Você está na página 1de 4

Ano Lectivo 2009-2010

Escola Básica de Lousada Oeste Concurso Matemática da Energia

Relatório da Construção de uma Aplicação


Informática
Concurso Matemática da Energia 2010

1- Mapa de Planeamento demonstrativo da forma como


decorreu o projecto.
Fase Março Abril Maio
1º Fase: Equipa da Energia  Recolha de
dados de base
2º Fase: Matemática da  Recolha de
Energia dados
Inquérito da Mobilidade indirectos
3ª Fase: Matemática da  Conversão
Energia de dados
Construção da aplicação  Construção
informática do modelo

Numa primeira fase, e após a formação da equipa da energia, os seus


elementos, procederam à leitura e registo diário dos consumos de
electricidade e água e um registo semanal dos consumos do gás.

Figuras 1 e 2 – Leitura do contador de água e dos contadores de electricidade


Ano Lectivo 2009-2010

Escola Básica de Lousada Oeste Concurso Matemática da Energia

Figuras 3 – Leitura do contador de gás

Numa segunda fase, depois de ter sido elaborado o inquérito da mobilidade,


este foi colocado no portal da escola, tendo sido o seu preenchimento
realizado on-line. Após terem respondido 122 elementos da comunidade
escolar, a equipa da Matemática da Energia, realizou o tratamento dos
dados obtidos.
Com a obtenção destes dados, fez-se uma pesquisa orientada de algumas
fontes, com o objectivo de fazer o levantamento dos dados, dos factores de
conversão, emissões por marca e modelo dos veículos automóveis utilizados
nas deslocações. No caso dos transportes públicos, para além dos dados
resultantes dos inquéritos, fez-se o cruzamento de dados recolhidos
directamente pela empresa transportadora, média de alunos transportados,
distância percorrida, modelo e consumos dos autocarros (cerca de 1300g por
km percorrido). Tendo resultado um valor médio em Kg de CO2/Km,
posteriormente fez-se a extrapolação para toda a população escolar, os 113
docentes e os 868 alunos.
Na construção da aplicação informática em Excel, teve-se em conta as
seguintes categorias: 1. A Energia (Electricidade, Combustíveis, Materiais e
Serviços), 2. O Uso do Solo, 3. Recursos Agropecuários e Pesqueiros e 4.
Recursos Florestais.
Ano Lectivo 2009-2010

Escola Básica de Lousada Oeste Concurso Matemática da Energia

2- Listagem de todas as fontes de informação de consulta.

http://footprint.wwf.org.uk/
http://www.carbono-zero.com/calculadora_diaadia.php
http://www.escoladaenergia.pt
http://www.edp.pt
http://www.galpenergia.pt
http://www.ghgprotocol.org/
http://www. actonco2.direct.gov.uk

3- Resultados Alcançados e Sugestões de implementação de


medidas de melhoria de resultados

Relativamente aos resultados obtidos, concluímos que a escola apresenta

uma pegada ecológica bruta de 470,9 ha/ano e uma contra pegada 0,2

ha/ano, devido à existência de uma área verde, que origina uma pegada

ecológica líquida de 470,7 ha/ano, resultando assim uma emissão anual

global de 633,3 ton de CO2/ano.

Quanto ao inquérito sobre a mobilidade, foi respondido por 122 elementos

da escola, no que diz aos docentes a sua grande maioria, utilizam o

automóvel, já quanto aos alunos, cerca de 34% utilizam o transporte

público, 42,3% utilizam o automóvel e 23,4 % utiliza veículos não

motorizados.
Ano Lectivo 2009-2010

Escola Básica de Lousada Oeste Concurso Matemática da Energia

É de salientar que no cálculo da pegada também tivemos em conta o uso do

solo. A emissão de CO2 é extremamente importante, no entanto a pegada

que se deixa nos solos e nos recursos hídricos não deve ser ignorada.

No que diz respeito à implementação de medidas que promovam um

decréscimo efectivo a curto e médio prazo, elas poderão passar, pela partilha

de automóvel, por docentes que vivam na mesma área de residência, opção

pela bicicleta, pelo menos durante a Primavera e o Verão, por parte dos

alunos em detrimento do autocarro. A médio e longo prazo, deverão ser

adoptadas medidas que visem a poupança energética, por exemplo, a opção

de colocação de sistemas de aquecimento solar de águas sanitárias e de

sistemas de produção de energia eléctrica a partira da energia solar. Ao

nível do consumo dos materiais, em particular, os de limpeza e higiene,

sensibilizar para o uso racional destes produtos, e optar pelos que produzam

menor impacto ambiental.

Em suma, para eliminar a pegada ecológica não basta reduzir o consumo

energético e os resíduos produzidos, é também necessário incrementar a

"contra-pegada" através da:

- Geração e venda de energia verde;

- Geração e venda de biocombustiveis;

- Venda de materiais de resíduos, reutilizáveis ou recicláveis;

- Aumento das áreas verdes da escola responsáveis pela absorção de CO2

("capital natural");