Teoria das Necessidades Humanas Básicas.

Wanda de Aguiar Horta nasceu em 11 de agosto de 1926 em Belém do Pará é filha de Alberico Heketh de Aguiar e Felice Cardoso de Aguiar. Na escola de Enfermagem da USP recebeu seu primeiro diploma de Enfermagem e em 1948. Concluiu e recebeu o diploma. Em 1953 com a licenciatura em historia de enfermagem na faculdade de filosofia, ciência e letras da universidade do Paraná. Em 31 de outubro de 1968 conquistou o titulo de Doutor e docente livre. Trabalhou com funções didáticas, técnicas e adminsitrativasRealizou pós-graduação em pedagogia didática aplicada à enfermagem pela escola de enfermagem da USP. Wanda de Aguiar recebeu o titulo de doutor e docente livre em fundamento de enfermagem na Universidade federal do rio de janeiro. As teorias de enfermagem tiveram início na década de 60, com o desenvolvimento das suas teoristas, a enfermagem como ciência passou por processo de transformação deixando de ser empírica para passar então para científica aumentado os conhecimentos, pesquisa tornando-se dia após dia em uma ciência independente. A teoria das necessidades humanas básicas tem como teorista Wanda de Aguiar Horta como base na teoria da motivação humana de Maslow mas com sua fundamentação voltada para as necessidades humanas básicas. Iniciou seus estudos através do processo de enfermagem, desenvolvendo a sistematização. O ser humano é assistido pela enfermagem através das atitudes que o mesmo não consegue realizar sozinho, a enfermagem então passa a ajudá-lo, orientá-lo, supervisioná-lo e encaminhá-lo a outros profissionais fazendo que o ser humano passe a conquistar sua independência.
De acordo com Horta (1979), A enfermagem como ciência teve como princípios: A enfermagem respeita e mantém a unicidade, autenticidade e individualidade do ser humano. A enfermagem é prestada ao ser humano e não à sua doença ou desequilíbrio. Todo o cuidado de enfermagem é preventivo, curativo e de reabilitação. A enfermagem reconhece o ser humano como elemento participante ativo no seu autocuidado.

A enfermagem pode explicar sua natureza e definir na metodologia de atuação, através da teoria das necessidades humana básicas. Para

enquanto estiver sobre assistência de enfermagem. por sua capacidade de reflexão. orientação. visando à assistência ao ser humano”. .melhorar nossa assistência ao individuo passamos refletir e buscar conhecimentos sobre nossas ações. Prognostico de enfermagem avalia a capacidade que o individuo tem em atender suas necessidades humanas básicas modificadas após a realização do plano assistencial. um conjunto de ações são desenvolvidas no processo de enfermagem. Plano Assistencial: é sistematizado em termos do conceito de assistir em enfermagem. dando recebendo energia. ajuda e execução de cuidados. A partir dessas ações o cuidado ao individuo passou ser sistematizado. Evolução de enfermagem: relato diário das mudanças que ocorrem com o ser humano. de torná-lo independente desta assistência. pelo ensino do auto-cuidado. no tempo e no espaço. Plano de cuidado ou prescrição: é o que coordena a ação da equipe de enfermagem no atendimento das necessidades humanas básicas. Diagnóstico de Enfermagem: etapa onde as necessidades do individuo são identificados. O ser humano. como tal. supervisão. Horta (1979) conceitua também enfermagem por ser a ciência e a arte de assistir o ser humano no atendimento de suas necessidades básicas. de recuperar. isto é encaminhamento. sujeito a todas as leis que reagem. quando possível. por ser parte integrante do universo dinâmico e. Caracterizam-se por: Histórico de Enfermagem: roteiro elaborado para facilitar a coleta de dados. Para atender as necessidades de um individuo comunidade. relata que processo de enfermagem é a dinâmica das ações sistematizadas e inter-relacionadas. O Ser humano está em constante interação com o universo. manter e promover a saúde em colaboração com outros profissionais. Segundo Wanda Horta 1979.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful