2/4/2013

Introdução .................... Erro! Indicador não definido.
A Semiótica da menteErro! Indicador não definido.
Mudando o script.............................................................10
Simbologia do poder Erro! Indicador não definido.
O dilema da serpenteErro! Indicador não definido.
Polaridade. Temos que escolher um lado?Erro! Indicador não definido.
Programa Biológico Especial da Natureza.Erro! Indicador não definido.
Os genes não controlam nosso destinoErro! Indicador não definido.
Nosso cérebro imita o que percebe.Erro! Indicador não definido.
Ataque ou Fuga.................................................................10
Agressividade ou alienação. ........................................11
O sistema nervoso ..........................................................11
Frequências vibratóriasErro! Indicador não definido.
Chakra Tribal .....................................................................11
Curiosidades sobre nosso organismoErro! Indicador não definido.
Sintomas de desequilíbrio no chakra tribalErro! Indicador não definido.
Qual o objetivo do sintoma? ........................................11
Cabeça........................... Erro! Indicador não definido.
Cabelo .................. Erro! Indicador não definido.
Calvície completa ...................................................12
Tumores na cabeçaErro! Indicador não definido.
Derrame - AVC . Erro! Indicador não definido.
Amnésia .............. Erro! Indicador não definido.
Enxaqueca .......... Erro! Indicador não definido.
Nevralgia do trigêmeoErro! Indicador não definido.
Rosto .................... Erro! Indicador não definido.
Colapso nervosoErro! Indicador não definido.
Esclerose múltiplaErro! Indicador não definido.
Meningite............ Erro! Indicador não definido.
Epilepsia .............. Erro! Indicador não definido.
Desmaios ........... Erro! Indicador não definido.
Depressão ......... Erro! Indicador não definido.
Demências ......... Erro! Indicador não definido.
Alzheimer ........... Erro! Indicador não definido.
Parkinson ........... Erro! Indicador não definido.
Por Laura Botelho

Página 2

Insônia.................. Erro! Indicador não definido.
Pescoço .............. Erro! Indicador não definido.
Garganta............. Erro! Indicador não definido.
Garganta/inflações crônicas ...........................12
Papo ..................... Erro! Indicador não definido.
Pigarro................. Erro! Indicador não definido.
Laringite .............. Erro! Indicador não definido.
Amigdalite .......... Erro! Indicador não definido.
Gagueira ............. Erro! Indicador não definido.
Tiróide .................. Erro! Indicador não definido.
Hipertiroidismo Erro! Indicador não definido.
Ronco ................... Erro! Indicador não definido.
Catarro ................ Erro! Indicador não definido.
Olhos............................... Erro! Indicador não definido.
Voltando a enxergar longe .................................12
Desequilíbrio nas CórneasErro! Indicador não definido.
Desequilíbrio na RetinaErro! Indicador não definido.
Inchaço na região acima dos olhosErro! Indicador não definido.
Astigmatismo ... Erro! Indicador não definido.
Catarata.............. Erro! Indicador não definido.
Estrabismo......... Erro! Indicador não definido.
Conjuntivite ........ Erro! Indicador não definido.
Glaucoma ........... Erro! Indicador não definido.
Hipermetropia .. Erro! Indicador não definido.
Miopia .................. Erro! Indicador não definido.
Presbiopia (visão cansada)Erro! Indicador não definido.
Daltonismo......... Erro! Indicador não definido.
Boca ............................... Erro! Indicador não definido.
O mau hálito ...... Erro! Indicador não definido.
Bocejo .................. Erro! Indicador não definido.
Aftas, feridas na bocaErro! Indicador não definido.
Língua .................. Erro! Indicador não definido.
Gengiva ................ Erro! Indicador não definido.
Dentes ................. Erro! Indicador não definido.
Canal - PeriodontiteErro! Indicador não definido.
Por Laura Botelho

Página 3

Carie ..................... Erro! Indicador não definido.
Nariz ............................... Erro! Indicador não definido.
Coriza ................... Erro! Indicador não definido.
Sinusite - Rinite. Erro! Indicador não definido.
Hemorragia nasalErro! Indicador não definido.
Ouvido ............................ Erro! Indicador não definido.
Surdez.................. Erro! Indicador não definido.
Labirintite ........... Erro! Indicador não definido.
Pulmões ........................ Erro! Indicador não definido.
Tuberculose....... Erro! Indicador não definido.
Pneumonia ......... Erro! Indicador não definido.
Asma .................... Erro! Indicador não definido.
Edema pulmonarErro! Indicador não definido.
Bronquite ............ Erro! Indicador não definido.
Enfisema ............. Erro! Indicador não definido.
Fibrose cística .. Erro! Indicador não definido.
Mamas, seios ............. Erro! Indicador não definido.
Mamas muito pequenasErro! Indicador não definido.
Mamas muito grandesErro! Indicador não definido.
Pontadas nos seiosErro! Indicador não definido.
Seio direito ......... Erro! Indicador não definido.
Seio esquerdo .. Erro! Indicador não definido.
Flacidez ................ Erro! Indicador não definido.
Coração......................... Erro! Indicador não definido.
Angina .................. Erro! Indicador não definido.
Coluna vertebral ........ Erro! Indicador não definido.
Vértebras cervicaisErro! Indicador não definido.
Vértebras cervicaisErro! Indicador não definido.
Vértebras torácicasErro! Indicador não definido.
Vértebras lombaresErro! Indicador não definido.
Osso sacro e cóccixErro! Indicador não definido.
Desvios - Escoliose - LordoseErro! Indicador não definido.
Hérnia de disco Erro! Indicador não definido.
Ossos ................... Erro! Indicador não definido.
Osteoporose ..... Erro! Indicador não definido.
Por Laura Botelho

Página 4

Arteriosclerose Erro! Indicador não definido.
Articulações ...... Erro! Indicador não definido.
Artrite .................. Erro! Indicador não definido.
Ombros ................................................................................12
Ombros acentuadamente estreitosErro! Indicador não definido.
Ombros Caídos Erro! Indicador não definido.
Braços ................. Erro! Indicador não definido.
Bursite ................. Erro! Indicador não definido.
Braços gordos . Erro! Indicador não definido.
Mãos .............................. Erro! Indicador não definido.
Tendinite ............. Erro! Indicador não definido.
Unhas ................... Erro! Indicador não definido.
Gota ...................... Erro! Indicador não definido.
Pernas ........................... Erro! Indicador não definido.
Flacidez muscularErro! Indicador não definido.
Coxas.................... Erro! Indicador não definido.
Celulite ................. Erro! Indicador não definido.
Culote - Gordura localizadaErro! Indicador não definido.
Ciática .................. Erro! Indicador não definido.
Joelhos ................ Erro! Indicador não definido.
Panturrilha - tíbia - perônioErro! Indicador não definido.
Tornozelo ............ Erro! Indicador não definido.
Pés ........................ Erro! Indicador não definido.
Joanete ............... Erro! Indicador não definido.
Entorses.............. Erro! Indicador não definido.
Varizes ................. Erro! Indicador não definido.
Câimbras ............ Erro! Indicador não definido.
Poliomielite......... Erro! Indicador não definido.
Abdome ......................... Erro! Indicador não definido.
Obesidade .......... Erro! Indicador não definido.
Gordura Localizada no abdomeErro! Indicador não definido.
Intestinos. ........... Erro! Indicador não definido.
Cintura ................. Erro! Indicador não definido.
Intestino grossoErro! Indicador não definido.
Prisão de ventreErro! Indicador não definido.
Por Laura Botelho

Página 5

Fígado................... Erro! Indicador não definido.
Azia........................ Erro! Indicador não definido.
Hepatite .............. Erro! Indicador não definido.
Baço ..................... Erro! Indicador não definido.
Pâncreas ............ Erro! Indicador não definido.
Rins ....................... Erro! Indicador não definido.
Estomago ........... Erro! Indicador não definido.
Úlceras ................ Erro! Indicador não definido.
Gastrite ............... Erro! Indicador não definido.
Cálculos biliaresErro! Indicador não definido.
Apendicite .......... Erro! Indicador não definido.
Colite..................... Erro! Indicador não definido.
Hérnia inguinal . Erro! Indicador não definido.
Bexiga .................. Erro! Indicador não definido.
Cistite ................... Erro! Indicador não definido.
Esôfago ................ Erro! Indicador não definido.
Enjôo ..................... Erro! Indicador não definido.
Enjôo de carro, do marErro! Indicador não definido.
Enjôo na gravidezErro! Indicador não definido.
Diarréia ............... Erro! Indicador não definido.
Anorexia .............. Erro! Indicador não definido.
Ovários................. Erro! Indicador não definido.
Cistos nos ovários e no úteroErro! Indicador não definido.
Fibromas - nódulos e TumoresErro! Indicador não definido.
Endometriose ... Erro! Indicador não definido.
Menopausa........ Erro! Indicador não definido.
Penis ..................... Erro! Indicador não definido.
Herpes genital .. Erro! Indicador não definido.
Câncer na PróstataErro! Indicador não definido.
Torção de testículoErro! Indicador não definido.
Nádegas.............. Erro! Indicador não definido.
Nádegas murchas ou caídasErro! Indicador não definido.
Glúteos (bunda) avantajadosErro! Indicador não definido.
Ânus...................... Erro! Indicador não definido.
Sangramento ano-retalErro! Indicador não definido.
Por Laura Botelho

Página 6

Hemorróida ....... Erro! Indicador não definido.
Pele ................................. Erro! Indicador não definido.
Manchas na peleErro! Indicador não definido.
Verruga ............... Erro! Indicador não definido.
Lúpus .................... Erro! Indicador não definido.
Dermatite ........... Erro! Indicador não definido.
Alergias ............... Erro! Indicador não definido.
Psoríase .............. Erro! Indicador não definido.
Vitiligo ................... Erro! Indicador não definido.
Lepra .................... Erro! Indicador não definido.
Sangue........................... Erro! Indicador não definido.
Hipoglicemia ...... Erro! Indicador não definido.
Pressão alta ...... Erro! Indicador não definido.
Pressão baixa ... Erro! Indicador não definido.
Hemorragia ....... Erro! Indicador não definido.
Hemofilia ............. Erro! Indicador não definido.
Flebite................... Erro! Indicador não definido.
Leucemia - AnemiaErro! Indicador não definido.
Diabetes .............. Erro! Indicador não definido.
Edema .................. Erro! Indicador não definido.
Trombose ........... Erro! Indicador não definido.
AIDS ...................... Erro! Indicador não definido.
Inflamações ....... Erro! Indicador não definido.
Inflamação crônicaErro! Indicador não definido.
Infecção ............... Erro! Indicador não definido.
Gripes resfriadosErro! Indicador não definido.
Febre .................... Erro! Indicador não definido.
Reumatismo...... Erro! Indicador não definido.
Câncer ................. Erro! Indicador não definido.
Tumores ............. Erro! Indicador não definido.
Dor .................................. Erro! Indicador não definido.
DNA ................................ Erro! Indicador não definido.
Ganhos secundários de um sintoma crônicoErro! Indicador não definido.
Vitimismo - mentalidade de vítimaErro! Indicador não definido.
Pare de se queixar ... Erro! Indicador não definido.
Por Laura Botelho

Página 7

Por que mentimos? . Erro! Indicador não definido.
Interferências para retorno ao equilíbrioErro! Indicador não definido.
Regressando ao equilíbrio da vidaErro! Indicador não definido.
Consciência e decisão de mudar.Erro! Indicador não definido.
Postura corporalErro! Indicador não definido.
Relaxamento ..... Erro! Indicador não definido.
Massagens ........ Erro! Indicador não definido.
Visualização. ...... Erro! Indicador não definido.
Perdoe-se ........... Erro! Indicador não definido.
Expresse gratidão.Erro! Indicador não definido.
Fuja das drogas Erro! Indicador não definido.
Saúde é pura CoerênciaErro! Indicador não definido.
A morte não existe ... Erro! Indicador não definido.
O que é Tanatologia ?Erro! Indicador não definido.
Conclusão..................... Erro! Indicador não definido.
Fonte de pesquisa .... Erro! Indicador não definido.

Por Laura Botelho

Página 8

Abaixo eu destaquei algumas passagens,
fragmentos do meu livro
A Simbologia do Sintoma
para sua apreciação
O livro na íntegra poderá ser pedido na livraria AGbook
Nesse link
https://agbook.com.br/book/185032--A_Simbologia_dos_Sintomas

Os livros da AGbook são feitos sobe demanda (encomenda) e
podem ser presenteados a quem você desejar,
basta para isso dar o endereço desejado
no ato da compra para ser entregue a uma pessoa
ou a você mesmo na sua casa.
Espero que esse texto seja útil para sua vida,
pois o meu objetivo é ajudar a você
a se auto gerenciar,
se auto monitorar
dar mais atenção a seus pensamentos
e o que eles significam
e conseguir encontrar o equilíbrio
espiritual, emocional, e consequentemente o físico,
para seu pronto restabelecimento, evitando assim, a dependência
de medicamentos, cirurgias, internações e mal estar diário.
Essa “Simbologia” do que você sente nada mais é que uma maneira
que a natureza encontrou de fazer você observar, se organizar e
aprender a crescer e transcender a um nível acima
Dessa nossa limitada dimensão.
laura botelho

Por Laura Botelho

Página 9

“A palavra evolução tem sua origem no termo latino “evolutio”, que significa desenrolar, mas
estranhamente está associada fortemente a ideia de “progresso”. Este termo – evolução envolve mais que o sentido de uma simples mudança, mas, e principalmente, o de alcançar um
degrau a mais em nossas metas, promovendo a busca em como resolver desafios cotidianos
com eficiência e eficácia com base em puro conhecimento, evitando a mera imitação. Nossa
realidade nada mais é do que uma hipnose programada socialmente. Uma ficção induzida com
participação mútua dos indivíduos.
De vez em quando um de nós escapa dessa hipnose coletiva e consegue ver coisas que os
outros não vêem.

Mudando o script
Palavras são scripts, programas, e se desejamos mudar um programa devemos começar pelas
palavras que usamos no dia a dia. O objetivo é reprogramar uma ideia, dar um novo sentido,
uma nova percepção a um estado desequilibrado do nosso corpo, que a partir de agora
chamaremos de sintoma.
Comece a mudança de script pelo seu pensamento ao se referir a “ter” uma doença. É
importante notar que informamos às pessoas que “temos diabetes”, “temos pressão alta”,
“temos glaucoma”, mas para “TER” alguma coisa é preciso MANTER, cuidar, zelar para que ela
esteja sempre lá. Pense nisso.
Ao dizer que você “TEM” uma doença, ela passa a ser sua propriedade e manutenção, portanto
se mudarmos a informação para; “eu APRESENTO um SINTOMA de diabetes e estou na fase de
recuperação”, isso muda tudo, acredite.

Ataque ou Fuga
"Não há sucessos reais sem rejeição.
Se você pode lidar com a rejeição,
você vai aprender a conseguir
tudo o que quer "
Anthony Robbins
As mudanças na Terra estão e estarão afetando cada vez mais nossos padrões de sono,
relacionamentos, a habilidade de regular o sistema imunológico e a percepção do tempo, e isso
tende a piorar caso não tomemos consciência desse processo.

A palavra Emoção vem do latim “movere” – mover-se - um movimento que, querendo
ou não, nos tira do lugar e nos impele a mudar o comportamento mediante um evento.
Emoção nada mais é que uma química despejada holograficamente ao sinal de uma
vibração.

Por Laura Botelho

Página 10

Agressividade ou alienação.
Agressividade que não é exteriorizada acaba por se transformar em dor física. Poderíamos
completar essa constatação ao dizermos que a agressividade reprimida leva, no âmbito
psíquico, à depressão.
A agressividade cuja manifestação é impedida, bloqueada, volta-se para dentro, de tal forma
que o agressor acaba por tornar-se a vítima de seus pensamentos. A agressividade reprimida
acaba sendo responsável não só pela sensação de culpa, mas também pelos inúmeros sintomas
colaterais que a acompanham, com seus vários tipos de sofrimento.

O sistema nervoso
Quando uma espécie animal atinge superpopulação, tendo seu espaço vital limitado, os
animais individualmente desenvolvem nítidos sinais de nervosismo, e a comunicação entre eles
entra em colapso, ocorrendo surtos de agressão sem qualquer motivo. De maneira análoga,
estamos sofrendo dos males nervosos e angústias (do latim angustus = estreito), sintomas
depressivos especialmente nos aglomerados caóticos das grandes cidades. Em um corpo
doente, cansado, obeso, cheio de drogas, de medicamentos e toxicologicamente energizado
por péssimos alimentos, não há como atrair informação, pois o trabalho da consciência se
resume em se ater à proteção e não ao crescimento, à evolução.
Chakra Tribal
O chakra da raiz ou base está localizado no início da coluna, um pouco para além da ponta do
cóccix, entre anus e órgão genital. As epidemias virais e as de outro tipo são espelhos dos
problemas sociais atuais da nossa tribo cultural, tal qual a saúde do sistema imunitário da tribo
social. Num sentido simbólico, o sistema imunológico faz para o nosso corpo exatamente o que
o poder tribal (sociedade/família) faz pelo grupo, protegendo-os contra influências externas
potencialmente prejudiciais.
Qual o objetivo do sintoma?
Sintoma é forma e conteúdo que corresponde ao corpo (matéria) e a alma (energia,
informação). Revela-nos materialmente aquilo que a alma é incapaz de reconhecer em seu
intenso conflito. Um modo simbólico de aprender algo sobre nós mesmos para levar-nos a um
passo para nossa evolução.
São rituais – sombras que mantém as pessoas em equilíbrio. Aquilo que não queremos ver ou
dizer se expressa de forma clara no corpo nos tornando indubitavelmente transparente,
completamente nu. O sintoma torna a pessoa honesta. Os sintomas apontam com riqueza de
informações sobre o caráter, personalidade e estilo de vida de uma pessoa.
Não mate o mensageiro, entenda a mensagem.
O sintoma (mensageiro) desaparecerá tão logo o indivíduo afetado mude sua percepção sobre
sua vida, a vida do outro, a vida em geral e como a está tentando controlá-la. Quando essa
mudança ocorre, o estresse, a tensão é liberada, o medo que criou o sintoma desaparece e
então a paz retoma a fonte.

Por Laura Botelho

Página 11

Na visão holística, a “doença” transforma-se em caminho do autoconhecimento, então, vamos
nos conhecer!
“O medicamento de amanhã é a construção e fortalecimento das forças mentais”
[Dr.Ellis Huber, Berlin]

Calvície completa
O alto da cabeça encontra-se “o superior que atrapalha” a trajetória de sua independência. A
queda dos cabelos simboliza a queda da hierarquia, tirando do caminho os que estão ”acima”.
Um corte de comunicação. A queda dos cabelos é um desequilíbrio gerado pela exacerbação da
tensão mediante o controle atuante de tudo. O calvo sintomatiza uma personalidade dócil em
alguns momentos, mas agressivo ao extremo em outros, caso contrariado. Vingativo. Quer
estar na frente, no controle de tudo. Desejo de destaque e orgulho. Forte tendência a
desrespeitar superiores, tanto verbal como não verbal, ou ignora a “superioridade”, ou
governança.

Garganta/inflações crônicas
Desequilíbrio gerado por raiva – expressão de sentimentos contrariados, comunicação contida,
energia armazenada, bloqueio de informação. Obrigado a aceitar determinada situação contra
a vontade. Fazer algo que não gosta e não revela. Receio de dizer aquilo que pensa para evitar
conflitos. Crianças pequenas com problemas crônicos na garganta indicam que o pai ou a mãe
guardam energia de raiva entre si e não revelam o que sentem - estão comumente com a fala
"entalada na garganta". Crianças e idosos são esponjas sensoriais que absorvem a energia do
ambiente, lembre-se disso.

Voltando a enxergar longe
Ao nascer, a grande maioria da humanidade tem os olhos perfeitos. Cientistas dizem que 95%
de todos os sintomas na visão são resultados de algo que acontece no decorrer da vida de cada
um, seguindo alguns padrões que são desenvolvidos simbolicamente.
A escolha da marca e do modelo dos óculos, uma atração a mais para fazer uso dessa muleta
que levaremos até os últimos dias de nossas vidas, é estimulada pela sociedade pelo uso do
filtro certo ou lentes de grau................

Ombros
Estrutura que recebe a carga. Peso da responsabilidade. Ombros são responsáveis pelas tarefas
e serviços de nossa vida, a carga de trabalho mental e físico.
Desequilíbrio gerado nessa área simboliza (caso não tenha sofrido um trauma localizado,
esforço físico extenuante) bloqueio dos seus movimentos. Inflamações demonstram tensão sob
estresse. Amarguras por não exercer o que mais deseja. Impedido de agir........................

Por Laura Botelho

Página 12

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful