Você está na página 1de 5

Características do Arcadismo

Também conhecido como Setecentismo ou Neoclassicismo,


o Arcadismo é o movimento literário que nasceu no continente
europeu no século XVIII, durante uma época de ascensão da
burguesia e de seus valores políticos, religiosos e sociais.
No Brasil essa escola literária aparece na segunda metade do
século XVIII trazendo profundas mudanças no contexto histórico,
já que estava sendo influenciado pela onda de progressos nas
ciências. De forma geral, o Arcadismo é conhecido por ser um
movimento que exalta a natureza e a vida bucólica. Seu nome foi
dado a partir de uma região grega chamada Arcádia, que era dita
como a morada do deus da natureza, Pan.

Uma das características do Arcadismo era o bucolismo, ou seja, a valorização da relação


homem e natureza. | Foto: Reprodução

Contexto histórico
Durante o século XVIII o mundo passava por diversas mudanças,
tais como o Iluminismo, o progresso das ciências,
a Independência dos Estados Unidos, além de várias revoluções,
até mesmo no Brasil, em busca de mais independência. Um
marco especial foi a Revolução Francesa no ano de 1789, que
marcou o fim da Idade Moderna e início da Idade
Contemporânea. O território brasileiro foi palco da Inconfidência
Mineira durante o período arcaico.
PUBLICIDADE
Características
Exaltação da Natureza
Partindo de um desejo bucólico, o Arcadismo estava sempre em
busca pelos valores da Natureza, fazia muitas referências a terra
e ao mundo natural. Os poetas dessa escola costumavam
escrever sobre as belezas do campo, a tranquilidade que era
proporcionada pela natureza e contemplavam a vida simples,
desprezando a vida nos grandes centros urbanos, assim como
também a agitação e os problemas das pessoas que viviam
nesses lugares. Quando os representantes árcades moravam na
zona urbana, iam sempre ao encontro com a natureza para
purificar suas almas com os ares leves do campo.

Inspiração greco-romana
Para os árcades, a arte greco-romana era considerada um
modelo de perfeição, equilíbrio, beleza e simplicidade. Foi assim
que as fortes influências desses povos conquistaram os moldes
neoclassicistas ao que se refere à temática, às regras de
composição e também no predomínio das figuras mitológicas. A
mitologia pagã acabou servindo como elemento estético para os
árcades.

Exaltação ao homem puro


Os árcades se preocupavam muito com a essência natural do
homem e buscavam inspiração nas pessoas que tinham uma
relação perfeita com a natureza, ou seja, os indivíduos que mais
se aproximavam eram pré-históricos. Exaltavam a pureza, a
beleza e a ingenuidade do homem primitivo que ainda não fora
corrompido pelos padrões sociais
BOCAGE

Nasceu em Setúbal. Os quarenta anos de vida de Bocage


foram marcados tanto pelo sofrimento e pelos insucessos de toda
ordem quanto pelas agitações da aventura, das polêmicas e da
boemia.

Sua carreira literária não foi menos acidentada. Por mais de três
anos, participou da Nova Arcádia, da qual foi expulso depois de
violenta polêmica com seus membros. Passou na prisão os anos de
1797 a 1799, por causa de suas sátiras, consideradas ofensivas ao
governo e à Igreja. Libertado, os últimos anos de sua vida foram de
arrependimento (que refletiu na sua poesia, iniciando a 2ª fase da
sua poesia, menos crítica, sem ironia e sarcasmo e dedicada a se
retratar com a religião católica). Faleceu aos 40 anos, em 1805.

Bocage foi um poeta português árcade que antecipou elementos do


Romantismo. Observe o que torna esse poeta um árcade pré-
romântico.

1. Características Árcades que podem ser encontradas na


poesia de Bocage:

· Carpe diem (o desejo de aproveitar a vida, a juventude);

· Fugere Urbem (a vontade de fugir da cidade para o campo);

· Locus Amoenus (observa a natureza como um lugar


agradável)*;

· Aurea Mediocritas (o desejo de uma vida simples, sem


excessos);
· Inutilia truncat (corte dos excessos, principalmente na
escrita);

· Rigor formal (obediência à rima e à métrica do poema);

· Mitologia greco-latina (presença de elementos da mitologia);

· Maiúsculas alegorizantes (personificação, divinização de


elementos);

2. Características Românticas que podem ser encontradas na


poesia de Bocage:

· Emotividade (expressão da emoção em oposição à razão que o


persegue);

· Individualismo e egocentrismo (expressos por meio da


autopiedade);

· Religiosidade (em seus últimos poemas, Bocage se arrepende


de ter desrespeitado a igreja);

Observação: Uma das principais características da primeira fase da


poesia de Bocage foi o uso de uma linguagem popular, muitas
vezes imprópria e vulgar, carregada de ironia e sarcasmo (conteúdo
humorístico e satírico). Não se pode dizes que essa seja uma
característica árcade, nem romântica, mas peculiar do poeta.

Exemplo: “Eis Bocage, em que luz algum talento;

Saíram dele mesmo estas verdades

Num dia em que se achou cagando ao vento.”


(Autorretrato –
Bocage)

Leia
mais: http://pensandoemliteratura.webnode.com.br/news/bocage/