Você está na página 1de 2

O prejuízo do sexo precoce | Valmir Nascimento

Página 1 de 2

do sexo precoce | Valmir Nascimento Página 1 de 2 O prejuízo do sexo precoce By

O prejuízo do sexo precoce

By Valmir Nascimento | 23/12/2013

CurtirCurtir CompartilharCompartilhar

2
2

Tweet

0 Comment

Curtir Curtir Compartilhar Compartilhar 2 Tweet 0 Comment O Brasil deixa de acrescentar US$ 3,5 bilhões

O Brasil deixa de acrescentar US$ 3,5 bilhões (mais de R$ 7 bilhões) à sua riqueza nacional por ano devido à gravidez de milhares de adolescentes. É o que afirma um relatório da ONU chamado “O Estado da População Mundial 2013”.

Conforme reportagem da BBC Brasil [1], a cada ano, 7,3 milhões de meninas com menos de 18 anos têm filhos em países em desenvolvimento. Destas, 2 milhões têm menos de 14 anos. O texto enfatiza os problemas que isso causa na vida das jovens, com consequências na sua saúde, educação e direitos humanos.

O prejuízo do sexo precoce | Valmir Nascimento

Página 2 de 2

Aqueles que acham que a vida sexual é uma questão eminentemente pessoal deveriam ler a referida matéria. É preciso entender que a utilização do sexo como busca somente do prazer, sem considerar a moralidade, a responsabilidade e o amor, transforma o sexo em um simples acasalamento de corpos. A Bíblia demonstra que quando o homem busca somente o prazer ele se mete em encrencas (Tg. 4.1; Tt 3.3).

A

visão hedonista da sexualidade traz consigo não somente a promiscuidade, a banalização do sexo

e

a vulgaridade nos relacionamentos, mas também uma série de trágicas consequências tanto para

o

indivíduo quanto para a sociedade em geral, como aponta o relatório em questão.

 

possível constatar essa verdade ao analisar que, historicamente, a liberalização estabanada do sexo, fundamentada somente no prazer irresponsável, trouxe consigo o aumento da AIDS e de

É

outras

doenças

sexualmente

transmissíveis;

sem

falar

ainda

na elevação de gravidez na

adolescência,

abortos,

crianças

abandonadas,

famílias

desestruturadas

com

mães

e/ou pais

solteiros.

Mas, a justificativa apresentada por Babatunde Osotimehin, director-executivo da UNFPA, é ridícula. Ele afirmou: “A realidade é que a gravidez adolescente costuma ser não o resultado de uma escolha deliberada, mas sim a ausência de escolhas, bem como circunstâncias que estão fora do controle da menina. É consequência de pouco ou nenhum acesso a escola, emprego, informação

e

saúde.”

O problema da gravidez na adolescência não é algo que ocorre somente em famílias em condições de pobreza. Garotas da classe média engravidadas comprovam isso. O problema não é o meio, mas

a

disposição do ser humano em contrariar as leis divinas; o que a teologia chama de Queda.

[1] http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/10/131030_gravidez_precoce_dg.shtml

Valmir Nascimento - CPADNews

 

Category: Jovens Pesquisas Sexualidade Tags: Gravidez , sexo

 

About Valmir Nascimento

 

Jurista, teólogo, professor e blogueiro.

 

View all posts by Valmir Nascimento

Iconic One Theme | Powered by Wordpress