Você está na página 1de 1
Português 2 aula 15 C OMENTÁRIOS – A TIVIDADES PARA S ALA 1.   I.

Português 2

aula 15

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES PARA SALA

1.

 

I.

No poema destacado de Paulo Leminski, o termo via pode significar: caminho ou pode ser uma flexão do verbo ver.

II.

O sujeito que não via a vida que havia pode se con- siderar alienado.

2.

O

texto apresentado revela um arranjo de signos a partir

de um só vocábulo, relacionado-os entre si, a partir dos elementos que estruturam o significante.

Resposta correta: B

3.

A leitura do poema de Duda Machado nos possibilita inferir que há uma relação sensorial entre a manhã, o céu e os sentidos do poeta, pois a manhã azulcrina o céu de seus sentidos.

Resposta correta: D

4.

O verbo “azulcrinando” constitui-se de um neologismo, pois associa a cor azul ao verbo azucrinar (incomodar,

estovar), para transmitir a idéia de que a cor azul o in-

comoda.

5.

A leitura do poema de Paulo Leminski nos possibilita

compreender que a idéia subentendida no verso “o que pintar” é ambígua, haja vista poder estabelecer relação com tudo aquilo que pode lhe acontecer , ou ainda, com

idéia de realizar uma pintura, pois pode-se compreen- der, ainda, o sentido denotativo do verbo pintar.

a

Resposta correta: A

6.

A

partir da leitura do poema de Paulo Leminski, pode-se

considerar que se trata de uma pichação de muro even- tual, que se desenvolve em torno de uma linguagem claramente poética.

Resposta correta: B

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES PROPOSTAS

1. O excerto de “A Triste Partida”, de Patativa do Assaré, revela que o sertanejo é dependente de sua religiosida- de e que dela depende, bem como do meio rural.

Resposta correta: C

2. O dia 19 de março, dia de São José, é uma data simbó- lica para o homem do sertão, pois nesta data se chover,

o inverno será fértil, porém, cientificamente, há uma ou-

tra explicação para a chuva de março: o equinócio, o iní-

cio do outono, época da entrada da frente intertropical que provoca chuva.

Resposta correta: C

3. O texto I apresenta-se estruturado de modo semelhante

a um verbete, pois apresenta a classe gramatical a que

pertence a palavra e seus possíveis significados. A adje- tivação abundante utilizada por Alencar empresta ao

texto um caráter poético ao descrever a personagem

Iracema.

Resposta correta: E

4.

A mulher Tupperware é idealizada de acordo com o nosso tempo, portanto, encontra-se em acordo com o contexto histórico a que pertence o texto, porém, limita- se a apenas um grupo social, não pode ser lido como indicativo da mulher moderna como um todo, apenas como grupo. Iracema é apresentada através de uma lin- guagem, predominantemente, poética, assim sendo, subjetiva.

Resposta correta: E

5.

O toureiro Manuel Rodriguez, o Manolete, é caracteri- zado pela sua secura, contenção e agudeza através dos adjetivos presentes na primeira estrofe: deserto, agudo, mineral e desperto.

Resposta correta: A

6.

Há na terceira e na quarta estrofes elementos utilizados para caracterizar o Manolete que foram termos “em- prestados” da matemática: o que melhor calculava, deu número, geometria.

Resposta correta: C

7.

A

anedota presente na questão remete ao valor semân-

tico do verbo sofrer, sinônimo de possuir, porém, o

reumático também o compreende como padecer. Há portanto uma ambigüidade em que o texto centra-se.

Resposta correta: A

8.

A anedota de Ziraldo depreende a dupla compreensão que podemos fazer do termo cavalo: anila eqüino ou unidade de potência do motor de um automóvel; ao uti-

lizar o termo “tropa” para referir-se ao cavalo o caipira está sendo evidentemente irônico. Poderíamos finalizar

anedota com o provérbio: “quem ri por último, ri me- lhor.”

a

Resposta correta: C

9.

O uso do pronome nós na anedota causa uma ambigüi- dade, pois podemos compreendê-lo como se referindo ao professor e ao aluno somados.

Resposta correta: B

3ª SÉRIE E EXTENSIVO

|

VOLUME 3

|

PORTUGUÊS 2

1