Você está na página 1de 25

UNIÃO EDUCACIONAL DO NORTE – UNINORTE

FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO – FAB


CURSO DE BACHARELADO EM PSICOLOGIA
BASES BIOLOÓGICAS DO COMPORTAMENTO HUMANO I
PROFESSOR CARLOS EDUARDO JUCÁ DE OLIVEIRA

MECANISMOS DE ESCOLHA DO PARCEIRO E ATRAÇÃO SEXUAL

ANTONIO GUILHERME DO CARMO


AUCILENE SILVA DE QUEIROZ
BRUNA CARLA BANDEIRA DO NASCIMENTO
DEANDRISON DE OLIVEIRA AMARAL
GABRIEL MOURÃO BOECHAT DE LACERDA
MAYSA ARAÚJO DOS ANJOS
MARA LÚCIA DO PRADO GORZONI
VALZILENE SALES JERÔNIMO
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

OBJETIVO

Nosso objetivo é apresentar vários estudos que estão sendo


realizados sobre os Mecanismos de escolha de parceiros e
atração sexual. Oportunizar a reflexão sobre nosso papel no
sentido das nossas escolhas para preservação da vida.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

INTRODUÇÃO
Mecanismos de Escolha do Parceiro e Atração Sexual

Embasado na Psicologia Evolucionista

Biologia + Cultura

Charles Darwin

Seleção Natural e Seleção Sexual

Mente Humana
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

MECANISMOS DE ESCOLHA DO PARCEIRO E ATRAÇÃO


SEXUAL DO HOMEM

 ESTUDO DE CHARLES DARWIN (1871)

 SELEÇÃO NATURAL

 ESTUDO DE CHARLES DARWIN (1871)

 PSICOLOGIA EVOLUCIONISTA

 No decorrer das gerações a seleção natural privilegiou a


diversidade e puniu com extinção milhares de genes
consanguíneos.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

MECANISMOS DE ESCOLHA DO PARCEIRO E ATRAÇÃO


SEXUAL DO HOMEM

 Dos cinco sentidos que o animal dispõe para identificar


diferenças no parceiro ou parceira sexual, o mais importante é
o olfato.

 Experiência de C. Wederkind e colaboradores da Universidade


de Berna, na Suíça, onde programaram um estudo em seres
humanos para testar a hipótese de Westermack.

 Segundo Allan e Barbara Pease (2000), o modo como o


cérebro é estruturado e como os hormônios circulam pelo corpo
são dois fatores que determinam em grande parte nossa forma
de pensar e agir, muito antes de nascermos.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

CULTURA E COMPORTAMENTO - DA PRÉ-


HISTÓRIA A CONTEMPORANEIDADE

PRÉ-HISTÓRIA:

 Paquera
 Casamento
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

CULTURA E COMPORTAMENTO – DA PRÉ-HISTÓRIA A


CONTEMPORANEIDADE

UM PASSEIO PELA HISTÓRIA:

 Século V ao XV: Idade Média – Casamentos por interesses.

 Século XX: Jovens escolhem com menos interferência da família.

 Década de 1970: Mudanças no papel da mulher.


Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

CULTURA E COMPORTAMENTO – DA PRÉ-HISTÓRIA A


CONTEMPORANEIDADE

CONTEMPORANEIDADE

 Na atualidade os fatores culturais exercem grande influência nos


mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual.

 Existem vários tipos de relacionamentos afetivos, mas o “ficar” é o


mais presente na vida dos jovens.

 Quais os atributos que aumentam as chances das pessoas se


atraírem sexualmente?
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

HOMOSSEXUALISMO

 O QUE DETERMINA O HOMOSSEXUALISMO?

 FATOR FISIOLÓGICO

 FATOR GENÉTICO

 FATOR PSICOLÓGICO

 FATOR TRAUMÁTICO
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

HOMOSSEXUALISMO

 FATOR COMPORTAMENTAL

 A RELAÇÃO HOMOSSEXUAL

 HOMOFOBIA

 CULTURA (PARADA GAY) – Parada Gay, cujo


nome oficial é Parada do Orgulho GLBT (Gays.
Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais)

 HOMOSSEXUALISMO NO REINO ANIMAL


Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

As aves machos para conquistar a amada,em sua maioria


cantam e dançam, no caso dos flamingos, para acasalarem
eles produzem, liberam e espalham um óleo sobre seus
corpos como meio de atração.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

Sua beleza mesmo está em sua calda que é aberta como um leque,
ela faz parte de um ritual.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

Em geral, é o macho quem realiza a aproximação, exibindo sua


plumagem e seu canto para cortejar a fêmea. Nadam de frente um para
o outro, e se erguem até quase sair da água, se esticam e levantam o
peito, as asas, e o corpo inteiro.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

A corte pode ser feita de forma violenta (mecanismo), com muitas


cabeçadas pelo meio.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

Os machos competem intensamente pelas fêmeas mais velhas,


enquanto as mais novas têm que se esforçar mais para atrair a
atenção.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

Os machos algumas vezes brigam pelos haréns no início da estação de


acasalamento, no início eles só se empurram, mas se o empurrão não
resolver, dão coices e mordidas no pescoço.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

Os tigres-macho atraem as fêmeas com rugidos e marcações de


cheiros.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REINO ANIMAL

Os sapos e rãs cantam como mecanismo principal de


atração sexual. Os machos na época da procriação
seguem para as lagoas e vocalizam intensamente nas
margens desta. As fêmeas escolhem o macho que
cantam mais intensamente.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

CURIOSIDADE
 A curiosidade sobre a sexualidade e os sentimentos que ela
desperta, sempre esteve presente ao longo da história da
humanidade.

 No reino animal Loxo donta (Elefante africano), chega até 8


metros de comprimentos e seu órgão genital 1,5 metros (18%
do tamanho do animal.

 O filósofo Platão identificava Eros como o deus do amor e dos


apetites sexuais, era a força vital que impulsionava a vida.

 O corpo humano com ênfase nos órgãos genitais masculinos,


principalmente o penes, já foi idolatrado como símbolo de
fertilidade, de poder e de liderança pelas mais diversas culturas
do globo terrestre e ainda tem importância na atualidade. O
tamanho médio desse órgão varia entre 12 e 15 cm
dependendo da raça e tamanho da pessoa.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

AS FORMAS DE ATRAÇÃO SEXUAL

Assexual: sujeito que não possui nenhuma atração sexual.

Heterossexual: sujeito que possui atração pelo gênero


oposto.

Homossexual: sujeito que possui atração pelo mesmo


gênero.

Bissexual: sujeito que possui atração pelos gêneros


masculino e feminino.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

AS FORMAS DE ATRAÇÃO SEXUAL

Pansexual: sujeito que possui atração independente do


gênero.

Altruísta: Sujeito que acredita prestar favores sexuais a


terceiros, independente da orientação sexual dos mesmos, o
que para eles, não vincula ou caracteriza a sua própria
orientação sexual.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

CONSIDERAÇÕES GERAIS
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REFERÊNCIAS

 AMARAL, Jéssica Fortunata do. O casamento na idade média: a


concepção de matrimônio no Livro das Intenções (C. 1283) e nos exemplos
do Livro das maravilhas (1228 -1289) do filósofo Ramos Llull. Mai. 2009.
Disponível em:
<http://www.new.divirtase.uai.com.br/html/sessao_29/2009/05/21/ficha_na
morado/id_sessao=29&id_noticia=11436/ficha_namorado.shtml>. Acesso
em 04 nov. 2012.

 COSTA, Ivair Augusto. O que determina o homossexualismo. O Cristão no


século XXI. Jan. 2007. Disponível em:
<http://palestrante.blogspot.com.br/2007/01/o-que-determina-o-
homossexualismo.html>. Acesso em 03 nov. 2012.

 ESPECIAL: Sexualidade e orientação sexual. Disponível em


<http://www.bibliotecavirtual.sp.gov.br/especial/201009-sexualidade.php>.
Acesso em 03 Nov. 2012.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REFERÊNCIAS

 MELDAU, Débora Carvalho. Homossexualidade no reino animal. Revista


InfoEscola. Ago. 2012. Disponível em:
<http://www.infoescola.com/biologia/homossexualidade-no-reino-animal/>.
Acesso em 03 Nov. 2012.

 MOTOMURA, Marina; SILVEIRA, Gabriel. Como era o sexo na pré-história.


Revista Mundo Estranho. Disponível em
<http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-era-o-sexo-na-
prehistoria>. Acesso em 01 nov. 2012.

 PARISOTTO, Luciana. Efeitos de sexo e idade na avaliação da importância


de características para seleção sexual (atração) em um contexto de
acasalamento de curta duração (ACD): uma perspectiva evolucionista da
seleção sexual humana. Rio Grande do Sul, 2002. Dissertação (Mestrado
em Clínica Médica) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto
Alegre, 2002.
Mecanismos de escolha do parceiro e atração sexual

REFERÊNCIAS

 PEASE, Allan; PEASE, Barbara. Porque os homens fazem sexo e as


mulheres fazem amor? Uma visão científica (e bem humorada) de nossas
diferenças. Rio de Janeiro. Sextante, 2000.

 SANTANA, Ana Lúcia. Homofobia. Revista InfoEscola. Out. 2007.


Disponível em: <http://www.infoescola.com/psicologia/homofobia/>. Acesso
em: 03 nov. 2012.

 VARELLA, Drauzio. O odor dos genes. Disponível em:


<http://drauziovarella.com.br/wiki-saude/o-odor-dos-genes/>. Acesso em:
05 nov. 2012.