Você está na página 1de 14

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE BRITEIROS

Guião do

Director de Turma

ANO LECTIVO 2008/ 2009


ÍNDICE

1. Introdução.............................................................................................. p. 3

2. Documentos de apoio à Direcção de Turma

2.1 Os dossiers de apoio à Direcção de Turma.


2.2 Lista de documentos de apoio.
2.3 Lista de impressos de apoio.
2.4 Competências do Director de Turma.
2.5 Actividades do Director de Turma.
2.6 Condições de transição de ano.
2.7 Condições de aprovação.

3. A legislação essencial
3.1 Suporte legislativo.
3.2 Regime de assiduidade dos alunos não sujeitos à escolaridade obrigatória
3.3 Aproveitamento dos tempos de inactividade dos alunos
3.4 Estatuto do aluno e medidas educativas disciplinares
3.5 Código do procedimento administrativo
3.6 Dispensa da prática de exercícios físicos
3.7 Regime educativo especial para alunos com necessidades educativas especiais
3.8 Medidas a aplicarem aos alunos com necessidades educativas especiais
3.9 Plano de concretização da Área Escola e seu modelo organizativo
3.10 Organização das actividades de complemento curricular
3.11 Avaliação no Ensino Secundário
3.12 Efeito, transitório, da classificação de Educação Física
3.13 Regulamento das Provas Globais do Ensino Secundário
3.14 Regime de matrícula e frequência no Ensino Básico*.
3.15 Tratamento a dar às situações de incapacidade para a prática das aulas de Educação Física
3.16 Regulamento dos Exames do Ensino Secundário

* Este documento também se aplica ao Ensino Secundário, nomeadamente quanto a transferências, dever de frequência e
registo e justificação de faltas.

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 2


1. INTRODUÇÃO

Este guião pretende ser um apoio no seu trabalho de Direcção de Turma.

Pretendemos disponibilizar neste documento, além da principal legislação de

interesse para o Director de Turma, algum material de apoio produzido bem

como a indicação de toda a documentação existente na Sala de Directores de

Turma.

Este é um documento necessariamente incompleto que não dispensa

consultas adicionais e as sempre bem-vindas partilhas de informação.

Contamos com a sua preciosa colaboração no sentido de nos ajudar a

disponibilizar materiais por si produzidos ou “descobertos” e que a todos

possam ser úteis.

Bom ano lectivo!

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 3


2. DOCUMENTOS DE APOIO À DIRECÇÃO DE TURMA

2.1 DOSSIERS DE APOIO À DIRECÇÃO DE TURMA

Dossier Conteúdos
1. Legislação Contem o suporte legislativo de apoio ao Director de Turma, organizado
por ordem cronológica

2. Documentos de apoio 1.Regulamento Interno


2. Projecto Curricular de Escola
3. Dossier da minha Direcção de Turma
4. Outros documentos (em anexo 1 vem a lista desses documentos)

3. Impressos Contem um exemplar de cada impresso utilizado na Direcção de Turma


(em anexo 2 vem a lista de impressos utilizados)

4. Coordenação de Ciclo 1. Lista de Directores de Turma


2. Área de Projecto
3. Plano de actividades
4. Visitas de estudo
5. Circulares e documentos de Escola
6. Encarregados de Educação
7. Reuniões e convocatórias
8. Relatórios
9.Outros

5. Turmas 1. Horários
2. Caracterização das Turmas
3. Apoios Pedagógicos
4. Necessidades Educativas Especiais
5. S.A.S.E.
6. Questões disciplinares
7. Outros assuntos

6. Material recebido Contem projectos e informações de interesse para o Director de


Turma, proveniente de várias entidades

7. Avaliação 1. Critérios de avaliação dos grupos disciplinares


2. Recomendações do Conselho Pedagógico
3. Relatórios de Avaliação

8. Conselho Pedagógico Contem documentação entregue nos Conselhos Pedagógicos

9. Ano lectivo 2000/2001 Contem os aspectos referidos nos dossiers 4, 5 e 6, referentes ao ano
lectivo transacto.

10.Anos lectivos anteriores Contem algum material produzido em anos lectivos anteriores

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 4


2.2 DOCUMENTOS DE APOIO À DIRECÇÃO DE TURMA

Documento Descrição
1 Competências do Director de Turma
2 Actividades do Director de Turma
3 Caracterização da Turma – sugestões
4 Direitos e Deveres dos Pais e Encarregados de Educação (Reg. Interno)
5 Direitos e Deveres dos Alunos (Regulamento Interno)
6 Guião para a 1ª reunião com os Enc. de Educação (revisto anualmente
7 Registo Biográfico do Aluno – instruções de preenchimento

2.3 IMPRESSOS DE APOIO À DIRECÇÃO DE TURMA

Funcionamento interno

Nome do documento
Informações para a primeira reunião com os Encarregados de
Educação
Tarefas do director de Turma
Tarefas para as primeiras semanas
Relação do material a incluir no dossier
Contactos com os Encarregados de Educação
Grelha de Resultados Fianis de Avaliação
Arquivo de justificação de faltas
Participação de ocorrência
Projecto Curricular de Turma
Partcipação Disciplinar
Participação à Segurança Social pela exclusão de um aluno
Questionário aos alunos (modelo 1)
Questionário aos Encarregados de Educação
Ficha de Auto-Avaliação de Estudo Acompanhado
Ficha de Auto-Avaliação de Formação Cívica
Ficha de Auto-Avaliaçãode Área-Projecto

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 5


Ficha de Auto-Avaliação de Final de Ano
Grelha de Caracterização da Turma

Comunicados ao Encarregado de Educação

Nome do documento
Informação do horário de atendimento
Convocatória (modelo 1)
Convocatória (modelo 2)
Convocatória (urgente)
Convocatória para entrega dos Registos de Avaliação
Convocatória para entrega dos Registos de Avaliação (modelo 2)
Autorização de saída (modelo 1)
Autorização de saída (modelo 2)
Aluno que ainda não compareceu à escola
Aluno que falta desde ...
Relatório das faltas
Responsabilização do Encarregado de Educação pela não comparência
do seu educando
Autorização pela frequênca de Aulas de Apoio Acrescido

Conselhos de Turma

Nome do documento
Convocatória Conselho de Turma
Registo Individual de Avaliação (7º)
Registo individual de Avaliação (8º e 9º)
Cabeçalho da Acta de Conselho de Turma de Avaliação
Guião para a reunião de Avaliação do Primeiro Período
Proposta de Plano de Apoio Educativo (7º)
Proposta de Plano de Apoio Educativo (8º e 9º)
Guião para a reunião de Avaliação do Segundo Período (segundo
30/2001)
Guião para a reunião de Avaliação do Segundo Período (segundo 98-
A/92)

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 6


Proposta de Avaliação Sumativa Extraordinária em A3 (segundo 98-
A/92)
Proposta de Avaliação Sumativa Especializada em A3 (segundo 98-
A/92)
Guião para a reunião de Avaliação do Terceiro Período (segundo
30/2001)
Guião para a reunião de Avaliação do Terceiro Período (segundo 98-
A/92)
Relatório de Primeira Retenção (segundo 30/2001)
Relatório de Primeira Retenção (segundo 98-A/92)
Relatório de Segunda Retenção (segundo 30/2001)
Relatório de Segunda Retenção (segundo 98-A/92)
Parecer do Encarregado de Educação sobre a possível retenção do seu
educando (segundo 30/2001)
Parecer do Encarregado de Educação sobre a possível retenção do seu
educando (segundo 98-A/92)

2.4 COMPETÊNCIAS DO DIRECTOR DE TURMA

Portaria n.° 921/92 - Competências do director de turma

Art.10.° Competências

DIRECTOR DE TURMA

Ao Director de Turma compete

1. Informar-se cuidadosamente sobre a comunidade em que a Escola está


inserida e de onde os alunos provêm.
2. Conhecer e contactar individualmente cada um dos alunos por quem é
responsável.

3. Procurar conhecer e contactar cada um dos encarregados de educação dos


alunos por quem é responsável.

4. Verificar, semanalmente, a assiduidade dos alunos.

5. Verificar, mensalmente, o aproveitamento dos alunos.

6. Manter informados os encarregados de educação sobre comportamento,


aproveitamento e assiduidade dos seus educandos através dos meios ao seu

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 7


alcance, nomeadamente: telefone, carta, registo, protocolo, reuniões com
encarregados de educação.

7. Realizar obrigatoriamente uma reunião geral com os Encarregados de


Educação da turma no início de cada período.

8. Prestar aos encarregados de educação todos os esclarecimentos que lhes


forem solicitados.

– O Director de Turma não deverá receber qualquer encarregado de


educação que o queira contactar, na última semana de aulas de cada período
lectivo.

9. Informar todos os professores da turma, de ocorrências consideradas


importantes com vista a uma melhor relação professor – aluno.

10. Dar cumprimento às atribuições previstas na Lei 30/2002, nomeadamente


as do foro disciplinar.

11. Propor ao Conselho Executivo a realização de Conselhos de Turma


extraordinários, nomeadamente quando existam alunos fora da idade
escolar que ultrapassem o limite de faltas injustificadas.

12. Convocar o Representante dos Pais e o Delegado para todas as reuniões do


Conselho de Turma, com excepção das de avaliação.

13. Colaborar na concretização de iniciativas culturais e recreativas em que a


Escola se empenhe.

14. Participar, sempre que possível, nas iniciativas em que a sua turma esteja
envolvida.

15. Dar a conhecer ao Coordenador dos Directores de Turma o projecto de


actividades da turma/projecto curricular da turma a desenvolver ao longo
do ano lectivo.

16. Encaminhar os alunos com necessidades educativas especiais para os


serviços competentes.

17. Informar o Conselho Executivo de tudo o que considere relevante


relativamente à turma ou algum aluno em especial.

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 8


18. Organizar o Dossier Individual do Aluno, o qual integra o respectivo registo
de ocorrências disciplinares, de acordo com o estipulado no ponto 1.1 do
Despacho Normativo 30/2001.

19. O acesso ao Dossier Individual do Aluno por parte dos Encarregados de


Educação será permitido, desde que requerido por escrito ao respectivo
Director de Turma, com a antecedência mínima de 48 horas e sempre
durante a hora de atendimento deste. O Acesso será ainda permitido ao
Aluno, aos seus Professores, ao Gestor Administrativo e aos Técnicos
Especializados de Educação, nos mesmos moldes, excepto no que respeita ao
horário de atendimento do Director de Turma.

20. Apresentar à direcção executiva um relatório crítico, anual, do trabalho

desenvolvido.

2.5 ACTIVIDADES DO DIRECTOR DE TURMA

1. DIRECTOR DE TURMA / ALUNOS:

 Conhecer o passado escolar dos alunos.


 Conhecer os alunos individualmente, bem como a forma como se organizam na turma para
melhor compreender e acompanhar o seu desenvolvimento intelectual e socio-afectivo.
 Identificar os alunos com dificuldades e que exigem um acompanhamento especial e
participar na elaboração de um programa de apoio: no âmbito da acção social escolar, ou
no domínio pedagógico e/ou psicológico.
 Preparar um atendimento especial aos alunos que mudaram de escola envolvendo os
professores e os colegas da turma.
 Analisar os problemas de inadaptação de alunos e apresentar propostas de solução.
 Identificar necessidades, interesses e hábitos de trabalho.
 Apoiar o desenvolvimento de iniciativas e projectos que respondam aos interesses dos
alunos e que favoreçam a integração escolar, familiar e social.
 Preparar e organizar assembleias de turma quando surjam problemas entre alunos e alunos
e/ou professores de forma a resolver os conflitos e a favorecer o desenvolvimento
pessoal e social dos alunos.
 Desenvolver a consciência cívica dos alunos através de actividades de participação na vida
da escola.
 Sensibilizar os alunos para a importância do delegado e subdelegado de turma e organizar
a sua eleição.
 Desenvolver estratégias que contribuam para o trabalho em equipa, a cooperação e
solidariedade.

2. DIRECTOR DE TURMA / PROFESSORES DA TURMA:

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 9


 Fornecer aos professores da turma todas as informações sobre os alunos e suas famílias.
 Caracterizar a turma no início do ano, a partir dos dados recolhidos na ficha biográfica do
aluno e de outros meios de informação.
 Discutir e definir com os professores estratégias de ensino-aprendizagem, tendo em
conta as características da turma.
 Promover o trabalho de equipa entre os professores quer ao nível do desenvolvimento de
projectos, quer na resolução de conflitos e problemas.
 Favorecer a coordenação interdisciplinar dos professores da turma no âmbito do projecto
da Área-Escola ou de outros contextos de aprendizagem.
 Recolher/fornecer informações sobre a assiduidade, comportamento e aproveitamento
dos alunos.
 Analisar com os professores os problemas dos alunos com dificuldades de integração, bem
como as questões que surjam no relacionamento entre alunos e/ou alunos e professores.
 Coordenar as relações interpessoais e intergrupais dos professores entre si e dos
professores e alunos.
 Estimular e colaborar em actividades que promovam a relação escola-meio.
 Colaborar na elaboração do plano educativo individual.
 Participar na elaboração das propostas de apoio pedagógico aos alunos.
 Propor e discutir com os professores formas de actuação que favoreçam o diálogo entre a
escola e os pais.

3. DIRECTOR DE TURMA / ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO:

 Informar os Encarregados de Educação das regras de funcionamento da escola, do

regulamento interno e da legislação em vigor.

 Informar os Encarregados de Educação sobre o funcionamento das estruturas de apoio

existentes na escola.

 Comunicar o dia e a hora de atendimento.

 Fornecer aos pais, com regularidade, informações sobre a assiduidade, comportamento e

aproveitamento escolar dos alunos.

 Orientar os pais no acompanhamento dos seus educandos.

 Envolver os pais na realização de actividades educativas com os alunos e os professores da


turma no âmbito da área de projecto ou de outros contextos de aprendizagem.

 Propor e planificar com os Encarregados de Educação formas de actuação que permitam

uma relação mais estreita entre a família e a escola.

 Definir estratégias específicas que possibilitem uma aproximação aos Encarregados de

Educação que raramente ou nunca contactam com a escola.

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 10


4. TAREFAS ORGANIZATIVAS / ADMINISTRATIVAS:

 Organizar o dossier da Direcção de Turma.

 Efectuar o registo de faltas dos alunos.

 Preparar e coordenar as reuniões do Conselho de Turma.

 Organizar as actas das reuniões dos Conselhos de Turma.

 Verificar pautas, termos e fichas de registo dos alunos.

CONSULTE O REGULAMENTO INTERNO E O PROJECTO CURRICULAR DE


ESCOLA.

2.6 CONDIÇÕES DE TRANSIÇÃO DE ANO –


Este documento destaca alguns pontos importantes do regime de avaliação dos alunos e pode servir de guião de
consulta para alunos e encarregados de educação.

A Avaliação do 3º período deve ter em conta o processo de avaliação contínua. Este deverá ser

efectuado de uma forma cuidada e ponderada, atendendo a que este visa apoiar o processo

educativo, certificar as diversas aprendizagens e competências adquiridas pelo aluno, no final de

cada ciclo e contribuir para melhorar a qualidade do sistema educativo. Assim a avaliação não pode

ser confundida com as “ notas” do 3º período e também com as médias aritméticas das

classificações atribuídas.

Alterações feitas pelo Conselho de Turma, sobre propostas de avaliação apresentadas pelo

professor, devem ser registadas em acta, bem como a competente fundamentação.

A decisão da progressão de um aluno ao ano de escolaridade seguinte é uma decisão pedagógica

e deverá ser tomada sempre que o C.T considere que:

→ Nos anos terminais de ciclo, que o aluno desenvolveu as competências necessárias


para prosseguir com sucesso os seus estudos no ciclo, ou nível de escolaridade subsequente,

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 11


salvaguardando-se, no caso do 9º ano de escolaridade, o estabelecido no nº 40,do Despacho

normativo 1/2005.

→ Nos anos Não terminais de ciclo, que as competências demonstradas pelo aluno

permitem o desenvolvimento das competências essenciais definidas para o final do respectivo

Ciclo.

De acordo com a decisão do C. Pedagógico, face à aplicabilidade do Despacho Normativo 1/2005 e

transmitido aos Encarregados de Educação:

5º Ano
7º Ano
Nível inferior a 3 em três disciplinas RETENÇÃO
8º Ano

Nível inferior a 3 em três disciplinas* ou

Duas disciplinais + NS em Área de Projecto*

Nível inferior a 3 a Língua Portuguesa e Matemática

9º ANO RETENÇÃO
Nível inferior a 3 em três disciplinas

Ou

Duas disciplinais + NS a Área de Projecto

Nos casos assinalados com *, o C.T pode decidir a progressão do aluno, desde que haja

unanimidade e com fundamentação de tal a constar na acta

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 12


3. A LEGISLAÇÃO ESSENCIAL

3.1 SUPORTE LEGISLATIVO DE APOIO AO DIRECTOR DE TURMA

Documento Síntese

Decreto-Lei n.º 6/2001 Reorganização Curricular do Ensino Básico

Lei nº. 30/2002 Aprova o Estatuto do Aluno do Ensino não Superior

Despacho Normativo n.º 30/2001 Avaliação das aprendizagens dos Alunos do Ensino Básico
Aprova o sistema de avaliação da educação e do ensino não
Lei n.º 31/2002 superior, desenvolvendo o regime previsto na Lei n.º 46/86,
de 14 de Outubro (Lei de Bases do Sistema Educativo)
Regulamento de Gestão Administrativa e Pedagógica de
Despacho Normativo n.º 24/2001
Alunos
Decreto Lei n.º 46/86 Lei de Bases do Sistema Educativo
Lei n.º 115/97 Alteração à Lei de Bases do Sistema Educativo
Decreto Lei n.º 139-A/90 Estatuto da Carreira Docente
Altera o Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e
Decreto-Lei n.º 1/98 dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário, aprovado
pelo Decreto-Lei n. 139-A/90, de 28 de Abril
Estabelece o regime educativo especial aplicável aos alunos
Decreto-Lei n.º 319/91 com necessidades educativas especiais.Revoga o Dec.Lei
174/77 de 2/5 e Dec.Lei 84/78
Regulamenta as medidas constantes do regime educativo
Despacho n.º 173/ME/91
especial
Estabelece o regime aplicável à prestação de serviços de
Despacho Conj. n.º 105/97 apoio educativo, de acordo com os princípios consagrados na
Lei de Bases do Sistema Educativo
Despacho Normativo n.º 98-A/92 Sistema de Avaliação dos Alunos do Ensino Básico

Decreto-Lei nº 6/2001, de 18 de Janeiro Avaliação dos alunos do Ensino Básico

Lei de Bases do Sistema Educativo


Lei nº 49/2005 de 30 de Agosto

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 13


1.ESCLARECIMENTOS E OUTROS MATERIAIS DE APOIO

Documento Síntese
Guia Geral de Exames - 2001
Ofício-Circular n.º 1/GD/AJ da DREA, de Guia prático sobre o procedimento disciplinar relativo aos
10 de Abril de 2000 alunos.
Circular da DREA 1311/2000, de 27 de Esclarecimento EMR e DPS.
Janeiro
DSTP da DREA, de 3 de Janeiro de 2000 Faltas de material.
Ofício-circular nº. 391/95, de 14 de Repetição da frequência de ano no ensino secundário pelos
Novembro alunos que reuniram condições de transição para o ano
seguinte.
FUP 863/DES de 12 de Janeiro de 1995 Avaliação/classificação na disciplina de Educação Física.

De momento a legislação referida no índice encontra-se apenas em suporte de papel.

O guião completo foi entregue a todos os Directores de Turma, no início do ano

lectivo.

Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros Guião Director de Turma 14