Você está na página 1de 12

Treinador: Que

papel na
Formação?

Marisa Gomes
Esposende – Marinhas
8 de Junho de 2007
Treinador: Que papel na
Formação?

O O bje cti vo da Formaçã o é que os jove ns

APRE NDA M a jo ga r .

.Trata-se de um processo de ENSINO –


APRENDIZAGEM no qual o Treinador é o LID ER .

“ O princípio da autoridade deve equilibrar poder e respeito; o treinador que abusa


das ordens é o que não sabe convencer. O que o jo gad or ped e sã o re sp ostas ao s
se us p ro blemas e o maestro que encontra essas soluções não necessitará de gritar
porque terá ganho autoridade com conhecimentos” (Valdano, 1998: 238).
Treinador: Que papel na
Formação?
.Um processo de ENSINO – APRENDIZAGEM para:

…lev ar o jovem A JOGAR com Prazer


“Saía às duas de casa com o meu amigo Negro, o meu primo Beto ou com quem fosse, e às duas
e um quarto já estávamos a jogar. Sempre a dar-lhe, sob os raios de sol! E não nos importava
nada e dávamos tudo por tudo…por volta das sete, parávamos um bocadinho, pedíamos água
nalguma casa e continuávamos. Jogávamos na escuridão, era igual. E agora oiço dizer, por aí,
que em tal campo falta luz, mas eu jogava às escuras (…). Era assim durante todo o dia, aos
Sábados e aos Domingos. E aos dias da semana também, depois das cinco, porque tinha de ir à
escola. “ (Maradona, 2001:14)
Treinador: Que papel na
Formação?
Para isso, o Treinador tem de conceber (para ENSINAR)

Uma IDEIA DE JOGO que seduza os seus jogadores!

Envolve os jovens na prática e no processo

Potencia a qualidade da aprendizagem através das


emoções positivas (alegria, prazer, satisfação)

Desenvolve um conceito/critério de Qualidade e


de beleza

“O prazer de Ronaldo pelo jogo era uma


obsessão. Raramente era visto sem uma bola,
e o tempo que passava com os amigos era
quase sempre a jogar Futebol” (Mosley, 2005)
Treinador: Que papel na
Formação?
Só assim o processo DESENVOLVE uma ideia de jogo

…de uma «forma de jogar»


O MODELO de JOGO

Um a Co ncepç ão
IDEI A de jog o

. UM A ev oluçã o a
ser GERI DA pe lo
Modelo
trei nado r
de jogo

Uma C ultura: Ca ract erísticas dos


País, do clube,
jog ado res
dos jogadores e equipa
Treinador: Que papel na
Formação?
A importância desse Modelo:

Indica a Finalidade do processo: PARA ONDE


Mod elo QUEREMOS IR?
de Jog o
Define-se no PROJECTO a desenvolver: UMA
VISÃO COMUM entre o treinador e jogadores.

Dá SENTIDO ao processo - o que se faz tendo em


conta o que se pretende.

Trata-se de desenvolver UMA Ideia DE JOGO.

COMO?
Treinador: Que papel na
Formação?
Como desenvolver esse MODELO?

Como ensinar a nossa ideia de jogo?


1º: Estabelecer Prioridades

. Sistematizar o que queremos ENSINAR – perceber


bem o jogo que pretendemos (HIERARQUIZAR)

. Conhecer os sujeitos do processo ou seja, as


características dos jogadores (os défices
maturacionais, psicológicos inerentes ao crescimento)
Treinador: Que papel na
Formação?
Como ENSINAR a nossa ideia de JOGO?

2º: Promovendo a APRENDIZAGEM em detrimento do Ensino


(sobretudo nas idades mais baixas).

. Aprende-se JOGANDO.

. PRIVELIGIAR a descoberta do jogo que pretendemos. Mais do que


dizer o que fazer: LEVÀ-LOS A DESCOBRIR através de problemas e
não de soluções.
. Promover uma aprendizagem INTENCIONAL ou seja, com SENTIDO.

“A aprendizagem consiste, num sentido, em fazer significar acontecimentos, em transformar o


acontecimento ruído em acontecimento- sinal, ou mesmo em acontecimento- signo: o ruído é
transformado pela aprendizagem em sinal. “(Frade, 1985: 16)
Treinador: Que papel na
Formação?
Como ENSINAR a nossa ideia de JOGO?

3º: Estimular a CRIATIVIDADE no desenvolvimento do jogo através


dos PRINCÍPIOS DE (INTER) ACÇÃO:

. Criar um conjunto de PRINCÍPIOS que regem a ORGANIZAÇÃO


individual - colectiva

O idioma que transforma os jogadores numa equipa.

. Os princípios de Organização que geram espaço para a criatividade

. Contextos de Exercitação onde existe liberdade para RE(criar)


através da resolução dos problemas propostos - Situações
Abertas ao inesperado
Treinador: Que papel na
Formação?
Como ENSINAR a nossa ideia de JOGO?

4º: Desenvolver os PRINCÍPIOS DE (INTER) ACÇÃO:

. Através da Estabilidade de Objectivos – coerência do processo

. Com uma progressão de Complexidade: aumento gradual do


nível de Organização do nosso jogo

. Promover um processo onde os jogadores/equipa participam na


evolução do jogo: transcender o que se espera
Treinador: Que papel na
Formação?
Como ENSINAR a nossa ideia de JOGO?

4º: OPERACIONALIZAR os PRINCÍPIOS DE (INTER) ACÇÃO:


Comp et içã

Qualitativa)

Grande
(Avaliação

Com petiç
fra cçã o

ão
o

do
«joga r»
Fr acçã o Peque na
Int erm éd ia fra cção
do Dinâ mica do
«jo gar» Pre disposiçã o
Rec. «jog ar» Comp let a
Act iva
Obrigado pela
(DES)ATENÇÃO!