Você está na página 1de 25

Ciências Naturais

8º Ano
2009/2010

RELAÇÕES BIÓTICAS
Como se relacionam os Seres
Vivos
 Os seres vivos não
dependem apenas das
relações que estabelecem
com o meio ambiente.

 Dependem fortemente das


relações que estabelecem
com os outros seres vivos do
mesmo ecossistema.

 Dependem das…
 Relações Bióticas
Relações Bióticas

Relações que os seres


vivos estabelecem
entre si dentro de
uma comunidade.
Relações Bióticas

 As relações bióticas podem ser


de diversos tipos:

 Entre indivíduos da mesma


espécie – Relações Intra-
específicas.

 Entre indivíduos de espécies


diferentes – Relações Inter-
específicas.
Relações Bióticas

RELAÇÕES INTRA-ESPECÍFICAS
Relações Intra-específicas

 Indivíduos da mesma espécie


têm as mesmas necessidades;

 Quando os recursos são


escassos podem entrar em
competição/predação intra-
específica.

 Em casos extremos podem


passar ao canibalismo, com
vista a obter alimento ou
mesmo a aumentar o
sucesso reprodutivo.
Relações Intra-específicas

 Indivíduos da mesma
espécie podem também
organizar-se de modo a
aumentar a
sobrevivência.

 Cooperação intra-
específica.
Sociedade animais
 Por vezes a organização é de tal forma
organizada que se formam sociedades.
 Um bom exemplo são as Abelhas-do-
mel (Apis mellifera).
Sociedade das Abelhas-do-mel
 Dividem-se em diferentes castas, que
distribuem as tarefas da colmeia.

 Rainha – única fêmea reprodutiva na


colmeia, maior do que as restantes, põe
até 1500 ovos por dia.

 Obreiras – inférteis, mais pequenas,


realizam as tarefas de manutenção da
colmeia e recolha de pólen. Variam entre
as 20000 e as 200000 por colmeia.

 Zangões – machos, a sua única função é


acasalar com a rainha. Podendo depois
disso serem expulsos da colmeia.
Relações Bióticas

RELAÇÕES INTERESPECÍFICAS
Relações Bióticas

 De acordo com o proveito para os envolvidos,


as relações podem ser classificadas de:

 Favoráveis (+);

 Desfavoráveis (-);

 Indiferentes (0).
Competição

 Quando duas espécies


necessitam dos mesmo recursos
e este escasseia, podem entrar
em competição (-/-).

 Esta situação é prejudicial para


as duas espécies, pois ambas as
espécies canalizam energia que
não é para a reprodução e
crescimento.
Parasitismo

 Nesta situação existem


sempre dois envolvidos:

 Parasita – que vive em


dependência de outro.

 Hospedeiro – indivíduo do
qual são retirados recursos.
Parasitismo

 Os parasitas podem ser de dois


tipos:
 Ectoparasitas – vivem no
exterior do corpo do hospedeiro.
Pulgas; Carraças; Piolhos;
Mosquitos…

 Endoparasitas – vivem no
interior do corpo dos
hospedeiros.
Lombriga; Malária…
Parasitismo

 Também no Reino Vegetal existem seres


vivos parasitas.
 Rafflesia sp.
Predação

 Relação entre dois indivíduos


 Predador – ser vivo que
captura e mata a presa.

 Presa – ser vivo que é


consumido.
Predação
 Predador e presa têm que se encontrar em
equilíbrio.

 O desaparecimento da presa leva à eliminação do


predador.

 O contrário também se é verdade.


Relações Bióticas Inter-específicas
benéficas
 As relações bióticas inter-específicas
benéficas são aquelas em que ambos os
envolvidos beneficiam.

 Mutualismo
 Simbiose
 Cooperação
Mutualismo

 No mutualismo, ambas as
espécies beneficiam.

 É uma relação benéfica que pode


ser de dois tipos:

 Obrigatória – Simbiose

 Facultativa - Cooperação
Simbiose

 O Mutualismo pode ser


levado ao extremo em
que os seres vivos
envolvidos estão de tal
forma dependentes um
do outro que não
sobrevivem separados.

 Trata-se de um caso de
mutualismo obrigatório.
Cooperação

 Em casos de Mutualismo
em que ambas as
espécies aumenta as
probabilidade de
sobrevivência mas
podem viver separados,
os animais estão a
cooperar.
Comensalismo

 Neste tipo de relação uma


das espécies é claramente
beneficiada:

 Enquanto a outra não é


beneficiada ou prejudicada.

 Este tipo de relação é


comum para aumentar a
defesa, a alimentação o
espaço ou mesmo a
reprodução.
Que influencia têm as relações
bióticas nos seres vivos
 A influência das relações bióticas nos seres
vivos pode dar-se a três níveis:

 Alimentação

 Defesa

 Reprodução
Mimetismo

 Uma das técnicas que os seres


vivos apresentam para
aumentar qualquer um destes
aspectos é o mimetismo.

 Mimetismo é a capacidade de
um ser vivo apresentar e imitar
a imagem ou cheiro de outro
ser vivo para aumentar a sua
sobrevivência.