Você está na página 1de 30

Potencial el´etrico

(c) Prof. Fabio Oliveira

Instituto Federal Sul-rio-grandense - Passo Fundo

June 22, 2015

(c) Prof. Fabio Oliveira

Oliveira Instituto Federal Sul-rio-grandense - Passo Fundo June 22, 2015 (c) Prof. Fabio Oliveira Potencial el´etrico

Potencial el´etrico

23.1 - Diferen¸ca de potencial

Trabalho da for¸ca el´etrica

Se W e = F · r ent˜ao:

dW e = F(r) · d r

Substituindo a for¸ca, teremos:

dW e = qq 0 r 2 dr

4π 0

W e =

qq 0

4π

0

i

f

dr

r 2

e ap´os a integra¸c˜ao:

W e = qq 0

4π 0

r f +

qq 0 4π 0 r i

Mas, sabe-se que o trabalho ´e igual a varia¸c˜ao da energia potencial (el´etrica), ou seja, W = U , que pode ser escrito como:

W e = U i U f

(c) Prof. Fabio Oliveira

W = − ∆ U , que pode ser escrito como: W e = U i

Potencial el´etrico

23.1 - Diferen¸ca de potencial

Igualando as duas express˜oes para o trabalho, teremos:

U i U f = qq 0

4π 0

r f +

qq 0 4π 0

r i

ou

U i U f =

qq 0 4π 0 r i

qq 0 4π 0 r f

Definimos ent˜ao a energia potencial el´etrica da associa¸c˜ao de duas

cargas q e q 0 separadas pela distˆancia r como:

qq 0 U = 4π 0 r
qq 0
U =
4π 0 r

(c) Prof. Fabio Oliveira

Potencial el´etrico

23.1 - Diferen¸ca de potencial

A unidade da energia potencial el´etrica ´e o Joule, de maneira que,

U

se U =

qq 0

4π

0 r ent˜ao:

C·C

(C 2 ·N 1

·m 2 )(m) = N · m = J

(c) Prof. Fabio Oliveira

· C ( C 2 · N − 1 · m − 2 )( m )

Potencial el´etrico

23.1 - Diferen¸ca de potencial

Potencial el´etrico

O potencial el´etrico ´e definido como a energia potencial el´etrica por unidade de carga em um ponto qualquer de um campo el´etrico:

V = U

q

Ent˜ao, a diferen¸ca de potencial poder ser escrita como:

U i U f =

qq 0 4π 0 r i

V i V f = U i

q

0

U f

q

0

=

qq 0 4π 0 r f

q

4π

0 r i

q 4π 0 r f

Desta forma, percebe-se que o potencial el´etrico de um ponto a uma distˆancia r de uma carga geradora q pode ser escrito como:

V =

(c) Prof. Fabio Oliveira

q

4π 0 r

r de uma carga geradora q pode ser escrito como: V = (c) Prof. Fabio Oliveira

Potencial el´etrico

23.1 - Diferen¸ca de potencial

A unidade do potencial el´etrico ´e o Volt, de maneira

se V

=

q

4π

0 r

ou V

= U

q

V

C

(C 2 ·N 1 ·m 2 )(m) = N·m

C

ent˜ao:

=

J

C = V

(c) Prof. Fabio Oliveira

N − 1 · m − 2 )( m ) = N · m C ent˜ao:

Potencial el´etrico

23.1 - Diferen¸ca de potencial

De uma maneira geral, se dU = F · d r e se F = q 0 E ent˜ao:

dU = q 0 E · d r

ou

dU

q 0

= E · d r

e podemos escrever a varia¸c˜ao de potencial como:

dV = E · d r

ou, para a varia¸c˜ao de potencial ao longo de um caminho entre dois pontos a e b:

b

V =

a

E

· d r

(c) Prof. Fabio Oliveira

de um caminho entre dois pontos a e b : b ∆ V = − a

Potencial el´etrico

23.1 - Diferen¸ca de potencial

Em particular, se o campo for constante e fizermos uma integra¸c˜ao em um linha reta do tipo

b

V =

a

E

teremos:

· d r

V = E · r

Se, por raz˜oes hist´oricas, temos V ao inv´ez de V , ent˜ao

V = E · r

E

= V

r

Ent˜ao, podemos escrever: V → E de maneira que 1 N = 1 V →
Ent˜ao, podemos escrever:
V
→ E
de maneira que 1 N
= 1 V
→ m
C
m
(c) Prof. Fabio Oliveira
Potencial el´etrico

Exemplo 23.1

Um campo eletrost´atico uniforme aponta na dire¸c˜ao +x e tem m´odulo E = 10N/C = 10V /m. Determine o potencial como uma fun¸c˜ao de x, considerando que V = 0 quando x = 0.

(c) Prof. Fabio Oliveira

como uma fun¸c˜ao de x , considerando que V = 0 quando x = 0 .

Potencial el´etrico

23.2 - Potencial devido a um sistema de cargas puntiformes

A energia potencial devida a um sistema de duas cargas pontuais q 1 e q 2 ´e dada como:

U =

q 1 q 2 4π 0 r

Em um sistema de cargas como o mostrado abaixo, teremos:

U =

q 1 q 2 4π 0

d +

o mostrado abaixo, teremos: U = q 1 q 2 4 π 0 d + q

q 1 q 3 4π 0

d +

q 2 q 3 4π 0

d ou, de maneira geral, U = Σ n=3

i

=j

q i q j 4π 0 d ij .

(c) Prof. Fabio Oliveira

maneira geral, U = Σ n = 3 i = j q i q j 4

Potencial el´etrico

Exemplo 23.2

(a) Qual ´e o potencial el´etrico a uma distˆancia r 0 = 0, 529×10 10 m de um pr´oton? Esta ´e a distˆancia m´edia entre o pr´oton e o el´etron em um ´atomo de hidrogˆenio. (b) Qual ´e a energia potencial el´etrica de um el´etron e de um pr´oton a esta separa¸c˜ao?

(c) Prof. Fabio Oliveira

potencial el´etrica de um el´etron e de um pr´oton a esta separa¸c˜ao? (c) Prof. Fabio Oliveira

Potencial el´etrico

Exemplo 23.4

Duas cargas puntiformes de 5nC est˜ao no eixo x, uma na origem e

a outra em 8, 0cm. Determine o potencial (a) no ponto P 1 no eixo

x em x = 4, 0cm e (b) no ponto P 2 no eixo y em y = 6, 0cm. ponto de referˆencia (onde V = 0) est´a no infinito.

O

= 6 , 0 cm . ponto de referˆencia (onde V = 0 ) est´a no

(c) Prof. Fabio Oliveira

= 6 , 0 cm . ponto de referˆencia (onde V = 0 ) est´a no

Potencial el´etrico

Exemplo 23.5

Uma carga puntiforme q 1 est´a na origem e uma segunda carga pun- tiforme q 2 est´a no eixo x em x = a. Determine uma express˜ao para o potencial em qualquer ponto no eixo x como uma fun¸c˜ao de x.

para o potencial em qualquer ponto no eixo x como uma fun¸c˜ao de x . (c)

(c) Prof. Fabio Oliveira

para o potencial em qualquer ponto no eixo x como uma fun¸c˜ao de x . (c)

Potencial el´etrico

23.3 - Calculando o campo el´etrico `a partir do potencial

Se dV = E · d l ent˜ao podemos escrever dV = Ecosθdl ou dV = E tg dl. Ent˜ao, pode-se escrever:

E tg = dV

dl

Ou, de maneira equivalente,

V =

i

f

(c) Prof. Fabio Oliveira

E · d l

= − d V dl Ou, de maneira equivalente, ∆ V = i f (c) Prof.

Potencial el´etrico

Exemplo 23.7

Determine o campo el´etrico para uma fun¸c˜ao potencial el´etrico V dado por V = 100V olts (25V olts/m)x.

(c) Prof. Fabio Oliveira

potencial el´etrico V dado por V = 100 V olts − (25 V olts/m ) x

Potencial el´etrico

23.4 - C´alculos de V para distribui¸c˜oes cont´ınuas de carga.

V =

q

0 r dV =

4π

dq

4π

0 r

V

=

4π 1 0

dq

r

Exemplo: V no eixo de um anel carregado, com carga total Q.

V no eixo de um anel carregado, com carga total Q . V = Q 4

V =

Q

4π 0 z 2 +a 2

(c) Prof. Fabio Oliveira

carregado, com carga total Q . V = Q 4 π 0 √ z 2 +

Potencial el´etrico

Exemplo 23.8

Um anel de raio 4, 0cm est´a no plano z = 0 e tem seu centro na origem. O anel tem uma carga uniforme de 8, 0nC. Uma pequena part´ıcula com massa 6, 0mg e carga inicial de 5, 0nC ´e colocada no eixo z em z = 3, 0cm e liberada. Determine a velocidade escalar da part´ıcula quando ela est´a a uma distˆancia grande do anel. Considere que os efeitos devidos `a gravidade sejam desprez´ıveis.

anel. Considere que os efeitos devidos `a gravidade sejam desprez´ıveis. (c) Prof. Fabio Oliveira Potencial el´etrico

(c) Prof. Fabio Oliveira

anel. Considere que os efeitos devidos `a gravidade sejam desprez´ıveis. (c) Prof. Fabio Oliveira Potencial el´etrico

Potencial el´etrico

Exemplo 23.9

Determine o potencial no eixo de um disco de raio R que cont´em uma carga total Q distribu´ıda uniformemente em sua superf´ıcie.

uma carga total Q distribu´ıda uniformemente em sua superf´ıcie. (c) Prof. Fabio Oliveira Potencial el´etrico

(c) Prof. Fabio Oliveira

uma carga total Q distribu´ıda uniformemente em sua superf´ıcie. (c) Prof. Fabio Oliveira Potencial el´etrico

Potencial el´etrico

Exemplo 23.10

Determine o campo el´etrico no eixo de um disco carregado uniforme- mente que tem carga q e raio R.

no eixo de um disco carregado uniforme- mente que tem carga q e raio R .

(c) Prof. Fabio Oliveira

no eixo de um disco carregado uniforme- mente que tem carga q e raio R .

Potencial el´etrico

Exemplo 23.11

Uma lˆamina plana infinita com uma densidade superficial de carga uniforme σ est´a no plano x = 0, e uma carga puntiforme q est´a no eixo x em x = a. Determine o potencial em algum ponto P a uma distˆancia r da carga puntiforme.

(c) Prof. Fabio Oliveira Potencial el´etrico
(c) Prof. Fabio Oliveira
Potencial el´etrico

Exemplo 23.12

Em um modelo, um pr´oton ´e considerado como uma esfera s´olida uniformemente carregada com raio R e carga Q. O campo el´etrico

no interior da esfera ´e dado por E r = k V dentro e fora da esfera.

3 r. Determine o potencial

Q

R

(c) Prof. Fabio Oliveira

E r = k V dentro e fora da esfera. 3 r . Determine o potencial

Potencial el´etrico

23.5 - Superf´ıcies equipotenciais

Teremos que dV = E · d l = 0 apenas quando E d l.

Teremos que dV = E · d l = 0 apenas quando E ⊥ d l

(c) Prof. Fabio Oliveira

Teremos que dV = E · d l = 0 apenas quando E ⊥ d l

Potencial el´etrico

23.5 - Superf´ıcies equipotenciais

Teremos que dV = E · d l = 0 apenas quando E d l.

Teremos que dV = E · d l = 0 apenas quando E ⊥ d l

(c) Prof. Fabio Oliveira

Teremos que dV = E · d l = 0 apenas quando E ⊥ d l

Potencial el´etrico

Exemplo 23.13

Uma casca esf´erica condutora, n˜ao carregada e oca, tem raio interno a e raio externo b. Uma carga puntiforme positiva +q est´a local- izada no centro da casca. (a) Determine a carga em cada uma das superf´ıcies do condutor. (b) Determine o potencial V (r) em todas as regi˜oes, considerando V = 0 em r = .

(c) Prof. Fabio Oliveira

V ( r ) em todas as regi˜oes, considerando V = 0 em r = ∞

Potencial el´etrico

Exemplo 23.14

Um condutor esf´erico ten raio de 30cm. (a) Qual ´e a carga m´axima que pode ser colocada na esfera antes que ocorra a ruptura diel´etrica do ar na vizinhan¸ca? (b) Qual ´e o potencial m´aximo da esfera?

(c) Prof. Fabio Oliveira

do ar na vizinhan¸ca? (b) Qual ´e o potencial m´aximo da esfera? (c) Prof. Fabio Oliveira

Potencial el´etrico

Exemplo 23.15

Dois condutores esf´ericos descarregados de raios R 1 = 6, 0cm e R 2 = 2, 0cm, separados por uma distˆancia muito maior do que 6, 0cm, est˜ao conectados por um longo fio condutor muito fino. Uma carga total Q = +80nC ´e colocada em uma das esferas e ´e permitido que o sistema atinja o equilibrio eletrost´atico. (a) Qual ´e a carga em cada esfera? (b) Qual ´e o m´odulo do campo el´etrico na superf´ıcie de cada esfera? (Considere que a carga no fio conector ´e desprez´ıvel).

(c) Prof. Fabio Oliveira

cada esfera? (Considere que a carga no fio conector ´e desprez´ıvel) . (c) Prof. Fabio Oliveira

Potencial el´etrico

23.6 - Energia potencial eletrost´atica

Considerando que existe uma carga q 1 em um ponto p 1 do espa¸co. Para trazermos uma carga q 2 do infinito at´e o ponto p 2 , a uma distˆancia r 12 da carga q 1 , precisamos fazer o trabalho:

W 2 = q 2 V 2 = q 2 kq 1

r

12

= kq 1 q 2

r

12

Para trazer uma segunda carga q 2 , precisamos realizar trabalho contra as cargas q 1 e q 2 que j´a estava no postas, tal que:

W 3 = q 3 V 3 = kq 3 q 1

r

13

+ kq 3 q 2

r

23

Cada trabalho realizado em cada etapa fica armazenado no arranjo de cargas, de maneira que o trabalho total ser´a dado por:

U = kq 1 q 2 + kq 1 q 3 + kq 2 q 3

r

12

r

13

r

23

(c) Prof. Fabio Oliveira

kq 1 q 2 + kq 1 q 3 + kq 2 q 3 r 12

Potencial el´etrico

23.6 - Energia potencial eletrost´atica

Para uma distribui¸c˜ao cont´ınua de cargas, o aumento infinitesimal de energia ´e dado pelo aumento infinitesimal de carga, desde um valor nulo at´e o valor m´aximo, ou seja, se

dU = V dq = kq dq

R

ent˜ao, na constru¸c˜ao da carga total Q, teremos:

U =

R

0

k

Q

qdq ou U = kQ 2

2R

= 1 2 QV

(c) Prof. Fabio Oliveira

Q , teremos: U = R 0 k Q qdq ou U = k Q 2

Potencial el´etrico

Exemplo 23.16

Quatro cargas puntiformes positivas idˆenticas, cada uma com carga

q, est˜ao inicialmente em repouso a uma separa¸c˜ao infinita. Calcule

o trabalho total necess´ario para mover as cargas puntiformes para os quatro v´ertices de um quadrado de lado a, calculando separadamente

o trabalho necess´ario para mover sequencialmente cada carga at´e sua posi¸c˜ao final.

(c) Prof. Fabio Oliveira

para mover sequencialmente cada carga at´e sua posi¸c˜ao final. (c) Prof. Fabio Oliveira Potencial el´etrico

Potencial el´etrico

Bibliografia

HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J.; Fundamentos de F´ısica, volume 3, 8 a edi¸c˜ao, LTC, Rio de Janeiro, 2009.

TIPLER, P. A.; MOSCA, G.; F´ısica para Cientistas e Engenheiros, volume 2, 6 a edi¸c˜ao, LTC, Rio de Janeiro, 2009.

(c) Prof. Fabio Oliveira

e Engenheiros , volume 2, 6 a edi¸c˜ao, LTC, Rio de Janeiro, 2009. (c) Prof. Fabio

Potencial el´etrico