Você está na página 1de 6

TAL - 429

EXAME DE RECRAVAÇÃO

TAL - 429

EXAME DE RECRAVAÇÃO

Introdução O aumento da velocidade, tanto da fabricação de latas quanto das operações de enlatamento é um processo natural do progresso e talvez seja inevitável que a severidade de seu manuseio aumente independentemente de outros fatores. Diversos fatores estão associados a integridade dos produtos enlatados, sendo a recravação um dos mais importantes, uma vez que a vida útil dos alimentos depende diretamente da hermeticidade da embalagem em relação ao meio externo. Na década de 70 e início de 80 ocorreram incidentes de intoxicações envolvendo a contaminação por vazamento em produtos de baixa acidez acondicionado em embalagens metálicas. Isto resultou num aumento do interesse, a nível internacional, na integridade da lata e seus defeitos, sendo que seu controle depende da aplicação rigorosa de uma série de práticas estabelecidas, chamadas “Good Manufacturing Practices”. Existem dois requisitos fundamentais igualmente importantes para o controle da contaminação por vazamento, ou seja, as latas devem ser fechadas hermeticamente e condições não higiênicas e abuso mecânico devem ser evitados após o processamento térmico das latas, particularmente enquanto úmidas. Deficiência em qualquer desses fatores aumenta muito as chances de ocorrência de contaminação por vazamento. Além da aplicação para conservas com vácuo interno, as embalagens metálicas também são utilizadas no acondicionamento de bebidas carbonatadas como cerveja e refrigerantes, onde a pressão interna presente impõe um requisito adicional, ou seja, o impedimento de perda de gás de dentro da embalagem para o ambiente. Assim, a recravação deve ser forte o suficiente para suportar as condições normais de processamento, manuseio, transporte e estocagem. A recravação é definida como uma junção hermética formada pela interligação das extremidades da tampa e do corpo de uma lata. É normalmente produzida em duas operações e envolve o uso de um vedante previamente colocado na tampa. A primeira operação forma as cinco espessuras de metal envolvidas, enquanto a segunda as aplaina para produzir o fechamento hermético. Estruturalmente, a recravação é formada por três espessuras do material da tampa e duas espessuras do material do corpo, juntamente com o vedante que preenche os espaços vazios. A Fig. 1 representa os dois estágios da operação de recravação.

TAL - 429 EXAME DE RECRAVAÇÃO Introdução O aumento da velocidade, tanto da fabricação de latas
TAL - 429 EXAME DE RECRAVAÇÃO Introdução O aumento da velocidade, tanto da fabricação de latas

Fig. 1 Primeira e segunda operação de recravação

As latas de três peças, também chamadas “open top cans” possuem três fechamentos, um unindo as extremidades do corpo em forma de cilindro e um para cada extremidade da lata (tampa e fundo). A fig. 2 apresenta os componentes da lata de três peças e suas terminologias. A lata de duas peças (em alumínio, folha de flandres ou folha cromada) tem apenas um fechamento, a recravação da tampa.

As latas de três peças, também chamadas “open top cans” possuem três fechamentos, um unindo as

Fig. 2 Componentes da lata de três peças e terminologia utilizadas

As latas podem ser redondas, retangulares ou de formato irregular mas a terminologia e estrutura da recravação é comum a qualquer uma delas, enquanto nas dimensões podem variar entre os diferentes formatos. A costura lateral do corpo, normalmente chamada de agrafagem para corpos de latas soldados pelo processo convencional (solda Sn/Pb), por resina termoplástica ou simplesmente pelo processo mecânico é atualmente referida como soldagem lateral, em função da existência do processo de soldagem elétrica. No exame de recravação é comum a verificação das dimensões básicas como altura e espessura da recravação, espessura das folhas da tampa e do corpo, profundidade do re-baixo, comprimento dos ganchos do corpo e da tampa e sobreposição, assim como a verificação das condições de aperto e enrugamento. A figura 3 apresenta a terminologia geral aplicada às partes da recravação. O quadro 1 apresenta a faixa de variação de algumas dimensões da recravação. Deve- se esclarecer que a qualidade da recravação depende principalmente da compactação e não de dimensões isoladas. Recravações com dimensões dentro das faixas apresentadas não são necessariamente boas, enquanto valores fora delas podem ser aceitáveis.

Quadro 1: Dimensões da recravação

Parâmetro de recravação

Faixa de variação (mm)

Altura da recravação

2,80 – 3,30

Comprimento do gancho da tampa

1,78 – 2,29

Comprimento do gancho corpo

1,78 – 2,29

Existem quatro requisitos básicos essenciais para uma recravação, ou seja, o aperto correto, o gancho do corpo corretamente envolvido pelo vedante, correta sobreposição entre os ganchos do corpo e tampa e ausência de defeitos óbvios.

Fig. 3 – Terminologia geral da recravação A recravação deve ser suficientemente apertada para garantir que

Fig. 3 – Terminologia geral da recravação

A recravação deve ser suficientemente apertada para garantir que o vedante seja mantido sob compressão de forma apropriada. Pela própria natureza do processo de recravação é inevitável que ocorra a formação de rugas durante a primeira operação do processo de recravação. Estas rugas são eliminadas durante a Segunda operação. Uma forma de avaliar o aperto é definida pelo índice de compactação ou aperto da recravação (C), expresso pela equação 1:

Onde:

C =

3xET 2xEC x 100

E

(1)

ET= espessura da folha da tampa EC= espessura da folha do corpo da lata E= espessura da recravação

Na prática é estabelecida uma escala para classificação da recravação, de acordo com o grau de compactação (quadro 2).

Quadro 2: Índice de compactação

Índice de compactação

Descrição

(C)

C > 85%

Recravação muito boa

75%C85%

Recravação boa

C<75%

Recravação sujeita a problemas de

vazamento

O comprimento do gancho do corpo em relação ao comprimento interno da recravação deve ser suficiente para garantir que este seja envolvido pelo vedante. Isto é julgado pela “percentagem de enganchamento do gancho do corpo”, que é determinada de acordo com as medidas ilustradas na fig. 4. A experiência tem mostrado que é necessário um mínimo de 70% para a percentagem de enganchamento do gancho do corpo para garantir um fechamento hermético.

A percentagem de sobreposição da recravação (fig. 4) é a dimensão expressa como uma percentagem da sobreposição máxima possível entre os ganchos da tampa e do corpo, a

qual na prática não é possível de ser obtida. A sobreposição deve ter dimensão suficiente para

garantir que o vedante seja mantido sob compressão com um aperto correto. É função da altura

ou comprimento da recravação, comprimento dos ganchos do corpo e da tampa e da espessura

do corpo e da tampa.

qual na prática não é possível de ser obtida. A sobreposição deve ter dimensão suficiente para

Fig. 4 – Seção transversal de uma recravação e algumas de suas dimensões.

A sobreposição (equação 2) varia de acordo com a especificação de recravação mas

em cada caso um padrão mínimo é estabelecido. Em geral, considra-se 45% como a condição

mínima aceitável quando a recravação se apresenta adequadamente apertada. Percentagens de

sobreposição suficientes são normalmente melhor obtidas quando ganchos do corpo e da tampa

têm aproximadamente o mesmo comprimento.

Onde:

S= sobreposição

S

GC GT

1,1

xET HT

  • X 100

HT

(2,2

xET

1,1

XEC

(2)

GT= comprimento do gancho da tampa

GC= comprimento do gancho do corpo

EC= espessura da folha do corpo

ET= espessura da folha da tampa

HT= altura ou comprimento da recravação

A avaliação da recravação pode ser realizada por dois procedimentos, ou seja,

através da seção transversal da recravação ou pela sua abertura. No primeiro caso é feito um

corte transversal da recravação, através do qual são feitos exames e medidas, seguido da sua

abertura. No procedimento da abertura, a inspeção e as medidas são feitas na lata na forma em

que saiu da máquina, seguida da abertura.

Objetivo

 

O objetivo desse ensaio

é avaliar a recravação

em

latas por

meio de exame

dimensional e visual de seus componentes.

 

Materiais

Abridor de latas especial, de forma a não danificar a recravação.

Serra manual ou motorizada para metais

Alicate do tipo turqueza

Projetor de recravação

Micrômetro específico para exame de recravação com precisão de 10 -3 mm

Micrômetro para medida de rebaixo com precisão de 10 -3 mm

Micrômetro de ponta arredondada com precisão de 10 -3 mm

Procedimento

Abrir a lata cuidadosamente utilizando o abridor adequado

Fazer dois cortes transversais e diametralmente opostos na recravação

Separar o corpo da lata da tampa ou fundo

Proceder as medidas das dimensões da recravação.

Calcule o índice de compactação conforme equação 1.

Calcule a percentagem de sobreposição, aplicando a equação 2.