Você está na página 1de 2

25/08/2015

RevistaCultEntrevista­MarjoriePerloff­RevistaCult

Assine08007033000 SAC Bate­papo E­mail Notícias Esporte Entretenimento Mulher Shopping BUSCAR naCult naWeb
Assine08007033000 SAC Bate­papo E­mail Notícias Esporte Entretenimento Mulher Shopping
BUSCAR
naCult
naWeb
Edições
MarciaTiburi
RenanQuinalha
WelingtonAndrade
CULTEducação
OficinaLiterária
EspaçoCULT
LojaCULT

Home >Edições >17 >Entrevista–MarjoriePerloff

Entrevista–MarjoriePerloff

TAGS:Entrevista

Aensaístanorte­americanaMarjoriePerloffcriticaahegemoniadosestudosculturaise

afirmaque,nosEUA,omulticulturalismoreduziuointeressedopúblicopelapoesiade

outrospaísesMarjoriePerloff,umdosnomesmaisimportantesdacríticanorte­americana

contemporânea,éumavozdiscordantedentrodaatualvogadosestudosculturais.Autora

deOmomentofuturista(publicadonoBrasilpelaEdusp)edorecenteWittgenstein’sladder,

estevenoBrasilparaocongressodaAbraliceconcedeuaseguinteentrevistaaopoetae

tradutorRégisBonvicino

CULT–Vocêpoderiafalarumpoucosobreestudosculturaisepoesia,no

cenárioatual?

MarjoriePerloff–Aáreade“estudosculturais”andaembaixanosEstadosUnidos.Um

centroquetrabalhouseriamentecomesseassuntofoiaStuartHallSchool,emBirmingham,

naInglaterra.Sãomarxistaseestudaramemdetalhesofenômenodaculturapopular.Na

Grã­Bretanha,otrabalhodelesganhouaresrevolucionários,porqueosdepartamentosde

inglêsdasuniversidadesestudamapenasasobrasdocânone,eosestudosculturaisofereciam

umaalternativainteressante.NosEstadosUnidos,ascoisasnãoavançaramjustamentepor

faltadeumabasemarxista.Osestudosculturaispressupõem,mesmoquenãoexplicitamente,

queumdadopoemaouromanceésintomadeumaformaçãoeconômica,socialecultural

específica,eospesquisadoresseatêmacaracterísticasgeraisemdetrimentodotrabalho

individual.Nessecaso,comojáafirmouJohnGuillory,osestudosculturaispodemprescindir

daliteraturaeconcentrarsuaatençãoemMadonna,revistasemquadrinhoseshopping

centers.Aliteraturaficaparatrás.Amaioriadosacadêmicosamericanosenxergouissoe

tenta,agora,umretornoàliteratura.Queméquequerestudarapenassociologia?

CULT–Existemvínculos,paravocê,entrearteepolítica?

M.P.–Todaformadeafirmaçãoartísticatemalgodepolítico.Acreditohaverumarelação

próximaentrearteepolítica,masissonãosignificaqueessarelaçãodevapautaraarte.O

multiculturalismoexerceuumefeitoterrívelsobrenossapoética.Senãosepodecriticarum

poetaafro­americanooulatino,tampoucosepodecriticarumpoetabranco,eissoeliminaa

possibilidadedeumdebateconsistente.Aidéiadequesedevesempreterumrepresentantede

cadaextratoraciale/ousocial–umlatino,umíndio(ouamericanonativo),umaafro­

americana,umalésbicasino­americana–foipordemaisdestrutiva.Nãoquenãohaja

excelentespoetasnessasminorias.Masnãosepodeforçarointeresse.Alémdisso,o

línguaseotermo“poesiaestrangeira”éalgodúbio.Esperopodercorrigirissodealguma

maneira!

CULT–Apoesiatemfuturonummundomercantilizado?

M.P.–Maséclaro!Acríticaprevêamortedapoesiahácemanos,maselanuncamorre,

apenassealtera.Apoesiacomoartedalinguageméfundamental,porqueservede

instrumentoparaseavaliaraordemsocial.Alinguagemqueouvimosanossavoltaestá

adulterada,recheadadeclichês.Apoesiaénecessáriaparapodermosreavivarnossa

capacidadedepensaredeproduzirsentidos!Ehámuitacoisainteressanteacontecendoem

poesia.AndeifolheandoalgumasnovaspublicaçõescomoaBoxkite,australiana,eaChain,

editadaporJulianaSpahreJenaOsman,efiqueiimpressionadacomaquantidadede

trabalhosinstigantes–denaturezaverbal/visual–quesepodeencontrarpelomundoafora.

NosEstadosUnidos,ospoetassãopraticamentedesconhecidosdo“público”.Poroutrolado,

hávárioscírculosdepoesianasuniversidadeseonúmerodepublicaçõesarespeitoé

considerável.Éclaroqueéfrustrantesaberqueapenasumapartereduzidíssimadessa

produçãoacaberesenhadanoNewYorkTimesBookReviewounoNewYorkReviewof

Books,masalongoprazoissonãoserátãoimportante.

CULT–Nessescírculospoéticos,quaissãoasdiferençasentrepoesia

conservadoraeexperimental?

M.P.–Issonoslevaaumaoutraquestão.Apoesia“conservadora”nosEstadosUnidosé

escritaemversoslivres,comdivisõesdeestrofeaparentementearbitráriaserepresentaem

EDIÇÃO 204 EDIÇÕES ANTERIORES
EDIÇÃO 204 EDIÇÕES ANTERIORES
EDIÇÃO 204 EDIÇÕES ANTERIORES
EDIÇÃO 204 EDIÇÕES ANTERIORES

25/08/2015

RevistaCultEntrevista­MarjoriePerloff­RevistaCult

geralumaobservaçãopessoaldeumaexperiênciaparticular.Emgrandeparte,éumapoesia deimportânciamenor.Refiro­meapoetas“estabelecidos”,comoJohnHollander,Robert Pinsky,EdwardHirsheLouiseGluckeasversõesmaisjovensdestes.Suapoesianãochegaa serruim.Simplesmentenãoépoesia.“Comentários”,disseGertrudeStein,“nãosãoliteratura”. Eessespoemasnãopassamdecomentários.Nãoquerodizercomissoquetodapoesia

“experimental”sejaboa.Poemsforthethirdmillenium,volume2,trazmuitospoemasde

terceiracategoria,aexemplodeFromtheothersideofthecentury,deDouglasMesserli;The

Nortonanthologyofpostmodernpoetry,dePaulHoovereanova–eextensa–antologiade

Poesiainovadorafeitapormulheres”,organizadaporMargySloan.Sãotodoslivrosenormes.

Pensandobem,ograndeproblemadacenapoéticaatualésuaprópriamegalomania.Paraque

produzirvolumestãograndes?Quantosótimospoetaspodehaver?Oumesmoapenas“bons”?

FicocomaantologiabritânicaOutofeverywhere,preparadaporMaggieO’Sullivan.Trata­se

deumpequenovolumequereúnepoetisasexperimentaisnoqualquequasetodosostrabalhos

sãobons!Oquerealmenteprecisamosagora,noquedizrespeitoàpoesiaexperimentaloude

vanguarda,édeumacríticamelhoremaispresente.Denadaadiantadizerque“valetudo”,

quesefulanodizserum“poetadalinguagem”,entãoqueseja!Éprecisohavermaisseleçãoe,

emumestágioposterior,melhoracompanhamentodosselecionados.

Entrevistarealizadapore­mailetraduzidadoinglêsporJaymeAlbertodaCostaPintoJr.

Comente

Comente Compartilhar Imprimir Curtir 22pessoascurtiramisso.Sejaoprimeiroentreseusamigos.

Curtir 22pessoascurtiramisso.Sejaoprimeiroentreseusamigos.

ARTIGOSRELACIONADOS

03/08­GilvanLemos

Recommend

Compartilhar

OrdenarporMelhoravaliado

 Recommend ⤤ Compartilhar OrdenarporMelhoravaliado Comeceadiscussão Sejaoprimeiroacomentar. ✉ Assinarfeed d

Comeceadiscussão

Sejaoprimeiroacomentar.

Assinarfeed

d AdicioneoDisqusnoseusite

Privacidade

0Comentários

RevistaCult

1

Entrar

0Comentários RevistaCult  1 Entrar TWITTER Tweets Follow Revista Cult 15h @revistacult
Tweets Follow Revista Cult 15h @revistacult "Há muito mais de estado de exceção nas democracias
Tweets
Follow
Revista Cult
15h
@revistacult
"Há muito mais de estado de exceção nas
democracias atuais do que gostaríamos de
admitir", escreve Renan Quinalha. goo.gl/lnAkYv
Show Summary
Revista Cult
16h
@revistacult
Leia no blog da @marciatiburi: "Vítimas:
inversão e banalização". goo.gl/IvXaSl
pic.twitter.com/uz40WOcSR7
Expand
Revista Cult
21
Aug
@revistacult
“O esvaziamento político é, muitas vezes,
mascarado de direito à livre expressão” ‐
@marciatiburi em seu blog. goo.gl/L5Bjmf
Show Summary
Universia Brasil
20
Aug
@universiabrasil
Tweet to @revistacult

Pç.SantoAgostinho,70|10ºandar|Paraíso|SãoPaulo,SP|CEP01533­070|Tel.:(11)3385­3385­Fax.:(11)3385­3386

Copyright©2014EditoraBregantini.Todososdireitosreservados.