Você está na página 1de 11

pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, Tipo 001 24/11/05 - 14:42


1. De acordo com o texto, o citado relatório da ONU

(A) alerta para as dificuldades econômicas a serem en-


CONHECIMENTOS GERAIS frentadas por países em desenvolvimento, devido ao
crescimento de algumas nações, como China e
Índia.

(B) critica sutilmente a influência, tanto positiva quanto


Atenção: As questões de números 1 a 6 baseiam-se no texto negativa, de alguns regimes políticos no desenvol-
apresentado abaixo. vimento econômico de determinadas nações.

(C)) aponta a importância da educação, desenvolvida


com a devida qualidade, como fator de crescimento
É um tanto frustrante que o crescimento da economia econômico de um país.
mundial tenha se acelerado nos últimos anos e que nem todos (D) considera utópica a idéia de uma economia global,
os países venham se beneficiando disso, conforme revela rela- tendo em vista as inúmeras desigualdades sem pos-
sível solução, existentes no planeta.
tório sobre a desigualdade, divulgado recentemente pelas Na-
(E) censura a pouca eficácia de programas assistenciais
ções Unidas. O crescimento econômico de fato tende a ser voltados para a população carente do mundo todo e,
em especial, no Brasil.
concentrador em um primeiro momento – a teoria explica que a _________________________________________________________
expansão do investimento age como mola propulsora do pro- 2. Encontra-se no texto uso de argumentação para embasar
cesso, e para tal é necessário um aumento da poupança que o uma afirmativa quando se

financie, com redução relativa e temporária do consumo. Mas (A)) busca apoio em uma teoria que explica a tendência
inicial, concentradora de riquezas, que caracteriza o
logo a seguir os benefícios se multiplicam pela população, crescimento econômico.
principalmente se o crescimento vier acompanhado de maior (B) apontam os benefícios voltados apenas para países
eficiência e capacitação no sistema produtivo. ricos, em oposição ao que ocorre na economia de
países mais pobres.
Várias nações apresentaram desempenho espetacular
(C) utilizam dados percentuais referentes a populações
nos anos analisados, entre as quais os países mais populosos mais pobres, para justificar o mau desempenho de
setores produtivos da economia.
(China e Índia) e outras que abriram suas economias – espe-
(D) duvida da eficácia de programas de renda mínima
cialmente as que viviam sob regime socialista (Ucrânia, Rússia). para a população brasileira, sem garantia de quali-
dade de vida.
No entanto, muitas não conseguiram acompanhar essa
(E) percebe o sentimento geral de frustração a partir da
evolução e estão ficando para trás. Cerca de 80% da renda análise do crescimento da economia mundial, que
favorece somente determinadas nações.
mundial se concentram nas economias mais desenvolvidas,
_________________________________________________________
com um bilhão de pessoas. Os demais 20% distribuem-se pelos
3. Identifica-se uma opinião – e não somente um fato – no
restantes cinco bilhões de habitantes do planeta. Mesmo nas segmento:

economias que mais cresceram, esse processo de concen- (A) ... conforme revela relatório sobre a desigualdade ...
tração ainda não se inverteu. E a razão para isso certamente (B) ... logo a seguir os benefícios se multiplicam pela
população ...
está ligada às rápidas mudanças tecnológicas pelas quais os
(C) Várias nações apresentaram desempenho espetacu-
sistemas produtivos vêm passando.
lar nos anos analisados ...
Para o Brasil, fica a lição de que é preciso dar bem mais (D) Cerca de 80% da renda mundial se concentram nas
atenção à formação dos recursos humanos, aumentando a economias mais desenvolvidas ...

escolaridade e melhorando progressivamente a qualidade do (E)) ... porém são insuficientes para transformar a reali-
dade.
ensino. Acreditar que o Brasil poderá superar o problema da _________________________________________________________

pobreza e da miséria apenas com programas assistencialistas é 4. ... é necessário um aumento da poupança que o finan-
o
cie ... (1 parágrafo)
pura ilusão. Esses programas cumprem o papel de assegurar
renda mínima para que as pessoas humildes vivam com alguma É correto afirmar, considerando-se o contexto, que o pro-
nome grifado se refere ao
dignidade
para a qual o planejamento familiar é também fun-
(A) aumento da poupança.
damental –, porém são insuficientes para transformar a reali- (B)) processo de crescimento econômico.
(C) relatório sobre a desigualdade.
dade.
(D) controle relativo e temporário do consumo.
(Adaptado de O Globo, 28 de agosto de 2005, p. 6) (E) primeiro momento da expansão do investimento.

2 GOVBA105-Conhecimentos Gerais1
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, 24/11/05


Tipo - 001
14:42
5. No entanto, muitas não conseguiram acompanhar essa 7. Infere-se corretamente do texto que
evolução ...

o (A)) a pesquisa evidencia que os diferentes níveis de


O elemento de coesão que inicia o 3 parágrafo denota, educação constituem a chave para compreender a
no contexto, uma ...... , podendo ser substituído, SEM alte- desigualdade social no Brasil.
ração do sentido original, por ...... .

As lacunas da frase acima estão corretamente preenchi- (B) os dados obtidos em recenseamentos nem sempre
das por refletem com segurança os desníveis salariais e pos-
sibilidades de emprego entre profissionais de mes-
(A) temporalidade - Enquanto isso ma área de atuação.
(B) proporcionalidade - À medida que
(C) explicação - Já que
(D)) ressalva - Contudo (C) uma simples graduação acadêmica é insuficiente
(E) condição - Caso para garantir emprego e renda futura, especialmente
_________________________________________________________ na área da saúde, em que estão ocorrendo inúmeras
inovações tecnológicas.
6. Traduz-se corretamente, em outras palavras, o sentido
original de um segmento do texto em
(D) os setores de atendimento à saúde da população
(A) É um tanto frustrante  É, no mínimo, espantoso. deixam de oferecer, no momento, possíveis garan-
tias de emprego no país.
(B) tende a ser concentrador em um primeiro momen-
to  precisa, de início, de um único objetivo. (E) uma significativa porcentagem da população brasilei-
ra é carente de atendimento para seus problemas de
(C)) age como mola propulsora do processo  vem a ser saúde, embora seja expressivo o número de
o elemento que dá vida ao crescimento. profissionais capacitados na área.
_________________________________________________________
(D) esse processo de concentração ainda não se in-
verteu  não se estabeleceu inversão em economias 8. Resume-se a idéia principal do texto em:
concentradas.

(E) apenas com programas assistencialistas  os cuida- (A) É importante a amostragem utilizada em análises
dos não progridem com alguns poucos programas. estatísticas.
_________________________________________________________

Atenção: As questões de números 7 a 14 baseiam-se no (B)) Boa formação educacional é base para emprego e
texto apresentado abaixo. maior renda.

Um médico, com mestrado ou doutorado, é a formação (C) Educação é fator determinante em pesquisas, como
acadêmica mais vantajosa no Brasil, em termos de renda futura as de intenção de voto.
e probabilidade de achar emprego. O médico doutor, na acep-
ção acadêmica do termo, está no topo do Ranking de Retornos (D) Margens de erro são cada vez menores nos resul-
da Educação, o resultado final de um trabalho de análise tados das pesquisas.
estatística a partir dos dados do Censo Demográfico de 2000,
conduzido pelo Centro de Políticas Sociais (CPS) da Fundação (E) Análises estatísticas estabelecem oportunidades de
emprego.
Getúlio Vargas (FGV), no Rio. Esse ranking geral é uma com-
_________________________________________________________
binação de dois outros: o de renda futura e o de possibilidades
de obter emprego. 9. ... que foram entrevistados com mais profundidade na oca-
o
sião. (3 parágrafo)
Os médicos sem mestrado, porém, não têm razão para
se arrepender da escolha de formação acadêmica. Eles estão A expressão grifada acima refere-se, considerando-se o
no 2º lugar do ranking geral, do qual constam 72 diferentes contexto,
tipos de formação educacional de adultos, que vão do analfa-
beto aos doutores. Em último lugar, vêm, previsivelmente, os (A) ao momento atual, em que se divulgam os resulta-
brasileiros com escolaridade zero. As carreiras acadêmicas liga- dos do Censo.
das à saúde, por outro lado, dominam.
Trata-se de um trabalho rigoroso que tomou como base (B) ao resultado final, recentemente publicado, da aná-
a amostra do censo, isto é, os 10% da população brasileira que lise estatística.
foram entrevistados com mais profundidade na ocasião. Mar-
celo Neri, chefe do CPS, observa que é uma amostra enorme (C) à situação momentânea do mercado de trabalho no
Brasil.
em termos estatísticos. Basta pensar que as pesquisas de
intenção de voto, que têm resultados razoáveis, são feitas com
(D)) a 2000, ano de levantamento dos dados obtidos no
amostras de alguns milhares de brasileiros, enquanto a amostra Censo Demográfico.
do Censo tem cerca de 18 milhões de pessoas. Por isso,
explica, a margem de erro é mínima.
(E) à possibilidade de maiores salários, a partir de uma
(O Estado de S. Paulo, A26 Vida&, 30 de outubro de 2005) formação especializada.
GOVBA105-Conhecimentos Gerais1 3
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, Tipo 001 24/11/05 - 14:42


10. Há relação de causa e conseqüência, respectivamente, 13. ... enquanto a amostra do Censo tem cerca de 18 milhões
entre: de pessoas. (final do texto)

(A) médico com mestrado e/ou doutorado // médicos so-


mente com a graduação. A frase do texto cujo verbo exige o mesmo tipo de com-
plemento que o do grifado acima é:
(B) ranking geral organizado com dois outros estudos //
o
renda futura e possibilidade de emprego. (A) Eles estão no 2 lugar do ranking geral ...

(C) brasileiros com escolaridade zero em último lugar //


72 diferentes tipos de formação de adultos. (B) ... do qual constam 72 diferentes tipos de forma-
ção ...
(D) domínio das carreiras acadêmicas ligadas à saúde //
um trabalho rigoroso baseado em resultados do Censo.
(C) Trata-se de um trabalho rigoroso ...
(E)) amostra representativa em termos estatísticos // mí-
nima margem de erro.
(D)) ... e o de possibilidades de obter emprego ...
_________________________________________________________
o
11. ... na acepção acadêmica do termo ... (1 parágrafo)
(E) ... a margem de erro é mínima.
A observação reproduzida acima, considerando-se o con- _________________________________________________________
texto,
14. A estrutura da frase permanecerá correta, se se colocar
(A)) remete à formação complementar de médicos com o no singular o verbo grifado em:
grau de doutor.
(A) Os médicos sem mestrado, porém, não têm razão ...
(B) reforça a necessidade de se criarem mais cursos
médicos de graduação.
(B)) 72 tipos diferentes de formação educacional de adul-
(C) restringe a importância da atribuição de títulos aos tos, que vão do analfabeto aos doutores.
profissionais da área da saúde.
(C) Em último lugar, vêm, previsivelmente, os brasileiros
(D) prioriza os cursos de medicina, apesar das outras com escolaridade zero.
especialidades na área da saúde.

(E) valoriza a formação educacional diante das dificul- (D) As carreiras acadêmicas ligadas à saúde, por outro
dades dos que não estudaram. lado, dominam.
_________________________________________________________

12. Considere as alterações nos sinais de pontuação nas (E) ... as pesquisas de intenção de voto (...) são feitas
frases: com amostras ...
_________________________________________________________

I. O médico doutor, na acepção acadêmica do termo, 15. A concordância está correta na frase:
está no topo...
O médico, doutor na acepção acadêmica do termo, (A) O acentuado desenvolvimento tecnológico permitiu
está no topo... que seja feito diagnósticos mais precisos, dando
origem a tratamentos eficazes para certas doenças,
II. ... é uma combinação de dois outros: o de renda como as degenerativas.
futura...
... é uma combinação de dois outros
o de renda (B) As preocupações com as condições de higiene do
futura... meio ambiente, importante vetor de transmissão de
doenças, permeia toda a atuação dos profissionais
III. ... as pesquisas de intenção de voto, que têm re- da área de saúde.
sultados razoáveis, são feitas...
... as pesquisas de intenção de voto que têm resul- (C) O acesso aos avanços da medicina no Brasil ainda
tados razoáveis são feitas... são restritos a uma elite, ficando a população mais
pobre sujeitas às precárias condições de aten-
dimento em algumas regiões do país.
Alterou-se o sentido original SOMENTE em

(A) I. (D) Nem sempre é possível as providências para um


atendimento médico rápido e eficaz a populações
(B) II. carentes, que vivem em áreas isoladas, afastado
dos grandes centros.
(C)) I e III.
(E)) Programas de assistência médico-familiar às pes-
(D) I e II. soas que vivem em condições desfavoráveis con-
seguiram excelentes resultados, como a redução
(E) II e III. dos índices de mortalidade infantil.

4 GOVBA105-Conhecimentos Gerais1
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, 24/11/05


Tipo - 001
14:42
Atenção: Para responder às questões de números 16 a 20, 18. Há emprego de conotação na frase:
considere o trecho do relatório elaborado por
Graciliano Ramos, em janeiro de 1930, quando era (A) As infrações (...) referem-se a prejuízos individuais ...
Prefeito de Palmeira dos Índios, Alagoas.
(B) ... e foram denunciadas pelas pessoas ofendidas ...
(C) Esforcei-me por não cometer injustiças.
Arrecadei mais de dois contos de réis de multas. Isto
(D)) ... antigamente os agentes municipais eram zarolhos.
prova que as coisas não vão bem.
(E) ... que os contraventores fossem punidos pelo Sr.
E não se esmerilharam contravenções. As infrações que
Secretário do Interior ...
produziram soma considerável para um orçamento exíguo _________________________________________________________
referem-se a prejuízos individuais e foram denunciadas pelas 19. Se eu deixasse em paz o proprietário que abre as cercas
pessoas ofendidas, de ordinário gente miúda, habituada a sofrer de um desgraçado agricultor e lhe transforma em pasto a
o
a opressão dos que vão trepando. lavoura, devia enforcar-me. (3 parágrafo)
Esforcei-me por não cometer injustiças. Isto não obs-
Considere as afirmativas feitas, tomando por base o
tante, atiraram as multas contra mim como arma política. Com
segmento transcrito acima.
inabilidade infantil, de resto. Se eu deixasse em paz o
proprietário que abre as cercas de um desgraçado agricultor e I. A frase
que abre as cercas de um desgraçado
agricultor – denota, no contexto, a condição
lhe transforma em pasto a lavoura, devia enforcar-me.
necessária à realização da ação seguinte, devia
Sei bem que antigamente os agentes municipais eram enforcar-me.
zarolhos. Quando um infeliz se cansava de mendigar o que lhe
II. O pronome lhe, empregado no lugar do pronome
pertencia, tomava uma resolução heróica: encomendava-se a possessivo sua, garante a clareza da exposição.
Deus, e ia à capital. E os Prefeitos achavam razoável que os
contraventores fossem punidos pelo Sr. Secretário do Interior,
III. O verbo transforma apresenta dupla predicação,
exigindo tanto um complemento ligado diretamente
por intermédio da polícia. a ele, quanto outro, introduzido por meio de
preposição.

16. Infere-se corretamente do texto que o autor IV. A mesma forma verbal transforma está no singular
porque concorda com o sujeito mais próximo, o que
(A)) manifesta uma preocupação social, voltada para as permite afirmar que seria também correta a forma
pequenas necessidades quotidianas de uma popula- de plural transformam.
ção desprotegida, sujeita à prepotência dos pode-
rosos. Está correto o que se afirma SOMENTE em:

(B) demonstra uma visão preconceituosa da adminis- (A) I e II.


tração pública, efetivada por pessoas despreparadas (B)) II e III.
para exercer as respectivas funções. (C) II e IV.
(D) I, III e IV.
(C) está consciente das responsabilidades inerentes ao (E) II, III e IV.
cargo de prefeito, porém se sente incapaz de resol- _________________________________________________________
ver os inúmeros problemas existentes.
20. Arrecadei mais de dois contos de réis de multas.
(D) usufrui da importância da função pública como ins- Isto prova que as coisas não vão bem.
trumento de poder, capaz de justificar os erros E não se esmerilharam contravenções.
cometidos por ocupantes de determinados cargos.
As três frases iniciais do texto articulam-se em um único
(E) considera ter sido inoperante no exercício do cargo, período com correção, coesão e coerência, em:
por deficiência de recursos necessários para melho-
rar a vida da população. (A) Arrecadei mais de dois contos de réis de multas,
_________________________________________________________
apesar que isto vem provar de que as coisas não
17. Percebe-se, no último parágrafo do texto, vão bem, onde não se esmerilharam contravenções.

(B) Mais de dois contos de réis de multas, e isto é que


(A) censura à incompreensão popular acerca das res- as coisas não vão bem, prova as contravenções não
ponsabilidades atribuídas a um prefeito. esmerilhadas.
(B) apelo à influência de esferas superiores de poder na (C) Com a arrecadação de mais de dois contos de réis
solução dos problemas do município. de multas, e a prova que as coisas não vão bem,
não se esmerilhando contravenções.
(C)) ironia quanto ao desempenho de governantes ante-
riores no serviço público municipal. (D) Enquanto não se esmerilharam contravenções, ar-
recadei mais de dois contos de réis de multas, que é
(D) exagero no registro da grave situação municipal, a prova que as coisas não vão bem.
com intenção de acentuar o próprio mérito.
(E)) Embora não se tenham esmerilhado contravenções,
arrecadei mais de dois contos de réis de multas, o
(E) ênfase nos conflitos existentes no município, como
que prova que as coisas não vão bem.
justificativa para a tomada de medidas punitivas.
GOVBA105-Conhecimentos Gerais1 5
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, Tipo 001 24/11/05 - 14:42


21. Em relação à Seção da Saúde no Capítulo da Seguridade 25. O direito à saúde ainda não alcança toda a população
Social na Constituição Federal de 1988 é correto afirmar: brasileira, pois cerca de

(A) O setor privado está proibido de atuar no SUS.


(A) 92% utilizam exclusivamente os serviços do SUS,
(B) O SUS será fundamentalmente estatal. enquanto 8% buscam assistência no setor de saúde
suplementar de acordo com dados do IBGE (PNAD,
(C) O setor público de serviços participará do SUS quan- 1998).
do o setor privado não for suficiente para prestar
assistência.
(B) 60% utilizam exclusivamente os serviços do SUS,
(D)) A assistência à saúde é livre à iniciativa privada.
enquanto 40% buscam assistência no setor de
(E) Os municípios poderão livremente conveniar com a saúde suplementar de acordo com dados do IBGE
iniciativa privada para a implantação do SUS em seu (PNAD, 1998).
território.
_________________________________________________________
(C)) 74% utilizam exclusivamente os serviços do SUS,
22. São funções dos Municípios na implantação do SUS, enquanto 26% buscam assistência no setor de
EXCETO: saúde suplementar de acordo com dados do IBGE
(PNAD, 1998).
(A) Colaborar na fiscalização das agressões ao meio
ambiente que tenham repercussão sobre a saúde
humana e atuar junto aos órgãos estaduais e fede- (D) 50% utilizam exclusivamente os serviços do SUS,
rais competentes para controlá-las. enquanto 43% buscam assistência no setor de
saúde suplementar e 7% da população tem assis-
(B) Formar consórcios administrativos intermunicipais.
tência privada com pagamento direto, de acordo
(C) Gerir laboratórios públicos de saúde e hemocentros. com dados do IBGE (PNAD, 1998).

(D) Celebrar contratos e convênios com entidades pres-


tadoras de serviços privados de saúde, bem como (E) 83% utilizam exclusivamente os serviços do SUS,
controlar e avaliar sua execução. enquanto uma média de 17% busca assistência no
setor de saúde suplementar de acordo com dados
(E)) Promover, no que couber, adequado ordenamento
do IBGE (PNAD, 1998).
territorial, mediante planejamento e controle do uso, _________________________________________________________
do parcelamento e da ocupação do solo urbano.
_________________________________________________________ 26. Considere as seguintes afirmações sobre o financiamento
da Saúde:
23. NÃO é competência do SUS:

(A) Participar da produção de equipamentos. I. Enquanto os gastos com saúde em países com
sistemas de saúde mais avançados encontram-se
(B)) Arrecadar e empregar os recursos financeiros da
entre 1000 e 2000 dólares por pessoa/ano, dos
saúde conforme o art. 198 da Constituição Federal.
quais mais de 70% de origem pública, no Brasil,
(C) Participar da formulação da política e da execução chegamos a 2003, com aproximadamente 185
das ações de saneamento básico. dólares por pessoa/ano, dos quais aproximada-
mente 45% de origem pública.
(D) Participar do controle e fiscalização do transporte de
produtos radioativos.
II. Alguns setores empresariais e setores do próprio
(E) Inspecionar bebidas alcoólicas. Estado estimulam a visão de que o SUS é para os
_________________________________________________________ pobres, voltado para uma atenção básica de baixo
financiamento, e de que os planos privados seriam
24. Considere as seguintes afirmações: para os remediados e ricos.
I. As contribuições sociais sobre a receita de concur-
sos de prognósticos. III. A destinação da CPMF para o SUS, conquistada
pela mobilização do movimento da Reforma Sani-
II. As contribuições sociais sobre as aposentadorias e tária Brasileira no Congresso Nacional surtiu efeito
pensões concedidas pelo regime geral de previ- quase nulo com a retirada pelo Governo na época
dência social de que trata o art. 201 da Constituição de outras fontes de financiamento para a saúde.
Federal.
(A) Somente I está correta.
III. Os recursos empregados na saúde pelas entidades
beneficentes de assistência social.
(B) Somente I e II estão corretas.
São fontes de financiamento do SUS, SOMENTE

(A)) I.
(C) Somente I e III estão corretas.
(B) II.
(C) III. (D) Somente II e III estão corretas.
(D) I e II.
(E) II e III. (E)) I, II e III estão corretas.

6 GOVBA105-Conhecimentos Gerais1
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, 24/11/05


Tipo - 001
14:42
27. Redirecionar o modo de se fazer saúde no Brasil talvez 29. O texto abaixo é parte do capítulo da Gestão Participativa
seja o maior desafio na área. Herdeiro de um modo de no relatório da XII Conferência Nacional de Saúde.
fazer baseado na lógica da realização de procedimentos,
centrado nos hospitais e que maximiza a tecnologia, o Os espaços institucionais de gestão compartilhada da
modelo atual tem como resultado uma fragmentação do
saúde são os Conselhos de Saúde e as Conferências de
cuidado e a produção de resultados muito aquém das
necessidades da população brasileira. Para esta mudança Saúde que, nos últimos anos, têm provocado grande
são necessárias as seguintes diretrizes, EXCETO: transformação no processo político-institucional. O pro-
cesso de controle social realizado pelos Conselhos de
(A)) A estruturação da rede hospitalar, priorizando a de- Saúde nos municípios, nos estados e no âmbito nacio-
manda espontânea dos hospitais, com a perspectiva nal, ao determinar uma nova dinâmica de participação
de que essa se organize como porta de entrada do popular em saúde, vem implementando, com consis-
SUS, dado que nesse espaço, encontramos a popu- tência, um dos princípios fundamentais da Reforma Sani-
lação que procura o serviço por queixa e, portanto
tária Brasileira, que é o Controle Social do SUS.
com condições já mais avançadas de doença e
necessitando de diagnóstico mais rápido.
É correto afirmar que são obstáculos à participação da
população neste período, EXCETO:
(B) A organização da atenção à saúde deve incluir a
promoção e a proteção da saúde, as atividades de (A) O caráter deliberativo do Conselho, condição
controle de risco e de regulação do mercado produ- essencial para a efetividade do controle social, ainda
tivo da saúde, bem como as ações voltadas ao con- não é exercido na maior parte dos nossos
trole e monitoramento das práticas, resultando em municípios e estados.
indicadores que traduzam a realidade da saúde. (B) A diversidade das condições de organização dos
Conselhos de Saúde e de sua articulação com os
movimentos sociais organizados contribui para
(C) Os pressupostos da organização dos serviços de- retardar a consolidação do processo de controle
vem ser a reorganização dos processos e práticas social na saúde.
com garantia do acesso e acolhimento aos usuários;
a responsabilização com geração de vínculo entre (C)) O desenvolvimento de um processo de monitora-
profissionais e população. mento do controle social no país incluindo a realiza-
ção de estudos e levantamentos que permitam co-
nhecer as condições da ação do controle social da
saúde no Brasil e a criação de uma rede articulada
(D) A estruturação de um setor de alta complexidade de conselhos.
que rompa com o princípio da oferta e se oriente
pela demanda gerada pela necessidade. Isso signi- (D) Ausência de uma cultura de transparência na difu-
fica mudar a lógica de financiamento da produção de são de informações na gestão pública.
procedimentos para uma lógica de cuidado com o
usuário. (E) A baixa utilização e a falta de divulgação de indica-
dores de saúde, que se constituem importantes
instrumentos de gestão pública, permitindo a fisca-
lização e o controle por parte dos movimentos
(E) O essencial é que o modelo de atenção proposto se populares.
apóie nas diretrizes de universalidade, integralidade, _________________________________________________________
eqüidade, descentralização e do controle social,
orientando e definindo sob estes eixos a organi- 30. O grau de organização da sociedade na Assembléia Na-
zação das ações e serviços. cional Constituinte, em 1988, conseguiu definir e estabe-
_________________________________________________________ lecer na Constituição Federal, a Seguridade Social como
28. É herança do modelo assistencial médico-previdenciário
(A) Assistência à saúde e previdência social com visão
que ainda subsiste na implantação do SUS a seguinte
previdenciária, limitada à viabilidade atuarial, que
característica:
depende da contribuição descontada na folha de
pagamento e da capacidade do fundo previdenciário
(A) ênfase nas ações de promoção da saúde e financiar os benefícios.
prevenção das doenças.
(B) O Estado como representante das parcelas desfa-
vorecidas da sociedade, tendo o dever de prestar
assistência pública e conceder benefícios previden-
(B)) excessos de internações e dificuldade na hierar- ciários a esta população com fundos da sociedade
quização das ações. como um todo.
(C) Atividades de assistência à saúde para as popu-
lações desprotegidas caracterizadas como políticas
(C) planejamento com base em diagnóstico epidemio-
estatais de forma a redistribuir a renda nacional.
lógico.
(D)) Conjunto integrado de ações dos poderes públicos e
da Sociedade, destinadas a assegurar os direitos
(D) humanização do atendimento com visitas domici- relativos à saúde, à previdência e à assistência
liares e acompanhamento para pacientes internados. social.
(E) Política de Estado caracterizada como atividades de
assistência social propiciando que nenhum cidadão
(E) prática de vigilância epidemiológica articulada com fique sem teto e tendo como objetivo a diminuição
assistência individual. dos riscos de doença.
GOVBA105-Conhecimentos Gerais1 7
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, Tipo 001 25/11/05 - 13:50


35. A abordagem fisioterapêutica nos pacientes com Esclero-
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS se Múltipla apresenta características particulares de acor-
do com o quadro espástico ou atáxico. Embora os objeti-
31. No paciente com diagnóstico de Acidente Vascular Ence- vos do tratamento sejam distintos, a sintomatologia que
fálico a abordagem fisioterapêutica na fase aguda tem deve ser abordada, independentemente do quadro apre-
como objetivos principais: sentado pelo paciente, é a

(A)) prevenir a subluxação de ombro, prevenir úlceras de (A) incontinência urinária.


pressão e encurtamentos musculares.
(B) hipertonia.
(B) normalizar o tônus muscular, fortalecer os grupos
musculares e estimular a motricidade voluntária. (C) ataxia.

(D)) fadiga muscular.


(C) prevenir complicações respiratórias, normalizar o tô-
nus muscular e estimular a motricidade voluntária.
(E) retenção urinária.
_________________________________________________________
(D) prevenir a subluxação de ombro, fortalecer os gru-
pos musculares e estimular a motricidade voluntária. 36. Na avaliação do desenvolvimento motor, um ponto impor-
tante a ser investigado é a evolução da preensão, que
(E) explorar as reações de equilíbrio, fortalecer os gru- apresenta 4 fases no 1o ano de vida:
pos musculares e estimular a motricidade voluntária.
_________________________________________________________ (A)) 1. cúbito palmar, 2. palmar simples ou de aperto, 3.
32. O paciente com lesão medular C7 apresenta controle rádio-palmar, 4. rádio-digital ou pinça superior.
muscular sobre
(B) 1. palmar simples ou de aperto, 2. cúbito-palmar, 3.
rádio-palmar, 4. rádio-digital ou pinça superior.
(A) bíceps braquial, deltóide e manguito rotador.
(C) 1. cúbito-palmar, 2. rádio-palmar, 3. palmar simples
(B) todos os músculos dos membros superiores, exceto ou de aperto, 4. rádio-digital, ou pinça superior.
os lumbricais e interósseos.
(D) 1. rádio-palmar, 2. rádio-digital ou pinça superior, 3.
(C)) tríceps braquial, grande dorsal, flexor dos dedos e bidigital, 4. pinça.
flexor radial do carpo.
(E) 1. rádio-palmar, 2. cúbito-palmar, 3. tridigital, 4.
(D) todos os músculos dos membros superiores. bidigital.
_________________________________________________________
(E) extensores do punho e deltóide.
_________________________________________________________ 37. O Conceito Neuroevolutivo − método Bobath − aplicado ao
tratamento da Encefalopatia crônica não progressiva da
33. Um paciente vítima de um acidente vascular encefálico infância inclui basicamente a inibição dos padrões postu-
decorrente de uma obstrução da artéria cerebral média rais da atividade reflexa anormal e facilitação dos padrões
esquerda pode apresentar hemiplegia posturais de movimento. Para atingir tal objetivo utiliza-se

(A) ipsilateral e perturbações visuais espaciais. (A) reflexo de estiramento durante o arco de movimento
e pontos chaves.
(B)) contralateral e alterações da linguagem.
(B) pontos chaves, reflexo de estiramento, aproximação
(C) ipsilateral sem perturbações visuais espaciais. articular (co-contração) e exercícios de fortalecimen-
to muscular com resistência manual.
(D) contralateral sem perturbações da linguagem.
(C)) pontos chaves, “tapping”, aproximação articular (co-
(E) bilateral e alterações da linguagem. contração), estimulação das reações de endireita-
_________________________________________________________ mento e equilíbrio nas diversas etapas do desenvol-
vimento motor.
34. Meta funcional de um paciente com lesão medular
completa nível C8: (D) reflexo de estiramentos e resistência manual, enfati-
zando o movimento voluntário.
(A) cadeira de rodas elétrica, independente para as
AVDs e dependente para as transferências simples. (E) reflexos de estiramento, resistência manual e esti-
mulação das reações de endireitamento e equilíbrio
(B) independência total na cadeira de rodas e deambu- nas diversas etapas do desenvolvimento motor.
lação com órteses. _________________________________________________________

38. A escala de Vignos tem por objetivo avaliar os graus de


(C) cadeira de rodas manual com cabrestantes e esco- funcionalidade dos membros superiores e inferiores em
vação dos dentes, cabelos e alimentação com enfai-
xamento independentes.
(A) esclerose lateral amiotrófica.
(D) cadeira de rodas elétrica e dependente para as (B)) distrofia muscular de Duchenne.
AVDs e transferências simples.
(C) distrofia muscular do tipo cinturas.
(E)) mover a cadeira de rodas manualmente, realizar
AVDs, transferências simples (leito, carro, vaso sani- (D) esclerose múltipla.
tário) e dirigir automóvel com controles manuais
independentemente. (E) doença de Huntington.
8 GOVBA105-00071-CE
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, 25/11/05


Tipo - 001
13:50
39. Os reflexos primários presentes no primeiro ano de vida 43. Os exercícios na bola suíça podem ser empregados nos
indicam a maturação do sistema nervoso central. No bebê pacientes com lesão cerebelar que visam
o reflexo tônico cervical assimétrico poderá ser encontrado
na idade de (A) hipertrofiar a musculatura dos membros inferiores e
do tronco e aumentar o tono muscular.
(A) 0-2 meses.
(B) diminuir o tono muscular, aumentar o trofismo mus-
(B) 0-4 meses. cular e manter o equilíbrio.

(C) 0-5 meses. (C) diminuir o tono muscular, desenvolver precisão, ve-
locidade, coordenação e harmonia nos movimentos.
(D)) 2-4 meses.
(D)) aumentar o tono muscular, fortalecer a musculatura,
(E) 3-6 meses. desenvolver coordenação de tronco e membros e
_________________________________________________________ melhorar o equilíbrio.
40. O método de facilitação neuromuscular proprioceptiva
possui técnicas específicas que visam atingir objetivos (E) normalizar o tono muscular e manter o equilíbrio.
particulares. De acordo com as características da Doença _________________________________________________________
de Parkinson (rigidez, bradicinesia, tremor) o paciente se
beneficiará de 44. Paciente de 48 anos, com diagnóstico de Doença Pul-
monar Obstrutiva Crônica, internado por quadro de febre,
(A) estiramento repetido através da amplitude e inversão dispnéia e expectoração purulenta. Apresenta-se cons-
lenta.
ciente, contactuante e colaborativo. Em ar ambiente,
(B) combinação de isotônicos e iniciação rítmica. SatO2 = 88%. Ausculta Pulmonar: presente bilateralmente
com roncos difusos. Mobilidade e expansibilidade preser-
(C) estiramento repetido no início da amplitude e
combinação de isotônicos. vada, sem déficits motores. A conduta mais adequada é:

(D) estiramento repetido no início da amplitude e (A) manobras de higiene brônquica, manobras de reex-
estiramento repetido através da amplitude. pansão pulmonar, RPPI e exercícios respiratórios.

(E)) iniciação rítmica e inversão lenta. (B)) posicionamento, manobras de higiene brônquica e
_________________________________________________________ CPAP.
41. Com a evolução de Doença de Parkinson o paciente apre-
senta uma postura em flexão que compromete a mecânica (C) manobras de higiene brônquica, exercícios respirató-
respiratória. O melhor padrão diagonal de membros supe- rios, flutter e oxigenioterapia.
riores a ser utilizado em pacientes deste tipo, para que se
obtenha ganho da extensão de tronco, é: (D) drenagem postural, CPAP e aspiração nasotraqueal.

(A)) flexão − abdução − rotação lateral bilateral de mem- (E) oxigenioterapia, aspiração nasotraqueal, manobras
bro superior. de reexpansão pulmonar e RPPI.
_________________________________________________________
(B) flexão − adução − rotação medial bilateral de mem-
bro superior. 45. Assinale a alternativa INCORRETA em relação a
pneumotórax.
(C) extensão − abdução − rotação medial bilateral de
membro superior. (A) O tratamento do pneumotórax pode ser conservador
ou cirúrgico dependendo da sua extensão. Uma vez
que se proceder a drenagem pleural, o fisioterapeuta
(D) extensão − adução − rotação medial bilateral de
tem como um dos objetivos principais a reexpansão
membro superior.
pulmonar.
(E) flexão − abdução − rotação medial bilateral de mem-
(B) O pneumotórax é definido como o acúmulo de ar
bro superior.
dentro do espaço pleural.
_________________________________________________________

42. A alteração do tono muscular é um sinal presente em di- (C) O quadro clínico do pneumotórax é caracterizado
versos quadros neurológicos. O tipo de hipertonia que po- por dor torácica súbita no lado afetado, associado a
de-se encontrar nos procedimentos de avaliação: acidente dispnéia e hipoxemia, além de taquicardia, hipertim-
vascular encefálico, doença de Parkinson e Esclerose panismo à percussão torácica e diminuição da
múltipla, são, respectivamente, ausculta pulmonar.

(A) plástica, elástica e elástica. (D) O pneumotórax hipertensivo leva à compressão das
estruturas mediastinais diminuindo o retorno venoso
(B) elástica, elástica e elástica. e comprimindo as câmaras venosas cardíacas.

(C)) elástica, plástica e elástica. (E)) O pneumotórax espontâneo pode ser primário ou
secundário. O primeiro é causado pela ruptura de
(D) plástica, elástica e plástica. bolhas de enfisema e o secundário pela ruptura de
bolhas subpleurais em pacientes sem doença
(E) plástica, plástica e plástica. pulmonar aparente.
GOVBA105-00071-CE 9
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, Tipo 001 25/11/05 - 13:50


46. Paciente foi internado na UTI acordado, consciente, com 51. A respiração por pressão positiva intermitente (RPPI) é
diagnóstico de edema agudo de pulmão, taquidispneico, uma técnica de expansão pulmonar que utiliza um disposi-
com SatO2 = 88%. Ausculta Pulmonar: MV+ em ambos tivo que injeta ar pressurizado nas vias aéreas de forma
hemitórax e com estertor creptante bilateral. A melhor con- não invasiva. A sua utilização é contra-indicada em
duta para este paciente no momento da internação é:
(A) hipertensão pulmonar.
(A) manobras de higiene brônquica e aspiração.
(B) atelectasia.
(B) intubação orotraqueal e manobras de higiene
brônquica. (C) hipoxemia.
(C) diurético e cinesioterapia respiratória.
(D) paciente não colaborativo.
(D)) ventilação mecânica não invasiva no modo CPAP
com PEEP = 10 cm H2O e diurético. (E)) pneumotórax de tensão não tratado.
_________________________________________________________
(E) diurético e manter decúbito dorsal.
_________________________________________________________ 52. Em relação às técnicas para remoção de secreção
47. A ventilação mecânica não invasiva é contra-indicada em brônquica baseadas na característica do fluxo expiratório,
é correto afirmar que
(A)) fratura de ossos da face, rebaixamento do nível de
consciência, pós-operatório imediato de esofagecto- (A) as técnicas que utilizam fluxo rápido objetivam o
mia. deslocamento de secreções de vias aéreas de
menor calibre.
(B) rebaixamento do nível de consciência, febre, ta-
quipnéia.
(B) as técnicas de expiração lenta objetivam aumento do
(C) parada cardiorrespiratória, sonolência, cirurgia abdo- fluxo expirado, mobilizando e deslocando secreções
minal. de vias aéreas centrais.
(D) febre, refluxo gastroesofágico, arritmia. (C)) as técnicas de expiração rápida objetivam o deslo-
(E) refluxo gastroesofágico, febre, parada cardiorrespira- camento de secreções de vias aéreas centrais.
tória.
_________________________________________________________ (D) as técnicas de fluxo rápido foram desenvolvidas
48. A medida de função pulmonar que NÃO pode ser determi- mais recentemente e são indicadas aos pacientes
com doença pulmonar crônica.
nada com um espirômetro é:

(A) volume corrente. (E) a técnica de expiração forçada não está indicada em
pacientes com instabilidade de vias aéreas e
(B) volume de reserva inspiratório. tendência ao colapso.
(C)) volume residual. _________________________________________________________

(D) volume de reserva expiratório. 53. Sobre os exercícios respiratórios para expansão pulmonar
é correto afirmar que
(E) capacidade vital.
_________________________________________________________
(A)) os do tipo costal basal consistem na aplicação de
49. O gás carbônico dos tecidos pode ser transportado até os estímulo manual na região torácica inferior bilateral-
pulmões mente, solicitando-se ao paciente inspiração profun-
da e expiração tranqüila, com os lábios franzidos.
(A) através da PCO2 arterial.
(B) os do tipo diafragmático aumentam o fluxo inspira-
(B)) na forma de bicarbonato. tório, favorecendo a expansão da caixa torácica.
(C) ligado a hemoglobina. (C) nos do tipo costal basal aplica-se estímulo manual
(D) ligado a proteínas plasmáticas. na região abdominal e solicita-se inspiração profun-
da e expiração rápida, com lábios abertos.
(E) através da PCO2 venosa.
_________________________________________________________ (D) existem vários exercícios respiratórios que visam o
aumento do volume corrente, aumentando-se o tem-
50. Em relação à curva de dissociação da hemoglobina é po expiratório.
correto afirmar que
(E) os mais utilizados são suspiros expiratórios, expira-
(A) a acidose, a hipertermia e a hipercapnia deslocam a ção máxima e respiração abreviada.
curva para a esquerda, diminuindo a afinidade pelo _________________________________________________________
O2.
54. De acordo com os valores de PaO2 e FiO2, os pacientes
(B) a acidose, a hipertermia e a hipercapnia deslocam a que têm o melhor índice de oxigenação são os que
curva para a direita, aumentando a afinidade pelo O2. apresentam
(C) a acidose, a hipertermia e a hipercapnia deslocam a
curva para a esquerda, aumentando a afinidade pelo (A) PaO2 = 80 mmHg e FiO2 = 0,6
O2.
(B)) PaO2 = 85 mmHg e FiO2 = 0,21
(D) a alcalose, a hipotermia e a hipocapnia deslocam a
curva para a direita, aumentando a afinidade pelo O2. (C) PaO2 = 90 mmHg e FiO2 = 0,35

(E)) a alcalose, a hipotermia e a hipocapnia deslocam a (D) PaO2 = 96 mmHg e FiO2 = 0,4
curva para a esquerda, aumentando a afinidade pelo
O2. (E) PaO2 = 110 mmHg e FiO2 = 0,5

10 GOVBA105-00071-CE
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, 25/11/05


Tipo - 001
13:50
55. Paciente em Ventilação Mecânica com os seguintes 59. O menor período de tempo necessário para se promover
parâmetros: modo Volume Controlado modalidade um alongamento muscular eficiente é de
Assistido-Controlado, Volume Corrente = 600 mL, Pressão
(A) 10 segundos.
Positiva ao final da Expiração = 5 cm H2O, freqüência
respiratória = 16 rpm, fluxo quadrado = 50 L/min, pausa (B) 15 segundos.
insp = 0,6 s, Fração Inspirada de Oxigênio = 0,5. Quais
são, respectivamente, os tempos inspiratório e expiratório (C)) 30 segundos.
deste paciente?
(D) 45 segundos.
(A) 0,72s e 2,43s.
(B) 0,72s e 3,03s. (E) 60 segundos.
(C) 0,72s e 3,75s. _________________________________________________________

(D)) 1,32s e 2,43s. 60. A corrente utilizada para a introdução de medicação no


(E) 1,32s e 3,75s. corpo, conhecida como iontoforese, é a
_________________________________________________________
(A) bifásica senoidal.
56. Considere as afirmações abaixo:

I. Disparo é a mudança da fase expiratória para a (B) bifásica assimétrica balanceada.


fase inspiratória.
(C) bifáfica simétrica.
II. Na fase expiratória o ventilador deve permitir o es-
vaziamento dos pulmões de forma passiva.
(D)) contínua.
III. Ciclagem é a mudança da fase expiratória para a
fase inspiratória. (E) triangular.
_________________________________________________________
IV. Na fase inspiratória o ventilador deve insuflar os
pulmões do paciente vencendo as propriedades
elásticas e resistivas do sistema respiratório. 61. Os procedimentos indicados nas primeiras 24 horas de
uma lesão aguda esportiva são:
V. Na fase expiratória é permitida uma pausa para
melhorar a troca gasosa. (A) gelo, compressão, elevação e mobilização.

É correto o que se afirma APENAS em


(B)) gelo, repouso, compressão e elevação do membro
lesado.
(A) I, II, e III.
(B)) I, II e IV. (C) compressão, elevação, mobilização e ultra-som
(C) I, III e V. contínuo.

(D) II, IV e V. (D) compressão, mobilização, ultra-som-pulsado e laser.


(E) III, IV e V.
_________________________________________________________ (E) gelo, compressão, elevação e ultra-som contínuo.
57. O teste de Thomas avalia _________________________________________________________

(A) a discrepância do comprimento da perna. 62. A corrente russa


(B) a compressão do nervo ciático.
(A)) é formada por correntes de média freqüência, mo-
(C) o encurtamento da banda íleo-tibial. duladas para produzir trens de pulso de baixa
(D) o encurtamento do quadrado lombar. freqüência.

(E)) as deformidades em flexão de quadril.


_________________________________________________________ (B) provoca um aumento de força superior a 10% na
musculatura sadia, aumentando a performance mus-
58. Os recursos de eletroterapia que podem ser utilizados cular em atletas.
para auxiliar os processos de consolidação de fraturas
são:
(C) recruta as unidades motoras de forma fisiológica,
promovendo a alternância entre as unidades mo-
(A)) TENS e US.
toras.
(B) TENS e EVA.
(C) EVA e US. (D) penetra superficialmente nos tecidos.

(D) FES e US.


(E) provoca analgesia na sua forma tradicional de utili-
(E) Corrente Interferencial e US. zação.

GOVBA105-00071-CE 11
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YzhjNzo3ZjM2:U2F0LCAwOSBEZWMgMjAxNyAxMDo0NTozNCAtMDIwMA==

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 0071, Tipo 001 25/11/05 - 13:50


63. As medidas de prevenção para os distúrbios osteomuscu- 67. A prancha ortostática utilizada no tratamento de paciente
lares relacionados ao trabalho são: politraumatizado visa prevenir

(A) modificação das características físicas, mobiliário e (A) os encurtamentos musculares.


instrumentos de trabalho, ginástica laboral, cinesio-
terapia, US e TENS.
(B)) a hipotensão.
(B) pausas e adequação do mobiliário e instrumentos de
trabalho, ginástica laboral, US, gelo e TENS. (C) as disfunções respiratórias.

(C) US, gelo e TENS.


(D) as úlceras de pressão.
(D) pausas no trabalho, ginástica laboral US e TENS.
(E) a dor.
(E)) pausas e adequação do mobiliário e instrumentos de _________________________________________________________
trabalho, ginástica laboral e controle dos fatores
psicossociais que interferem no trabalho. 68. As técnicas de alongamento ativo
_________________________________________________________
(A) são realizadas com uma força externa de baixa
64. O tratamento fisioterapêutico de pacientes com artrite reu- intensidade aplicada por períodos prolongados de
matóide tem como objetivos tempo por equipamentos mecânicos.
(A) manter e melhorar a amplitude articular e a força
muscular, realizar proteção articular, conservação de (B) são indicadas quando um bloqueio ósseo limita a
energia e manutenção da função motora, conhecen- amplitude articular.
do a cronaxia e a reobase de cada músculo.
(C) são realizadas através de exercícios de flexibilidade
(B) controlar a dor, melhorar e manter a amplitude arti- que o paciente executa sozinho.
cular e a força muscular, realizar eletrodiagnóstico
para escolher a corrente elétrica adequada ao pa-
(D) podem ser realizadas em músculos sem controle
ciente, promover proteção articular e conservação
voluntário normal.
de energia.

(C)) controlar a dor, melhorar e manter a amplitude arti- (E)) promovem a inibição ativa do músculo que se quer
cular e a força muscular, melhorar a função cardior- alongar.
respiratória, proteção articular, conservação de ener- _________________________________________________________
gia e manutenção da função motora.
69. De acordo com as estatísticas do Ministério da Previdên-
(D) realizar mudanças de decúbito, medidas de prote- cia e Assistência Social, as regiões corporais mais atin-
ção articular e conservação de energia, melhorar a gidas por doenças do trabalho e que poderiam ser enca-
função cardiorrespiratória e promover a colocação minhadas para fisioterapia, em ordem decrescente, são:
de próteses metálicas.
(A) dorso, braço, punho e ombro.
(E) controlar a dor, melhorar e manter a amplitude arti-
cular e a força muscular, realizar iontoforese com
(B) punho, dorso, braço e ombro.
substâncias vasodilatadoras, realizar medidas de
conservação de energia e manutenção da função
motora. (C)) braço, ombro, dorso e punho.
_________________________________________________________
(D) ombro, dorso, punho e braço.
65. Os exercícios de pliometria utilizados nos programas de
reabilitação de lesões esportivas são destinados a
(E) dorso, ombro, braço e punho.
(A) produzir analgesia. _________________________________________________________

70. De acordo com o Ministério da Saúde, as equipes míni-


(B) aumentar a propriocepção articular.
mas que constituem os Programas de Saúde da Família
(C) produzir alongamento de Cadeia Posterior. são formadas por

(D)) unir força e velocidade do movimento, de forma a (A) médico, dentista, enfermeira, fisioterapeuta, auxiliar
produzir uma resposta muscular explosiva e reativa. de enfermagem e agentes de saúde.

(E) promover relaxamento muscular.


(B) médico, fisioterapeuta, enfermeira e agentes de
_________________________________________________________
saúde.
66. Os recursos fisioterapêuticos que podem ser utilizados
para cicatrização de úlceras de membros inferiores são: (C) médico, fisioterapeuta, enfermeira, auxiliar de enfer-
magem e agentes de saúde.
(A)) Laser, EVA e US.
(B) Laser, US e Corrente Interferencial. (D)) médico, enfermeira, auxiliar de enfermagem e agen-
tes de saúde.
(C) US, EVA e Corrente Interferencial.
(D) Laser, EVA e Corrente Russa. (E) médico, dentista, enfermeira, fisioterapeuta, assis-
tente social, auxiliar de enfermagem e agentes de
(E) US, EVA e Corrente Russa.
saúde.
12 GOVBA105-00071-CE