Você está na página 1de 24

Formação pela Escola

Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades

Módulo de Controle Social para Conselheiros

Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades
Formação pela Escola Módulo de Controle Social para Conselheiros Atividades

Atividades

Presidência da República Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

3

Unidade I

Módulo de Controle Social para Conselheiros

Caderno de atividades

Atividade 1

Preencha as lacunas contidas nas frases abaixo:

e De-

senvolvimento do Ensino – MDE, com recursos do Fundeb, de- vem observar os seguintes critérios: os devem efetuar despesas com os ensinos fundamen-

tal e

; e os municípios com a educação e com o ensino

A) Os investimentos em despesas de

em relação ao investimento

de recursos na educação básica é de responsabilidade dos

Público e da

B) A

de Contas, do Geral da União.

dos recursos do Fundo é de re-

e da de Educação ou

órgão equivalente nos estados, Distrito Federal e municípios, devendo os recursos serem movimentados utilizando-se a específica do Fundeb, mantida no Banco do ou Caixa Econômica Federal.

sponsabilidade do chefe do Poder autoridade responsável pela

C) A

D) O pagamento das

, a serem cobertas

do Fundo, devem ser realizadas,

em fa-

com recursos

pelos Estados e Municípios, mediante vor do credor ou

E) Os recursos do Fundo creditados nas

bancárias específicas, a serem utilizados em período superior

dias, deverão ser aplicados em operações finan-

ou de mercado aberto. Os

ceiras de curto

a

resultantes das aplicações financeiras de- vem ser utilizados adotando-se os mesmos procedimentos e critérios estabelecidos para o valor principal dos recursos do

de contas dos estados,Distrito Federal

e municípios são responsáveis pela fiscalização da execução do

Fundeb, desde a sua composição, a aplicação dos recursos finan-

de contas. Estes Tribun-

ais examinam, aprovam, ou não, as contas dos administradores

estaduais e municipais e aplicam de

ceiros e análise da

F) Os

, na hipótese

G) Em relação ao Fundo de âmbito estadual que não recebe da União, o Ministério Público Estadual

toma providências junto ao Poder quando necessárias, em face de

toma providências junto ao Poder quando necessárias, em face de

,

de-

tectadas e apontadas pelos Conselhos e/ou Tribunais de Contas,

ou mesmo provenientes de denúncias dos muns.

co-

Atividade 2

Observando os artigos 70 e 71 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, identifique, na lista abaixo, as ações financiáveis e não financiáveis com os recursos do Fundeb, de acordo com a legenda abaixo:

• FI (Financiáveis)= Ações Financiáveis.

• NF (Não Financiáveis)= Ações não financiáveis.

Formação pela Escola

4

Caderno de atividades

a) ( ) Programas suplementares de alimentação, assistência

médico- odontológica, farmacêutica e psicológica, programas assistenciais aos alunos e seus familiares e outras formas de assistência social.

) Remuneração e aperfeiçoamento do pessoal docente

e demais profissionais da educação básica.

) Uso e manutenção de bens e serviços vinculados ao

ensino fundamental oferecido a Jovens e Adultos.

d) ( ) Pesquisa, quando não vinculada às instituições de

ensino, ou, quando efetivada fora dos sistemas de ensino, que não vise, precipuamente, ao aprimoramento de sua qualidade ou à sua expansão, como por exemplo: pesquisas político/

eleitorais ou destinadas a medir a popularidade dos governantes

e outros dirigentes da administração e pesquisa com finalidade promocional ou de publicidade da administração ou de seus integrantes.

) Levantamentos estatísticos, estudos e pesquisas

visando precipuamente ao aprimoramento da qualidade e à expansão do ensino básico.

f) ( ) Pessoal docente e demais trabalhadores da

educação, quando em desvio de função ou em atividade alheia à manutenção e desenvolvimento do ensino ou em funções comissionadas em outras áreas de atuação não dedicadas à educação.

ao

funcionamento do ensino básico.

h) ( ) Obras de infra-estrutura, ainda que realizadas para

b) (

c) (

e) (

g) (

)

Realização

de

atividades

meio

necessárias

Formação pela Escola

beneficiar direta ou indiretamente a rede escolar, como:

calçamento de ruas, rede de esgoto, iluminação pública, pontes, viadutos ou melhoria de vias, etc.

i) ( ) Aquisição, manutenção, construção e conservação de

instalações e equipamentos, necessários ao ensino, realizadas pelo governo estadual em benefício do ensino médio.

j) ( ) Formação de quadros especiais para a administração

pública, sejam militares ou civis, inclusive diplomáticos que não atuem nem executem atividades voltadas diretamente para o ensino.

k) ( ) Manutenção do Programa Nacional de Transporte

do Escolar, oferecido para atendimento de todos os alunos da educação básica.

l) ( )Subvençãoainstituiçõespúblicasouprivadasdecaráter

assistencial, desportivo ou cultural Pode-se citar como exemplo recursos para distribuição de cestas básicas, financiamento de clubes ou campeonatos esportivos, manutenção de festividades típicas/ folclóricas do município.

Atividade 3

Sobre a prestação de contas do Fundeb, identifique cada item abaixo como V (verdadeiro) ou F (falso).

a)( ) As conseqüências de rejeição da prestação de contas do Fundeb, por irregularidades, para o chefe do Poder Executivo estadual ou municipal são: a sujeição a processo por crime de respon- sabilidade; sujeição a processo penal e inelegibilidade, por cinco anos.

5

Caderno de atividades

b)( ) O Fundeb envolve recursos públicos, portanto é necessário que ocorra a devida prestação contas, porque isso é dever consti- tucional.

c)( ) Os principais documentos que compõem a prestação de contas do Fundeb são: formulário específico elaborado pelo FNDE; extrato da conta bancária; parecer do Conselho de Acompan- hamento Social.

d)(

) A prestação de contas dos recursos financeiros do Fundeb de- verá ser efetuada pelo Poder Executivo ao FNDE, de acordo com as normas legais que regem o Fundo.

e)(

) O prazo, a periodicidade e a forma de apresentação da presta- ção de contas dos recursos do Fundeb são definidos pelos Tri- bunais de Contas dos Estados e Distrito Federal e Municípios.

f)(

) Ao Tribunal de Contas cabe examinar tecnicamente, julgar e propor aprovação, ou não, das contas dos administradores es- taduais e municipais sobre o Fundo e, aplicar penalidades, na hipótese de irregularidades.

g)(

) O não cumprimento das disposições legais de aplicação dos recursos do Fundeb acarreta as seguintes conseqüências para os Estados e Municípios, dentre outras: impossibilidade de cel- ebração de convênios e realização de operações de crédito e perda da assistência financeira.

h)(

) A prestação de contas dos recursos do Fundeb deve ser apre- sentada mensalmente pelo Poder Executivo local para o FNDE.

i)( ) Qualquer cidadão comum poderá ter acesso à prestação de con- tas dos recursos financeiros do Fundo. Basta solicitar cópia da mesma ao FNDE.

Formação pela Escola

Atividade 4

Ordene as principais etapas do fluxo da prestação de Contas dos re- cursos do Fundeb, colocando-as na ordem em que devem ser realizadas.

a)( ) Cada ente governamental beneficiário (estados, Distrito Federal

e municípios) aplica os recursos de acordo com as orientações

e critérios específicos do Fundo (60%- Remuneração do Mag- istério e 40%- Outras Ações de MDE (manutenção do desen- volvimento da educação), conforme responsabilidades defini- das na Constituição Federal (Estados: ensino fundamental e

médio; Distrito Federal: educação infantil, ensino fundamental

e médio; e Municípios: educação infantil e ensino fundamen- tal).

b)( ) A prestação de contas é enviada, pelo Poder Executivo, ao Con- selho do Fundeb responsável, para apreciação e produção de parecer.

c)(

) Após apreciação e parecer, a prestação de contas é devolvida pelo Conselho ao Poder Executivo respectivo, para os devidos ajustes (se houver) e encaminhamento ao Tribunal de Contas encarregado do controle externo e pela avaliação técnica do mesmo.

d)(

) No processo de execução dos recursos, ocorre o acompanha-

mento e o controle social sobre a distribuição, a transferência

e a aplicação dos recursos dos Fundos, junto aos respectivos governos que os aplicaram.

e)( ) A União e os Estados e Distrito Feral, como unidades transferido- ras de recursos do Fundo (art. 16 da Lei nº 11.494/07), arrecad-

6

Caderno de atividades

am as receitas que entram na sua composição e as disponibi- lizam ao agente financeiro (Banco do Brasil) para distribuição aos entes governamentais beneficiários, com base nos coefi- cientes de distribuição previamente calculados e fornecidos pelo FNDE/MEC.

f)( ) O Tribunal de Contas avalia a Prestação de Contas, conside- rando- a aprovada ou reprovada. Se comprovadas irregulari- dades, aplicam as penalidades cabíveis.

g)(

) Concluída a execução dos recursos do Fundo, o Poder Executi- vo (Estado, DF ou Município) consolida a prestação de contas, de acordo com os critérios e determinações dos Tribunais de Contas.

h)(

) O Banco do Brasil, com as informações repassadas pelo FNDE, credita os recursos nas contas específicas do Fundo dos esta- dos, do Distrito Federal e municípios).

i)(

) O Conselho de Acompanhamento e o Controle Social tendo em mãos a Prestação de Contas, verifica se no processo de ex- ecução dos recursos do Fundeb foram adotados os procedi- mentos e observados os critérios legais previstos na legislação do Fundo, e emite seu parecer.

Formação pela Escola

7

Unidade II

Módulo de Controle Social para Conselheiros

Caderno de atividades

Atividade 5

Sobre a participação institucional e o controle social do Fundeb, relacione a primeira coluna com a segunda.

1.

(

) CACS Fundeb

2.

(

) Pais de alunos e alunos maiores de 18 anos ou

emancipados

3. (

) Conselheiros

4. (

) FNDE

5. ) Conselho Municipal de Educação e Conselho Tutelar

(

6. ) Ministérios da Educação, Fazenda e Planejamento e

Orçamento

(

a) Possuem representação no CACS/Fundeb organizado

em âmbito federal.

b) Recebe e efetua a análise da documentação referente à

criação e composição dos conselhos.

c) Poderão ter representantes nos CACS/Fundeb munici-

pais.

d) Define que o acompanhamento e o controle social

sobre a distribuição, a transferência e a aplicação dos re- cursos dos Fundos serão exercidos, junto aos respectivos governos, no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, por conselhos específicos.

e) Período de até, 2 (dois) anos, em que o conselheiro atua

no CACS/Fundeb estadual,distrital ou municipal.

f) Colegiado formado por representações sociais varia-

7. ) Mandato

(

das, e sua atuação deve acontecer com autonomia, sem

8. ) Lei nº. 11.494/2007, Art. 24.

(

subordinação e sem vinculação à administração pública estadual, distrital ou municipal.

g)

Segmentos representados nos conselhos do Fundeb,

de todas as esferas.

Formação pela Escola

8

Caderno de atividades

h) Substituídos em caso de renúncia expressa, por delib-

eração justificada do segmento representado e em outras situações previstas nos atos legais de constituição e func-

ionamento do Conselho.

Atividade 6

Leia as atribuições do Conselho do Fundeb e preencha as lacunas.

dos profissionais firmados com

instituições não públicas sem fins lucrativos que oferecem

a educação básica e ainda, os demonstrativos

e

Poder

a) Analisar as folhas de da educação, os

que

são

apresentados

pelo

, verificando as despesas realizadas.

b) Requisitar do Poder cópias dos quaisquer fatos relacionados à

dos recursos do Fundeb,dentre os quais licitação, empenho,

para esclarecimento de

, quando necessário,

liquidação e custeados com recursos do Fundeb.

de obras e serviços

para verificar o andamento

de obras e/ou serviços realizados com recursos do Fundo e a

adquiridos com recursos do

utilização de

c) Realizar

Formação pela Escola

Fundo e instruir, com

a prestação

de

a ser apresentada ao respectivo

d) Supervisionar o preenchimento do

escolar,

com o objetivo de assegurar que os

sejam

apresentados no prazo estabelecido, pois as informações

fundamentam o cálculo e a dos recursos financeiros do Fundo.

sobre as

e) Acompanhar a elaboração da proposta

anual do respectivo estado ou município, confirmando se

de acordo com a

, principalmente se os mesmos contemplam

os recursos foram

a educação básica e se o mínimo de 60% do total anual está

assegurado para fins de

do magistério.

f ) Reunir-se periodicamente, pelo menos uma vez por mês,

para examinar os elaborados pelo Poder Executivo sobre a

dos recursos do Fundeb, solicitando, se necessário, cópias de

e demonstrativos

avisos de créditos ou Fundo junto ao

Federal, para fins de confrontações e checagens.

da conta do do Brasil ou Caixa Econômica

a obras e escolas onde estejam

com a

utilização de recursos do Fundo, com o objetivo de verificar a

efetiva e regular finalidade e

sendo realizados ou oferecidos

g) Realizar

dos recursos e a adequabilidade, do bem ou serviço, resultante

9

Caderno de atividades

dessa aplicação.

h) Informar-se sobre todas as operações e transações realizadas com recursos do especialmente em relação à destinação dos mesmos no processo de

i) Encaminhar à Câmara de município, ou à Assembléia Estado e Distrito Federal e ao Tribunal de do estado/município/DF, cópia do aplicação dos recursos do Fundo.

 

,

no caso de

,

no caso de

relacionado à

ou

servidor equivalente, quando necessário e por decisão da dos seus membros, para apresentar-se no

prazo de até sobre a movimentação e Fundo.

dias e prestar esclarecimentos dos recursos do

j) Convocar o secretário de

Atividade 7

Sobre o Conselho do Fundeb, usando as informações enumeradas, preencha a palavra cruzada a seguir.

1. Instituição representante dos secretários de educação

que participa do Conselho do Fundeb em nível federal.

2. Órgão do poder executivo federal que possui o maior

Formação pela Escola

número de representantes no CACS/Fundeb.

do

CACS/Fundeb.

4. Ação exercida pela sociedade sobre o estado que permite

o acompanhamento e a verificação da gestão dos recursos federais empregados nas políticas públicas.

5. Tem por obrigação, oferecer infra-estrutura necessária

que assegure o funcionamento do Conselho do Fundeb.

6. Característica dos conselhos de controle social que

assegura a participação de pessoas de qualquer crença religiosa, etnia, filiação partidária ou convicção filosófica, nestes órgãos representativos.

7. A atuação deste cidadão é de grande importância para

as políticas públicas. Suas atividades são consideradas de relevância e de interesse social.

que

regulamenta as ações desse conselho.

9. Deverá ser feito pelo Poder Executivo responsável, por

meio de um sistema informatizado disponível na página do FNDE. O preenchimento das informações tem por objetivo garantir a transparência em relação ao Conselho do Fundeb.

do CACS Fundeb, por terem

vínculos com os conselheiros.

11. Por atuarem diretamente na educação são indicados

pelo sindicato para participarem do Conselho do Fundeb no

âmbito municipal.

3. Eleito

pelos

conselheiros

coordena

os

trabalhos

8. Documento

aprovado

pelo

CACS/Fundeb

10. Não

podem

participar

10

Caderno de atividades

12. Substituirá o conselheiro titular em seus impedimentos

temporários, provisórios e em seus afastamentos definitivos.

13. Representante que compõe o CACS/Fundeb, desde que

esteja regularmente matriculado na educação básica pública e seja maior de 18 (dezoito) anos ou emancipado.

14. Sistema político que favorece a participação popular

na formulação e na gestão das políticas públicas. Programa do FNDE, vinculado à política pública do transporte escolar, que tem sua execução acompanhada e a prestação de contas avaliada pelo Conselho do Fundeb.

do

transporte escolar que tem sua execução acompanhada e prestação de contas avaliada pelo Conselho do Fundeb.

estudantes

secundaristas que participa do Conselho do Fundeb.

15. Programa

do

FNDE

vinculado

à

política

pública

16. Sigla

da

instituição

representante

dos

Formação pela Escola

11

Caderno de atividades

11 Caderno de atividades Formação pela Escola

Formação pela Escola

12

Caderno de atividades

Atividade 8

Identifique os representantes dos diversos segmentos que deverão compor o CACS:

O Conselho de Acompanhamento e Controle Social (CACS) do Fundeb, que deve ser formado em cada município, tem sua composição definida por lei. Da lista abaixo, identifique aqueles que deverão compor, minimamente, esse importante conselho.

a. (

b. ( ) Representante dos professores e diretores das escolas

de educação básica pública.

) Representante da câmara dos vereadores ou da

assembléia legislativa.

) Secretário de educação.

c. (

d. ) Representante de pais de alunos.

e. ) Presidente do sindicato dos professores.

f. ) Pessoa indicada pelo prefeito ou pelo governador.

g. ) Representante do conselho municipal de educação.

h. ) Representante da secretaria de educação.

i. ) Representante do conselho estadual de educação.

(

(

(

(

(

(

Atividade 9

Assinale a alternativa correta.

No que diz respeito ao Pnate, compete ao CACS Fundeb:

Formação pela Escola

a. (

) Dispensar a prestação de contas, considerando que

os recursos foram bem utilizados.

b. ( ) Solicitar a prestação de contas dos recursos executados

do Pnate e também do PDDE.

c. (

) Imprimir a prestação de contas e enviá-la à secretaria

de educação municipal ou estadual.

d. (

) Avisar o prefeito sobre a aprovação da prestação de

contas do Pnate, bem como PNAE e PDDE.

e. (

) Acompanhar a utilização dos recursos do Pnate e

avaliar a sua prestação de contas.

Atividade 10

Quanto ao acompanhamento e ao controle social dos recursos do Pnate, é correto afirmar que:

a. ) se trata de papel exclusivo do CACS/Fundeb.

b. ) cabe à equipe coordenadora organizada por cada

(

(

ente executor oferecer assessoria técnica ao conselho.

c. (

) se trata de responsabilidade da comunidade local,

por direito constitucional.

d. ) é o EEx quem indica o responsável para essa ação.

e. ) se trata de competência do FNDE.

(

(

13

Caderno de atividades

Atividade 11

Atenção!Essaatividadenãoserápontuada;todavia,éimportante respondê-la para que você possa fazer uma auto-avaliação.

Conhecimento

ou

participação

no

CACS/Fundeb

de

seu

município:

a) Você faz parte do conselho atualmente? Já fez parte em

outro momento?

b) Se você é integrante, freqüenta as reuniões do conselho

assiduamente? Como você avalia essas reuniões e a sua participação?

c) Caso não participe do conselho, diga se gostaria de fazer

parte do mesmo. Justifique sua resposta.

Formação pela Escola

d) Como o conselho vem funcionando em seu município?

Faça uma breve avaliação. Se você não conhece o trabalho do CACS em seu município, procure ir a uma reunião, converse com os membros do conselho e troque informações com seus colegas de trabalho, seus colegas de curso e seu tutor.

Atividade 12

Em relação ao controle social do PDDE, preencha as lacunas.

12

a)

A

administração

pública

se

baseia

nos

princípios

de:

;

gestão

;

planejamento

12b) A descentralização ocorre quando gestão, execução e fis-

são realizadas não

somente pelos governos (municipais, estaduais, distrital, fed- eral), mas também pelos variados segmentos da sociedade,

(organiza-

calização dos recursos

de maneira organizada e

ções não-governamentais, conselhos, entidades, instituições, entre outras).

14

Caderno de atividades

12c) A gestão democrática (gestão = administração; e democráti- ca = aquilo que emana do povo): administração com a par- ticipação do povo, da sociedade, da comunidade. Ocorre, por exemplo, quando o governo recorre à pública para o planejamento sobre a dos recursos públicos.

12d) O planejamento participativo: planejar é um processo racio- nal de intervenção na realidade em vista de Trata-se, pois, de um processo racional que visa à prática de

É pensar antes o

caminho para chegar ao objetivo. O planejamento é partici- pativo quando os variados segmentos da sociedade, de ma-

e elas

são respeitadas pelos gestores na aplicação dos recursos e na participação da sociedade civil no recebimento, gestão e fiscalização dos recursos públicos.

dos recur-

12e) O PDDE permite a

sos públicos destinados à educação, ou seja, a gestão e desses recursos passam a ser

e lo-

das comunidades social.

transformar ideias em

neira representativa, definem as

cal, por meio do

Atividade 13

Sobre os Programas do Livro, usando as informações enumera- das, preencha a palavra cruzada a seguir.

1. Autarquia, vinculada ao Mec, responsável pela execução dos programas do Livro.

Formação pela Escola

2.

Prejudica o aluno, os professores e a escola.

3.

Sigla do sistema informatizado, instituído pelo FNDE, para facilitar o registro e controle do remanejamento de livros e distribuição da reserva técnica. Permite a consulta dos livros recebidos, devolvidos, das sobras e dos livros distribuídos no município ou estado.

4.

Percentual de 3% dos livros distribuídos no estado, composto pelos dois títulos mais escolhidos em cada componente cur- ricular e série que servirá para atender novas matrículas nas escolas públicas.

5.

A aquisição dos livros didáticos é feita com base em seus da-

dos.

6.

Rede na qual é realizada a execução de algumas fases dos pro- gramas do livros, tais como: inscrição, escolha e acompanha- mento da reserva técnica.

7.

Etapa de execução dos programas do livro, efetuada pelos Correios e Telégrafos, e garantida pelo Aviso de Recebimento, o que permite saber quando, onde e por quem os livros foram recebidos.

8.

Período em que ocorre a aquisição dos livros didáticos a serem utilizados no ano letivo seguinte.

9.

Link do Siscort que permite ao usuário ter acesso a um breve resumo do programa.

10. Ganho em razão da aquisição dos livros em grande quanti- dade pelo FNDE.

15

Caderno de atividades

11. Etapa do processo de execução dos programas do livro real-

izada pelas editoras, que ao preencherem formulário especí- fico, no sítio do FNDE, gerarão relação dos títulos das obras e dados sobre os autores.

12. Funcionalidade do Siscort que fornece um conjunto de in-

formações gerenciais sobre os programas do livro, como o número de livros das reservas técnicas, sobras de livros, per- centual de livros devolvidos, etc.

13. Funcionalidade do Siscort que oferece a possibilidade de ser- em registradas informações como quantidade de matrículas, remanejamento e número de livros devolvidos.

14. Efetuam a escolha dos livros didáticos.

15. Etapa de execução dos programas do livro que fundamenta o processo de sua aquisição pelo FNDE.

16. Informações fornecidas pelo FNDE necessárias para aceso ao Siscort.

17. São entregues a todos os alunos de Educação Básica, das es-

colas públicas das três esferas de governo, com o objetivo de facilitar o aprendizado.

18. Mecanismo de notificação do professor a respeito da quan-

tidade, do nome, da série, e da editora de cada título enviado pelo FNDE e recebido pela escola.

Formação pela Escola

19. Efetuado pela sociedade, em relação à preocupação com a regular execução dos programas do livro.

20. Ocorre quando as sobras de livros, em determinadas escolas, serão enviadas a outras unidades de ensino, para solucionar problemas de falta dos mesmos.

16

Caderno de atividades

16 Caderno de atividades Formação pela Escola

Formação pela Escola

17

Unidade III

Módulo de Controle Social para Conselheiros

Caderno de atividades

Atividade 14

A) O bom funcionamento do PNAE depende da atuação de vári-

os responsáveis. Cite-os.

B) Que setores da sociedade estão representados no Conselho

da CAE?

Formação pela Escola

19

Chaves de correção e Gabaritos

Caderno de atividades

19 Chaves de correção e Gabaritos Caderno de atividades Gabarito de correção Atividade 1 A) manutenção;

Gabarito de correção Atividade 1

A)

manutenção; estados; médio; infantil; fundamental.

B)

fiscalização; Tribunais; Ministério; Controladoria.

C)

gestão; Executivo; Secretaria; conta; Brasil.

D)

despesas; financeiros; cheque; e transferência.

E)

contas; quinze; prazo; rendimentos; Fundo.

F) Tribunais; prestação; penalidades; e irregularidades.

G) complementação; Judiciário; irregularidades; cidadãos.

complementação; Judiciário; irregularidades; cidadãos. Gabarito de correção Atividade 2 a) (Não Financiáveis);
complementação; Judiciário; irregularidades; cidadãos. Gabarito de correção Atividade 2 a) (Não Financiáveis);

Gabarito de correção Atividade 2

a) (Não Financiáveis); b) (Financiáveis); c) (Financiáveis); d)

(Não Financiáveis); e) (Financiáveis); f ) (Não Financiáveis); g) (Financiáveis); h) (Não Financiáveis); i) (Financiáveis); j) (Não Financiáveis); k) (Não financiáveis); l) (Não Financiáveis).

k) (Não financiáveis); l) (Não Financiáveis). Gabarito de correção Atividade 3 a) (V ); b) (V);
k) (Não financiáveis); l) (Não Financiáveis). Gabarito de correção Atividade 3 a) (V ); b) (V);

Gabarito de correção Atividade 3

a) (V ); b) (V); c) (F); d) (F) ;e) (V); f ) ( V ); g) ( V ); h) (F); i) (F)

c) (F); d) (F) ;e) (V); f ) ( V ); g) ( V ); h)
c) (F); d) (F) ;e) (V); f ) ( V ); g) ( V ); h)

Gabarito de correção Atividade 5

a) (6); b) (4); c) (5); d) (8); e) (7); f ) (1); g) (2); e h)(3).

c) (5); d) (8); e) (7); f ) (1); g) (2); e h) (3). Gabarito de
c) (5); d) (8); e) (7); f ) (1); g) (2); e h) (3). Gabarito de

Gabarito de correção Atividade 6

a)

pagamento; convênios; atendimento; relatórios; Executi-

vo.

b)

Executivo; documentos; aplicação; pagamento.

c)

visitas; bens; parecer; contas; conselho.

d)

Censo; dados; matrículas; distribuição.

e)

orçamentária; programados; legislação; remuneração.

f ) relatórios; aplicação; extratos; Banco.

g) visitas, serviços; aplicação; utilidade.

h) financeiras; Fundeb; execução.

i) Vereadores; Legislativa; Contas; parecer.

j) educação; maioria; trinta; aplicação.

parecer. j) educação; maioria; trinta; aplicação. Gabarito de correção Atividade 4 a) (3); b) (6); c)
parecer. j) educação; maioria; trinta; aplicação. Gabarito de correção Atividade 4 a) (3); b) (6); c)

Gabarito de correção Atividade 4

a) (3); b) (6); c) (8); d) (4); e) (1); f ) (9); g) (5); h) (2); i) (7).

de correção Atividade 4 a) (3); b) (6); c) (8); d) (4); e) (1); f )

Formação pela Escola

20

Caderno de atividades

20 Caderno de atividades Gabarito de correção Atividade 7 1. Consed; 2. Ministério da Educação; 3.

Gabarito de correção Atividade 7

1. Consed; 2. Ministério da Educação; 3. Presidente; 4. Ação fiscalizadora; 5. Poder executivo; 6. Formação plural; 7.Con- selheiro; 8. Regimento interno; 9. Cadastramento; 10. Paren- tes consanguíneos; 11. Professores; 12. Suplente; 13. Estu- dante; 14. Democracia; 15. Pnate; 16. Ubes.

13. Estu - dante; 14. Democracia; 15. Pnate; 16. Ubes . Gabarito de correção Atividade 8
13. Estu - dante; 14. Democracia; 15. Pnate; 16. Ubes . Gabarito de correção Atividade 8

Gabarito de correção Atividade 8

b; d; g; h.

16. Ubes . Gabarito de correção Atividade 8 b; d; g; h. Gabarito de correção Atividade
16. Ubes . Gabarito de correção Atividade 8 b; d; g; h. Gabarito de correção Atividade

Gabarito de correção Atividade 9

e.

8 b; d; g; h. Gabarito de correção Atividade 9 e. Gabarito de correção Atividade 10
8 b; d; g; h. Gabarito de correção Atividade 9 e. Gabarito de correção Atividade 10

Gabarito de correção Atividade 10

c; e.

Atividade 9 e. Gabarito de correção Atividade 10 c; e. Formação pela Escola Chave de correção

Formação pela Escola

de correção Atividade 10 c; e. Formação pela Escola Chave de correção Atividade 11 Essa atividade

Chave de correção Atividade 11

Essa atividade foi construída para que você possa pensar um pouco sobre como o conselho vem funcionando em seu município ou estado, como tem sido o acompanhamento e o controle social sobre os recursos do Fundeb. Para respon- der a esta questão é importante que você reflita sobre a sua atuação como cidadão que tem como dever participar e in- tervir para que as políticas públicas resultem na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

na construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Chave de correção Atividade 12 12a) descentralização;
na construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Chave de correção Atividade 12 12a) descentralização;

Chave de correção Atividade 12

12a) descentralização; democrática; participativo.

12b) públicos; representativa.

12c) opinião; aplicação.

12d) objetivos; ação; prioridades.

12e) descentralização; fiscalização; atribuição; escolar; con- trole.

12d) objetivos; ação; prioridades. 12e) descentralização; fiscalização; atribuição; escolar; con- trole.
12d) objetivos; ação; prioridades. 12e) descentralização; fiscalização; atribuição; escolar; con- trole.

21

Caderno de atividades

21 Caderno de atividades Gabarito de correção Atividade 13 1. FNDE; 2. Falta de livro didático;

Gabarito de correção Atividade 13

1. FNDE; 2. Falta de livro didático; 3. SICORT; 4. Reserva Técnica; 5. Censo Escolar; 6. Internet; 7. Distribuição; 8. Segundo Bimestre; 9. Principal; 10. Redução dos Custos; 11. Inscrição; 12. Consultar; 13. Cadastrar; 14. Professores; 15. Escolha; 16. Login e Senha; 17. Livros Didáticos; 18. Carta Azul; 19. Controle Social; 20. Remanejamentos.

Carta Azul; 19. Controle Social; 20. Remanejamentos. Chave de correção Atividade 14 14a) O bom funcionamento
Carta Azul; 19. Controle Social; 20. Remanejamentos. Chave de correção Atividade 14 14a) O bom funcionamento

Chave de correção Atividade 14

14a) O bom funcionamento do Programa depende da atuação de vários responsáveis. Cada um tem de fazer a sua parte:

• o Governo Federal (por intermédio do FNDE) deve repassar regularmente a verba da merenda;

• as entidades executoras, que podem ser prefeituras, secretarias de educação dos estados ou do Distrito Federal e escolas fede- rais, recebem o dinheiro, compram os produtos da merenda e prestam contas ao Conselho de Alimentação Escolar - CAE;

As prefeituras são as entidades executoras dos recursos destinados aos alunos de escolas da rede municipal, enquanto que as secre- tarias de educação estaduais são as entidades executoras dos recursos para atender aos alunos de escolas da rede estadual.

• as escolas fornecem a merenda aos alunos;

• os alunos e pais de alunos devem informar ao CAE se houver problemas no fornecimento ou na qualidade da merenda; e

• o CAE acompanha a aplicação dos recursos, o fornecimento de merenda aos alunos, orienta sobre o armazenamento dos ali- mentos e, ainda, analisa a prestação de contas da entidade executora.

14b) Composição do CAE:

- 1 representante do poder executivo;

- 2 representantes de entidades de docentes, discentes e trabalhadores na área de educação;

- 2 representantes de pais de alunos; e

- 2 representantes indicados por entidades civis organizadas.

2 representantes de pais de alunos; e - 2 representantes indicados por entidades civis organizadas. Formação

Formação pela Escola

22

Atividade final

Caderno de atividades

Caro cursista,

Nesse módulo você teve a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos sobre como deve ser efetivado o “Controle Social”, no âmbito do Fundeb, e dos programas do FNDE (PNATE, PDDE, PLI e PNAE).

Ao estudar as responsabilidades que devem ser assumidas pelos conselhos e pela comunidade, em relação a essas políticas públicas, e avaliando a sua realidade local, certamente você deve ter percebido algum problema que merece uma análise crítica detalhada.

Nesse sentido, propomos que você promova a escolha de uma das ações do FNDE identificadas acima e efetue reflexões sobre a atuação, de fato, do conselho ou da comunidade, no acompanhamento dessa ação, desde o recebimento dos recursos (financeiros ou não), até a devida prestação de contas.

Para redigir seu trabalho, leve em consideração o seguinte roteiro:

maneira

objetiva:

1.

Introdução:

onde

deverá

ser

comentado,

de

a) O que é controle social?

b) Como o mesmo deve ser exercido e por quem?

c) A relação existente entre políticas públicas, ações do FNDE

e Controle Social.

2. Análise de dados: em relação à ação do FNDE escolhida por

você, busque informações junto ao conselho ou à comunidade, sobre o acompanhamento que está sendo efetuado sobre a execução, identificando possíveis problemas. Apresente as mesmas, efetuando análise dos dados.

Observação:

Para esta parte do trabalho, não se esqueça de levar em consideração as informações contidas no Módulo de Estudos.

3. Proposta de solução: a partir das informações levantadas,

de sua compreensão da realidade local, e da identificação das situações problemáticas da atuação do Controle Social, indique possíveis soluções e encaminhamentos que podem ser efetuados junto ao conselho e a comunidade.

Formação pela Escola

Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE

Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE
Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE
Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE