Você está na página 1de 2

Direcção Regional de Educação do Centro

Agrupamento de Escolas de Lajeosa do Dão - 160428


ESCOLA EB 2,3 PROF. DR. C. MOTA PINTO - 342762
Lajeosa do Dão │ 3460-153 LAJEOSA TND

AVALIAÇÃO DOCENTE
DOCENTES – ED. PRÉ-ESCOLAR
OBJECTIVOS INDIVIDUAIS DO DOCENTE
(ORIENTAÇÕES NO PREENCHIMENTO)

1. NOTA PRÉVIA:
Nos termos do art.º 9º do Decreto Regulamentar n.º 2/2008, de 10 de Janeiro, os objectivos individuais são
fixados, por acordo entre o avaliado e os avaliadores, através da apresentação de uma proposta do avaliado, no
início do período em avaliação, redigida de forma clara e rigorosa, de modo a aferir o contributo do docente para a
concretização dos objectivos constantes do Projecto Educativo do Agrupamento e Projecto Curricular de
Turma.

2. DEFINIÇÃO DOS OBJECTIVOS INDIVIDUAIS:


Os itens que orientam a formulação dos objectivos individuais são os seguintes:

a) (B1) Melhoria dos resultados escolares das crianças.


Na definição dos objectivos, indicadores a ter em conta:
1. Idades(s)/Grupo(s); 2. Competências a desenvolver; 3. Percentagens do ano anterior; 4. Metas do PE e PCT; 5. Objectivos Profissionais;
6. Fundamentação/Contexto Grupo.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que se pretende com este item:
 Melhorar as competências adquiridas, tendo como base as taxas que constam do PE, em cada grupo etário;
 Melhorar as competências adquiridas, tendo em conta as médias dos resultados escolares em relação a
2007/08;
 Melhorar as competências adquiridas, tendo em conta a avaliação diagnostica efectuada no início de
2008/09.
b) (B2) Redução do abandono escolar.
Na definição dos objectivos, indicadores a ter em conta:
1. Idade(s)/Grupo(s); 2. Caracterização sócio-económico-familiar; 3. Objectivos Profissionais (apoios, estratégias, outros); 6. Fundamenta-
ção/Contexto.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que se pretende com este item:
 Considerando que se trata de um período não escolar e não obrigatório, o abandono está sempre patente, pelo
que deve limitar-se a um mínimo, procurando melhorar as taxas dos anos anteriores, tendencialmente, nos 0%;
 Para além do abandono escolar, é também de primordial importância ter em linha de conta a assiduidade e o
absentismo escolares;

c) (A3) Prestação de apoio à aprendizagem dos alunos, incluindo aqueles com difi-
culdades de aprendizagem.
Na definição dos objectivos, indicadores a ter em conta:
1. Ano(s)/Turma(s); 2. Disciplina (s); 3. Descritores de sucesso; 4. Objectivos Profissionais; 5. Fundamentação/Contexto Turma (s).
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que se pretende com este item:
 O apoio à aprendizagem deve ser proporcionado a todos as crianças, incluindo aquelas que revelem dificuldades
de integração ou aprendizagem ou ainda as que evidenciem potencialidades para níveis mais elevados de desen-
volvimento;
 O apoio pedagógico personalizado deve ser aquele que se mostre necessário e mais adequado;
 Às crianças com NEE de carácter permanente, o apoio deve ser personalizado e adequado à sua plena integração
no grupo e na comunidade escolar e ao desenvolvimento das competências escolares e sociais adequadas às suas
características.

Página 1 de 2
d) (C3) Participação nas estruturas de orientação educativa e nos órgãos de gestão
do agrupamento.
Na definição dos objectivos, indicadores a ter em conta:
1. Identificação dos cargos e actividades; 2. Objectivos Profissionais; 3. Fundamentação/Contextual.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que se pretende com este item:
 Dotar as estruturas intermédias do Agrupamento, nomeadamente, as de orientação educativa e de supervisão
pedagógica de recursos humanos que garantam a eficiência do seu funcionamento e a eficácia das medidas e
acções que nelas se desenvolvem para prossecução e cumprimento das respectivas finalidades.

e) (E1) Relação com a comunidade.


Na definição dos objectivos, indicadores a ter em conta:
1. Identificação das situações, projectos e actividades; 2. Objectivos Profissionais; 3. Fundamentação/Contextual.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que se pretende com este item:
 Estabelecer com a comunidade inter-relações que possam resultar benefícios mútuos;
 Promover a escola como pertença da comunidade em que se insere sem prejuízo da sua tutela pelo Ministério da
Educação;
 Promover as relações humanas como um factor fundamental para que se gere um sentimento recíproco de per-
tença, potenciando assim os benefícios que possam resultar de uma plena integração;
 Servir a comunidade em que a escola se insere, respondendo especificamente às suas necessidades educativas e
formativas sem prejuízo de outras que se revelem úteis e adequadas à sua natureza de espaço público de educa-
ção e formação;
 Promover a relação directa entre Professores e Pais/EE, como forma de assumir, em conjunto, a educação das
crianças (neste ponto, as Educadoras de Infância têm um papel privilegiado).

f) (D1) Formação contínua adequada ao cumprimento de um plano individual de


desenvolvimento profissional do docente.
Na definição dos objectivos, indicadores a ter em conta:
1. Identificação do plano individual de formação (necessidades); 2. Objectivos Profissionais; 3. Fundamentação.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que se pretende com este item:
 Realizar acções de formação contínua que incidam sobre conteúdos de natureza científico-didáctica com estreita
ligação à matéria curricular que lecciona, bem como, as relacionadas com as necessidades da escola / agrupa-
mento definidas no respectivo PAA.

g) (C4) Participação e dinamização de:


 Projectos e ou actividades constantes do PAA e PCT;
 Outros projectos e actividades extracurriculares.
Na definição dos objectivos, indicadores a ter em conta:
1. Identificação das situações, projectos e actividades; 2. Objectivos Profissionais; 3. Fundamentação/Contextual.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que se pretende com este item:
 Desenvolver actividades e projectos com relevância para o cumprimento do currículo, de forma a proporciona-
rem às crianças diferentes perspectivas de abordagem dos curricula e uma ocupação integral do tempo escolar
com tarefas e actividades relevantes para a sua educação e formação integral.

3. LINHAS ORIENTADORAS:
No processo de elaboração dos objectivos individuais, cada Professor deve ter em linha de conta:
a) O que está definido nos PEA, PAA, e PCT/s;
b) As suas possibilidades e capacidades, não sendo nem muito modesto nem demasiado ambicioso, mas sim rea-
lista e pragmático, de modo a não comprometer o cumprimento dos objectivos propostos (os avaliadores vão
comparar os objectivos individuais com os dados recolhidos pelos instrumentos de registo);
c) A organização de um dossier (portfólio) onde fiquem arquivados todos documentos onde constem as evidên-
cias (só esses);
d) A concertação de posições com o respectivo Coordenador de Departamento, bem como com o PCE ou com o
elemento da Direcção executiva a quem o PCE delegou competências de avaliação.

Página 2 de 2