Você está na página 1de 2

2

CONTEÚDO
20/ CONSTANTE DE EQUILÍBRIO E GRAU DE PUREZA
PROFº: JAIRO 21
A Certeza de Vencer GER230908 – AB/ CN

CONCEITO → Quando ocorre uma reação química e sua


Fale conosco www.portalimpacto.com.br

direta (A + B Æ C + D) e sua inversa (C + D Æ A + B)


ocorrem simultaneamente, chamamos esta reação de
uma reação reversível. Numa reação sem reversibilidade
representamos com uma seta; já numa reação reversível, & JAIRO Æ O valor da constante de equilíbrio indica a
representamos com uma dupla seta. extensão com que a reação química favorece os
O equilíbrio é atingido quando a velocidade da reagentes ou os produtos no equilíbrio químico.
reação direta se iguala a velocidade da reação inversa. A
principal característica a ser observada num equilíbrio, é
que esse equilíbrio é dinâmico, isto é, a reação continua a
ocorrer, só que com velocidade direta e inversa
equivalente.

& JAIRO Æ Kc só depende da temperatura.


20 mol 10 mol 0 0 T=0
INÍCIO
min
18 mol 9 mol 2 mol 1 mol T=1
& JAIRO Æ COMO A CONCENTRAÇÃO MOLAR DE
REAGEM SUBSTÂNCIAS PURAS LÍQUIDAS OU SÓLIDAS É
min
16 mol 8 mol 4 mol 2 mol T=2 CONSTANTE, ESSAS SUBSTÂNCIAS NÃO APARECEM
min NA EXPRESSÃO DE EQUILÍBRIO.
14 mol 7 mol 6 mol 3 mol T=3
FORMAM
min GRAU DE EQUILÍBRIO (α) → Indica a porcentagem de
12 mol 6 mol 8 mol 4 mol T=4 reagente que reagiu para a reação chegar ao equilíbrio.
min
10 mol 5 mol 10 mol 5 mol T=5
RESTA NO
min
10 mol 5 mol 10 mol 5 mol T=6
EQUILÍBRIO
min CONSTANTE DE
EQUILÍBRIO GRAU DE EQUILÍBRIO
T = 5 min ⇒ V1 = V2 → EQUILIBRIO QUÍMICO
V1 → VELOCIDADE DA REAÇÃO DIRETA VARIA COM A VARIA COM A
TEMPERATURA TEMPERATURA
V2 → VELOCIDADE DA REAÇÃO INVERSA
NÃO VARIA COM AS VARIA COM AS
CARACTERÍSTICAS DO EQUILÍBRIO: CONCENTRAÇÕES DAS CONCENTRAÇÕES DAS
SUBSTÂNCIAS SUBSTÂNCIAS
 O equilíbrio é dinâmico e uma conseqüência da NÃO VARIA COM A VARIA COM A PRESSÃO,
igualdade das velocidades opostas da reação reversível PRESSÃO, MESMO QUE QUANDO PELO MENOS
 No equilíbrio a concentração das substâncias NO EQUILÍBRIO HAJA UMA DAS SUBSTÂNCIAS
permanece constante SUBSTÂNCIAS FOR GASOSA
 O equilíbrio representa a estabilidade da reação GASOSAS
reversível
EXERCÍCIO
CONSTANTE DE EQUILÍBRIO (Ke) → É uma
conseqüência da lei da ação das massa de Cato 01. Efetuando, num recipiente fechado, a certa
Guldberg e Peter Waage. temperatura, a reação entre SO2(g) e O2(g), verificou-se
que, após estabelecido o equilíbrio, existiam 2 mols de
SO2(g), 1,5 mols de O2(g) e 4 mols de SO3(g). Sabendo que
a capacidade do recipiente é de 500 mL, determinar o
valor da constante de equilíbrio.
VESTIBULAR – 2009

V1 = K1[A]a[B]b ; V2 = K2[C]c[D]d

- NO EQUILÍBRIO ⇒ V1 = V2 ⇒ K1[A]a[B]b = K2[C]c[D]d

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!


Fale conosco www.portalimpacto.com.br

02. Num recipiente de 2 L de capacidade encontra-se o 07. Na reação de esterificação etanol + ácido acético ↔
seguinte sistema em equilíbrio: N2(g) + 3H2(g) ↔ 2NH3(g). éster + água, quando se parte de 1 mol de cada
Calcule o valor da constante Kc sabendo que no equilíbrio reagente, o equilíbrio é estabelecido com formação de 2/3
existem 2 mols de N2(g), 4 mols de H2(g) e 1 mol de NH3(g). de mol do éster. Calcule o valor da constante de equilíbrio
da reação.
Obs. Todos os coeficientes da reação são iguais a 1 (um)

03. Um mol de H2(g), ½ mol de O2(g) e 2 mols de H2O(g)


encontram-se em equilíbrio num recipiente de 0,5 L de
capacidade, a certa temperatura. Determine o valor da 08. Um químico deseja alcançar o equilíbrio 2NO2(g) ↔
constante Kc do equilíbrio: 2H2O(g) ↔ 2H2(g) + O2(g) N2O4(g) a partir de 3,0 mol de gás NO2 em um recipiente
de 4L. Chamando de n a quantidade de mols de N2O4 que
se forma no equilíbrio, determine a concentração molar de
cada gás no equilíbrio, em função de n.

04. Em determinadas condições de temperatura e


pressão, existe 0,5 mol/L de N2O4 em equilíbrio com 2
mols/L de NO2, segundo a equação : N2O4(g) ↔ 2NO2(g).
Qual o valor da constante (Kc) desse equilíbrio, nas 09. A uma certa temperatura, 2 mol de NH3 estão 20%
condições da experiência ? dissociados em N2 e H2. Sabendo que o volume do
recipiente é igual a 5 L, determine o valor de Kc para o
equilíbrio 2NH3 ↔ N2 + 3H2.

05. Em um recipiente de 1 L são introduzidos 5,0 mols de


N2O4 que se transformam em NO2: N2O4(g) ↔ 2NO2(g).
Uma vez atingido o equilíbrio, resta no sistema 1,3 mol de 10. (Cefet-PR) Com relação ao equilíbrio químico, afirma-
reagente. se:

a) Calcule Kc na temperatura desse experimento I – O equilíbrio químico só pode ser atingido em sistema
fechado (onde não há troca de matéria com o meio
ambiente).
II – Num equilíbrio químico, as propriedades
microscópicas do sistema (concentração, densidade,
massa e cor) permanecem constantes.
b) Calcule o grau de equilíbrio para a reação do item III – Num equilíbrio químico, as propriedades
anterior. microscópicas do sistema (colisões entre as moléculas,
formação de complexos ativados e transformações de
umas substâncias em outras) permanecem em evolução,
pois o equilíbrio é dinâmico.

É (São) correta (s) a(s) afirmação(ões):


c) Ainda sobre o mesmo exercício, esboce um gráfico que
mostre a variação das concentrações de N2O4 e NO2 em a) Somente I e II. d) Somente I.
função do tempo. b) Somente I e III. e) I, II e III.
c) Somente II e III.

11. (UFPE) Considere o sistema abaixo em equilíbrio;

2 HI(g) H2(g) + I2(g) Kc = 0,02


06. Em um sistema em equilíbrio, a 25º C, as
concentrações de NOCl(g), NO(g) e Cl2(g) são, Qual a constante de equilíbrio da reação inversa nas
respectivamente, iguais a 5 M, 5·10-5 M e 2 M. Calcule a mesmas condições?
constante de equilíbrio (Kc), a 25ºC, para a seguinte
reação:
VESTIBULAR – 2009

FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!