetuar a
Redução Z automática.

Premissas

Atualize a Build – igual ou superior a 7.00.090818P

o Acesse o site http://portaldocliente.microsiga.com.br;

o Na busca, informe “BIN”;

o Faça o download da opção “Binário TOTVSTEC”, conforme o sistema operacional;

Ainda no Portal, atualize o pacote de LIB. Os fontes APLIB000.PRW e APLIB180.PRW devem


estar com a data igual ou superior a 21/12/09 e 04/01/10 respectivamente.

o Na busca, informe “LIB”;

o Faça o download conforme a Base de Dados;

Contate o Help-Desk (ACR) e informe os números de CNPJ das Lojas que estão atualizando o
ambiente para o PAF-ECF. Dessa forma, o pacote de atualizações (Patch) possuirá os números
de CNPJ cadastrados para utilização do PAF-ECF;

Execute o Compatibilizador U_UPDLOJ23 para atualização dos campos LQ_TPORC,


LQ_NUMORC, L1_TPORC, L1_NUMORC, caso não existam na base de dados (Retaguarda e
PDV);

Execute os procedimentos técnicos de acordo com o Boletim Técnico “FRT-LOJA - Adequação


na Nota Fiscal Paulista – SIGALOJA e FRONT”, para criação dos campos L1_CGCCLI e
LQ_CGCCL, caso não existam na base de dados;

14 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Execute, obrigatoriamente, o Compatibilizador U_UPDLOJ34;

Atualize a DLL Fiscal (SIGALOJA.DLL) para <0.3.125.4> ou superior;

Tenha o Web Service no SIGALOJA configurado na máquina;

Configure o parâmetro MV_ LJLVFIS com conteúdo igual a 2 para utilizar a funcionalidade “Livro
Fiscal Online”;

Atualize as DLLs de Fabricantes de ECF, conforme o modelo da impressora:

o Para impressoras Bematech, acesse: www.bematech.com.br e atualize os seguintes


arquivos:

 Arquivo: BemaFI32.dll – Versão: 5.10.4.12 (ou superior);

 Arquivo: BemaMFD.dll – Versão: 1.0.0.48 (ou superior);

 Arquivo: BemaMFD2.dll – Versão: 1.0.1.38 (ou superior);

o Para impressoras Sweda, acesse: www.sweda.com.br e atualize o seguinte arquivo:

 Arquivo: CONVECF.dll – Versão: 5.0.0.14 (ou superior);

o Para impressoras Daruma, acesse www.daruma.com.br e atualize o seguinte arquivo:

 Arquivo: Daruma32.dll – Versão: 0.0.0.29 (ou superior);

o Para impressoras Elgin 1Fit Logger, acesse: www.elgin.com.br e atualize os seguintes


arquivos:

 Arquivo: DLLG2.dll – Versão: 2.0.0.0 (ou superior);

 Arquivo: ATO17.dll – Versão: 1.0.8.0 (ou superior);

 Arquivo: Leitura.dll – Versão: 1.0.0.0 (ou superior).

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 15


Observação:
Segue abaixo a relação de impressoras que já estão adequadas para operar com o PAF-ECF. As
demais impressoras serão adequadas futuramente:

BEMATECH:

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.00';

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.10';

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.15';

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.21';

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.22'

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.26'

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.30'

'BEMATECH MP20FI II - V. 03.31'

'BEMATECH MP25FI - V. 01.00.00'

'BEMATECH MP25FI - V. 01.01.01'

'BEMATECH MP25FI - V. 01.01.02'

'BEMATECH MP25FI - V. 01.02.02'

'BEMATECH MP40FI II - V. 03.00'

'BEMATECH MP40FI II - V. 03.10'

'BEMATECH MP40FI II - V. 03.20'

'BEMATECH MP40FI II - V. 03.21'

'BEMATECH MP40FI II - V. 03.22'

'BEMATECH MP40FI II - V. 03.26'

'BEMATECH MP2000 THFI - V. 01.00.00'

'BEMATECH MP2000 THFI - V. 01.01.01'

'BEMATECH MP2000 THFI - V. 01.01.02'

'BEMATECH MP2000 THFI - V. 01.03.02'

'BEMATECH MP2100 THFI - V. 01.00.00'

16 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


'BEMATECH MP2100 THFI - V. 01.00.01'

'BEMATECH MP2100 THFI - V. 01.01.00'

'BEMATECH MP3000 THFI - V. 01.01.00'

'BEMATECH MP4000 THFI - V. 01.00.01'

'BEMATECH MP6000 THFI - V. 01.03.03'

'BEMATECH MP6000 THFI - V. 01.03.02'

'BEMATECH MP7000 THFI - V. 01.00.01'

'IBM KR4-4610 - V. 01.03.03'

DARUMA:

'DARUMA FS345 - V. 01.20'

'DARUMA FS345 - V. 01.22'

'DARUMA FS2000 - V. 01.00'

'DARUMA FS2000 - V. 01.02'

'DARUMA FS600 - V. 01.02.00'

'DARUMA FS600 - V. 01.03.00'

'DARUMA FS600 - V. 01.04.00'

'DARUMA FS600 - V. 01.05.00'

'DARUMA FS2100 - V. 01.02.00'

SWEDA:

'SWEDA IF ST100 - V. 01.00.04',

'SWEDA IF ST120 - V. 01.00.01',

'SWEDA IF ST200 - V. 01.00.01',

'SWEDA IF ST1000 - V. 01.00.04'

'SWEDA IF ST2000 - V. 01.00.01'

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 17


ELGIN:

'ELGIN FIT 1E TH - V. 01.00.00'

'ELGIN FIT 1E TH - V. 01.00.08'

'ELGIN ZPM/1FIT LOGGER - V. 03.03.04'

Procedimentos para Implementação

Importante:
Antes de executar os compatibilizadores U_UPDLOJ23, U_UPDLOJ34 e U_UPDLOJ38, é
imprescindível:

Seguir os procedimentos do manual “Configuração do PAF-ECF com o processo SIGALOJA


OFF-LINE”, disponível em http://tdn.totvs.com/hometdn#25015;

Realizar o backup da base de dados do produto que será executado o compatibilizador (diretório
“\PROTHEUS_DATA\DATA”) e dos dicionários de dados "SXs" (diretório “\PROTHEUS_DATA\
SYSTEM”);

Os diretórios acima mencionados correspondem à instalação padrão do Protheus, portanto,


devem ser alterados conforme o produto instalado na empresa.

Essa rotina deve ser executada em modo exclusivo, ou seja, nenhum usuário deve estar
utilizando o sistema.

Se os dicionários de dados possuírem índices personalizados (criados pelo usuário), antes de


executar o compatibilizador, certifique-se que estão identificados pelo nickname. Caso o
compatibilizador necessite criar índices, irá adicioná-los a partir da ordem original instalada pelo
Protheus, o que poderá sobrescrever índices personalizados, caso não estejam identificados pelo
nickname.

Para executar o compatibilizador U_UPDLOJ23:

1. No “TOTVS Smart Client”, no campo “Programa Inicial”, digite U_UPDLOJ23.

2. Clique no botão OK para continuar.

3. Após a confirmação é apresentada uma tela, ou para a seleção da empresa em que o dicionário de
dados será modificado ou para a seleção do compatibilizador que será aplicado.
Se apresentada a janela para seleção do compatibilizador selecione o programa U_UPDLOJ23.

4. Ao confirmar, é apresentada uma mensagem de advertência sobre o backup e a necessidade de


sua execução em modo exclusivo.

18 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


5. Clique em Sim para iniciar o processamento. O primeiro passo da execução é a preparação dos
arquivos. É apresentada uma mensagem explicativa na tela.

6. Em seguida, é apresentada a janela de “Atualização concluída” com o histórico (log) de todas as


atualizações processadas. Nesse log de atualização, são exibidos somente os campos atualizados
pelo programa. O compatibilizador cria os campos que ainda não existam no dicionário de dados.

7. Clique no botão Gravar para salvar o histórico (log) apresentado.

8. Clique no botão OK para encerrar o processamento.

Para executar o compatibilizador U_UPDLOJ34:

1. No “TOTVS Smart Client”, no campo “Programa Inicial”, digite U_UPDLOJ34.

2. Clique no botão OK para continuar.

3. Após a confirmação é apresentada uma tela, ou para a seleção da empresa em que o dicionário de
dados será modificado ou para a seleção do compatibilizador que será aplicado.
Se apresentada a janela para seleção do compatibilizador selecione o programa U_UPDLOJ34.

4. Ao confirmar, é apresentada uma mensagem de advertência sobre o backup e a necessidade de


sua execução em modo exclusivo.

5. Clique em Sim para iniciar o processamento. O primeiro passo da execução é a preparação dos
arquivos. É apresentada uma mensagem explicativa na tela.

6. Em seguida, é apresentada a janela de “Atualização concluída” com o histórico (log) de todas as


atualizações processadas. Nesse log de atualização, são exibidos somente os campos atualizados
pelo programa. O compatibilizador cria os campos que ainda não existam no dicionário de dados.

7. Clique no botão Gravar para salvar o histórico (log) apresentado.

8. Clique no botão OK para encerrar o processamento.

Para executar o compatibilizador U_UPDLOJ38:

1. No “TOTVS Smart Client”, no campo “Programa Inicial”, digite U_UPDLOJ38.

2. Clique no botão OK para continuar.

3. Após a confirmação é apresentada uma tela, ou para a seleção da empresa em que o dicionário de
dados será modificado ou para a seleção do compatibilizador que será aplicado.
Se apresentada a janela para seleção do compatibilizador selecione o programa U_UPDLOJ38.

4. Ao confirmar, é apresentada uma mensagem de advertência sobre o backup e a necessidade de


sua execução em modo exclusivo.

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 19


5. Clique em Sim para iniciar o processamento. O primeiro passo da execução é a preparação dos
arquivos. É apresentada uma mensagem explicativa na tela.

6. Em seguida, é apresentada a janela de “Atualização concluída” com o histórico (log) de todas as


atualizações processadas. Nesse log de atualização, são exibidos somente os campos atualizados
pelo programa. O compatibilizador cria os campos que ainda não existam no dicionário de dados.

7. Clique no botão Gravar para salvar o histórico (log) apresentado.

8. Clique no botão OK para encerrar o processamento.

Importante
A aplicação do compatibilizador U_UPDLOJ38 é de suma importância. Ele é responsável por criar
as tabelas provenientes do SIGALOJA Off-Line.

20 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Ajustes efetuados pelo Compatibilizador
1. Criação no arquivo SX3 – Campos.

Tabela SLF – Perfil/Acessos do Caixa


Campo LF_OPCDESC
Tipo Numérico
Tamanho 1
Decimais 0
Título Opção de Desconto
Descrição Opção de Desconto

Tabela SB1 – Cadastro de Produtos


Campo B1_IAT
Tipo Caracter
Tamanho 1
Decimais 0
Título Trunc ou Arr
Descrição Indicador de Arredondamento ou Truncamento (IAT)

Campo B1_IPPT
Tipo Caracter
Tamanho 1
Decimais 0
Título Prop ou Terc
Descrição Indicador de Produção Própria ou de Terceiro (IPPT)

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 21


Campo B1_SITTRIB
Tipo Caracter
Tamanho 1
Decimais 0
Título Sit Trib
Descrição Situação Tributaria

Tabela SBI – Produto x Preço


Campo BI_IAT
Tipo Caracter
Tamanho 1
Decimais 0
Título Trunc ou Arr
Descrição Indicador de Arredondamento ou Truncamento (IAT)

Campo BI_IPPT
Tipo Caracter
Tamanho 1
Decimais 0
Título Prop ou Terc
Descrição Indicador de Produção Própria ou de Terceiro (IPPT)

Campo BI_SITTRI
Tipo Caracter
Tamanho 1
Decimais 0
Título Sit Trib
Descrição Situação Tributária

22 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Tabela – SFI – Resumo da Redução Z
Campo FI_DTREDZ
Tipo Date
Tamanho 8
Decimais 0
Título Dt. Redução Z
Descrição Data Redução Z

Campo FI_HRREDZ
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título Hr. Redução Z
Descrição Hr. Redução Z

Tabela SL1 – Cabeçalho do Orçamento


Campo L1_CONTDOC
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título N º Cont Doc
Descrição Numero Contador do Docume

Campo L1_CONTONF
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título N° Op. Não F
Descrição Numero Op. Não Fiscal

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 23


Campo L1_CONTRG
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título Nº Rel. Gere
Descrição Numero Rel. Gerenciais

Campo L1_CONTCDC
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título Nº Com Cre D
Descrição Numero Com. Cred. Debito

Campo L1_TABELA
Tipo Caracter
Tamanho 3
Decimais 0
Título Tabela
Descrição Tabela de preço

Tabela SLQ – Cabeçalho do Orçamento


Campo LQ_CONTDOC
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título N º Cont Doc
Descrição Numero Contador do Docume

24 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Campo LQ_CONTONF
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título N° Op. Não F
Descrição Numero Op. Não Fiscal

Campo LQ_CONTRG
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título Nº Rel. Gere
Descrição Numero Rel. Gerenciais

Campo LQ_CONTCDC
Tipo Caracter
Tamanho 6
Decimais 0
Título Nº Com Cre D
Descrição Numero Com. Cred. Debito

Campo LQ_TABELA
Tipo Caracter
Tamanho 3
Decimais 0
Título Tabela
Descrição Tabela de preço

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 25


Procedimentos para Configuração

1. Acesse o Configurador, opção “Ambientes\Cadastros\Parâmetros” e crie o parâmetro a seguir:


Nome da Var. MV_LJLVFIS
Tipo Numérico
Cont. Por. 2
1 = Geração do Livro Fiscal Off-line (padrão do sistema)
Descrição
2 = Geração do Livro Fiscal Online

2. O executável de acesso ao SIGALOJA do PDV mudou. Como existe a exigência de um executável


único para as operações do PAF-ECF, é necessário configurar o atalho para o executável
SIGAPAF.EXE. Dessa forma, caso existam, as configurações de parâmetros (Exemplo -A= -
A=<Estação>) devem ser efetuadas no SIGAPAF.EXE.

O acesso era feito, anteriormente, pelo executável TotvsSmartClient.EXE.

1. Clique com o botão direito sobre o atalho do SIGAPAF.EXE (localizado dentro da pasta
SmartClient);

2. No Menu, clique em “Propriedades”;

3. Na pasta “Atalho”, no campo “Destino”, digite:

-P=SIGAPAF –E=<ambiente> -C=<comunicação> -m –A= -A=<código da estação>.

Importante:
O atalho do SIGAPAF.EXE deve estar configurado com informações descritas acima,
para que o PAF-ECF seja executado conforme a Legislação.

26 – SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal


Informações sobre a emissão de Nota Fiscal na Venda Assistida:

A Legislação do PAF-ECF prevê que, em uma mesma estação de venda, não devem ser emitidos
Cupom Fiscal e Nota Fiscal de Saída. Por isso, está sendo disponibilizado no menu do módulo
Faturamento (SIGAFAT) a rotina “Venda Direta” (FATA701). A Venda Direta nada mais é que a rotina
Venda Assistida adequada ao menu do módulo Faturamento (SIGAFAT).

Importante:
É necessário contatar o Help Desk para obter informações sobre a implementação da rotina “Venda
Direta”, pois, com o sistema configurado segundo a Legislação do PAF-ECF, não será mais possível
emitir a Nota Fiscal pela Venda Assistida do módulo Controle de Lojas (SIGALOJA).

Informações Técnicas
Tabelas Utilizadas SL1, SL2, SL4, SLG, SA6, SLF, SFI, SLQ, SLR, SB1, SBI
Rotinas Envolvidas Venda Assistida (LOJA701), Estação (LOJA121).
Sistemas Operacionais Windows
Número do Plano 000000022392010

SIGALOJA – PAF-ECF – Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal – 27