Você está na página 1de 5

Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Paridade
Exercícios Resolvidos

Contato: nibblediego@gmail.com

Escrito por Diego Oliveira - Publicado em 06/10/2016 - Atualizado em 16/07/2017

O que é paridade?

Paridade de um número é a classificação que ele recebe (par ou ímpar). Se um


numero é divisível por 2 então ele é par. Caso contrário é ímpar.

O que preciso saber?

Pode-se sempre escrever um inteiro qualquer n, como: n = 2k ± 1, se n for ímpar


ou n = 2k se n for par (com k ∈ Z).

Exemplo 1: Prove que o produto de Onde  é um número ímpar. Supondo


dois números inteiros é impar se, e so- por absurdo que p e/ou q são pares cheg-
mente se, ambos os números são ím- amos ao absurdo de que  é par. Assim,
pares. p e q devem ser ímpares.

Solução:

(⇒) Admita dois números ímpares p e Exemplo 2: Prove que, quaisquer


q tal que p = 2k + 1 e q = 2k 0 + 1 que sejam os inteiros  e b, a expressão
+ b+ 2 + b2 representa um número par.
agora façamos p · q

p · q = (2k + 1)(2k 0 + 1) Solução:


= 4kk 0 + 2k + 2k 0 + 1
Se  é par então 2 também será par
= 2(2kk 0 + k + k 0 ) + 1
e  + 2 também, pois a soma de pares é
par. Se  é ímpar então 2 também será
chamando 2kk 0 + k + k 0 de "z" então: ímpar, mas  + 2 será par, pois a soma
de dois ímpares sempre resulta num par.
p · q = 2z + 1 O mesmo acontece se b for ímpar ou par.
Assim, em qualquer caso, teremos 2 + 
que é a forma de um número ímpar. e b2 + b pares. Como a soma de dois
pares é par então 2 +  + b2 + b também
(⇐) Considere um número  = pq. é par.

1
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Exemplo 3: Sejam m e n inteiros im- ) Se p for ímpar e t par


pares. Prove que: analogamente ao resultado
anterior se chega a conclusão
de que p2 − t 2 e p − t são ím-
pares. (Demonstração a cargo
a) 4|(2m − 2n) do leitor.)

b) 8|(m2 − n2 ) ) Neste caso p e t são pares.


O que implica em p2 − t 2 e p − t
c) 8|(m2 + n2 − 2)
pares. (Demonstração a cargo
do leitor.)
Solução de A:
) Neste caso p e t são im-
Se m e n é ímpar então, m = 2p + 1 e pares. O que implica em p2 − t 2
n = 2t + 1, para algum p e t ∈ Z, sendo par e p − t par. (Demonstração
assim: a cargo do leitor.)

4|2m − 2n
Se ocorrer o primeiro caso então
⇒ 4|2(2p + 1) − 2(2t + 1) podemos substituir p2 − t 2 e p − t por
2k + 1 e 2k 0 + 1, respectivamente o que
⇒ 4|4p − 4t nos conduziria a solução:

⇒ 4|4(p − t) 8|4(p2 − t 2 ) − 4(p − t)

⇒ 8|4(2k + 1) + 4(2k 0 + 1)
Finalizando a demonstração.
⇒ 8|8k + 4 + 8k 0 + 4
Solução de B:
⇒ 8|8(k + k 0 ) + 8
Se m e n é ímpar então, m = 2p + 1 e
n = 2t + 1, para algum p e t ∈ Z, sendo ⇒ 8|8((k + k 0 ) + 1)
assim:
Se ocorrer o segundo, terceiro ou
8|m2 − n2 quarto caso a conclusão será a mesma
e será deixado a cargo do leitor.
⇒ 8|(2p + 1)2 − (2t + 1)2
Solução de C:
⇒ 8|4(p2 − t 2 ) + 4(p − t)
Se m e n é ímpar então, m = 2p + 1 e
Analisando p2
− t2
e p − t temos as n = 2t + 1, para algum p e t ∈ Z e sendo
seguintes possibilidade: assim:

8|m2 + n2 − 2
) Se p é par e t é ímpar en-
tão p2 − t 2 e p − t são ímpares. ⇒ 8|(2p + 1)(2p + 1) + (2t + 1)2 − 2
(Veja o anexo)
⇒ 8|4(p2 − t 2 + p + t)

2
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Independente da natureza (par ou ím- Solução de A:


par) de p e t. O que está entre parente-
ses será um valor par e então: Seja p e q números consecutivos um
deve ser par e o outro ímpar. Tomando p
ímpar então:
8|4(p2 − t 2 + p + t)

⇒ 8|4(2k) p2 − q2 = (2k + 1)2 − (2t)2 para algum


k et ∈Z
⇒ 8|8k
= 4k 2 + 2k + 1 − 4t 2
Completando a demonstração.
= 2(2k 2 − 2t 2 + k) + 1

Fazendo z = 2k 2 − 2p2 + k então


Exemplo 4: Mostre que entre dois
números pares consecutivos um é di-
visível por 4. p2 − q2 = 2z + 1

Solução: que é a forma de um ímpar.

Se p é um par então pode ser escrito


Solução de B:
como p = 2k para algum k ∈ Z. Desse
modo o próximo par consecutivo (p + 2) Se p e q são consecutivos então um é
pode ser escrito como p + 2 = 2k + 2. par e outro é ímpar. Escolhendo p ímpar,
então:

) Se k for = 0 então 4|p. p3 − q3


) Se k for ímpar então 4|p+ 2.
(Veja o anexo) = (2k + 1)3 − (2t)3 para algum k e t
) Se k for par então 4|p. ∈Z
(Veja o anexo)
= 2(k 3 − 3p3 + 4k 2 + 2k) + 1

Assim, em qualquer hipótese p ou


Fazendo  = k 3 − 3p3 + 4k 2 + 2k então
p + 2 é divisível por 4.

(2k + 1)3 − (2p)3 = 2 + 1


Exemplo 5: Mostre que: que é a forma de um número ímpar.

a) a diferença entre os
quadrados de dois inteiros
consecutivos é um número ím-
par;
b) a diferença entre os cubos
de dois inteiros consecutivos é
um número

3
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

ANEXO Prova adicional da questão 4 item


.
Prova adicional da questão 3B.
Prova:
Prova de que p2 − t 2 é impar.
p + 2 = 2k + 2
Seja p = 2p0 e t = 2t 0 + 1 para algum
p0 e t 0 inteiros, então:
p + 2 = 2(2k 0 + 1) + 2

p2 − t 2 = (2p0 )2 − (2t 0 + 1)2 p + 2 = 4k 0 + 2 + 2


0 0
p2 − t 2 = 4p2 − (4t 2 + 4t 0 + 1) p + 2 = 4(k 0 + 1)
0 0
p2 − t 2 = 2(2p2 − 2t 2 − 2t 0 ) − 1
como 4|4(k 0 + 1) então 4|p + 2.
0 0
Fazendo k = 2p2 − 2t 2 − 2t 0 então
Prova adicional da questão 4 item
p2 − t 2 = 2k − 1 .

Que é a forma de um número ímpar. Prova:

Prova de que p − t é impar. p = 2k

p − t = (2p0 ) − (2t 0 + 1) p = 2(2k 0 )

p − t = 2(p0 − t 0 ) − 1 p = 4k 0

Que é forma de um número ímpar. como 4|4k 0 então 4|p.

4
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Este trabalho está licenciado com uma


Licença Creative Commons -
Atribuição-NãoComercial-
CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Esse documento está sujeito a constante atualização ou mesmo correções, por


isso, certifique se que o que você têm em mãos é de fato a última versão do
mesmo. Para saber, bem como ter acesso a vários outros exercícios resolvidos
de matemática, acesse: www.number.890m.com

E se alguma passagem ficou obscura ou se algum erro foi cometido por favor
entre em contato para que possa ser feito a devida correção.

.ƒ cebook.com/ theNmberType

nbbedego@gm.com

.nmber.890m.com