Você está na página 1de 2

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

VESTIBULAR – 2009

1 CONTEÚDO 04 EXERCÍCIO PROFº: JAIRO A Certeza de Vencer GE240308 - SF
1
CONTEÚDO
04
EXERCÍCIO
PROFº: JAIRO
A Certeza de Vencer
GE240308 - SF

01. (UFU-MG) Em 6 de julho de 1945, no estado do Novo México, nos Estados Unidos, foi detonada a primeira bomba atômica. Ela continha cerca de 6 kg de plutônio e explodiu com a força de 20.000 toneladas do explosivo TNT (trinitro-tolueno). A energia nuclear, no entanto, também é utilizada para fins mais nobres, como curar doenças através de terapias de radiação.

Em

energia nuclear, indique a alternativa

incorreta:

a) Raios α (alfa) possuem uma baixa penetração na

matéria, e os núcleos que emitem estas partículas perdem duas unidades de número atômico e quarto unidades de massa.

05. (Unirio-Rj) O 201 T l é um isótopo radioativo usado na

forma de T l C l 3 (cloreto de tálio), para diagnóstico do funcionamento do coração. Sua meia-vida é de 73 h ( 3 dias). Certo hospital possui 20 g desse isótopo. Sua massa, em gramas, após 9 dias, será igual a:

a) 1,25.

b) 2,5.

c) 3,3.

d) 5,0.

e) 7,5.

06. (Mackenzie-SP) Em 13 de setembro de 1987, em

Goiânia, ocorreu um dos maiores acidentes radiológicos

mundo, que expôs o ambiente a 19,26 g de césio-137,

relação

à

do Raios α (alfa) são formados por um fluxo de alta dois nêutrons. a) 0,30
do
Raios α (alfa) são formados por um fluxo de alta
dois nêutrons.
a) 0,30 g.
b) 0,64 g.
c) 0,10 g.
Partículas β (beta) são elétrons ejetados a altas
d) 1,60 g.
e) 3,21 g.
07.
Partículas β (beta) são mais penetrantes que as
a
a) 0,098%.
(UCB-DF) Ao se desintegrar, o átomo
222 Rn
86
b) 0,195%.
se
c) 0,391%.
4
0
α
β
84
2
e −1
d) 0,12%.
e) 3,13%.
2 e 4.
08.
2 e 6.
3 e 2.
3 e 4.
4 e 6.
(Cesgranrio-Rj) Um elemento radioativo X emite,
e Y são:
Isótopos.
a) 20 min.
Isóbaros.
b) 30 min.
Isômeros.
c) 40 min.
Isótonos.
d) 50 min.
Isotônicos.
e) 60 min.

b)

energia de núcleos de hélio, combinações de dois prótons

e

c) Raios γ (gama) são uma forma de radiação eletromagnética, que não possuem massa ou carga, sendo, portanto, menos penetrantes que as partículas α (alfa) e β (beta).

d)

velocidades de um núcleo radioativo e possuem uma massa muito menor que a massa de um átomo.

e)

partículas α (alfa), e a perda de uma única dessas partículas produz aumento de uma unidade no número atômico do núcleo que a emitiu.

02.

transforma em 210 Po. O número de partículas emitidas no processo é respectivamente:

a)

b)

c)

d)

e)

03.

sucessivamente, uma partícula alfa ( α ) e duas partículas

beta ( β ), transformando-se no elemento Y. Os elementos

X

a)

b)

c)

d)

e)

04. (Ceub-DF) Dispõe-se de 16,0 g de um isótopo

radioativo cuja meia-vida é de 15 dias. Decorridos 60

dias, a quantidade residual do mesmo será:

a) 0,5 g.

b) 1,0 g.

c) 2,0 g.

d) 8,0 g.

e) 16,0 g.

cuja meia-vida é de 30 anos. O lixo contaminado está armazenado em um depósito, em Abadia de Goiás, e deverá permanecer isolado por 180 anos. Ao final desse período, a massa restante do césio-137 será de:

(UFPI) Na indústria nuclear, os trabalhadores utilizam

regra prática de que a radioatividade de qualquer

amostra se torna inofensiva após dez meias-vidas. Indique a fração que permanecerá após esse período:

(Cefet-Rj) Quanto mais cedo o paciente usar altas

doses de radiação beta, maior será a probabilidade de atrasar ou até mesmo de frear o avanço da esclerose múltipla, segundo pesquisa publicada no New England Journal of Medicine, em setembro de 2000. sendo assim, podemos imaginar o Bi-210 como uma possível alternativa para o tratamento da esclerose múltipla. Se,

após 1 hora, a radiação do Bi-210 diminui para 12,5% do valor inicial, a sua meia-vida é de:

09. (Fesp-SP) Uma amostra de 64 g de uma substância

radioativa apresenta um período de semidesintegrações

de 20h. O tempo necessário para a amostra ficar reduzida

a 2g será:

a) 64 h.

b) 48 h.

c) 36 h.

d) 100 h.

e) 72 h.

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

VESTIBULAR – 2009

10. (PUC-PR) O período de semidesintegrações do

isótopo 24 Na é de 15 h. Qual a quantidade inicial desse isótopo se, após 105 h, resta 1,25 g do mesmo?

(EPM-SP) O isótopo 32 P é utilizado para localizar

14.

tumores no cérebro e em estudos de formação de ossos e dentes. Uma mesa de laboratório foi contaminada com 100 mg desse isótopo, que possui meia-vida de 14,3 dias.

O tempo mínimo, expresso em dias, para que a

radioatividade caia a 0,1% do seu valor original, é igual a:

15

11

a) 1,25 g.

b) 20 g.

c) 50 g.

d) 100 g.

e) 160 g.

11. (FGV-SP) O isótopo radioativo do hidrogênio, trítio ( 3 H), é muito utilizado em experimentos de marcação isotópica na química orgânica e na bioquímica. Porém um dos problemas em utilizá-lo é que sua meia-vida é de 12,3 anos, o que causa um tempo de espera longo para que se possa descartá-lo no lixo comum;

Qual será taxa de trítio daqui a 98 anos em uma amostra preparada hoje (100%)?

a) 0%.

b) 12,55%.

c) 7,97%.

d) 0,39%.

e) 0,78%.

12.

tireóide, é usado radioisótopo 131 I, cuja meia-vida é de oito dias. Após 48 dias, a fração da concentração inicial de iodo que permanece é igual a:

a) 64

b) 1 6 .

c) 1 8 .

d) 48

e) 56

13. (Vunesp) O acidente do reator nuclear de Chernobyl, em 1986, lançou para a atmosfera grande quantidade de

Sr radioativo, cuja meia-vida é de 28 anos. Supondo

ser

sabendo que o local poderá ser considerado seguro

90

38

quando

desintegração, a 16

o local poderá ser habitado novamente a partir do ano de:

a) 2014.

b) 2098.

c) 2266.

d) 2986.

e) 3000.

a) 86.

b) 114.

c) 129.

d) 143.

e) 157.

15. (Uerj) O reator atômico instalado no município de

Angra dos Reis é do tipo PWR – reator de água pressurizada. O seu princípio básico consiste em obter

energia através do fenômeno “fissão nuclear”, em que ocorre a ruptura de núcleos pesados em outros mais leves, liberando grande quantidade de energia. Esse fenômeno pode ser representado pela seguinte equação nuclear:

235 0 1 n + 92 U ⎯⎯→ 144 Cs + T + 2 0
235
0 1 n +
92 U ⎯⎯→ 144
Cs + T + 2
0 1 n + Energia
55
Os
respectivamente indicados na seguinte alternativa:
(Mackenzie-SP) No diagnóstico de doenças de
53
a) 27 e 91.
b) 37 e 90.
c) 39 e 92.
d) 43 e 93.
1
.
16.
(Fuvest-SP)
Na
reação
de
fusão
representada por:
2 1 H + 3 1 H
⎯⎯→ E + n
1
.
1
.
a) 2 prótons e 2 nêutrons.
b) 2 prótons e 3 nêutrons.
c) 2 prótons e 5 nêutrons.
d) 2 prótons e 3 elétrons.
e) 4 prótons e 3 elétrons.
esse
isótopo
a
única
contaminação
radioativa
e
a
quantidade
de
90 38 Sr se reduzir, por
1
da quantidade inicialmente presente,

números atômicos e de massa do elemento T estão

nuclear

Ocorre a liberação de um nêutron (n). A espécie E deve ter: