Você está na página 1de 1

Poema de autor desconhecido dedicado a todas as mulheres assassinadas

HOJE RECEBI FLORES


MAIO
Hoje recebi flores!
No o meu aniversrio
ou nenhum outro dia especial;
tivemos a nossa primeira discusso ontem noite,
ele me disse muitas coisas cruis que me ofenderam de verdade.
Mas sei que est arrependido e no as disse a srio,
porque ele me enviou flores hoje.
No o nosso aniversrio ou nenhum outro dia especial.
JUNHO
Ontem ele atirou-me contra a parede e comeou a asfixiar-me.
Parecia um pesadelo, mas dos pesadelos ns acordamos
e descobrimos que no real.
Hoje acordei cheia de dores e com golpes em todos lados.
Mas eu sei que est arrependido
porque ele me enviou flores hoje.
E no Dia dos Namorados ou nenhum outro dia especial.
JULHO
Ontem noite bateu-me e ameaou matar-me.
Nem a maquiagem ou as mangas compridas poderiam ocultar
os cortes e golpes que me ocasionou desta vez.
No pude ir ao emprego hoje
porque no queria que se apercebessem.
Mas eu sei que est arrependido
porque ele me enviou flores hoje.
E no era Dia das Mes ou nenhum outro dia.
AGOSTO
Ontem noite ele voltou a bater-me, mas desta vez foi muito pior.
Se conseguir deix-lo, o que que vou fazer?
Como poderia eu sozinha manter os meus filhos?
O que acontecer se faltar o dinheiro? Tenho tanto medo dele!
Mas dependo tanto dele que tenho medo de o deixar.
Mas eu sei que est arrependido,
porque ele me enviou flores hoje.
SETEMBRO
Hoje um dia muito especial: o dia do meu funeral.
Ontem finalmente ele conseguiu matar-me. Bateu-me at eu morrer.
Se ao menos tivesse tido a coragem e a fora para o deixar...
Se tivesse pedido ajuda profissional...
Hoje no teria recebido flores!