Você está na página 1de 12

Teontologia

O Eterno Criador e Sustentador de Tudo


Lição 1
A EXISTÊNCIA DE DEUS
1 – Formas de negação da existência de Deus

• Ateísmo – o ateu é o indivíduo que nega a


existência de Deus. Dividem-se em
– Práticos, vivem como se Deus de fato não existisse
– Teóricos, negam da existência de Deus através de
um raciocínio meramente humano; subdividem-se
• dogmáticos, aqueles que negam sem apresentar provas
• céticos, aqueles que duvidam da capacidade humana
de admitir que há Deus
• capciosos, aqueles que dizem não haver provas da
existência de Deus
A EXISTÊNCIA DE DEUS
1 – Formas de negação da existência de Deus

• Agnosticísmo - dizem que não há elementos


suficientes para tornar Deus conhecido; crêem
apenas no que podem ver e tocar
• Deísmo - admite a existêcia de Deus, mas não
O vêem como uma pessoa nem negam a
existência de mais de uma divindade
• Materialísmo - declara que a única realidade é
a matéria
A EXISTÊNCIA DE DEUS
1 – Formas de negação da existência de Deus

• Panteísmo - prega que Deus é tudo e tudo é


Deus
A EXISTÊNCIA DE DEUS
2 – Provas bíblicas da existência de Deus

• A Bíblia declara: “No princípio criou Deus os


céus e a terra” (Gn 1.1)
• A teologia aceita a existência de Deus mas não
se ocupa em demonstrá-la porque não
pretende convencer a ninguém
• Para alguém se aproximar de Deus deve
primeiro crêr que Ele existe (Hb 11.6)
A EXISTÊNCIA DE DEUS
2 – Provas bíblicas da existência de Deus

Fé na Revelação Bíblica
• Aceitamos a existência de Deus pela fé na
revelação através da Sua Palavra
• Não é uma fé irracional
• A Bíblia revela Deus como
– Criador de todas as coisas (Gn 1.1)
– Sustentador de todas as coisas (Mt 6.26; Hb 1.3)
– Dirigente dos destinos de pessoas e nações (Sl
22.18)
A EXISTÊNCIA DE DEUS
3 – Deus estava em Cristo

Cristo, a Expressão humana de Deus


• Cristo é a maior e mais perfeita revelação de
Deus ao homem que este pode alcançar (Jo
1.1,14; 2 Co 5.19; Hb 1.1-3)
Cristo Identifica-se como Deus
a) Ele e o Pai são um (Jo 10.30, 38; 14.9-11)
b) Quem o conhece conhece o Pai (Jo 8.19)
c) O Filho faz as mesmas obras do Pai (Jo
5.19,21)
A EXISTÊNCIA DE DEUS
3 – Deus estava em Cristo

Cristo Identifica-se como Deus


d) Quem rejeita o Filho rejeita o Pai (Jo 5.23)
e) O Pai e o Filho tem os mesmos atributos (Jo
5.26)
A Bíblia Indentifica Cristo Como Deus
a) Deus (Hb 1.8)
b) Filho de Deus (Mt 16.16,17)
c) O Primeiro e o Último – Α e Ω(Is 41.4;Ap 1.8)
A EXISTÊNCIA DE DEUS
3 – Deus estava em Cristo

d) Santo (At 3.14; Os 11.9)


e) Senhor (At 9.17)
f) Perdoador de pecados (Mc 2.5,10)
g) Doador da vida imortal e da ressureição (Fp
3.21)
h) Juiz dos vivos e dos mortos (2 Tm 4.1)
A EXISTÊNCIA DE DEUS
4 – Evidências Racionais da Existência de Deus

• Argumento Ontológico – há da mente


humana a ideia imanente que exista um Ser
absolutamente perfeito e por isso deve existir
• Argumento Cosmológico – tudo tem uma
razão para existir, e está razão está em Deus
• Argumento Teleológico – a criação revela
inteligência, ordem, propósito que apontam
para Deus
A EXISTÊNCIA DE DEUS
4 – Evidências Racionais da Existência de Deus

• Argumento Moral – o ser humano em sua


consciência anseia por uma moral superior
cuja origem é Deus
• Argumento Histórico – a raça humana, em
todos os períodos e assentamento, tem
potencial religioso; se faz par da natureza do
homem indica que um Ser supremo existe
A EXISTÊNCIA DE DEUS
5 – Testemunho do Espírito Santo

Como provar a Realidade de Deus?


• Não se pode provar a existência de Deus
• Só podemos nos apoiar a fé e contar com a
ajuda do Espírito Santo
Espírito Santo – a Chave da Revelação de Deus
• Ele que ensina, testifica, auxilia e intercede
por nós (Jo 14.26; Rm 8.16,26,27)